SlideShare uma empresa Scribd logo
A Fisioterapia na Doença
de Alzheimer
Janiele Chaves Duarte
Estudante de Fisioterapia
Introdução
O que é a doença de Alzheimer?
 É um distúrbio neurológico degenerativo e progressivo que
aparece de forma insidiosa e constante associada ao
envelhecimento,causando perda de memória e confusão
mental,perda da capacidade de comportamento, habilidade
de pensamento, alterações de humor, de raciocínio,
desconfiança, irritabilidade, impaciência e agressividade.
Doença de Alzheimer
 O Mal de Alzheimer ou doença de Alzheimer foi descrita
em 1907, pelo médico alemão Alois Alzheimer, e é uma forma
de demência que acontece entre os idosos com 60 anos ou
mais.
 No Brasil, estima-se que 6% da população brasileira acima
de 60 anos tenham a enfermidade.
Sinais e Sintomas
 Os sintomas iniciais são esquecimentos de fatos recentes,
dificuldade em memorizar situações, nomes, lugares e
repetição de histórias antigas. Com a progressão da doença
esses sinais vão se agravando levando à perda da memória
recente e antiga e dificuldades na socialização.
Fases de Evolução da Doença:
 Fase Inicial: A pessoa está consciente, percebe que algo
está errado; existe a perda da memória recente, dificuldade
para aprender e guardar novas informações.
 Fase Intermediária: O paciente é incapaz de aprender e de
guardar novas informações; tem dificuldade para reconhecer
familiares e amigos; requer assistência para as atividades de
vida diária; precisa-se de supervisão em tempo integral.
 Fase Final,Grave ou Terminal : O paciente é totalmente
incapaz de andar, totalmente dependente, incontinente,
comunica-se por gritos ou grunhidos. Risco aumentado pela
imobilidade, pode apresentar pneumonia, desnutrição e
úlcera por pressão, advindo ao óbito.
A importancia da Fisioterapia na
Doença de Alzheimer
 A fisioterapia, através de exercícios específicos, pretende
evitar ou diminuir complicações e deformidades, manter ou
melhorar as amplitudes de movimento, melhorar o equilíbrio
tentando prevenir a ocorrência de quedas, prevenir os danos
motores,melhorar a força muscular, treinar a realização de
AVD’s tentando prolongar a independência da pessoa e
melhorar a sua qualidade de vida.
A importancia da Fisioterapia na
Doença de Alzheimer
 Na fase mais avançada da doença, quando a pessoa passa a
maior parte do tempo restrito ao leito, a fisioterapia é
importante para minimizar as complicações da síndrome de
imobilização, nomeadamente os encurtamentos musculares e
a perda da força muscular, o aparecimento de úlceras de
pressão (escaras), trombose, prisão de ventre e pneumonia,
entre outros.
Objetivos da Reabilitação
Fisioterápica
 Diminuir a progressão e efeitos dos sintomas da doença,
 Evitar ou diminuir complicações e deformidades,
 Manter as capacidades funcionais do paciente (sistema
cardiorrespiratório),
 Manter ou devolver a ADM funcional das articulações,
 Evitar contraturas e encurtamento musculares (imobilização
no leito),
 Evitar a atrofia por desuso e fraqueza muscular,
Objetivos da Reabilitação
Fisioterápica
 Incentivar e promover o funcionamento motor e mobilidade,
 Orientação sobre as posturas corretas,
 Treino do padrão da marcha,
 Trabalhar os padrões do funcionamento sistema respiratório
(fala, respiração, expansão e mobilidade torácica),
 Manter ou recuperar a independência funcional nas
atividades de vida diária.
Exercícios indicados para
Alzheimer
 Exercícios para propriocepção e equilíbrio são fundamentais
para a desenvoltura do paciente, como exercícios com
bastões, bola, descarga de peso gradual, andadores.
 Realizar atividades em que se estimule o raciocínio do
paciente, como atividades de escrever, decorar palavras,
nomear objetos, que levam a um estímulo da memória (7).
Alguns exemplos de exercícios
simples para o Alzheimer:
 Andar pela casa;
 Colocar uma bola de plástico em cima da cabeça;
 Treinar o escovar o dentes e pentear o cabelo;
 Dançar;
 Ficar num pé só
 Andar de lado.
Conclusão
 Apesar de ser um distúrbio do sistema nervoso central,
degenerativo e irreversível que leva a piora de funções
cognitivas e funcionais, os tratamentos fisioterápicos
podem garantir uma melhoria na qualidade de vida.
O tratamento fisioterapeutico ajuda a melhorar o
desenvolvimento do paciente de acordo com sua
limitações,tornando-o mais ativo com o objetivo de
amenizar os sintomas.
O apoio da família do paciente é fundamental para que a
pessoa tenha bons resultados no tratamento da doença.
Referências
 O´sullivan S.B., Schimitz T.J., Fisioterapia: Avaliação e
Tratamentos. 3 Ed. São Paulo. Manole, 2003.
 Umphred, Darcy Ann. Fisioterapia Neurológica. 2.ed. São
Paulo: Manole, 1994
 Compton, Ann et al., Fisioterapia na terceira idade. São
Paulo: Santos, 2002.
 Kottke, Frederic J.; Lehmann, Justus F. Tratado de Medicina
Física e Reabilitação de Krusen.. 4 Ed. São Paulo:
Manole,1994.
 http://physioclem.blogspot.com.br/2013/02/a-fisioterapia-na-
doenca-de-alzheimer.html
Obrigada!!!

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Doença de alzheimer na fisioterapia suas causas

Doença de Alzheimer
Doença de AlzheimerDoença de Alzheimer
Doença de Alzheimer
Tatiane Ghisi Mendes
 
Doença de alzheimer
Doença de alzheimerDoença de alzheimer
Doença de alzheimer
Filipe Leal
 
Trab.Saúde mental do idoso usando escala de MEEM
Trab.Saúde mental do idoso usando escala de MEEMTrab.Saúde mental do idoso usando escala de MEEM
Trab.Saúde mental do idoso usando escala de MEEM
Luciane Santana
 
Demência de Alzheimer HD
Demência de Alzheimer HDDemência de Alzheimer HD
Demência de Alzheimer HD
Jorge Almeida
 
Mal de alzheimer
Mal de alzheimerMal de alzheimer
Mal de alzheimer
Bruna M
 
Ng3-Doença de Alzheimer
Ng3-Doença de AlzheimerNg3-Doença de Alzheimer
Ng3-Doença de Alzheimer
AT
 
Projeto famec criativa
Projeto famec criativaProjeto famec criativa
Projeto famec criativa
GraziSantos13
 
Alzheimer grupo 1.docx
Alzheimer grupo 1.docxAlzheimer grupo 1.docx
Alzheimer grupo 1.docx
IsabelCristinaAlmeid5
 
doença de alzheimer.pptx
doença de alzheimer.pptxdoença de alzheimer.pptx
doença de alzheimer.pptx
SilviaLouro2
 
Alzheimer
AlzheimerAlzheimer
Mal de alzheimer
Mal de alzheimerMal de alzheimer
Mal de alzheimer
Aline Lima
 
Demência: Alzheimer & Parkinson
Demência: Alzheimer & ParkinsonDemência: Alzheimer & Parkinson
Demência: Alzheimer & Parkinson
Helena13dias
 
Dsnervooso 1232367792130399-3
Dsnervooso 1232367792130399-3Dsnervooso 1232367792130399-3
Dsnervooso 1232367792130399-3
Pelo Siro
 
Mitos e verdades
Mitos e verdadesMitos e verdades
Mitos e verdades
Raquel Dimenstein
 
Alzheimer ppt
Alzheimer pptAlzheimer ppt
Alzheimer ppt
Adrianne Mendonça
 
Alzheimer atualizado
Alzheimer atualizadoAlzheimer atualizado
Alzheimer atualizado
Misterios10
 
OSTEOPOROSE - QUEDA -PRINCIPAIS SIND - EXATO.pptx
OSTEOPOROSE - QUEDA -PRINCIPAIS SIND - EXATO.pptxOSTEOPOROSE - QUEDA -PRINCIPAIS SIND - EXATO.pptx
OSTEOPOROSE - QUEDA -PRINCIPAIS SIND - EXATO.pptx
VivianePereira485260
 
Seminário alzheimer.
Seminário alzheimer.Seminário alzheimer.
Seminário alzheimer.
Solange Leite
 
Alzheimer terapias complementares
Alzheimer terapias complementaresAlzheimer terapias complementares
Alzheimer terapias complementares
Luciana Mateus
 
Alzheimer
AlzheimerAlzheimer
Alzheimer
Lisa de Sousa
 

Semelhante a Doença de alzheimer na fisioterapia suas causas (20)

Doença de Alzheimer
Doença de AlzheimerDoença de Alzheimer
Doença de Alzheimer
 
Doença de alzheimer
Doença de alzheimerDoença de alzheimer
Doença de alzheimer
 
Trab.Saúde mental do idoso usando escala de MEEM
Trab.Saúde mental do idoso usando escala de MEEMTrab.Saúde mental do idoso usando escala de MEEM
Trab.Saúde mental do idoso usando escala de MEEM
 
Demência de Alzheimer HD
Demência de Alzheimer HDDemência de Alzheimer HD
Demência de Alzheimer HD
 
Mal de alzheimer
Mal de alzheimerMal de alzheimer
Mal de alzheimer
 
Ng3-Doença de Alzheimer
Ng3-Doença de AlzheimerNg3-Doença de Alzheimer
Ng3-Doença de Alzheimer
 
Projeto famec criativa
Projeto famec criativaProjeto famec criativa
Projeto famec criativa
 
Alzheimer grupo 1.docx
Alzheimer grupo 1.docxAlzheimer grupo 1.docx
Alzheimer grupo 1.docx
 
doença de alzheimer.pptx
doença de alzheimer.pptxdoença de alzheimer.pptx
doença de alzheimer.pptx
 
Alzheimer
AlzheimerAlzheimer
Alzheimer
 
Mal de alzheimer
Mal de alzheimerMal de alzheimer
Mal de alzheimer
 
Demência: Alzheimer & Parkinson
Demência: Alzheimer & ParkinsonDemência: Alzheimer & Parkinson
Demência: Alzheimer & Parkinson
 
Dsnervooso 1232367792130399-3
Dsnervooso 1232367792130399-3Dsnervooso 1232367792130399-3
Dsnervooso 1232367792130399-3
 
Mitos e verdades
Mitos e verdadesMitos e verdades
Mitos e verdades
 
Alzheimer ppt
Alzheimer pptAlzheimer ppt
Alzheimer ppt
 
Alzheimer atualizado
Alzheimer atualizadoAlzheimer atualizado
Alzheimer atualizado
 
OSTEOPOROSE - QUEDA -PRINCIPAIS SIND - EXATO.pptx
OSTEOPOROSE - QUEDA -PRINCIPAIS SIND - EXATO.pptxOSTEOPOROSE - QUEDA -PRINCIPAIS SIND - EXATO.pptx
OSTEOPOROSE - QUEDA -PRINCIPAIS SIND - EXATO.pptx
 
Seminário alzheimer.
Seminário alzheimer.Seminário alzheimer.
Seminário alzheimer.
 
Alzheimer terapias complementares
Alzheimer terapias complementaresAlzheimer terapias complementares
Alzheimer terapias complementares
 
Alzheimer
AlzheimerAlzheimer
Alzheimer
 

Mais de RenataPinto44

CONHEC ESPECÍFIC- AULA 06.pptxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
CONHEC ESPECÍFIC- AULA 06.pptxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxCONHEC ESPECÍFIC- AULA 06.pptxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
CONHEC ESPECÍFIC- AULA 06.pptxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
RenataPinto44
 
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS - PRIMEIROS SOCORROS.ppt
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS - PRIMEIROS SOCORROS.pptCONHECIMENTOS ESPECÍFICOS - PRIMEIROS SOCORROS.ppt
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS - PRIMEIROS SOCORROS.ppt
RenataPinto44
 
Tipos de demência, no idoso e fatores de risco.
Tipos de demência, no idoso e fatores de risco.Tipos de demência, no idoso e fatores de risco.
Tipos de demência, no idoso e fatores de risco.
RenataPinto44
 
Geriatria, saúde do idoso, avaliação geriatra.
Geriatria, saúde do idoso, avaliação geriatra.Geriatria, saúde do idoso, avaliação geriatra.
Geriatria, saúde do idoso, avaliação geriatra.
RenataPinto44
 
A conquista e o processo de ocupação da Amazônia.ppt
A conquista e o processo de ocupação da Amazônia.pptA conquista e o processo de ocupação da Amazônia.ppt
A conquista e o processo de ocupação da Amazônia.ppt
RenataPinto44
 
A cartografia e as novas tecnologias.ppt
A cartografia e as novas tecnologias.pptA cartografia e as novas tecnologias.ppt
A cartografia e as novas tecnologias.ppt
RenataPinto44
 

Mais de RenataPinto44 (6)

CONHEC ESPECÍFIC- AULA 06.pptxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
CONHEC ESPECÍFIC- AULA 06.pptxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxCONHEC ESPECÍFIC- AULA 06.pptxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
CONHEC ESPECÍFIC- AULA 06.pptxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
 
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS - PRIMEIROS SOCORROS.ppt
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS - PRIMEIROS SOCORROS.pptCONHECIMENTOS ESPECÍFICOS - PRIMEIROS SOCORROS.ppt
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS - PRIMEIROS SOCORROS.ppt
 
Tipos de demência, no idoso e fatores de risco.
Tipos de demência, no idoso e fatores de risco.Tipos de demência, no idoso e fatores de risco.
Tipos de demência, no idoso e fatores de risco.
 
Geriatria, saúde do idoso, avaliação geriatra.
Geriatria, saúde do idoso, avaliação geriatra.Geriatria, saúde do idoso, avaliação geriatra.
Geriatria, saúde do idoso, avaliação geriatra.
 
A conquista e o processo de ocupação da Amazônia.ppt
A conquista e o processo de ocupação da Amazônia.pptA conquista e o processo de ocupação da Amazônia.ppt
A conquista e o processo de ocupação da Amazônia.ppt
 
A cartografia e as novas tecnologias.ppt
A cartografia e as novas tecnologias.pptA cartografia e as novas tecnologias.ppt
A cartografia e as novas tecnologias.ppt
 

Último

MICROBIOLOGIA E PARASITOLOGIA na Enfermagem
MICROBIOLOGIA E PARASITOLOGIA na EnfermagemMICROBIOLOGIA E PARASITOLOGIA na Enfermagem
MICROBIOLOGIA E PARASITOLOGIA na Enfermagem
sidneyjmg
 
Historia de FLORENCE NIGHTINGALE na enfermagem
Historia de FLORENCE NIGHTINGALE na enfermagemHistoria de FLORENCE NIGHTINGALE na enfermagem
Historia de FLORENCE NIGHTINGALE na enfermagem
sidneyjmg
 
3° Aula.ppt historia do Sistema Unico de Saude
3° Aula.ppt historia do Sistema Unico de Saude3° Aula.ppt historia do Sistema Unico de Saude
3° Aula.ppt historia do Sistema Unico de Saude
WilberthLincoln1
 
higienização de espaços e equipamentos
higienização de    espaços e equipamentoshigienização de    espaços e equipamentos
higienização de espaços e equipamentos
Manuel Pacheco Vieira
 
AULA BANHO NO LEITO DE ENFERMAGEM...pptx
AULA BANHO NO LEITO DE ENFERMAGEM...pptxAULA BANHO NO LEITO DE ENFERMAGEM...pptx
AULA BANHO NO LEITO DE ENFERMAGEM...pptx
DiegoFernandes857616
 
Principios do treinamento desportivo. Ed Física
Principios do treinamento desportivo. Ed FísicaPrincipios do treinamento desportivo. Ed Física
Principios do treinamento desportivo. Ed Física
AllanNovais4
 
Teoria de enfermagem de Callista Roy.pdf
Teoria de enfermagem de Callista Roy.pdfTeoria de enfermagem de Callista Roy.pdf
Teoria de enfermagem de Callista Roy.pdf
jhordana1
 
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
jhordana1
 
643727227-7233-Afetvidade-e-sexualidade-das-pessoas-com-deficie-ncia-mental.pptx
643727227-7233-Afetvidade-e-sexualidade-das-pessoas-com-deficie-ncia-mental.pptx643727227-7233-Afetvidade-e-sexualidade-das-pessoas-com-deficie-ncia-mental.pptx
643727227-7233-Afetvidade-e-sexualidade-das-pessoas-com-deficie-ncia-mental.pptx
SusanaMatos22
 
doenças transmitidas pelas arboviroses ARBOVIROSES - GALGON.pptx
doenças transmitidas pelas arboviroses ARBOVIROSES - GALGON.pptxdoenças transmitidas pelas arboviroses ARBOVIROSES - GALGON.pptx
doenças transmitidas pelas arboviroses ARBOVIROSES - GALGON.pptx
ccursog
 
Bioquímica [Salvo automaticamente] [Salvo automaticamente].pptx
Bioquímica [Salvo automaticamente] [Salvo automaticamente].pptxBioquímica [Salvo automaticamente] [Salvo automaticamente].pptx
Bioquímica [Salvo automaticamente] [Salvo automaticamente].pptx
BeatrizLittig1
 

Último (11)

MICROBIOLOGIA E PARASITOLOGIA na Enfermagem
MICROBIOLOGIA E PARASITOLOGIA na EnfermagemMICROBIOLOGIA E PARASITOLOGIA na Enfermagem
MICROBIOLOGIA E PARASITOLOGIA na Enfermagem
 
Historia de FLORENCE NIGHTINGALE na enfermagem
Historia de FLORENCE NIGHTINGALE na enfermagemHistoria de FLORENCE NIGHTINGALE na enfermagem
Historia de FLORENCE NIGHTINGALE na enfermagem
 
3° Aula.ppt historia do Sistema Unico de Saude
3° Aula.ppt historia do Sistema Unico de Saude3° Aula.ppt historia do Sistema Unico de Saude
3° Aula.ppt historia do Sistema Unico de Saude
 
higienização de espaços e equipamentos
higienização de    espaços e equipamentoshigienização de    espaços e equipamentos
higienização de espaços e equipamentos
 
AULA BANHO NO LEITO DE ENFERMAGEM...pptx
AULA BANHO NO LEITO DE ENFERMAGEM...pptxAULA BANHO NO LEITO DE ENFERMAGEM...pptx
AULA BANHO NO LEITO DE ENFERMAGEM...pptx
 
Principios do treinamento desportivo. Ed Física
Principios do treinamento desportivo. Ed FísicaPrincipios do treinamento desportivo. Ed Física
Principios do treinamento desportivo. Ed Física
 
Teoria de enfermagem de Callista Roy.pdf
Teoria de enfermagem de Callista Roy.pdfTeoria de enfermagem de Callista Roy.pdf
Teoria de enfermagem de Callista Roy.pdf
 
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
 
643727227-7233-Afetvidade-e-sexualidade-das-pessoas-com-deficie-ncia-mental.pptx
643727227-7233-Afetvidade-e-sexualidade-das-pessoas-com-deficie-ncia-mental.pptx643727227-7233-Afetvidade-e-sexualidade-das-pessoas-com-deficie-ncia-mental.pptx
643727227-7233-Afetvidade-e-sexualidade-das-pessoas-com-deficie-ncia-mental.pptx
 
doenças transmitidas pelas arboviroses ARBOVIROSES - GALGON.pptx
doenças transmitidas pelas arboviroses ARBOVIROSES - GALGON.pptxdoenças transmitidas pelas arboviroses ARBOVIROSES - GALGON.pptx
doenças transmitidas pelas arboviroses ARBOVIROSES - GALGON.pptx
 
Bioquímica [Salvo automaticamente] [Salvo automaticamente].pptx
Bioquímica [Salvo automaticamente] [Salvo automaticamente].pptxBioquímica [Salvo automaticamente] [Salvo automaticamente].pptx
Bioquímica [Salvo automaticamente] [Salvo automaticamente].pptx
 

Doença de alzheimer na fisioterapia suas causas

  • 1. A Fisioterapia na Doença de Alzheimer Janiele Chaves Duarte Estudante de Fisioterapia
  • 2. Introdução O que é a doença de Alzheimer?  É um distúrbio neurológico degenerativo e progressivo que aparece de forma insidiosa e constante associada ao envelhecimento,causando perda de memória e confusão mental,perda da capacidade de comportamento, habilidade de pensamento, alterações de humor, de raciocínio, desconfiança, irritabilidade, impaciência e agressividade.
  • 3.
  • 4. Doença de Alzheimer  O Mal de Alzheimer ou doença de Alzheimer foi descrita em 1907, pelo médico alemão Alois Alzheimer, e é uma forma de demência que acontece entre os idosos com 60 anos ou mais.  No Brasil, estima-se que 6% da população brasileira acima de 60 anos tenham a enfermidade.
  • 5. Sinais e Sintomas  Os sintomas iniciais são esquecimentos de fatos recentes, dificuldade em memorizar situações, nomes, lugares e repetição de histórias antigas. Com a progressão da doença esses sinais vão se agravando levando à perda da memória recente e antiga e dificuldades na socialização.
  • 6. Fases de Evolução da Doença:  Fase Inicial: A pessoa está consciente, percebe que algo está errado; existe a perda da memória recente, dificuldade para aprender e guardar novas informações.  Fase Intermediária: O paciente é incapaz de aprender e de guardar novas informações; tem dificuldade para reconhecer familiares e amigos; requer assistência para as atividades de vida diária; precisa-se de supervisão em tempo integral.  Fase Final,Grave ou Terminal : O paciente é totalmente incapaz de andar, totalmente dependente, incontinente, comunica-se por gritos ou grunhidos. Risco aumentado pela imobilidade, pode apresentar pneumonia, desnutrição e úlcera por pressão, advindo ao óbito.
  • 7. A importancia da Fisioterapia na Doença de Alzheimer  A fisioterapia, através de exercícios específicos, pretende evitar ou diminuir complicações e deformidades, manter ou melhorar as amplitudes de movimento, melhorar o equilíbrio tentando prevenir a ocorrência de quedas, prevenir os danos motores,melhorar a força muscular, treinar a realização de AVD’s tentando prolongar a independência da pessoa e melhorar a sua qualidade de vida.
  • 8. A importancia da Fisioterapia na Doença de Alzheimer  Na fase mais avançada da doença, quando a pessoa passa a maior parte do tempo restrito ao leito, a fisioterapia é importante para minimizar as complicações da síndrome de imobilização, nomeadamente os encurtamentos musculares e a perda da força muscular, o aparecimento de úlceras de pressão (escaras), trombose, prisão de ventre e pneumonia, entre outros.
  • 9. Objetivos da Reabilitação Fisioterápica  Diminuir a progressão e efeitos dos sintomas da doença,  Evitar ou diminuir complicações e deformidades,  Manter as capacidades funcionais do paciente (sistema cardiorrespiratório),  Manter ou devolver a ADM funcional das articulações,  Evitar contraturas e encurtamento musculares (imobilização no leito),  Evitar a atrofia por desuso e fraqueza muscular,
  • 10. Objetivos da Reabilitação Fisioterápica  Incentivar e promover o funcionamento motor e mobilidade,  Orientação sobre as posturas corretas,  Treino do padrão da marcha,  Trabalhar os padrões do funcionamento sistema respiratório (fala, respiração, expansão e mobilidade torácica),  Manter ou recuperar a independência funcional nas atividades de vida diária.
  • 11. Exercícios indicados para Alzheimer  Exercícios para propriocepção e equilíbrio são fundamentais para a desenvoltura do paciente, como exercícios com bastões, bola, descarga de peso gradual, andadores.  Realizar atividades em que se estimule o raciocínio do paciente, como atividades de escrever, decorar palavras, nomear objetos, que levam a um estímulo da memória (7).
  • 12. Alguns exemplos de exercícios simples para o Alzheimer:  Andar pela casa;  Colocar uma bola de plástico em cima da cabeça;  Treinar o escovar o dentes e pentear o cabelo;  Dançar;  Ficar num pé só  Andar de lado.
  • 13. Conclusão  Apesar de ser um distúrbio do sistema nervoso central, degenerativo e irreversível que leva a piora de funções cognitivas e funcionais, os tratamentos fisioterápicos podem garantir uma melhoria na qualidade de vida. O tratamento fisioterapeutico ajuda a melhorar o desenvolvimento do paciente de acordo com sua limitações,tornando-o mais ativo com o objetivo de amenizar os sintomas. O apoio da família do paciente é fundamental para que a pessoa tenha bons resultados no tratamento da doença.
  • 14. Referências  O´sullivan S.B., Schimitz T.J., Fisioterapia: Avaliação e Tratamentos. 3 Ed. São Paulo. Manole, 2003.  Umphred, Darcy Ann. Fisioterapia Neurológica. 2.ed. São Paulo: Manole, 1994  Compton, Ann et al., Fisioterapia na terceira idade. São Paulo: Santos, 2002.  Kottke, Frederic J.; Lehmann, Justus F. Tratado de Medicina Física e Reabilitação de Krusen.. 4 Ed. São Paulo: Manole,1994.  http://physioclem.blogspot.com.br/2013/02/a-fisioterapia-na- doenca-de-alzheimer.html