SlideShare uma empresa Scribd logo
Trabalho de:




        Turma 1°A
      Guilmour Rossi
      Luiz Henrique
        Luana Cruz
       Evelyn Thais
Departamento de qualidade

“Qualidade” pode definir-se como a
capacidade para atingir os objetivos
operacionais visados.
Qualidade externa e interna

  A qualidade externa, corresponde à satisfação dos
Clientes. Os beneficiários da qualidade externa são os
clientes de uma empresa e os seus parceiros externos.
Qualidade externa e interna
       A qualidade interna, corresponde à melhoria do
funcionamento interno da empresa.

       O objeto da qualidade interna é implementar meios
que permitem descrever o melhor possível a
organização, localizar e limitar os disfuncionamentos. Os
beneficiários da qualidade interna são a direção e o pessoal da
empresa.
Estratégia de Qualidade

  A melhoria da qualidade, interna e externa, permite à empresa
   trabalhar em melhores condições com os seus beneficiários, o
   que se traduz numa relação de confiança e em lucros no plano
   financeiro (aumento dos benefícios) ou humano (esclarecimento
   dos papéis, das necessidades e da oferta, motivação do pessoal).
Política de Qualidade

A Política da Qualidade tem como função esclarecer os objetivos de
      uma organização diante de seu foco principal que é a de ser
   empresa com relações a seus clientes e na sociedade, e muitas
    empresas acabam se tornando apenas mais uma usuária desta
       Política sem entender e ou traduzir de forma correta estes
                               conceitos.
- Buscar
- Monitorar
 - Prover
 - Buscar
- Atender
Normas ISO
ISO: International Organization for Standardization
     (Organização Internacional para Padronização)




       ISO 9001 - designa um grupo de normas técnicas que
  estabelecem um modelo de gestão da qualidade para organizações
  em geral, qualquer que seja o seu tipo ou dimensão
Normas ISO

   A adoção das normas ISO é vantajosa para as
    organizações uma vez que lhes confere maior
    organização, produtividade e credibilidade.



   A garantia de qualidade tem como objetivo tranqüilizar o
    cliente sobre a qualidade da prestação da empresa.
Deveres Departamento
                     Qualidade
   Garantir que o Sistema de Gestão da Qualidade implementado seja o mais
    adequado à empresa


   Garantir a satisfação do cliente, através de uma verificação periódica e
    tratamento de todas as reclamações


   Esclarecer os colaboradores sobre o conteúdo dos documentos, procedendo
    à sua revisão sempre que o seu conteúdo se mostre inadequado à actividade
    desenvolvida


   Acompanhamento das auditorias ao Sistema de Gestão da Qualidade
   Acompanhamento do Planejamento da Qualidade
   Acompanhamento do Plano de Monitorização e Medição
   Gerir o Plano de Formação da empresa
   Garantir a calibração dos equipamentos
   Manter permanentemente atualizado o arquivo de normas, legislação e
    regulamentos.
Lucro ou Sucesso

                             Sobrevivência

                            Competitividade

                  Qualidade – Preferência do Cliente


Projeto    Fabricação   Segurança    Assistência   Entrega    Custo
Perfeito    Perfeita    Do Cliente    Perfeita     No Prazo   Baixo
Tabela de Média de salário dos
profissionais da área de qualidade
Área de         Salário      Salário      Salário
controle de     Menor (R$)   Médio (R$)   Maior (R$)
qualidade
Coordenador     5.421,44     6.519,38     7.860,16
de controle
Supervisor de   3.339,54     4.563,91     6.340,67
controle
Analista de     2.452,84     3.216,04     3.946,38
controle
Inspetor        1.514,23     1.705,71     2.088,31

Auxiliar        1.161,66     1.323,24     1.803,34
Área de     Salário      Salário      Salário
garantia da Menor (R$)   Médio (R$)   Maior (R$)
qualidade
Coordenador 5.106,02     6.811,50     7.390,32
de garantia

Analista de   2.841,86   3.426,98     3.987,72
garantia

Assistente de 1.685,40   2.537,64     2.784,62
garantia
Apresentação qualidade

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

ISO 9001
ISO 9001ISO 9001
Sistema de gestão da Qualidade
Sistema de gestão da QualidadeSistema de gestão da Qualidade
Sistema de gestão da Qualidade
Sergio Dias
 
7 ferramentas da qualidade
7 ferramentas da qualidade7 ferramentas da qualidade
7 ferramentas da qualidade
Virginia Gonçalves
 
Gestão da Qualidade Total
Gestão da Qualidade TotalGestão da Qualidade Total
Gestão da Qualidade Total
Gerisval Pessoa
 
Eras da qualidade
Eras da qualidadeEras da qualidade
Eras da qualidade
Renato Bottini
 
introdução à gestão da qualidade
introdução à gestão da qualidadeintrodução à gestão da qualidade
introdução à gestão da qualidade
elliando dias
 
Aula 1 - Gestão da Qualidade
Aula 1 - Gestão da QualidadeAula 1 - Gestão da Qualidade
Aula 1 - Gestão da Qualidade
Unidade Acedêmica de Engenharia de Produção
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidade Gestão da qualidade
Gestão da qualidade
Filipa Andrade
 
Ferramentas da Qualidade
Ferramentas da QualidadeFerramentas da Qualidade
Ferramentas da Qualidade
Mayra de Souza
 
Qualidade
QualidadeQualidade
Qualidade
Eduardo Cardoso
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
Carlos Sousa
 
Aula 2 controle da qualidade total
Aula 2  controle da qualidade totalAula 2  controle da qualidade total
Aula 2 controle da qualidade total
institutocarvalho
 
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
Alisson Sena, MBA
 
Aulas - Gestão Da Qualidade - 2006 - Prof. Sergio.Jr
Aulas - Gestão Da Qualidade - 2006 -  Prof. Sergio.JrAulas - Gestão Da Qualidade - 2006 -  Prof. Sergio.Jr
Aulas - Gestão Da Qualidade - 2006 - Prof. Sergio.Jr
Sergio Luis Seloti Jr
 
Gestão da Qualidade nas Organizações
Gestão da Qualidade nas OrganizaçõesGestão da Qualidade nas Organizações
Gestão da Qualidade nas Organizações
Adeildo Caboclo
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
Giovana Noskoski Bianchini
 
O que é ISO
O que é ISOO que é ISO
O que é ISO
elliando dias
 
Interpretação e Transição da Norma IS0 9001:2015 – Nova Versão - Curso online
Interpretação e Transição da Norma IS0 9001:2015 – Nova Versão - Curso onlineInterpretação e Transição da Norma IS0 9001:2015 – Nova Versão - Curso online
Interpretação e Transição da Norma IS0 9001:2015 – Nova Versão - Curso online
GAC CURSOS ONLINE
 
Apresentação qualidade 2
Apresentação qualidade 2Apresentação qualidade 2
Apresentação qualidade 2
Paulo Soares
 
Conscientização e motivação qualidade
Conscientização e motivação qualidadeConscientização e motivação qualidade
Conscientização e motivação qualidade
Sergio Canossa
 

Mais procurados (20)

ISO 9001
ISO 9001ISO 9001
ISO 9001
 
Sistema de gestão da Qualidade
Sistema de gestão da QualidadeSistema de gestão da Qualidade
Sistema de gestão da Qualidade
 
7 ferramentas da qualidade
7 ferramentas da qualidade7 ferramentas da qualidade
7 ferramentas da qualidade
 
Gestão da Qualidade Total
Gestão da Qualidade TotalGestão da Qualidade Total
Gestão da Qualidade Total
 
Eras da qualidade
Eras da qualidadeEras da qualidade
Eras da qualidade
 
introdução à gestão da qualidade
introdução à gestão da qualidadeintrodução à gestão da qualidade
introdução à gestão da qualidade
 
Aula 1 - Gestão da Qualidade
Aula 1 - Gestão da QualidadeAula 1 - Gestão da Qualidade
Aula 1 - Gestão da Qualidade
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidade Gestão da qualidade
Gestão da qualidade
 
Ferramentas da Qualidade
Ferramentas da QualidadeFerramentas da Qualidade
Ferramentas da Qualidade
 
Qualidade
QualidadeQualidade
Qualidade
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
 
Aula 2 controle da qualidade total
Aula 2  controle da qualidade totalAula 2  controle da qualidade total
Aula 2 controle da qualidade total
 
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
 
Aulas - Gestão Da Qualidade - 2006 - Prof. Sergio.Jr
Aulas - Gestão Da Qualidade - 2006 -  Prof. Sergio.JrAulas - Gestão Da Qualidade - 2006 -  Prof. Sergio.Jr
Aulas - Gestão Da Qualidade - 2006 - Prof. Sergio.Jr
 
Gestão da Qualidade nas Organizações
Gestão da Qualidade nas OrganizaçõesGestão da Qualidade nas Organizações
Gestão da Qualidade nas Organizações
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
 
O que é ISO
O que é ISOO que é ISO
O que é ISO
 
Interpretação e Transição da Norma IS0 9001:2015 – Nova Versão - Curso online
Interpretação e Transição da Norma IS0 9001:2015 – Nova Versão - Curso onlineInterpretação e Transição da Norma IS0 9001:2015 – Nova Versão - Curso online
Interpretação e Transição da Norma IS0 9001:2015 – Nova Versão - Curso online
 
Apresentação qualidade 2
Apresentação qualidade 2Apresentação qualidade 2
Apresentação qualidade 2
 
Conscientização e motivação qualidade
Conscientização e motivação qualidadeConscientização e motivação qualidade
Conscientização e motivação qualidade
 

Destaque

Gestão da Qualidade 01 Apresentação
Gestão da Qualidade 01 ApresentaçãoGestão da Qualidade 01 Apresentação
Gestão da Qualidade 01 Apresentação
Andre Jun
 
Slides qualidade
Slides qualidadeSlides qualidade
Slides qualidade
UHu Rellyson Sousa
 
Gestao da qualidade definicoes
Gestao da qualidade definicoesGestao da qualidade definicoes
Gestao da qualidade definicoes
João Rafael Lopes
 
Apresentação qualidade
Apresentação qualidadeApresentação qualidade
Apresentação qualidade
Consulges
 
Aportaciones de la psicologia cognitiva de la musica en la educacion musical
Aportaciones de la psicologia cognitiva de la musica en la educacion musicalAportaciones de la psicologia cognitiva de la musica en la educacion musical
Aportaciones de la psicologia cognitiva de la musica en la educacion musical
UTPL UTPL
 
Sapiens 002 Departamento Planejamento
Sapiens 002 Departamento PlanejamentoSapiens 002 Departamento Planejamento
Sapiens 002 Departamento Planejamento
Rafael Naruto
 
Html e historia del mismo
Html e historia del mismoHtml e historia del mismo
Html e historia del mismo
Daniel Ramirez
 
Aula 06 eq 2015 01 fameg qualidade estrategica 07 04
Aula 06 eq 2015 01 fameg qualidade estrategica 07 04Aula 06 eq 2015 01 fameg qualidade estrategica 07 04
Aula 06 eq 2015 01 fameg qualidade estrategica 07 04
Claudio Bernardi Stringari
 
ISO 9126 - Qualidade de Software
ISO 9126 - Qualidade de SoftwareISO 9126 - Qualidade de Software
ISO 9126 - Qualidade de Software
Felipe Cabral
 
Gestão de mudanças na empresa
Gestão de mudanças na empresaGestão de mudanças na empresa
Gestão de mudanças na empresa
Amory Serviços Ltda.
 
Cronograma de atividades da gestão da qualidade
Cronograma de atividades da gestão da qualidadeCronograma de atividades da gestão da qualidade
Cronograma de atividades da gestão da qualidade
Ythia Karla
 
Passo a Passo Moviemaker
Passo a Passo MoviemakerPasso a Passo Moviemaker
Passo a Passo Moviemaker
Instituto Crescer
 
Administracion por objetivos
Administracion por objetivosAdministracion por objetivos
Administracion por objetivos
Raul Rodriguez
 
Gestão da Qualidade - Logística
Gestão da Qualidade - LogísticaGestão da Qualidade - Logística
Gestão da Qualidade - Logística
Adeildo Caboclo
 
Gestão pela Qualidade Total
Gestão pela Qualidade TotalGestão pela Qualidade Total
Gestão pela Qualidade Total
UerjFundamentosDaAdministracao2013_1
 
Qualidade Total
Qualidade TotalQualidade Total
2009 - Introdução ao SGQ para Novos Colaboradores
2009 - Introdução ao SGQ para Novos Colaboradores2009 - Introdução ao SGQ para Novos Colaboradores
2009 - Introdução ao SGQ para Novos Colaboradores
Thiago Lima
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
Adriano Pereira
 
Apresentação 5 s
Apresentação 5 sApresentação 5 s
Apresentação 5 s
Aildo de Lima
 
Normas da abnt
Normas da abntNormas da abnt

Destaque (20)

Gestão da Qualidade 01 Apresentação
Gestão da Qualidade 01 ApresentaçãoGestão da Qualidade 01 Apresentação
Gestão da Qualidade 01 Apresentação
 
Slides qualidade
Slides qualidadeSlides qualidade
Slides qualidade
 
Gestao da qualidade definicoes
Gestao da qualidade definicoesGestao da qualidade definicoes
Gestao da qualidade definicoes
 
Apresentação qualidade
Apresentação qualidadeApresentação qualidade
Apresentação qualidade
 
Aportaciones de la psicologia cognitiva de la musica en la educacion musical
Aportaciones de la psicologia cognitiva de la musica en la educacion musicalAportaciones de la psicologia cognitiva de la musica en la educacion musical
Aportaciones de la psicologia cognitiva de la musica en la educacion musical
 
Sapiens 002 Departamento Planejamento
Sapiens 002 Departamento PlanejamentoSapiens 002 Departamento Planejamento
Sapiens 002 Departamento Planejamento
 
Html e historia del mismo
Html e historia del mismoHtml e historia del mismo
Html e historia del mismo
 
Aula 06 eq 2015 01 fameg qualidade estrategica 07 04
Aula 06 eq 2015 01 fameg qualidade estrategica 07 04Aula 06 eq 2015 01 fameg qualidade estrategica 07 04
Aula 06 eq 2015 01 fameg qualidade estrategica 07 04
 
ISO 9126 - Qualidade de Software
ISO 9126 - Qualidade de SoftwareISO 9126 - Qualidade de Software
ISO 9126 - Qualidade de Software
 
Gestão de mudanças na empresa
Gestão de mudanças na empresaGestão de mudanças na empresa
Gestão de mudanças na empresa
 
Cronograma de atividades da gestão da qualidade
Cronograma de atividades da gestão da qualidadeCronograma de atividades da gestão da qualidade
Cronograma de atividades da gestão da qualidade
 
Passo a Passo Moviemaker
Passo a Passo MoviemakerPasso a Passo Moviemaker
Passo a Passo Moviemaker
 
Administracion por objetivos
Administracion por objetivosAdministracion por objetivos
Administracion por objetivos
 
Gestão da Qualidade - Logística
Gestão da Qualidade - LogísticaGestão da Qualidade - Logística
Gestão da Qualidade - Logística
 
Gestão pela Qualidade Total
Gestão pela Qualidade TotalGestão pela Qualidade Total
Gestão pela Qualidade Total
 
Qualidade Total
Qualidade TotalQualidade Total
Qualidade Total
 
2009 - Introdução ao SGQ para Novos Colaboradores
2009 - Introdução ao SGQ para Novos Colaboradores2009 - Introdução ao SGQ para Novos Colaboradores
2009 - Introdução ao SGQ para Novos Colaboradores
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
 
Apresentação 5 s
Apresentação 5 sApresentação 5 s
Apresentação 5 s
 
Normas da abnt
Normas da abntNormas da abnt
Normas da abnt
 

Semelhante a Apresentação qualidade

Manual ufcd-1122-nocoes-e-normas-da-qualidade
Manual ufcd-1122-nocoes-e-normas-da-qualidadeManual ufcd-1122-nocoes-e-normas-da-qualidade
Manual ufcd-1122-nocoes-e-normas-da-qualidade
Cristina Fernandes
 
Palestra iso 9001 ej ros (1)
Palestra iso 9001 ej ros (1)Palestra iso 9001 ej ros (1)
Palestra iso 9001 ej ros (1)
Cesar Gonçalves
 
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.pptufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
AnaCruz222982
 
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.pptufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
AnaCruz222982
 
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.pptufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
IsabelMaria77
 
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.pptufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
Carla Silva
 
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.pptufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
SusanaVieira65
 
Tcc Qualidade Implantação ISO 9001
Tcc Qualidade Implantação ISO 9001Tcc Qualidade Implantação ISO 9001
Tcc Qualidade Implantação ISO 9001
Universidade de São Paulo (EEL USP)
 
Cit orientacoes-sistema-gestao-qualidade
Cit orientacoes-sistema-gestao-qualidadeCit orientacoes-sistema-gestao-qualidade
Cit orientacoes-sistema-gestao-qualidade
sobrinhop
 
Modulo gestão da qualidade
Modulo   gestão da qualidadeModulo   gestão da qualidade
Modulo gestão da qualidade
Tiberio Soares
 
Gestão da Qualidade
Gestão da QualidadeGestão da Qualidade
Gestão da Qualidade
ProfessorRogerioSant
 
Anexo 1 Conceitos GestãO Qualidade Sig
Anexo 1   Conceitos GestãO Qualidade SigAnexo 1   Conceitos GestãO Qualidade Sig
Anexo 1 Conceitos GestãO Qualidade Sig
Fregonezi
 
Anexo 1 Conceitos GestãO Qualidade Sig
Anexo 1   Conceitos GestãO Qualidade SigAnexo 1   Conceitos GestãO Qualidade Sig
Anexo 1 Conceitos GestãO Qualidade Sig
guestb3227e
 
A N E X O 1 C O N C E I T O S G E S TÃ O Q U A L I D A D E S I G
A N E X O 1    C O N C E I T O S  G E S TÃ O  Q U A L I D A D E  S I GA N E X O 1    C O N C E I T O S  G E S TÃ O  Q U A L I D A D E  S I G
A N E X O 1 C O N C E I T O S G E S TÃ O Q U A L I D A D E S I G
Fregonezi
 
Aula 01 - GESTÃO DA QUALIDADE.pdf
Aula 01 - GESTÃO DA QUALIDADE.pdfAula 01 - GESTÃO DA QUALIDADE.pdf
Aula 01 - GESTÃO DA QUALIDADE.pdf
ANNECAROLINEALBUQUER
 
Arq 400 isoa9001
Arq 400 isoa9001Arq 400 isoa9001
Arq 400 isoa9001
Valeria Carneiro
 
ISO 9001
ISO 9001ISO 9001
ISO 9001
Beto Briscese
 
Qualidade de Processo A Série ISO 9000
Qualidade de Processo A Série ISO 9000Qualidade de Processo A Série ISO 9000
Qualidade de Processo A Série ISO 9000
elliando dias
 
1306967307 gestão da_qualidade_evolução_e_normas.
1306967307 gestão da_qualidade_evolução_e_normas.1306967307 gestão da_qualidade_evolução_e_normas.
1306967307 gestão da_qualidade_evolução_e_normas.
Pelo Siro
 
1279
12791279
1279
Pelo Siro
 

Semelhante a Apresentação qualidade (20)

Manual ufcd-1122-nocoes-e-normas-da-qualidade
Manual ufcd-1122-nocoes-e-normas-da-qualidadeManual ufcd-1122-nocoes-e-normas-da-qualidade
Manual ufcd-1122-nocoes-e-normas-da-qualidade
 
Palestra iso 9001 ej ros (1)
Palestra iso 9001 ej ros (1)Palestra iso 9001 ej ros (1)
Palestra iso 9001 ej ros (1)
 
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.pptufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
 
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.pptufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
 
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.pptufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
 
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.pptufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
 
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.pptufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
ufcd1122-nooesenormasdaqualidade.ppt
 
Tcc Qualidade Implantação ISO 9001
Tcc Qualidade Implantação ISO 9001Tcc Qualidade Implantação ISO 9001
Tcc Qualidade Implantação ISO 9001
 
Cit orientacoes-sistema-gestao-qualidade
Cit orientacoes-sistema-gestao-qualidadeCit orientacoes-sistema-gestao-qualidade
Cit orientacoes-sistema-gestao-qualidade
 
Modulo gestão da qualidade
Modulo   gestão da qualidadeModulo   gestão da qualidade
Modulo gestão da qualidade
 
Gestão da Qualidade
Gestão da QualidadeGestão da Qualidade
Gestão da Qualidade
 
Anexo 1 Conceitos GestãO Qualidade Sig
Anexo 1   Conceitos GestãO Qualidade SigAnexo 1   Conceitos GestãO Qualidade Sig
Anexo 1 Conceitos GestãO Qualidade Sig
 
Anexo 1 Conceitos GestãO Qualidade Sig
Anexo 1   Conceitos GestãO Qualidade SigAnexo 1   Conceitos GestãO Qualidade Sig
Anexo 1 Conceitos GestãO Qualidade Sig
 
A N E X O 1 C O N C E I T O S G E S TÃ O Q U A L I D A D E S I G
A N E X O 1    C O N C E I T O S  G E S TÃ O  Q U A L I D A D E  S I GA N E X O 1    C O N C E I T O S  G E S TÃ O  Q U A L I D A D E  S I G
A N E X O 1 C O N C E I T O S G E S TÃ O Q U A L I D A D E S I G
 
Aula 01 - GESTÃO DA QUALIDADE.pdf
Aula 01 - GESTÃO DA QUALIDADE.pdfAula 01 - GESTÃO DA QUALIDADE.pdf
Aula 01 - GESTÃO DA QUALIDADE.pdf
 
Arq 400 isoa9001
Arq 400 isoa9001Arq 400 isoa9001
Arq 400 isoa9001
 
ISO 9001
ISO 9001ISO 9001
ISO 9001
 
Qualidade de Processo A Série ISO 9000
Qualidade de Processo A Série ISO 9000Qualidade de Processo A Série ISO 9000
Qualidade de Processo A Série ISO 9000
 
1306967307 gestão da_qualidade_evolução_e_normas.
1306967307 gestão da_qualidade_evolução_e_normas.1306967307 gestão da_qualidade_evolução_e_normas.
1306967307 gestão da_qualidade_evolução_e_normas.
 
1279
12791279
1279
 

Último

UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
nunesly
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
FernandaOliveira758273
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
TathyLopes1
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 

Último (20)

UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 

Apresentação qualidade

  • 1. Trabalho de: Turma 1°A Guilmour Rossi Luiz Henrique Luana Cruz Evelyn Thais
  • 2. Departamento de qualidade “Qualidade” pode definir-se como a capacidade para atingir os objetivos operacionais visados.
  • 3. Qualidade externa e interna A qualidade externa, corresponde à satisfação dos Clientes. Os beneficiários da qualidade externa são os clientes de uma empresa e os seus parceiros externos.
  • 4. Qualidade externa e interna A qualidade interna, corresponde à melhoria do funcionamento interno da empresa. O objeto da qualidade interna é implementar meios que permitem descrever o melhor possível a organização, localizar e limitar os disfuncionamentos. Os beneficiários da qualidade interna são a direção e o pessoal da empresa.
  • 5. Estratégia de Qualidade  A melhoria da qualidade, interna e externa, permite à empresa trabalhar em melhores condições com os seus beneficiários, o que se traduz numa relação de confiança e em lucros no plano financeiro (aumento dos benefícios) ou humano (esclarecimento dos papéis, das necessidades e da oferta, motivação do pessoal).
  • 6. Política de Qualidade A Política da Qualidade tem como função esclarecer os objetivos de uma organização diante de seu foco principal que é a de ser empresa com relações a seus clientes e na sociedade, e muitas empresas acabam se tornando apenas mais uma usuária desta Política sem entender e ou traduzir de forma correta estes conceitos.
  • 7. - Buscar - Monitorar - Prover - Buscar - Atender
  • 8. Normas ISO ISO: International Organization for Standardization (Organização Internacional para Padronização) ISO 9001 - designa um grupo de normas técnicas que estabelecem um modelo de gestão da qualidade para organizações em geral, qualquer que seja o seu tipo ou dimensão
  • 9. Normas ISO  A adoção das normas ISO é vantajosa para as organizações uma vez que lhes confere maior organização, produtividade e credibilidade.  A garantia de qualidade tem como objetivo tranqüilizar o cliente sobre a qualidade da prestação da empresa.
  • 10. Deveres Departamento Qualidade  Garantir que o Sistema de Gestão da Qualidade implementado seja o mais adequado à empresa  Garantir a satisfação do cliente, através de uma verificação periódica e tratamento de todas as reclamações  Esclarecer os colaboradores sobre o conteúdo dos documentos, procedendo à sua revisão sempre que o seu conteúdo se mostre inadequado à actividade desenvolvida  Acompanhamento das auditorias ao Sistema de Gestão da Qualidade  Acompanhamento do Planejamento da Qualidade  Acompanhamento do Plano de Monitorização e Medição  Gerir o Plano de Formação da empresa  Garantir a calibração dos equipamentos  Manter permanentemente atualizado o arquivo de normas, legislação e regulamentos.
  • 11. Lucro ou Sucesso Sobrevivência Competitividade Qualidade – Preferência do Cliente Projeto Fabricação Segurança Assistência Entrega Custo Perfeito Perfeita Do Cliente Perfeita No Prazo Baixo
  • 12. Tabela de Média de salário dos profissionais da área de qualidade
  • 13. Área de Salário Salário Salário controle de Menor (R$) Médio (R$) Maior (R$) qualidade Coordenador 5.421,44 6.519,38 7.860,16 de controle Supervisor de 3.339,54 4.563,91 6.340,67 controle Analista de 2.452,84 3.216,04 3.946,38 controle Inspetor 1.514,23 1.705,71 2.088,31 Auxiliar 1.161,66 1.323,24 1.803,34
  • 14. Área de Salário Salário Salário garantia da Menor (R$) Médio (R$) Maior (R$) qualidade Coordenador 5.106,02 6.811,50 7.390,32 de garantia Analista de 2.841,86 3.426,98 3.987,72 garantia Assistente de 1.685,40 2.537,64 2.784,62 garantia