SlideShare uma empresa Scribd logo
OKR/ORC – Objetivos e
Resultados Chave
Msc. Rafaella Cavalca
• Entendimento da ferramenta;
• 2:30 h de duração;
• 33 slides;
• Linguagem informal e direta;
• Exemplos ilustrativos;
• Folha de aplicação prática;
• Entendimento da ferramenta;
• 2:30 h de duração;
• 33 slides;
• Linguagem informal e direta;
• Exemplos ilustrativos;
• Folha de aplicação prática;
• Entendimento da ferramenta;
• 2:30 h de duração;
• 33 slides;
• Linguagem informal e direta;
• Exemplos ilustrativos;
• Folha de aplicação prática;
• Entendimento da ferramenta;
• 2:30 h de duração;
• 33 slides;
• Linguagem informal e direta;
• Exemplos ilustrativos;
• Folha de aplicação prática;
ISTO É
OKR!
Não há vento
favorável para
quem não sabe
aonde
quer
ir!
Processo
estruturado
para o alcance
de metas.
GERALD
O
CLARIS
SE
LEONARD
O
JULIA
SIGBERT
O
MICHELE
CAMILA
Quais objetivos de cada um na
empresa?
MOTIVAÇÃO!!!
OBJETIVO
Entendimento do
escopo do trabalho;
Direcionamento de
esforços;
 da produtividade;
Melhora da auto-
estima;
 do stress;
Como definir meus OKR’s?
OKR’s
 10 filiais
 Faturamento 100MM
 Mark up 35%
 -10% custo
 Crescer 10% aa
?
60%
40% definidos pelos gestores
60% definidos pelos profissionais
Presidente:
ser campeão 2015!
Contratar jogadores;
Novas táticas de jogo;
Trabalho de base;
Psicologia/ emocional;
Objetivos
alinhados
vertical e
horizontalmente
TODOS NA
MESMA DIREÇÃO
Reporte de
status em grupo!
Aumenta a
transparência e a
coordenação pois a
equipe poderá ver e
discutir os OKR’s;
Aumento dos
resultados por alinhar
os OKRs dos
funcionários com o do
time e do objetivo da
empresa;
Múltiplos resultados
Conectar e
mobilizar pessoas...
Através de metas
ambiciosas
porém factíveis!
Objetivo:
Aumentar as
vendas
OKR’s
 10 filiais
 Faturamento
100MM
 Mark up 35%
 -10% custo
 Crescer 10% aa
Objetivo:
Aumentar as
vendas
Objetivo:
Aumentar as
vendas em
25%
KR’s:
① Contratar 2 excelentes
vendedores;
② Adequar o suporte de
vendas para a nova
demanda;
③ Aumentar a taxa de
conversão online em 10%;
④ Aumentar o investimento
Fazer essa semana
impreterivelmente
Fazer essa semana,
se possível
Considerar fazer
essa semana
OBJETIVO: SER CAMPEÃO NACIONAL EM 2015
RESPONSÁVEL Técnico do Time
PRAZO Dezembro 2015
STATUS ATUAL planejamento
PROGRESSO 7%
RESUMO
(0-1)
Completo: novas táticas de jogo: (1)
Em andamento: psicologia/ emocional: (0,6)
Atenção: contratar jogadores: (0,3)
Risco: trabalho de base: (0,1)
ÁRVORE HIERÁRQUICA DE
OBJETIVO - “PRIORIDADES”
Comprometimento Discussões/ Suporte
Prioridades da Semana…
P1:
P2:
P3:
OKR – índice de confiança
Objetivo
Fatores de Risco Chave
Programe-se! Proteja o que
interessa!
Próximas 4 semanas…. Indicadores
Saúde do projeto
Saúde do time
Ficha Semanal
Resumo:
① Máx. de 5 objetivos por vez;
② 3-4 KR’s por objetivo;
③ Definição de objetivo trimestral;
④ Revisão semanal/mensal;
⑤ Objetivos factíveis e mensuráveis;
⑥ Resultados públicos e online para
todos funcionários;
Not for excuses, it’s
for executing!
You can have
results or excuses,
Obrigada!
Msc. Rafaella

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gestao Por Objectivos 3.0 (OKR)
Gestao Por Objectivos  3.0 (OKR)Gestao Por Objectivos  3.0 (OKR)
Gestao Por Objectivos 3.0 (OKR)
GOOD Intelligence
 
OKRs - Definindo Metas como no Silicon Valley : Caso Módulo
OKRs - Definindo Metas como no Silicon Valley : Caso MóduloOKRs - Definindo Metas como no Silicon Valley : Caso Módulo
OKRs - Definindo Metas como no Silicon Valley : Caso Módulo
Alberto Caeiro, CSPO, CSM, PMP
 
OKRs - Objective Key Results - Visão Geral
OKRs - Objective Key Results - Visão Geral OKRs - Objective Key Results - Visão Geral
OKRs - Objective Key Results - Visão Geral
Astella Investimentos
 
Como desenvolver e atingir a missão da sua empresa utilizando a metodologia OKR?
Como desenvolver e atingir a missão da sua empresa utilizando a metodologia OKR?Como desenvolver e atingir a missão da sua empresa utilizando a metodologia OKR?
Como desenvolver e atingir a missão da sua empresa utilizando a metodologia OKR?
Tiago de Faveri Giusti
 
Meça o que importa com OKR
Meça o que importa com OKRMeça o que importa com OKR
Meça o que importa com OKR
Rildo (@rildosan) Santos
 
Planejamento estratégico
Planejamento estratégicoPlanejamento estratégico
Planejamento estratégico
MatheusLopes587455
 
WORKSHOP OKR - GESTÃO POR RESULTADOS
WORKSHOP OKR - GESTÃO POR RESULTADOSWORKSHOP OKR - GESTÃO POR RESULTADOS
WORKSHOP OKR - GESTÃO POR RESULTADOS
Carlos Silva Júnior
 
Gestão por Processos - BPM - foco em resultados
Gestão por Processos - BPM - foco em resultadosGestão por Processos - BPM - foco em resultados
Gestão por Processos - BPM - foco em resultados
CompanyWeb
 
Manuel OKR v1.0
Manuel OKR v1.0Manuel OKR v1.0
Manuel OKR v1.0
Laurent Morisseau
 
FERRAMENTA 5W2H
FERRAMENTA 5W2HFERRAMENTA 5W2H
FERRAMENTA 5W2H
rcastaldelli
 
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICOPLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
Paulo David
 
Apresentação Geral de Indicadores.ppt
Apresentação Geral de Indicadores.pptApresentação Geral de Indicadores.ppt
Apresentação Geral de Indicadores.ppt
Pedro Luis Moraes
 
Objectives and Key Results, OKRs
Objectives and Key Results, OKRsObjectives and Key Results, OKRs
Objectives and Key Results, OKRs
Dirk Schmellenkamp
 
Guide to OKR (Objectives & Key Results)
Guide to OKR (Objectives & Key Results)Guide to OKR (Objectives & Key Results)
Guide to OKR (Objectives & Key Results)
Mustansir Husain
 
Planejamento Estrátegico
Planejamento EstrátegicoPlanejamento Estrátegico
Planejamento Estrátegico
Fabricio Medeiros
 
GI OKR Training en 20190312
GI OKR Training en 20190312GI OKR Training en 20190312
GI OKR Training en 20190312
xvaucois
 
Introduction to OKRs
Introduction to OKRsIntroduction to OKRs
Introduction to OKRs
Vagelis Antoniadis
 
Introdução a metodologias Ágeis e o Framework scrum
Introdução a metodologias Ágeis e o Framework scrumIntrodução a metodologias Ágeis e o Framework scrum
Introdução a metodologias Ágeis e o Framework scrum
Adriano Negrão
 
PDL - Apresentação do Programa de Desenvolvimento de Líderes
PDL - Apresentação do Programa de Desenvolvimento de LíderesPDL - Apresentação do Programa de Desenvolvimento de Líderes
PDL - Apresentação do Programa de Desenvolvimento de Líderes
adanipalma
 
OKR Best Practices. Useful tips for creating Objectives & Key Result
OKR Best Practices. Useful tips for creating Objectives & Key ResultOKR Best Practices. Useful tips for creating Objectives & Key Result
OKR Best Practices. Useful tips for creating Objectives & Key Result
Henrik Dannert
 

Mais procurados (20)

Gestao Por Objectivos 3.0 (OKR)
Gestao Por Objectivos  3.0 (OKR)Gestao Por Objectivos  3.0 (OKR)
Gestao Por Objectivos 3.0 (OKR)
 
OKRs - Definindo Metas como no Silicon Valley : Caso Módulo
OKRs - Definindo Metas como no Silicon Valley : Caso MóduloOKRs - Definindo Metas como no Silicon Valley : Caso Módulo
OKRs - Definindo Metas como no Silicon Valley : Caso Módulo
 
OKRs - Objective Key Results - Visão Geral
OKRs - Objective Key Results - Visão Geral OKRs - Objective Key Results - Visão Geral
OKRs - Objective Key Results - Visão Geral
 
Como desenvolver e atingir a missão da sua empresa utilizando a metodologia OKR?
Como desenvolver e atingir a missão da sua empresa utilizando a metodologia OKR?Como desenvolver e atingir a missão da sua empresa utilizando a metodologia OKR?
Como desenvolver e atingir a missão da sua empresa utilizando a metodologia OKR?
 
Meça o que importa com OKR
Meça o que importa com OKRMeça o que importa com OKR
Meça o que importa com OKR
 
Planejamento estratégico
Planejamento estratégicoPlanejamento estratégico
Planejamento estratégico
 
WORKSHOP OKR - GESTÃO POR RESULTADOS
WORKSHOP OKR - GESTÃO POR RESULTADOSWORKSHOP OKR - GESTÃO POR RESULTADOS
WORKSHOP OKR - GESTÃO POR RESULTADOS
 
Gestão por Processos - BPM - foco em resultados
Gestão por Processos - BPM - foco em resultadosGestão por Processos - BPM - foco em resultados
Gestão por Processos - BPM - foco em resultados
 
Manuel OKR v1.0
Manuel OKR v1.0Manuel OKR v1.0
Manuel OKR v1.0
 
FERRAMENTA 5W2H
FERRAMENTA 5W2HFERRAMENTA 5W2H
FERRAMENTA 5W2H
 
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICOPLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
 
Apresentação Geral de Indicadores.ppt
Apresentação Geral de Indicadores.pptApresentação Geral de Indicadores.ppt
Apresentação Geral de Indicadores.ppt
 
Objectives and Key Results, OKRs
Objectives and Key Results, OKRsObjectives and Key Results, OKRs
Objectives and Key Results, OKRs
 
Guide to OKR (Objectives & Key Results)
Guide to OKR (Objectives & Key Results)Guide to OKR (Objectives & Key Results)
Guide to OKR (Objectives & Key Results)
 
Planejamento Estrátegico
Planejamento EstrátegicoPlanejamento Estrátegico
Planejamento Estrátegico
 
GI OKR Training en 20190312
GI OKR Training en 20190312GI OKR Training en 20190312
GI OKR Training en 20190312
 
Introduction to OKRs
Introduction to OKRsIntroduction to OKRs
Introduction to OKRs
 
Introdução a metodologias Ágeis e o Framework scrum
Introdução a metodologias Ágeis e o Framework scrumIntrodução a metodologias Ágeis e o Framework scrum
Introdução a metodologias Ágeis e o Framework scrum
 
PDL - Apresentação do Programa de Desenvolvimento de Líderes
PDL - Apresentação do Programa de Desenvolvimento de LíderesPDL - Apresentação do Programa de Desenvolvimento de Líderes
PDL - Apresentação do Programa de Desenvolvimento de Líderes
 
OKR Best Practices. Useful tips for creating Objectives & Key Result
OKR Best Practices. Useful tips for creating Objectives & Key ResultOKR Best Practices. Useful tips for creating Objectives & Key Result
OKR Best Practices. Useful tips for creating Objectives & Key Result
 

Destaque

Agile Brazil 2017 - Uma abordagem ágil aplicada em um PMO Corporativo
Agile Brazil 2017 - Uma abordagem ágil aplicada em um PMO CorporativoAgile Brazil 2017 - Uma abordagem ágil aplicada em um PMO Corporativo
Agile Brazil 2017 - Uma abordagem ágil aplicada em um PMO Corporativo
Guga Ferreira
 
Organizational control OKRs visão geral
Organizational control   OKRs visão geralOrganizational control   OKRs visão geral
Organizational control OKRs visão geral
Martino Bagini
 
[Webinar] Como a RockContent faz Marketing de Conteúdo
[Webinar] Como a RockContent faz Marketing de Conteúdo[Webinar] Como a RockContent faz Marketing de Conteúdo
[Webinar] Como a RockContent faz Marketing de Conteúdo
Rock Content
 
Building APIs using Go
Building APIs using GoBuilding APIs using Go
Building APIs using Go
Elton Minetto
 
Slides Scrum Gathering Rio 2016 (PT-BR)
Slides Scrum Gathering Rio 2016 (PT-BR)Slides Scrum Gathering Rio 2016 (PT-BR)
Slides Scrum Gathering Rio 2016 (PT-BR)
Felipe Castro
 
Building an Agile Culture with OKR
Building an Agile Culture with OKRBuilding an Agile Culture with OKR
Building an Agile Culture with OKR
Felipe Castro
 
Reveal.js
Reveal.jsReveal.js
Reveal.js
Hakim El Hattab
 
Sobre OKR - Objectives and Key Results
Sobre OKR - Objectives and Key ResultsSobre OKR - Objectives and Key Results
Sobre OKR - Objectives and Key Results
Mário Pravato Junior
 
Introduction to Objectives and Key Results. The Basics & FAQ of OKRs.
Introduction to Objectives and Key Results. The Basics & FAQ of OKRs.Introduction to Objectives and Key Results. The Basics & FAQ of OKRs.
Introduction to Objectives and Key Results. The Basics & FAQ of OKRs.
Weekdone.com
 
The Executioner's Tale
The Executioner's TaleThe Executioner's Tale
The Executioner's Tale
Christina Wodtke
 
reveal.js 3.0.0
reveal.js 3.0.0reveal.js 3.0.0
reveal.js 3.0.0
Hakim El Hattab
 

Destaque (11)

Agile Brazil 2017 - Uma abordagem ágil aplicada em um PMO Corporativo
Agile Brazil 2017 - Uma abordagem ágil aplicada em um PMO CorporativoAgile Brazil 2017 - Uma abordagem ágil aplicada em um PMO Corporativo
Agile Brazil 2017 - Uma abordagem ágil aplicada em um PMO Corporativo
 
Organizational control OKRs visão geral
Organizational control   OKRs visão geralOrganizational control   OKRs visão geral
Organizational control OKRs visão geral
 
[Webinar] Como a RockContent faz Marketing de Conteúdo
[Webinar] Como a RockContent faz Marketing de Conteúdo[Webinar] Como a RockContent faz Marketing de Conteúdo
[Webinar] Como a RockContent faz Marketing de Conteúdo
 
Building APIs using Go
Building APIs using GoBuilding APIs using Go
Building APIs using Go
 
Slides Scrum Gathering Rio 2016 (PT-BR)
Slides Scrum Gathering Rio 2016 (PT-BR)Slides Scrum Gathering Rio 2016 (PT-BR)
Slides Scrum Gathering Rio 2016 (PT-BR)
 
Building an Agile Culture with OKR
Building an Agile Culture with OKRBuilding an Agile Culture with OKR
Building an Agile Culture with OKR
 
Reveal.js
Reveal.jsReveal.js
Reveal.js
 
Sobre OKR - Objectives and Key Results
Sobre OKR - Objectives and Key ResultsSobre OKR - Objectives and Key Results
Sobre OKR - Objectives and Key Results
 
Introduction to Objectives and Key Results. The Basics & FAQ of OKRs.
Introduction to Objectives and Key Results. The Basics & FAQ of OKRs.Introduction to Objectives and Key Results. The Basics & FAQ of OKRs.
Introduction to Objectives and Key Results. The Basics & FAQ of OKRs.
 
The Executioner's Tale
The Executioner's TaleThe Executioner's Tale
The Executioner's Tale
 
reveal.js 3.0.0
reveal.js 3.0.0reveal.js 3.0.0
reveal.js 3.0.0
 

Semelhante a OKR - Objective and Key Results

Gestão Orientada a resultados com OKR.pptx
Gestão Orientada a resultados com OKR.pptxGestão Orientada a resultados com OKR.pptx
Gestão Orientada a resultados com OKR.pptx
Vincius123148
 
OKRs Crash Course - FEJEPAR
OKRs Crash Course - FEJEPAROKRs Crash Course - FEJEPAR
OKRs Crash Course - FEJEPAR
Pericles Gumerato
 
Framework_ OKR - PM3.pptx
Framework_ OKR - PM3.pptxFramework_ OKR - PM3.pptx
Framework_ OKR - PM3.pptx
WilliamDilkin1
 
13.OKR-Objective-and-Key-ResultOSSS.pptx
13.OKR-Objective-and-Key-ResultOSSS.pptx13.OKR-Objective-and-Key-ResultOSSS.pptx
13.OKR-Objective-and-Key-ResultOSSS.pptx
RilkeMachado
 
OKRs
OKRsOKRs
Guia_e-book_OKR_-_Completo - português.pdf
Guia_e-book_OKR_-_Completo - português.pdfGuia_e-book_OKR_-_Completo - português.pdf
Guia_e-book_OKR_-_Completo - português.pdf
CharlesFranklin13
 
OKRs
OKRsOKRs
Como planejar o RH. A maneira mais prática de atingir suas metas!
Como planejar o RH. A maneira mais prática de atingir suas metas!Como planejar o RH. A maneira mais prática de atingir suas metas!
Como planejar o RH. A maneira mais prática de atingir suas metas!
Confirp Contabilidade
 
Implantação de PMO em LISARB
Implantação de PMO em LISARBImplantação de PMO em LISARB
Implantação de PMO em LISARB
Marco Coghi
 
Powerteca #001 Marketing Digital
Powerteca #001 Marketing DigitalPowerteca #001 Marketing Digital
Powerteca #001 Marketing Digital
Rodrigo Lima
 
The Big Book of Job Descriptions of AIESEC in Brazil
The Big Book of Job Descriptions of AIESEC in BrazilThe Big Book of Job Descriptions of AIESEC in Brazil
The Big Book of Job Descriptions of AIESEC in Brazil
AIESEC in Brazil
 
Okr rh 2022
Okr rh 2022Okr rh 2022
Okr rh 2022
JaksonHilrioMajon
 
APRESENTAÇÃO COACHING EMPRESAS.pdf
APRESENTAÇÃO COACHING EMPRESAS.pdfAPRESENTAÇÃO COACHING EMPRESAS.pdf
APRESENTAÇÃO COACHING EMPRESAS.pdf
Fórmula Do Negócio
 
The Big Book of Job Descriptions 2020.1 AIESEC in Brazil
The Big Book of Job Descriptions 2020.1 AIESEC in BrazilThe Big Book of Job Descriptions 2020.1 AIESEC in Brazil
The Big Book of Job Descriptions 2020.1 AIESEC in Brazil
José Arthur Botelho
 
Talk sobre KPIs - Indicadores chave de desempenho
Talk sobre KPIs - Indicadores chave de desempenhoTalk sobre KPIs - Indicadores chave de desempenho
Talk sobre KPIs - Indicadores chave de desempenho
hamilton pinheiro
 
fabcr22_apresentação_Talentos em Captação - Como está o mercado e a seleção d...
fabcr22_apresentação_Talentos em Captação - Como está o mercado e a seleção d...fabcr22_apresentação_Talentos em Captação - Como está o mercado e a seleção d...
fabcr22_apresentação_Talentos em Captação - Como está o mercado e a seleção d...
ABCR
 
Business Agility Construindo OKR de Negócio
Business Agility Construindo OKR de NegócioBusiness Agility Construindo OKR de Negócio
Business Agility Construindo OKR de Negócio
Guilherme Santos
 
Do day 1 ao sucesso: 10 dicas para trilhar os seus primeiros passos como PM
Do day 1 ao sucesso: 10 dicas para trilhar os seus primeiros passos como PMDo day 1 ao sucesso: 10 dicas para trilhar os seus primeiros passos como PM
Do day 1 ao sucesso: 10 dicas para trilhar os seus primeiros passos como PM
Alexandre Spengler
 
[Product Starter] Alexandre Spengler - Do day 1 ao sucesso
[Product Starter] Alexandre Spengler - Do day 1 ao sucesso[Product Starter] Alexandre Spengler - Do day 1 ao sucesso
[Product Starter] Alexandre Spengler - Do day 1 ao sucesso
Product Camp Brasil
 
Curso de Pós-Graduação FUCAPI - Módulo: Métodos Ágeis
Curso de Pós-Graduação FUCAPI - Módulo: Métodos ÁgeisCurso de Pós-Graduação FUCAPI - Módulo: Métodos Ágeis
Curso de Pós-Graduação FUCAPI - Módulo: Métodos Ágeis
agileembassy
 

Semelhante a OKR - Objective and Key Results (20)

Gestão Orientada a resultados com OKR.pptx
Gestão Orientada a resultados com OKR.pptxGestão Orientada a resultados com OKR.pptx
Gestão Orientada a resultados com OKR.pptx
 
OKRs Crash Course - FEJEPAR
OKRs Crash Course - FEJEPAROKRs Crash Course - FEJEPAR
OKRs Crash Course - FEJEPAR
 
Framework_ OKR - PM3.pptx
Framework_ OKR - PM3.pptxFramework_ OKR - PM3.pptx
Framework_ OKR - PM3.pptx
 
13.OKR-Objective-and-Key-ResultOSSS.pptx
13.OKR-Objective-and-Key-ResultOSSS.pptx13.OKR-Objective-and-Key-ResultOSSS.pptx
13.OKR-Objective-and-Key-ResultOSSS.pptx
 
OKRs
OKRsOKRs
OKRs
 
Guia_e-book_OKR_-_Completo - português.pdf
Guia_e-book_OKR_-_Completo - português.pdfGuia_e-book_OKR_-_Completo - português.pdf
Guia_e-book_OKR_-_Completo - português.pdf
 
OKRs
OKRsOKRs
OKRs
 
Como planejar o RH. A maneira mais prática de atingir suas metas!
Como planejar o RH. A maneira mais prática de atingir suas metas!Como planejar o RH. A maneira mais prática de atingir suas metas!
Como planejar o RH. A maneira mais prática de atingir suas metas!
 
Implantação de PMO em LISARB
Implantação de PMO em LISARBImplantação de PMO em LISARB
Implantação de PMO em LISARB
 
Powerteca #001 Marketing Digital
Powerteca #001 Marketing DigitalPowerteca #001 Marketing Digital
Powerteca #001 Marketing Digital
 
The Big Book of Job Descriptions of AIESEC in Brazil
The Big Book of Job Descriptions of AIESEC in BrazilThe Big Book of Job Descriptions of AIESEC in Brazil
The Big Book of Job Descriptions of AIESEC in Brazil
 
Okr rh 2022
Okr rh 2022Okr rh 2022
Okr rh 2022
 
APRESENTAÇÃO COACHING EMPRESAS.pdf
APRESENTAÇÃO COACHING EMPRESAS.pdfAPRESENTAÇÃO COACHING EMPRESAS.pdf
APRESENTAÇÃO COACHING EMPRESAS.pdf
 
The Big Book of Job Descriptions 2020.1 AIESEC in Brazil
The Big Book of Job Descriptions 2020.1 AIESEC in BrazilThe Big Book of Job Descriptions 2020.1 AIESEC in Brazil
The Big Book of Job Descriptions 2020.1 AIESEC in Brazil
 
Talk sobre KPIs - Indicadores chave de desempenho
Talk sobre KPIs - Indicadores chave de desempenhoTalk sobre KPIs - Indicadores chave de desempenho
Talk sobre KPIs - Indicadores chave de desempenho
 
fabcr22_apresentação_Talentos em Captação - Como está o mercado e a seleção d...
fabcr22_apresentação_Talentos em Captação - Como está o mercado e a seleção d...fabcr22_apresentação_Talentos em Captação - Como está o mercado e a seleção d...
fabcr22_apresentação_Talentos em Captação - Como está o mercado e a seleção d...
 
Business Agility Construindo OKR de Negócio
Business Agility Construindo OKR de NegócioBusiness Agility Construindo OKR de Negócio
Business Agility Construindo OKR de Negócio
 
Do day 1 ao sucesso: 10 dicas para trilhar os seus primeiros passos como PM
Do day 1 ao sucesso: 10 dicas para trilhar os seus primeiros passos como PMDo day 1 ao sucesso: 10 dicas para trilhar os seus primeiros passos como PM
Do day 1 ao sucesso: 10 dicas para trilhar os seus primeiros passos como PM
 
[Product Starter] Alexandre Spengler - Do day 1 ao sucesso
[Product Starter] Alexandre Spengler - Do day 1 ao sucesso[Product Starter] Alexandre Spengler - Do day 1 ao sucesso
[Product Starter] Alexandre Spengler - Do day 1 ao sucesso
 
Curso de Pós-Graduação FUCAPI - Módulo: Métodos Ágeis
Curso de Pós-Graduação FUCAPI - Módulo: Métodos ÁgeisCurso de Pós-Graduação FUCAPI - Módulo: Métodos Ágeis
Curso de Pós-Graduação FUCAPI - Módulo: Métodos Ágeis
 

Mais de Rafaella Cavalca

Apresentação modelo pitch
Apresentação modelo pitchApresentação modelo pitch
Apresentação modelo pitch
Rafaella Cavalca
 
Estratégia Oceano Azul com anota
Estratégia Oceano Azul com anotaEstratégia Oceano Azul com anota
Estratégia Oceano Azul com anota
Rafaella Cavalca
 
11.24 mfn estrategia (oceano azul)
11.24 mfn   estrategia (oceano azul)11.24 mfn   estrategia (oceano azul)
11.24 mfn estrategia (oceano azul)
Rafaella Cavalca
 
2015.11.19 mfn bmg bloco 8 e 9
2015.11.19 mfn   bmg bloco 8 e 92015.11.19 mfn   bmg bloco 8 e 9
2015.11.19 mfn bmg bloco 8 e 9
Rafaella Cavalca
 
2015.11.17 mfn bmg bloco 5, 6 e 7
2015.11.17 mfn   bmg bloco 5, 6 e 72015.11.17 mfn   bmg bloco 5, 6 e 7
2015.11.17 mfn bmg bloco 5, 6 e 7
Rafaella Cavalca
 
2015.11.03 mfn bmg intro e bloco 1 e 2
2015.11.03 mfn   bmg intro e bloco 1 e 22015.11.03 mfn   bmg intro e bloco 1 e 2
2015.11.03 mfn bmg intro e bloco 1 e 2
Rafaella Cavalca
 
2015.10.29 mfn design thinking
2015.10.29 mfn   design thinking2015.10.29 mfn   design thinking
2015.10.29 mfn design thinking
Rafaella Cavalca
 
BMGen Canvas - Intro e bloco 8 e 9 - Aula 6 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
BMGen Canvas - Intro e bloco 8 e 9 - Aula 6 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - BizzieBMGen Canvas - Intro e bloco 8 e 9 - Aula 6 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
BMGen Canvas - Intro e bloco 8 e 9 - Aula 6 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
Rafaella Cavalca
 
BMGen Canvas - Intro e bloco 5, 6 e 7 - Aula 5 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
BMGen Canvas - Intro e bloco 5, 6 e 7 - Aula 5 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - BizzieBMGen Canvas - Intro e bloco 5, 6 e 7 - Aula 5 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
BMGen Canvas - Intro e bloco 5, 6 e 7 - Aula 5 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
Rafaella Cavalca
 
BMGen Canva - Bloco 2, 3 e 4 - Aula 5 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - Bizzie
BMGen Canva - Bloco 2, 3 e 4 - Aula 5 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - BizzieBMGen Canva - Bloco 2, 3 e 4 - Aula 5 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - Bizzie
BMGen Canva - Bloco 2, 3 e 4 - Aula 5 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - Bizzie
Rafaella Cavalca
 
BMGen Canvas - Intro e bloco 1 - Aula 4 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
BMGen Canvas -  Intro e bloco 1 - Aula 4 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - BizzieBMGen Canvas -  Intro e bloco 1 - Aula 4 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
BMGen Canvas - Intro e bloco 1 - Aula 4 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
Rafaella Cavalca
 
Customer Development - Aula e MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
Customer Development - Aula e MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - BizzieCustomer Development - Aula e MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
Customer Development - Aula e MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
Rafaella Cavalca
 
Estratégia - oceano azul - Aula 2 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
Estratégia - oceano azul - Aula 2 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie   Estratégia - oceano azul - Aula 2 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
Estratégia - oceano azul - Aula 2 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
Rafaella Cavalca
 
Design thinking - Aula 1 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - Bizzie
Design thinking - Aula 1 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - BizzieDesign thinking - Aula 1 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - Bizzie
Design thinking - Aula 1 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - Bizzie
Rafaella Cavalca
 

Mais de Rafaella Cavalca (14)

Apresentação modelo pitch
Apresentação modelo pitchApresentação modelo pitch
Apresentação modelo pitch
 
Estratégia Oceano Azul com anota
Estratégia Oceano Azul com anotaEstratégia Oceano Azul com anota
Estratégia Oceano Azul com anota
 
11.24 mfn estrategia (oceano azul)
11.24 mfn   estrategia (oceano azul)11.24 mfn   estrategia (oceano azul)
11.24 mfn estrategia (oceano azul)
 
2015.11.19 mfn bmg bloco 8 e 9
2015.11.19 mfn   bmg bloco 8 e 92015.11.19 mfn   bmg bloco 8 e 9
2015.11.19 mfn bmg bloco 8 e 9
 
2015.11.17 mfn bmg bloco 5, 6 e 7
2015.11.17 mfn   bmg bloco 5, 6 e 72015.11.17 mfn   bmg bloco 5, 6 e 7
2015.11.17 mfn bmg bloco 5, 6 e 7
 
2015.11.03 mfn bmg intro e bloco 1 e 2
2015.11.03 mfn   bmg intro e bloco 1 e 22015.11.03 mfn   bmg intro e bloco 1 e 2
2015.11.03 mfn bmg intro e bloco 1 e 2
 
2015.10.29 mfn design thinking
2015.10.29 mfn   design thinking2015.10.29 mfn   design thinking
2015.10.29 mfn design thinking
 
BMGen Canvas - Intro e bloco 8 e 9 - Aula 6 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
BMGen Canvas - Intro e bloco 8 e 9 - Aula 6 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - BizzieBMGen Canvas - Intro e bloco 8 e 9 - Aula 6 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
BMGen Canvas - Intro e bloco 8 e 9 - Aula 6 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
 
BMGen Canvas - Intro e bloco 5, 6 e 7 - Aula 5 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
BMGen Canvas - Intro e bloco 5, 6 e 7 - Aula 5 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - BizzieBMGen Canvas - Intro e bloco 5, 6 e 7 - Aula 5 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
BMGen Canvas - Intro e bloco 5, 6 e 7 - Aula 5 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
 
BMGen Canva - Bloco 2, 3 e 4 - Aula 5 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - Bizzie
BMGen Canva - Bloco 2, 3 e 4 - Aula 5 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - BizzieBMGen Canva - Bloco 2, 3 e 4 - Aula 5 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - Bizzie
BMGen Canva - Bloco 2, 3 e 4 - Aula 5 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - Bizzie
 
BMGen Canvas - Intro e bloco 1 - Aula 4 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
BMGen Canvas -  Intro e bloco 1 - Aula 4 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - BizzieBMGen Canvas -  Intro e bloco 1 - Aula 4 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
BMGen Canvas - Intro e bloco 1 - Aula 4 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
 
Customer Development - Aula e MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
Customer Development - Aula e MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - BizzieCustomer Development - Aula e MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
Customer Development - Aula e MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
 
Estratégia - oceano azul - Aula 2 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
Estratégia - oceano azul - Aula 2 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie   Estratégia - oceano azul - Aula 2 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
Estratégia - oceano azul - Aula 2 MFN 2014 UFRJ/ FIRJAN - Bizzie
 
Design thinking - Aula 1 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - Bizzie
Design thinking - Aula 1 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - BizzieDesign thinking - Aula 1 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - Bizzie
Design thinking - Aula 1 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - Bizzie
 

Último

Pequena apostila de contabilidade tributária.pdf
Pequena apostila de contabilidade tributária.pdfPequena apostila de contabilidade tributária.pdf
Pequena apostila de contabilidade tributária.pdf
MartesonCasteloBranc1
 
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
E-Commerce Brasil
 
aula sobre metodologia 5s, excelente opc
aula sobre metodologia 5s, excelente opcaula sobre metodologia 5s, excelente opc
aula sobre metodologia 5s, excelente opc
polianasenaces
 
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
E-Commerce Brasil
 

Último (6)

Pequena apostila de contabilidade tributária.pdf
Pequena apostila de contabilidade tributária.pdfPequena apostila de contabilidade tributária.pdf
Pequena apostila de contabilidade tributária.pdf
 
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
 
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
 
aula sobre metodologia 5s, excelente opc
aula sobre metodologia 5s, excelente opcaula sobre metodologia 5s, excelente opc
aula sobre metodologia 5s, excelente opc
 
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
 
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
 

OKR - Objective and Key Results

Notas do Editor

  1. Defini uma meta – entendimento da ferramenta
  2. Meio de atingir o objetivo/ meta
  3. Meio de atingir o objetivo/ meta
  4. SIMPLES O SUFICIENTE PARA TE MOTIVAR A FAZÊ-LO!
  5. Qual o objetivo da empresa? Abrir x filiais? Aumentar o faturamento? Aumentar o mark up/ lucro? Verticalizar?
  6. Uma cultura de OKR se estabelece quando há um interesse real de uma empresa em estabelecer um processo estruturado para o alcance das metas. Imaginamos que ao ler a palavra “cultura”, alguns pensamentos negativos do tipo “minha empresa não está preparada para isso” ou “não sei por onde começar” possam ter vindo à sua mente. Não se preocupe se isso aconteceu, o Google também passou pela mesma situação no início. Inclusive, essa metodologia foi implementada quando o Google ainda não era o “Google”. Apenas um grupo de profissionais no primeiro ano de nascimento da empresa, mostrando que é possível sim que qualquer empreendimento possa estruturar seus OKRs, independente de seu tamanho.
  7. OKRs nada mais são do que um conjunto de objetivos inter-relacionados que, alcançados de forma individual ou coletiva, vão contribuir para os objetivos macro de uma organização. Dessa forma, eles são vitais para que o profissional entenda o seu escopo de trabalho e saiba onde direcionar seus esforços e onde não gastar energia. Podemos afirmar sem medo de errar que uma gestão objetiva de OKRs eleva a produtividade e reduz de forma grandiosa o tão temido stress no ambiente de trabalho. Além disso, ao produzir mais, a auto estima do funcionário aumenta, reduzindo problemas relacionados à saúde e falta de motivação. Ou seja, todos ganham.
  8. OKRs nada mais são do que um conjunto de objetivos inter-relacionados que, alcançados de forma individual ou coletiva, vão contribuir para os objetivos macro de uma organização. Dessa forma, eles são vitais para que o profissional entenda o seu escopo de trabalho e saiba onde direcionar seus esforços e onde não gastar energia. Podemos afirmar sem medo de errar que uma gestão objetiva de OKRs eleva a produtividade e reduz de forma grandiosa o tão temido stress no ambiente de trabalho. Além disso, ao produzir mais, a auto estima do funcionário aumenta, reduzindo problemas relacionados à saúde e falta de motivação. Ou seja, todos ganham.
  9. OKRs nada mais são do que um conjunto de objetivos inter-relacionados que, alcançados de forma individual ou coletiva, vão contribuir para os objetivos macro de uma organização. Dessa forma, eles são vitais para que o profissional entenda o seu escopo de trabalho e saiba onde direcionar seus esforços e onde não gastar energia. Podemos afirmar sem medo de errar que uma gestão objetiva de OKRs eleva a produtividade e reduz de forma grandiosa o tão temido stress no ambiente de trabalho. Além disso, ao produzir mais, a auto estima do funcionário aumenta, reduzindo problemas relacionados à saúde e falta de motivação. Ou seja, todos ganham.
  10. Objetivos inter-relacionados que alcançados de forma individual/coletiva, vão contribuir para os objetivos macro da empresa. OKRs nada mais são do que um conjunto de objetivos inter-relacionados que, alcançados de forma individual ou coletiva, vão contribuir para os objetivos macro de uma organização. Dessa forma, eles são vitais para que o profissional entenda o seu escopo de trabalho e saiba onde direcionar seus esforços e onde não gastar energia. Podemos afirmar sem medo de errar que uma gestão objetiva de OKRs eleva a produtividade e reduz de forma grandiosa o tão temido stress no ambiente de trabalho. Além disso, ao produzir mais, a auto estima do funcionário aumenta, reduzindo problemas relacionados à saúde e falta de motivação. Ou seja, todos ganham.
  11. Parece óbvio, mas não é. OKRs devem ser bem objetivos e existe uma regra de ouro para criá-los: todos devem, obrigatoriamente, conter números. todos devem ser mutualmente acordados entre gestor e profissional. cada pessoa deve possuir, no máximo, 5 objetivos macro com 4 resultados chave para cada objetivo macro. ao menos 60% dos objetivos devem ser definidos bottom up, ou seja, pelo próprio profissional que trabalhará
  12. Máximo de 5 objetivos macro (FOCO) – inspirador, desafiador, arrojado, factível, com 4 resultados chave para cada objetivo macro; Para cada objetivo => ache os resultados chave! Ou seja, como você vai atingi-los! A few smart key points Parece óbvio, mas não é. OKRs devem ser bem objetivos e existe uma regra de ouro para criá-los: todos devem, obrigatoriamente, conter números. todos devem ser mutualmente acordados entre gestor e profissional. cada pessoa deve possuir, no máximo, 5 objetivos macro com 4 resultados chave para cada objetivo macro. ao menos 60% dos objetivos devem ser definidos bottom up, ou seja, pelo próprio profissional que trabalhará neles (falaremos disso no próximo item).
  13. Mensurável, ou seja, conter números; Parece óbvio, mas não é. OKRs devem ser bem objetivos e existe uma regra de ouro para criá-los: (a) todos devem, obrigatoriamente, conter números. (b) todos devem ser mutualmente acordados entre gestor e profissional. (c) cada pessoa deve possuir, no máximo, 5 objetivos macro com 4 resultados chave para cada objetivo macro. (d) ao menos 60% dos objetivos devem ser definidos bottom up, ou seja, pelo próprio profissional que trabalhará neles (falaremos disso no próximo item).
  14. Acordados entre gestor e profissional; Parece óbvio, mas não é. OKRs devem ser bem objetivos e existe uma regra de ouro para criá-los: (a) todos devem, obrigatoriamente, conter números. (b) todos devem ser mutualmente acordados entre gestor e profissional. (c) cada pessoa deve possuir, no máximo, 5 objetivos macro com 4 resultados chave para cada objetivo macro. (d) ao menos 60% dos objetivos devem ser definidos bottom up, ou seja, pelo próprio profissional que trabalhará neles (falaremos disso no próximo item).
  15. 60% do objetivos deve ser bottom up;
  16. Isso é muito importante e gostaríamos de enfatizar. O modelo tradicional de formação de objetivos é feito exclusivamente de cima pra baixo, muitas vezes acordados em reuniões de diretoria, sem envolvimento de todo o grupo de funcionários. Nós trabalhamos com uma proposta diferente: 40% são OKRs definidos por nossos Vice Presidentes e Diretores, que nos passam a direção, enquanto 60% são OKRs definidos por cada indivíduo na empresa, que define como será o caminho. Para exemplificar, seria como o presidente de um clube de futebol definisse em seu OKR a meta de “ser campeão brasileiro de futebol da série A”, e o técnico desse clube, ao receber 40% desse OKR (a direção é ser campeão), define os 60% faltantes que devem ser feitos para isso acontecer: “importar táticas consagradas da Europa, contratar jogadores de peso, etc.”. Como você pode ver, o presidente não deve pensar em detalhes de como o clube será campeão, mas ele deve garantir que há alguém pensando no que deve ser feito para que isso aconteça. O mesmo raciocínio serve para qualquer organização. Além disso, se você planeja elevar o engajamento dos profissionais de sua organização, experimente envolvê-los no processo de elaboração de objetivos e se surpreenda com os resultados.
  17. A ideia de gerenciar OKRs não públicos soa tão ineficaz quanto ler um livro no escuro. Manter a cultura de OKRs viva é uma tarefa de todos, e internamente todos os Googlers (termo utilizado a quem trabalha no Google) registram seus OKRs trimestrais em nossa intranet, tornando-os acessíveis a qualquer interessado. Ao fazer isso cria-se um sentimento de engajamento ao perceber que todos os objetivos estão relacionados tanto verticalmente quanto horizontalmente, dando-nos a percepção de que caminhamos todos no sentido certo, como um grande time.
  18. VANTAGENS
  19. VANTAGENS
  20. VANTAGENS
  21. VANTAGENS
  22. CONECTAR E MOBILIZAR PESSOAS!
  23. Practice make perfect!
  24. SIMPLES O SUFICIENTE PARA TE MOTIVAR A FAZÊ-LO!
  25. Mensurável, ou seja, conter números; Acordados entre gestor e profissional; Máximo de 5 objetivos macro com 4 resultados chave para cada objetivo macro; 60% do objetivos deve ser bottom up; Significantes, comunicáveis, apoiados pela empresa Parece óbvio, mas não é. OKRs devem ser bem objetivos e existe uma regra de ouro para criá-los: (a) todos devem, obrigatoriamente, conter números. (b) todos devem ser mutualmente acordados entre gestor e profissional. (c) cada pessoa deve possuir, no máximo, 5 objetivos macro com 4 resultados chave para cada objetivo macro. (d) ao menos 60% dos objetivos devem ser definidos bottom up, ou seja, pelo próprio profissional que trabalhará neles (falaremos disso no próximo item).
  26. SIMPLES O SUFICIENTE PARA TE MOTIVAR A FAZÊ-LO!
  27. É factível? É mensurável? É acordado entre todos?
  28. Para cada KR’s
  29. Tarefas do dia a dia, para atingir o objetivo, através das ações chave!
  30. Contratar jogadores; Novas táticas de jogo; Trabalho de base; Psicologia/ emocional;
  31. What big projects are needed to make this happen?  (becomes roadmap) here is where those pesky tasks go.  List as many as you wish, and you can reorder them as often as needed through the quarter to hit the OKRs.  OKRs don’t change (strategy) but projects and priorities do (tactics). Here is a good way to validate the projects’ value.  This part (below) goes into the y our weekly status meeting and email reports. Practice writing one for the first week of the quarter! What steps are taken to make projects happen (priorities) this week!  will be shared and set weekly in a planning meeting and in email