SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
Num ambiente de contínua “destruição de riquezas” no país, confirma-
dos pelas reduções nos valores do Produto Interno Bruto – PIB no ano
passado - 2015 (-3.9% previsão) e neste ano - 2016 (-3% última pre-
visão) lembrar de que em 2014 praticamente não houve crescimento
(+0,1%), nos acostumamos a acompanhar através da imprensa as di-
versas operações da Polícia Federal, envolvendo pessoas que ocupam
posições estratégicas nas diversas organizações da sociedade.
Mas afinal, o que é uma operação da PF e o que isso tem a ver o
futuro do país?
Resumidamente, uma operação da PF é um “conjunto articulado
de ações, com propósitos específicos e originado de coletas e
análises críticas de fatos e dados”, e a nosso ver, práticas consis-
tentes desta natureza podem se aplicar a todos os setores da socieda-
de e trazer contribuições expressivas para acelerarmos a retomada do
crescimento econômico e social.
Vamos aos fatos e dados:
√		Taxas de juros e spreads exorbitantes. Selic a 14.25% a.a mais os
spreads é difícil encontrar negócios que suporte este custo;
√		Acelerada deterioração do emprego. O último dado disponível fala
em 9% de desemprego, todavia o mais gritante é que em 2015
foram exterminados 1.542 milhão de postos de trabalho e havia no
final do ano, mais de 10 milhões de pessoas desocupadas;
√		Desemprego elimina renda, que reduz consumo, que reduz pro-
dução, e por aí vai;
√		Baixo nível de confiança do empresariado e investidores;
√		Sem confiança, reduz investimentos e encolhe as organizações
com impacto direto na sociedade, gerando uma “espiral negativis-
ta” que inevitavelmente nos leva a deterioração dos fundamentos da
economia, e por consequência, social;
√		Pauta de exportações centrada em commodities (31,82% das
nossas exportações em 2015 foram compostas por commodities),
fortemente impactadas pelas reduções dos preços internacionais, ge-
rando receitas menores;
√		Taxa cambial inflacionada por ”prêmios de riscos políticos” que ge-
ram desconfiança interna e externa. Há correntes prevendo o câmbio
a R$ 4.50/U$$1 no final de 2016;
√		Crise política “infindável”, com o surgimento contínuo de novos
desdobramentos, impedindo a construção de cenários mais asserti-
vos;
Não encontramos registros na história de que economias “sobrevivam
por muito tempo” diante de fatos desta natureza, e a nosso ver, é che-
gada a hora de construirmos uma – agenda positiva – que articule
ações concretas com o propósito de retomarmos a linha de cresci-
mento e enriquecimento do país. Não podemos admitir a “paralisia”
atual. Precisamos e podemos agir. Em nossas reflexões internas, ousa-
mos propor um movimento que estamos chamando de “Operação
Brasil 2016 – O Resgate”, e tem o propósito de, nos níveis em que
atuamos, estimular empresários, investidores, governos e a sociedade
em geral a mudarem o seu –mindset - e buscarem alternativas para a
Ano IV - Edição fevereiro/2016 Newsletter produzida pela área técnica do ILGC – Instituto Latino Americano de Gestão Competitiva.
Nós acreditamos no Brasil
Operação BRASIL 2016... O Resgate. retomada do crescimento.
Esta operação deverá ser sustentada nos eixos abaixo:
√	 Ampliar o portfólio de produtos industrializados para exportação,
incentivando as medias e pequenas indústrias. Estimular a construção
de “alianças” que complementem “competências” parciais e torne os
produtos competitivos;
√	 Reposicionar os custos internos, eliminando perdas e desperdícios
de toda a natureza, e buscando fontes alternativas de suprimentos;
√	 Desapegar-se de práticas e estilos gerenciais que funcionaram no
passado, especialmente durante os ciclos de crescimento acelerado.
Seja produtivo. Utilize o seu tempo para “construir riquezas”. Confie
nas pessoas que estão ao seu lado. Delegue e cobre resultados;
√	 Ter atenção particular aos mercados. Compreender as necessida-
des atuais e potencias das organizações. Manter-se “antenado” com
as tendências da sociedade e identificar como o seu negócio pode ser
impactado no curto e médio prazo;
√	 Admitir que inovação e governança, não é modismo. Está ao nosso
alcance e se não a adotarmos em nossos negócios fatalmente não
potencializaremos as oportunidades que temos;
√	 Ser atuante com as organizações que representam a sua categoria
profissional, seja sindicatos, federações, associações de classe, grupos
de empresários, e outros; bem como com os seus representantes nos
poderes legislativos municipais, estaduais e federal.
Peter Drucker, nosso grande mestre da administração moderna, disse
que “Onde quer que você veja um negócio de sucesso, pode acreditar
que ali houve um dia uma decisão corajosa”.
Sejamos corajosos(as).
Boa leitura.
Expediente
Dirigido pelo consultor Raimundo Sousa e um time de especialistas comprometidos com os resultados de seus clientes, o ILGC é um Integra-
dor de talentos e habilidades, cujas ações são convergentes para a melhoria permanente da competitividade das pessoas e seus negócios.
ILGC - Escritório Central - Av. Nazaré, 1139 - Cj. 203 / Ipiranga - 04263-100 - São Paulo /SP – Brasil
Tel: +55 11 2948-3336 - faleconosco@ilgc.com.br - www.ilgc.com.br
A marca Ser Competitivo é propriedade do ILGC.
Em meados dos anos 40, Lourival Maricondi, um jovem médico re-
cém formado, desafiando a escassez de recursos e as dificuldades
naturais dos poucos empreendedores daquela época, fundou na
cidade de São Carlos, um pequeno laboratório de análises clinicas,
com o propósito de apoiar com qualidade e exatidão as decisões
dos profissionais médicos e localidade.
Os anos se passaram, e a tenacidade e determinação do Dr Mari-
condi foram consolidando o negócio, superando os grandes “ser-
rotes” (altos e baixos) da economia brasileira ao longo dos últimos
70 anos.
A chegada da segunda geração, capitaneada pelo Dr Wagner, se-
gundo filho de uma família de três irmãos, acelerou o processo de
modernização do Laboratório Maricondi, ampliando os serviços e
utilizando-se de técnicas e recursos alinhados com as melhores
tendências internacionais.
Neste mercado de forte consolidação, e a partir da cidade de São
Carlos, com unidades em cinco cidades do Estado de São Paulo, o
laboratório hoje realiza serviço de apoio a mais de 200 laboratórios,
atendendo cerca de 2.400 pacientes por dia, realizando mais de
2.000 tipos diferentes de exames.
A visão empreendedora do Dr Wagner, aliada ao seu “apurado”
conhecimento técnico e a crença de que “sim, podemos fazer sem-
pre melhor e com custo baixo”, o levou a criar no início dos anos 90
(mais precisamente 1991) a Wama Diagnóstica, uma moderna
e competitiva empresa com a missão de “desenvolver méto-
dos e equipamentos para laboratórios de análises”. Confir-
mando o DNA da família Maricondi, de construir negócios que se
ALIADOS COMPETITIVOS
Determinação e
Conhecimento Técnico
Perenizam os Negócios
BUSINESS CASE
complementam, atuando com muita determinação e conhecimen-
to técnico, a Wama é hoje “uma das poucas empresas brasi-
leiras que detém a tecnologia para a fabricação de testes
imunocromatográficos (metodologia Lateral Flow), sendo
a única que produz tiras de urina na América Latina”. Além
do mercado brasileiro, privado e público, seus produtos e soluções
atendem aos diversos países da América Latina e Oriente Médio,
com qualidade, preço competitivo e entregas nos prazos conven-
cionados.
O sonho do Dr Lourival, de que os filhos pudessem dar continui-
dade ao negócio com competência, determinação e capacidade
técnica, materializado através do Dr Wagner, atualmente presidente
executivo do grupo, expande-se agora para a terceira geração. Com
formação técnica “apurada” e passagem por outras organizações,
inclusive no mercado financeiro, o Felipe e Wagner Junior, ambos
filhos do atual presidente, já estão dando expediente no dia a dia
das empresas, integrando-se adequadamente com os atuais exe-
cutivos do grupo, e formando um “time” altamente qualificado e
preparado para os grandes desafios que a economia brasileira vem
sendo submetida.
Perguntamos ao Dr Wagner, qual é o segredo da “longevidade” e
sucesso do grupo, e a resposta veio de “bate pronto”:
	Fazer sempre bem feito. Neste mercado, é impensável não
ter qualidade;
	Acreditar na capacidade produtiva das pessoas, e orientá-
-las sempre;
	Atribuir e monitorar metas para todas as pessoas da orga-
nização;
	Modernizar continuamente. Ser inovador é imperativo para
suportar a velocidade das mudanças;
	Ter preços competitivos. Portanto, a gestão de custos e gas-
tos é mandatório todos os dias.
Para você conhecer mais as empresas do grupo Maricondi, acesse
www.labmaricondi.com.br ou www.wamadiagnostica.com.br
O grupo Maricondi é assistido pela equipe técnica do ILGC desde
2014.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fabio costa - Palestra: Estratégia de RH em tempo de crise
Fabio costa - Palestra: Estratégia de RH em tempo de criseFabio costa - Palestra: Estratégia de RH em tempo de crise
Fabio costa - Palestra: Estratégia de RH em tempo de criseLandoaldo Lima
 
Administração empreendedora: um estudo de caso no Supermercado Atlântico
Administração empreendedora: um estudo de caso no Supermercado AtlânticoAdministração empreendedora: um estudo de caso no Supermercado Atlântico
Administração empreendedora: um estudo de caso no Supermercado AtlânticoJorge William
 
Amostra de textos Cesar Valente
Amostra de textos   Cesar ValenteAmostra de textos   Cesar Valente
Amostra de textos Cesar ValenteCesar Valente
 
Características e perspectivas de mercados emergentes
Características e perspectivas de mercados emergentesCaracterísticas e perspectivas de mercados emergentes
Características e perspectivas de mercados emergentesFundação Dom Cabral - FDC
 
2015.11 - Entrevista CN à Executive Digest
2015.11 - Entrevista CN à Executive Digest2015.11 - Entrevista CN à Executive Digest
2015.11 - Entrevista CN à Executive DigestRicardo Bastos
 
Mapa Estratégico do Comercio Exterior de Minas Gerais
Mapa Estratégico do Comercio Exterior de Minas GeraisMapa Estratégico do Comercio Exterior de Minas Gerais
Mapa Estratégico do Comercio Exterior de Minas GeraisCentral Exportaminas
 
Diagnóstico do Setor Exportador Catarinense 2011
Diagnóstico do Setor Exportador Catarinense 2011Diagnóstico do Setor Exportador Catarinense 2011
Diagnóstico do Setor Exportador Catarinense 2011FIESC
 
Impasses Ao Desenvolvimento
Impasses Ao DesenvolvimentoImpasses Ao Desenvolvimento
Impasses Ao DesenvolvimentoDavi Carvalho
 
Discurso Armando Monteiro no Ministério do Desenvolvimento
Discurso Armando Monteiro no Ministério do DesenvolvimentoDiscurso Armando Monteiro no Ministério do Desenvolvimento
Discurso Armando Monteiro no Ministério do DesenvolvimentoPaulo Veras
 

Mais procurados (14)

Fabio costa - Palestra: Estratégia de RH em tempo de crise
Fabio costa - Palestra: Estratégia de RH em tempo de criseFabio costa - Palestra: Estratégia de RH em tempo de crise
Fabio costa - Palestra: Estratégia de RH em tempo de crise
 
Administração empreendedora: um estudo de caso no Supermercado Atlântico
Administração empreendedora: um estudo de caso no Supermercado AtlânticoAdministração empreendedora: um estudo de caso no Supermercado Atlântico
Administração empreendedora: um estudo de caso no Supermercado Atlântico
 
Boletim Schmitz Auditores 01
Boletim Schmitz Auditores 01Boletim Schmitz Auditores 01
Boletim Schmitz Auditores 01
 
Análise SWOT
Análise SWOTAnálise SWOT
Análise SWOT
 
Amostra de textos Cesar Valente
Amostra de textos   Cesar ValenteAmostra de textos   Cesar Valente
Amostra de textos Cesar Valente
 
Características e perspectivas de mercados emergentes
Características e perspectivas de mercados emergentesCaracterísticas e perspectivas de mercados emergentes
Características e perspectivas de mercados emergentes
 
Informativo maio junho 2014
Informativo maio junho 2014Informativo maio junho 2014
Informativo maio junho 2014
 
2015.11 - Entrevista CN à Executive Digest
2015.11 - Entrevista CN à Executive Digest2015.11 - Entrevista CN à Executive Digest
2015.11 - Entrevista CN à Executive Digest
 
Mapa Estratégico Do Comércio Exterior De Minas Gerais
Mapa Estratégico Do Comércio Exterior De Minas GeraisMapa Estratégico Do Comércio Exterior De Minas Gerais
Mapa Estratégico Do Comércio Exterior De Minas Gerais
 
Mapa Estratégico do Comercio Exterior de Minas Gerais
Mapa Estratégico do Comercio Exterior de Minas GeraisMapa Estratégico do Comercio Exterior de Minas Gerais
Mapa Estratégico do Comercio Exterior de Minas Gerais
 
Diagnóstico do Setor Exportador Catarinense 2011
Diagnóstico do Setor Exportador Catarinense 2011Diagnóstico do Setor Exportador Catarinense 2011
Diagnóstico do Setor Exportador Catarinense 2011
 
Entrevista sergio macamo pacde negocios edicao 69 new
Entrevista sergio macamo pacde negocios edicao 69 newEntrevista sergio macamo pacde negocios edicao 69 new
Entrevista sergio macamo pacde negocios edicao 69 new
 
Impasses Ao Desenvolvimento
Impasses Ao DesenvolvimentoImpasses Ao Desenvolvimento
Impasses Ao Desenvolvimento
 
Discurso Armando Monteiro no Ministério do Desenvolvimento
Discurso Armando Monteiro no Ministério do DesenvolvimentoDiscurso Armando Monteiro no Ministério do Desenvolvimento
Discurso Armando Monteiro no Ministério do Desenvolvimento
 

Destaque

Erin Seiler Feb16.docx (1)
Erin Seiler Feb16.docx (1)Erin Seiler Feb16.docx (1)
Erin Seiler Feb16.docx (1)Erin Seiler
 
CCBS_Times_2016_Spring
CCBS_Times_2016_SpringCCBS_Times_2016_Spring
CCBS_Times_2016_SpringPierre Loizeau
 
Pekin Insurance letter
Pekin Insurance letterPekin Insurance letter
Pekin Insurance letterMelanie Lipson
 
1 IN 6 NODES NOW SUPPORT BITCOIN CLASSIC
1 IN 6 NODES NOW SUPPORT BITCOIN CLASSIC1 IN 6 NODES NOW SUPPORT BITCOIN CLASSIC
1 IN 6 NODES NOW SUPPORT BITCOIN CLASSICSteven Rhyner
 
Kernit Seaton Business Award
Kernit Seaton Business AwardKernit Seaton Business Award
Kernit Seaton Business AwardKernit Seaton
 
Caso de éxito Sprout
Caso de éxito SproutCaso de éxito Sprout
Caso de éxito SproutRedkampus
 
Dining table, Living room 8
Dining table, Living room 8Dining table, Living room 8
Dining table, Living room 8Dragan Jovic
 

Destaque (14)

Shebria Windham resume
Shebria Windham resumeShebria Windham resume
Shebria Windham resume
 
Erin Seiler Feb16.docx (1)
Erin Seiler Feb16.docx (1)Erin Seiler Feb16.docx (1)
Erin Seiler Feb16.docx (1)
 
CCBS_Times_2016_Spring
CCBS_Times_2016_SpringCCBS_Times_2016_Spring
CCBS_Times_2016_Spring
 
resume
resumeresume
resume
 
Presentation_NEW.PPTX
Presentation_NEW.PPTXPresentation_NEW.PPTX
Presentation_NEW.PPTX
 
To dos
To dosTo dos
To dos
 
SOLECertification
SOLECertificationSOLECertification
SOLECertification
 
Pekin Insurance letter
Pekin Insurance letterPekin Insurance letter
Pekin Insurance letter
 
1 IN 6 NODES NOW SUPPORT BITCOIN CLASSIC
1 IN 6 NODES NOW SUPPORT BITCOIN CLASSIC1 IN 6 NODES NOW SUPPORT BITCOIN CLASSIC
1 IN 6 NODES NOW SUPPORT BITCOIN CLASSIC
 
Kernit Seaton Business Award
Kernit Seaton Business AwardKernit Seaton Business Award
Kernit Seaton Business Award
 
Caso de éxito Sprout
Caso de éxito SproutCaso de éxito Sprout
Caso de éxito Sprout
 
Resume 02.2016 redo
Resume 02.2016 redoResume 02.2016 redo
Resume 02.2016 redo
 
Jornalmicrofonia#17
Jornalmicrofonia#17Jornalmicrofonia#17
Jornalmicrofonia#17
 
Dining table, Living room 8
Dining table, Living room 8Dining table, Living room 8
Dining table, Living room 8
 

Semelhante a Desafios e oportunidades para retomada do crescimento

E4P_PúblicoPrivadoBrasil_Bro_V31
E4P_PúblicoPrivadoBrasil_Bro_V31E4P_PúblicoPrivadoBrasil_Bro_V31
E4P_PúblicoPrivadoBrasil_Bro_V31Giselle Quartin
 
administracao estrategica_aula_3
administracao estrategica_aula_3administracao estrategica_aula_3
administracao estrategica_aula_3FRANKLIN SANTOS
 
Mundo Corporativo
Mundo CorporativoMundo Corporativo
Mundo CorporativoAlmir Gomes
 
E-BOOK_EMPREENDEDORISMO_FEMININO portugu
E-BOOK_EMPREENDEDORISMO_FEMININO portuguE-BOOK_EMPREENDEDORISMO_FEMININO portugu
E-BOOK_EMPREENDEDORISMO_FEMININO portugumayerlinparedes1
 
Mensurar a trilogia inovação, conhecimento e governação no mundo empresarial
Mensurar a trilogia inovação, conhecimento e governação no mundo empresarialMensurar a trilogia inovação, conhecimento e governação no mundo empresarial
Mensurar a trilogia inovação, conhecimento e governação no mundo empresarialPássaro no Ombro
 
Carta francisco sérgio de assis importação_de_café
Carta francisco sérgio de assis importação_de_caféCarta francisco sérgio de assis importação_de_café
Carta francisco sérgio de assis importação_de_caféSergio Pereira
 
Farmácia de Manipulação QUINTAESSÊNCIA- NUCLEO COMUM VALOR: R$ 50,00 WHATSAP...
Farmácia de Manipulação QUINTAESSÊNCIA- NUCLEO COMUM  VALOR: R$ 50,00 WHATSAP...Farmácia de Manipulação QUINTAESSÊNCIA- NUCLEO COMUM  VALOR: R$ 50,00 WHATSAP...
Farmácia de Manipulação QUINTAESSÊNCIA- NUCLEO COMUM VALOR: R$ 50,00 WHATSAP...Acade Consultoria
 
PRODUÇÃO TEXTUAL NUCLEO COMUM - Farmácia de Manipulação QUINTAESSÊNCIA - VLR ...
PRODUÇÃO TEXTUAL NUCLEO COMUM - Farmácia de Manipulação QUINTAESSÊNCIA - VLR ...PRODUÇÃO TEXTUAL NUCLEO COMUM - Farmácia de Manipulação QUINTAESSÊNCIA - VLR ...
PRODUÇÃO TEXTUAL NUCLEO COMUM - Farmácia de Manipulação QUINTAESSÊNCIA - VLR ...Acade Consultoria
 
PRODUÇÃO TEXTUAL NUCLEO COMUM - Farmácia de Manipulação QUINTAESSÊNCIA - VLR ...
PRODUÇÃO TEXTUAL NUCLEO COMUM - Farmácia de Manipulação QUINTAESSÊNCIA - VLR ...PRODUÇÃO TEXTUAL NUCLEO COMUM - Farmácia de Manipulação QUINTAESSÊNCIA - VLR ...
PRODUÇÃO TEXTUAL NUCLEO COMUM - Farmácia de Manipulação QUINTAESSÊNCIA - VLR ...Acade Consultoria
 

Semelhante a Desafios e oportunidades para retomada do crescimento (20)

GV-executivo, vol. 18, n. 4, julho-agosto 2019
GV-executivo, vol. 18, n. 4, julho-agosto 2019GV-executivo, vol. 18, n. 4, julho-agosto 2019
GV-executivo, vol. 18, n. 4, julho-agosto 2019
 
NEWSLETTER ILGC - Agosto 2015
NEWSLETTER ILGC - Agosto 2015 NEWSLETTER ILGC - Agosto 2015
NEWSLETTER ILGC - Agosto 2015
 
GV-executivo, vol. 18, n. 3, maio-junho 2019
GV-executivo, vol. 18, n. 3, maio-junho 2019GV-executivo, vol. 18, n. 3, maio-junho 2019
GV-executivo, vol. 18, n. 3, maio-junho 2019
 
E4P_PúblicoPrivadoBrasil_Bro_V31
E4P_PúblicoPrivadoBrasil_Bro_V31E4P_PúblicoPrivadoBrasil_Bro_V31
E4P_PúblicoPrivadoBrasil_Bro_V31
 
administracao estrategica_aula_3
administracao estrategica_aula_3administracao estrategica_aula_3
administracao estrategica_aula_3
 
Mundo Corporativo
Mundo CorporativoMundo Corporativo
Mundo Corporativo
 
E-BOOK_EMPREENDEDORISMO_FEMININO portugu
E-BOOK_EMPREENDEDORISMO_FEMININO portuguE-BOOK_EMPREENDEDORISMO_FEMININO portugu
E-BOOK_EMPREENDEDORISMO_FEMININO portugu
 
GV-executivo VOLUME 17, NÚMERO 5 SET/OUT 2018
GV-executivo VOLUME 17, NÚMERO 5 SET/OUT 2018GV-executivo VOLUME 17, NÚMERO 5 SET/OUT 2018
GV-executivo VOLUME 17, NÚMERO 5 SET/OUT 2018
 
Mensurar a trilogia inovação, conhecimento e governação no mundo empresarial
Mensurar a trilogia inovação, conhecimento e governação no mundo empresarialMensurar a trilogia inovação, conhecimento e governação no mundo empresarial
Mensurar a trilogia inovação, conhecimento e governação no mundo empresarial
 
Carta francisco sérgio de assis importação_de_café
Carta francisco sérgio de assis importação_de_caféCarta francisco sérgio de assis importação_de_café
Carta francisco sérgio de assis importação_de_café
 
Newsletter ILGC 2015
Newsletter ILGC  2015Newsletter ILGC  2015
Newsletter ILGC 2015
 
GV-executivo VOLUME 17, NÚMERO 6 NOV/DEZ 2018
GV-executivo VOLUME 17, NÚMERO 6 NOV/DEZ 2018GV-executivo VOLUME 17, NÚMERO 6 NOV/DEZ 2018
GV-executivo VOLUME 17, NÚMERO 6 NOV/DEZ 2018
 
Mercados Inclusivos no Brasil
Mercados Inclusivos no BrasilMercados Inclusivos no Brasil
Mercados Inclusivos no Brasil
 
Farmácia de Manipulação QUINTAESSÊNCIA- NUCLEO COMUM VALOR: R$ 50,00 WHATSAP...
Farmácia de Manipulação QUINTAESSÊNCIA- NUCLEO COMUM  VALOR: R$ 50,00 WHATSAP...Farmácia de Manipulação QUINTAESSÊNCIA- NUCLEO COMUM  VALOR: R$ 50,00 WHATSAP...
Farmácia de Manipulação QUINTAESSÊNCIA- NUCLEO COMUM VALOR: R$ 50,00 WHATSAP...
 
PRODUÇÃO TEXTUAL NUCLEO COMUM - Farmácia de Manipulação QUINTAESSÊNCIA - VLR ...
PRODUÇÃO TEXTUAL NUCLEO COMUM - Farmácia de Manipulação QUINTAESSÊNCIA - VLR ...PRODUÇÃO TEXTUAL NUCLEO COMUM - Farmácia de Manipulação QUINTAESSÊNCIA - VLR ...
PRODUÇÃO TEXTUAL NUCLEO COMUM - Farmácia de Manipulação QUINTAESSÊNCIA - VLR ...
 
PRODUÇÃO TEXTUAL NUCLEO COMUM - Farmácia de Manipulação QUINTAESSÊNCIA - VLR ...
PRODUÇÃO TEXTUAL NUCLEO COMUM - Farmácia de Manipulação QUINTAESSÊNCIA - VLR ...PRODUÇÃO TEXTUAL NUCLEO COMUM - Farmácia de Manipulação QUINTAESSÊNCIA - VLR ...
PRODUÇÃO TEXTUAL NUCLEO COMUM - Farmácia de Manipulação QUINTAESSÊNCIA - VLR ...
 
Apostila adm pm es
Apostila  adm pm esApostila  adm pm es
Apostila adm pm es
 
Plano de Negócios.pptx
Plano de Negócios.pptxPlano de Negócios.pptx
Plano de Negócios.pptx
 
Guia272 entrevista
Guia272 entrevistaGuia272 entrevista
Guia272 entrevista
 
Case Dín4mo apresentado no Café com Investidores de Impacto Social
Case Dín4mo apresentado no Café com Investidores de Impacto SocialCase Dín4mo apresentado no Café com Investidores de Impacto Social
Case Dín4mo apresentado no Café com Investidores de Impacto Social
 

Mais de ILGC - Instituto Latino Americano de Gestão Competitiva

Mais de ILGC - Instituto Latino Americano de Gestão Competitiva (20)

Apresentaçao lean thinking para empresas do segmento alimenticio
Apresentaçao lean thinking para empresas do segmento alimenticioApresentaçao lean thinking para empresas do segmento alimenticio
Apresentaçao lean thinking para empresas do segmento alimenticio
 
Ser Competitivo - Agosto 2016
Ser Competitivo - Agosto 2016Ser Competitivo - Agosto 2016
Ser Competitivo - Agosto 2016
 
Ser Competitivo - Junho 2016
Ser Competitivo - Junho 2016Ser Competitivo - Junho 2016
Ser Competitivo - Junho 2016
 
Lean Thinking - aplicado as pequenas e médias empresas.
Lean Thinking - aplicado as pequenas e médias empresas.Lean Thinking - aplicado as pequenas e médias empresas.
Lean Thinking - aplicado as pequenas e médias empresas.
 
Ser Competitivo Maio 2016
Ser Competitivo Maio 2016Ser Competitivo Maio 2016
Ser Competitivo Maio 2016
 
Ser competitivo Abril 2016
Ser competitivo Abril 2016Ser competitivo Abril 2016
Ser competitivo Abril 2016
 
Webinar - Como preparar sua empresa para Exportação
Webinar - Como preparar sua empresa para ExportaçãoWebinar - Como preparar sua empresa para Exportação
Webinar - Como preparar sua empresa para Exportação
 
Ser Competitivo Março 2016
Ser Competitivo Março 2016Ser Competitivo Março 2016
Ser Competitivo Março 2016
 
Apresentação Webinar Especial - Orçamento Positivo
Apresentação Webinar Especial - Orçamento PositivoApresentação Webinar Especial - Orçamento Positivo
Apresentação Webinar Especial - Orçamento Positivo
 
Workshop Orçamento Positivo - 04/11/2015
Workshop Orçamento Positivo - 04/11/2015Workshop Orçamento Positivo - 04/11/2015
Workshop Orçamento Positivo - 04/11/2015
 
Webinar 23/09/15 - Mercado de Pequenas e Médias Empresas com Crescimento Acel...
Webinar 23/09/15 - Mercado de Pequenas e Médias Empresas com Crescimento Acel...Webinar 23/09/15 - Mercado de Pequenas e Médias Empresas com Crescimento Acel...
Webinar 23/09/15 - Mercado de Pequenas e Médias Empresas com Crescimento Acel...
 
Oficina de Trabalho - Vendas de Alto Impacto
Oficina de Trabalho - Vendas de Alto ImpactoOficina de Trabalho - Vendas de Alto Impacto
Oficina de Trabalho - Vendas de Alto Impacto
 
WEBINAR 30/07/15 – COMO TRANSFORMAR CUSTO FIXO EM CUSTO VARIÁVEL? - Mercado A...
WEBINAR 30/07/15 – COMO TRANSFORMAR CUSTO FIXO EM CUSTO VARIÁVEL? - Mercado A...WEBINAR 30/07/15 – COMO TRANSFORMAR CUSTO FIXO EM CUSTO VARIÁVEL? - Mercado A...
WEBINAR 30/07/15 – COMO TRANSFORMAR CUSTO FIXO EM CUSTO VARIÁVEL? - Mercado A...
 
WEBINAR 16/07/15 – COMO TRANSFORMAR CUSTO FIXO EM CUSTO VARIÁVEL? - Mercado A...
WEBINAR 16/07/15 – COMO TRANSFORMAR CUSTO FIXO EM CUSTO VARIÁVEL? - Mercado A...WEBINAR 16/07/15 – COMO TRANSFORMAR CUSTO FIXO EM CUSTO VARIÁVEL? - Mercado A...
WEBINAR 16/07/15 – COMO TRANSFORMAR CUSTO FIXO EM CUSTO VARIÁVEL? - Mercado A...
 
NEWSLETTER ILGC - julho 2015
NEWSLETTER ILGC - julho 2015 NEWSLETTER ILGC - julho 2015
NEWSLETTER ILGC - julho 2015
 
WEBINAR 01/07/15 – LIÇÕES DA ATD 2015 – TENDÊNCIAS PARA DESENVOLVIMENTO DE TA...
WEBINAR 01/07/15 – LIÇÕES DA ATD 2015 – TENDÊNCIAS PARA DESENVOLVIMENTO DE TA...WEBINAR 01/07/15 – LIÇÕES DA ATD 2015 – TENDÊNCIAS PARA DESENVOLVIMENTO DE TA...
WEBINAR 01/07/15 – LIÇÕES DA ATD 2015 – TENDÊNCIAS PARA DESENVOLVIMENTO DE TA...
 
NEWSLETTER ILGC - junho 2015
NEWSLETTER ILGC - junho 2015NEWSLETTER ILGC - junho 2015
NEWSLETTER ILGC - junho 2015
 
WEBINAR - Mentoring Comercial – Prática Efetiva ou Modismo? (Eduardo Rocha)
WEBINAR -  Mentoring Comercial – Prática Efetiva ou Modismo? (Eduardo Rocha)WEBINAR -  Mentoring Comercial – Prática Efetiva ou Modismo? (Eduardo Rocha)
WEBINAR - Mentoring Comercial – Prática Efetiva ou Modismo? (Eduardo Rocha)
 
WEBINAR - Mentoring Comercial – Prática Efetiva ou Modismo? (Raimundo Sousa)
WEBINAR -  Mentoring Comercial – Prática Efetiva ou Modismo? (Raimundo Sousa)WEBINAR -  Mentoring Comercial – Prática Efetiva ou Modismo? (Raimundo Sousa)
WEBINAR - Mentoring Comercial – Prática Efetiva ou Modismo? (Raimundo Sousa)
 
WEBINAR - JOGOS DE NEGÓCIOS - Como Desenvolver Talentos Através de Experiênci...
WEBINAR - JOGOS DE NEGÓCIOS - Como Desenvolver Talentos Através de Experiênci...WEBINAR - JOGOS DE NEGÓCIOS - Como Desenvolver Talentos Através de Experiênci...
WEBINAR - JOGOS DE NEGÓCIOS - Como Desenvolver Talentos Através de Experiênci...
 

Último

O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...LizanSantos1
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxThye Oliver
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 

Último (20)

O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 

Desafios e oportunidades para retomada do crescimento

  • 1. Num ambiente de contínua “destruição de riquezas” no país, confirma- dos pelas reduções nos valores do Produto Interno Bruto – PIB no ano passado - 2015 (-3.9% previsão) e neste ano - 2016 (-3% última pre- visão) lembrar de que em 2014 praticamente não houve crescimento (+0,1%), nos acostumamos a acompanhar através da imprensa as di- versas operações da Polícia Federal, envolvendo pessoas que ocupam posições estratégicas nas diversas organizações da sociedade. Mas afinal, o que é uma operação da PF e o que isso tem a ver o futuro do país? Resumidamente, uma operação da PF é um “conjunto articulado de ações, com propósitos específicos e originado de coletas e análises críticas de fatos e dados”, e a nosso ver, práticas consis- tentes desta natureza podem se aplicar a todos os setores da socieda- de e trazer contribuições expressivas para acelerarmos a retomada do crescimento econômico e social. Vamos aos fatos e dados: √ Taxas de juros e spreads exorbitantes. Selic a 14.25% a.a mais os spreads é difícil encontrar negócios que suporte este custo; √ Acelerada deterioração do emprego. O último dado disponível fala em 9% de desemprego, todavia o mais gritante é que em 2015 foram exterminados 1.542 milhão de postos de trabalho e havia no final do ano, mais de 10 milhões de pessoas desocupadas; √ Desemprego elimina renda, que reduz consumo, que reduz pro- dução, e por aí vai; √ Baixo nível de confiança do empresariado e investidores; √ Sem confiança, reduz investimentos e encolhe as organizações com impacto direto na sociedade, gerando uma “espiral negativis- ta” que inevitavelmente nos leva a deterioração dos fundamentos da economia, e por consequência, social; √ Pauta de exportações centrada em commodities (31,82% das nossas exportações em 2015 foram compostas por commodities), fortemente impactadas pelas reduções dos preços internacionais, ge- rando receitas menores; √ Taxa cambial inflacionada por ”prêmios de riscos políticos” que ge- ram desconfiança interna e externa. Há correntes prevendo o câmbio a R$ 4.50/U$$1 no final de 2016; √ Crise política “infindável”, com o surgimento contínuo de novos desdobramentos, impedindo a construção de cenários mais asserti- vos; Não encontramos registros na história de que economias “sobrevivam por muito tempo” diante de fatos desta natureza, e a nosso ver, é che- gada a hora de construirmos uma – agenda positiva – que articule ações concretas com o propósito de retomarmos a linha de cresci- mento e enriquecimento do país. Não podemos admitir a “paralisia” atual. Precisamos e podemos agir. Em nossas reflexões internas, ousa- mos propor um movimento que estamos chamando de “Operação Brasil 2016 – O Resgate”, e tem o propósito de, nos níveis em que atuamos, estimular empresários, investidores, governos e a sociedade em geral a mudarem o seu –mindset - e buscarem alternativas para a Ano IV - Edição fevereiro/2016 Newsletter produzida pela área técnica do ILGC – Instituto Latino Americano de Gestão Competitiva. Nós acreditamos no Brasil Operação BRASIL 2016... O Resgate. retomada do crescimento. Esta operação deverá ser sustentada nos eixos abaixo: √ Ampliar o portfólio de produtos industrializados para exportação, incentivando as medias e pequenas indústrias. Estimular a construção de “alianças” que complementem “competências” parciais e torne os produtos competitivos; √ Reposicionar os custos internos, eliminando perdas e desperdícios de toda a natureza, e buscando fontes alternativas de suprimentos; √ Desapegar-se de práticas e estilos gerenciais que funcionaram no passado, especialmente durante os ciclos de crescimento acelerado. Seja produtivo. Utilize o seu tempo para “construir riquezas”. Confie nas pessoas que estão ao seu lado. Delegue e cobre resultados; √ Ter atenção particular aos mercados. Compreender as necessida- des atuais e potencias das organizações. Manter-se “antenado” com as tendências da sociedade e identificar como o seu negócio pode ser impactado no curto e médio prazo; √ Admitir que inovação e governança, não é modismo. Está ao nosso alcance e se não a adotarmos em nossos negócios fatalmente não potencializaremos as oportunidades que temos; √ Ser atuante com as organizações que representam a sua categoria profissional, seja sindicatos, federações, associações de classe, grupos de empresários, e outros; bem como com os seus representantes nos poderes legislativos municipais, estaduais e federal. Peter Drucker, nosso grande mestre da administração moderna, disse que “Onde quer que você veja um negócio de sucesso, pode acreditar que ali houve um dia uma decisão corajosa”. Sejamos corajosos(as). Boa leitura.
  • 2. Expediente Dirigido pelo consultor Raimundo Sousa e um time de especialistas comprometidos com os resultados de seus clientes, o ILGC é um Integra- dor de talentos e habilidades, cujas ações são convergentes para a melhoria permanente da competitividade das pessoas e seus negócios. ILGC - Escritório Central - Av. Nazaré, 1139 - Cj. 203 / Ipiranga - 04263-100 - São Paulo /SP – Brasil Tel: +55 11 2948-3336 - faleconosco@ilgc.com.br - www.ilgc.com.br A marca Ser Competitivo é propriedade do ILGC. Em meados dos anos 40, Lourival Maricondi, um jovem médico re- cém formado, desafiando a escassez de recursos e as dificuldades naturais dos poucos empreendedores daquela época, fundou na cidade de São Carlos, um pequeno laboratório de análises clinicas, com o propósito de apoiar com qualidade e exatidão as decisões dos profissionais médicos e localidade. Os anos se passaram, e a tenacidade e determinação do Dr Mari- condi foram consolidando o negócio, superando os grandes “ser- rotes” (altos e baixos) da economia brasileira ao longo dos últimos 70 anos. A chegada da segunda geração, capitaneada pelo Dr Wagner, se- gundo filho de uma família de três irmãos, acelerou o processo de modernização do Laboratório Maricondi, ampliando os serviços e utilizando-se de técnicas e recursos alinhados com as melhores tendências internacionais. Neste mercado de forte consolidação, e a partir da cidade de São Carlos, com unidades em cinco cidades do Estado de São Paulo, o laboratório hoje realiza serviço de apoio a mais de 200 laboratórios, atendendo cerca de 2.400 pacientes por dia, realizando mais de 2.000 tipos diferentes de exames. A visão empreendedora do Dr Wagner, aliada ao seu “apurado” conhecimento técnico e a crença de que “sim, podemos fazer sem- pre melhor e com custo baixo”, o levou a criar no início dos anos 90 (mais precisamente 1991) a Wama Diagnóstica, uma moderna e competitiva empresa com a missão de “desenvolver méto- dos e equipamentos para laboratórios de análises”. Confir- mando o DNA da família Maricondi, de construir negócios que se ALIADOS COMPETITIVOS Determinação e Conhecimento Técnico Perenizam os Negócios BUSINESS CASE complementam, atuando com muita determinação e conhecimen- to técnico, a Wama é hoje “uma das poucas empresas brasi- leiras que detém a tecnologia para a fabricação de testes imunocromatográficos (metodologia Lateral Flow), sendo a única que produz tiras de urina na América Latina”. Além do mercado brasileiro, privado e público, seus produtos e soluções atendem aos diversos países da América Latina e Oriente Médio, com qualidade, preço competitivo e entregas nos prazos conven- cionados. O sonho do Dr Lourival, de que os filhos pudessem dar continui- dade ao negócio com competência, determinação e capacidade técnica, materializado através do Dr Wagner, atualmente presidente executivo do grupo, expande-se agora para a terceira geração. Com formação técnica “apurada” e passagem por outras organizações, inclusive no mercado financeiro, o Felipe e Wagner Junior, ambos filhos do atual presidente, já estão dando expediente no dia a dia das empresas, integrando-se adequadamente com os atuais exe- cutivos do grupo, e formando um “time” altamente qualificado e preparado para os grandes desafios que a economia brasileira vem sendo submetida. Perguntamos ao Dr Wagner, qual é o segredo da “longevidade” e sucesso do grupo, e a resposta veio de “bate pronto”:  Fazer sempre bem feito. Neste mercado, é impensável não ter qualidade;  Acreditar na capacidade produtiva das pessoas, e orientá- -las sempre;  Atribuir e monitorar metas para todas as pessoas da orga- nização;  Modernizar continuamente. Ser inovador é imperativo para suportar a velocidade das mudanças;  Ter preços competitivos. Portanto, a gestão de custos e gas- tos é mandatório todos os dias. Para você conhecer mais as empresas do grupo Maricondi, acesse www.labmaricondi.com.br ou www.wamadiagnostica.com.br O grupo Maricondi é assistido pela equipe técnica do ILGC desde 2014.