SlideShare uma empresa Scribd logo
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
ATENÇÃO ÀS
MULHERES
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
Sintomas urinários e infecção do trato urinário são comuns na
gestação devido às alterações fisiológicas deste período,
afetando a qualidade de vida da mulher e aumentando o risco
de morbidade materna e fetal nesta fase.
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
Objetivos dessa apresentação:
• Discutir a importância do diagnóstico e tratamento da bacteriúria
assintomática na gravidez;
• Discutir os desafios diagnósticos e o manejo da gestante com
sintomas urinários;
• Discutir o diagnóstico e o manejo da gestante com pielonefrite.
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
A Infecção do Trato Urinário na Gravidez pode se manifestar de 3 maneiras:
A – Bacteriúria Assintomática
B – Infecção Do Trato Urinário Baixo (Cistite)
C – Infecção Do Trato Urinário Alto (Pielonefrite)
O diagnóstico diferencial é necessário para o tratamento adequado
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
Bacteriúria em mulheres assintomáticas é definida como o isolamento da mesma bactéria
em duas amostras consecutivas de urina, em contagens de 105 cfc/ml (B-II)
(Infectious Diseases Society of America, 2005)
A - Bacteriúria Assintomática
(Angelescu, 2016)
Prevalência na gravidez: 2-15%
Na prática, o diagnóstico costuma ser feito com apenas uma urocultura.
Deve-se reconhecer que uma urocultura apenas apresenta taxa de falso
positivo = 20%
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
Porque Investigar e Tratar Bacteriúria Assintomática na Gravidez?
Previne
morbidade
materna, em
particular
pielonefrite
A incidência geral de pielonefrite no
grupo não tratado foi de 21%,
comparado a 6% no grupo tratado.
Para cada 7 mulheres tratadas, um caso
de pielonefrite foi prevenido.
NNT = 7 (IC 95% 6-8).
Esta informação é baseada nos
resultados de 11 estudos (1932
mulheres) RR = 0.23 [0.13, 0.41] -
Qualidade dos estudos: muito baixa
Previne
morbidade
perinatal
Alguns estudos mostraram uma
associação entre infecção urinária na
gravidez e prematuridade, baixo peso,
sepse neonatal, admissão em UTI
neonatal e óbito fetal/neonatal
Todavia, a associação entre ITU (em
particular bacteriúria assintomática)
e efeitos fetais/neonatais adversos
permanece inconclusiva
(Smail, 2015) (Cochrane)
(Angelescu, 2016)
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
A associação entre bacteriúria assintomática não tratada e prematuridade
está baseada em evidências de baixa qualidade
(Kazemier, 2015)
Os estudos que mostraram essa
associação são antigos e de baixa
qualidade metodológica
Estudo realizado na Holanda comparou o
efeito do tratamento/não tratamento de
bacteriúria assintomática sobre a frequência
de prematuridade: não houve diferença
(Cochrane, 2015)
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
Por isso o exame de urocultura
faz parte da rotina de pré-natal
Uma urocultura em cada
trimestre da gestação (MS)
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
Pergunta Resposta
Qual a duração do
tratamento?
A duração ótima do tratamento é desconhecida, mas regimes de 3-7 dias parecem
adequados para o tratamento da bacteriúria assintomática (Cochrane, 2011)
Como deve ser feito o
controle de cura?
Uma cultura de urina e novo tratamento, se necessário, tem sido recomendados. Mas a
efetividade desta estratégia não foi avaliada (Cochrane, 2011)
O tratamento supressivo
está indicado?
O uso de nitrofurantoína 100 mg/dia ou cefalexina 500 mg/dia durante toda a gravidez
tem sido recomendados. Todavia, os critérios para iniciar tratamento supressivo e a
efetividade desta estratégia não estão claramente estabelecidos.
O tratamento da bacteriúria assintomática com antibiótico está indicado
para reduzir o risco de pielonefrite na gravidez
Como escolher o antibiótico? Segundo o perfil de sensibilidade
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
Duração do Tratamento para Bacteriúria
Assintomática na Gravidez
• A duração ótima do tratamento é
desconhecida, mas regimes de 3 a 7 dias
parecem adequados para o tratamento
da bacteriúria assintomática.
Widmer M, Gülmezoglu AM,Mignini L, Roganti A. Duration of treatment for
asymptomatic bacteriuria during pregnancy. Cochrane Database of Systematic
Reviews 2011, Issue 12.
Cochrane 2011 (13 RCT; 1622 mulheres)
Um estudo mostrou um índice de cura de
75,7% dos casos de bacteriúria
assintomática após um único dia de
tratamento com nitrofurantoína.
Lumbiganon P, et al; World Health Organization Asymptomatic Bacteriuria Trial Group. One-
day compared with 7-day nitrofurantoin for asymptomatic bacteriuria in pregnancy: a
randomized controlled trial. Obstet Gynecol. 2009 Feb;113(2 Pt 1):339-45
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
B - Infecção do Trato Urinário Sintomática: disúria, polaciúria, dor supra-púbica
• Dor lombar
• Febre (Tax > 38 C)
• Náuseas
• Vômitos
• Alteração em dados vitais
• Alteração do nível de consciência
ITU não complicada (Cistite)NÃO
A PACIENTE
APRESENTA SINAIS
CLÍNICOS DE INFECÇÃO
SISTÊMICA?
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
Infectious Diseases Society of America, 2005.
Tratamento Empírico (Sem Exames Laboratoriais) da Mulher com Sintomas Urinários (IDSA, 2005)
• Mulheres com história não complicada que apresentam disúria aguda, urgência ou
frequência urinária e ausência de secreção vaginal podem ser tratadas para cistite
aguda sem outra avaliação (Qualidade da evidencia: B)
Fora do
Período
Gestacional
• A história não complicada inclui 16 a 55 anos de idade, não está grávida, não tem
história de ITU recorrente ou infantil, não imunocomprometida, sem diabetes mellitus e
sem anormalidade urológica anatômica ou instrumentação urológica recente (Não
existem evidências)
Durante a
Gravidez
Em sua opinião, quais as limitações do tratamento empírico da mulher
com sintomas urinários durante a gestação?
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
1. Sintomas Urinários Durante a Gravidez São Comuns e Frequentemente
Inespecíficos
• Frequência e/ou urgência podem ser um achado fisiológico frequente durante a gravidez,
relatados por mulheres sem cistite ou bacteriúria comprovadas (Up-to-date);
• Sintomas urinários (frequência, urgência, noctúria, intermitência, com repercussão sobre
a qualidade de vida) são muito prevalentes na gravidez e pioram à medida que a gravidez
progride;
• Um estudo em Uganda (n = 1621 gestantes) mostrou que a prevalência de ITU
comprovada por urocultura entre mulheres com sintomas urinários durante a gestação foi
de apenas 4%. (Sekikubo, 2017)
(Aslan, 2003)
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
2. Os Testes Rápidos Frequentemente Disponíveis (Gram de Gota; Urinálise,
Nitrito) apresentam baixa acurácia e/ou possibilidade de contaminação
(problemas na coleta da amostra)
Mesmo a presença de piúria apresenta elevada prevalência de falso
positivo e “over-treatment”.
(Lammers RL, 2001)
A ausência de piúria fortemente sugere um
diagnóstico alternativo (Up-to-date)
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
Presença ao Gram ou Urinálise de:
• Células epiteliais, bastonetes G+ ou bactérias
mistas (Schneeberger, 2013)
• Corynebacteria, Gardnerella, streptococcus
alfa-hemolítico (Franz, 1999)
• Não existe uma definição universal
sobre o que são testes inadequados
para análise (contaminação).
• Algumas definições tem sido utilizadas
em pesquisas.
No Brasil, os testes rápidos geralmente disponíveis na atenção básica e serviços de Pronto
Atendimento Obstétrico são: Gram de gota, Exame de Urina Rotina e Teste de Nitrito
Testes rápidos sugestivos de contaminação são inadequados para análise.
Por isso não são úteis para a tomada de decisões. O início do tratamento,
nestes casos, dependerá da clínica e de fatores logísticos.
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
Então como deve ser o manejo da mulher com sintomas urinários, porém sem
sinais clínicos de pielonefrite?
1. Exame de cultura sempre deve ser solicitado
2. Início do tratamento
2.1. Após resultado de urocultura
• Urocultura disponível
• Testes rápidos inconclusivos
• “Paciente oligossintomática”
2.2. Sem resultado de urocultura
• Urocultura não disponível
• Testes rápidos sugestivos de ITU
• “Sintomas muito acentuados”
Qualidade da evidência: Opinião de especialista
(não foram encontrados estudos comparando as duas estratégias)
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
Qual antibiótico pode ser iniciado, até que a urocultura esteja disponível?
Antibiótico Dose Duração Notas
Nitrofurantoína 100 mg VO 12/12 h 5-7 dias
Evitar no 1º e no termo, se outras opções
disponíveis. Não atinge níveis terapêuticos nos
rins. Não usar se suspeita de pielonefrite.
Amoxacilina
500 mg VO 8/8 h ou
875 mg 12/12 h
5-7 dias Resistência pode limitar sua utilidade entre
patógenos G-
Amoxacilina +
clavulanato
500 mg VO 8/8 h ou
875 mg 12/12 h
5-7 dias
Cefalexina 500 mg VO 6/6 h 5-7 dias
Fosfomicina 3 g VO Dose única
Não atinge níveis terapêuticos nos rins. Não usar
se suspeita de pielonefrite
Sufa-trimetroprim 800/160 VO 12/12 h 3 dias Evitar no 1º e no termo.
Up-to-date, 2019
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
C - Infecção do Trato Urinário Sintomática: disúria, polaciúria, dor supra-púbica
ITU complicada (Pielonefrite)SIM
A PACIENTE APRESENTA
SINAIS CLÍNICOS DE
INFECÇÃO SISTÊMICA?
Avaliar presença de sepse (QUICK SOFA ou SOFA): se necessário, iniciar protocolo de sepse
• Dor lombar
• Febre (Tax > 38 C)
• Náuseas
• Vômitos
• Alteração em dados vitais
• Alteração do nível de consciência
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
Qual a acurácia da punho percussão lombar (Sinal de Giordano) para o
diagnóstico de pielonefrite?
Davide Giordano (1864-1954)
• Este teste foi descrito por John Benjamin Murphy (1884);
Fiodor Ignatjevich Pasternack (1888); Samuel Goldflam
(1900); e David Giordano.
• Dor à punho percussão lombar podem estar presentes em
casos de abscesso perinéfrico, pielonefrite e nefrolitíase.
A acurácia desse teste para o diagnóstico
de pielonefrite nunca foi avaliada.
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
Então como deve ser o manejo da mulher com sintomas urinários, com sinais
clínicos de pielonefrite?
2. Exame de cultura sempre deve ser solicitado
(exames adicionais devem ser solicitados se
suspeita de sepse ou complicações)
3. Tratamento empírico EV sempre deve ser
iniciado, independente dos resultados de testes
rápidos
Apenas 2 estudos avaliaram o
tratamento ambulatorial da
pielonefrite na gravidez comparado
ao tratamento hospitalar. Embora os
resultados sugiram resultados
similares, limitações deixam dúvidas
quanto à segurança e viabilidade
prática do manejo ambulatorial.
1. A paciente sempre deve ser internada.
(Miller, 1995; Wing, 1999)
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
Antibiótico Dose, intervalo
Pielonefrite leve a moderada
Ceftriaxona 1 g a cada 24 horas
Cefepime 1 g a cada 12 horas
Aztreonam 1 g a cada 8 horas
Ampicilina +
gentamicina
1-2 g a cada 6 horas + 1.5 mg/kg a cada 8
horas
Pielonefrite grave com imunodeficiência e/ou obstrução
urinária
Piperacilina-tazobactam 3.375 g a cada 6 horas
Meropenem 1 g a cada 8 horas
Regimes parenterais para tratamento empírico de pielonefrite na gestação
• Doses para pacientes com função renal
normal
• Se S.aureus meticilina-resistentes (MRSA)
conhecido ou suspeito, ver regimes
específicos para estes casos
• Aminoglicosídeos foram associados a
ototoxicidade fetal; por isso só devem ser
utilizados se não houver outra alternativa
Regimes sugeridos pelo Up-to-date
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
Muitas recomendações importantes sobre o tratamento da pielonefrite são
baseadas na opinião de especialistas, devido à ausência de evidências:
1. Embora muitos autores recomendem uma cefalosporina de 3ª geração (ceftrixona) como
primeira linha para o tratamento empírico da pielonefrite, cefalosporinas de 1ª (cefalotina) e 2ª
geração apresentaram índices de resistência < 10% no tratamento de ITU em alguns estudos;
2. 2. Embora muitos autores recomendem que o tratamento da pielonefrite tenha uma duração de
10-14 dias, não foram encontrados estudos comparando diferentes durações para o tratamento
de pielonefrite na gravidez;
3. Melhora clínica e ausência de febre por 24-48 horas são considerados sinais de melhora clínica e
critério para substituição de medicação venosa por medicação oral e alta para o domicílio.
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
• Não se demonstrou que uma dose diária de nitrofurantoína e vigilância impeçam ITU recorrente,
em comparação com vigilância isolada.
• Uma redução significativa do Bacteriúria Assintomática foi encontrada em mulheres com alta
freqüência de consultas e que receberam nitrofurantoína e vigilância.
• Nenhuma conclusão pode ser tirada sobre a melhor intervenção para prevenir ITU recorrente na
gestaçao.
Schneeberger C, 2015.
Sobre quimioprofilaxia para ITU recorrente na gravidez, foi identificado apenas um estudo
randomizado (n = 200 mulheres), realizado nos EUA, na década de 80 (Lenke, 1983). Este
estudo foi avaliado pelos autores de revisão da Cochrane.
CONCLUSÃO DOS AUTORES
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
A triagem de rotina da infecção do trato urinário é
recomendada durante a gravidez, mesmo em mulheres
assintomáticas. Todavia, dúvidas sobre a interpretação dos
sintomas e exames laboratoriais são frequentes.
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
Referências
• Lumbiganon P, et al; World Health Organization Asymptomatic Bacteriuria Trial Group. One-day compared with 7-day nitrofurantoin for asymptomatic bacteriuria in pregnancy: a
randomized controlled trial. Obstet Gynecol. 2009 Feb;113(2 Pt 1):339-45
• Lammers RL1, Gibson S, Kovacs D, Sears W, Strachan G. Comparison of test characteristics of urine dipstick and urinalysis at various test cutoff pointsw. Ann Emerg Med. 2001
Nov;38(5):505-12
• Millar LK, Wing DA, Paul RH, Grimes DA. Outpatient treatment of pyelonephritis in pregnancy: a randomized controlled trial. Obstet Gynecol. 1995;86(4 Pt 1):560
• Wing DA, Hendershott CM, Debuque L, Millar LK Outpatient treatment of acute pyelonephritis in pregnancy after 24 weeks. Obstet Gynecol. 1999;94(5 Pt 1):683
• Schneeberger C, et al. Contamination Rates of Three Urine-Sampling Methods to Assess Bacteriuria in Pregnant Women. Obstet Gynecol 2013;121:299–305
• Franz M1, Hörl WH. Common errors in diagnosis and management of urinary tract infection. I: pathophysiology and diagnostic techniques. Nephrol Dial Transplant. 1999
Nov;14(11):2746-53.
• Infectious Diseases Society of America; American Society of Nephrology; American Geriatric Society. Infectious Diseases Society of America guidelines for the diagnosis and
treatment of asymptomatic bacteriuria in adults. Clin Infect Dis. 2005 Mar 1;40(5):643-54
• Kazemier BMet al. Maternal and neonatal consequences of treated and untreated asymptomatic bacteriuria in pregnancy: a prospective cohort study with an embedded randomised
controlled trial. Lancet Infect Dis. 2015 Nov;15(11):1324-33
• Angelescu K, et al. Benefits and harms of screening for and treatment of asymptomatic bacteriuria in pregnancy: a systematic review. BMC Pregnancy and Childbirth (2016) 16:336
• Lenke RR, Van Dorsten JP, Schifrin BS. Pyelonephritis in pregnancy: a prospective randomized trial to prevent recurrent disease evaluating suppressive therapy with nitrofurantoin and
close surveillance. American Journal ofObstetrics and Gynecology 1983;146:953–7
• Sekikubo M1,2, Hedman K1, Mirembe F2, Brauner A1. Antibiotic Overconsumption in Pregnant Women With Urinary Tract Symptoms in Uganda. Clin Infect Dis. 2017 Aug 15;65(4):544-
550.
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO
DURANTE A GESTAÇÃO
Referências
REVISÕES COCHRANE SOBRE INFECÇÃO URINÁRIA DURANTE A GESTAÇÃO
• WidmerM, Gülmezoglu AM,Mignini L, Roganti A. Duration of treatment for asymptomatic bacteriuria during pregnancy. Cochrane Database of
Systematic Reviews 2011, Issue 12. Art. No.: CD000491. DOI: 10.1002/14651858.CD000491.pub2
• Vazquez JC, Abalos E. Treatments for symptomatic urinary tract infections during pregnancy. CochraneDatabase of Systematic Reviews 2011, Issue
1. Art. No.: CD002256. DOI: 10.1002/14651858.CD002256.pub2
• Smaill FM, Vazquez JC. Antibiotics for asymptomatic bacteriuria in pregnancy. Cochrane Database of Systematic Reviews 2015, Issue 8. Art. No.:
CD000490. DOI: 10.1002/14651858.CD000490.pub3
• Schneeberger C, Geerlings SE, Middleton P, Crowther CA. Interventions for preventing recurrent urinary
• tract infection during pregnancy. Cochrane Database of Systematic Reviews 2015, Issue 7. Art. No.: CD009279. DOI:
10.1002/14651858.CD009279.pub3.
ATENÇÃO ÀS
MULHERES
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
Material de 17 de agosto de 2019
Disponível em: portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
Eixo: Atenção às Mulheres
Aprofunde seus conhecimentos acessando artigos disponíveis na biblioteca do Portal.
INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gravidez E Desenvolvimento Fetal
Gravidez E Desenvolvimento FetalGravidez E Desenvolvimento Fetal
Gravidez E Desenvolvimento Fetal
luandrade
 
Parto Normal
Parto NormalParto Normal
Parto Normal
Ministério da Saúde
 
Complicações na gestação
Complicações na gestaçãoComplicações na gestação
Complicações na gestação
Alinebrauna Brauna
 
Transformações na gestação
Transformações na gestaçãoTransformações na gestação
Transformações na gestação
Alinebrauna Brauna
 
Apresentação endometriose
Apresentação endometrioseApresentação endometriose
Apresentação endometriose
Laboratório Sérgio Franco
 
Exames Preventivos na Mulher: indo além do Rastreio dos Cânceres de Colo e de...
Exames Preventivos na Mulher: indo além do Rastreio dos Cânceres de Colo e de...Exames Preventivos na Mulher: indo além do Rastreio dos Cânceres de Colo e de...
Exames Preventivos na Mulher: indo além do Rastreio dos Cânceres de Colo e de...
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Infe cções do Trato Urinário
Infe cções do Trato UrinárioInfe cções do Trato Urinário
Infe cções do Trato Urinário
Urovideo.org
 
Assistencia Enfermagem Neonatal - Enf Jesiele Spindler
Assistencia Enfermagem Neonatal - Enf Jesiele SpindlerAssistencia Enfermagem Neonatal - Enf Jesiele Spindler
Assistencia Enfermagem Neonatal - Enf Jesiele Spindler
Jesiele Spindler
 
Cesariana
CesarianaCesariana
Cesariana
tvf
 
Manejo Conservador do Prolapso Genital
Manejo Conservador do Prolapso GenitalManejo Conservador do Prolapso Genital
PAISM - PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA MULHER
PAISM - PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA MULHER PAISM - PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA MULHER
PAISM - PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA MULHER
Karen Lira
 
Citomegalovírus: Patologia
Citomegalovírus: PatologiaCitomegalovírus: Patologia
Citomegalovírus: Patologia
Raphael Machado
 
Diagnóstico das distocias intraparto e quando intervir
Diagnóstico das distocias intraparto e quando intervirDiagnóstico das distocias intraparto e quando intervir
Saúde do Adulto I Estudo de caso iii com rede
Saúde do Adulto I Estudo de caso iii com redeSaúde do Adulto I Estudo de caso iii com rede
Saúde do Adulto I Estudo de caso iii com rede
Angelica Reis Angel
 
Hepatite B e Gestação
Hepatite B e GestaçãoHepatite B e Gestação
Sífilis Congênita
Sífilis CongênitaSífilis Congênita
HIV e Gestação: Pré-natal e Terapia Antirretroviral
HIV e Gestação: Pré-natal e Terapia AntirretroviralHIV e Gestação: Pré-natal e Terapia Antirretroviral
Saúde da Mulher
Saúde da MulherSaúde da Mulher
Saúde da Mulher
Stefanny Corrêa
 
Insuficiência cervical - Saúde da Mulher
Insuficiência cervical - Saúde da MulherInsuficiência cervical - Saúde da Mulher
Insuficiência cervical - Saúde da Mulher
Raine Danyele Vieira de Sousa
 
Enfermagem ObstéTrica Parte 1
Enfermagem ObstéTrica Parte 1Enfermagem ObstéTrica Parte 1
Enfermagem ObstéTrica Parte 1
Eduardo Gomes da Silva
 

Mais procurados (20)

Gravidez E Desenvolvimento Fetal
Gravidez E Desenvolvimento FetalGravidez E Desenvolvimento Fetal
Gravidez E Desenvolvimento Fetal
 
Parto Normal
Parto NormalParto Normal
Parto Normal
 
Complicações na gestação
Complicações na gestaçãoComplicações na gestação
Complicações na gestação
 
Transformações na gestação
Transformações na gestaçãoTransformações na gestação
Transformações na gestação
 
Apresentação endometriose
Apresentação endometrioseApresentação endometriose
Apresentação endometriose
 
Exames Preventivos na Mulher: indo além do Rastreio dos Cânceres de Colo e de...
Exames Preventivos na Mulher: indo além do Rastreio dos Cânceres de Colo e de...Exames Preventivos na Mulher: indo além do Rastreio dos Cânceres de Colo e de...
Exames Preventivos na Mulher: indo além do Rastreio dos Cânceres de Colo e de...
 
Infe cções do Trato Urinário
Infe cções do Trato UrinárioInfe cções do Trato Urinário
Infe cções do Trato Urinário
 
Assistencia Enfermagem Neonatal - Enf Jesiele Spindler
Assistencia Enfermagem Neonatal - Enf Jesiele SpindlerAssistencia Enfermagem Neonatal - Enf Jesiele Spindler
Assistencia Enfermagem Neonatal - Enf Jesiele Spindler
 
Cesariana
CesarianaCesariana
Cesariana
 
Manejo Conservador do Prolapso Genital
Manejo Conservador do Prolapso GenitalManejo Conservador do Prolapso Genital
Manejo Conservador do Prolapso Genital
 
PAISM - PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA MULHER
PAISM - PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA MULHER PAISM - PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA MULHER
PAISM - PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA MULHER
 
Citomegalovírus: Patologia
Citomegalovírus: PatologiaCitomegalovírus: Patologia
Citomegalovírus: Patologia
 
Diagnóstico das distocias intraparto e quando intervir
Diagnóstico das distocias intraparto e quando intervirDiagnóstico das distocias intraparto e quando intervir
Diagnóstico das distocias intraparto e quando intervir
 
Saúde do Adulto I Estudo de caso iii com rede
Saúde do Adulto I Estudo de caso iii com redeSaúde do Adulto I Estudo de caso iii com rede
Saúde do Adulto I Estudo de caso iii com rede
 
Hepatite B e Gestação
Hepatite B e GestaçãoHepatite B e Gestação
Hepatite B e Gestação
 
Sífilis Congênita
Sífilis CongênitaSífilis Congênita
Sífilis Congênita
 
HIV e Gestação: Pré-natal e Terapia Antirretroviral
HIV e Gestação: Pré-natal e Terapia AntirretroviralHIV e Gestação: Pré-natal e Terapia Antirretroviral
HIV e Gestação: Pré-natal e Terapia Antirretroviral
 
Saúde da Mulher
Saúde da MulherSaúde da Mulher
Saúde da Mulher
 
Insuficiência cervical - Saúde da Mulher
Insuficiência cervical - Saúde da MulherInsuficiência cervical - Saúde da Mulher
Insuficiência cervical - Saúde da Mulher
 
Enfermagem ObstéTrica Parte 1
Enfermagem ObstéTrica Parte 1Enfermagem ObstéTrica Parte 1
Enfermagem ObstéTrica Parte 1
 

Semelhante a Infecção do Trato Urinário durante a Gestação

Itu de re..
Itu de re..Itu de re..
Caso Clínico - IU de esforço
Caso Clínico - IU de esforço Caso Clínico - IU de esforço
Caso Clínico - IU de esforço
RenataNogueira70
 
Itu
ItuItu
Itu
tvf
 
Aula residencia 03 06-14
Aula residencia 03 06-14Aula residencia 03 06-14
Aula residencia 03 06-14
Inaiara Bragante
 
ITU recorrente nas gestantes
ITU recorrente nas gestantes  ITU recorrente nas gestantes
ITU recorrente nas gestantes
Hospital Municipal De Paracatu
 
Newslab especial protocolos de microbiologia parte3 200872411239
Newslab especial protocolos de microbiologia parte3 200872411239Newslab especial protocolos de microbiologia parte3 200872411239
Newslab especial protocolos de microbiologia parte3 200872411239
Daniberg Rimenis
 
PESQUISA NASCER NO BRASIL
PESQUISA NASCER NO BRASILPESQUISA NASCER NO BRASIL
Cesariana e Parto vaginal
Cesariana e Parto vaginalCesariana e Parto vaginal
Cesariana e Parto vaginal
Caroline Reis Gonçalves
 
0010_ITU NA INFANCIA.pdf fornecido pelo professor
0010_ITU NA INFANCIA.pdf fornecido pelo professor0010_ITU NA INFANCIA.pdf fornecido pelo professor
0010_ITU NA INFANCIA.pdf fornecido pelo professor
LayanneStephanneFigu
 
Pré parto
Pré parto Pré parto
Pré parto
tvf
 
femina-2019-474-241-244.pdfAuthor Information and Affiliations
femina-2019-474-241-244.pdfAuthor Information and Affiliationsfemina-2019-474-241-244.pdfAuthor Information and Affiliations
femina-2019-474-241-244.pdfAuthor Information and Affiliations
Carlosnsiamaza1
 
Nefrologia infeccao trato urinario sbp
Nefrologia infeccao trato urinario sbpNefrologia infeccao trato urinario sbp
Nefrologia infeccao trato urinario sbp
Marieana Medeiros
 
infecção urinária na gestação
infecção urinária na gestaçãoinfecção urinária na gestação
infecção urinária na gestação
Anderson Anisio
 
Atenção ao recém nascido prematuro de risco em uruguaiana versão3
Atenção ao recém nascido prematuro de risco em uruguaiana versão3Atenção ao recém nascido prematuro de risco em uruguaiana versão3
Atenção ao recém nascido prematuro de risco em uruguaiana versão3
Liene Campos
 
Atenção ao recém nascido prematuro de risco em uruguaiana versão3
Atenção ao recém nascido prematuro de risco em uruguaiana versão3Atenção ao recém nascido prematuro de risco em uruguaiana versão3
Atenção ao recém nascido prematuro de risco em uruguaiana versão3
Liene Campos
 
ITU.pptx
ITU.pptxITU.pptx
ITU.pptx
ketecah
 
ITU na criança
ITU na criançaITU na criança
ITU na criança
gisa_legal
 
ITU tratamento
ITU tratamentoITU tratamento
ITU tratamento
julianedornelas1
 
Abdomen Agudo GinecolóGico
Abdomen Agudo GinecolóGicoAbdomen Agudo GinecolóGico
Abdomen Agudo GinecolóGico
chirlei ferreira
 
Protocolo de atendimento mulheres em idade fértil, gestantes, puérperas e beb...
Protocolo de atendimento mulheres em idade fértil, gestantes, puérperas e beb...Protocolo de atendimento mulheres em idade fértil, gestantes, puérperas e beb...
Protocolo de atendimento mulheres em idade fértil, gestantes, puérperas e beb...
Centro Universitário Ages
 

Semelhante a Infecção do Trato Urinário durante a Gestação (20)

Itu de re..
Itu de re..Itu de re..
Itu de re..
 
Caso Clínico - IU de esforço
Caso Clínico - IU de esforço Caso Clínico - IU de esforço
Caso Clínico - IU de esforço
 
Itu
ItuItu
Itu
 
Aula residencia 03 06-14
Aula residencia 03 06-14Aula residencia 03 06-14
Aula residencia 03 06-14
 
ITU recorrente nas gestantes
ITU recorrente nas gestantes  ITU recorrente nas gestantes
ITU recorrente nas gestantes
 
Newslab especial protocolos de microbiologia parte3 200872411239
Newslab especial protocolos de microbiologia parte3 200872411239Newslab especial protocolos de microbiologia parte3 200872411239
Newslab especial protocolos de microbiologia parte3 200872411239
 
PESQUISA NASCER NO BRASIL
PESQUISA NASCER NO BRASILPESQUISA NASCER NO BRASIL
PESQUISA NASCER NO BRASIL
 
Cesariana e Parto vaginal
Cesariana e Parto vaginalCesariana e Parto vaginal
Cesariana e Parto vaginal
 
0010_ITU NA INFANCIA.pdf fornecido pelo professor
0010_ITU NA INFANCIA.pdf fornecido pelo professor0010_ITU NA INFANCIA.pdf fornecido pelo professor
0010_ITU NA INFANCIA.pdf fornecido pelo professor
 
Pré parto
Pré parto Pré parto
Pré parto
 
femina-2019-474-241-244.pdfAuthor Information and Affiliations
femina-2019-474-241-244.pdfAuthor Information and Affiliationsfemina-2019-474-241-244.pdfAuthor Information and Affiliations
femina-2019-474-241-244.pdfAuthor Information and Affiliations
 
Nefrologia infeccao trato urinario sbp
Nefrologia infeccao trato urinario sbpNefrologia infeccao trato urinario sbp
Nefrologia infeccao trato urinario sbp
 
infecção urinária na gestação
infecção urinária na gestaçãoinfecção urinária na gestação
infecção urinária na gestação
 
Atenção ao recém nascido prematuro de risco em uruguaiana versão3
Atenção ao recém nascido prematuro de risco em uruguaiana versão3Atenção ao recém nascido prematuro de risco em uruguaiana versão3
Atenção ao recém nascido prematuro de risco em uruguaiana versão3
 
Atenção ao recém nascido prematuro de risco em uruguaiana versão3
Atenção ao recém nascido prematuro de risco em uruguaiana versão3Atenção ao recém nascido prematuro de risco em uruguaiana versão3
Atenção ao recém nascido prematuro de risco em uruguaiana versão3
 
ITU.pptx
ITU.pptxITU.pptx
ITU.pptx
 
ITU na criança
ITU na criançaITU na criança
ITU na criança
 
ITU tratamento
ITU tratamentoITU tratamento
ITU tratamento
 
Abdomen Agudo GinecolóGico
Abdomen Agudo GinecolóGicoAbdomen Agudo GinecolóGico
Abdomen Agudo GinecolóGico
 
Protocolo de atendimento mulheres em idade fértil, gestantes, puérperas e beb...
Protocolo de atendimento mulheres em idade fértil, gestantes, puérperas e beb...Protocolo de atendimento mulheres em idade fértil, gestantes, puérperas e beb...
Protocolo de atendimento mulheres em idade fértil, gestantes, puérperas e beb...
 

Mais de Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)

Disbioses, Infecções Genitais e Infertilidade
Disbioses, Infecções Genitais e InfertilidadeDisbioses, Infecções Genitais e Infertilidade
Prevenção de Infecção de Sítio Cirúrgico em Pediatria
Prevenção de Infecção de Sítio Cirúrgico em PediatriaPrevenção de Infecção de Sítio Cirúrgico em Pediatria
Prevenção de Infecção de Sítio Cirúrgico em Pediatria
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Ansiedade e Depressão no Climatério
Ansiedade e Depressão no ClimatérioAnsiedade e Depressão no Climatério
Diabetes Mellitus na Gestação: estratégias de organização e hierarquização da...
Diabetes Mellitus na Gestação: estratégias de organização e hierarquização da...Diabetes Mellitus na Gestação: estratégias de organização e hierarquização da...
Diabetes Mellitus na Gestação: estratégias de organização e hierarquização da...
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Prevenção do Câncer de Colo: quando a colposcopia é indicada?
Prevenção do Câncer de Colo: quando a colposcopia é indicada?Prevenção do Câncer de Colo: quando a colposcopia é indicada?
Prevenção do Câncer de Colo: quando a colposcopia é indicada?
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Desospitalização de Crianças com CCC: panorama da atenção domiciliar no Brasil
Desospitalização de Crianças com CCC: panorama da atenção domiciliar no BrasilDesospitalização de Crianças com CCC: panorama da atenção domiciliar no Brasil
Desospitalização de Crianças com CCC: panorama da atenção domiciliar no Brasil
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
O Pré-natal e a Promoção do Parto Normal
O Pré-natal e a Promoção do Parto NormalO Pré-natal e a Promoção do Parto Normal
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Diabetes Mellitus na Gestação: alterações metabólicas associadas
Diabetes Mellitus na Gestação: alterações metabólicas associadasDiabetes Mellitus na Gestação: alterações metabólicas associadas
Diabetes Mellitus na Gestação: alterações metabólicas associadas
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Luto Perinatal
Luto PerinatalLuto Perinatal
Anafilaxia na Infância: Apresentação Clínica e Manejo
Anafilaxia na Infância: Apresentação Clínica e ManejoAnafilaxia na Infância: Apresentação Clínica e Manejo
Anafilaxia na Infância: Apresentação Clínica e Manejo
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Diabetes Mellitus na Gestação: Cuidados no Parto e Puerpério
Diabetes Mellitus na Gestação: Cuidados no Parto e PuerpérioDiabetes Mellitus na Gestação: Cuidados no Parto e Puerpério
Diabetes Mellitus na Gestação: Cuidados no Parto e Puerpério
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Retomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no Brasil
Retomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no BrasilRetomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no Brasil
Retomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no Brasil
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Cuidados com a Saúde Bucal na Gestação
Cuidados com a Saúde Bucal na GestaçãoCuidados com a Saúde Bucal na Gestação
Hábitos Saudáveis e a Prevenção do Câncer de Mama: é possível?
Hábitos Saudáveis e a Prevenção do Câncer de Mama: é possível?Hábitos Saudáveis e a Prevenção do Câncer de Mama: é possível?
Hábitos Saudáveis e a Prevenção do Câncer de Mama: é possível?
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Fibrose Cística: como diagnosticar?
Fibrose Cística: como diagnosticar?Fibrose Cística: como diagnosticar?
Osteogênese Imperfeita
Osteogênese ImperfeitaOsteogênese Imperfeita
Diabetes Mellitus na Gestação: Tratamento e Cuidados no Pré-natal
Diabetes Mellitus na Gestação: Tratamento e Cuidados no Pré-natalDiabetes Mellitus na Gestação: Tratamento e Cuidados no Pré-natal
Diabetes Mellitus na Gestação: Tratamento e Cuidados no Pré-natal
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Desafios na Introdução Alimentar
Desafios na Introdução AlimentarDesafios na Introdução Alimentar

Mais de Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz) (20)

Disbioses, Infecções Genitais e Infertilidade
Disbioses, Infecções Genitais e InfertilidadeDisbioses, Infecções Genitais e Infertilidade
Disbioses, Infecções Genitais e Infertilidade
 
Prevenção de Infecção de Sítio Cirúrgico em Pediatria
Prevenção de Infecção de Sítio Cirúrgico em PediatriaPrevenção de Infecção de Sítio Cirúrgico em Pediatria
Prevenção de Infecção de Sítio Cirúrgico em Pediatria
 
Ansiedade e Depressão no Climatério
Ansiedade e Depressão no ClimatérioAnsiedade e Depressão no Climatério
Ansiedade e Depressão no Climatério
 
Diabetes Mellitus na Gestação: estratégias de organização e hierarquização da...
Diabetes Mellitus na Gestação: estratégias de organização e hierarquização da...Diabetes Mellitus na Gestação: estratégias de organização e hierarquização da...
Diabetes Mellitus na Gestação: estratégias de organização e hierarquização da...
 
Prevenção do Câncer de Colo: quando a colposcopia é indicada?
Prevenção do Câncer de Colo: quando a colposcopia é indicada?Prevenção do Câncer de Colo: quando a colposcopia é indicada?
Prevenção do Câncer de Colo: quando a colposcopia é indicada?
 
Desospitalização de Crianças com CCC: panorama da atenção domiciliar no Brasil
Desospitalização de Crianças com CCC: panorama da atenção domiciliar no BrasilDesospitalização de Crianças com CCC: panorama da atenção domiciliar no Brasil
Desospitalização de Crianças com CCC: panorama da atenção domiciliar no Brasil
 
O Pré-natal e a Promoção do Parto Normal
O Pré-natal e a Promoção do Parto NormalO Pré-natal e a Promoção do Parto Normal
O Pré-natal e a Promoção do Parto Normal
 
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
 
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
 
Diabetes Mellitus na Gestação: alterações metabólicas associadas
Diabetes Mellitus na Gestação: alterações metabólicas associadasDiabetes Mellitus na Gestação: alterações metabólicas associadas
Diabetes Mellitus na Gestação: alterações metabólicas associadas
 
Luto Perinatal
Luto PerinatalLuto Perinatal
Luto Perinatal
 
Anafilaxia na Infância: Apresentação Clínica e Manejo
Anafilaxia na Infância: Apresentação Clínica e ManejoAnafilaxia na Infância: Apresentação Clínica e Manejo
Anafilaxia na Infância: Apresentação Clínica e Manejo
 
Diabetes Mellitus na Gestação: Cuidados no Parto e Puerpério
Diabetes Mellitus na Gestação: Cuidados no Parto e PuerpérioDiabetes Mellitus na Gestação: Cuidados no Parto e Puerpério
Diabetes Mellitus na Gestação: Cuidados no Parto e Puerpério
 
Retomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no Brasil
Retomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no BrasilRetomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no Brasil
Retomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no Brasil
 
Cuidados com a Saúde Bucal na Gestação
Cuidados com a Saúde Bucal na GestaçãoCuidados com a Saúde Bucal na Gestação
Cuidados com a Saúde Bucal na Gestação
 
Hábitos Saudáveis e a Prevenção do Câncer de Mama: é possível?
Hábitos Saudáveis e a Prevenção do Câncer de Mama: é possível?Hábitos Saudáveis e a Prevenção do Câncer de Mama: é possível?
Hábitos Saudáveis e a Prevenção do Câncer de Mama: é possível?
 
Fibrose Cística: como diagnosticar?
Fibrose Cística: como diagnosticar?Fibrose Cística: como diagnosticar?
Fibrose Cística: como diagnosticar?
 
Osteogênese Imperfeita
Osteogênese ImperfeitaOsteogênese Imperfeita
Osteogênese Imperfeita
 
Diabetes Mellitus na Gestação: Tratamento e Cuidados no Pré-natal
Diabetes Mellitus na Gestação: Tratamento e Cuidados no Pré-natalDiabetes Mellitus na Gestação: Tratamento e Cuidados no Pré-natal
Diabetes Mellitus na Gestação: Tratamento e Cuidados no Pré-natal
 
Desafios na Introdução Alimentar
Desafios na Introdução AlimentarDesafios na Introdução Alimentar
Desafios na Introdução Alimentar
 

Último

Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
sula31
 
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do TrabalhoApostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
CatieleAlmeida1
 
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdfVacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
rickriordan
 
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptxSíndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
marjoguedes1
 
Tipos de pontos e suturas técnicas de sutura
Tipos de pontos e suturas técnicas de suturaTipos de pontos e suturas técnicas de sutura
Tipos de pontos e suturas técnicas de sutura
DelcioVumbuca
 
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
AmaroAlmeidaChimbala
 

Último (7)

Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
 
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do TrabalhoApostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
 
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdfVacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
 
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
 
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptxSíndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
 
Tipos de pontos e suturas técnicas de sutura
Tipos de pontos e suturas técnicas de suturaTipos de pontos e suturas técnicas de sutura
Tipos de pontos e suturas técnicas de sutura
 
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
 

Infecção do Trato Urinário durante a Gestação

  • 2. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO Sintomas urinários e infecção do trato urinário são comuns na gestação devido às alterações fisiológicas deste período, afetando a qualidade de vida da mulher e aumentando o risco de morbidade materna e fetal nesta fase.
  • 3. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO Objetivos dessa apresentação: • Discutir a importância do diagnóstico e tratamento da bacteriúria assintomática na gravidez; • Discutir os desafios diagnósticos e o manejo da gestante com sintomas urinários; • Discutir o diagnóstico e o manejo da gestante com pielonefrite.
  • 4. INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br A Infecção do Trato Urinário na Gravidez pode se manifestar de 3 maneiras: A – Bacteriúria Assintomática B – Infecção Do Trato Urinário Baixo (Cistite) C – Infecção Do Trato Urinário Alto (Pielonefrite) O diagnóstico diferencial é necessário para o tratamento adequado
  • 5. INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br Bacteriúria em mulheres assintomáticas é definida como o isolamento da mesma bactéria em duas amostras consecutivas de urina, em contagens de 105 cfc/ml (B-II) (Infectious Diseases Society of America, 2005) A - Bacteriúria Assintomática (Angelescu, 2016) Prevalência na gravidez: 2-15% Na prática, o diagnóstico costuma ser feito com apenas uma urocultura. Deve-se reconhecer que uma urocultura apenas apresenta taxa de falso positivo = 20%
  • 6. INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br Porque Investigar e Tratar Bacteriúria Assintomática na Gravidez? Previne morbidade materna, em particular pielonefrite A incidência geral de pielonefrite no grupo não tratado foi de 21%, comparado a 6% no grupo tratado. Para cada 7 mulheres tratadas, um caso de pielonefrite foi prevenido. NNT = 7 (IC 95% 6-8). Esta informação é baseada nos resultados de 11 estudos (1932 mulheres) RR = 0.23 [0.13, 0.41] - Qualidade dos estudos: muito baixa Previne morbidade perinatal Alguns estudos mostraram uma associação entre infecção urinária na gravidez e prematuridade, baixo peso, sepse neonatal, admissão em UTI neonatal e óbito fetal/neonatal Todavia, a associação entre ITU (em particular bacteriúria assintomática) e efeitos fetais/neonatais adversos permanece inconclusiva (Smail, 2015) (Cochrane) (Angelescu, 2016)
  • 7. INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br A associação entre bacteriúria assintomática não tratada e prematuridade está baseada em evidências de baixa qualidade (Kazemier, 2015) Os estudos que mostraram essa associação são antigos e de baixa qualidade metodológica Estudo realizado na Holanda comparou o efeito do tratamento/não tratamento de bacteriúria assintomática sobre a frequência de prematuridade: não houve diferença (Cochrane, 2015)
  • 8. INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br Por isso o exame de urocultura faz parte da rotina de pré-natal Uma urocultura em cada trimestre da gestação (MS)
  • 9. INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br Pergunta Resposta Qual a duração do tratamento? A duração ótima do tratamento é desconhecida, mas regimes de 3-7 dias parecem adequados para o tratamento da bacteriúria assintomática (Cochrane, 2011) Como deve ser feito o controle de cura? Uma cultura de urina e novo tratamento, se necessário, tem sido recomendados. Mas a efetividade desta estratégia não foi avaliada (Cochrane, 2011) O tratamento supressivo está indicado? O uso de nitrofurantoína 100 mg/dia ou cefalexina 500 mg/dia durante toda a gravidez tem sido recomendados. Todavia, os critérios para iniciar tratamento supressivo e a efetividade desta estratégia não estão claramente estabelecidos. O tratamento da bacteriúria assintomática com antibiótico está indicado para reduzir o risco de pielonefrite na gravidez Como escolher o antibiótico? Segundo o perfil de sensibilidade
  • 10. INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br Duração do Tratamento para Bacteriúria Assintomática na Gravidez • A duração ótima do tratamento é desconhecida, mas regimes de 3 a 7 dias parecem adequados para o tratamento da bacteriúria assintomática. Widmer M, Gülmezoglu AM,Mignini L, Roganti A. Duration of treatment for asymptomatic bacteriuria during pregnancy. Cochrane Database of Systematic Reviews 2011, Issue 12. Cochrane 2011 (13 RCT; 1622 mulheres) Um estudo mostrou um índice de cura de 75,7% dos casos de bacteriúria assintomática após um único dia de tratamento com nitrofurantoína. Lumbiganon P, et al; World Health Organization Asymptomatic Bacteriuria Trial Group. One- day compared with 7-day nitrofurantoin for asymptomatic bacteriuria in pregnancy: a randomized controlled trial. Obstet Gynecol. 2009 Feb;113(2 Pt 1):339-45
  • 11. INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br B - Infecção do Trato Urinário Sintomática: disúria, polaciúria, dor supra-púbica • Dor lombar • Febre (Tax > 38 C) • Náuseas • Vômitos • Alteração em dados vitais • Alteração do nível de consciência ITU não complicada (Cistite)NÃO A PACIENTE APRESENTA SINAIS CLÍNICOS DE INFECÇÃO SISTÊMICA?
  • 12. INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br Infectious Diseases Society of America, 2005. Tratamento Empírico (Sem Exames Laboratoriais) da Mulher com Sintomas Urinários (IDSA, 2005) • Mulheres com história não complicada que apresentam disúria aguda, urgência ou frequência urinária e ausência de secreção vaginal podem ser tratadas para cistite aguda sem outra avaliação (Qualidade da evidencia: B) Fora do Período Gestacional • A história não complicada inclui 16 a 55 anos de idade, não está grávida, não tem história de ITU recorrente ou infantil, não imunocomprometida, sem diabetes mellitus e sem anormalidade urológica anatômica ou instrumentação urológica recente (Não existem evidências) Durante a Gravidez Em sua opinião, quais as limitações do tratamento empírico da mulher com sintomas urinários durante a gestação?
  • 13. INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br 1. Sintomas Urinários Durante a Gravidez São Comuns e Frequentemente Inespecíficos • Frequência e/ou urgência podem ser um achado fisiológico frequente durante a gravidez, relatados por mulheres sem cistite ou bacteriúria comprovadas (Up-to-date); • Sintomas urinários (frequência, urgência, noctúria, intermitência, com repercussão sobre a qualidade de vida) são muito prevalentes na gravidez e pioram à medida que a gravidez progride; • Um estudo em Uganda (n = 1621 gestantes) mostrou que a prevalência de ITU comprovada por urocultura entre mulheres com sintomas urinários durante a gestação foi de apenas 4%. (Sekikubo, 2017) (Aslan, 2003)
  • 14. INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br 2. Os Testes Rápidos Frequentemente Disponíveis (Gram de Gota; Urinálise, Nitrito) apresentam baixa acurácia e/ou possibilidade de contaminação (problemas na coleta da amostra) Mesmo a presença de piúria apresenta elevada prevalência de falso positivo e “over-treatment”. (Lammers RL, 2001) A ausência de piúria fortemente sugere um diagnóstico alternativo (Up-to-date)
  • 15. INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br Presença ao Gram ou Urinálise de: • Células epiteliais, bastonetes G+ ou bactérias mistas (Schneeberger, 2013) • Corynebacteria, Gardnerella, streptococcus alfa-hemolítico (Franz, 1999) • Não existe uma definição universal sobre o que são testes inadequados para análise (contaminação). • Algumas definições tem sido utilizadas em pesquisas. No Brasil, os testes rápidos geralmente disponíveis na atenção básica e serviços de Pronto Atendimento Obstétrico são: Gram de gota, Exame de Urina Rotina e Teste de Nitrito Testes rápidos sugestivos de contaminação são inadequados para análise. Por isso não são úteis para a tomada de decisões. O início do tratamento, nestes casos, dependerá da clínica e de fatores logísticos.
  • 16. INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br Então como deve ser o manejo da mulher com sintomas urinários, porém sem sinais clínicos de pielonefrite? 1. Exame de cultura sempre deve ser solicitado 2. Início do tratamento 2.1. Após resultado de urocultura • Urocultura disponível • Testes rápidos inconclusivos • “Paciente oligossintomática” 2.2. Sem resultado de urocultura • Urocultura não disponível • Testes rápidos sugestivos de ITU • “Sintomas muito acentuados” Qualidade da evidência: Opinião de especialista (não foram encontrados estudos comparando as duas estratégias)
  • 17. INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br Qual antibiótico pode ser iniciado, até que a urocultura esteja disponível? Antibiótico Dose Duração Notas Nitrofurantoína 100 mg VO 12/12 h 5-7 dias Evitar no 1º e no termo, se outras opções disponíveis. Não atinge níveis terapêuticos nos rins. Não usar se suspeita de pielonefrite. Amoxacilina 500 mg VO 8/8 h ou 875 mg 12/12 h 5-7 dias Resistência pode limitar sua utilidade entre patógenos G- Amoxacilina + clavulanato 500 mg VO 8/8 h ou 875 mg 12/12 h 5-7 dias Cefalexina 500 mg VO 6/6 h 5-7 dias Fosfomicina 3 g VO Dose única Não atinge níveis terapêuticos nos rins. Não usar se suspeita de pielonefrite Sufa-trimetroprim 800/160 VO 12/12 h 3 dias Evitar no 1º e no termo. Up-to-date, 2019
  • 18. INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br C - Infecção do Trato Urinário Sintomática: disúria, polaciúria, dor supra-púbica ITU complicada (Pielonefrite)SIM A PACIENTE APRESENTA SINAIS CLÍNICOS DE INFECÇÃO SISTÊMICA? Avaliar presença de sepse (QUICK SOFA ou SOFA): se necessário, iniciar protocolo de sepse • Dor lombar • Febre (Tax > 38 C) • Náuseas • Vômitos • Alteração em dados vitais • Alteração do nível de consciência
  • 19. INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br Qual a acurácia da punho percussão lombar (Sinal de Giordano) para o diagnóstico de pielonefrite? Davide Giordano (1864-1954) • Este teste foi descrito por John Benjamin Murphy (1884); Fiodor Ignatjevich Pasternack (1888); Samuel Goldflam (1900); e David Giordano. • Dor à punho percussão lombar podem estar presentes em casos de abscesso perinéfrico, pielonefrite e nefrolitíase. A acurácia desse teste para o diagnóstico de pielonefrite nunca foi avaliada.
  • 20. INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br Então como deve ser o manejo da mulher com sintomas urinários, com sinais clínicos de pielonefrite? 2. Exame de cultura sempre deve ser solicitado (exames adicionais devem ser solicitados se suspeita de sepse ou complicações) 3. Tratamento empírico EV sempre deve ser iniciado, independente dos resultados de testes rápidos Apenas 2 estudos avaliaram o tratamento ambulatorial da pielonefrite na gravidez comparado ao tratamento hospitalar. Embora os resultados sugiram resultados similares, limitações deixam dúvidas quanto à segurança e viabilidade prática do manejo ambulatorial. 1. A paciente sempre deve ser internada. (Miller, 1995; Wing, 1999)
  • 21. INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br Antibiótico Dose, intervalo Pielonefrite leve a moderada Ceftriaxona 1 g a cada 24 horas Cefepime 1 g a cada 12 horas Aztreonam 1 g a cada 8 horas Ampicilina + gentamicina 1-2 g a cada 6 horas + 1.5 mg/kg a cada 8 horas Pielonefrite grave com imunodeficiência e/ou obstrução urinária Piperacilina-tazobactam 3.375 g a cada 6 horas Meropenem 1 g a cada 8 horas Regimes parenterais para tratamento empírico de pielonefrite na gestação • Doses para pacientes com função renal normal • Se S.aureus meticilina-resistentes (MRSA) conhecido ou suspeito, ver regimes específicos para estes casos • Aminoglicosídeos foram associados a ototoxicidade fetal; por isso só devem ser utilizados se não houver outra alternativa Regimes sugeridos pelo Up-to-date
  • 22. INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br Muitas recomendações importantes sobre o tratamento da pielonefrite são baseadas na opinião de especialistas, devido à ausência de evidências: 1. Embora muitos autores recomendem uma cefalosporina de 3ª geração (ceftrixona) como primeira linha para o tratamento empírico da pielonefrite, cefalosporinas de 1ª (cefalotina) e 2ª geração apresentaram índices de resistência < 10% no tratamento de ITU em alguns estudos; 2. 2. Embora muitos autores recomendem que o tratamento da pielonefrite tenha uma duração de 10-14 dias, não foram encontrados estudos comparando diferentes durações para o tratamento de pielonefrite na gravidez; 3. Melhora clínica e ausência de febre por 24-48 horas são considerados sinais de melhora clínica e critério para substituição de medicação venosa por medicação oral e alta para o domicílio.
  • 23. INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br • Não se demonstrou que uma dose diária de nitrofurantoína e vigilância impeçam ITU recorrente, em comparação com vigilância isolada. • Uma redução significativa do Bacteriúria Assintomática foi encontrada em mulheres com alta freqüência de consultas e que receberam nitrofurantoína e vigilância. • Nenhuma conclusão pode ser tirada sobre a melhor intervenção para prevenir ITU recorrente na gestaçao. Schneeberger C, 2015. Sobre quimioprofilaxia para ITU recorrente na gravidez, foi identificado apenas um estudo randomizado (n = 200 mulheres), realizado nos EUA, na década de 80 (Lenke, 1983). Este estudo foi avaliado pelos autores de revisão da Cochrane. CONCLUSÃO DOS AUTORES
  • 24. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO A triagem de rotina da infecção do trato urinário é recomendada durante a gravidez, mesmo em mulheres assintomáticas. Todavia, dúvidas sobre a interpretação dos sintomas e exames laboratoriais são frequentes.
  • 25. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO Referências • Lumbiganon P, et al; World Health Organization Asymptomatic Bacteriuria Trial Group. One-day compared with 7-day nitrofurantoin for asymptomatic bacteriuria in pregnancy: a randomized controlled trial. Obstet Gynecol. 2009 Feb;113(2 Pt 1):339-45 • Lammers RL1, Gibson S, Kovacs D, Sears W, Strachan G. Comparison of test characteristics of urine dipstick and urinalysis at various test cutoff pointsw. Ann Emerg Med. 2001 Nov;38(5):505-12 • Millar LK, Wing DA, Paul RH, Grimes DA. Outpatient treatment of pyelonephritis in pregnancy: a randomized controlled trial. Obstet Gynecol. 1995;86(4 Pt 1):560 • Wing DA, Hendershott CM, Debuque L, Millar LK Outpatient treatment of acute pyelonephritis in pregnancy after 24 weeks. Obstet Gynecol. 1999;94(5 Pt 1):683 • Schneeberger C, et al. Contamination Rates of Three Urine-Sampling Methods to Assess Bacteriuria in Pregnant Women. Obstet Gynecol 2013;121:299–305 • Franz M1, Hörl WH. Common errors in diagnosis and management of urinary tract infection. I: pathophysiology and diagnostic techniques. Nephrol Dial Transplant. 1999 Nov;14(11):2746-53. • Infectious Diseases Society of America; American Society of Nephrology; American Geriatric Society. Infectious Diseases Society of America guidelines for the diagnosis and treatment of asymptomatic bacteriuria in adults. Clin Infect Dis. 2005 Mar 1;40(5):643-54 • Kazemier BMet al. Maternal and neonatal consequences of treated and untreated asymptomatic bacteriuria in pregnancy: a prospective cohort study with an embedded randomised controlled trial. Lancet Infect Dis. 2015 Nov;15(11):1324-33 • Angelescu K, et al. Benefits and harms of screening for and treatment of asymptomatic bacteriuria in pregnancy: a systematic review. BMC Pregnancy and Childbirth (2016) 16:336 • Lenke RR, Van Dorsten JP, Schifrin BS. Pyelonephritis in pregnancy: a prospective randomized trial to prevent recurrent disease evaluating suppressive therapy with nitrofurantoin and close surveillance. American Journal ofObstetrics and Gynecology 1983;146:953–7 • Sekikubo M1,2, Hedman K1, Mirembe F2, Brauner A1. Antibiotic Overconsumption in Pregnant Women With Urinary Tract Symptoms in Uganda. Clin Infect Dis. 2017 Aug 15;65(4):544- 550.
  • 26. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO Referências REVISÕES COCHRANE SOBRE INFECÇÃO URINÁRIA DURANTE A GESTAÇÃO • WidmerM, Gülmezoglu AM,Mignini L, Roganti A. Duration of treatment for asymptomatic bacteriuria during pregnancy. Cochrane Database of Systematic Reviews 2011, Issue 12. Art. No.: CD000491. DOI: 10.1002/14651858.CD000491.pub2 • Vazquez JC, Abalos E. Treatments for symptomatic urinary tract infections during pregnancy. CochraneDatabase of Systematic Reviews 2011, Issue 1. Art. No.: CD002256. DOI: 10.1002/14651858.CD002256.pub2 • Smaill FM, Vazquez JC. Antibiotics for asymptomatic bacteriuria in pregnancy. Cochrane Database of Systematic Reviews 2015, Issue 8. Art. No.: CD000490. DOI: 10.1002/14651858.CD000490.pub3 • Schneeberger C, Geerlings SE, Middleton P, Crowther CA. Interventions for preventing recurrent urinary • tract infection during pregnancy. Cochrane Database of Systematic Reviews 2015, Issue 7. Art. No.: CD009279. DOI: 10.1002/14651858.CD009279.pub3.
  • 27. ATENÇÃO ÀS MULHERES portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br Material de 17 de agosto de 2019 Disponível em: portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br Eixo: Atenção às Mulheres Aprofunde seus conhecimentos acessando artigos disponíveis na biblioteca do Portal. INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO DURANTE A GESTAÇÃO