Ccr esse - solucoes integradas - 13/09/2012

376 visualizações

Publicada em

Apresentação feita na mesa sobre Mobilidade e sistemas de transporte no terceiro SEMINÁRIO TÉCNICO DE PLANEJAMENTO E MOBILIDADE URBANA - 13 DE SETEMBRO DE 2012

Publicada em: Governo e ONGs
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
376
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ccr esse - solucoes integradas - 13/09/2012

  1. 1. III SEMINÁRIO TÉCNICO DE PLANEJAMENTO E MOBILIDADEURBANA DO CONSELHO ESTADUAL DAS CIDADES, COORDENADO PELAS CÂMARAS TÉCNICAS DE MOBILIDADE URBANA E DE PLANEJAMENTO E GESTÃO TERRITORIAL URBANA
  2. 2. Terceira mesa Transporte aéreo de passageiros com teleférico. Soluções Integradas Transporte marítimo de passageiros e veículos com utilização de barcas e ferry-boats.
  3. 3. Representantes Uma das 5 maiores empresas do mundo no setor de concessão de infraestrutura. Controla 2.437 km de rodovias no Brasil. Além de operar a Barcas S/A, no RJ, também opera a linha 4 Amarela - do Metrô de SP e tem outras participações em negócios relacionados com mobilidade urbana. Uma das principais empresas de consultoria de Santa Catarina com forte atuação em projetos de mobilidade e infraestrutura. Vem estudando a mais de 5 anos o sistema teleférico como modal alternativo para transporte público, com estudos em Florianópolis, Rio de Janeiro e São Paulo.
  4. 4. Florianópolis tem a maior frota per capita do Brasil: 1 veículo para 1,8 habitantes. Maior volume de travessia rodoviária sobre o mar do Brasil: 180 mil veículos/dia. Maior que a ponte Rio- Niterói (150 mil/dia) e quase 4 vezes Vila Velha-Vitória (50 mil/dia). Números Diagnóstico
  5. 5. Congestionamentos diários entre a BR-101 e o centro, na via Expressa e nas pontes. A travessia pode durar mais de 80 minutos. Os reflexos atingem até 2 quilômetros na BR-101 Norte e Sul. Esta situação traz desconforto e tem um alto custo econômico e social. Diagnóstico Fatos É preciso uma intervenção imediata com prazos reduzidos de implantação. O alargamento da Via Expressa e da BR-101 pode durar alguns anos.
  6. 6. Capacidade da Travessia/Projeção Demanda (viagens/dia) 181.930,00 - 100.000,00 200.000,00 300.000,00 400.000,00 500.000,00 600.000,00 700.000,00 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 Hipótese Pessimista Hipótese Intermendiária Hipótese Otimista Capacidade Total da Tavessia Situação Atual Capacidade Pedro Ivo Capacidade Total da Travessia Considerações: Período de utilização: 14 horas/dia. Capacidade máxima por faixa: 2.000 veículos/h. Fonte: DNIT (Estudo do Projeto da Via Expressa - 2011). Diagnóstico
  7. 7. Diagnóstico De acordo com os cenários projetados, o colapso na travessia acontecerá entre 2016 e 2021. Fonte: DNIT (Estudo do Projeto da Via Expressa - 2011). Capacidade máx. 2 pontes, 14h/dia Capacidade máx. 1 ponte, 14h/dia
  8. 8. Solução Proposta Integração Multimodal
  9. 9. Solução Proposta Transporte aéreo de passageiros com teleférico. Solução Integrada Transporte marítimo de passageiros e veículos com utilização de barcas e ferry-boats.
  10. 10. Solução Proposta Principais Vantagens Os sistemas podem ser implantados em prazo ímpar. O transporte marítimo não tem restrição de ampliação de capacidade mantendo-se adequado às variações de demanda e distribuição geográfica. Flexibilidade:
  11. 11. Solução Proposta Principais Vantagens Os dois modais priorizam mobilidade urbana e eliminam viagens sobre pneus, descongestionando o viário continental e insular; Diminuição de congestionamentos: Transporte com teleférico é contínuo, sem perda de tempo no embarque; Estações de integração com o transporte público municipal e intermunicipal (ônibus) e Park and Ride (estacionamentos integrados).
  12. 12. Solução Proposta Principais Vantagens Transporte marítimo oferece menores emissões ao meio-ambiente; Respeito ao meio-ambiente: Transporte marítimo de veículos reduz distâncias com ganhos econômicos de tempo, combustível e emissões; Transporte por teleférico com “emissão zero” de poluentes.
  13. 13. Rotas propostas Proposta
  14. 14. Outras rotas alternativas Solução Proposta
  15. 15. Solução Proposta O Modal Teleférico O Modal Teleférico
  16. 16. Solução Proposta O Modal Teleférico Tecnologia Capacidade da Cabine (pax) Capacidade de Transporte (pph) Velocidade (m/s) Gondolas 4 to 15 3.600 (7.200) 6,0 m/s Tricables 35 6.000 (12.000) 7,5 m/s Gondola Tricable - 3S
  17. 17. Solução Proposta O Modal Teleférico Cabines: para até 35 pessoas, com ar condicionado, som ambiente; Características do modelo proposto: Capacidade: 3.000 a 5.000 pph/sentido (6.000 a 10.000 pax/hora); Velocidade: 21 a 27 km/h; Fonte de energia: elétrica – tecnologia limpa; Condições Metereológicas: suporta ventos com velocidades de até 80 km/h (em casos específicos há sistemas que suportam até 120km/h); Segurança: sistema de transporte mais seguro do mundo.
  18. 18. Solução Proposta O Modal Teleférico Estações Estruturas leves e com baixo impacto urbano; Acessibilidade segura e confortável.
  19. 19. Sistema Teleférico 7,2 km 3,2 km 5,2 km 20 min 11,5 min 16,8 min Extensões e tempos de viagem
  20. 20. O Modal Teleférico Exemplos Implantados Medellin - Colômbia
  21. 21. O Modal Teleférico Exemplos Implantados Medellin - Colômbia
  22. 22. O Modal Teleférico Exemplos Implantados Medellin - Colômbia Instalação 2004 2008 Extensão 2.060 m 2.900 m Capacidade 3.000 pph/sent 3.000 pph/sent Capac. Cabines 8 pax 8 pax Velocidade 5 m/s 5 m/s Tempo percurso 10,4 min 10,4 min Qtd. Estações 4 4
  23. 23. Caracas - Venezuela Exemplos Implantados
  24. 24. Caracas - Venezuela O Modal Teleférico Exemplos Implantados Instalação 2009 Extensão 1.700 m Capacidade 2.400 pph/sent Capac. Cabines 8 pax Velocidade 5 m/s Tempo percurso 9,24 Qtd. Estações 5
  25. 25. Londres - Inglaterra Professor of Sustainable Transport at Liverpool John Moores University; Estudo sobre Alternativas na Travessia do Rio Tâmisa em Londres: Professor of Sustainable Development in the Stockholm Environment Institute at the University of York; Professor of European Transport Systems at the University of Wuppertal and Principal of Environmental and Transport Planning, Brighton; Professor of Transport Policy, Centre for Transport and Society, UWE Bristol, and Emeritus Professor, University College London. Exemplos Implantados
  26. 26. Londres - Inglaterra O Modal Teleférico Exemplos Implantados Instalação 2012 Extensão 1.100 m Capacidade 2.500 pph Capac. Cabines 8 pax Velocidade 5 m/s Tempo percurso 5,0 Qtd. Estações 2
  27. 27. Barcas e Ferry-boats • Transporte veicular consolidado e testado mundialmente (ferry-boats); • Projeto Barcas concebido no moldes da travessia Rio-Niterói (100.000 pass./dia). Solução Proposta CCR Barcas Número de viagens x dia 270 Número de passageiros transportados x dia 107 mil Consumo médio de óleo diesel x dia 30 mil litros Milhas náuticas navegadas x dia 1.200 milhas
  28. 28. Operador País Linhas Terminais Embarcações Passageiros* Controle Istambul Deniz Otobusleri (IDO) Turquia 33 85 106 100.573 Público ACTV Itália 30 100 150 99.697 Público Barcas S/A Brasil 6 8 21** 29.400 Privado Transtejo & Soflusa Portugal 6 9 38 28.445 Público Star Ferries*** China 2 4 8 76.000 Privado Staten Island Ferries EUA 1 2 8 23.771 Público Washington State Ferries EUA 9 20 20 22.400 Público BC Ferries Canadá 25 47 35 20.727 Privado Maiores Transportadores de Passageiros no Modal Aquaviário Ano base: 2011 (*) Os operadores IDO, Transtejo & Soflusa, Washington State Ferries, BC Ferries e Staten Island Ferries também transportam veículos. (**) Foram consideradas as embarcações operativas, além das embarcações auxiliares. (***) De acordo com a revista especializada Le Marin, mais de 76 milhões de passageiros são transportados em Hong Kong por ano. Pelo menos outros 7 operadores atuam no modal aquaviário na região.
  29. 29. Id Trajeto Pax/dia Milha/ Viagem 1 Rio – Niterói 93.000 2,7 2 Rio – Charitas 10.000 4,4 3 Rio – Cocotá 1.800 7,4 4 Rio – Paquetá 2.200 10,7 5 Angra - Ilha Grande 150 12,1 6 Mangaratiba - Ilha Grande 250 13,3 Total 107.400 Linhas Operacionais
  30. 30. 12.000.000 14.000.000 16.000.000 18.000.000 20.000.000 22.000.000 24.000.000 26.000.000 28.000.000 30.000.000 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 PassageirosTransportados Total de Passageiros Transportados 1998 - 2011 Demanda Real
  31. 31. Finalidade da Viagem Ir ou vir do trabalho Ir ou vir do lazer / diversão / turismo Ir ou vir para resolver problemas pessoais Ir ou vir da faculdade / colégio / estudo Ir ou vir do médico / consultório / hospital 1% 6% 6% 14% 73% Base: Total da amostra (2040 entrevistas).
  32. 32. Taxa de Ocupação 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 70% 80% 90% 100% Praça XV Niterói Exemplo: Rio - Niterói
  33. 33. Características da Operação Transporte ponto a ponto; Grade horária regulamentada; Grande concentração de passageiros nos horários de pico; Controle estrito de lotação; Tráfego intenso na via; Interferência por condições climáticas; Lixo na Baía de Guanabara.
  34. 34. Solução Proposta Barcas e Ferry-boats • Barcas e ferry-boats podem operar com fontes de energias alternativas; • Atualmente existem tecnologias híbridas que permitem consumo de diesel da ordem de 30% do convencional (San Diego, CA – eólico/solar/diesel).
  35. 35. Solução Proposta Barcas e Ferry-boats Rotas e tempos de travessia • Centro - Palhoça: 14 minutos; • Centro - S. José: 16 minutos; • S.Antonio - Palhoça: 46 minutos; • S.Antonio - S. José: 27 minutos. • Partidas das barcas na hora-pico a cada 20 minutos (S.José - Centro); • Partidas das barcas na hora-pico a cada 30 minutos (Palhoça - Centro); • Partidas dos ferry-boats na hora-pico a cada 10 minutos; • 5 barcas com 600 passageiros operando simultaneamente na hora-pico; • 12 ferry-boats operando simultaneamente durante a hora-pico.
  36. 36. Solução Proposta Integração Reduzindo o tráfego no centro e no eixo Ilha - Continente. Integração com transporte coletivo e estacionamentos. Reter parte da frota de automóveis e ônibus nas extremidades.
  37. 37. Para o sistema teleférico estima-se investimentos totais da ordem de R$ 330 milhões. O custo de operação, manutenção, administrativos e pessoal, para o sistema aéreo a cabos estima-se na ordem de R$ 30 milhões anuais (valores base 2012). Para o sistema marítimo estima-se investimentos totais da ordem de R$ 630 milhões. O custo de operação, manutenção, administrativos e pessoal, para o sistema marítimo é estimado na ordem de R$ 130 milhões anuais (valores base 2012). Investimentos Privados e Custos Teleférico Barcas e Ferry-boats
  38. 38. 220.000.000 de km/ano economizados (autos e ônibus); Benefícios Esperados com os Projetos 60.000 viagens/dia retiradas das pontes, equivalentes a 2,5 pontes Hercílio Luz; R$ 70.000.000,00/ano economizados em combustíveis; R$ 510.000.000,00/ano economizados em tempo. (Não computados ganhos com redução de emissões de gases e resíduos sólidos.).
  39. 39. Impactos Ambientais • Impactos mínimos quando comparados com outros modais; • Possibilidade de utilização de fontes de energias renováveis; • Eficiência energética; • Tecnologias limpas; • Tecnologias e equipamentos de eco design; • Tratamentos de resíduos sólidos, de água e efluentes; • Gestão de energia; • Gestão de ruídos; • Redução emissão de gases GEE (Gases de Efeito Estufa).
  40. 40. Impactos Sociais • Geração de empregos diretos com qualidade e perpetuidade; • Treinamentos específicos de qualificação; • Favorece o incremento econômico no entorno do projeto com implantação de comércio e serviços; • Favorece a gestão dos agentes como funcionários e comunidades do entorno; • Potencializa o turismo.
  41. 41. Seguir a Vocação de Florianópolis O transporte marítimo é uma via natural para a geografia da cidade; Há flexibilidade para crescer no ritmo acelerado que tem sido verificado nas últimas décadas; O investimento é mantido ao longo do tempo, não é necessário desfazer nada para crescer; Valoriza a força e a capacidade de trabalho do povo de Florianópolis; Respeita e valoriza todo o patrimônio natural.

×