SlideShare uma empresa Scribd logo
PANORAMA
BÍBLICO NT
Mateus
Jesus como Rei
Mt 28.18-20
Detalhes do livro
Autor: Mateus
Local: Antioquia da Síria
Data da escrita: 50 d.C.
Esboço:
Preparação do Rei 1-4
Proclamação do Rei 5-7
Poder do Rei 8.1-11.1
Oposição do Rei 11.2-16.12
Preparação discípulos do Rei 16.13-20.28
Paixão e rejeição do Rei 20.29-27.66
Prova da realeza do Rei – ressurreição 28
Para mais estudos:
Comparação com genealogia de Lucas
Qual a importância do nascimento
virginal?
Sermão do Monte hoje
Quem é a pedra da igreja?
Curiosidade:
Contém mais de 40 citações literais do
AT e mais de 60 referências.
1 d.C.
Destinatário: Judeus da província da Síria
100 d.C.50 d.C.
Marcos
Jesus como Servo
Mc 10.45
Detalhes do livro
Autor: João Marcos, discípulo de Pedro
Local: Roma
Data da escrita: 65 d.C.
Esboço:
Preparação do Servo 1.1-13
Ministério do Servo 1.14-2.12
Oposição ao Servo 2.13-8.26
Instruções do Servo 8.27-10.52
Rejeição do Servo 11.1-15.47
Ressurreição do Servo 16.1-20
Para mais estudos:
Por que Jesus pede silêncio depois
de vários dos milagres (1.44)?
Curiosidade:
Mais de 90% tem paralelo com
Mateus e Lucas
É um evangelho de ação
Há 18 milagres, mas apenas dois
discursos.
Destinatário: romanos
1 d.C. 100 d.C.50 d.C.
Lucas
Jesus como Filho do Homem
Lc 19.10
Detalhes do livro
Autor: Lucas
Local: Cesaréia
Data da escrita: 58-59 d.C.
Esboço:
Prólogo 1.1-4
Preparação 1.5-4.13
Proclamação 4.14-9.50
Proposta 9.51-19.27
Propagação 19.28-24.53
Para mais estudos:
17 parábolas que só tem em
Lucas. Ênfase no ES
Curiosidade:
É histórico, apresenta datas.
É o livro mais comprido, com
muitos detalhes.
Lucas escreveu mais no NT do
que o apóstolo Paulo (2138
versículos contra 2033)
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: Teófilo (gentio)
50 d.C.
João
Jesus como Filho de Deus
Jo 20.31
Detalhes do livro
Autor: João
Local: Éfeso
Data da escrita: 90 d.C.
Esboço:
A encarnação 1.1-18
A manifestação do Filho de Deus 1.19-12.50
Apresentação 2.1-4.54
Oposição 5.1-12.50
A preparação dos discípulos 13-17
A morte e ressurreição de Jesus 18-21
Para mais estudos:
Jesus desonrou sua mãe em 2.4?
O que significa adorar em espírito e
em verdade?
Estude o ES no livro.
Curiosidade:
Quase 93% do conteúdo é único.
Declara mais diretamente as
prerrogativas da divindade de Jesus
É o que mais fala do ES.
João morreu de velhice.
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: gentios
50 d.C.
Atos
Expansão e propagação do Evangelho
At 1.8
Detalhes do livro
Autor: Lucas
Local: Roma
Data da escrita: 63 d.C.
Esboço:
Jerusalém 1.1-6.7
Judéia e Samaria 6.8-9.31
Confins da terra 9.32-28.31
Para mais estudos:
Reparar final de Lucas e início de
Atos.
Comparar Pedro e Paulo.
O que é o dom de línguas?
Curiosidade:
Cobre período de 30 anos.
Atos é a transição entre os evangelhos
e as epístolas.
O ES é mencionado 70 vezes.
Quase todos capítulos falam de oração.
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: Teófilo (gentio)
50 d.C.
Romanos
Justificação pela fé
Rm 5.1
Detalhes do livro
Autor: Paulo
Local: Corinto
Data da escrita: 57 d.C.
Esboço:
Condenação – Ira 1-3
Justificação 4-5
Santificação 6-8
Explicação 9-11
Aplicação 12-15
Para mais estudos:
A eleição no capítulo 9.
A lista de dons no capítulo 12.
Curiosidade:
É o livro mais doutrinário da Bíblia e
que mais influenciou a história da
igreja.
A origem da igreja em Roma é
desconhecida. Parece ter começado
espontaneamente entre os crentes.
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: igreja em Roma
50 d.C.
1 Coríntios
Igreja dividida
1 Co 3.16-17
Detalhes do livro
Autor: Paulo
Local: Éfeso
Data da escrita: 56 d.C.
Esboço:
Divisões na igreja 1-4
Desordens 5-6
Dúvidas 7-16
Para mais estudos:
O que aprendemos sobre o dom de
línguas?
Qual a definição de casamento?
Curiosidade:
Aborda os mais variados assuntos de
todas as epístolas de Paulo.
Igreja com muitos dons, mas dividida,
com imoralidade e vários problemas.
Possui poema sobre amor.
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: igreja em Corinto
50 d.C.
2 Coríntios
A defesa de Paulo
2 Co 3.5-6
Detalhes do livro
Autor: Paulo
Local: Macedônia
Data da escrita: 56 d.C.
Esboço:
Introdução 1.1-11
Explicação do ministério de Paulo 2.12-7
A coleta para os santos 8-9
A defesa do apostolado de Paulo 10-13
Para mais estudos:
Qual era a filosofia do ministério de
Paulo?
O dízimo ainda se aplica ao crente?
Curiosidade:
Paulo estava sofrendo calúnias e
difamações de controvérsia que
começou na Galácia. Seus oponentes
judaizantes queriam desacreditá-lo.
É a carta com mais detalhes pessoais e
autobiográficos de Paulo.
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: igreja em Corinto
50 d.C.
Gálatas
Liberdade em Cristo
Gl 5.1
Detalhes do livro
Autor: Paulo
Local: Antioquia da Síria
Data da escrita: 49 d.C.
Esboço:
O evangelho:
Defendido 1-2
Explicado 3-4
Aplicado 5-6
Para mais estudos:
Qual o papel da lei antes e depois da
salvação?
Curiosidade:
Foi a primeira carta de Paulo.
A carta tem um tom severo. O erro dos
gálatas era extremamente perigoso.
Destaca-se a indignação por causa de
um princípio espiritual em causa.
Foram influenciados por judaizantes.
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: igreja da Galácia
50 d.C.
Efésios
Andando em Cristo
Ef 4.1
Detalhes do livro
Autor: Paulo
Local: início da prisão em Roma
Data da escrita: 60 d.C.
Esboço:
A posição em Cristo 1-3
A prática de andar de modo digno 4-6
Para mais estudos:
Estude as orações de Paulo.
Quais os limites para a unidade cristã?
Curiosidade:
É o único escrito do NT em que a
palavra igreja significa igreja universal
mais do que igreja local.
Foi escrita depois de muitas igrejas
terem sido fundadas e depois de Paulo
ter a oportunidade de meditar no
significado desse novo organismo.
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: igreja em Éfeso
50 d.C.
Filipenses
Alegria
Fp 4.4
Detalhes do livro
Autor: Paulo
Local: final da prisão em Roma
Data da escrita: 60-61 d.C.
Esboço:
Parceria no ministério 1.1-11
Progresso do evangelho 1.12-20
Expectativa de estar com Cristo 1.21-30
Unidade 2.1-30
Conhecimento e cidadania 3.1-21
Paz e sustento 4.1-19
Conclusão 4.20-23
Para mais estudos:
Qual significado de auto esvaziamento
de Jesus em 2.7?
Curiosidade:
Alegria aparece 16 vezes.
É a carta mais afetuosa e a mais
pessoal, sem censura ou reprovações
duras. Talvez fosse favorita de Paulo.
Foi em Filipos que o evangelho
penetrou na Europa pela primeira vez,
depois da visão da Macedônia.
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: igreja em Filipos
50 d.C.
Colossenses
A primazia de Cristo
Cl 3.1-2
Detalhes do livro
Autor: Paulo
Local: final da prisão em Roma
Data da escrita: 61 d.C.
Esboço:
Posição de Cristo 1-2
Prática do cristão 3-4
Para mais estudos:
Quais as diferenças entre Efésios e
Colossenses e como explicá-las?
Qual significado da palavra
“primogênito” em 1.15?
Curiosidade:
Paulo nunca visitou a cidade. Não
existe citação do AT.
Fp 2.5-11 e Cl 1.15-23 são duas das
maiores expressões cristológicas da
Bíblia.
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: igreja em Colossos
50 d.C.
1 Tessalonicenses
A primazia de Cristo
1 Ts 1.10 e 2.19
Detalhes do livro
Autor: Paulo
Local: Corinto
Data da escrita: 51 d.C.
Esboço:
Modelando fé, amor e esperança 1
Ministrando o evangelho com garra e graça 2-3
Mantendo uma vida pura 4.1-12
Motivando uns aos outros com a expectativa da
segunda vinda de Cristo 4.13-5.11
Para mais estudos:
O que significa orar sem cessar?
Estudando 5.23 podemos afirmar que o
homem é dividido em 3 partes?
Curiosidade:
Primeira discussão mais detalhada de
escatologia. Confusão sobre segunda
vinda levou alguns a abandonar seu
emprego. Elogia a firmeza dos
tessalonicenses perante perseguição e a
correção de certos erros que surgiram.
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: igreja em Tessalônica
50 d.C.
2 Tessalonicenses
O dia do Senhor
2 Ts 2.1-2
Detalhes do livro
Autor: Paulo
Local: Corinto
Data da escrita: 51 d.C.
Esboço:
Encorajamento na perseguição 1
Esclarecimento sobre o Dia do Senhor 2
Exortação à vida cristã 3
Para mais estudos:
Quem é aquele que o detém (2.6) ?
Curiosidade:
É a menor carta com 47 versículos.
Paulo faz quatro orações pelos leitores
numa carta tão pequena.
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: igreja em Tessalônica
50 d.C.
1 Timóteo
Procedimento na casa do Senhor
1 Tm 3.15
Detalhes do livro
Autor: Paulo
Local: Macedônia
Data da escrita: 62 a 63 d.C.
Esboço:
Saudação 1.1-2
Desafio: sã doutrina 1.3-20
Desafio: ordem na adoração e administração da
igreja 2.1-3.16
Desafio: a defesa da fé 4.1-16
Desafio: deveres dos vários grupos 5.1-6.10
Desafio: motivação no ministério 6.11-21
Para mais estudos:
As instruções de Paulo quanto às
mulheres eram culturais ou ainda
aplicáveis hoje? Qual papel da mulher
na igreja?
Curiosidade:
Paulo entregou a Timóteo o pastoreio
de Éfeso quanto este tinha uns 30 anos.
É um manual de cuidados pastorais.
Timóteo era pessoa que não tinha
personalidade forte, era tímido e
sujeito a problemas de saúde.
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: Timóteo
50 d.C.
2 Timóteo
A despedida de Paulo
2 Tm 1.18
Detalhes do livro
Autor: Paulo
Local: segunda prisão em Roma
Data da escrita: 67 a 68 d.C.
Esboço:
Saudação e agradecimento 1.1-5
Exortações ao serviço fiel 1.6-2.26
A apostasia e a proclamação da Palavra 3.1-4.5
A última palavra de Paulo 4.6-22
Para mais estudos:
Como reavivar o dom de Deus?
Estude as carreiras de Demas e Marcos.
Curiosidade:
Esta é a última epístola de Paulo,
contendo suas últimas palavras e
vontades. É cheia de emoções, desafios,
memórias e amor.
Paulo usa algumas figuras para o crente
no capítulo 2: soldado, atleta, lavrador,
obreiro, utensílio, servo.
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: Timóteo
50 d.C.
Tito
Ordem na Igreja
Tt 1.5
Detalhes do livro
Autor: Paulo
Local: Ásia Menor
Data da escrita: 66 d.C.
Esboço:
Saudação e sã doutrina 1.1-4
Sã doutrina e a ordenação dos presbíteros 1.5-
16
Sã doutrina e os membros da igreja 2
Sã doutrina e o mundo 3
Para mais estudos:
O governo da igreja deve ter bispos,
presbíteros e diáconos?
Curiosidade:
Paulo escreveu para Tito que estava
pastoreando igreja em Creta. Lá a
situação estava desanimadora, igreja
desorganizada e seus membros tinham
comportamento completamente
descuidado.
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: Tito
50 d.C.
Filemon
Perdão
Fl 16-17
Detalhes do livro
Autor: Paulo
Local: final da prisão em Roma
Data da escrita: 61 d.C.
Esboço:
Saudação 1-3
Caráter de Filemon 4-7
Intercessão 8-21
Conclusão 22-25
Para mais estudos:
Por que Paulo não pregou contra a
escravidão, ele a apoiava?
Curiosidade:
É uma carta completamente pessoal.
Não possui ensino teológico declarado.
Consciente da necessidade de compensar o
mal que ele tinha feito, Paulo enviou
Onésimo de volta ao seu antigo senhor com
uma nota pedindo-lhe que fosse recebido e
perdoado por Filemon. Paulo concordou em
compensar a perda financeira causada por
Onésimo.
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: Filemon (igreja Colossos)
50 d.C.
Hebreus
A supremacia de Cristo
Hb 12:1-2
Detalhes do livro
Autor: Paulo?
Local: desconhecido
Data da escrita: 69 d.C.
Esboço:
Prólogo 1.1-4
O Filho Rei de Deus 1.5-4.16
O Filho Sacerdote de Deus 5-10
A resposta da fé 11-12
Epílogo 13
Para mais estudos:
Qual o propósito do autor de Hebreus?
Como lidar com Hb 6.6 – trata da perda
da salvação?
Curiosidade:
É o único livro do NT com problema de
autoria. A palavra superior aparece 13
vezes. Declara claramente que Jesus é o
Sumo Sacerdote. Jesus é superior aos
profetas, anjos, Moisés, Josué, Arão e a
Lei.
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: cristão hebreus
50 d.C.
Tiago
Provas de uma fé genuína
Tg 2.17,26
Detalhes do livro
Autor: Tiago (meio irmão de Jesus)
Local: Jerusalém
Data da escrita: 45 a 49 d.C.
Esboço:
Introdução 1.1
Os 7 testes: provações, recepção da Palavra,
imparcialidade, boas obras, autocontrole,
humildade, justiça, oração.
Conclusão 5.19-20
Para mais estudos:
Como conciliar fé e obras? Paulo e Tiago
se contradizem?
Curiosidade:
É o livro mais judaico do NT.
Apesar de ser irmão de Jesus, Tiago só se
converteu após a ressurreição. Se tornou
líder da igreja em Jerusalém e foi apedrejado
em 62 d.C.
São 4 Tiagos: o filho de Alfeu, o irmão de
João, o pai de Judas e o meio irmão de Jesus
(Mc 6.3).
Há 54 imperativos em 108 versículos
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: judeus da dispersão
50 d.C.
1 Pedro
Sofrimento e consolação
1 Pe 4.12-13
Detalhes do livro
Autor: Pedro
Local: Babilônia
Data da escrita: 63 d.C.
Esboço:
Saudação 1.1-2
Salvação 1.3-12
Santificação 1.13-2.12
Submissão 2.13-3.12
Sofrimento 3.13-5.11
Conclusão 5.12-14
Para mais estudos:
Como lidar com a “pregação aos espíritos
em prisão” de 3.19?
Que significa parte mais frágil sobre a
mulher em 3.7?
Curiosidade:
“Sofrimento” aparece 15 vezes.
Silvano foi secretário de Pedro.
Apesar da perseguição ser tema
frequente na carta, parece ter motivos
diferentes dos ligados à perseguição que
Nero desencadeou em 64 d.C.
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: cristãos da Ásia Menor
50 d.C.
2 Pedro
Combate aos falsos mestres
2 Pe 3.18
Detalhes do livro
Autor: Pedro
Local: Roma (últimos 3 anos)
Data da escrita: 65 a 67 d.C.
Esboço:
Saudação e bênção 1.1-2
Crescimento em caráter 1.3-21
Condenação dos falsos mestres 2
Confiança na volta de Cristo 3
Para mais estudos:
O que significa ser coparticipante da
natureza divina (1.4)?
Os falsos mestres foram salvos (2.20)?
Curiosidade:
Pedro refere-se às epístolas de Paulo
como Escrituras em 3.15-16.
O perigo que as igrejas estavam
enfrentando era o da dúvida e dos erros
resultantes dos falsos ensinamentos de
seus dirigentes.
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: cristãos da Ásia Menor
50 d.C.
1 João
Comunhão e confiança
1 Jo 1.3-4
Detalhes do livro
Autor: João (discípulo amado)
Local: Éfeso
Data da escrita: 85 d.C.
Esboço:
Prólogo 1.1-4
Os princípios da comunhão 1.5-2.14
As ameaças à comunhão 2.15-27
As características da comunhão 2.28-5.3
Os resultados da comunhão 5.4-7
Para mais estudos:
Quais as semelhanças com o evangelho de João?
O que seria pecado para a morte de 5.14?
Tg 1.15 Ez 18.4
Curiosidade:
A carta visava combater uma forma precoce de
gnosticismo, que era uma filosofia alicerçada na
premissa de que o espírito é bom e a matéria é
má e que as duas coisas não ser relacionam.
João combate as heresias, centralizando a
pessoa de Cristo e condena quem nega Jesus
como Deus. 1 João 4 usa a palavra amor mais do
que qualquer outro capítulo da Bíblia.
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: cristãos da Ásia Menor
50 d.C.
2 João
A verdade e os falsos mestres
2 Jo 9-10
Detalhes do livro
Autor: João (discípulo amado)
Local: Éfeso
Data da escrita: 85 d.C.
Esboço:
Saudação 1
O comportamento cristão: amor 4-6
A crença cristã: Cristo 7-11
Bênção e conclusão 12-13
Para mais estudos:
Quem seriam os falsos mestres hoje?
Poderíamos associá-los com seitas?
Curiosidade:
2 e 3 João preocupam-se com a verdade e o
amor. As palavras ocorrem 17 vezes nos 28
versículos das epístolas.
Tinha havido cisma em algumas igrejas onde
os partidários do erro se haviam retirado
para formar seu próprio grupo.
Alguns destes se tornaram professores
ambulantes que procuravam entrar nas
igrejas menores e mais fracas.
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: senhora eleita
50 d.C.
3 João
Generosidade
3 Jo 11
Detalhes do livro
Autor: João (discípulo amado)
Local: Éfeso
Data da escrita: 85 d.C.
Esboço:
Saudação 1
O altruísmo de Gaio 2-8
O egoísmo de Diótrefes 9-11
A fidelidade de Demétrio 12
Conclusão 13-14
Para mais estudos:
Como lidar com líderes que se acham donos
da igreja sem incorrer em insubordinação?
Curiosidade:
Gaio era um homem rico, provavelmente
filho espiritual de João, Demétrio era um
mestre itinerante e Diótrefes um líder
autoritário que estava rejeitando a
autoridade e as cartas do apóstolo João.
2 e 3 João preocupam-se com a verdade e o
amor. As palavras ocorrem 17 vezes nos 28
versículos das epístolas.
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: Gaio
50 d.C.
Judas
Batalha pela fé
Jd 3
Detalhes do livro
Autor: Judas, irmão de Jesus
Local: Desconhecido
Data da escrita: 68 a 75 d.C.
Esboço:
Introdução 1-4
Descrição dos falsos mestres 5-16
Defesa contra falsos mestres 17-23
Doxologia 24-25
Para mais estudos:
Quais os ensinamentos sobre batalha
espiritual podem ser extraídos do verso 9?
Curiosidade:
Apesar de ser irmão de Jesus, Judas se
identifica como servo dele, por humildade.
Assim como Tiago, ele passou a seguir Jesus
somente após sua ressurreição. O uso de
literatura apócrifa levantou muita dúvida
quanto à canonicidade desta epístola. Estes
livros foram produzidos no começo do
primeiro século por escritores judeus que
estavam tentando defender suas heresias.
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: Cristãos da Ásia Menor
50 d.C.
Apocalipse
Consumação
Ap 1.19
Detalhes do livro
Autor: João
Local: Ilha de Patmos
Data da escrita: 96 d.C.
Esboço:
As coisas que viste 1
As coisas que são 2-3
As coisas que hão de acontecer 4-22
Para mais estudos:
Como lidar com as alegorias deste livro?
Curiosidade:
Único livro dedicado somente à profecia. No
NT, contra 17 no AT.
O livro de Daniel é essencial para entender o
livro de Apocalipse.
1 d.C. 100 d.C.
Destinatário: Sete igrejas da Ásia
50 d.C.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Atos dos apostolos
Atos dos apostolosAtos dos apostolos
Atos dos apostolos
Marcos Masini
 
Panorama do NT - Colossenses
Panorama do NT - ColossensesPanorama do NT - Colossenses
Panorama do NT - Colossenses
Respirando Deus
 
3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
2. introdução ao novo testamento
2.  introdução ao novo testamento2.  introdução ao novo testamento
2. introdução ao novo testamento
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Panorama do NT - Marcos
Panorama do NT - MarcosPanorama do NT - Marcos
Panorama do NT - Marcos
Respirando Deus
 
5 aula bibliologia - preservação e tradução da bíblia
5 aula bibliologia - preservação e tradução da bíblia5 aula bibliologia - preservação e tradução da bíblia
5 aula bibliologia - preservação e tradução da bíblia
RODRIGO FERREIRA
 
O Livro de Jó
O Livro de JóO Livro de Jó
O Livro de Jó
Escola Dominical Adnv
 
Estudo sobre o livro de Atos dos apóstolos
Estudo sobre o livro de Atos dos apóstolosEstudo sobre o livro de Atos dos apóstolos
Estudo sobre o livro de Atos dos apóstolos
RODRIGO FERREIRA
 
Estudo sobre o evangelho de Marcos
Estudo sobre o evangelho de MarcosEstudo sobre o evangelho de Marcos
Estudo sobre o evangelho de Marcos
RODRIGO FERREIRA
 
Atos
AtosAtos
Slides panorama do velho testamento 2
Slides   panorama do velho testamento 2Slides   panorama do velho testamento 2
Slides panorama do velho testamento 2
Rosana Eugenio Dos Santos
 
Lição 11 - As festas de Israel e o Ano do Jubileu
Lição 11 - As festas de Israel e o Ano do JubileuLição 11 - As festas de Israel e o Ano do Jubileu
Lição 11 - As festas de Israel e o Ano do Jubileu
Éder Tomé
 
Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Bibliologia - IBADEP: AULA 01Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Coop. Fabio Silva
 
28. Introdução aos Profetas
28. Introdução aos Profetas28. Introdução aos Profetas
28. Introdução aos Profetas
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Panorama do NT - Atos
Panorama do NT - AtosPanorama do NT - Atos
Panorama do NT - Atos
Respirando Deus
 
Introdução ao Novo testamento
Introdução ao Novo testamentoIntrodução ao Novo testamento
Introdução ao Novo testamento
João Áquila Lima Dos Santos
 
29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1
Moisés Sampaio
 
8° Aula Dos Evangelhos - Da aula 1 até a 8
8° Aula Dos Evangelhos - Da aula 1 até a 88° Aula Dos Evangelhos - Da aula 1 até a 8
8° Aula Dos Evangelhos - Da aula 1 até a 8
Jefferson Evangelista
 
Lição 01 - O Evangelho de Matheus
Lição 01 - O Evangelho de MatheusLição 01 - O Evangelho de Matheus
Lição 01 - O Evangelho de Matheus
Emmanuel Anacleto
 

Mais procurados (20)

Atos dos apostolos
Atos dos apostolosAtos dos apostolos
Atos dos apostolos
 
Panorama do NT - Colossenses
Panorama do NT - ColossensesPanorama do NT - Colossenses
Panorama do NT - Colossenses
 
3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus
 
2. introdução ao novo testamento
2.  introdução ao novo testamento2.  introdução ao novo testamento
2. introdução ao novo testamento
 
Panorama do NT - Marcos
Panorama do NT - MarcosPanorama do NT - Marcos
Panorama do NT - Marcos
 
5 aula bibliologia - preservação e tradução da bíblia
5 aula bibliologia - preservação e tradução da bíblia5 aula bibliologia - preservação e tradução da bíblia
5 aula bibliologia - preservação e tradução da bíblia
 
O Livro de Jó
O Livro de JóO Livro de Jó
O Livro de Jó
 
Estudo sobre o livro de Atos dos apóstolos
Estudo sobre o livro de Atos dos apóstolosEstudo sobre o livro de Atos dos apóstolos
Estudo sobre o livro de Atos dos apóstolos
 
Estudo sobre o evangelho de Marcos
Estudo sobre o evangelho de MarcosEstudo sobre o evangelho de Marcos
Estudo sobre o evangelho de Marcos
 
Atos
AtosAtos
Atos
 
Slides panorama do velho testamento 2
Slides   panorama do velho testamento 2Slides   panorama do velho testamento 2
Slides panorama do velho testamento 2
 
Lição 11 - As festas de Israel e o Ano do Jubileu
Lição 11 - As festas de Israel e o Ano do JubileuLição 11 - As festas de Israel e o Ano do Jubileu
Lição 11 - As festas de Israel e o Ano do Jubileu
 
Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Bibliologia - IBADEP: AULA 01Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Bibliologia - IBADEP: AULA 01
 
28. Introdução aos Profetas
28. Introdução aos Profetas28. Introdução aos Profetas
28. Introdução aos Profetas
 
Panorama do NT - Atos
Panorama do NT - AtosPanorama do NT - Atos
Panorama do NT - Atos
 
Introdução ao Novo testamento
Introdução ao Novo testamentoIntrodução ao Novo testamento
Introdução ao Novo testamento
 
29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías
 
Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1
 
8° Aula Dos Evangelhos - Da aula 1 até a 8
8° Aula Dos Evangelhos - Da aula 1 até a 88° Aula Dos Evangelhos - Da aula 1 até a 8
8° Aula Dos Evangelhos - Da aula 1 até a 8
 
Lição 01 - O Evangelho de Matheus
Lição 01 - O Evangelho de MatheusLição 01 - O Evangelho de Matheus
Lição 01 - O Evangelho de Matheus
 

Semelhante a Panorama Bíblico Novo Testamento

comentario biblico-1 tessalonicenses (moody)
comentario biblico-1 tessalonicenses (moody)comentario biblico-1 tessalonicenses (moody)
comentario biblico-1 tessalonicenses (moody)
leniogravacoes
 
ATOS DOS APSTOLOS ATUALIZADO Reparado.pdf
ATOS DOS APSTOLOS  ATUALIZADO Reparado.pdfATOS DOS APSTOLOS  ATUALIZADO Reparado.pdf
ATOS DOS APSTOLOS ATUALIZADO Reparado.pdf
EduardadaRochaCunhaM
 
IBADEP BASICO - EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS AULA1 - ROMANOS, GALATAS E EFÉS...
IBADEP BASICO -  EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS  AULA1 - ROMANOS, GALATAS E EFÉS...IBADEP BASICO -  EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS  AULA1 - ROMANOS, GALATAS E EFÉS...
IBADEP BASICO - EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS AULA1 - ROMANOS, GALATAS E EFÉS...
Rubens Sohn
 
A SERVIÇO D - Sa aos Coríntios - Apresentação 1.pptx
A SERVIÇO D - Sa aos Coríntios - Apresentação 1.pptxA SERVIÇO D - Sa aos Coríntios - Apresentação 1.pptx
A SERVIÇO D - Sa aos Coríntios - Apresentação 1.pptx
DanielMarcus29
 
Elienai cabral comentário bíblico efésios
Elienai cabral   comentário bíblico efésiosElienai cabral   comentário bíblico efésios
Elienai cabral comentário bíblico efésios
josimar silva
 
Elienai cabral comentário bíblico efésios
Elienai cabral   comentário bíblico efésiosElienai cabral   comentário bíblico efésios
Elienai cabral comentário bíblico efésios
josimar silva
 
Epistolas paulinas
Epistolas paulinasEpistolas paulinas
Epistolas paulinas
Faetef Faetef
 
Estudo 12 as cartas de paulo III - gl-ef-fp-cl
Estudo 12   as cartas de paulo III - gl-ef-fp-clEstudo 12   as cartas de paulo III - gl-ef-fp-cl
Estudo 12 as cartas de paulo III - gl-ef-fp-cl
JUERP
 
(49) atos dos apostolos
(49) atos dos apostolos(49) atos dos apostolos
(49) atos dos apostolos
Alice Costa
 
Atos dos apostolos
Atos dos apostolos Atos dos apostolos
Atos dos apostolos
LUCAS CANAVARRO
 
As cartas pastorais
As cartas pastoraisAs cartas pastorais
As cartas pastorais
guest1671d3
 
014 timoteo 1º
014 timoteo 1º014 timoteo 1º
014 timoteo 1º
Diógenes Gimenes
 
018 hebreus
018 hebreus018 hebreus
018 hebreus
Diógenes Gimenes
 
Aula 6 - Lucas
Aula 6 - LucasAula 6 - Lucas
Aula 6 - Lucas
ibrdoamor
 
2 coríntios (moody)
2 coríntios (moody)2 coríntios (moody)
2 coríntios (moody)
leniogravacoes
 
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
Natalino das Neves Neves
 
comentario biblico-1 timóteo (moody)
comentario biblico-1 timóteo (moody)comentario biblico-1 timóteo (moody)
comentario biblico-1 timóteo (moody)
leniogravacoes
 
Evangelho segundo-lucas
Evangelho segundo-lucasEvangelho segundo-lucas
Evangelho segundo-lucas
Sérgio Ira
 
Absg 12-q3-p-l01-t
Absg 12-q3-p-l01-tAbsg 12-q3-p-l01-t
Absg 12-q3-p-l01-t
Flor Aranda
 
IBADEP BASICO - EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS AULA2 - 1 e 2 CORINTIOS
IBADEP BASICO -  EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS  AULA2 - 1 e 2 CORINTIOSIBADEP BASICO -  EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS  AULA2 - 1 e 2 CORINTIOS
IBADEP BASICO - EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS AULA2 - 1 e 2 CORINTIOS
Rubens Sohn
 

Semelhante a Panorama Bíblico Novo Testamento (20)

comentario biblico-1 tessalonicenses (moody)
comentario biblico-1 tessalonicenses (moody)comentario biblico-1 tessalonicenses (moody)
comentario biblico-1 tessalonicenses (moody)
 
ATOS DOS APSTOLOS ATUALIZADO Reparado.pdf
ATOS DOS APSTOLOS  ATUALIZADO Reparado.pdfATOS DOS APSTOLOS  ATUALIZADO Reparado.pdf
ATOS DOS APSTOLOS ATUALIZADO Reparado.pdf
 
IBADEP BASICO - EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS AULA1 - ROMANOS, GALATAS E EFÉS...
IBADEP BASICO -  EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS  AULA1 - ROMANOS, GALATAS E EFÉS...IBADEP BASICO -  EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS  AULA1 - ROMANOS, GALATAS E EFÉS...
IBADEP BASICO - EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS AULA1 - ROMANOS, GALATAS E EFÉS...
 
A SERVIÇO D - Sa aos Coríntios - Apresentação 1.pptx
A SERVIÇO D - Sa aos Coríntios - Apresentação 1.pptxA SERVIÇO D - Sa aos Coríntios - Apresentação 1.pptx
A SERVIÇO D - Sa aos Coríntios - Apresentação 1.pptx
 
Elienai cabral comentário bíblico efésios
Elienai cabral   comentário bíblico efésiosElienai cabral   comentário bíblico efésios
Elienai cabral comentário bíblico efésios
 
Elienai cabral comentário bíblico efésios
Elienai cabral   comentário bíblico efésiosElienai cabral   comentário bíblico efésios
Elienai cabral comentário bíblico efésios
 
Epistolas paulinas
Epistolas paulinasEpistolas paulinas
Epistolas paulinas
 
Estudo 12 as cartas de paulo III - gl-ef-fp-cl
Estudo 12   as cartas de paulo III - gl-ef-fp-clEstudo 12   as cartas de paulo III - gl-ef-fp-cl
Estudo 12 as cartas de paulo III - gl-ef-fp-cl
 
(49) atos dos apostolos
(49) atos dos apostolos(49) atos dos apostolos
(49) atos dos apostolos
 
Atos dos apostolos
Atos dos apostolos Atos dos apostolos
Atos dos apostolos
 
As cartas pastorais
As cartas pastoraisAs cartas pastorais
As cartas pastorais
 
014 timoteo 1º
014 timoteo 1º014 timoteo 1º
014 timoteo 1º
 
018 hebreus
018 hebreus018 hebreus
018 hebreus
 
Aula 6 - Lucas
Aula 6 - LucasAula 6 - Lucas
Aula 6 - Lucas
 
2 coríntios (moody)
2 coríntios (moody)2 coríntios (moody)
2 coríntios (moody)
 
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
 
comentario biblico-1 timóteo (moody)
comentario biblico-1 timóteo (moody)comentario biblico-1 timóteo (moody)
comentario biblico-1 timóteo (moody)
 
Evangelho segundo-lucas
Evangelho segundo-lucasEvangelho segundo-lucas
Evangelho segundo-lucas
 
Absg 12-q3-p-l01-t
Absg 12-q3-p-l01-tAbsg 12-q3-p-l01-t
Absg 12-q3-p-l01-t
 
IBADEP BASICO - EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS AULA2 - 1 e 2 CORINTIOS
IBADEP BASICO -  EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS  AULA2 - 1 e 2 CORINTIOSIBADEP BASICO -  EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS  AULA2 - 1 e 2 CORINTIOS
IBADEP BASICO - EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS AULA2 - 1 e 2 CORINTIOS
 

Mais de Dagmar Wendt

Videoaulas Escatologia
Videoaulas EscatologiaVideoaulas Escatologia
Videoaulas Escatologia
Dagmar Wendt
 
Vida apos a morte
Vida apos a morteVida apos a morte
Vida apos a morte
Dagmar Wendt
 
Visao panoramica Romanos
Visao panoramica RomanosVisao panoramica Romanos
Visao panoramica Romanos
Dagmar Wendt
 
Romanos 1
Romanos 1Romanos 1
Romanos 1
Dagmar Wendt
 
Cronologia de Paulo e do Novo Testamento
Cronologia de Paulo e do Novo TestamentoCronologia de Paulo e do Novo Testamento
Cronologia de Paulo e do Novo Testamento
Dagmar Wendt
 
Panorama Antigo Testamento
Panorama Antigo TestamentoPanorama Antigo Testamento
Panorama Antigo Testamento
Dagmar Wendt
 
Vida devocional 2
Vida devocional 2Vida devocional 2
Vida devocional 2
Dagmar Wendt
 
Vida devocional 1
Vida devocional 1Vida devocional 1
Vida devocional 1
Dagmar Wendt
 
Pregação 23.07.17 depressão espiritual
Pregação 23.07.17 depressão espiritualPregação 23.07.17 depressão espiritual
Pregação 23.07.17 depressão espiritual
Dagmar Wendt
 
Pregação 16.07.17 depressão 1
Pregação 16.07.17 depressão 1Pregação 16.07.17 depressão 1
Pregação 16.07.17 depressão 1
Dagmar Wendt
 
Vida devocional jejum
Vida devocional jejumVida devocional jejum
Vida devocional jejum
Dagmar Wendt
 
Noiva de Cristo
Noiva de CristoNoiva de Cristo
Noiva de Cristo
Dagmar Wendt
 
Isca satanas
Isca satanasIsca satanas
Isca satanas
Dagmar Wendt
 
Nove dons espirituais es detalhados
Nove dons espirituais es detalhadosNove dons espirituais es detalhados
Nove dons espirituais es detalhados
Dagmar Wendt
 
Corpo alma espirito
Corpo alma espiritoCorpo alma espirito
Corpo alma espirito
Dagmar Wendt
 
Pecado e suas consequencias
Pecado e suas consequenciasPecado e suas consequencias
Pecado e suas consequencias
Dagmar Wendt
 
Pecado
PecadoPecado
Pecado
Dagmar Wendt
 
Dons espirituais
Dons espirituaisDons espirituais
Dons espirituais
Dagmar Wendt
 
Arrebatamento
ArrebatamentoArrebatamento
Arrebatamento
Dagmar Wendt
 
Tribulação fim
Tribulação fimTribulação fim
Tribulação fim
Dagmar Wendt
 

Mais de Dagmar Wendt (20)

Videoaulas Escatologia
Videoaulas EscatologiaVideoaulas Escatologia
Videoaulas Escatologia
 
Vida apos a morte
Vida apos a morteVida apos a morte
Vida apos a morte
 
Visao panoramica Romanos
Visao panoramica RomanosVisao panoramica Romanos
Visao panoramica Romanos
 
Romanos 1
Romanos 1Romanos 1
Romanos 1
 
Cronologia de Paulo e do Novo Testamento
Cronologia de Paulo e do Novo TestamentoCronologia de Paulo e do Novo Testamento
Cronologia de Paulo e do Novo Testamento
 
Panorama Antigo Testamento
Panorama Antigo TestamentoPanorama Antigo Testamento
Panorama Antigo Testamento
 
Vida devocional 2
Vida devocional 2Vida devocional 2
Vida devocional 2
 
Vida devocional 1
Vida devocional 1Vida devocional 1
Vida devocional 1
 
Pregação 23.07.17 depressão espiritual
Pregação 23.07.17 depressão espiritualPregação 23.07.17 depressão espiritual
Pregação 23.07.17 depressão espiritual
 
Pregação 16.07.17 depressão 1
Pregação 16.07.17 depressão 1Pregação 16.07.17 depressão 1
Pregação 16.07.17 depressão 1
 
Vida devocional jejum
Vida devocional jejumVida devocional jejum
Vida devocional jejum
 
Noiva de Cristo
Noiva de CristoNoiva de Cristo
Noiva de Cristo
 
Isca satanas
Isca satanasIsca satanas
Isca satanas
 
Nove dons espirituais es detalhados
Nove dons espirituais es detalhadosNove dons espirituais es detalhados
Nove dons espirituais es detalhados
 
Corpo alma espirito
Corpo alma espiritoCorpo alma espirito
Corpo alma espirito
 
Pecado e suas consequencias
Pecado e suas consequenciasPecado e suas consequencias
Pecado e suas consequencias
 
Pecado
PecadoPecado
Pecado
 
Dons espirituais
Dons espirituaisDons espirituais
Dons espirituais
 
Arrebatamento
ArrebatamentoArrebatamento
Arrebatamento
 
Tribulação fim
Tribulação fimTribulação fim
Tribulação fim
 

Último

Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Janilson Noca
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
ESCRIBA DE CRISTO
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
ceciliafonseca16
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 

Último (16)

Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 

Panorama Bíblico Novo Testamento

  • 2. Mateus Jesus como Rei Mt 28.18-20 Detalhes do livro Autor: Mateus Local: Antioquia da Síria Data da escrita: 50 d.C. Esboço: Preparação do Rei 1-4 Proclamação do Rei 5-7 Poder do Rei 8.1-11.1 Oposição do Rei 11.2-16.12 Preparação discípulos do Rei 16.13-20.28 Paixão e rejeição do Rei 20.29-27.66 Prova da realeza do Rei – ressurreição 28 Para mais estudos: Comparação com genealogia de Lucas Qual a importância do nascimento virginal? Sermão do Monte hoje Quem é a pedra da igreja? Curiosidade: Contém mais de 40 citações literais do AT e mais de 60 referências. 1 d.C. Destinatário: Judeus da província da Síria 100 d.C.50 d.C.
  • 3. Marcos Jesus como Servo Mc 10.45 Detalhes do livro Autor: João Marcos, discípulo de Pedro Local: Roma Data da escrita: 65 d.C. Esboço: Preparação do Servo 1.1-13 Ministério do Servo 1.14-2.12 Oposição ao Servo 2.13-8.26 Instruções do Servo 8.27-10.52 Rejeição do Servo 11.1-15.47 Ressurreição do Servo 16.1-20 Para mais estudos: Por que Jesus pede silêncio depois de vários dos milagres (1.44)? Curiosidade: Mais de 90% tem paralelo com Mateus e Lucas É um evangelho de ação Há 18 milagres, mas apenas dois discursos. Destinatário: romanos 1 d.C. 100 d.C.50 d.C.
  • 4. Lucas Jesus como Filho do Homem Lc 19.10 Detalhes do livro Autor: Lucas Local: Cesaréia Data da escrita: 58-59 d.C. Esboço: Prólogo 1.1-4 Preparação 1.5-4.13 Proclamação 4.14-9.50 Proposta 9.51-19.27 Propagação 19.28-24.53 Para mais estudos: 17 parábolas que só tem em Lucas. Ênfase no ES Curiosidade: É histórico, apresenta datas. É o livro mais comprido, com muitos detalhes. Lucas escreveu mais no NT do que o apóstolo Paulo (2138 versículos contra 2033) 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: Teófilo (gentio) 50 d.C.
  • 5. João Jesus como Filho de Deus Jo 20.31 Detalhes do livro Autor: João Local: Éfeso Data da escrita: 90 d.C. Esboço: A encarnação 1.1-18 A manifestação do Filho de Deus 1.19-12.50 Apresentação 2.1-4.54 Oposição 5.1-12.50 A preparação dos discípulos 13-17 A morte e ressurreição de Jesus 18-21 Para mais estudos: Jesus desonrou sua mãe em 2.4? O que significa adorar em espírito e em verdade? Estude o ES no livro. Curiosidade: Quase 93% do conteúdo é único. Declara mais diretamente as prerrogativas da divindade de Jesus É o que mais fala do ES. João morreu de velhice. 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: gentios 50 d.C.
  • 6. Atos Expansão e propagação do Evangelho At 1.8 Detalhes do livro Autor: Lucas Local: Roma Data da escrita: 63 d.C. Esboço: Jerusalém 1.1-6.7 Judéia e Samaria 6.8-9.31 Confins da terra 9.32-28.31 Para mais estudos: Reparar final de Lucas e início de Atos. Comparar Pedro e Paulo. O que é o dom de línguas? Curiosidade: Cobre período de 30 anos. Atos é a transição entre os evangelhos e as epístolas. O ES é mencionado 70 vezes. Quase todos capítulos falam de oração. 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: Teófilo (gentio) 50 d.C.
  • 7. Romanos Justificação pela fé Rm 5.1 Detalhes do livro Autor: Paulo Local: Corinto Data da escrita: 57 d.C. Esboço: Condenação – Ira 1-3 Justificação 4-5 Santificação 6-8 Explicação 9-11 Aplicação 12-15 Para mais estudos: A eleição no capítulo 9. A lista de dons no capítulo 12. Curiosidade: É o livro mais doutrinário da Bíblia e que mais influenciou a história da igreja. A origem da igreja em Roma é desconhecida. Parece ter começado espontaneamente entre os crentes. 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: igreja em Roma 50 d.C.
  • 8. 1 Coríntios Igreja dividida 1 Co 3.16-17 Detalhes do livro Autor: Paulo Local: Éfeso Data da escrita: 56 d.C. Esboço: Divisões na igreja 1-4 Desordens 5-6 Dúvidas 7-16 Para mais estudos: O que aprendemos sobre o dom de línguas? Qual a definição de casamento? Curiosidade: Aborda os mais variados assuntos de todas as epístolas de Paulo. Igreja com muitos dons, mas dividida, com imoralidade e vários problemas. Possui poema sobre amor. 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: igreja em Corinto 50 d.C.
  • 9. 2 Coríntios A defesa de Paulo 2 Co 3.5-6 Detalhes do livro Autor: Paulo Local: Macedônia Data da escrita: 56 d.C. Esboço: Introdução 1.1-11 Explicação do ministério de Paulo 2.12-7 A coleta para os santos 8-9 A defesa do apostolado de Paulo 10-13 Para mais estudos: Qual era a filosofia do ministério de Paulo? O dízimo ainda se aplica ao crente? Curiosidade: Paulo estava sofrendo calúnias e difamações de controvérsia que começou na Galácia. Seus oponentes judaizantes queriam desacreditá-lo. É a carta com mais detalhes pessoais e autobiográficos de Paulo. 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: igreja em Corinto 50 d.C.
  • 10. Gálatas Liberdade em Cristo Gl 5.1 Detalhes do livro Autor: Paulo Local: Antioquia da Síria Data da escrita: 49 d.C. Esboço: O evangelho: Defendido 1-2 Explicado 3-4 Aplicado 5-6 Para mais estudos: Qual o papel da lei antes e depois da salvação? Curiosidade: Foi a primeira carta de Paulo. A carta tem um tom severo. O erro dos gálatas era extremamente perigoso. Destaca-se a indignação por causa de um princípio espiritual em causa. Foram influenciados por judaizantes. 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: igreja da Galácia 50 d.C.
  • 11. Efésios Andando em Cristo Ef 4.1 Detalhes do livro Autor: Paulo Local: início da prisão em Roma Data da escrita: 60 d.C. Esboço: A posição em Cristo 1-3 A prática de andar de modo digno 4-6 Para mais estudos: Estude as orações de Paulo. Quais os limites para a unidade cristã? Curiosidade: É o único escrito do NT em que a palavra igreja significa igreja universal mais do que igreja local. Foi escrita depois de muitas igrejas terem sido fundadas e depois de Paulo ter a oportunidade de meditar no significado desse novo organismo. 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: igreja em Éfeso 50 d.C.
  • 12. Filipenses Alegria Fp 4.4 Detalhes do livro Autor: Paulo Local: final da prisão em Roma Data da escrita: 60-61 d.C. Esboço: Parceria no ministério 1.1-11 Progresso do evangelho 1.12-20 Expectativa de estar com Cristo 1.21-30 Unidade 2.1-30 Conhecimento e cidadania 3.1-21 Paz e sustento 4.1-19 Conclusão 4.20-23 Para mais estudos: Qual significado de auto esvaziamento de Jesus em 2.7? Curiosidade: Alegria aparece 16 vezes. É a carta mais afetuosa e a mais pessoal, sem censura ou reprovações duras. Talvez fosse favorita de Paulo. Foi em Filipos que o evangelho penetrou na Europa pela primeira vez, depois da visão da Macedônia. 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: igreja em Filipos 50 d.C.
  • 13. Colossenses A primazia de Cristo Cl 3.1-2 Detalhes do livro Autor: Paulo Local: final da prisão em Roma Data da escrita: 61 d.C. Esboço: Posição de Cristo 1-2 Prática do cristão 3-4 Para mais estudos: Quais as diferenças entre Efésios e Colossenses e como explicá-las? Qual significado da palavra “primogênito” em 1.15? Curiosidade: Paulo nunca visitou a cidade. Não existe citação do AT. Fp 2.5-11 e Cl 1.15-23 são duas das maiores expressões cristológicas da Bíblia. 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: igreja em Colossos 50 d.C.
  • 14. 1 Tessalonicenses A primazia de Cristo 1 Ts 1.10 e 2.19 Detalhes do livro Autor: Paulo Local: Corinto Data da escrita: 51 d.C. Esboço: Modelando fé, amor e esperança 1 Ministrando o evangelho com garra e graça 2-3 Mantendo uma vida pura 4.1-12 Motivando uns aos outros com a expectativa da segunda vinda de Cristo 4.13-5.11 Para mais estudos: O que significa orar sem cessar? Estudando 5.23 podemos afirmar que o homem é dividido em 3 partes? Curiosidade: Primeira discussão mais detalhada de escatologia. Confusão sobre segunda vinda levou alguns a abandonar seu emprego. Elogia a firmeza dos tessalonicenses perante perseguição e a correção de certos erros que surgiram. 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: igreja em Tessalônica 50 d.C.
  • 15. 2 Tessalonicenses O dia do Senhor 2 Ts 2.1-2 Detalhes do livro Autor: Paulo Local: Corinto Data da escrita: 51 d.C. Esboço: Encorajamento na perseguição 1 Esclarecimento sobre o Dia do Senhor 2 Exortação à vida cristã 3 Para mais estudos: Quem é aquele que o detém (2.6) ? Curiosidade: É a menor carta com 47 versículos. Paulo faz quatro orações pelos leitores numa carta tão pequena. 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: igreja em Tessalônica 50 d.C.
  • 16. 1 Timóteo Procedimento na casa do Senhor 1 Tm 3.15 Detalhes do livro Autor: Paulo Local: Macedônia Data da escrita: 62 a 63 d.C. Esboço: Saudação 1.1-2 Desafio: sã doutrina 1.3-20 Desafio: ordem na adoração e administração da igreja 2.1-3.16 Desafio: a defesa da fé 4.1-16 Desafio: deveres dos vários grupos 5.1-6.10 Desafio: motivação no ministério 6.11-21 Para mais estudos: As instruções de Paulo quanto às mulheres eram culturais ou ainda aplicáveis hoje? Qual papel da mulher na igreja? Curiosidade: Paulo entregou a Timóteo o pastoreio de Éfeso quanto este tinha uns 30 anos. É um manual de cuidados pastorais. Timóteo era pessoa que não tinha personalidade forte, era tímido e sujeito a problemas de saúde. 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: Timóteo 50 d.C.
  • 17. 2 Timóteo A despedida de Paulo 2 Tm 1.18 Detalhes do livro Autor: Paulo Local: segunda prisão em Roma Data da escrita: 67 a 68 d.C. Esboço: Saudação e agradecimento 1.1-5 Exortações ao serviço fiel 1.6-2.26 A apostasia e a proclamação da Palavra 3.1-4.5 A última palavra de Paulo 4.6-22 Para mais estudos: Como reavivar o dom de Deus? Estude as carreiras de Demas e Marcos. Curiosidade: Esta é a última epístola de Paulo, contendo suas últimas palavras e vontades. É cheia de emoções, desafios, memórias e amor. Paulo usa algumas figuras para o crente no capítulo 2: soldado, atleta, lavrador, obreiro, utensílio, servo. 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: Timóteo 50 d.C.
  • 18. Tito Ordem na Igreja Tt 1.5 Detalhes do livro Autor: Paulo Local: Ásia Menor Data da escrita: 66 d.C. Esboço: Saudação e sã doutrina 1.1-4 Sã doutrina e a ordenação dos presbíteros 1.5- 16 Sã doutrina e os membros da igreja 2 Sã doutrina e o mundo 3 Para mais estudos: O governo da igreja deve ter bispos, presbíteros e diáconos? Curiosidade: Paulo escreveu para Tito que estava pastoreando igreja em Creta. Lá a situação estava desanimadora, igreja desorganizada e seus membros tinham comportamento completamente descuidado. 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: Tito 50 d.C.
  • 19. Filemon Perdão Fl 16-17 Detalhes do livro Autor: Paulo Local: final da prisão em Roma Data da escrita: 61 d.C. Esboço: Saudação 1-3 Caráter de Filemon 4-7 Intercessão 8-21 Conclusão 22-25 Para mais estudos: Por que Paulo não pregou contra a escravidão, ele a apoiava? Curiosidade: É uma carta completamente pessoal. Não possui ensino teológico declarado. Consciente da necessidade de compensar o mal que ele tinha feito, Paulo enviou Onésimo de volta ao seu antigo senhor com uma nota pedindo-lhe que fosse recebido e perdoado por Filemon. Paulo concordou em compensar a perda financeira causada por Onésimo. 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: Filemon (igreja Colossos) 50 d.C.
  • 20. Hebreus A supremacia de Cristo Hb 12:1-2 Detalhes do livro Autor: Paulo? Local: desconhecido Data da escrita: 69 d.C. Esboço: Prólogo 1.1-4 O Filho Rei de Deus 1.5-4.16 O Filho Sacerdote de Deus 5-10 A resposta da fé 11-12 Epílogo 13 Para mais estudos: Qual o propósito do autor de Hebreus? Como lidar com Hb 6.6 – trata da perda da salvação? Curiosidade: É o único livro do NT com problema de autoria. A palavra superior aparece 13 vezes. Declara claramente que Jesus é o Sumo Sacerdote. Jesus é superior aos profetas, anjos, Moisés, Josué, Arão e a Lei. 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: cristão hebreus 50 d.C.
  • 21. Tiago Provas de uma fé genuína Tg 2.17,26 Detalhes do livro Autor: Tiago (meio irmão de Jesus) Local: Jerusalém Data da escrita: 45 a 49 d.C. Esboço: Introdução 1.1 Os 7 testes: provações, recepção da Palavra, imparcialidade, boas obras, autocontrole, humildade, justiça, oração. Conclusão 5.19-20 Para mais estudos: Como conciliar fé e obras? Paulo e Tiago se contradizem? Curiosidade: É o livro mais judaico do NT. Apesar de ser irmão de Jesus, Tiago só se converteu após a ressurreição. Se tornou líder da igreja em Jerusalém e foi apedrejado em 62 d.C. São 4 Tiagos: o filho de Alfeu, o irmão de João, o pai de Judas e o meio irmão de Jesus (Mc 6.3). Há 54 imperativos em 108 versículos 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: judeus da dispersão 50 d.C.
  • 22. 1 Pedro Sofrimento e consolação 1 Pe 4.12-13 Detalhes do livro Autor: Pedro Local: Babilônia Data da escrita: 63 d.C. Esboço: Saudação 1.1-2 Salvação 1.3-12 Santificação 1.13-2.12 Submissão 2.13-3.12 Sofrimento 3.13-5.11 Conclusão 5.12-14 Para mais estudos: Como lidar com a “pregação aos espíritos em prisão” de 3.19? Que significa parte mais frágil sobre a mulher em 3.7? Curiosidade: “Sofrimento” aparece 15 vezes. Silvano foi secretário de Pedro. Apesar da perseguição ser tema frequente na carta, parece ter motivos diferentes dos ligados à perseguição que Nero desencadeou em 64 d.C. 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: cristãos da Ásia Menor 50 d.C.
  • 23. 2 Pedro Combate aos falsos mestres 2 Pe 3.18 Detalhes do livro Autor: Pedro Local: Roma (últimos 3 anos) Data da escrita: 65 a 67 d.C. Esboço: Saudação e bênção 1.1-2 Crescimento em caráter 1.3-21 Condenação dos falsos mestres 2 Confiança na volta de Cristo 3 Para mais estudos: O que significa ser coparticipante da natureza divina (1.4)? Os falsos mestres foram salvos (2.20)? Curiosidade: Pedro refere-se às epístolas de Paulo como Escrituras em 3.15-16. O perigo que as igrejas estavam enfrentando era o da dúvida e dos erros resultantes dos falsos ensinamentos de seus dirigentes. 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: cristãos da Ásia Menor 50 d.C.
  • 24. 1 João Comunhão e confiança 1 Jo 1.3-4 Detalhes do livro Autor: João (discípulo amado) Local: Éfeso Data da escrita: 85 d.C. Esboço: Prólogo 1.1-4 Os princípios da comunhão 1.5-2.14 As ameaças à comunhão 2.15-27 As características da comunhão 2.28-5.3 Os resultados da comunhão 5.4-7 Para mais estudos: Quais as semelhanças com o evangelho de João? O que seria pecado para a morte de 5.14? Tg 1.15 Ez 18.4 Curiosidade: A carta visava combater uma forma precoce de gnosticismo, que era uma filosofia alicerçada na premissa de que o espírito é bom e a matéria é má e que as duas coisas não ser relacionam. João combate as heresias, centralizando a pessoa de Cristo e condena quem nega Jesus como Deus. 1 João 4 usa a palavra amor mais do que qualquer outro capítulo da Bíblia. 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: cristãos da Ásia Menor 50 d.C.
  • 25. 2 João A verdade e os falsos mestres 2 Jo 9-10 Detalhes do livro Autor: João (discípulo amado) Local: Éfeso Data da escrita: 85 d.C. Esboço: Saudação 1 O comportamento cristão: amor 4-6 A crença cristã: Cristo 7-11 Bênção e conclusão 12-13 Para mais estudos: Quem seriam os falsos mestres hoje? Poderíamos associá-los com seitas? Curiosidade: 2 e 3 João preocupam-se com a verdade e o amor. As palavras ocorrem 17 vezes nos 28 versículos das epístolas. Tinha havido cisma em algumas igrejas onde os partidários do erro se haviam retirado para formar seu próprio grupo. Alguns destes se tornaram professores ambulantes que procuravam entrar nas igrejas menores e mais fracas. 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: senhora eleita 50 d.C.
  • 26. 3 João Generosidade 3 Jo 11 Detalhes do livro Autor: João (discípulo amado) Local: Éfeso Data da escrita: 85 d.C. Esboço: Saudação 1 O altruísmo de Gaio 2-8 O egoísmo de Diótrefes 9-11 A fidelidade de Demétrio 12 Conclusão 13-14 Para mais estudos: Como lidar com líderes que se acham donos da igreja sem incorrer em insubordinação? Curiosidade: Gaio era um homem rico, provavelmente filho espiritual de João, Demétrio era um mestre itinerante e Diótrefes um líder autoritário que estava rejeitando a autoridade e as cartas do apóstolo João. 2 e 3 João preocupam-se com a verdade e o amor. As palavras ocorrem 17 vezes nos 28 versículos das epístolas. 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: Gaio 50 d.C.
  • 27. Judas Batalha pela fé Jd 3 Detalhes do livro Autor: Judas, irmão de Jesus Local: Desconhecido Data da escrita: 68 a 75 d.C. Esboço: Introdução 1-4 Descrição dos falsos mestres 5-16 Defesa contra falsos mestres 17-23 Doxologia 24-25 Para mais estudos: Quais os ensinamentos sobre batalha espiritual podem ser extraídos do verso 9? Curiosidade: Apesar de ser irmão de Jesus, Judas se identifica como servo dele, por humildade. Assim como Tiago, ele passou a seguir Jesus somente após sua ressurreição. O uso de literatura apócrifa levantou muita dúvida quanto à canonicidade desta epístola. Estes livros foram produzidos no começo do primeiro século por escritores judeus que estavam tentando defender suas heresias. 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: Cristãos da Ásia Menor 50 d.C.
  • 28. Apocalipse Consumação Ap 1.19 Detalhes do livro Autor: João Local: Ilha de Patmos Data da escrita: 96 d.C. Esboço: As coisas que viste 1 As coisas que são 2-3 As coisas que hão de acontecer 4-22 Para mais estudos: Como lidar com as alegorias deste livro? Curiosidade: Único livro dedicado somente à profecia. No NT, contra 17 no AT. O livro de Daniel é essencial para entender o livro de Apocalipse. 1 d.C. 100 d.C. Destinatário: Sete igrejas da Ásia 50 d.C.