SlideShare uma empresa Scribd logo
Facemp – Santo
Antônio de Jesus
Prof. Dr. Urbano Félix Pugliese
Oficina de introdução
à academia
O que é Educação?
LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação
Nacional) – Lei n. 9.394/96:
Art. 1º. A educação abrange os processos
formativos que se desenvolvem na vida familiar, na
convivência humana, no trabalho, nas instituições
de ensino e pesquisa, nos movimentos sociais e
organizações da sociedade civil e nas
manifestações culturais.
 § 1º. Esta Lei disciplina a educação escolar, que se
desenvolve, predominantemente, por meio do ensino, em
instituições próprias; e
 § 2º. A educação escolar deverá vincular-se ao mundo do
trabalho e à prática social.
O que é Educação?
LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação
Nacional) – Lei n. 9.394/96:
Art. 2º. A educação, dever da família e do Estado,
inspirada nos princípios de liberdade e nos ideais
de solidariedade humana, tem por finalidade o
pleno desenvolvimento do educando, seu preparo
para o exercício da cidadania e sua qualificação
para o trabalho.
 Emancipação intelectual;
 Entendimento da vida e do viver; e
 Mudança de comportamento para atingir
objetivos propostos.
Nomenclatura usual:
LDB (Lei de Diretrizes e Bases da
Educação Nacional) – Lei n. 9.394/96
Art. 21º. A educação escolar compõe -se
de:
I - educação básica, formada pela
educação infantil, ensino fundamental e
ensino médio; e
II - educação superior.
A Educação Básica:
Art. 22º. A educação básica tem por
finalidades desenvolver o educando,
assegurar-lhe a formação comum
indispensável para o exercício da
cidadania e fornecer-lhe meios para
progredir no trabalho e em estudos
posteriores.
A Educação Infantil:
Art. 29º. A educação infantil, primeira etapa da
educação básica, tem como finalidade o
desenvolvimento integral da criança de até 5
(cinco) anos, em seus aspectos físico, psicológico,
intelectual e social, complementando a ação da
família e da comunidade.
Art. 30º. A educação infantil será oferecida em:
I - creches, ou entidades equivalentes, para crianças
de até três anos de idade; e
II - pré-escolas, para as crianças de 4 (quatro) a 5
(cinco) anos de idade.
O Ensino Fundamental:
Art. 32. O ensino fundamental obrigatório, com
duração de 9 (nove) anos, gratuito na escola
pública, iniciando-se aos 6 (seis) anos de idade,
terá por objetivo a formação básica do cidadão,
mediante:
I - o desenvolvimento da capacidade de aprender,
tendo como meios básicos o pleno domínio da
leitura, da escrita e do cálculo;
II - a compreensão do ambiente natural e social, do
sistema político, da tecnologia, das artes e dos
valores em que se fundamenta a sociedade;
O Ensino Fundamental:
Art. 32.
III - o desenvolvimento da capacidade de
aprendizagem, tendo em vista a aquisição de
conhecimentos e habilidades e a formação de
atitudes e valores;
IV - o fortalecimento dos vínculos de família,
dos laços de solidariedade humana e de
tolerância recíproca em que se assenta a vida
social.
O Ensino Médio:
Art. 35. O ensino médio, etapa final da educação
básica, com duração mínima de três anos, terá
como finalidades:
I - a consolidação e o aprofundamento dos
conhecimentos adquiridos no ensino fundamental,
possibilitando o prosseguimento de estudos;
II - a preparação básica para o trabalho e a
cidadania do educando, para continuar aprendendo,
de modo a ser capaz de se adaptar com
flexibilidade a novas condições de ocupação ou
aperfeiçoamento posteriores;
O Ensino Médio:
Art. 35.
III - o aprimoramento do educando como
pessoa humana, incluindo a formação ética e
o desenvolvimento da autonomia intelectual e
do pensamento crítico;
IV - a compreensão dos fundamentos
científico-tecnológicos dos processos
produtivos, relacionando a teoria com a
prática, no ensino de cada disciplina.
O Ensino Superior:
Art. 43. A educação superior tem por
finalidade:
I - estimular a criação cultural e o
desenvolvimento do espírito científico e do
pensamento reflexivo;
II - formar diplomados nas diferentes áreas
de conhecimento, aptos para a inserção em
setores profissionais e para a participação no
desenvolvimento da sociedade brasileira, e
colaborar na sua formação contínua;
O Ensino Superior:
Art. 43. A educação superior tem por finalidade:
III - incentivar o trabalho de pesquisa e
investigação científica, visando o desenvolvimento
da ciência e da tecnologia e da criação e difusão da
cultura, e, desse modo, desenvolver o
entendimento do homem e do meio em que vive;
IV - promover a divulgação de conhecimentos
culturais, científicos e técnicos que constituem
patrimônio da humanidade e comunicar o saber
através do ensino, de publicações ou de outras
formas de comunicação;
O Ensino Superior:
Art. 43. A educação superior tem por finalidade:
V - suscitar o desejo permanente de
aperfeiçoamento cultural e profissional e
possibilitar a correspondente concretização,
integrando os conhecimentos que vão sendo
adquiridos numa estrutura intelectual
sistematizadora do conhecimento de cada geração;
VI - estimular o conhecimento dos problemas do
mundo presente, em particular os nacionais e
regionais, prestar serviços especializados à
comunidade e estabelecer com esta uma relação de
reciprocidade;
O Ensino Superior:
Art. 43. A educação superior tem por finalidade:
VII - promover a extensão, aberta à participação da
população, visando à difusão das conquistas e
benefícios resultantes da criação cultural e da
pesquisa científica e tecnológica geradas na
instituição; e
VIII - atuar em favor da universalização e do
aprimoramento da educação básica, mediante a
formação e a capacitação de profissionais, a
realização de pesquisas pedagógicas e o
desenvolvimento de atividades de extensão que
aproximem os dois níveis escolares.
O Ensino Superior:
Art. 44. A educação superior abrangerá os
seguintes cursos e programas:
I - cursos sequenciais por campo de saber, de
diferentes níveis de abrangência, abertos a
candidatos que atendam aos requisitos
estabelecidos pelas instituições de ensino, desde
que tenham concluído o ensino médio ou
equivalente;
II - de graduação, abertos a candidatos que
tenham concluído o ensino médio ou equivalente
e tenham sido classificados em processo seletivo;
O Ensino Superior:
Art. 44. A educação superior abrangerá os
seguintes cursos e programas:
III - de pós-graduação, compreendendo
programas de mestrado e doutorado, cursos de
especialização, aperfeiçoamento e outros,
abertos a candidatos diplomados em cursos de
graduação e que atendam às exigências das
instituições de ensino;
IV - de extensão, abertos a candidatos que
atendam aos requisitos estabelecidos em cada
caso pelas instituições de ensino.
A Universidade:
Art. 52. As universidades são instituições
pluridisciplinares de formação dos quadros profissionais
de nível superior, de pesquisa, de extensão e de domínio
e cultivo do saber humano, que se caracterizam por:
I - produção intelectual institucionalizada mediante o
estudo sistemático dos temas e problemas mais
relevantes, tanto do ponto de vista científico e cultural,
quanto regional e nacional; II - um terço do corpo
docente, pelo menos, com titulação acadêmica de
mestrado ou doutorado; III - um terço do corpo docente
em regime de tempo integral. Parágrafo único. É
facultada a criação de universidades especializadas por
campo do saber.
A Universidade:
 Tripé de intencionalidades educativas:
 1) O Ensino (incluída a aprendizagem) –
Transmissão e apropriação do saber;
 2) A Pesquisa – Construção do saber; e
 3) A Extensão – Disseminação na vida
cotidiana do saber.
Produção Científica:
Distribuição de possibilidades
As ilusões do senso comum vs a
sistematização do conhecimento:
 Informação x Conhecimento x Consciência
 Por que ano bissexto?
 4 em 4 anos? 366 dias? Tempo de volta da
Terra ao redor do Sol?
 Conhecem essa música? Vambora –
Adriana Calcanhoto
Ainda tem o seu perfume pela casa
Ainda tem você na sala /Porque meu coração
dispara/ Quando tem o seu cheiro/ Dentro de um
livro/ Dentro da noite veloz/ [...] Na cinza das horas
As ilusões do senso comum vs a
sistematização do conhecimento:
 Ferreira Gullar escreveu “Dentro da noite
veloz”, em 1975;
 Manuel Bandeira escreveu “As cinzas das
horas”, em 1917.
Competências (novas e antigas):
 Ler (para si mesmo e para outras pessoas);
 Escrever (para si mesmo e para outras
pessoas); e
 Estudar (para atingir objetivos postos
diante da própria realidade).
FIM
23

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

EducaçãO Para A Diversidade (Out09)
EducaçãO Para A Diversidade (Out09)EducaçãO Para A Diversidade (Out09)
EducaçãO Para A Diversidade (Out09)
José Oliveira Junior
 
IndagaçõEs Sobre CurríCulo
IndagaçõEs Sobre CurríCuloIndagaçõEs Sobre CurríCulo
IndagaçõEs Sobre CurríCulo
CPM
 
Projeto tic
Projeto ticProjeto tic
Projeto tic
SILCIDONA
 
Projeto tic
Projeto ticProjeto tic
Projeto tic
Joroche
 
Projeto eja power-point
Projeto  eja power-pointProjeto  eja power-point
Projeto eja power-point
midiasnaeducacaonte01
 
Saberes e Pilares da Educação
Saberes e Pilares da EducaçãoSaberes e Pilares da Educação
Saberes e Pilares da Educação
isgrupob
 
Rev ensino superior unicamp [o que é educação liberal]
Rev ensino superior unicamp [o que é educação liberal]Rev ensino superior unicamp [o que é educação liberal]
Rev ensino superior unicamp [o que é educação liberal]
Zynato Lobao
 
Edgar Morin - Os 7 saberes necessários à Educação do Futuro
Edgar Morin - Os 7 saberes necessários à Educação do FuturoEdgar Morin - Os 7 saberes necessários à Educação do Futuro
Edgar Morin - Os 7 saberes necessários à Educação do Futuro
Renata Tárrio
 
EJA
EJA EJA
Paulo freire e a educação à distância
Paulo freire e a educação à distânciaPaulo freire e a educação à distância
Paulo freire e a educação à distância
Margareth Desmarais
 
Antropologia e educação2223
Antropologia e educação2223Antropologia e educação2223
Antropologia e educação2223
Ricardo Castro
 
Aula 4: Fundamentos legais e princípios da educação brasileira
Aula 4: Fundamentos legais e princípios da educação brasileiraAula 4: Fundamentos legais e princípios da educação brasileira
Aula 4: Fundamentos legais e princípios da educação brasileira
Israel serique
 
Ead UniRio Paulo Freire
Ead UniRio   Paulo FreireEad UniRio   Paulo Freire
Ead UniRio Paulo Freire
EAD UNIRIO
 
EDUCAÇÃO POPULAR: ANÁLISE DA PRÁTICA BRASILEIRA DURANTE A DÉCADA DE 1970
EDUCAÇÃO POPULAR: ANÁLISE DA PRÁTICA BRASILEIRA DURANTE A DÉCADA DE 1970EDUCAÇÃO POPULAR: ANÁLISE DA PRÁTICA BRASILEIRA DURANTE A DÉCADA DE 1970
EDUCAÇÃO POPULAR: ANÁLISE DA PRÁTICA BRASILEIRA DURANTE A DÉCADA DE 1970
Janaina Silveira
 
Arquivo 3 eja e o mercado de trabalho
Arquivo 3   eja e o mercado de trabalhoArquivo 3   eja e o mercado de trabalho
Arquivo 3 eja e o mercado de trabalho
Laysnara Silva
 
Fasciculo eja
Fasciculo ejaFasciculo eja
Fasciculo eja
Magno Oliveira
 
Edgar Morin - Os sete saberes necessários à educação do futuro
Edgar Morin - Os sete saberes necessários à educação do futuroEdgar Morin - Os sete saberes necessários à educação do futuro
Edgar Morin - Os sete saberes necessários à educação do futuro
Jessica Cunha
 
Os desafios pedagogicos de eja
Os desafios pedagogicos de ejaOs desafios pedagogicos de eja
Os desafios pedagogicos de eja
Helena Zanotto
 
Apresentação - Seminário
Apresentação - SeminárioApresentação - Seminário
Apresentação - Seminário
tecnologiasdaeducacao
 
Projeto eja power-point
Projeto  eja power-pointProjeto  eja power-point
Projeto eja power-point
midiasnaeducacaonte01
 

Mais procurados (20)

EducaçãO Para A Diversidade (Out09)
EducaçãO Para A Diversidade (Out09)EducaçãO Para A Diversidade (Out09)
EducaçãO Para A Diversidade (Out09)
 
IndagaçõEs Sobre CurríCulo
IndagaçõEs Sobre CurríCuloIndagaçõEs Sobre CurríCulo
IndagaçõEs Sobre CurríCulo
 
Projeto tic
Projeto ticProjeto tic
Projeto tic
 
Projeto tic
Projeto ticProjeto tic
Projeto tic
 
Projeto eja power-point
Projeto  eja power-pointProjeto  eja power-point
Projeto eja power-point
 
Saberes e Pilares da Educação
Saberes e Pilares da EducaçãoSaberes e Pilares da Educação
Saberes e Pilares da Educação
 
Rev ensino superior unicamp [o que é educação liberal]
Rev ensino superior unicamp [o que é educação liberal]Rev ensino superior unicamp [o que é educação liberal]
Rev ensino superior unicamp [o que é educação liberal]
 
Edgar Morin - Os 7 saberes necessários à Educação do Futuro
Edgar Morin - Os 7 saberes necessários à Educação do FuturoEdgar Morin - Os 7 saberes necessários à Educação do Futuro
Edgar Morin - Os 7 saberes necessários à Educação do Futuro
 
EJA
EJA EJA
EJA
 
Paulo freire e a educação à distância
Paulo freire e a educação à distânciaPaulo freire e a educação à distância
Paulo freire e a educação à distância
 
Antropologia e educação2223
Antropologia e educação2223Antropologia e educação2223
Antropologia e educação2223
 
Aula 4: Fundamentos legais e princípios da educação brasileira
Aula 4: Fundamentos legais e princípios da educação brasileiraAula 4: Fundamentos legais e princípios da educação brasileira
Aula 4: Fundamentos legais e princípios da educação brasileira
 
Ead UniRio Paulo Freire
Ead UniRio   Paulo FreireEad UniRio   Paulo Freire
Ead UniRio Paulo Freire
 
EDUCAÇÃO POPULAR: ANÁLISE DA PRÁTICA BRASILEIRA DURANTE A DÉCADA DE 1970
EDUCAÇÃO POPULAR: ANÁLISE DA PRÁTICA BRASILEIRA DURANTE A DÉCADA DE 1970EDUCAÇÃO POPULAR: ANÁLISE DA PRÁTICA BRASILEIRA DURANTE A DÉCADA DE 1970
EDUCAÇÃO POPULAR: ANÁLISE DA PRÁTICA BRASILEIRA DURANTE A DÉCADA DE 1970
 
Arquivo 3 eja e o mercado de trabalho
Arquivo 3   eja e o mercado de trabalhoArquivo 3   eja e o mercado de trabalho
Arquivo 3 eja e o mercado de trabalho
 
Fasciculo eja
Fasciculo ejaFasciculo eja
Fasciculo eja
 
Edgar Morin - Os sete saberes necessários à educação do futuro
Edgar Morin - Os sete saberes necessários à educação do futuroEdgar Morin - Os sete saberes necessários à educação do futuro
Edgar Morin - Os sete saberes necessários à educação do futuro
 
Os desafios pedagogicos de eja
Os desafios pedagogicos de ejaOs desafios pedagogicos de eja
Os desafios pedagogicos de eja
 
Apresentação - Seminário
Apresentação - SeminárioApresentação - Seminário
Apresentação - Seminário
 
Projeto eja power-point
Projeto  eja power-pointProjeto  eja power-point
Projeto eja power-point
 

Destaque

Tips para sobrevivir a la universidad
Tips para sobrevivir a la universidadTips para sobrevivir a la universidad
Tips para sobrevivir a la universidad
Javier Vanesa
 
Aula 03 04 - direito penal iv - crimes contra a dignidade sexual - capítulo ii
Aula 03 04 - direito penal iv - crimes contra a dignidade sexual - capítulo iiAula 03 04 - direito penal iv - crimes contra a dignidade sexual - capítulo ii
Aula 03 04 - direito penal iv - crimes contra a dignidade sexual - capítulo ii
Urbano Felix Pugliese
 
Aula 02 direito penal i - histórico e introdução ao direito penal
Aula 02   direito penal i - histórico e introdução ao direito penalAula 02   direito penal i - histórico e introdução ao direito penal
Aula 02 direito penal i - histórico e introdução ao direito penal
Urbano Felix Pugliese
 
Aula 03 direito penal i - fontes do direito penal
Aula 03   direito penal i - fontes do direito penalAula 03   direito penal i - fontes do direito penal
Aula 03 direito penal i - fontes do direito penal
Urbano Felix Pugliese
 
Pasang ariston water heater 082122541663
Pasang ariston water heater 082122541663Pasang ariston water heater 082122541663
Pasang ariston water heater 082122541663
pasangwaterheater
 
Harga pasang water heater 082122541663
Harga pasang water heater 082122541663Harga pasang water heater 082122541663
Harga pasang water heater 082122541663
pasangwaterheater
 
HIV and AIDS - Microbiology
HIV and AIDS - MicrobiologyHIV and AIDS - Microbiology
HIV and AIDS - Microbiology
Naseem Badarna
 
Urbano Félix Pugliese do Bomfim - Uma nova visão do Princípio da Intervenção ...
Urbano Félix Pugliese do Bomfim - Uma nova visão do Princípio da Intervenção ...Urbano Félix Pugliese do Bomfim - Uma nova visão do Princípio da Intervenção ...
Urbano Félix Pugliese do Bomfim - Uma nova visão do Princípio da Intervenção ...
Urbano Felix Pugliese
 
Direito penal - Campus XV - U uadjkfwehilfneb - como estudar direito penal -...
Direito penal  - Campus XV - U uadjkfwehilfneb - como estudar direito penal -...Direito penal  - Campus XV - U uadjkfwehilfneb - como estudar direito penal -...
Direito penal - Campus XV - U uadjkfwehilfneb - como estudar direito penal -...
Urbano Felix Pugliese
 
Direito penal uneb - por quem estudar - 2017 1
Direito penal   uneb - por quem estudar - 2017 1Direito penal   uneb - por quem estudar - 2017 1
Direito penal uneb - por quem estudar - 2017 1
Urbano Felix Pugliese
 
Espiritualidade e sexualidade
Espiritualidade e sexualidadeEspiritualidade e sexualidade
Espiritualidade e sexualidade
Urbano Felix Pugliese
 
Instalasi water heater 081313462267
Instalasi water heater 081313462267Instalasi water heater 081313462267
Instalasi water heater 081313462267
pasangwaterheater
 
Jasa pasang water heater 081313462267
Jasa pasang water heater 081313462267Jasa pasang water heater 081313462267
Jasa pasang water heater 081313462267
pasangwaterheater
 
REUNION CON DIRECT X COMUNIC 1
REUNION CON DIRECT X COMUNIC 1REUNION CON DIRECT X COMUNIC 1
REUNION CON DIRECT X COMUNIC 1
Daniela María Zabala Filippini
 
CONTABILIDAD MELISSA
CONTABILIDAD MELISSACONTABILIDAD MELISSA
CONTABILIDAD MELISSA
melorios2001
 
Pengembangan Repository Perpustakaan Melalui Indonesia OneSearch
Pengembangan Repository Perpustakaan Melalui Indonesia OneSearchPengembangan Repository Perpustakaan Melalui Indonesia OneSearch
Pengembangan Repository Perpustakaan Melalui Indonesia OneSearch
Ismail Fahmi
 
Aula 04 direito penal iii - restante dos crimes
Aula 04   direito penal iii - restante dos crimesAula 04   direito penal iii - restante dos crimes
Aula 04 direito penal iii - restante dos crimes
Urbano Felix Pugliese
 
Fabrication of Organic bulk Heterojunction Solar Cell
Fabrication of Organic bulk Heterojunction Solar CellFabrication of Organic bulk Heterojunction Solar Cell
Fabrication of Organic bulk Heterojunction Solar Cell
Farzane Senobari
 
La importancia del juego en el desarrollo cognitivo de los niños
La importancia del juego en el desarrollo  cognitivo de los niños La importancia del juego en el desarrollo  cognitivo de los niños
La importancia del juego en el desarrollo cognitivo de los niños
Alberto Mejias Guevara
 
Bangladesh.power
Bangladesh.powerBangladesh.power

Destaque (20)

Tips para sobrevivir a la universidad
Tips para sobrevivir a la universidadTips para sobrevivir a la universidad
Tips para sobrevivir a la universidad
 
Aula 03 04 - direito penal iv - crimes contra a dignidade sexual - capítulo ii
Aula 03 04 - direito penal iv - crimes contra a dignidade sexual - capítulo iiAula 03 04 - direito penal iv - crimes contra a dignidade sexual - capítulo ii
Aula 03 04 - direito penal iv - crimes contra a dignidade sexual - capítulo ii
 
Aula 02 direito penal i - histórico e introdução ao direito penal
Aula 02   direito penal i - histórico e introdução ao direito penalAula 02   direito penal i - histórico e introdução ao direito penal
Aula 02 direito penal i - histórico e introdução ao direito penal
 
Aula 03 direito penal i - fontes do direito penal
Aula 03   direito penal i - fontes do direito penalAula 03   direito penal i - fontes do direito penal
Aula 03 direito penal i - fontes do direito penal
 
Pasang ariston water heater 082122541663
Pasang ariston water heater 082122541663Pasang ariston water heater 082122541663
Pasang ariston water heater 082122541663
 
Harga pasang water heater 082122541663
Harga pasang water heater 082122541663Harga pasang water heater 082122541663
Harga pasang water heater 082122541663
 
HIV and AIDS - Microbiology
HIV and AIDS - MicrobiologyHIV and AIDS - Microbiology
HIV and AIDS - Microbiology
 
Urbano Félix Pugliese do Bomfim - Uma nova visão do Princípio da Intervenção ...
Urbano Félix Pugliese do Bomfim - Uma nova visão do Princípio da Intervenção ...Urbano Félix Pugliese do Bomfim - Uma nova visão do Princípio da Intervenção ...
Urbano Félix Pugliese do Bomfim - Uma nova visão do Princípio da Intervenção ...
 
Direito penal - Campus XV - U uadjkfwehilfneb - como estudar direito penal -...
Direito penal  - Campus XV - U uadjkfwehilfneb - como estudar direito penal -...Direito penal  - Campus XV - U uadjkfwehilfneb - como estudar direito penal -...
Direito penal - Campus XV - U uadjkfwehilfneb - como estudar direito penal -...
 
Direito penal uneb - por quem estudar - 2017 1
Direito penal   uneb - por quem estudar - 2017 1Direito penal   uneb - por quem estudar - 2017 1
Direito penal uneb - por quem estudar - 2017 1
 
Espiritualidade e sexualidade
Espiritualidade e sexualidadeEspiritualidade e sexualidade
Espiritualidade e sexualidade
 
Instalasi water heater 081313462267
Instalasi water heater 081313462267Instalasi water heater 081313462267
Instalasi water heater 081313462267
 
Jasa pasang water heater 081313462267
Jasa pasang water heater 081313462267Jasa pasang water heater 081313462267
Jasa pasang water heater 081313462267
 
REUNION CON DIRECT X COMUNIC 1
REUNION CON DIRECT X COMUNIC 1REUNION CON DIRECT X COMUNIC 1
REUNION CON DIRECT X COMUNIC 1
 
CONTABILIDAD MELISSA
CONTABILIDAD MELISSACONTABILIDAD MELISSA
CONTABILIDAD MELISSA
 
Pengembangan Repository Perpustakaan Melalui Indonesia OneSearch
Pengembangan Repository Perpustakaan Melalui Indonesia OneSearchPengembangan Repository Perpustakaan Melalui Indonesia OneSearch
Pengembangan Repository Perpustakaan Melalui Indonesia OneSearch
 
Aula 04 direito penal iii - restante dos crimes
Aula 04   direito penal iii - restante dos crimesAula 04   direito penal iii - restante dos crimes
Aula 04 direito penal iii - restante dos crimes
 
Fabrication of Organic bulk Heterojunction Solar Cell
Fabrication of Organic bulk Heterojunction Solar CellFabrication of Organic bulk Heterojunction Solar Cell
Fabrication of Organic bulk Heterojunction Solar Cell
 
La importancia del juego en el desarrollo cognitivo de los niños
La importancia del juego en el desarrollo  cognitivo de los niños La importancia del juego en el desarrollo  cognitivo de los niños
La importancia del juego en el desarrollo cognitivo de los niños
 
Bangladesh.power
Bangladesh.powerBangladesh.power
Bangladesh.power
 

Semelhante a Facemp 2017 - introdução à academia

As propostas de herbart, dewey e freire
As propostas de herbart, dewey e freireAs propostas de herbart, dewey e freire
As propostas de herbart, dewey e freire
Kaio Maluf
 
Educação Superior:Ensino - Pesquisa - Extensão
Educação Superior:Ensino - Pesquisa - ExtensãoEducação Superior:Ensino - Pesquisa - Extensão
Educação Superior:Ensino - Pesquisa - Extensão
Mariangela ziede
 
Educação Superior:Ensino,Pesquisa e Extensão
Educação Superior:Ensino,Pesquisa e ExtensãoEducação Superior:Ensino,Pesquisa e Extensão
Educação Superior:Ensino,Pesquisa e Extensão
Mariangela ziede
 
Lei basessistemaeducativo
Lei basessistemaeducativoLei basessistemaeducativo
Lei basessistemaeducativo
Ministerio_Educacao
 
Lei n.º 46barra86, de 14 de outubro (lbse)
Lei n.º 46barra86, de 14 de outubro (lbse)Lei n.º 46barra86, de 14 de outubro (lbse)
Lei n.º 46barra86, de 14 de outubro (lbse)
tanilenatic
 
Lei n.º 46barra86, de 14 de outubro (lbse)
Lei n.º 46barra86, de 14 de outubro (lbse)Lei n.º 46barra86, de 14 de outubro (lbse)
Lei n.º 46barra86, de 14 de outubro (lbse)
tanilenatic
 
Regulação da Educação: Lei de Bases do Sistema Educativo, Docente: Professor...
Regulação da Educação: Lei de Bases  do Sistema Educativo, Docente: Professor...Regulação da Educação: Lei de Bases  do Sistema Educativo, Docente: Professor...
Regulação da Educação: Lei de Bases do Sistema Educativo, Docente: Professor...
A. Rui Teixeira Santos
 
Slide unidade i
Slide unidade iSlide unidade i
Estrutura e organização da educação brasileira
Estrutura e organização da educação brasileiraEstrutura e organização da educação brasileira
Estrutura e organização da educação brasileira
Aline Pivetta
 
Parecer
ParecerParecer
Parecer
miladiasn
 
Lei e dietrizes de base da educação nacional
Lei e dietrizes de base da educação nacionalLei e dietrizes de base da educação nacional
Lei e dietrizes de base da educação nacional
Solange Almeida
 
O que é educação, sua importância e finalidade
O que é educação, sua importância e finalidadeO que é educação, sua importância e finalidade
O que é educação, sua importância e finalidade
Marcelo da Fonseca
 
Projeto político pedagógico e suas implicações sobre a prática do professor u...
Projeto político pedagógico e suas implicações sobre a prática do professor u...Projeto político pedagógico e suas implicações sobre a prática do professor u...
Projeto político pedagógico e suas implicações sobre a prática do professor u...
rosemaralopes
 
Didática aula 03 01 10 2013
Didática aula 03 01 10 2013Didática aula 03 01 10 2013
Didática aula 03 01 10 2013
Rosineia Oliveira dos Santos
 
Lei de-bases-do-sistema-educativo
Lei de-bases-do-sistema-educativoLei de-bases-do-sistema-educativo
Lei de-bases-do-sistema-educativo
Ana Pinto
 
Disciplina
DisciplinaDisciplina
Disciplina
Luana Couto
 
Ensino medio (2)
Ensino medio (2)Ensino medio (2)
Ensino medio (2)
vitorino1971
 
Ensino medio (2)
Ensino medio (2)Ensino medio (2)
Ensino medio (2)
Paulo Vitorino
 
Resolução 2873
Resolução 2873Resolução 2873
Resolução 2873
Lúcia Marta de Lira
 
LDB e ECA.ppt
LDB e ECA.pptLDB e ECA.ppt
LDB e ECA.ppt
CristianeChagas10
 

Semelhante a Facemp 2017 - introdução à academia (20)

As propostas de herbart, dewey e freire
As propostas de herbart, dewey e freireAs propostas de herbart, dewey e freire
As propostas de herbart, dewey e freire
 
Educação Superior:Ensino - Pesquisa - Extensão
Educação Superior:Ensino - Pesquisa - ExtensãoEducação Superior:Ensino - Pesquisa - Extensão
Educação Superior:Ensino - Pesquisa - Extensão
 
Educação Superior:Ensino,Pesquisa e Extensão
Educação Superior:Ensino,Pesquisa e ExtensãoEducação Superior:Ensino,Pesquisa e Extensão
Educação Superior:Ensino,Pesquisa e Extensão
 
Lei basessistemaeducativo
Lei basessistemaeducativoLei basessistemaeducativo
Lei basessistemaeducativo
 
Lei n.º 46barra86, de 14 de outubro (lbse)
Lei n.º 46barra86, de 14 de outubro (lbse)Lei n.º 46barra86, de 14 de outubro (lbse)
Lei n.º 46barra86, de 14 de outubro (lbse)
 
Lei n.º 46barra86, de 14 de outubro (lbse)
Lei n.º 46barra86, de 14 de outubro (lbse)Lei n.º 46barra86, de 14 de outubro (lbse)
Lei n.º 46barra86, de 14 de outubro (lbse)
 
Regulação da Educação: Lei de Bases do Sistema Educativo, Docente: Professor...
Regulação da Educação: Lei de Bases  do Sistema Educativo, Docente: Professor...Regulação da Educação: Lei de Bases  do Sistema Educativo, Docente: Professor...
Regulação da Educação: Lei de Bases do Sistema Educativo, Docente: Professor...
 
Slide unidade i
Slide unidade iSlide unidade i
Slide unidade i
 
Estrutura e organização da educação brasileira
Estrutura e organização da educação brasileiraEstrutura e organização da educação brasileira
Estrutura e organização da educação brasileira
 
Parecer
ParecerParecer
Parecer
 
Lei e dietrizes de base da educação nacional
Lei e dietrizes de base da educação nacionalLei e dietrizes de base da educação nacional
Lei e dietrizes de base da educação nacional
 
O que é educação, sua importância e finalidade
O que é educação, sua importância e finalidadeO que é educação, sua importância e finalidade
O que é educação, sua importância e finalidade
 
Projeto político pedagógico e suas implicações sobre a prática do professor u...
Projeto político pedagógico e suas implicações sobre a prática do professor u...Projeto político pedagógico e suas implicações sobre a prática do professor u...
Projeto político pedagógico e suas implicações sobre a prática do professor u...
 
Didática aula 03 01 10 2013
Didática aula 03 01 10 2013Didática aula 03 01 10 2013
Didática aula 03 01 10 2013
 
Lei de-bases-do-sistema-educativo
Lei de-bases-do-sistema-educativoLei de-bases-do-sistema-educativo
Lei de-bases-do-sistema-educativo
 
Disciplina
DisciplinaDisciplina
Disciplina
 
Ensino medio (2)
Ensino medio (2)Ensino medio (2)
Ensino medio (2)
 
Ensino medio (2)
Ensino medio (2)Ensino medio (2)
Ensino medio (2)
 
Resolução 2873
Resolução 2873Resolução 2873
Resolução 2873
 
LDB e ECA.ppt
LDB e ECA.pptLDB e ECA.ppt
LDB e ECA.ppt
 

Mais de Urbano Felix Pugliese

Aula 12 direito penal i - o nexo de causalidade, resultado e tipicidade
Aula 12  direito penal i -  o nexo de causalidade, resultado e tipicidadeAula 12  direito penal i -  o nexo de causalidade, resultado e tipicidade
Aula 12 direito penal i - o nexo de causalidade, resultado e tipicidade
Urbano Felix Pugliese
 
Aula 11 direito penal i - a conduta na teoria do delito
Aula 11   direito penal i - a conduta na teoria do delitoAula 11   direito penal i - a conduta na teoria do delito
Aula 11 direito penal i - a conduta na teoria do delito
Urbano Felix Pugliese
 
Aula 02 direito penal iv - crimes contra a dignidade sexual - capítulo i
Aula 02   direito penal iv - crimes contra a dignidade sexual - capítulo iAula 02   direito penal iv - crimes contra a dignidade sexual - capítulo i
Aula 02 direito penal iv - crimes contra a dignidade sexual - capítulo i
Urbano Felix Pugliese
 
Aula 02 direito penal iii - introdução a parte especial
Aula 02   direito penal iii - introdução a parte especialAula 02   direito penal iii - introdução a parte especial
Aula 02 direito penal iii - introdução a parte especial
Urbano Felix Pugliese
 
Aula 02 direito penal iii - homicídio
Aula 02   direito penal iii - homicídioAula 02   direito penal iii - homicídio
Aula 02 direito penal iii - homicídio
Urbano Felix Pugliese
 
Plano da disciplina direito penal iv - 2017 1
Plano da disciplina   direito penal iv - 2017 1Plano da disciplina   direito penal iv - 2017 1
Plano da disciplina direito penal iv - 2017 1
Urbano Felix Pugliese
 
Plano da disciplina direito penal iii - 2017 1
Plano da disciplina   direito penal iii - 2017 1Plano da disciplina   direito penal iii - 2017 1
Plano da disciplina direito penal iii - 2017 1
Urbano Felix Pugliese
 
Plano da disciplina direito penal i - 2017 1
Plano da disciplina   direito penal i - 2017 1Plano da disciplina   direito penal i - 2017 1
Plano da disciplina direito penal i - 2017 1
Urbano Felix Pugliese
 
Semana juridica algemas e inocencia
Semana juridica   algemas e inocenciaSemana juridica   algemas e inocencia
Semana juridica algemas e inocencia
Urbano Felix Pugliese
 
O status sexual dos seres humanos no mundo pós humano - 2016
O status sexual dos seres humanos no mundo pós humano - 2016O status sexual dos seres humanos no mundo pós humano - 2016
O status sexual dos seres humanos no mundo pós humano - 2016
Urbano Felix Pugliese
 
Algemas
AlgemasAlgemas
Garantismo penal
Garantismo penalGarantismo penal
Garantismo penal
Urbano Felix Pugliese
 
Abolicionismo penal
Abolicionismo penalAbolicionismo penal
Abolicionismo penal
Urbano Felix Pugliese
 
Direito penal iii estelionato e outras fraudes
Direito penal iii   estelionato e outras fraudesDireito penal iii   estelionato e outras fraudes
Direito penal iii estelionato e outras fraudes
Urbano Felix Pugliese
 
Direito penal iii apropriação indébita
Direito penal iii   apropriação indébitaDireito penal iii   apropriação indébita
Direito penal iii apropriação indébita
Urbano Felix Pugliese
 
Direito penal iii dano
Direito penal iii   danoDireito penal iii   dano
Direito penal iii dano
Urbano Felix Pugliese
 
Direito penal i concurso de pessoas
Direito penal i   concurso de pessoasDireito penal i   concurso de pessoas
Direito penal i concurso de pessoas
Urbano Felix Pugliese
 
Direito penal i culpabilidade
Direito penal i   culpabilidadeDireito penal i   culpabilidade
Direito penal i culpabilidade
Urbano Felix Pugliese
 
Direito penal iii usurpação
Direito penal iii   usurpaçãoDireito penal iii   usurpação
Direito penal iii usurpação
Urbano Felix Pugliese
 
Direito penal III - Usurpação
Direito penal III   - UsurpaçãoDireito penal III   - Usurpação
Direito penal III - Usurpação
Urbano Felix Pugliese
 

Mais de Urbano Felix Pugliese (20)

Aula 12 direito penal i - o nexo de causalidade, resultado e tipicidade
Aula 12  direito penal i -  o nexo de causalidade, resultado e tipicidadeAula 12  direito penal i -  o nexo de causalidade, resultado e tipicidade
Aula 12 direito penal i - o nexo de causalidade, resultado e tipicidade
 
Aula 11 direito penal i - a conduta na teoria do delito
Aula 11   direito penal i - a conduta na teoria do delitoAula 11   direito penal i - a conduta na teoria do delito
Aula 11 direito penal i - a conduta na teoria do delito
 
Aula 02 direito penal iv - crimes contra a dignidade sexual - capítulo i
Aula 02   direito penal iv - crimes contra a dignidade sexual - capítulo iAula 02   direito penal iv - crimes contra a dignidade sexual - capítulo i
Aula 02 direito penal iv - crimes contra a dignidade sexual - capítulo i
 
Aula 02 direito penal iii - introdução a parte especial
Aula 02   direito penal iii - introdução a parte especialAula 02   direito penal iii - introdução a parte especial
Aula 02 direito penal iii - introdução a parte especial
 
Aula 02 direito penal iii - homicídio
Aula 02   direito penal iii - homicídioAula 02   direito penal iii - homicídio
Aula 02 direito penal iii - homicídio
 
Plano da disciplina direito penal iv - 2017 1
Plano da disciplina   direito penal iv - 2017 1Plano da disciplina   direito penal iv - 2017 1
Plano da disciplina direito penal iv - 2017 1
 
Plano da disciplina direito penal iii - 2017 1
Plano da disciplina   direito penal iii - 2017 1Plano da disciplina   direito penal iii - 2017 1
Plano da disciplina direito penal iii - 2017 1
 
Plano da disciplina direito penal i - 2017 1
Plano da disciplina   direito penal i - 2017 1Plano da disciplina   direito penal i - 2017 1
Plano da disciplina direito penal i - 2017 1
 
Semana juridica algemas e inocencia
Semana juridica   algemas e inocenciaSemana juridica   algemas e inocencia
Semana juridica algemas e inocencia
 
O status sexual dos seres humanos no mundo pós humano - 2016
O status sexual dos seres humanos no mundo pós humano - 2016O status sexual dos seres humanos no mundo pós humano - 2016
O status sexual dos seres humanos no mundo pós humano - 2016
 
Algemas
AlgemasAlgemas
Algemas
 
Garantismo penal
Garantismo penalGarantismo penal
Garantismo penal
 
Abolicionismo penal
Abolicionismo penalAbolicionismo penal
Abolicionismo penal
 
Direito penal iii estelionato e outras fraudes
Direito penal iii   estelionato e outras fraudesDireito penal iii   estelionato e outras fraudes
Direito penal iii estelionato e outras fraudes
 
Direito penal iii apropriação indébita
Direito penal iii   apropriação indébitaDireito penal iii   apropriação indébita
Direito penal iii apropriação indébita
 
Direito penal iii dano
Direito penal iii   danoDireito penal iii   dano
Direito penal iii dano
 
Direito penal i concurso de pessoas
Direito penal i   concurso de pessoasDireito penal i   concurso de pessoas
Direito penal i concurso de pessoas
 
Direito penal i culpabilidade
Direito penal i   culpabilidadeDireito penal i   culpabilidade
Direito penal i culpabilidade
 
Direito penal iii usurpação
Direito penal iii   usurpaçãoDireito penal iii   usurpação
Direito penal iii usurpação
 
Direito penal III - Usurpação
Direito penal III   - UsurpaçãoDireito penal III   - Usurpação
Direito penal III - Usurpação
 

Último

Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Militao Ricardo
 
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdfPROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
MiriamCamily
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
MarcoAurlioResende
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
ALEXANDRODECASTRODOS
 
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdfSequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
marcos oliveira
 
Bem -aventurados pobres de espirito.pptx
Bem -aventurados pobres de espirito.pptxBem -aventurados pobres de espirito.pptx
Bem -aventurados pobres de espirito.pptx
MarcoAurlioResende
 

Último (20)

Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
 
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdfPROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
 
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdfSequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
 
Bem -aventurados pobres de espirito.pptx
Bem -aventurados pobres de espirito.pptxBem -aventurados pobres de espirito.pptx
Bem -aventurados pobres de espirito.pptx
 

Facemp 2017 - introdução à academia

  • 1. Facemp – Santo Antônio de Jesus Prof. Dr. Urbano Félix Pugliese Oficina de introdução à academia
  • 2. O que é Educação? LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional) – Lei n. 9.394/96: Art. 1º. A educação abrange os processos formativos que se desenvolvem na vida familiar, na convivência humana, no trabalho, nas instituições de ensino e pesquisa, nos movimentos sociais e organizações da sociedade civil e nas manifestações culturais.  § 1º. Esta Lei disciplina a educação escolar, que se desenvolve, predominantemente, por meio do ensino, em instituições próprias; e  § 2º. A educação escolar deverá vincular-se ao mundo do trabalho e à prática social.
  • 3. O que é Educação? LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional) – Lei n. 9.394/96: Art. 2º. A educação, dever da família e do Estado, inspirada nos princípios de liberdade e nos ideais de solidariedade humana, tem por finalidade o pleno desenvolvimento do educando, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.  Emancipação intelectual;  Entendimento da vida e do viver; e  Mudança de comportamento para atingir objetivos propostos.
  • 4. Nomenclatura usual: LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional) – Lei n. 9.394/96 Art. 21º. A educação escolar compõe -se de: I - educação básica, formada pela educação infantil, ensino fundamental e ensino médio; e II - educação superior.
  • 5. A Educação Básica: Art. 22º. A educação básica tem por finalidades desenvolver o educando, assegurar-lhe a formação comum indispensável para o exercício da cidadania e fornecer-lhe meios para progredir no trabalho e em estudos posteriores.
  • 6. A Educação Infantil: Art. 29º. A educação infantil, primeira etapa da educação básica, tem como finalidade o desenvolvimento integral da criança de até 5 (cinco) anos, em seus aspectos físico, psicológico, intelectual e social, complementando a ação da família e da comunidade. Art. 30º. A educação infantil será oferecida em: I - creches, ou entidades equivalentes, para crianças de até três anos de idade; e II - pré-escolas, para as crianças de 4 (quatro) a 5 (cinco) anos de idade.
  • 7. O Ensino Fundamental: Art. 32. O ensino fundamental obrigatório, com duração de 9 (nove) anos, gratuito na escola pública, iniciando-se aos 6 (seis) anos de idade, terá por objetivo a formação básica do cidadão, mediante: I - o desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo como meios básicos o pleno domínio da leitura, da escrita e do cálculo; II - a compreensão do ambiente natural e social, do sistema político, da tecnologia, das artes e dos valores em que se fundamenta a sociedade;
  • 8. O Ensino Fundamental: Art. 32. III - o desenvolvimento da capacidade de aprendizagem, tendo em vista a aquisição de conhecimentos e habilidades e a formação de atitudes e valores; IV - o fortalecimento dos vínculos de família, dos laços de solidariedade humana e de tolerância recíproca em que se assenta a vida social.
  • 9. O Ensino Médio: Art. 35. O ensino médio, etapa final da educação básica, com duração mínima de três anos, terá como finalidades: I - a consolidação e o aprofundamento dos conhecimentos adquiridos no ensino fundamental, possibilitando o prosseguimento de estudos; II - a preparação básica para o trabalho e a cidadania do educando, para continuar aprendendo, de modo a ser capaz de se adaptar com flexibilidade a novas condições de ocupação ou aperfeiçoamento posteriores;
  • 10. O Ensino Médio: Art. 35. III - o aprimoramento do educando como pessoa humana, incluindo a formação ética e o desenvolvimento da autonomia intelectual e do pensamento crítico; IV - a compreensão dos fundamentos científico-tecnológicos dos processos produtivos, relacionando a teoria com a prática, no ensino de cada disciplina.
  • 11. O Ensino Superior: Art. 43. A educação superior tem por finalidade: I - estimular a criação cultural e o desenvolvimento do espírito científico e do pensamento reflexivo; II - formar diplomados nas diferentes áreas de conhecimento, aptos para a inserção em setores profissionais e para a participação no desenvolvimento da sociedade brasileira, e colaborar na sua formação contínua;
  • 12. O Ensino Superior: Art. 43. A educação superior tem por finalidade: III - incentivar o trabalho de pesquisa e investigação científica, visando o desenvolvimento da ciência e da tecnologia e da criação e difusão da cultura, e, desse modo, desenvolver o entendimento do homem e do meio em que vive; IV - promover a divulgação de conhecimentos culturais, científicos e técnicos que constituem patrimônio da humanidade e comunicar o saber através do ensino, de publicações ou de outras formas de comunicação;
  • 13. O Ensino Superior: Art. 43. A educação superior tem por finalidade: V - suscitar o desejo permanente de aperfeiçoamento cultural e profissional e possibilitar a correspondente concretização, integrando os conhecimentos que vão sendo adquiridos numa estrutura intelectual sistematizadora do conhecimento de cada geração; VI - estimular o conhecimento dos problemas do mundo presente, em particular os nacionais e regionais, prestar serviços especializados à comunidade e estabelecer com esta uma relação de reciprocidade;
  • 14. O Ensino Superior: Art. 43. A educação superior tem por finalidade: VII - promover a extensão, aberta à participação da população, visando à difusão das conquistas e benefícios resultantes da criação cultural e da pesquisa científica e tecnológica geradas na instituição; e VIII - atuar em favor da universalização e do aprimoramento da educação básica, mediante a formação e a capacitação de profissionais, a realização de pesquisas pedagógicas e o desenvolvimento de atividades de extensão que aproximem os dois níveis escolares.
  • 15. O Ensino Superior: Art. 44. A educação superior abrangerá os seguintes cursos e programas: I - cursos sequenciais por campo de saber, de diferentes níveis de abrangência, abertos a candidatos que atendam aos requisitos estabelecidos pelas instituições de ensino, desde que tenham concluído o ensino médio ou equivalente; II - de graduação, abertos a candidatos que tenham concluído o ensino médio ou equivalente e tenham sido classificados em processo seletivo;
  • 16. O Ensino Superior: Art. 44. A educação superior abrangerá os seguintes cursos e programas: III - de pós-graduação, compreendendo programas de mestrado e doutorado, cursos de especialização, aperfeiçoamento e outros, abertos a candidatos diplomados em cursos de graduação e que atendam às exigências das instituições de ensino; IV - de extensão, abertos a candidatos que atendam aos requisitos estabelecidos em cada caso pelas instituições de ensino.
  • 17. A Universidade: Art. 52. As universidades são instituições pluridisciplinares de formação dos quadros profissionais de nível superior, de pesquisa, de extensão e de domínio e cultivo do saber humano, que se caracterizam por: I - produção intelectual institucionalizada mediante o estudo sistemático dos temas e problemas mais relevantes, tanto do ponto de vista científico e cultural, quanto regional e nacional; II - um terço do corpo docente, pelo menos, com titulação acadêmica de mestrado ou doutorado; III - um terço do corpo docente em regime de tempo integral. Parágrafo único. É facultada a criação de universidades especializadas por campo do saber.
  • 18. A Universidade:  Tripé de intencionalidades educativas:  1) O Ensino (incluída a aprendizagem) – Transmissão e apropriação do saber;  2) A Pesquisa – Construção do saber; e  3) A Extensão – Disseminação na vida cotidiana do saber.
  • 20. As ilusões do senso comum vs a sistematização do conhecimento:  Informação x Conhecimento x Consciência  Por que ano bissexto?  4 em 4 anos? 366 dias? Tempo de volta da Terra ao redor do Sol?  Conhecem essa música? Vambora – Adriana Calcanhoto Ainda tem o seu perfume pela casa Ainda tem você na sala /Porque meu coração dispara/ Quando tem o seu cheiro/ Dentro de um livro/ Dentro da noite veloz/ [...] Na cinza das horas
  • 21. As ilusões do senso comum vs a sistematização do conhecimento:  Ferreira Gullar escreveu “Dentro da noite veloz”, em 1975;  Manuel Bandeira escreveu “As cinzas das horas”, em 1917.
  • 22. Competências (novas e antigas):  Ler (para si mesmo e para outras pessoas);  Escrever (para si mesmo e para outras pessoas); e  Estudar (para atingir objetivos postos diante da própria realidade).