O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Ferramentas De InteraçãO Na Web

2.376 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre ferramentas de interação na web. 3o. seminário de blogs, FEEVALE, Setembro de 2009

Publicada em: Educação, Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Ferramentas De InteraçãO Na Web

  1. 1. FERRAMENTAS DE INTERAÇÃO NA WEB: aspectos tecnológicos e implicações educacionais Patrícia B. Scherer Bassani Claudio Cleverson de Lima Vagner Lahude Grupo de Pesquisa em Informática na Educação Centro Universitário Feevale
  2. 2. Tópicos de discussão • Introdução • Objetivos • Metodologia • Referencial teórico • Análise das ferramentas: – Pbwiki – Fórum de discussão – Blogs • Considerações finais • Referências
  3. 3. Introdução Lógica da distribuição Lógica da comunicação Comunicação massiva Comunicação interativa emissão separada da O receptor é co-autor recepção da comunicação SILVA (2002)
  4. 4. Introdução • Essa transformação ocorre conjugada com o enfraquecimento dos grandes referentes: igreja, família, educação escolar, etc. • A escola se mobiliza, utilizando-se das TICs para proporcionar ensino-aprendizagem por meio dos ambientes virtuais. SILVA (2002)
  5. 5. Objetivos • Analisar as possibilidades de interação que ocorrem nas ferramentas do tipo wiki, fóruns de discussão e blogs.
  6. 6. Metodologia • Pesquisa exploratória – Levantamento bibliográfico; – Análise de ambientes.
  7. 7. Interação • Nos ambientes de comunicação interativa, o aprendizado apóia-se nas possibilidades apresentadas pelos objetos. BARBOSA (2005) • Na aprendizagem, não há ênfase sobre o sujeito ou o objeto, mas sim na interação destes. PIAGET (1975) Reativa Mútua Limitada, o sujeito só pode optar Cada interagente participa da entre as opções pré-programadas construção da interação, pelo sistema afetando-se mutuamente PRIMO (2000)
  8. 8. PBWiki • Wiki: ferramenta utilizada para alterar o conteúdo apresentado em um site utilizando o próprio browser. • Após editar um texto disponível e clicar no botão de salvamento, a página é atualizada automaticamente. • Ninguém possui a posse definitiva sobre texto nenhum.Os textos são de todos, são da comunidade. PRIMO, RECUERO (2006)
  9. 9. PBWiki • A autoria não é uma mera opção aberta por um webmaster, numa posição hieraquicamente superior. • Num wiki, os indivíduos não são só usuários ou leitores, mas co-autores. Cada inclusão ou eliminação de link modifica a rede hipertextual. E é justamente nesse sentido que se trata aqui não apenas da criação coletiva de um texto seqüencial, mas da produção de um hipertexto cooperativo. PRIMO E RECUERO (2006, p. 9)
  10. 10. Fórum de discussão • Ferramenta/espaço web específico para discussão sobre um determinado assunto dentro de um grupo. • A interação é assíncrona: mensagens armazenadas no servidor e consultadas quando desejado. • Os AVAs incorporaram didaticamente essa interface como mais uma possibilidade interativa, com colaboração, diálogo, socialização e trocas. KRATOCHWILL, SAMPAIO (2006)
  11. 11. Fórum de discussão • Possibilidades de interação nos fóruns de discussão: – favorecimento da aprendizagem colaborativa; – estímulo à comunicação, diálogo, socialização e interação; – criar a noção de participação, compartilhando conhecimentos, dúvidas e experiências, construindo conclusões sobre os temas; – propiciar intercâmbio entre indivíduos distantes fisicamente. KRATOCHWILL, SAMPAIO (2006)
  12. 12. Blog • Os blogs não foram criados exclusivamente como “diários eletrônicos”: são formas de expressão individual. • Podem ser também um registro de informações de uma pessoa, empresa ou produto, em ordem cronológica, com ferramentas de pesquisa/localização das informações. • A facilidade de uso popularizou o blog: mesmo sem conhecer HTML, basta cadastrar-se no site, escolher/personalizar um modelo e começar a postar. PRIMO, RECUERO (2006)
  13. 13. Blog • A maioria dos sistemas de blogs conta com: – Comentários: os internautas comentam os posts; rios – Trackback: permite que outros posts, em outros blogs, que Trackback fizeram referência a um texto, sejam linkados junto dele, mostrando a discussão (teia) formada em torno do assunto. Essas ferramentas fazem do blog um sistema [...] de organização diferenciada na Internet, pois oferecem um espaço de fórum, onde os internautas podem deixar seus comentários e, posteriormente, retornar para ver as contribuições de outras pessoas, enquanto nos trackbacks é possível ler a repercurssão de uma determinada discussão, aumentando e complexificando a rede hipertextual. PRIMO (2203, p.4).
  14. 14. Blog • Isso pode levar à criação de comunidades virtuais, organizando-se em torno de um assunto postado/respondido/comentado/rebatido. Representa não um grupo de links, mas de pessoas interagindo. • Os debates no espaço de comentários ocorrem não apenas com o dono do blog, mas entre os comentaristas. Um blog com comentários é um processo de escrita coletiva. PRIMO (2008)
  15. 15. Considerações finais • As ferramentas estudadas apresentam possibilidades de interação, adequadas a diferentes situações/objetivos: – Os wikis são o meio colaborativo por excelência: os participantes interagem na publicação/leitura/alteração dos conteúdos; – Os fórums de discussão permitem que um público específico discuta um assunto específico; – Os blogs firmam-se como forte tendência interativa: permitem liberdade e personalização, o que ganha destaque numa época de mídia comercial e massificada.
  16. 16. Considerações finais O profissional de educação deve apresentar suficiente formação técnica conjugada a sólidos conhecimentos pedagógicos, para adequar a ferramenta correta à sua proposta de ensino, facilitando o processo de ensino-aprendizagem.
  17. 17. Referências • BARBOSA, RM [org.] Ambientes Virtuais de Aprendizagem, Artmed, 2005 • CERF, Vinton. Tecnologia: como vamos nos adaptar às máquinas? Rev. ÉPOCA, n. 523, 26 Abr. 2008. • KRATOCHWILL, S e SAMPAIO DR. As possibilidades dialógicas do Fórum de Discussão no Ambiente Virtual de Aprendizagem. IDEAÇÃO. Rev. do Centro de Educação e Letras da UniOeste. Foz do Iguaçu. v8, n8, p. 157-168, 2006. • PIAGET, J. O nascimento da inteligência na criança. Rio de Janeiro: Zahar, 1975 • PRIMO, AFT Interney Blog como micromídia digital: elementos para o estudo do encadeamento midiático. Grupo de Trabalho “Comunicação e cibercultura”, do XVII Encontro da Compós, UNIP, São Paulo, SP, 2008. • PRIMO, AFT Interação mútua e reativa: uma proposta de estudo. Revista da Famecos, n. 12, p. 81-92, jun. 2000. • PRIMO, AFT e RECUERO RC Hipertexto Cooperativo: Uma Análise da Escrita Coletiva a partir dos Blogs e da Wikipédia. Revista da FAMECOS, n. 23, p. 54-63, Dez. 2003. • SILVA, Mara. Sala de aula interativa Rio de Janeiro, Quartet, 2002.

×