Proposta de Implantação de PMO em
LISARB
GP 02 – Lages/SC
Gerenciamento de Portfólio e PMO
Consultoria B2S, sempre o melhor para você e seu
negócio.
Nossos Consultores: Alex Savaris
Tiago Venzke Bortoli
Murilo Fer...
Problemática
Em Outubro de 2015 a Empresa de Consultoria B2S, empresa com vasta experiência na
área de consultoria, tendo ...
1. Análise do Nível de Maturidade de LISARB
Identificação do nível de maturidade em gerenciamento de projetos, através da ...
1. Análise do Nível de Maturidade de LISARB (continuação)
1. Análise do Nível de Maturidade de LISARB (continuação)
1. Análise do Nível de Maturidade de LISARB (continuação)
1. Análise do Nível de Maturidade de LISARB (continuação)
69
De acordo com o Questionário, o País possui o Nível
2 de Matu...
1. Análise do Nível de Maturidade de LISARB (continuação)
De acordo com as respostas ao Questionário de Análise do Nível d...
2. Benefícios da Implantação de um PMO em LISARB
Os principais benefícios em se implantar um PMO em LISARB são:
 Melhora ...
3. Nível Hierárquico que deve ser adotado na Implantação
do Primeiro PMO em LISARB
A B2S Consultoria sugere que o primeiro...
4. Funções a serem Adotadas pelo Primeiro PMO em
LISARB
O Primeiro PMO em LISARB deverá adotar as seguintes funções:
 Des...
5. Modelo a ser Adotado pelo Primeiro PMO em LISARB
O Primeiro PMO em LISARB deverá adotar o Modelo Estação Meteorológica....
5. Modelo a ser Adotado pelo Primeiro PMO em LISARB
(continuação)
Modelo de Relacionamento entre os futuros PMOs
PRTC TC
E...
6. Métricas de Sucesso que Devem ser Adotadas pelo
Primeiro PMO em LISARB
Para aferição do trabalho do PMO devem ser adota...
7. Etapas de Implantação do Primeiro PMO em LISARB
As Etapas de Implantação se dividem 4 Fases, onde para cada uma delas h...
7. Etapas de Implantação do Primeiro PMO em LISARB
(continuação)
Fase II – Começar com as Metas de Curto Prazo
 Catalogar...
7. Etapas de Implantação do Primeiro PMO em LISARB
(continuação)
Fase III – Caminhar com as Soluções de Longo Prazo
 Cont...
7. Etapas de Implantação do Primeiro PMO em LISARB
(continuação)
Fase IV – Manter e Aprimorar
Nesta fase o escritório de p...
8. Objetivos do Planejamento Estratégico de LISARB
8. Objetivos do Planejamento Estratégico de LISARB
(continuação)
8. Objetivos do Planejamento Estratégico de LISARB
(continuação)
9. Identificação dos Projetos para LISARB
Relação de Projetos
Com base no Planejamento Estratégico de Lisarb, foram elenca...
10. Categorização dos Projetos
De forma a organizar os Projetos similares e facilitar sua avaliação, foram criadas 4
categ...
11. Avaliação dos Projetos
Como ferramenta para Gestão dos Projetos, de forma a dar continuidade a Projetos
realmente rele...
11. Avaliação dos Projetos (continuação)
Cada Projeto recebeu nota de acordo com os critérios citados anteriormente.
Nota ...
11. Avaliação dos Projetos (continuação)
Cada Projeto recebeu nota de acordo com os critérios citados anteriormente.
Nota ...
12. Seleção dos Projetos
De acordo com os critérios citados, os Projetos foram
selecionados conforme relação ao lado.
Proj...
13. Priorização dos Projetos
De acordo com a Seleção dos Projetos, adotou-se a média 7,0 como nota mínima que
um Projeto d...
14. Balanceamento de Portfólio
Semear
Balança
1=1
Meu Professor
Vingadores
Acabou o Caô
Saudade de
Getúlio
Novo Amanhã
Pro...
14. Balanceamento de Portfólio (continuação)
Analisando o Balanceamento Inicial, verificamos que os Projetos Selecionados ...
Semear
Balança
1=1
Casulo
Missão
Impossível
TP
Casa da Vovó
Novo Amanhã
Proteção
Social
Justiça
Economia
Educação
Social
O...
14. Balanceamento de Portfólio Revisado (continuação)
Conforme demonstrado no slide anterior, o Portfólio foi revisado. Co...
Obrigado!!
Acreditamos que o trabalho em equipe, focado nos objetivos, é o caminho do sucesso.
A empresa B2S Consultoria a...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Proposta de Implantação de PMO em LISARB

249 visualizações

Publicada em

Titulo: Proposta de Implantação de PMO em LISARB
Alunos:Alex Savaris,EDNILSON SCOPEL,MURILO ALVES FERREIRA,Tiago Venzke Bortoli,
Cidade: Lages
Disciplina: PMO
Turma: GP02
Data:20-11-2015
Hora:10:46
Comentarios:
Publico até ápos a correção

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
249
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Proposta de Implantação de PMO em LISARB

  1. 1. Proposta de Implantação de PMO em LISARB GP 02 – Lages/SC Gerenciamento de Portfólio e PMO
  2. 2. Consultoria B2S, sempre o melhor para você e seu negócio. Nossos Consultores: Alex Savaris Tiago Venzke Bortoli Murilo Ferreira Alves Ednilson Scopel
  3. 3. Problemática Em Outubro de 2015 a Empresa de Consultoria B2S, empresa com vasta experiência na área de consultoria, tendo como principal foco países em desenvolvimento e empresas multinacionais, foi contratada pelo governo de LISARB para análise e auxílio na solução de problemas no País. Através da aplicação de metodologias da Gestão de Projetos, a Consultoria B2S identificou os problemas e propôs soluções.
  4. 4. 1. Análise do Nível de Maturidade de LISARB Identificação do nível de maturidade em gerenciamento de projetos, através da aplicação de questionário.
  5. 5. 1. Análise do Nível de Maturidade de LISARB (continuação)
  6. 6. 1. Análise do Nível de Maturidade de LISARB (continuação)
  7. 7. 1. Análise do Nível de Maturidade de LISARB (continuação)
  8. 8. 1. Análise do Nível de Maturidade de LISARB (continuação) 69 De acordo com o Questionário, o País possui o Nível 2 de Maturidade em GP.
  9. 9. 1. Análise do Nível de Maturidade de LISARB (continuação) De acordo com as respostas ao Questionário de Análise do Nível de Maturidade em Gestão de Projetos, LISARB se enquadra no Nível 2 de Maturidade, dentre os 5 níveis existentes. Este nível de maturidade tem 4 principais características:  A organização fez investimentos constantes em treinamento e adquiriu softwares de gerenciamento de projetos.  Podem ocorrer a existência de iniciativas isoladas de padronização de procedimentos, mas seu uso é restrito.  Percebe-se melhor a necessidade de se efetuar planejamento e controle padronizados.  Os “fracassos” teimam em continuar acontecendo. Isto demonstra que LISARB tem muito a melhorar e desenvolver com relação a Gestão de Projetos e para isto, o papel de um PMO é fundamental. Inicial Conhecido Padronizado Gerenciado Otimizado Nível de Maturidade Nível de Maturidade de LISARB
  10. 10. 2. Benefícios da Implantação de um PMO em LISARB Os principais benefícios em se implantar um PMO em LISARB são:  Melhora na performance dos projetos;  Consolidação dos dados (conhecer o quê realmente está acontecendo);  Transferência de conhecimento;  Melhoria na gestão de recursos;  Possibilidade de Gerir mais Projetos e Projetos de maior Complexidade;  Melhor atendimento aos anseios da população de LISARB;  Otimização de Recursos;  Maior assertividade nas soluções e Projetos;  Dar visibilidade dos andamentos dos Projetos (transparência para população);  Desenvolvimento e disseminação de práticas e métodos de Gestão de Projetos;  Antecipar problemas nos Projetos / Análise de Riscos.
  11. 11. 3. Nível Hierárquico que deve ser adotado na Implantação do Primeiro PMO em LISARB A B2S Consultoria sugere que o primeiro PMO a ser implantado em LISARB seja um PMO de Hierarquia 2. O PMO de Hierarquia 2 se caracteriza pela habilidade em visar processos e otimização de recursos em projetos diferentes. Estas características são fundamentais e extremamente importantes para o início dos trabalhos com foco em Gestão de Projetos em LISARB, pois do mesmo modo que o PMO de Hierarquia 2 consegue ter uma visão ampla dos Projetos, ele também é capaz de analisar e otimizar recursos individualmente em cada Projeto.
  12. 12. 4. Funções a serem Adotadas pelo Primeiro PMO em LISARB O Primeiro PMO em LISARB deverá adotar as seguintes funções:  Desenvolvimento, implantação e manutenção de metodologia e procedimentos que garantam a adequada Gestão dos Projetos;  Avaliação das Metodologias Implantadas e Incorporação das Melhores Práticas;  Integração das Metodologias;  Gestão da Infraestrutura, revendo a Estrutura Organizacional, Sistemas, Equipamentos e Padrões vigentes;  Gerência dos Recursos, tratando da contratação, treinamento, desenvolvimento e avaliação da equipe;  Promover a integração entre a equipe e se colocar no papel de facilitador, promovendo o desenvolvimento da equipe;  Gerir conflitos, servindo como mediador e repassando a visão necessária para o adequado andamento dos Projetos.
  13. 13. 5. Modelo a ser Adotado pelo Primeiro PMO em LISARB O Primeiro PMO em LISARB deverá adotar o Modelo Estação Meteorológica. As principais características deste modelo, são:  Acompanhamento simples e reporte para alta administração do andamento dos projetos;  Definição de parâmetros, frequência, formato e ferramentas de reporte;  Não exerce influência nos projetos analisados;  Responde a perguntas do tipo: qual foi o progresso, quanto já foi pago até agora, quais os principais problemas e riscos?  Permite comparação e identificação de melhores práticas. Este modelo é o mais indicado para este caso, pois capta as informações e começa a estruturar um padrão para análise e reporte, sem interferir diretamente nos Projetos no primeiro momento.
  14. 14. 5. Modelo a ser Adotado pelo Primeiro PMO em LISARB (continuação) Modelo de Relacionamento entre os futuros PMOs PRTC TC EM EM EM EM EM EM EM EM PR Pool de Recursos TC Torre de Controle EM Estação Meteorológica
  15. 15. 6. Métricas de Sucesso que Devem ser Adotadas pelo Primeiro PMO em LISARB Para aferição do trabalho do PMO devem ser adotadas algumas métricas:  Quantidade de requisições feitas ao PMO por mês;  Quantidade de projetos trabalhados pelo PMO por mês;  Quantidade de projetos iniciados / concluídos por mês;  Média de fases do ciclo dos projetos com apoio do PMO;  Número de falhas de projetos antes e depois do PMO;  Pesquisas de Satisfação / Avaliação Geral;  Quantidade de acessos na base do conhecimento;  Índice de cumprimento de prazo;  Índice de cumprimento de custo;  Percentual de Projetos entregues dentro do orçamento previsto;  Índice de satisfação da população com o Projeto implantado.
  16. 16. 7. Etapas de Implantação do Primeiro PMO em LISARB As Etapas de Implantação se dividem 4 Fases, onde para cada uma delas há algumas ações a serem realizadas. Fase I – Preparação do Terreno  Definir as metas e objetivos;  Definir as iniciativas que deverão ser tomadas a curto prazo;  Estudar a organização no que se refere a sua maturidade (algo já realizado e demonstrado anteriormente);  Realizar reuniões com as partes interessadas;  Determinar as funções da equipe;  Preparar a estratégia de comunicação.
  17. 17. 7. Etapas de Implantação do Primeiro PMO em LISARB (continuação) Fase II – Começar com as Metas de Curto Prazo  Catalogar os projetos;  Dar suporte para novos projetos;  Treinar equipes;  Identificar e implantar tecnologias;  Estabelecer modelos de fluxo de trabalho;  Consolidar os relatórios e indicadores;  Elaborar modelos e padrões.
  18. 18. 7. Etapas de Implantação do Primeiro PMO em LISARB (continuação) Fase III – Caminhar com as Soluções de Longo Prazo  Continuar com o desenvolvimento e customização dos processos;  Desenvolver um programa fixo de treinamentos;  Gerenciar os recursos;  Desenvolver relatórios e métricas detalhadas;  Implantar novas ferramentas;  Aprovar no Congresso a criação de plano de carreira para área de gerência de projetos;  Realizar o gerenciamento estratégico de portifólio;  Planejar as mudanças organizacionais e a transição para estas mudanças.
  19. 19. 7. Etapas de Implantação do Primeiro PMO em LISARB (continuação) Fase IV – Manter e Aprimorar Nesta fase o escritório de projetos já está funcionando adequadamente, com todos processos e padrões implantados. Contudo, deve se manter o foco na estratégia da empresa e realizar melhorias continuamente. Possíveis Problemas – Ao longo da implantação do PMO podem ocorrer alguns problemas, dos quais destacamos, os principais, abaixo:  O entusiasmo da gerência pode diminuir;  O valor e papel do PMO pode ser questionado;  Pode haver equívocos na escolha dos membros da equipes;  Pode haver concorrência entre os projetos novos e os correntes;  Ausência de um PMIS minimamente organizado;  Questões culturais, que podem criar barreiras para implantação do PMO.
  20. 20. 8. Objetivos do Planejamento Estratégico de LISARB
  21. 21. 8. Objetivos do Planejamento Estratégico de LISARB (continuação)
  22. 22. 8. Objetivos do Planejamento Estratégico de LISARB (continuação)
  23. 23. 9. Identificação dos Projetos para LISARB Relação de Projetos Com base no Planejamento Estratégico de Lisarb, foram elencados 24 Projetos, conforme relação abaixo: Balança 1=1 Olho por olho, dente por dente Vingadores Acabou o Caô Capitão Nascimento Saudade do Getúlio Paz Promovida, Paz Mantida Missão Impossível Cata Vento LISARB Sustentável TP Novo Amanhã Desafio Século 21 Semear Meu Professor Parada Gay Casulo Amor e União Proteção Social Aposentadoria Segura Casa da Vovó Alice Robocop
  24. 24. 10. Categorização dos Projetos De forma a organizar os Projetos similares e facilitar sua avaliação, foram criadas 4 categorias de Projetos.  Projetos de Justiça  Projetos Econômicos  Projetos de Educação  Projetos Sociais A distribuição dos Projetos desta forma, facilita a visualização e seleção dos mesmos, podendo gerar agrupamento de dois ou mais Projetos em um só, assim como demonstra se há algum objetivo do Planejamento Estratégico que não foi atendido, ou está contemplado com menos Projetos.
  25. 25. 11. Avaliação dos Projetos Como ferramenta para Gestão dos Projetos, de forma a dar continuidade a Projetos realmente relevantes, que tenham grandes chances de darem certo e abranjam boa parte da população de Lisarb, avaliamos os Projetos com relação aos critérios abaixo: 0 5 10 1- Abrangência 30% até 10% da população de 10% à 75% da população acima de 75% da população 2- Aplicabilidade 15% necessária aprovação do Presidente, do Congresso Nacional e da População necessária aprovação do Presidente e do Congresso Nacional não há necessidade de aprovação 3- Recurso 30% acima de R$ 10 milhões abaixo de R$ 10 milhões não necessita de recursos 4- Tempo de Desenvolvimento 15% acima de 5 anos entre 1 e 5 anos abaixo de 1 ano 5- Rentabilidade 10% inferior a R$ 100 mil entre R$ 100 mil e R$ 1 milhão acima de R$ 1 milhão Critério Peso Notas
  26. 26. 11. Avaliação dos Projetos (continuação) Cada Projeto recebeu nota de acordo com os critérios citados anteriormente. Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média 1- Abrangência 30% 10,00 3,00 10,00 3,00 10,00 3,00 10,00 3,00 10,00 3,00 10,00 3,00 2- Aplicabilidade 15% 5,00 0,75 5,00 0,75 5,00 0,75 5,00 0,75 5,00 0,75 - - 3- Recurso 30% 10,00 3,00 5,00 1,50 - - - - 5,00 1,50 5,00 1,50 4- Tempo de Desenvolvimento 15% 5,00 0,75 10,00 1,50 5,00 0,75 5,00 0,75 5,00 0,75 10,00 1,50 5- Rentabilidade 10% 5,00 0,50 5,00 0,50 10,00 1,00 10,00 1,00 10,00 1,00 10,00 1,00 8,00 7,25 5,50 5,50 7,00 7,00 Olho por Olho, Dente por DenteCritério Peso Balança 1=1 Robocop Vingadores Acabou o Caô Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média 1- Abrangência 30% 10,00 3,00 10,00 3,00 10,00 3,00 10,00 3,00 5,00 1,50 5,00 1,50 2- Aplicabilidade 15% 10,00 1,50 5,00 0,75 - - 5,00 0,75 5,00 0,75 - - 3- Recurso 30% - - 5,00 1,50 - - 5,00 1,50 5,00 1,50 5,00 1,50 4- Tempo de Desenvolvimento 15% 5,00 0,75 5,00 0,75 10,00 1,50 5,00 0,75 5,00 0,75 - - 5- Rentabilidade 10% 5,00 0,50 10,00 1,00 - - 5,00 0,50 10,00 1,00 10,00 1,00 5,75 7,00 4,50 6,50 5,50 4,00 Critério Peso Capitão Nascimento Saudade do GetúlioPaz Promovida, Paz MantidaMissão Impossível Cata Vento Lisarb Sustentável
  27. 27. 11. Avaliação dos Projetos (continuação) Cada Projeto recebeu nota de acordo com os critérios citados anteriormente. Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média 1- Abrangência 30% 10,00 3,00 5,00 1,50 10,00 3,00 10,00 3,00 5,00 1,50 - - 2- Aplicabilidade 15% - - 10,00 1,50 5,00 0,75 10,00 1,50 10,00 1,50 5,00 0,75 3- Recurso 30% 5,00 1,50 5,00 1,50 5,00 1,50 10,00 3,00 10,00 3,00 5,00 1,50 4- Tempo de Desenvolvimento 15% 5,00 0,75 10,00 1,50 - - 5,00 0,75 5,00 0,75 5,00 0,75 5- Rentabilidade 10% 10,00 1,00 10,00 1,00 10,00 1,00 10,00 1,00 5,00 0,50 - - 6,25 7,00 6,25 9,25 7,25 3,00 Critério Peso SemearTP Novo Amanhã Desafio Século 21 Meu Professor Parada Gay Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média 1- Abrangência 30% - - - - 5,00 1,50 5,00 1,50 5,00 1,50 10,00 3,00 2- Aplicabilidade 15% 5,00 0,75 5,00 0,75 10,00 1,50 5,00 0,75 5,00 0,75 - - 3- Recurso 30% 5,00 1,50 5,00 1,50 5,00 1,50 - - 5,00 1,50 - - 4- Tempo de Desenvolvimento 15% 10,00 1,50 10,00 1,50 10,00 1,50 - - - - - - 5- Rentabilidade 10% 5,00 0,50 - - 10,00 1,00 - - 5,00 0,50 10,00 1,00 4,25 3,75 7,00 2,25 4,25 4,00 Critério Peso Casa da Vovó AliceCasulo Amor e União Proteção Social Aposentadoria Segura
  28. 28. 12. Seleção dos Projetos De acordo com os critérios citados, os Projetos foram selecionados conforme relação ao lado. Projeto Nota Semear 9,25 Balança 8,00 1=1 7,25 Meu Professor 7,25 Vingadores 7,00 Acabou o Caô 7,00 Saudade do Getúlio 7,00 Novo Amanhã 7,00 Proteção Social 7,00 Missão Impossível 6,50 TP 6,25 Desafio Século 21 6,25 Capitão Nascimento 5,75 Robocop 5,50 Olho por Olho, Dente por Dente 5,50 Cata Vento 5,50 Paz Promovida, Paz Mantida 4,50 Casulo 4,25 Casa da Vovó 4,25 Lisarb Sustentável 4,00 Alice 4,00 Amor e União 3,75 Parada Gay 3,00 Aposentadoria Segura 2,25
  29. 29. 13. Priorização dos Projetos De acordo com a Seleção dos Projetos, adotou-se a média 7,0 como nota mínima que um Projeto deve atingir para ser tratado como prioridade. Desta forma, 9 Projetos forma priorizados. Projetos Selecionados Nota Semear 9,25 Balança 8,00 1=1 7,25 Meu Professor 7,25 Vingadores 7,00 Acabou o Caô 7,00 Saudade do Getúlio 7,00 Novo Amanhã 7,00 Proteção Social 7,00
  30. 30. 14. Balanceamento de Portfólio Semear Balança 1=1 Meu Professor Vingadores Acabou o Caô Saudade de Getúlio Novo Amanhã Proteção Social Justiça Economia Educação Social Orçamento Prazo Até R$ 100mil Entre R$ 100mil e R$ 10 milhões Acima de R$ 10 milhões Menos de 1 ano Entre 1 e 5 anos Acima de 5 anos
  31. 31. 14. Balanceamento de Portfólio (continuação) Analisando o Balanceamento Inicial, verificamos que os Projetos Selecionados estão muito direcionados para Justiça, não havendo Projeto algum na parte de Economia. Além disto, os Projetos possuem prazo de duração inferiores a 5 anos e orçamentos inferiores a R$ 10 milhões. Com isto, apenas parte dos Objetivos Estratégicos de LISARB seriam atendidos. Desta forma, revisamos o Balanceamento de Projetos, excluindo alguns Projetos e incluindo novos, atendendo de forma mais equilibrada o Planejamento Estratégico de LISARB. O critério de exclusão e inclusão dos Projetos seguiu o ranqueamento de notas dos Projetos, incluindo os Projetos Econômicos com maior nota, dentre esta categoria e excluindo Projetos de Justiça de menor nota. Foram excluídos os Projetos Vingadores, Acabou o Caô, Saudades de Getúlio e Meu Professor e foram incluídos os Projetos Missão Impossível, TP, Casulo e Casa da Vovó.
  32. 32. Semear Balança 1=1 Casulo Missão Impossível TP Casa da Vovó Novo Amanhã Proteção Social Justiça Economia Educação Social Orçamento Prazo Até R$ 100mil Entre R$ 100mil e R$ 10 milhões Acima de R$ 10 milhões Menos de 1 ano Entre 1 e 5 anos Acima de 5 anos 14. Balanceamento de Portfólio Revisado
  33. 33. 14. Balanceamento de Portfólio Revisado (continuação) Conforme demonstrado no slide anterior, o Portfólio foi revisado. Com isto, todas as 4 áreas de Projetos foram atendidas. Desta forma, o Portfólio de Projetos terá maior chance de êxito, atendendo de forma equilibrada aos anseios da população, alinhados ao Planejamento Estratégico de LISARB.
  34. 34. Obrigado!! Acreditamos que o trabalho em equipe, focado nos objetivos, é o caminho do sucesso. A empresa B2S Consultoria agradece a parceria e se coloca a disposição para esclarecimentos de eventuais dúvidas.

×