SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 23
Baixar para ler offline
“18 anos gerando e compartilhando riquezas”
Aliado Competitivo
Revitalizando Negócios para Resultados
Superiores
“Lean Thinking”
Aplicado a pequenas e médias empresas".
“18 anos gerando e compartilhando riquezas”
O Instituto Latino Americano de Gestão Competitiva - ILGC é um integrador de talentos e
habilidades, cujas ações são convergentes para a melhoria permanente da competitividade das
pessoas e seus negócios.
Objetivamente, apoiamos as organizações e pessoas a serem competitivas e geradoras de
riquezas através do tempo.
Negócio: Construir Valor em Processos Empresariais.
 Consultoria Empresarial:
 Processos e Indicadores, Produtos e Tecnologia, Modelo de Negócio, Planejamento Estratégico
e Revitalização de Negócios;
 Educação Continuada:
 Encontros Presenciais e Virtuais, Ações para Formação e Capacitação, Mentoring Estratégico.
Negócios Estratégicos:
 BPO, Interim Management and M&A.
Quem somos e
O que Fazemos
“18 anos gerando e compartilhando riquezas”
Ofertas de
Valor...
Potencializando
ReceitaFormulação
Estratégica
GCO – Gestão
do Ciclo
Operacional
MMP
Melhoria de
Processos
WCM –
Manufatura
de Classe
Mundial
Lean
Manufacturing
Gestão
Estratégica
...
BSC / GPD
Orçamento
Positivo
M&A
Suply Chain
Management
“18 anos gerando e compartilhando riquezas”
No que
Acreditamos
Simplicidade e Austeridade - Colaboração - Tecnologia - Redes Sociais - ATITUDE
“18 anos gerando e compartilhando riquezas”
Projeções Bradesco
Longo Prazo
Dados atualizados de 02/08/2016
“18 anos gerando e compartilhando riquezas”
Projeções Bradesco
Longo Prazo
Dados atualizados de 02/08/2016
“18 anos gerando e compartilhando riquezas”
A
Ponte
Brooklyn Bridge, Nova Iorque Harbour Bridge, Sydney
“Obra construída para estabelecer comunicação entre dois pontos
separados por um curso de água ou qualquer depressão do
terreno; qualquer estrutura que liga duas partes homólogas”
Fonte: Dicionário Houaiss Online
Parnaíba, MS
“18 anos gerando e compartilhando riquezas”
Brasil
Presente
Mercedes – Benz para a produção no ABC e inicia
demissões
A Mercedes – Benz suspendeu por tempo indeterminado a produção de caminhões e
ônibus na fabrica de São Bernardo do Campo e iniciou demissões por telegrama. A
empresa não informa o tamanho do corte, mas diz que os primeiros dispensados estão
no grupo de 1,4 mil trabalhadores em licença remunerada desde fevereiro. Desde
segunda-feira (15 de agosto), a maioria dos 9,8 mil trabalhadores da unidade está em
casa sem saber a data do retorno. Sindicato fala em 1.870 demissões.
Fonte: Cleide Silva e André Ítalo Rocha para O Estado de S.Paulo, 16 Agosto 2016
Taxa de desemprego no Brasil, segundo IBGE: 11,2% da população, o que
significa que 11,4 milhões de brasileiros estão desempregados
“18 anos gerando e compartilhando riquezas”
Visão
Maiores e Melhores Empresas do Brasil
Fonte: Exame; edição especial; Melhores e Maiores; pág 78
Lições para Sair da Atual Crise Prioridades dos Gestores dentro das Empresas:
Gerar Resultados Superiores;
Atuar na eficiência Operacional;
Mobilizar as pessoas para aspiração comum;
Ajustar ou mudar a cultura, as lideranças e as pessoas;
Ajustar ou mudar processos, estratégias e estruturas;
Comunicar melhor;
Equilibrar Curto e Longo Prazo;
Promover uma transformação interna.
“18 anos gerando e compartilhando riquezas”
A Base
De Tudo
É um conjunto de atividades inter-relacionadas ou interativas voltadas à transformação
de insumos (entradas) em produtos (saídas).
São geralmente planejados e realizados sob condições controladas para agregar valor.
InsumosInsumos ProdutosProdutos
Processo
“18 anos gerando e compartilhando riquezas”
Modelo
Fluxo de Processos
MODELO
“18 anos gerando e compartilhando riquezas”
Princípios do
Pensamento Enxuto
“18 anos gerando e compartilhando riquezas”
Princípios
Do Pensamento Enxuto
O Lean, ou manufatura enxuta é um sistema que visa entregar ao cliente produtos
e serviços sem defeitos no menor tempo possível, com menos esforço, recursos,
espaço e capital.
Puxar
O trabalho só deve
ser iniciado por um
sinal de demanda.
Os inventários
devem estar no
menor nível de
investimento
possivel
Perfeição
Buscar a perfeição
através da
melhoria contínua
“18 anos gerando e compartilhando riquezas”
Modelos
Das Organizações
ATRIBUTOS ORGANIZAÇÃO TRADICIONAL ORGANIZAÇÃO ENXUTA
Medições Objetivos Estáticos
Objetivos dinâmicos (melhora
Contínua)
Planejamento Orientado por Previsão (MRP) Demanda (puxado)
Previsão Anual Mensal (eventos)
Balanceamento de
demanda
Baseada na capacidade montada
Baseado na demanda do
cliente (flexibilidade de
pessoas)
Layout Orientado por função Orientado por células
“18 anos gerando e compartilhando riquezas”
Modelos
Das Organizações
ATRIBUTOS ORGANIZAÇÃO TRADICIONAL ORGANIZAÇÃO ENXUTA
Tempo de Troca Ineficientes e despadronizados Eficientes e planejados
Padronização de
trabalho
Impreciso e dora da realidade
Preciso e baseado na
realidade
Inspeção de
qualidade
Feita por inspetores dedicados Operadores certificados
Fluxo de material
Empurrado, a movimentação é feita
por planejamento
Puxada, a movimentação é
feita por sinal do cliente
Gerenciamento de
material
Compra somente por preço, grande
número de fornecedores
Compra por valor agregado e
poucos fornecedores
parceiros
Manutenção
Manutenção baseada na quebra e
preventiva de acordo com a
recomentação do fabricante do
equipamento
Manutenção baseada em
estudos técnicos e estatísticos
e envolvimento de todos
“18 anos gerando e compartilhando riquezas”
Caso
Toyota
Ano Vendas ($bil) Lucro ($ bil) Ativos ($bil) Valor de Mercado
($bil)
2005 135.82 7.99 171.71 115.40
2016 235.8 19.3 406.7 177
Evolução em 11 anos ...
(*valores em bilhões
de dólares)
“18 anos gerando e compartilhando riquezas”
O Modelo
Lean
“18 anos gerando e compartilhando riquezas”
Mapear o Processo e
Identificar Oportunidades
Montagem IIEMBALAGEM
Conf.Maq=
100%
MATÉRIA PRIMA
Fornecedor
GUARANY
2700 S
1440 P
E
Controle de Produção
MRP
Previsão 30/60/90 dias
Pedido DiárioSemanal
Previsão 6
semanas
Programa Semanal
Programa diário
de embarque
5 dias 7.6 dias 1.8 dias 2.7 dias 2 dias 4.5 dias
1 s 39 s 46 s 62 s 40 s
Não Agrega Valor
= 23.6 Dias
Agrega Valor
=188 s
Diário
EXPEDIÇÃO
Setup = 0
T.Ciclo=40s
Montagem IOPERAÇÃO IV
Conf.Maq=
100%
1200 S
640 P
E
Setup = 0
T.Ciclo=62s
Solda IIOPERAÇÃO III
Conf.Maq=
80%
1600 S
850 P
E
Setup=10m
T.Ciclo=46s
Solda IOPERAÇÃO II
Conf. Maq=
100%
1100 S
600 P
E
T.Ciclo=39s
EstampariaOPERAÇÃO I
Conf.Maq=
85%
4600 S
2400 P
E
Setup = 1 h
T.Ciclo=1s
E
Entregas 5
dias
Terças e
Quintas
Cliente
TABAJARA
18.400 Unidades / mês
12.000 S
6400 P
2 Turnos
EMBALAGEM= 20 Un.
MODELO
“18 anos gerando e compartilhando riquezas”
Deverá ser realizado na Unidade Produtiva através de observações locais de
como as “Coisas Realmente Acontecem” no dia a dia das atividades.
Principais “Ferramentas Lean” a serem utilizadas no Mapeamento dos
Processos:
Identificação do Layout físico, dos equipamentos, recursos produtivos e de
controles segundo os processos.
Sistema de Qualidade (inspetores, folhas de instrução, relatórios, Poka Yoke,
CEP...).
Sistema de Manutenção (TPM, tempo de resposta...).
Segurança/Ergonomia/Meio Ambiente/Higiene...
Sistema de Programação e Controle de Produção e dos Materiais.
Trabalho Padronizado, quantidade de funcionários por processo, Tempo Ciclo
de Operação, Treinamentos, controles de eficiência...
Procedimento para Desenvolvimento do
Mapeamento dos Processos
“18 anos gerando e compartilhando riquezas”
Procedimento para Desenvolvimento do
Mapeamento dos Processos
 Logística: Das Informações; das Embalagens; das Matérias Primas e Auxiliares,
Alocação do Pessoal, Estoques em Processo e das Matérias Primas, das
Distâncias Percorridas pelos Materiais, Embalagens, Pessoal, etc...
 Sistemas de abastecimento de produção e seus controles. (Abastecedores de
produção, Andon, Kanban?)
 Identificação dos gargalos e dos problemas de fluxo contínuo...
 Identificação dos principais desperdícios e oportunidades de melhorias
 Identificação de melhorias nos gastos gerais de produção (Tratamento dos
efluentes, Energia Elétrica, Agua...) e controles.
“18 anos gerando e compartilhando riquezas”
Visão
Maiores e Melhores Empresas do Brasil
Fonte: Exame; edição especial; Melhores e Maiores; pág 78
Lições para Sair da Atual Crise Prioridades dos Gestores dentro das Empresas:
Gerar Resultados Superiores;
Atuar na eficiência Operacional;
Mobilizar as pessoas para aspiração comum;
Ajustar ou mudar a cultura, as lideranças e as pessoas;
Ajustar ou mudar processos, estratégias e estruturas;
Comunicar melhor;
Equilibrar Curto e Longo Prazo;
Promover uma transformação interna.
“18 anos gerando e compartilhando riquezas”
Mobilizar
As Pessoas para Aspiração Comum
 Capacidade de se Trabalhar de forma colaborativa;
 Explicitar do que se espera do resultado de cada um;
 Delegar, Monitorar e cobrar;
 Orientar e apoiar na execução estratégica;
 Assumir o resultado final do trabalho.
“18 anos gerando e compartilhando riquezas”
Contato:
Raimundo Sousa
rai.sousa@ilgc.com.br
(11) 9 9990-5534
ILGC
Instituto Latino Americano de Gestão Competitiva
Av. Nazaré, 1139 | 2º andar - Cj. 203 | Ipiranga, SP
Telefone: (11) 2948-3336
www.ilgc.com.br
Contato
Ser Competitivo
Associado
Raimundo Sousa
rai.sousa@ilgc.com.br
(11) 9 9990-5534
Membro

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a 18 anos gerando e compartilhando riquezas ILGC

O Pensamento Lean-Agile nos Negócios do Século XXI
O Pensamento Lean-Agile nos Negócios do Século XXIO Pensamento Lean-Agile nos Negócios do Século XXI
O Pensamento Lean-Agile nos Negócios do Século XXILuiz C. Parzianello
 
como-atender-requisitos-de-gestão-para-clientes-com-base-no-meg-da-fnq
como-atender-requisitos-de-gestão-para-clientes-com-base-no-meg-da-fnqcomo-atender-requisitos-de-gestão-para-clientes-com-base-no-meg-da-fnq
como-atender-requisitos-de-gestão-para-clientes-com-base-no-meg-da-fnqJéssica Cristina
 
Aula 16 - Estratégia e Planej Estrategico.pptx
Aula 16 - Estratégia e Planej Estrategico.pptxAula 16 - Estratégia e Planej Estrategico.pptx
Aula 16 - Estratégia e Planej Estrategico.pptxDenisVasconcelosDosS
 
[BPM Day PE 2014] Leandro Jesus (ABPMP) – BPM como estratégia para o crescim...
 [BPM Day PE 2014] Leandro Jesus (ABPMP) – BPM como estratégia para o crescim... [BPM Day PE 2014] Leandro Jesus (ABPMP) – BPM como estratégia para o crescim...
[BPM Day PE 2014] Leandro Jesus (ABPMP) – BPM como estratégia para o crescim...EloGroup
 
[BPM Day PE 2014] Claudia Bazan & Ana Cristina Silva (Energisa) – Estruturaç...
 [BPM Day PE 2014] Claudia Bazan & Ana Cristina Silva (Energisa) – Estruturaç... [BPM Day PE 2014] Claudia Bazan & Ana Cristina Silva (Energisa) – Estruturaç...
[BPM Day PE 2014] Claudia Bazan & Ana Cristina Silva (Energisa) – Estruturaç...EloGroup
 
[BPM Day] Leandro Jesus (ABPMP) - BPM como estratégia para o crescimento sust...
[BPM Day] Leandro Jesus (ABPMP) - BPM como estratégia para o crescimento sust...[BPM Day] Leandro Jesus (ABPMP) - BPM como estratégia para o crescimento sust...
[BPM Day] Leandro Jesus (ABPMP) - BPM como estratégia para o crescimento sust...EloGroup
 
Gestão estratégica antaq upload
Gestão estratégica antaq uploadGestão estratégica antaq upload
Gestão estratégica antaq uploadPeter Dostler
 
Brasil: “Celeiro do mundo” (?!?!). As Virtudes, os Entraves e as Oportunidade...
Brasil: “Celeiro do mundo” (?!?!). As Virtudes, os Entraves e as Oportunidade...Brasil: “Celeiro do mundo” (?!?!). As Virtudes, os Entraves e as Oportunidade...
Brasil: “Celeiro do mundo” (?!?!). As Virtudes, os Entraves e as Oportunidade...Instituto Brasileiro de Ética nos Negocios
 
Indicadores estratégicos para a gestão empresarial
Indicadores estratégicos para a gestão empresarialIndicadores estratégicos para a gestão empresarial
Indicadores estratégicos para a gestão empresarialDawison Calheiros
 
Bsc -gerenaciamento_empresarial_com_foco_em_resultados[1]
Bsc  -gerenaciamento_empresarial_com_foco_em_resultados[1]Bsc  -gerenaciamento_empresarial_com_foco_em_resultados[1]
Bsc -gerenaciamento_empresarial_com_foco_em_resultados[1]EdvaldoAmaro1
 
Gestão Financeira
Gestão FinanceiraGestão Financeira
Gestão FinanceiraIFGe
 
Um Nova Gestão de Negócios para uma Nova Economia
Um Nova Gestão de Negócios para uma Nova EconomiaUm Nova Gestão de Negócios para uma Nova Economia
Um Nova Gestão de Negócios para uma Nova EconomiaLuiz C. Parzianello
 
Workshop de design de produto
Workshop de design de produtoWorkshop de design de produto
Workshop de design de produtoAndré Ramos
 

Semelhante a 18 anos gerando e compartilhando riquezas ILGC (20)

O Pensamento Lean-Agile nos Negócios do Século XXI
O Pensamento Lean-Agile nos Negócios do Século XXIO Pensamento Lean-Agile nos Negócios do Século XXI
O Pensamento Lean-Agile nos Negócios do Século XXI
 
como-atender-requisitos-de-gestão-para-clientes-com-base-no-meg-da-fnq
como-atender-requisitos-de-gestão-para-clientes-com-base-no-meg-da-fnqcomo-atender-requisitos-de-gestão-para-clientes-com-base-no-meg-da-fnq
como-atender-requisitos-de-gestão-para-clientes-com-base-no-meg-da-fnq
 
Aula 16 - Estratégia e Planej Estrategico.pptx
Aula 16 - Estratégia e Planej Estrategico.pptxAula 16 - Estratégia e Planej Estrategico.pptx
Aula 16 - Estratégia e Planej Estrategico.pptx
 
Workshop Orçamento Positivo - 04/11/2015
Workshop Orçamento Positivo - 04/11/2015Workshop Orçamento Positivo - 04/11/2015
Workshop Orçamento Positivo - 04/11/2015
 
[BPM Day PE 2014] Leandro Jesus (ABPMP) – BPM como estratégia para o crescim...
 [BPM Day PE 2014] Leandro Jesus (ABPMP) – BPM como estratégia para o crescim... [BPM Day PE 2014] Leandro Jesus (ABPMP) – BPM como estratégia para o crescim...
[BPM Day PE 2014] Leandro Jesus (ABPMP) – BPM como estratégia para o crescim...
 
[BPM Day PE 2014] Claudia Bazan & Ana Cristina Silva (Energisa) – Estruturaç...
 [BPM Day PE 2014] Claudia Bazan & Ana Cristina Silva (Energisa) – Estruturaç... [BPM Day PE 2014] Claudia Bazan & Ana Cristina Silva (Energisa) – Estruturaç...
[BPM Day PE 2014] Claudia Bazan & Ana Cristina Silva (Energisa) – Estruturaç...
 
[BPM Day] Leandro Jesus (ABPMP) - BPM como estratégia para o crescimento sust...
[BPM Day] Leandro Jesus (ABPMP) - BPM como estratégia para o crescimento sust...[BPM Day] Leandro Jesus (ABPMP) - BPM como estratégia para o crescimento sust...
[BPM Day] Leandro Jesus (ABPMP) - BPM como estratégia para o crescimento sust...
 
Sessão Temática - Relações do Trabalho - Dagoberto Godoy - 2007
Sessão Temática - Relações do Trabalho   - Dagoberto Godoy - 2007Sessão Temática - Relações do Trabalho   - Dagoberto Godoy - 2007
Sessão Temática - Relações do Trabalho - Dagoberto Godoy - 2007
 
Gestão estratégica antaq upload
Gestão estratégica antaq uploadGestão estratégica antaq upload
Gestão estratégica antaq upload
 
WEBINAR 16/07/15 – COMO TRANSFORMAR CUSTO FIXO EM CUSTO VARIÁVEL? - Mercado A...
WEBINAR 16/07/15 – COMO TRANSFORMAR CUSTO FIXO EM CUSTO VARIÁVEL? - Mercado A...WEBINAR 16/07/15 – COMO TRANSFORMAR CUSTO FIXO EM CUSTO VARIÁVEL? - Mercado A...
WEBINAR 16/07/15 – COMO TRANSFORMAR CUSTO FIXO EM CUSTO VARIÁVEL? - Mercado A...
 
Webinar 23/09/15 - Mercado de Pequenas e Médias Empresas com Crescimento Acel...
Webinar 23/09/15 - Mercado de Pequenas e Médias Empresas com Crescimento Acel...Webinar 23/09/15 - Mercado de Pequenas e Médias Empresas com Crescimento Acel...
Webinar 23/09/15 - Mercado de Pequenas e Médias Empresas com Crescimento Acel...
 
Brasil: “Celeiro do mundo” (?!?!). As Virtudes, os Entraves e as Oportunidade...
Brasil: “Celeiro do mundo” (?!?!). As Virtudes, os Entraves e as Oportunidade...Brasil: “Celeiro do mundo” (?!?!). As Virtudes, os Entraves e as Oportunidade...
Brasil: “Celeiro do mundo” (?!?!). As Virtudes, os Entraves e as Oportunidade...
 
Indicadores estratégicos para a gestão empresarial
Indicadores estratégicos para a gestão empresarialIndicadores estratégicos para a gestão empresarial
Indicadores estratégicos para a gestão empresarial
 
Bsc -gerenaciamento_empresarial_com_foco_em_resultados[1]
Bsc  -gerenaciamento_empresarial_com_foco_em_resultados[1]Bsc  -gerenaciamento_empresarial_com_foco_em_resultados[1]
Bsc -gerenaciamento_empresarial_com_foco_em_resultados[1]
 
Gestão Financeira
Gestão FinanceiraGestão Financeira
Gestão Financeira
 
Um Nova Gestão de Negócios para uma Nova Economia
Um Nova Gestão de Negócios para uma Nova EconomiaUm Nova Gestão de Negócios para uma Nova Economia
Um Nova Gestão de Negócios para uma Nova Economia
 
Consultoria apresentação
Consultoria apresentaçãoConsultoria apresentação
Consultoria apresentação
 
Workshop de design de produto
Workshop de design de produtoWorkshop de design de produto
Workshop de design de produto
 
Aula introdutória de Marketing Digital
Aula introdutória de Marketing DigitalAula introdutória de Marketing Digital
Aula introdutória de Marketing Digital
 
Apresentação Webinar Especial - Orçamento Positivo
Apresentação Webinar Especial - Orçamento PositivoApresentação Webinar Especial - Orçamento Positivo
Apresentação Webinar Especial - Orçamento Positivo
 

Mais de ILGC - Instituto Latino Americano de Gestão Competitiva

Mais de ILGC - Instituto Latino Americano de Gestão Competitiva (20)

Ser Competitivo - Agosto 2016
Ser Competitivo - Agosto 2016Ser Competitivo - Agosto 2016
Ser Competitivo - Agosto 2016
 
Ser Competitivo - Junho 2016
Ser Competitivo - Junho 2016Ser Competitivo - Junho 2016
Ser Competitivo - Junho 2016
 
Ser Competitivo Maio 2016
Ser Competitivo Maio 2016Ser Competitivo Maio 2016
Ser Competitivo Maio 2016
 
Ser competitivo Abril 2016
Ser competitivo Abril 2016Ser competitivo Abril 2016
Ser competitivo Abril 2016
 
Ser Competitivo Março 2016
Ser Competitivo Março 2016Ser Competitivo Março 2016
Ser Competitivo Março 2016
 
Newsletter Ser Competitivo - Edição fevereiro 2016
Newsletter Ser Competitivo - Edição fevereiro 2016Newsletter Ser Competitivo - Edição fevereiro 2016
Newsletter Ser Competitivo - Edição fevereiro 2016
 
Oficina de Trabalho - Vendas de Alto Impacto
Oficina de Trabalho - Vendas de Alto ImpactoOficina de Trabalho - Vendas de Alto Impacto
Oficina de Trabalho - Vendas de Alto Impacto
 
NEWSLETTER ILGC - Agosto 2015
NEWSLETTER ILGC - Agosto 2015 NEWSLETTER ILGC - Agosto 2015
NEWSLETTER ILGC - Agosto 2015
 
WEBINAR 30/07/15 – COMO TRANSFORMAR CUSTO FIXO EM CUSTO VARIÁVEL? - Mercado A...
WEBINAR 30/07/15 – COMO TRANSFORMAR CUSTO FIXO EM CUSTO VARIÁVEL? - Mercado A...WEBINAR 30/07/15 – COMO TRANSFORMAR CUSTO FIXO EM CUSTO VARIÁVEL? - Mercado A...
WEBINAR 30/07/15 – COMO TRANSFORMAR CUSTO FIXO EM CUSTO VARIÁVEL? - Mercado A...
 
NEWSLETTER ILGC - julho 2015
NEWSLETTER ILGC - julho 2015 NEWSLETTER ILGC - julho 2015
NEWSLETTER ILGC - julho 2015
 
WEBINAR 01/07/15 – LIÇÕES DA ATD 2015 – TENDÊNCIAS PARA DESENVOLVIMENTO DE TA...
WEBINAR 01/07/15 – LIÇÕES DA ATD 2015 – TENDÊNCIAS PARA DESENVOLVIMENTO DE TA...WEBINAR 01/07/15 – LIÇÕES DA ATD 2015 – TENDÊNCIAS PARA DESENVOLVIMENTO DE TA...
WEBINAR 01/07/15 – LIÇÕES DA ATD 2015 – TENDÊNCIAS PARA DESENVOLVIMENTO DE TA...
 
NEWSLETTER ILGC - junho 2015
NEWSLETTER ILGC - junho 2015NEWSLETTER ILGC - junho 2015
NEWSLETTER ILGC - junho 2015
 
WEBINAR - Mentoring Comercial – Prática Efetiva ou Modismo? (Eduardo Rocha)
WEBINAR -  Mentoring Comercial – Prática Efetiva ou Modismo? (Eduardo Rocha)WEBINAR -  Mentoring Comercial – Prática Efetiva ou Modismo? (Eduardo Rocha)
WEBINAR - Mentoring Comercial – Prática Efetiva ou Modismo? (Eduardo Rocha)
 
WEBINAR - Mentoring Comercial – Prática Efetiva ou Modismo? (Raimundo Sousa)
WEBINAR -  Mentoring Comercial – Prática Efetiva ou Modismo? (Raimundo Sousa)WEBINAR -  Mentoring Comercial – Prática Efetiva ou Modismo? (Raimundo Sousa)
WEBINAR - Mentoring Comercial – Prática Efetiva ou Modismo? (Raimundo Sousa)
 
WEBINAR - JOGOS DE NEGÓCIOS - Como Desenvolver Talentos Através de Experiênci...
WEBINAR - JOGOS DE NEGÓCIOS - Como Desenvolver Talentos Através de Experiênci...WEBINAR - JOGOS DE NEGÓCIOS - Como Desenvolver Talentos Através de Experiênci...
WEBINAR - JOGOS DE NEGÓCIOS - Como Desenvolver Talentos Através de Experiênci...
 
Gerenciamento de custos na saúde 23 03
Gerenciamento de custos na saúde 23 03Gerenciamento de custos na saúde 23 03
Gerenciamento de custos na saúde 23 03
 
Newsletter ILGC 2015
Newsletter ILGC  2015Newsletter ILGC  2015
Newsletter ILGC 2015
 
Webinar Material 02 Adriano Gama Resumo da Apresentação
Webinar Material 02  Adriano Gama Resumo da ApresentaçãoWebinar Material 02  Adriano Gama Resumo da Apresentação
Webinar Material 02 Adriano Gama Resumo da Apresentação
 
Webinar Material 01 Walter Serer Resumo da Apresentação
Webinar Material 01  Walter Serer Resumo da ApresentaçãoWebinar Material 01  Walter Serer Resumo da Apresentação
Webinar Material 01 Walter Serer Resumo da Apresentação
 
WEBINAR MATERIAL 02- Adriano Gama Filho
WEBINAR MATERIAL 02- Adriano Gama FilhoWEBINAR MATERIAL 02- Adriano Gama Filho
WEBINAR MATERIAL 02- Adriano Gama Filho
 

18 anos gerando e compartilhando riquezas ILGC

  • 1. “18 anos gerando e compartilhando riquezas” Aliado Competitivo Revitalizando Negócios para Resultados Superiores “Lean Thinking” Aplicado a pequenas e médias empresas".
  • 2. “18 anos gerando e compartilhando riquezas” O Instituto Latino Americano de Gestão Competitiva - ILGC é um integrador de talentos e habilidades, cujas ações são convergentes para a melhoria permanente da competitividade das pessoas e seus negócios. Objetivamente, apoiamos as organizações e pessoas a serem competitivas e geradoras de riquezas através do tempo. Negócio: Construir Valor em Processos Empresariais.  Consultoria Empresarial:  Processos e Indicadores, Produtos e Tecnologia, Modelo de Negócio, Planejamento Estratégico e Revitalização de Negócios;  Educação Continuada:  Encontros Presenciais e Virtuais, Ações para Formação e Capacitação, Mentoring Estratégico. Negócios Estratégicos:  BPO, Interim Management and M&A. Quem somos e O que Fazemos
  • 3. “18 anos gerando e compartilhando riquezas” Ofertas de Valor... Potencializando ReceitaFormulação Estratégica GCO – Gestão do Ciclo Operacional MMP Melhoria de Processos WCM – Manufatura de Classe Mundial Lean Manufacturing Gestão Estratégica ... BSC / GPD Orçamento Positivo M&A Suply Chain Management
  • 4. “18 anos gerando e compartilhando riquezas” No que Acreditamos Simplicidade e Austeridade - Colaboração - Tecnologia - Redes Sociais - ATITUDE
  • 5. “18 anos gerando e compartilhando riquezas” Projeções Bradesco Longo Prazo Dados atualizados de 02/08/2016
  • 6. “18 anos gerando e compartilhando riquezas” Projeções Bradesco Longo Prazo Dados atualizados de 02/08/2016
  • 7. “18 anos gerando e compartilhando riquezas” A Ponte Brooklyn Bridge, Nova Iorque Harbour Bridge, Sydney “Obra construída para estabelecer comunicação entre dois pontos separados por um curso de água ou qualquer depressão do terreno; qualquer estrutura que liga duas partes homólogas” Fonte: Dicionário Houaiss Online Parnaíba, MS
  • 8. “18 anos gerando e compartilhando riquezas” Brasil Presente Mercedes – Benz para a produção no ABC e inicia demissões A Mercedes – Benz suspendeu por tempo indeterminado a produção de caminhões e ônibus na fabrica de São Bernardo do Campo e iniciou demissões por telegrama. A empresa não informa o tamanho do corte, mas diz que os primeiros dispensados estão no grupo de 1,4 mil trabalhadores em licença remunerada desde fevereiro. Desde segunda-feira (15 de agosto), a maioria dos 9,8 mil trabalhadores da unidade está em casa sem saber a data do retorno. Sindicato fala em 1.870 demissões. Fonte: Cleide Silva e André Ítalo Rocha para O Estado de S.Paulo, 16 Agosto 2016 Taxa de desemprego no Brasil, segundo IBGE: 11,2% da população, o que significa que 11,4 milhões de brasileiros estão desempregados
  • 9. “18 anos gerando e compartilhando riquezas” Visão Maiores e Melhores Empresas do Brasil Fonte: Exame; edição especial; Melhores e Maiores; pág 78 Lições para Sair da Atual Crise Prioridades dos Gestores dentro das Empresas: Gerar Resultados Superiores; Atuar na eficiência Operacional; Mobilizar as pessoas para aspiração comum; Ajustar ou mudar a cultura, as lideranças e as pessoas; Ajustar ou mudar processos, estratégias e estruturas; Comunicar melhor; Equilibrar Curto e Longo Prazo; Promover uma transformação interna.
  • 10. “18 anos gerando e compartilhando riquezas” A Base De Tudo É um conjunto de atividades inter-relacionadas ou interativas voltadas à transformação de insumos (entradas) em produtos (saídas). São geralmente planejados e realizados sob condições controladas para agregar valor. InsumosInsumos ProdutosProdutos Processo
  • 11. “18 anos gerando e compartilhando riquezas” Modelo Fluxo de Processos MODELO
  • 12. “18 anos gerando e compartilhando riquezas” Princípios do Pensamento Enxuto
  • 13. “18 anos gerando e compartilhando riquezas” Princípios Do Pensamento Enxuto O Lean, ou manufatura enxuta é um sistema que visa entregar ao cliente produtos e serviços sem defeitos no menor tempo possível, com menos esforço, recursos, espaço e capital. Puxar O trabalho só deve ser iniciado por um sinal de demanda. Os inventários devem estar no menor nível de investimento possivel Perfeição Buscar a perfeição através da melhoria contínua
  • 14. “18 anos gerando e compartilhando riquezas” Modelos Das Organizações ATRIBUTOS ORGANIZAÇÃO TRADICIONAL ORGANIZAÇÃO ENXUTA Medições Objetivos Estáticos Objetivos dinâmicos (melhora Contínua) Planejamento Orientado por Previsão (MRP) Demanda (puxado) Previsão Anual Mensal (eventos) Balanceamento de demanda Baseada na capacidade montada Baseado na demanda do cliente (flexibilidade de pessoas) Layout Orientado por função Orientado por células
  • 15. “18 anos gerando e compartilhando riquezas” Modelos Das Organizações ATRIBUTOS ORGANIZAÇÃO TRADICIONAL ORGANIZAÇÃO ENXUTA Tempo de Troca Ineficientes e despadronizados Eficientes e planejados Padronização de trabalho Impreciso e dora da realidade Preciso e baseado na realidade Inspeção de qualidade Feita por inspetores dedicados Operadores certificados Fluxo de material Empurrado, a movimentação é feita por planejamento Puxada, a movimentação é feita por sinal do cliente Gerenciamento de material Compra somente por preço, grande número de fornecedores Compra por valor agregado e poucos fornecedores parceiros Manutenção Manutenção baseada na quebra e preventiva de acordo com a recomentação do fabricante do equipamento Manutenção baseada em estudos técnicos e estatísticos e envolvimento de todos
  • 16. “18 anos gerando e compartilhando riquezas” Caso Toyota Ano Vendas ($bil) Lucro ($ bil) Ativos ($bil) Valor de Mercado ($bil) 2005 135.82 7.99 171.71 115.40 2016 235.8 19.3 406.7 177 Evolução em 11 anos ... (*valores em bilhões de dólares)
  • 17. “18 anos gerando e compartilhando riquezas” O Modelo Lean
  • 18. “18 anos gerando e compartilhando riquezas” Mapear o Processo e Identificar Oportunidades Montagem IIEMBALAGEM Conf.Maq= 100% MATÉRIA PRIMA Fornecedor GUARANY 2700 S 1440 P E Controle de Produção MRP Previsão 30/60/90 dias Pedido DiárioSemanal Previsão 6 semanas Programa Semanal Programa diário de embarque 5 dias 7.6 dias 1.8 dias 2.7 dias 2 dias 4.5 dias 1 s 39 s 46 s 62 s 40 s Não Agrega Valor = 23.6 Dias Agrega Valor =188 s Diário EXPEDIÇÃO Setup = 0 T.Ciclo=40s Montagem IOPERAÇÃO IV Conf.Maq= 100% 1200 S 640 P E Setup = 0 T.Ciclo=62s Solda IIOPERAÇÃO III Conf.Maq= 80% 1600 S 850 P E Setup=10m T.Ciclo=46s Solda IOPERAÇÃO II Conf. Maq= 100% 1100 S 600 P E T.Ciclo=39s EstampariaOPERAÇÃO I Conf.Maq= 85% 4600 S 2400 P E Setup = 1 h T.Ciclo=1s E Entregas 5 dias Terças e Quintas Cliente TABAJARA 18.400 Unidades / mês 12.000 S 6400 P 2 Turnos EMBALAGEM= 20 Un. MODELO
  • 19. “18 anos gerando e compartilhando riquezas” Deverá ser realizado na Unidade Produtiva através de observações locais de como as “Coisas Realmente Acontecem” no dia a dia das atividades. Principais “Ferramentas Lean” a serem utilizadas no Mapeamento dos Processos: Identificação do Layout físico, dos equipamentos, recursos produtivos e de controles segundo os processos. Sistema de Qualidade (inspetores, folhas de instrução, relatórios, Poka Yoke, CEP...). Sistema de Manutenção (TPM, tempo de resposta...). Segurança/Ergonomia/Meio Ambiente/Higiene... Sistema de Programação e Controle de Produção e dos Materiais. Trabalho Padronizado, quantidade de funcionários por processo, Tempo Ciclo de Operação, Treinamentos, controles de eficiência... Procedimento para Desenvolvimento do Mapeamento dos Processos
  • 20. “18 anos gerando e compartilhando riquezas” Procedimento para Desenvolvimento do Mapeamento dos Processos  Logística: Das Informações; das Embalagens; das Matérias Primas e Auxiliares, Alocação do Pessoal, Estoques em Processo e das Matérias Primas, das Distâncias Percorridas pelos Materiais, Embalagens, Pessoal, etc...  Sistemas de abastecimento de produção e seus controles. (Abastecedores de produção, Andon, Kanban?)  Identificação dos gargalos e dos problemas de fluxo contínuo...  Identificação dos principais desperdícios e oportunidades de melhorias  Identificação de melhorias nos gastos gerais de produção (Tratamento dos efluentes, Energia Elétrica, Agua...) e controles.
  • 21. “18 anos gerando e compartilhando riquezas” Visão Maiores e Melhores Empresas do Brasil Fonte: Exame; edição especial; Melhores e Maiores; pág 78 Lições para Sair da Atual Crise Prioridades dos Gestores dentro das Empresas: Gerar Resultados Superiores; Atuar na eficiência Operacional; Mobilizar as pessoas para aspiração comum; Ajustar ou mudar a cultura, as lideranças e as pessoas; Ajustar ou mudar processos, estratégias e estruturas; Comunicar melhor; Equilibrar Curto e Longo Prazo; Promover uma transformação interna.
  • 22. “18 anos gerando e compartilhando riquezas” Mobilizar As Pessoas para Aspiração Comum  Capacidade de se Trabalhar de forma colaborativa;  Explicitar do que se espera do resultado de cada um;  Delegar, Monitorar e cobrar;  Orientar e apoiar na execução estratégica;  Assumir o resultado final do trabalho.
  • 23. “18 anos gerando e compartilhando riquezas” Contato: Raimundo Sousa rai.sousa@ilgc.com.br (11) 9 9990-5534 ILGC Instituto Latino Americano de Gestão Competitiva Av. Nazaré, 1139 | 2º andar - Cj. 203 | Ipiranga, SP Telefone: (11) 2948-3336 www.ilgc.com.br Contato Ser Competitivo Associado Raimundo Sousa rai.sousa@ilgc.com.br (11) 9 9990-5534 Membro