Porque razões devemos agir moralmente

1.635 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.635
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Porque razões devemos agir moralmente

  1. 1. Por que razões devemos agir moralmente? Reflexões Filosofia 10º ano Isabel Bernardo Catarina Vale
  2. 2. Reflexões Filosofia 10.º ano Isabel Bernardo Catarina Vale De que modo devemos agir para agir moralmente? A consciência moral O baile de Paula Rego (1988)
  3. 3. Reflexões Filosofia 10.º ano Isabel Bernardo Catarina Vale Exercícios de problematização Discute, com o teu colega de carteira, a resposta às questões que se seguem. Não te esqueças de registar as conclusões no caderno diário. As conclusões serão debatidas em grande grupo. 1.O que é a consciência moral? 2.Quais moral? as funções da consciência 3.Qual a importância da consciência moral na experiência convivencial?
  4. 4. Reflexões Filosofia 10.º ano Isabel Bernardo Catarina Vale Exercício de conceptualização Consciência moral: noção, adquirida socialmente, de que há ações certas ou erradas à luz de um conjunto de normas que numa sociedade estabelecem o bem, face ao impacto do que fazemos sobre os outros. Funções da consciência moral: -Orientar - indica o caminho reto, de acordo com valores e princípios -Impor - obriga a ação ao percurso considerado bom -Avaliar - emite um juízo crítico sobre a conformidade da ação aos valores e princípios -Censurar - provoca culpa e remorsos quando a ação não é conforme aos princípios.
  5. 5. Reflexões Filosofia 10.º ano Isabel Bernardo Catarina Vale Sugestão de leitura Procura na biblioteca da tua escola: Savater, Fernando (1993). O grilo falante entra em cena. In Ética para um jovem. Lisboa: Editorial Presença, pp. 69-78.
  6. 6. Reflexões Filosofia 10.º ano Isabel Bernardo Catarina Vale Sugestão de leitura Procura na biblioteca da tua escola: Savater, Fernando (1993). O grilo falante entra em cena. In Ética para um jovem. Lisboa: Editorial Presença, pp. 69-78.

×