Controle de produto não conforme

1.772 visualizações

Publicada em

Treinamento de produto não conforme

Publicada em: Engenharia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.772
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
28
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Controle de produto não conforme

  1. 1. PLANO DE AULA Nº 02 1 PN 04 - Controle de Produtos não conforme • Apresentar os procedimentos e registros necessários para preenchimento • SETORES ENVOLVIDOS: Recebimento/ Compras/ Produção e Metrologia CARGA HORÁRIA • 30 MINUTOS INSTRUTOR • SETOR: Qualidade • Ythia Karla – ythia.karla@ mecnil.com.br
  2. 2. Controle de Produto Não Conforme 2  Item 8.3 A organização deve assegurar que os produtos que não estejam conformes com os requisitos do produto sejam identificados e controlados para evitar seu uso ou entrega não pretendidos (ISO9001:2008).
  3. 3. Controle de Produto Não Conforme 3  Item 8.3 Um procedimento documentado deve ser estabelecido para definir os controles e as responsabilidades e a autoridade relacionadas para lidar com o produto não conforme (ISO9001:2008). Procedimento – PN 04
  4. 4. Controle de Produto Não Conforme 4  Item 8.3 A organização deve tratar os produtos não conformes por uma ou mais das seguintes formas: a) Execução de ações para eliminar a não-conformidade detectada; b) Autorização do seu uso, liberação ou aceitação sob concessão por uma autoridade pertinente e, onde aplicável, pelo cliente; c) Execução de ação para impedir o seu uso pretendido ou aplicação originais; d) Execução de ação apropriada aos efeitos, ou efeitos potenciais, da não conformidade quando o produto não conforme for identificado após entrega ou início do uso do produto. “Quando o produto não conforme for corrigido, este deve ser submetido à reverificação para demonstrar a conformidade com os requisitos. Devem ser mantidos registro sobre a natureza das não-conformidades” .
  5. 5. 5
  6. 6. Procedimento PN 04 - Mecnil 6 1.1.A – Os produtos considerados não conforme durante a inspeção de recebimento, são segregados e identificados até seu destino final.
  7. 7. Procedimento PN 04 - Mecnil 7 1.1.B – A Qualidade através do responsável pela inspeção, para cada rejeição ocorrida, registra na planilha de RNC e após avaliação em conjunto com Compras e Produção definem a disposição a ser dada ao lote de acordo com critérios abaixo: a) Devolução – O lote do produto rejeitado é devolvido ao fornecedor. b) Uso Alternativo – por criticidade para o processo produtivo, o produto é utilizado desde que a não conformidade detectada não afete o desempenho e/ ou segurança do produto final. c) Retrabalho – O produto rejeitado é submetido a retrabalho, se houver criticidade em atender o processo produtivo. d) Sucatear - O lote é sucateado e/ou colocado à venda nas condições em que se encontra.
  8. 8. Procedimento PN 04 - Mecnil 8 1.1.C – O fornecedor é comunicado da não conformidade detectada através de envio de RNC, quando aplicável. 1.1.D – A disposição do lote de produto não conforme é registrada na planilha de RNC.
  9. 9. Procedimento PN 04 - Mecnil 9 1.2 – Nas Inspeções de Processo, Auditoria Final, Pós Entrega ou inicio do uso  1.2.A – Os produtos considerados não conforme durante as inspeções no processo, auditoria final, Pós entrega ou inicio do uso, são segregados e identificados até seu destino final.  1.2.B – Para estes produtos é realizada uma análise em conjunto com a Produção, através da emissão de RNC, em períodos que não ultrapassem 5 dias úteis.
  10. 10. Procedimento PN 04 - Mecnil 10 1.2.C – Para definição da disposição imediata para o produto não conforme, usar critérios abaixo: a) Usar como está – o produto é utilizado desde que a não conformidade detectada não afete o desempenho e/ ou segurança do produto final, mediante concessão que é solicitada ao Cliente pela Qualidade ou Vendas. b) Retrabalho – O produto rejeitado é submetido a retrabalho, com registros dos resultados na planilha de RNC. c) Sucatear - O produto é sucateado e/ou colocado à venda nas condições em que se encontra. 1.2.D – A destinação dada ao produto não conforme é registrado na planilha de RNC.
  11. 11. Procedimento PN 04 - Mecnil 11 1.3 – Para Equipamentos de Monitoramento e Medição 1.3.A – Na ocorrência de acidentes com qualquer equipamento:  O usuário efetua a sua devolução à Metrologia;  Efetua-se as análises referentes à continuidade e uso, para impedir o uso de equipamentos que apresentem suspeitas ou incertezas.
  12. 12. Procedimento PN 04 - Mecnil 12 1.3.C – A Metrologia providencia a manutenção, quando necessária, para o equipamento não conforme e efetua nova calibração, registrando a ocorrência na respectiva ficha de Controle de Equipamento. 1.3.D – Os equipamentos de monitoramento e medição, cuja manutenção não seja possível ou inviável, são registrados como fora de uso e identificado.
  13. 13. Procedimento PN 04 - Mecnil 13 1.4 – Devolução de Clientes 1.4.A – Os produtos não conforme devolvidos pelos clientes são segregados e identificados para análise do problema apresentado, recebendo destinações finais conforme definições do item 1.2.
  14. 14. Procedimento PN 04 - Mecnil 14 1.5 – Verificação de produtos 1.5.A – Os produtos retrabalhados e/ ou selecionados são reinspecionados devendo seguir as instruções iniciais para inspeção dos mesmos.
  15. 15. Procedimento PN 04 - Mecnil 15 2.1 – Todos os funcionários são responsáveis por impedir o uso produtos não conforme. 2.4 – Somente a Qualidade e/ ou os Líderes/ Supervisores podem autorizar o uso de produtos Não conforme, através da RNC.
  16. 16. 16
  17. 17. PLANO DE AULA Nº 02 17 PN 05 - Ação corretiva e Ação preventiva • Apresentar os procedimentos e registros necessários para preenchimento • SETORES ENVOLVIDOS: Produção, Engenharia, Almoxarifado, Metrologia, Compras CARGA HORÁRIA • 30 MINUTOS INSTRUTOR • SETOR: Qualidade • Ythia Karla – ythia.karla@ mecnil.com.br
  18. 18. Ação Corretiva 18 A organização deve executar ações para eliminar as causas de não conformidades, de forma a evitar sua repetição. As ações corretivas devem ser apropriadas aos efeitos das NÃO CONFORMIDADES DETECTADAS.
  19. 19. Ação Preventiva 19 A organização deve definir ações para eliminar as causas de não-conformidades potenciais, de forma a evitar sua ocorrência. As ações preventivas devem ser apropriadas aos efeitos dos problemas potenciais.
  20. 20. 20
  21. 21. Ação Corretiva X Ação Preventiva 21  A ação corretiva trata de um problema que já ocorreu para que o mesmo não se repita. X  A ação preventiva visa impedir o surgimento de algum problema que ainda não ocorreu.
  22. 22. Procedimento PN 05 - Mecnil 22 1.1 – Sistemática para tomada de Ação Corretiva 1.1.A – Relatório de Não Conformidade – São tomadas ações corretivas para os RNC’s considerados críticos durante as reuniões de analise de dados, quando detectado que as ações já tomadas não foram satisfatórias, ou a critério da analise das áreas. 1.1.B – Reclamações de Clientes – Todas as reclamações de clientes são objetos de tomada de ações corretivas e são iniciadas a partir do Relatório de comunicação de clientes ou através da comunicação realizada pelo mesmo. 1.1.C – Relatórios de Auditoria Interna e Externa – São tomadas ações corretivas para todas as não conformidades detectadas nas auditorias internas e externas. 1.1.D – Dispositivo de Medição e Monitoramento – Na ocorrência de acidentes com qualquer dispositivo de medição e monitoramento são tomadas ações corretivas que visem evitar o uso não intencional do equipamento. 1.1.E – Outras não conformidades – São tomadas ações corretivas para outras não conformidades detectadas em qualquer fase do processo ou serviço, que não se enquadram nos itens anteriores.
  23. 23. Procedimento PN 05 - Mecnil 23 1.2.A – Área de trabalho analisa informações através: Processos e/ ou Produtos  Observações constantes nos Relatórios de Auditoria Interna/ Auditoria Externa  Relatórios de Não conformidade  Reclamação de Clientes  Registros de Inspeção  Objetivos e Metas da Qualidade  Requisitos Internos e de Clientes  Requisitos Regulamentares e Estatutários  Outros registros da qualidade
  24. 24. Procedimento PN 05 - Mecnil 24 1.2.B – Na detecção de problemas potenciais de não conformidade, área de trabalho contata o Representante da Direção, com todos os dados necessários e exposição das razões da solicitação para emissão da RAP.
  25. 25. Procedimento PN 05 - Mecnil 25 1.3 – Emissão de RAC/ RAP 1.3.C – O responsável pelas tomada de Ações Corretivas/ Preventivas define a causa/ causa potencial da Não conformidade e a ação a ser tomada, no prazo máximo de 05 dias úteis e informa ao Representante da Direção para atualização de registros.
  26. 26. Procedimento PN 05 - Mecnil 26 1.4 – Acompanhamento das Ações Corretivas/ Preventivas 1.4.A – O Representante da Direção, durante a reunião de análise de dados, realiza a analise critica de acompanhamento das ações corretivas/ preventivas em andamento e/ ou executadas com os responsáveis das áreas envolvidas.
  27. 27. Ações Preventivas 27  PREVENIR  PREVENÇÃO  PODE ACONTECER ENTÃO VAMOS PREVENIR  ANTECIPAR  PREVER  ANÁLISAR OS RISCOS DOS PROCESSOS  PREVENIR FALHAS
  28. 28. 28
  29. 29. PESSOAS ENVOLVIDAS 29 • SETOR COMPRAS: TODOS • SETOR ALMOXARIFADO: BRUNO • SETOR ENGENHARIA: HENRIQUE, MARCELO, RAFAEL, URBANO • SETOR METROLOGIA: TODOS (Bruno, Gustavo e Thiago) • SETOR PRODUÇÃO: EDNILSON, ROGÉRIO, VANDERSON • SETOR RECEBIMENTO: EDUARDO
  30. 30. 30
  31. 31. Gestão da qualidade – Ythia karla.  Agradeço sua participação!

×