SlideShare uma empresa Scribd logo
Panorama do Antigo
Testamento
Oseias
QuemSão os Profetas Menores?
● São livros que eram considerados um único
livro e chamado de Os Doze, na Bíblia
Hebraica. Agostinho cunhou a expressão
“profetas menores” por causa de pouca
extensão de seus escritos. Embora sejam
textos curtos (1.050 versículos), o conteúdo é
profundo, coerente e relevante.
Informações Básicas
● Data: 755 – 710 a.C.
● Autor: Oseias
● Local: Reino do Norte (Israel)
● Alvo: Mostrar o pecado do povo de Israel
● Versículo-chave: Os 3.1
● Palavra-chave: Perdão
Informações Básicas
● Conteúdo: a compaixão de Deus pelo Reino do
Norte (Israel), e sua condenação dos israelitas,
mesmo assim, em virtude da infidelidade deles.
● Ênfases: o amor infalível de Deus pelo seu
povo, mesmo quando precisa puni-lo por sua
infidelidade.
Informações Básicas
●
Propósito: Oseias escreveu este livro para lembrar aos israelitas - e a nós – de que o nosso
Deus é um Deus amoroso, cuja lealdade ao povo de Sua aliança é constante. Embora Israel
tenha continuado a recorrer a falsos deuses, o amor inabalável de Deus é retratado no marido
sofredor da esposa infiel. A mensagem de Oseias é também de advertência àqueles que
dariam as costas ao amor de Deus. Através da representação simbólica do casamento de
Oseias e Gomer, o amor de Deus pela nação idólatra de Israel é exibido em uma rica metáfora
com temas de pecado, juízo e amor perdoador.
Esboço
● Oseias em uma sentença: Usando sua família e a traição da esposa, o
profeta mostra a infidelidade do povo de Israel e o amor leal do Senhor
Pessoas Mensagem
Os 1-3 Família de Oseias Infidelidade, castigo e restauração
da esposa de Oseias
Os 4-10 Povo de Israel O juízo do povo de Israel
Os 11-14 Povo de Israel A restauração do povo
Principais Personagens
● Oseias: profeta para Israel (Reino do Norte); seu
casamento refletiu o relacionamento de Deus com Israel
(1.1 – 14.9).
● Gômer: prostituta que se tornou esposa de Oseias (1.3-
9).
● Seus filhos: Jezreel, Lo-Ruama, Lo-Ami; o nome de
cada filho ilustra o relacionamento de Deus com Israel
(1.3 – 2.1).
O Profeta e Sua Profecia
● Um profeta de família: A mensagem de Oseias salta
das páginas da Bíblia quando lemos seu livro. Ele é
um dos profetas mais envolvidos com sua mensagem.
A própria família foi uma ilustração daquilo que ele
pregou. Observe:
O Profeta e Sua Profecia
Texto Pessoa Mensagem
Os 1.2-3 Esposa: Gômer Assim como Gômer se prostituiu, Israel se
afastou do Senhor com a idolatria.
Os 1.4 Filho: Jezreel O nome significa “Deus espalhará”. Uma
profecia que indicava o juízo do cativeiro.
Os 1.6 Filha: Lo-Ruama =
Desfavorecida
O nome indicava falta de demonstração de
compaixão, que seria refletida no sofrimento
de Israel pela disciplina de seu pecado.
Os 1.9 Filho: Lo-Ami =
Não-Meu-Povo
A criança simbolizava a rejeição da aliança
por parte de Israel.
O Profeta e Sua Profecia
● O casamento de Oseias: Oseias incorporou a mensagem de
Deus a Israel em sua família. A ordem de Deus para que Oseias se
casasse com uma prostituta (Os 1.2) parece violar uma série de
mandamentos, como a lei que ordenava o apedrejamento de
adúlteros (Lv 20.10; Dt 22.20-24). Alguns comentaristas dizem que
o caráter adúltero de Gômer é uma analogia da idolatria; outros,
que Deus se referia apenas a uma tendência ao adultério, ainda
não realizada.
O Profeta e Sua Profecia
● O casamento de Oseias: Qualquer solução a essa questão não retira da
mensagem de Oseias a realidade em que o profeta vivia, de total depravação
do povo de Deus por conta da idolatria. É possível compreender o fato de
Gômer ter se tornado uma prostituta escrava, que precisava ser comprada (Os
3.1-2), como consequência de rituais idólatras e práticas de prostituição cultual.
A analogia da infidelidade sexual que destrói o casamento é julgada e
condenada, mas é alvo de misericórdia e amor, apontando para graça de Deus,
que reconcilia consigo o Seu povo (Os 14.4-7).
Doutrinas
● Conhecimento de Deus: Segundo as profecias, um dos cernes do problema
de Israel com a idolatria está na negligência do conhecimento de Deus. Não só
lhe falta conhecimento (Os 4.1), como os responsáveis por transmitir esse
conhecimento o rejeitaram (Os 4.6). A rejeição do conhecimento de Deus se
traduz na infidelidade de Gômer, visto que no Antigo Testamento o
conhecimento não é apenas saber sobre alguma coisa, mas um convívio íntimo
e relacional. Assim, rejeitar o conhecimento de Deus é rejeitar relacionar-se
com Ele para dedicar-se a outro deus, consumando a idolatria.
Doutrinas
● Julgamento e salvação: A mensagem de Oseias se
estrutura em cinco ciclos de julgamento e salvação.
Além de denunciar e condenar o pecado do povo,
Oseias também aponta para um tempo de
restauração após o julgamento. Alguns desses ciclos
podem ser relacionados a eventos históricos relatados
na Bíblia, enquanto outros apontam para um reinado
davídico futuro de restauração.
Doutrinas
● Julgamento e salvação:
Ciclo Julgamento Salvação
1 Oseias 1.2-9 Oseias 1.10-2.1
2 Oseias 2.2-13 Oseias 2.14-3.5
3 Oseias 4.1-5.14 Oseias 5.15-6.3
4 Oseias 6.4-11.7 Oseias 11.8-11
5 Oseias 11.12-13.16 Oseias 14.1-9
Doutrinas
● O amor incondicional de Deus pelo povo de sua
aliança: O amor de Deus apresentado no livro de
Oseias se resume nas seguintes palavras de Deus:
“porque sou Deus e não homem” (Os 11.9). Essa é a
razão para que Deus não desista de Seu povo,
demonstrando imensa compaixão (Os 11.8). Assim,
Oseias aponta para uma colheita frutífera desse amor
no futuro, pelos caminhos retos do Senhor (Os 14.9).
O Caráterde Deus emOseias
● Deus é acessível: 14.2
● Deus é bom: 3.5
● Deus é generoso: 2.19
● Deus é amoroso: 11.4
● Deus é misericordioso: 2.23; 14.3-4
● Deus é providente: 2.8-9
Oseias e o Novo Testamento
● Citações: Oseias é pouco citado no NT, mas suas citações são importantes e
significativas.
– A citação de Oseias 11.1 em Mateus 2.15, considera Jesus como o
verdadeiro filho de Deus, em lugar do povo de Israel.
– Paulo (Rm 9.25-26) e Pedro (1Pe 2.10) fazem referência ao nome dos filhos
de Oseias, destacando o significado deles e aplicando-os à igreja.
– A personificação da morte (Os 13.14) é apropriada por Paulo para se referir
à vitória de Cristo sobre a morte na cruz (1Co 15.55).
Oseias e o Novo Testamento
● A “parábola” do casamento: Em Oseias, a imagem do casamento
humano representa a aliança entre Deus e Seu povo. Em Efésios 5.22-33,
temos o maior desenvolvimento dessa “parábola” do casamento aplicada
à igreja.
● Referências messiânicas: Além de Oseias 11.1, que é citado em Mateus
2.15, tornando esse versículo uma referência messiânica, outra referência
importante se encontra em Oseias 3.5, na qual Davi representa a
linhagem davídica do Rei Messias que viria e do qual o povo se
aproximaria tremendo, como se aproximando do Senhor.
Oseias e o Novo Testamento
● Prenúncio: Oseias 2.23 é a maravilhosa mensagem profética de Deus para
incluir os gentios [não-judeus] como Seus filhos, assim como registrado
também em Rm 9.25 e 1Pe 2.10. Os gentios não são originalmente "o povo de
Deus", mas através da Sua misericórdia e graça, Ele providenciou Jesus Cristo,
e pela fé nEle somos enxertados na árvore do Seu povo (Rm 11.11-18). Esta é
uma verdade surpreendente sobre a Igreja, uma que é chamada de "mistério"
porque, antes de Cristo, apenas os judeus eram considerados o povo de Deus.
Quando Cristo veio, os judeus foram temporariamente deixados de lado "até
que haja entrado a plenitude dos gentios" (Rm 11.25).
Aplicação Prática
● O livro de Oseias nos assegura do amor incondicional de
Deus por Seu povo. No entanto, ele também é um retrato de
como Deus é desonrado e irritado pelas ações de Seus
filhos. Como pode uma criança que recebe uma abundância
de amor, misericórdia e graça tratar um Pai com tanto
desrespeito? No entanto, temos feito isso há séculos. Ao
considerarmos como os israelitas voltaram as costas para
Deus, não precisamos olhar mais longe do que o espelho à
nossa frente para ver um reflexo desses mesmos israelitas.
Aplicação Prática
● Apenas ao lembrar-nos de quanto Deus tem feito por cada
um nós é que seremos capazes de evitar a rejeição do
Único que pode nos dar a vida eterna na Glória, em vez do
inferno que merecemos. É essencial que aprendamos a
respeitar o nosso Criador. Oseias tem nos mostrado que
quando cometemos um erro, se temos um coração triste e
uma promessa de arrependimento, Deus vai – novamente -
demostrar o seu amor eterno por nós (1 João 1.9).
Conclusão
● O livro de Oseias, que arde com o fogo do
amor de Deus pelo seu povo, nos lembra de
que o Deus da história bíblica julga a
infidelidade, ainda que ofereça uma esperança
para além do juízo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Panorama do NT - Judas
Panorama do NT - JudasPanorama do NT - Judas
Panorama do NT - Judas
Respirando Deus
 
Panorama do AT - Jó
Panorama do AT - JóPanorama do AT - Jó
Panorama do AT - Jó
Respirando Deus
 
Panorama do AT - Naum
Panorama do AT - NaumPanorama do AT - Naum
Panorama do AT - Naum
Respirando Deus
 
19. o livro de ii crônicas
19. o livro de ii crônicas19. o livro de ii crônicas
19. o livro de ii crônicas
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
45. o profeta malaquias
45. o profeta malaquias45. o profeta malaquias
45. o profeta malaquias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Panorama do AT - Jeremias e Lamentações
Panorama do AT - Jeremias e LamentaçõesPanorama do AT - Jeremias e Lamentações
Panorama do AT - Jeremias e Lamentações
Respirando Deus
 
44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
39. O Profeta Miquéias
39. O Profeta Miquéias39. O Profeta Miquéias
39. O Profeta Miquéias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Panorama do AT - Miqueias
Panorama do AT - MiqueiasPanorama do AT - Miqueias
Panorama do AT - Miqueias
Respirando Deus
 
Panorama do NT - Romanos
Panorama do NT - RomanosPanorama do NT - Romanos
Panorama do NT - Romanos
Respirando Deus
 
Panorama do AT - Obadias
Panorama do AT - ObadiasPanorama do AT - Obadias
Panorama do AT - Obadias
Respirando Deus
 
Panorama do AT - Joel
Panorama do AT - JoelPanorama do AT - Joel
Panorama do AT - Joel
Respirando Deus
 
Panorama do AT - Eclesiastes
Panorama do AT - EclesiastesPanorama do AT - Eclesiastes
Panorama do AT - Eclesiastes
Respirando Deus
 
42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
13. O Livro de i samuel
13. O Livro de i samuel13. O Livro de i samuel
13. O Livro de i samuel
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
15. O Livro de I Reis
15. O Livro de I Reis15. O Livro de I Reis
15. O Livro de I Reis
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Panorama do NT - Filemom
Panorama do NT - FilemomPanorama do NT - Filemom
Panorama do NT - Filemom
Respirando Deus
 
34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Panorama do NT - 1Pedro
Panorama do NT - 1PedroPanorama do NT - 1Pedro
Panorama do NT - 1Pedro
Respirando Deus
 

Mais procurados (20)

Panorama do NT - Judas
Panorama do NT - JudasPanorama do NT - Judas
Panorama do NT - Judas
 
Panorama do AT - Jó
Panorama do AT - JóPanorama do AT - Jó
Panorama do AT - Jó
 
Panorama do AT - Naum
Panorama do AT - NaumPanorama do AT - Naum
Panorama do AT - Naum
 
19. o livro de ii crônicas
19. o livro de ii crônicas19. o livro de ii crônicas
19. o livro de ii crônicas
 
45. o profeta malaquias
45. o profeta malaquias45. o profeta malaquias
45. o profeta malaquias
 
Panorama do AT - Jeremias e Lamentações
Panorama do AT - Jeremias e LamentaçõesPanorama do AT - Jeremias e Lamentações
Panorama do AT - Jeremias e Lamentações
 
44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias
 
39. O Profeta Miquéias
39. O Profeta Miquéias39. O Profeta Miquéias
39. O Profeta Miquéias
 
Panorama do AT - Miqueias
Panorama do AT - MiqueiasPanorama do AT - Miqueias
Panorama do AT - Miqueias
 
Panorama do NT - Romanos
Panorama do NT - RomanosPanorama do NT - Romanos
Panorama do NT - Romanos
 
Panorama do AT - Obadias
Panorama do AT - ObadiasPanorama do AT - Obadias
Panorama do AT - Obadias
 
Panorama do AT - Joel
Panorama do AT - JoelPanorama do AT - Joel
Panorama do AT - Joel
 
Panorama do AT - Eclesiastes
Panorama do AT - EclesiastesPanorama do AT - Eclesiastes
Panorama do AT - Eclesiastes
 
42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias
 
13. O Livro de i samuel
13. O Livro de i samuel13. O Livro de i samuel
13. O Livro de i samuel
 
15. O Livro de I Reis
15. O Livro de I Reis15. O Livro de I Reis
15. O Livro de I Reis
 
Panorama do NT - Filemom
Panorama do NT - FilemomPanorama do NT - Filemom
Panorama do NT - Filemom
 
34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias
 
5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas
 
Panorama do NT - 1Pedro
Panorama do NT - 1PedroPanorama do NT - 1Pedro
Panorama do NT - 1Pedro
 

Semelhante a Panorama do AT - Oseias

Profetas menores lição 2 - Oséias
Profetas menores   lição 2 - OséiasProfetas menores   lição 2 - Oséias
Profetas menores lição 2 - Oséias
Escola Bíblica Sem Fronteiras
 
Lição 02 oséias - a fidelidade no relacionamento com deus
Lição 02   oséias - a fidelidade no relacionamento com deusLição 02   oséias - a fidelidade no relacionamento com deus
Lição 02 oséias - a fidelidade no relacionamento com deus
cledsondrumms
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓS
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓSIBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓS
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓS
Rubens Sohn
 
Panorama do NT - Hebreus
Panorama do NT - HebreusPanorama do NT - Hebreus
Panorama do NT - Hebreus
Respirando Deus
 
Indiferença
IndiferençaIndiferença
Indiferença
marckmel
 
Oséias estudo 03
Oséias   estudo 03Oséias   estudo 03
Oséias estudo 03
Joao Franca
 
Esforca te
Esforca teEsforca te
Esforca te
gospel10
 
A esperança que temos
A esperança que temos A esperança que temos
A esperança que temos
Wesley1235
 
DOZE PEDRAS PARA EDIFICAR O ALTAR DO SENHOR EM NOSSAS VIDAS
DOZE PEDRAS PARA EDIFICAR O ALTAR DO SENHOR EM NOSSAS VIDASDOZE PEDRAS PARA EDIFICAR O ALTAR DO SENHOR EM NOSSAS VIDAS
DOZE PEDRAS PARA EDIFICAR O ALTAR DO SENHOR EM NOSSAS VIDAS
R Gómez
 
Série profetas menores oséias
Série profetas menores   oséiasSérie profetas menores   oséias
Série profetas menores oséias
Luiz Guilherme Guimarães Coelho
 
LIÇÃO 09 - FIDELIDADE, FIRMES NA FÉ
LIÇÃO 09 - FIDELIDADE, FIRMES NA FÉ LIÇÃO 09 - FIDELIDADE, FIRMES NA FÉ
LIÇÃO 09 - FIDELIDADE, FIRMES NA FÉ
Lourinaldo Serafim
 
08 a igreja e israel em rom. 9-11
08   a igreja e israel em rom. 9-1108   a igreja e israel em rom. 9-11
08 a igreja e israel em rom. 9-11
Diego Fortunatto
 
Adultério espiritual_Lição original com textos_122013
Adultério espiritual_Lição original com textos_122013Adultério espiritual_Lição original com textos_122013
Adultério espiritual_Lição original com textos_122013
Gerson G. Ramos
 
Só YHWH é digno de adoração
Só YHWH é digno de adoraçãoSó YHWH é digno de adoração
Só YHWH é digno de adoração
Jean Francesco
 
Aula34 OSEIAS.pptx
Aula34 OSEIAS.pptxAula34 OSEIAS.pptx
Aula34 OSEIAS.pptx
Élida Rolim
 
Lição 09 - FIDELIDADE, FIRMES NA FÉ
Lição 09 - FIDELIDADE, FIRMES NA FÉLição 09 - FIDELIDADE, FIRMES NA FÉ
Lição 09 - FIDELIDADE, FIRMES NA FÉ
Daniel Felipe Kroth
 
Ebd 1° trimestre 2017 lição 7 Benignidade: um Escudo Protetor contra as Por...
Ebd  1° trimestre 2017 lição 7  Benignidade: um Escudo Protetor contra as Por...Ebd  1° trimestre 2017 lição 7  Benignidade: um Escudo Protetor contra as Por...
Ebd 1° trimestre 2017 lição 7 Benignidade: um Escudo Protetor contra as Por...
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Deus é Amor - 1 - Benedicto XVI.pptx
Deus é Amor - 1 - Benedicto XVI.pptxDeus é Amor - 1 - Benedicto XVI.pptx
Deus é Amor - 1 - Benedicto XVI.pptx
Martin M Flynn
 
Benegnidade: um Escudo Protetor Contra as Porfias
Benegnidade: um Escudo Protetor Contra as PorfiasBenegnidade: um Escudo Protetor Contra as Porfias
Benegnidade: um Escudo Protetor Contra as Porfias
Márcio Martins
 
14 - panorama do AT - Oséias, Joel e Amós.pptx
14 - panorama do AT -  Oséias, Joel e Amós.pptx14 - panorama do AT -  Oséias, Joel e Amós.pptx
14 - panorama do AT - Oséias, Joel e Amós.pptx
PIB Penha
 

Semelhante a Panorama do AT - Oseias (20)

Profetas menores lição 2 - Oséias
Profetas menores   lição 2 - OséiasProfetas menores   lição 2 - Oséias
Profetas menores lição 2 - Oséias
 
Lição 02 oséias - a fidelidade no relacionamento com deus
Lição 02   oséias - a fidelidade no relacionamento com deusLição 02   oséias - a fidelidade no relacionamento com deus
Lição 02 oséias - a fidelidade no relacionamento com deus
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓS
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓSIBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓS
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓS
 
Panorama do NT - Hebreus
Panorama do NT - HebreusPanorama do NT - Hebreus
Panorama do NT - Hebreus
 
Indiferença
IndiferençaIndiferença
Indiferença
 
Oséias estudo 03
Oséias   estudo 03Oséias   estudo 03
Oséias estudo 03
 
Esforca te
Esforca teEsforca te
Esforca te
 
A esperança que temos
A esperança que temos A esperança que temos
A esperança que temos
 
DOZE PEDRAS PARA EDIFICAR O ALTAR DO SENHOR EM NOSSAS VIDAS
DOZE PEDRAS PARA EDIFICAR O ALTAR DO SENHOR EM NOSSAS VIDASDOZE PEDRAS PARA EDIFICAR O ALTAR DO SENHOR EM NOSSAS VIDAS
DOZE PEDRAS PARA EDIFICAR O ALTAR DO SENHOR EM NOSSAS VIDAS
 
Série profetas menores oséias
Série profetas menores   oséiasSérie profetas menores   oséias
Série profetas menores oséias
 
LIÇÃO 09 - FIDELIDADE, FIRMES NA FÉ
LIÇÃO 09 - FIDELIDADE, FIRMES NA FÉ LIÇÃO 09 - FIDELIDADE, FIRMES NA FÉ
LIÇÃO 09 - FIDELIDADE, FIRMES NA FÉ
 
08 a igreja e israel em rom. 9-11
08   a igreja e israel em rom. 9-1108   a igreja e israel em rom. 9-11
08 a igreja e israel em rom. 9-11
 
Adultério espiritual_Lição original com textos_122013
Adultério espiritual_Lição original com textos_122013Adultério espiritual_Lição original com textos_122013
Adultério espiritual_Lição original com textos_122013
 
Só YHWH é digno de adoração
Só YHWH é digno de adoraçãoSó YHWH é digno de adoração
Só YHWH é digno de adoração
 
Aula34 OSEIAS.pptx
Aula34 OSEIAS.pptxAula34 OSEIAS.pptx
Aula34 OSEIAS.pptx
 
Lição 09 - FIDELIDADE, FIRMES NA FÉ
Lição 09 - FIDELIDADE, FIRMES NA FÉLição 09 - FIDELIDADE, FIRMES NA FÉ
Lição 09 - FIDELIDADE, FIRMES NA FÉ
 
Ebd 1° trimestre 2017 lição 7 Benignidade: um Escudo Protetor contra as Por...
Ebd  1° trimestre 2017 lição 7  Benignidade: um Escudo Protetor contra as Por...Ebd  1° trimestre 2017 lição 7  Benignidade: um Escudo Protetor contra as Por...
Ebd 1° trimestre 2017 lição 7 Benignidade: um Escudo Protetor contra as Por...
 
Deus é Amor - 1 - Benedicto XVI.pptx
Deus é Amor - 1 - Benedicto XVI.pptxDeus é Amor - 1 - Benedicto XVI.pptx
Deus é Amor - 1 - Benedicto XVI.pptx
 
Benegnidade: um Escudo Protetor Contra as Porfias
Benegnidade: um Escudo Protetor Contra as PorfiasBenegnidade: um Escudo Protetor Contra as Porfias
Benegnidade: um Escudo Protetor Contra as Porfias
 
14 - panorama do AT - Oséias, Joel e Amós.pptx
14 - panorama do AT -  Oséias, Joel e Amós.pptx14 - panorama do AT -  Oséias, Joel e Amós.pptx
14 - panorama do AT - Oséias, Joel e Amós.pptx
 

Mais de Respirando Deus

Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
Escola Bíblica: Os Puritanos - #06Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
Respirando Deus
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
Respirando Deus
 
História da Igreja #25
História da Igreja #25História da Igreja #25
História da Igreja #25
Respirando Deus
 
História da Igreja #24
História da Igreja #24História da Igreja #24
História da Igreja #24
Respirando Deus
 
História da Igreja #23
História da Igreja #23História da Igreja #23
História da Igreja #23
Respirando Deus
 
História da Igreja #22
História da Igreja #22História da Igreja #22
História da Igreja #22
Respirando Deus
 
História da Igreja #21
História da Igreja #21História da Igreja #21
História da Igreja #21
Respirando Deus
 
Calendário de Eventos IBLM 2018
Calendário de Eventos IBLM 2018Calendário de Eventos IBLM 2018
Calendário de Eventos IBLM 2018
Respirando Deus
 
História da Igreja #20
História da Igreja #20História da Igreja #20
História da Igreja #20
Respirando Deus
 
História da Igreja #19
História da Igreja #19História da Igreja #19
História da Igreja #19
Respirando Deus
 
História da Igreja #18 - As Cruzadas
História da Igreja #18 - As CruzadasHistória da Igreja #18 - As Cruzadas
História da Igreja #18 - As Cruzadas
Respirando Deus
 
História da Igreja #17
História da Igreja #17História da Igreja #17
História da Igreja #17
Respirando Deus
 
História da Igreja #16
História da Igreja #16História da Igreja #16
História da Igreja #16
Respirando Deus
 
História da Igreja #15
História da Igreja #15História da Igreja #15
História da Igreja #15
Respirando Deus
 
História da Igreja #14
História da Igreja #14História da Igreja #14
História da Igreja #14
Respirando Deus
 
História da Igreja #13
História da Igreja #13História da Igreja #13
História da Igreja #13
Respirando Deus
 

Mais de Respirando Deus (20)

Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
Escola Bíblica: Os Puritanos - #06Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
Escola Bíblica: Os Puritanos - #06
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
Escola Bíblica: Os Puritanos - #05
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
Escola Bíblica: Os Puritanos - #04
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
Escola Bíblica: Os Puritanos - #03
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
Escola Bíblica: Os Puritanos - #02
 
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
Escola Bíblica: Os Puritanos - #01
 
História da Igreja #25
História da Igreja #25História da Igreja #25
História da Igreja #25
 
História da Igreja #24
História da Igreja #24História da Igreja #24
História da Igreja #24
 
História da Igreja #23
História da Igreja #23História da Igreja #23
História da Igreja #23
 
História da Igreja #22
História da Igreja #22História da Igreja #22
História da Igreja #22
 
História da Igreja #21
História da Igreja #21História da Igreja #21
História da Igreja #21
 
Calendário de Eventos IBLM 2018
Calendário de Eventos IBLM 2018Calendário de Eventos IBLM 2018
Calendário de Eventos IBLM 2018
 
História da Igreja #20
História da Igreja #20História da Igreja #20
História da Igreja #20
 
História da Igreja #19
História da Igreja #19História da Igreja #19
História da Igreja #19
 
História da Igreja #18 - As Cruzadas
História da Igreja #18 - As CruzadasHistória da Igreja #18 - As Cruzadas
História da Igreja #18 - As Cruzadas
 
História da Igreja #17
História da Igreja #17História da Igreja #17
História da Igreja #17
 
História da Igreja #16
História da Igreja #16História da Igreja #16
História da Igreja #16
 
História da Igreja #15
História da Igreja #15História da Igreja #15
História da Igreja #15
 
História da Igreja #14
História da Igreja #14História da Igreja #14
História da Igreja #14
 
História da Igreja #13
História da Igreja #13História da Igreja #13
História da Igreja #13
 

Último

MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
SrgioLinsPessoa
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docxPONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
ElijainaVelozoGonalv
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 

Último (18)

MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docxPONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 

Panorama do AT - Oseias

  • 2. QuemSão os Profetas Menores? ● São livros que eram considerados um único livro e chamado de Os Doze, na Bíblia Hebraica. Agostinho cunhou a expressão “profetas menores” por causa de pouca extensão de seus escritos. Embora sejam textos curtos (1.050 versículos), o conteúdo é profundo, coerente e relevante.
  • 3. Informações Básicas ● Data: 755 – 710 a.C. ● Autor: Oseias ● Local: Reino do Norte (Israel) ● Alvo: Mostrar o pecado do povo de Israel ● Versículo-chave: Os 3.1 ● Palavra-chave: Perdão
  • 4. Informações Básicas ● Conteúdo: a compaixão de Deus pelo Reino do Norte (Israel), e sua condenação dos israelitas, mesmo assim, em virtude da infidelidade deles. ● Ênfases: o amor infalível de Deus pelo seu povo, mesmo quando precisa puni-lo por sua infidelidade.
  • 5. Informações Básicas ● Propósito: Oseias escreveu este livro para lembrar aos israelitas - e a nós – de que o nosso Deus é um Deus amoroso, cuja lealdade ao povo de Sua aliança é constante. Embora Israel tenha continuado a recorrer a falsos deuses, o amor inabalável de Deus é retratado no marido sofredor da esposa infiel. A mensagem de Oseias é também de advertência àqueles que dariam as costas ao amor de Deus. Através da representação simbólica do casamento de Oseias e Gomer, o amor de Deus pela nação idólatra de Israel é exibido em uma rica metáfora com temas de pecado, juízo e amor perdoador.
  • 6. Esboço ● Oseias em uma sentença: Usando sua família e a traição da esposa, o profeta mostra a infidelidade do povo de Israel e o amor leal do Senhor Pessoas Mensagem Os 1-3 Família de Oseias Infidelidade, castigo e restauração da esposa de Oseias Os 4-10 Povo de Israel O juízo do povo de Israel Os 11-14 Povo de Israel A restauração do povo
  • 7. Principais Personagens ● Oseias: profeta para Israel (Reino do Norte); seu casamento refletiu o relacionamento de Deus com Israel (1.1 – 14.9). ● Gômer: prostituta que se tornou esposa de Oseias (1.3- 9). ● Seus filhos: Jezreel, Lo-Ruama, Lo-Ami; o nome de cada filho ilustra o relacionamento de Deus com Israel (1.3 – 2.1).
  • 8. O Profeta e Sua Profecia ● Um profeta de família: A mensagem de Oseias salta das páginas da Bíblia quando lemos seu livro. Ele é um dos profetas mais envolvidos com sua mensagem. A própria família foi uma ilustração daquilo que ele pregou. Observe:
  • 9. O Profeta e Sua Profecia Texto Pessoa Mensagem Os 1.2-3 Esposa: Gômer Assim como Gômer se prostituiu, Israel se afastou do Senhor com a idolatria. Os 1.4 Filho: Jezreel O nome significa “Deus espalhará”. Uma profecia que indicava o juízo do cativeiro. Os 1.6 Filha: Lo-Ruama = Desfavorecida O nome indicava falta de demonstração de compaixão, que seria refletida no sofrimento de Israel pela disciplina de seu pecado. Os 1.9 Filho: Lo-Ami = Não-Meu-Povo A criança simbolizava a rejeição da aliança por parte de Israel.
  • 10. O Profeta e Sua Profecia ● O casamento de Oseias: Oseias incorporou a mensagem de Deus a Israel em sua família. A ordem de Deus para que Oseias se casasse com uma prostituta (Os 1.2) parece violar uma série de mandamentos, como a lei que ordenava o apedrejamento de adúlteros (Lv 20.10; Dt 22.20-24). Alguns comentaristas dizem que o caráter adúltero de Gômer é uma analogia da idolatria; outros, que Deus se referia apenas a uma tendência ao adultério, ainda não realizada.
  • 11. O Profeta e Sua Profecia ● O casamento de Oseias: Qualquer solução a essa questão não retira da mensagem de Oseias a realidade em que o profeta vivia, de total depravação do povo de Deus por conta da idolatria. É possível compreender o fato de Gômer ter se tornado uma prostituta escrava, que precisava ser comprada (Os 3.1-2), como consequência de rituais idólatras e práticas de prostituição cultual. A analogia da infidelidade sexual que destrói o casamento é julgada e condenada, mas é alvo de misericórdia e amor, apontando para graça de Deus, que reconcilia consigo o Seu povo (Os 14.4-7).
  • 12. Doutrinas ● Conhecimento de Deus: Segundo as profecias, um dos cernes do problema de Israel com a idolatria está na negligência do conhecimento de Deus. Não só lhe falta conhecimento (Os 4.1), como os responsáveis por transmitir esse conhecimento o rejeitaram (Os 4.6). A rejeição do conhecimento de Deus se traduz na infidelidade de Gômer, visto que no Antigo Testamento o conhecimento não é apenas saber sobre alguma coisa, mas um convívio íntimo e relacional. Assim, rejeitar o conhecimento de Deus é rejeitar relacionar-se com Ele para dedicar-se a outro deus, consumando a idolatria.
  • 13. Doutrinas ● Julgamento e salvação: A mensagem de Oseias se estrutura em cinco ciclos de julgamento e salvação. Além de denunciar e condenar o pecado do povo, Oseias também aponta para um tempo de restauração após o julgamento. Alguns desses ciclos podem ser relacionados a eventos históricos relatados na Bíblia, enquanto outros apontam para um reinado davídico futuro de restauração.
  • 14. Doutrinas ● Julgamento e salvação: Ciclo Julgamento Salvação 1 Oseias 1.2-9 Oseias 1.10-2.1 2 Oseias 2.2-13 Oseias 2.14-3.5 3 Oseias 4.1-5.14 Oseias 5.15-6.3 4 Oseias 6.4-11.7 Oseias 11.8-11 5 Oseias 11.12-13.16 Oseias 14.1-9
  • 15. Doutrinas ● O amor incondicional de Deus pelo povo de sua aliança: O amor de Deus apresentado no livro de Oseias se resume nas seguintes palavras de Deus: “porque sou Deus e não homem” (Os 11.9). Essa é a razão para que Deus não desista de Seu povo, demonstrando imensa compaixão (Os 11.8). Assim, Oseias aponta para uma colheita frutífera desse amor no futuro, pelos caminhos retos do Senhor (Os 14.9).
  • 16. O Caráterde Deus emOseias ● Deus é acessível: 14.2 ● Deus é bom: 3.5 ● Deus é generoso: 2.19 ● Deus é amoroso: 11.4 ● Deus é misericordioso: 2.23; 14.3-4 ● Deus é providente: 2.8-9
  • 17. Oseias e o Novo Testamento ● Citações: Oseias é pouco citado no NT, mas suas citações são importantes e significativas. – A citação de Oseias 11.1 em Mateus 2.15, considera Jesus como o verdadeiro filho de Deus, em lugar do povo de Israel. – Paulo (Rm 9.25-26) e Pedro (1Pe 2.10) fazem referência ao nome dos filhos de Oseias, destacando o significado deles e aplicando-os à igreja. – A personificação da morte (Os 13.14) é apropriada por Paulo para se referir à vitória de Cristo sobre a morte na cruz (1Co 15.55).
  • 18. Oseias e o Novo Testamento ● A “parábola” do casamento: Em Oseias, a imagem do casamento humano representa a aliança entre Deus e Seu povo. Em Efésios 5.22-33, temos o maior desenvolvimento dessa “parábola” do casamento aplicada à igreja. ● Referências messiânicas: Além de Oseias 11.1, que é citado em Mateus 2.15, tornando esse versículo uma referência messiânica, outra referência importante se encontra em Oseias 3.5, na qual Davi representa a linhagem davídica do Rei Messias que viria e do qual o povo se aproximaria tremendo, como se aproximando do Senhor.
  • 19. Oseias e o Novo Testamento ● Prenúncio: Oseias 2.23 é a maravilhosa mensagem profética de Deus para incluir os gentios [não-judeus] como Seus filhos, assim como registrado também em Rm 9.25 e 1Pe 2.10. Os gentios não são originalmente "o povo de Deus", mas através da Sua misericórdia e graça, Ele providenciou Jesus Cristo, e pela fé nEle somos enxertados na árvore do Seu povo (Rm 11.11-18). Esta é uma verdade surpreendente sobre a Igreja, uma que é chamada de "mistério" porque, antes de Cristo, apenas os judeus eram considerados o povo de Deus. Quando Cristo veio, os judeus foram temporariamente deixados de lado "até que haja entrado a plenitude dos gentios" (Rm 11.25).
  • 20. Aplicação Prática ● O livro de Oseias nos assegura do amor incondicional de Deus por Seu povo. No entanto, ele também é um retrato de como Deus é desonrado e irritado pelas ações de Seus filhos. Como pode uma criança que recebe uma abundância de amor, misericórdia e graça tratar um Pai com tanto desrespeito? No entanto, temos feito isso há séculos. Ao considerarmos como os israelitas voltaram as costas para Deus, não precisamos olhar mais longe do que o espelho à nossa frente para ver um reflexo desses mesmos israelitas.
  • 21. Aplicação Prática ● Apenas ao lembrar-nos de quanto Deus tem feito por cada um nós é que seremos capazes de evitar a rejeição do Único que pode nos dar a vida eterna na Glória, em vez do inferno que merecemos. É essencial que aprendamos a respeitar o nosso Criador. Oseias tem nos mostrado que quando cometemos um erro, se temos um coração triste e uma promessa de arrependimento, Deus vai – novamente - demostrar o seu amor eterno por nós (1 João 1.9).
  • 22. Conclusão ● O livro de Oseias, que arde com o fogo do amor de Deus pelo seu povo, nos lembra de que o Deus da história bíblica julga a infidelidade, ainda que ofereça uma esperança para além do juízo.