IMPLANTAÇÃO DE PMO EM LISARB
PASSO FUNDO – GP06
INTEGRANTES: Eduardo Schoppen Bordin, Marcelo Dal Moro,
Ricardo Argenta, R...
NÍVEL DE MATURIDADE
• Ao analisar o raio “X” constatou-se que LISARB encontra-se na
classificação no Nível 2.
• Total de p...
BENEFÍCIOS DA IMPLANTAÇÃO DO PMO
• Criação de uma metodologia para gerenciar projetos;
• Elevar a maturidade da equipe em ...
NIVEL HIERÁRQUICO ADOTADO
• Para o primeiro PMO de LISARB o nível hierárquico adotado foi o “1”
visando projetos individua...
FUNÇÃO
• A função adotada para o primeiro PMO é de Métodos e
Procedimentos, pois será necessária a criação de uma
metodolo...
MODELO
• O modelo escolhido para dar início é o Modelo Pool de
Recursos;
Em virtude da carência de profissionais capacitad...
MÉTRICAS
• A utilização de indicadores é de suma importância para saber do bom
andamento do PMO, para o primeiro foram ado...
ETAPAS DE IMPLEMENTAÇÃO
• As etapas de implementação se resume em mapear a atual
situação da empresa na etapa inicial;
• Em um segundo momento é d...
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
• A partir do planejamento estratégico foram listados possíveis
projetos a serem realizados, este...
OBJETIVOS DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
CATEGORIZAÇÃO DOS PROJETOS
CATEGORIZAÇÃO DOS PROJETOS
AVALIAÇÃO DOS PROJETOS
AVALIAÇÃO DOS PROJETOS - Pesos
AVALIAÇÃO DOS PROJETOS - Notas
AVALIAÇÃO DOS PROJETOS - Notas
AVALIAÇÃO DOS PROJETOS - Notas
AVALIAÇÃO DOS PROJETOS - Notas
AVALIAÇÃO DOS PROJETOS - Notas
IDENTIFICAÇÃO DOS PROJETOS
• Após avaliados, 9 projetos foram selecionados com maior pontuação;
PRIORIZAÇÃO DOS PROJETOS
• Após identificados e selecionados, os 9 projetos foram priorizados
conforme sua pontuação;
Iteração com os demais processos anteriores;
• O portfólio foi readequado para encontrar um melhor
balanceamento através d...
passofundo-gp06-pmo-asphalticconsulting
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

passofundo-gp06-pmo-asphalticconsulting

207 visualizações

Publicada em

Titulo: passofundo-gp06-pmo-asphalticconsulting
Alunos:Eduardo Schoppen Bordin,Marcelo Dal Moro,Ricardo Argenta,RONALDO DARIO KLOECKNER,
Cidade: Passo Fundo
Disciplina: PMO
Turma: GP06
Data:22-12-2014
Hora:21:20
Comentarios:
Publico até ápos a correção

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
207
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

passofundo-gp06-pmo-asphalticconsulting

  1. 1. IMPLANTAÇÃO DE PMO EM LISARB PASSO FUNDO – GP06 INTEGRANTES: Eduardo Schoppen Bordin, Marcelo Dal Moro, Ricardo Argenta, Ronaldo Dario Kloeckner
  2. 2. NÍVEL DE MATURIDADE • Ao analisar o raio “X” constatou-se que LISARB encontra-se na classificação no Nível 2. • Total de pontos somam 69; – Classificação: • Acima de 160 pontos: Nível 05 • Entre 121 e 160 pontos: Nível 04 • Entre 81 e 120 pontos: Nível 03 • Entre 41 e 80 pontos: Nível 02 • Entre 10 e 41 pontos: Nível 01
  3. 3. BENEFÍCIOS DA IMPLANTAÇÃO DO PMO • Criação de uma metodologia para gerenciar projetos; • Elevar a maturidade da equipe em gerenciar projetos; • Aplicação das boas práticas; • Patrocinador com mais envolvimento no projeto e ciente de suas responsabilidade; • Elevar as chances de sucesso de cada projeto;
  4. 4. NIVEL HIERÁRQUICO ADOTADO • Para o primeiro PMO de LISARB o nível hierárquico adotado foi o “1” visando projetos individuais, para a evolução ser gradativa e os resultados serem visualizados em curto prazo, em um segundo momento partir para os níveis hierárquicos 2 e 3 sucessivamente;
  5. 5. FUNÇÃO • A função adotada para o primeiro PMO é de Métodos e Procedimentos, pois será necessária a criação de uma metodologia, padronizando e integrando os processos.
  6. 6. MODELO • O modelo escolhido para dar início é o Modelo Pool de Recursos; Em virtude da carência de profissionais capacitados em práticas de Gerenciamento de Projetos. O objetivo é capacitar a equipe e depois implantar as metodologias contidas no modelo estação meteorológica e da torre de controle;
  7. 7. MÉTRICAS • A utilização de indicadores é de suma importância para saber do bom andamento do PMO, para o primeiro foram adotadas as seguintes métricas: • Numero de falhas de projetos (antes e depois do PMO) – Justificativa: tal indicação mostrará a evolução gradativa da implantação; • Índice de conformidade do atendimento das expectativas dos clientes (antes e depois do PMO); – Justificativa: mostrar a importância da implantação, garantindo a qualidade dos projetos; • Percentual de eficiência de resposta aos riscos (quantos foram identificados e quantos foram respondidos); – Justificativa: aumentar as chances de sucesso diminuir impactos de riscos negativos;
  8. 8. ETAPAS DE IMPLEMENTAÇÃO
  9. 9. • As etapas de implementação se resume em mapear a atual situação da empresa na etapa inicial; • Em um segundo momento é definida a abrangência do PMO e criada sua metodologia; • Após é criada as métricas para controle e realizado os treinamentos necessários; • Em seguida aplicada a metodologia criada, juntamente com suas métricas; • Encerra-se com a apresentação dos resultados e a aprovação ou não do Sponsor. ETAPAS DE IMPLEMENTAÇÃO
  10. 10. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO • A partir do planejamento estratégico foram listados possíveis projetos a serem realizados, estes passam pelo processo de gerenciamento de portfólio apresentado a seguir;
  11. 11. OBJETIVOS DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
  12. 12. CATEGORIZAÇÃO DOS PROJETOS
  13. 13. CATEGORIZAÇÃO DOS PROJETOS
  14. 14. AVALIAÇÃO DOS PROJETOS
  15. 15. AVALIAÇÃO DOS PROJETOS - Pesos
  16. 16. AVALIAÇÃO DOS PROJETOS - Notas
  17. 17. AVALIAÇÃO DOS PROJETOS - Notas
  18. 18. AVALIAÇÃO DOS PROJETOS - Notas
  19. 19. AVALIAÇÃO DOS PROJETOS - Notas
  20. 20. AVALIAÇÃO DOS PROJETOS - Notas
  21. 21. IDENTIFICAÇÃO DOS PROJETOS • Após avaliados, 9 projetos foram selecionados com maior pontuação;
  22. 22. PRIORIZAÇÃO DOS PROJETOS • Após identificados e selecionados, os 9 projetos foram priorizados conforme sua pontuação;
  23. 23. Iteração com os demais processos anteriores; • O portfólio foi readequado para encontrar um melhor balanceamento através da criação de novos critérios de avaliação, juntamente com seus pesos, ajustando-os até que abrangessem todos os objetivos do planejamento estratégico assim como as categorias;

×