Teorias Da Aprendizagem Material Para Alunos

150.983 visualizações

Publicada em

sou aluna do curso de letras
esse slide deve ajudar muito

Publicada em: Educação, Turismo, Tecnologia
11 comentários
66 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
150.983
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6.547
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5.327
Comentários
11
Gostaram
66
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Teorias Da Aprendizagem Material Para Alunos

  1. 1. Teorias da Aprendizagem
  2. 2. O QUE SABEMOS SOBRE APRENDIZAGEM? <ul><li>A Aprendizagem é ativa? </li></ul><ul><li>A Aprendizagem é um processo individual? </li></ul><ul><li>A Aprendizagem é um processo social? </li></ul><ul><li>A Aprendizagem significa mudança? </li></ul><ul><li>A Aprendizagem nunca é completa? </li></ul><ul><li>A Aprendizagem pode ser agradável? </li></ul>
  3. 3. Teorias da Aprendizagem O QUE SABEMOS SOBRE APRENDIZAGEM? <ul><li>A Aprendizagem é ativa? </li></ul><ul><li>A Aprendizagem é um processo individual? </li></ul><ul><li>A Aprendizagem é um processo social? </li></ul><ul><li>A Aprendizagem significa mudança? </li></ul><ul><li>A Aprendizagem nunca é completa? </li></ul><ul><li>A Aprendizagem pode ser agradável? </li></ul>
  4. 4. O que é uma teoria? O que é uma teoria da aprendizagem ? É muito mais que uma explicação, descrição ou representação da realidade de um determinado objeto no contexto das relações entre homem natureza e sociedade. A teoria é um discurso que extrapola uma mera descrição da realidade, mas a própria construção do conhecimento e da realidade em um determinado espaço/tempo/histórico.Cada teoria apresenta os conceitos e questões relacionadas aos interesses do discurso ao qual está implicada.
  5. 5. Teorias da aprendizagem Bases: econômica sócio-histórico-cultural filosófica. Implicações para a Prática Pedagógica – Currículo.
  6. 6. Aprendizagem <ul><li>&quot;Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância&quot;. </li></ul><ul><ul><li>- Sócrates </li></ul></ul><ul><li>&quot;Educai as crianças, para que não seja necessário punir os adultos&quot;. </li></ul><ul><ul><li>- Pitágoras </li></ul></ul><ul><li>&quot;Você não pode ensinar nada a um homem; você pode apenas ajudá-lo a encontrar a resposta dentro dele mesmo&quot;. </li></ul><ul><ul><li>- Galileu Galilei </li></ul></ul>É o processo através do qual vencemos cada passo do caminho desde que respiramos pela primeira vez; a transformação que ocorre no cérebro sempre que uma nova informação é integrada, que uma nova habilidade é dominada.
  7. 7. Os Tipos elementos de Aprendizagem Segundo alguns estudiosos, a aprendizagem é o processo de alteração de conduta de um indivíduo, seja por condicionamento, experiência ou ambos. Existem três elementos fundamentais : A situação estimuladora , a pessoa que aprende e a resposta. Teoria do condicionamento – Skinner Epistemologia genética,cognitivista - Jean Piaget Teoria cognitiva – John Dewey Segundo os teóricos, a aprendizagem é definida como o processo de apreensão pelo indivíduo, do conteúdo da experiência humana de forma interativa com seu meio.
  8. 8. Teoria comportamentalista Nesse tipo de aprendizagem o comportamento segundo a psicologia é compreendido para poder prevê-lo e se possível modificá-lo. A resposta ocorre, mas ou menos por acaso e, então recompensa. estimulo – resposta- recompensa Esse tipo de condicionamento enfatiza a associação da resposta desejada a um reforço, que leve o indivíduo a repetir a mesma reposta em situações futuras. De acordo com o pensamento comportamentalista, a conduta dos indivíduos é observável e mensurável, similarmente aos fatos e eventos nas ciências naturais e nas exatas. Skinner ( 1953) Tornou-se o representante mais importante da escola comportamental
  9. 9. <ul><li>Para a Teoria Cognitiva , a aprendizagem coincide com o raciocínio ou a solução de problemas, que se faz em seis passos: </li></ul><ul><li>Noção de um problema </li></ul><ul><li>Esclarecimento do problema </li></ul><ul><li>Aparecimento das hipóteses; </li></ul><ul><li>Seleção da hipótese mais provável; </li></ul><ul><li>Verificação das hipóteses </li></ul><ul><li>Generalização </li></ul><ul><li>A fim de estimular a solução de problemas , a escol deve aproximar o ensino da vida real, deixar margem para a independência , apresentar a matéria em forma de problema, utilizar uma linguagem acessível, favorecer o trabalho em grupo e estimular a participação dos alunos. </li></ul>Teoria Cognitiva
  10. 10. Aprendizagem Cognitiva Segundo Ausubel, é a integração do conteúdo aprendido numa edificação mental ordenada. O conteúdo previamente detido pelo indivíduo representa um forte influenciador do processo de aprendizagem. Novos dados serão assimilados e armazenados na razão direta da qualidade da Estrutura Cognitiva prévia do aprendiz. Esse processo de associação de informações interrelacionadas denomina-se Aprendizagem Significativa .
  11. 11. A ideia central da teoria da aprendizagem significativa <ul><li>Se tivesse que reduzir toda a psicologia educacional a um único princípio, enunciaria este: de todos os factores que influenciam a aprendizagem, o mais importante é o que o aluno já sabe. Averigue o que o aluno sabe e ensine-se em conformidade.( D. Ausubel, 1968 ). </li></ul>14-06-10
  12. 12. As dimensões da aprendizagem (Ausubel, 2002, Novak e Gowin, 1999, p. 23). <ul><li>Aprendizagem significativa - processo pelo qual os conhecimentos novos são relacionados de modo substantivo com proposições e conceitos relevantes previamente disponíveis na estrutura cognitiva. </li></ul><ul><li>Aprendizagem memorística ou mecânica – é a antítese da aprendizagem significativa. </li></ul>14-06-10
  13. 13. 14-06-10 Aprendizagem significativa Aprendizagem mecânica Subsunçores adequados (conceitos relevantes) Não há subsunçores adequados (Adaptado de Novak, 1977 )
  14. 14. As dimensões da aprendizagem (continuação) <ul><li>Aprendizagem por recepção – aquela em que o conhecimento é fornecido directamente ao aluno, podendo este aprendê-lo ou não de modo significativo. </li></ul><ul><li>Aprendizagem por descoberta autnoma – o conhecimento não é fornecido ao aluno, este tem de identificar e selecionar por si a informação necessária. </li></ul>14-06-10
  15. 15. O conteúdo a aprender deve ter significado lógico <ul><li>As idéias principais devem ser realçadas (títulos, destaques à margem, etc.). </li></ul><ul><li>As idéias subordinadas devem ser permanente e intencionalmente relacionadas com as idéias principais de modo a elaborar estas. </li></ul><ul><li>As relações entre idéias principais e subordinadas têm de possuir significado lógico e ser claras e bem destacadas. </li></ul>14-06-10
  16. 16. Mapas conceptuais de Novak <ul><li>Trata-se de organizadores gráficos que representam relações significativas entre conceitos na forma de proposições (Novak e Gowin, 1991, p. 15). Recorrem, para tal, a palavras de ligação entre os conceitos. </li></ul><ul><li>“ A construção de mapas conceptuais é um processo de ajudar os estudantes e os educadores a penetrar na estrutura e significado do conhecimento que eles procuram compreender.” (Novak e Gowin, 1991, p. 1). </li></ul>14-06-10
  17. 17. Login-Aprendizagem Organizacional Ltda. APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA
  18. 18. 14-06-10 O conceito de corpo tem de ser mais trabalhado...
  19. 19. Resumo <ul><li>O mapa conceitual ajuda o professor a desempenhar o seu papel de facilitação da aprendizagem significativa dos alunos predispostos para aprenderem significativamente. </li></ul><ul><li>Esta motivação cresce com o seu enriquecimento fruto do sucesso que forem tendo . </li></ul><ul><li>O MC aponta para um ensino ativo, criativo (sem receitas...), cooperativo e valoriza à uma aprendizagem significativa. </li></ul>14-06-10
  20. 20. Aprendizagem Construtivista A concepção construtivista, define a aprendizagem como um processo de troca mútua entre o meio e o indivíduo, tendo o outro como mediador. O sujeito é um elemento ativo que age e constrói sua aprendizagem. A Epistemologia Genética é a teoria desenvolvida por Jean Piaget , e consiste numa combinação das teorias então existentes. Para Piaget, o conhecimento é gerado através de uma interação do sujeito com seu meio , a partir de estruturas existentes no sujeito . Assim sendo, a aquisição de conhecimentos depende tanto das estruturas cognitivas do sujeito como de sua relação com o objeto.
  21. 21. Teoria Genética, Epistemologia genética,cognitivista, interacionista Teoria: estuda a origem lógica dos conhecimentos científicos, mas especificamente como essa lógica se origina e se desenvolve na criança. Origem: Jean Piaget (1896-1980) Consolidação: Anos 30 Aprender é agir sobre o objeto do conhecimento e na relação construir o conhecimento. s o Forma/pensamento Matéria/ conteúdo relação Construção do conhecimento/aprendizagem interacionismo ação
  22. 22. Como ocorre a aprendizagem? s o Adaptação (equilíbrio) Assimilação Acomodação É a ação do objeto sobre o sujeito impondo-lhe a “matéria”. É a transformação de elementos já existentes em outros elementos. É a ação do sujeito sobre o objeto aplicando-lhe a “forma”. Coisas e fatos adquirem significação para o ser humano quando inseridos em uma estrutura. desequilíbrio
  23. 23. sensório-motor: a criança representa o mundo em termos de ações (chupar, olhar, deixar cair...). pré-operatório: a criança lida com imagens concretas e é limitada por problemas de concretude, irreversibilidade, egocentrismo e centralização. operações concretas: a criança tem capacidade recém-adquirida de operar mentalmente, ou de mudar uma situação concreta, e de realizar operações lógicas sem apresentar os problemas do estágio anterior. operações formais: a criança tem capacidade de lidar com múltiplas variáveis, já não se limita a operações com objetos concretos, lida com símbolos, hipóteses, possibilidades. Fases do desenvolvimento, condição para a aprendizagem. (0 a 2 anos) (2 a 7 anos) (7 a 11 anos) (11 em diante)
  24. 24. “ Os conhecimentos não partem, com efeito, nem do sujeito (conhecimento somático ou introspecção) nem do objeto (porque a própria percepção contém uma parte considerável de organização), mas das interações entre sujeito e objeto, e de interações inicialmente provocadas pelas atividades espontâneas do organismo tanto quanto pelos estímulos externos”. (Piaget,1996). Interação Relação
  25. 25. “ Cooperação é toda ação entre dois ou n indivíduos iguais ou acreditando-se como tal, dito de outro modo, toda relação social na qual não intervém qualquer elemento de autoridade ou de prestígio. (...). Cooperar na ação é operar em comum, isto é, ajustar por meio de novas operações (qualitativas ou métricas) de correspondência, reciprocidade ou complementaridade”. (Piaget, 1973). Cooperação
  26. 26. Aprendizagem Interacionista Os estudos de Vygotsky postulam uma dialética das interações com o outro e com o meio, como desencadeador do desenvolvimento. Para Vygotsky, o desenvolvimento é impulsionado pela linguagem . Ele acredita que a estrutura dos estádios descrita por Piaget seja correta, porém diferem na concepção de sua dinâmica evolutiva. Enquanto Piaget defende que a estruturação do organismo precede o desenvolvimento, para Vygotsky é o próprio processo de aprender que gera e promove o desenvolvimento das estruturas mentais superiores. Zona de desenvolvimento proximal Um ponto central da teoria Vygotskyana é o conceito de ZDP , que afirma que a aprendizagem acontece no intervalo entre o conhecimento real e o conhecimento potencial . Em outras palavras, a ZDP é a distância existente entre o que o sujeito já sabe e aquilo que ele tem potencialidade de aprender .
  27. 27. s s o Teoria Sócio-interacionista Teoria: estuda do pensamento como produto da história social ou reflexo das atividades interpessoais e das condições materiais, chamando essa psicologia de cultural e histórica. Origem: Lev Vygotsky (1896-1934) Aprender: “ A aprendizagem é o aspecto necessário e universal do processo de desenvolvimento das funções psicológicas culturalmente organizadas especificamente humanas”.
  28. 28. Zona de Desenvolvimento Proximal ZDP REAL POTENCIAL “ O bom ensino é aquele que se adianta ao desenvolvimento”
  29. 29. A trajetória do desenvolvimento se dá “de fora para dentro” (imerso no grupo social) Pensamento Linguagem
  30. 30. As Inteligências Múltiplas A partir dos anos 80, uma equipe de pesquisadores da universidade de Harvard, liderada pelo psicólogo Howard Gardner , identificou sete tipos de inteligência. Esta teoria teve grande impacto na educação no início dos anos 90. A inteligência pode ser definida como a capacidade mental de raciocinar, planejar, resolver problemas, abstrair idéias, compreender idéias e linguagens e aprender. Howard Gardner divide a inteligência em sete componentes diferentes: lógico-matemática, linguística, espacial, musical, cinemática, intra-pessoal e inter-pessoal. .
  31. 31. “ Mais do que preparação para a vida, a educação deve ser vida: permitir a cada sujeito, pela comunicação ética com os outros, adquirir e mobilizar um conjunto de hábitos e atitudes que lhe permitam viver condignamente.” Dewey, 1988: p.57 “ A Educação é conseguida com as próprias experiências vividas inteligentemente. Simultaneamente vivemos, experimentamos e aprendemos.” Dewey, 1964: p.16 A Educação para John Dewey
  32. 32.   Assegurar o crescimento e o desenvolvimento físico, intelectual e moral de cada um e do coletivo social;   Articulação do caráter racional e emocional entre o indivíduo, a sociedade e a educação. Não se restringe ao ensino do conhecimento como algo acabado;   O saber e a habilidade que o estudante adquire, devem poder ser integrados na sua vida como cidadão, pessoa e ser humano;
  33. 33. O crescimento, consequencia das experiências acumuladas, decorre da possibilidade de conviver com outros indivíduos, desenvolvendo a reflexão, a capacidade inventiva e a iniciativa. Alunos e professor detentores de experiências próprias, que são aproveitadas no processo A experiência é um  ponto central na formação do conhecimento, mais do que os conteúdos formais; A ideia básica do pensamento de John Dewey sobre a educação está centrada no desenvolvimento da capacidade de raciocínio e espírito crítico do aluno
  34. 34. O grande mérito da sua teoria prende-se com o fato de ter sido um dos primeiros a chamar a atenção para a capacidade de pensar dos alunos;   John Dewey vê a educação como uma reconstrução da experiência. Para ele todo o conhecimento se constrói com base na experiência adquirida.
  35. 35. Dewey entende a escola como um processo de rejuvenescimento de uma sociedade democrática, onde as pessoas se encontram para educar e serem educadas;   A escola reflete a vida em sociedade e as experiências vividas no plano social, econômico, político e religioso;   Fundamenta uma nova prática pedagógica, vinculada essencialmente a uma nova concepção de democracia, onde todos tenham as mesmas oportunidades;   A escola é vista como via de desenvolvimento social e como instrumento de equalização, numa sociedade desigual e burguesa.
  36. 36.   A escola deve funcionar como uma comunidade em miniatura, ensinando situações de comunicação e cooperação entre os indivíduos; Deve apresentar o mundo de um modo simplificado e organizado e, aos poucos, conduzir as crianças ao sentido e à compreensão das coisas mais complexas; Defende os métodos ativos de ensino-aprendizagem, a liberdade da criança, os trabalhos de grupo e trabalhos práticos; A Pedagogia não é uma acção “de fora para dentro” mas “de dentro para fora”

×