Project Office e Nível de Maturidade Fortaleza – GP10 – FORTALEZA/CE   WBS CONSULTORIA“POR UM LISARB MELHOR”
WBS CONSULTORIA• A WBS Consultoria é uma empresa especializada em  consultoria de PMO e gerenciamento de portfólio,  atuan...
EQUIPE DO PROJETODa esquerda para direita: •   Marcus Bezerra •   Alexandre Cordeiro •   Nathália Figueiredo •   Maurício ...
OBJETIVO• Apresentar ao governo de LISARB um portfólio de  projetos conforme o planejamento estratégico para  o cresciment...
OBJETIVO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO•   Aliança por um LISARB mais justo;•   Política cidadã baseada em princípios e valor...
IDENTIFICAÇÃO• Com base na analise dos objetivos do Planejamento  Estratégico, identificamos os seguintes projetos:
CATEGORIZAÇÃO• Integrar os vários projetos identificados em categorias com a  mesma finalidade.  SEGURANÇA: Crize, Peni ho...
AVALIAÇÃOCritérios de    Peso dos    Justificativa do porque destes critérios e peso.Avaliação       Critérios1. RECURSOS ...
SELEÇÃO
PRIORIZAÇÃOObs: Como o somatório dos pontos obtidos nos projetos está muito próximoum do outro, reavaliamos os 6 projetos ...
REPRIORIZAÇÃO
BALANCEAMENTO DO PORTFÓLIO                                           BALANCEAMENTO PORTIFÓLIO                35           ...
VISÃO GERAL E RESULTADOS OBTIDOS DAS          ETAPAS ANTERIORES•Foi realizado um Brainstorming para a identificação deproj...
BENEFÍCIOS PMO1- DESENVOLVIMENTO E GARANTIA DE PERFORMANCE DOS     PORTIFÓLIOS;2- EVITAR RETRABALHOS E DESPERDÍCIOS DE REC...
FOCO, FUNÇÃO, MODELO E NÍVEL HIERÁRQUICO                   “CONHECENDO OS NÍVEIS”                       Nível hierárquicoP...
FOCO, FUNÇÃO, MODELO E NÍVEL HIERÁRQUICO                  “ADOTADO” Nível hierárquico Adotado Foco Adotado       hierá    ...
ETAPAS DE IMPLANTAÇÃO•   Preparação da Comunicação;•   Planejamento e Orçamento;•   Preparação de Infraestrutura e pessoal...
MÉTRICAS DE SUCESSO                       Critérios de Avaliação1. RECURSOS     É DE EXTREMA IMPORTÂNCIA QUE O PROJETO CON...
FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO• RECURSOS LIBERADOS DE ACORDOS COM PRAZOS  ESTIPULADOS;• ADESÃO DA POPULAÇÃO;• ENVOLVIMENTO   ...
AGRADECIMENTOSAGRADECEMOS AO DOUTOR MARCO COGHIPELOS ENSINAMENTOS DA AULA DE PMO NOGP10 DE FORTALEZA/CE.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Por um LISARB Melhor

315 visualizações

Publicada em

Titulo: Por um LISARB Melhor
Alunos:Mauricio Rezende,Alexandre de Sousa Cordeiro,Nathalia,Marcus Bezerra,
Cidade: Fortaleza
Disciplina: PMO
Turma: GP10
Data:09-10-2012
Hora:17:19
Comentarios:Prezado Marco,

Segue em anexo o trabalha da Equipe WBS Consultoria da Turma GP10 - Fortaleza.

att,

Maurício
Publico até ápos a correção

1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Comentários
    Introdução: ok;
    Objetivo do trabalho: ok;
    Identificação: ok;
    Categorização: ok;
    Avaliação: ok;
    Seleção: ok;
    Priorização: ok;
    Balanceamento: sugere-se que sejam identificadas 4 variáveis para a composição do gráfico de bolhas;
    Rebalanceamento: item não contemplado claramente no trabalho;
    Nível de maturidade: item não contemplado claramente no trabalho;
    Benefícios do PMO: ok;
    Nível hierárquico: ok;
    Foco de implementação: ok;
    Função do PMO: ok;
    Modelo de PMO: ok;
    Profissionais: ok;
    Etapas de implementação: ok;
    Métricas: ok;
    Fatores críticos de sucesso: sugere-se justificar os FCS;
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
315
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
71
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Por um LISARB Melhor

  1. 1. Project Office e Nível de Maturidade Fortaleza – GP10 – FORTALEZA/CE WBS CONSULTORIA“POR UM LISARB MELHOR”
  2. 2. WBS CONSULTORIA• A WBS Consultoria é uma empresa especializada em consultoria de PMO e gerenciamento de portfólio, atuando há mais de 15 anos no mercado nacional e internacional com profissionais com grandes experiências no Gerenciamento de Projetos em seus clientes.
  3. 3. EQUIPE DO PROJETODa esquerda para direita: • Marcus Bezerra • Alexandre Cordeiro • Nathália Figueiredo • Maurício Rezende
  4. 4. OBJETIVO• Apresentar ao governo de LISARB um portfólio de projetos conforme o planejamento estratégico para o crescimento e desenvolvimento sustentável do país, com inclusão do PMO para gerenciamento do portfólio.
  5. 5. OBJETIVO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO• Aliança por um LISARB mais justo;• Política cidadã baseada em princípios e valores;• Educação para uma sociedade do conhecimento;• Economia para uma sociedade sustentável;• Proteção social;• Qualidade de vida para todos os Lisarbeanos;• Cultura e fortalecimento de diversidades;• Política externa para o século 21;• Combate a corrupção.
  6. 6. IDENTIFICAÇÃO• Com base na analise dos objetivos do Planejamento Estratégico, identificamos os seguintes projetos:
  7. 7. CATEGORIZAÇÃO• Integrar os vários projetos identificados em categorias com a mesma finalidade. SEGURANÇA: Crize, Peni house, Flash, Justo SAÚDE: Previfacil, POLÍTICA: Black list, Policid, Audit, Vote certo, Mensalão; EDUCAÇÃO / CULTURA: Educnet, Qualityprof, Educdist; ECONOMIA: Conta corrente, Integra; AMBIENTAL: Bolsa carbono, Eolo, Lanterna verde, Green day, Mobile, Acessível, Cult; POLITICA EXTERNA: Desarme, Fronteiras, Intercâmbio;
  8. 8. AVALIAÇÃOCritérios de Peso dos Justificativa do porque destes critérios e peso.Avaliação Critérios1. RECURSOS 20% Critério importante para mensurar o volume de recursos serão necessário para o sucesso do projeto. 1(Baixo), 2 (Médio), 3 (Alto)2. CUSTOS 15% Critério utilizado para definir o custo esperado para o projeto. 1(Baixo), 2 (Médio), 3 (Alto)3. IMPACTO 30% Critério utilizado para mensurar a percepção dos SÓCIO impactos causados pelos projetos na sociedade AMBIENTAL 1(Baixo), 2 (Médio), 3 (Alto)4. GERAÇÃO DE 35% Critério julgado importante para manter a estabilidade EMPREGOS governamental do País 1 – Baixo / 2 – Médio / 3 - Alto
  9. 9. SELEÇÃO
  10. 10. PRIORIZAÇÃOObs: Como o somatório dos pontos obtidos nos projetos está muito próximoum do outro, reavaliamos os 6 projetos escolhidos.
  11. 11. REPRIORIZAÇÃO
  12. 12. BALANCEAMENTO DO PORTFÓLIO BALANCEAMENTO PORTIFÓLIO 35 30 26,55 25 24,05CLASSIFICAÇÃO 22,05 20 19,35 17,85 18 15 10 5 0 0 1 2 3 4 5 6 7 PROJETOS
  13. 13. VISÃO GERAL E RESULTADOS OBTIDOS DAS ETAPAS ANTERIORES•Foi realizado um Brainstorming para a identificação deprojetos relevantes para o País;•Os projetos escolhidos estão de acordo com o planejamentoestratégico do País LISARB e foram priorizados conformenecessidade da população;• Todos os projetos foram pontuados pela população do PaísLISARB e o resultado teve influência dos critérios(PESO)utilizados;
  14. 14. BENEFÍCIOS PMO1- DESENVOLVIMENTO E GARANTIA DE PERFORMANCE DOS PORTIFÓLIOS;2- EVITAR RETRABALHOS E DESPERDÍCIOS DE RECURSOS PELA NÃO APLICAÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS DE GERENCIAMENTO;3- OS PROJETOS SERÃO MELHORES ESTRUTURADOS E MONITORADOS
  15. 15. FOCO, FUNÇÃO, MODELO E NÍVEL HIERÁRQUICO “CONHECENDO OS NÍVEIS” Nível hierárquicoPMO-NÍVEL 3, FOCO ESTRATÉGICO. Este tipo de PMO visa aorganização como um todo.PMO-NÍVEL 2, FOCO EM GESTÃO. Este tipo de PMO visa processos eotimização de recursos em projetos diferentes.PMO-NÍVEL 1, FOCO OPERACIONAL. Este tipo de PMO visa projetose ou problemas individuais.
  16. 16. FOCO, FUNÇÃO, MODELO E NÍVEL HIERÁRQUICO “ADOTADO” Nível hierárquico Adotado Foco Adotado hierá Função Adotada Funç Modelo Adotado Profissionais EnvolvidosPMO-NÍVEL 1, FOCO Rastrear Métodos e EstaçãoOPERACIONAL. Este problemas, Procedimentos e meteorológica. 20 Especialistas devido grandetipo de PMO visa gerenciar Gerência Definir número de município.projetos e ou problemas recursos e Técnica. Devido parâmetros,individuais. gerenciar ao foco frequência, conhecimento operacional formato para s. O nível desenvolve, reportar as operacional implementa e informações. precisa ter em mantém a Permite suas mãos os metodologia, comparações e recursos avalia o uso da identificação de necessários, o metodologia, melhores conhecimento aplica a práticas. dos problemas metodologia, para assim incorpora as auxiliar na melhores solução de práticas. É um problemas do facilitador das projeto. atividades. Provê transferência de conhecimentos e aconselhamento.
  17. 17. ETAPAS DE IMPLANTAÇÃO• Preparação da Comunicação;• Planejamento e Orçamento;• Preparação de Infraestrutura e pessoalJUSTIFICATIVA:• É PRECISO TER UM PLANO DE COMUNICAÇÃO PARA MELHOR INTERAÇÃOENTRE OS SETORES DE PLANEJAMENTOS E EXECUÇÃO EM BUSCA DE EVITARRETRABALHOS E ATINGIR METAS ORÇAMENTÁRIAS.• DEVIDO AO GRANDE NÚMERO DE MUNICIPIOS, UM PLANEJAMENTO DEINFRAESTRUTURA E DE PESSOAL É DE SUMA IMPORTÂNCIA PARA AIMPLANTAÇÃO DOS PROJETOS.
  18. 18. MÉTRICAS DE SUCESSO Critérios de Avaliação1. RECURSOS É DE EXTREMA IMPORTÂNCIA QUE O PROJETO CONTENHA NO MÍNIMO 70% DOS PROFISSIONAIS DEDICADOS FULL TIME NA EXECUÇÃO2. CUSTOS COM O AUXÍLIO DOS PMO’s (CUSTO) PODEMOS VERIFICAR SE O ORÇAMENTO FOI CUMPRIDO CONFORME PLANEJADO3. IMPACTO PESQUISA DE SATISFAÇÃO A SER RELIZADA JUNTO A POPULAÇÃOSÓCIOAMBIENTAL4. GERAÇÃO DE TAXA DE EMPREGOS ANTERIOR E POSTERIOR A IMPLANTAÇÃO DOSEMPREGOS PROJETOS COM O AUXÍLIO DOS PMO’s
  19. 19. FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO• RECURSOS LIBERADOS DE ACORDOS COM PRAZOS ESTIPULADOS;• ADESÃO DA POPULAÇÃO;• ENVOLVIMENTO DOS PROFISSIONAIS E ESPECIALISTAS;• OS PROJETOS DEVERÃO SER EXECUTADOS CONFORME LEGISLAÇÃO DO PAÍS.
  20. 20. AGRADECIMENTOSAGRADECEMOS AO DOUTOR MARCO COGHIPELOS ENSINAMENTOS DA AULA DE PMO NOGP10 DE FORTALEZA/CE.

×