Riscos ambientais

1.157 visualizações

Publicada em

Treinamento de Riscos Ambientais realizado para os CIPEIROS.

Publicada em: Engenharia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.157
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
62
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Riscos ambientais

  1. 1. Conteúdo de Hoje
  2. 2. Higiene do Trabalho/ Ocupacional RISCOS AMBIENTAIS
  3. 3. A higiene do trabalho compreende normas e procedimentos adequados para proteger a integridade física e mental do trabalhador, preservando-o dos riscos de saúde inerente às tarefas do cargo e ao ambiente físico onde são executadas A higiene do trabalho está ligada ao diagnóstico e à prevenção das doenças ocupacionais, a partir do estudo e do controle do homem e seu ambiente de trabalho. Ela tem caráter preventivo por promover a saúde e o conforto do funcionário, evitando que ele adoeça e se ausente do trabalho. Envolve, também, estudo e controle das condições de trabalho. Higiene do Trabalho/ Ocupacional RISCOS AMBIENTAIS
  4. 4. Riscos ou agentes ambientais são elementos, ou substâncias presentes nos mais diversos ambientes seja eles de trabalho ou não. RISCOS AMBIENTAIS Higiene do Trabalho/ Ocupacional
  5. 5. A importância de Conhecer os Riscos ‘‘Os locais de trabalho pela própria atividade desenvolvida e características da organização, manipulação ou exposição aos riscos ambientais, podem comprometer a saúde e a segurança do trabalhador em curto , médio e longo prazo.“ Importante salientar que a presença dos riscos/agentes ambientais nos locais de trabalho não quer dizer que obrigatoriamente existe perigo para a saúde. E para medir essa margem de perigo, existe a avaliação de riscos.
  6. 6. É o processo de estimar a magnitude dos riscos existentes no ambiente e decidir se um risco é ou não tolerável. Formas de avaliar os Riscos: Qualitativa – Preliminar Quantitativa - Medida Higiene do Trabalho/ Ocupacional AVALIAÇÃO DE RISCOS
  7. 7. Os RISCOS AMBIENTAIS são classificados tecnicamente como: RISCO FÍSICO (VERDE) RISCO QUÍMICO (VERMELHO) RISCO BIOLÓGICO (MARROM) RISCO ERGONÔMICO (AMARELO) RISCO ACIDENTE (AZUL) Higiene do Trabalho/ Ocupacional CLASSIFICAÇÃO DOS RISCOS AMBIENTAIS
  8. 8. RISCO FÍSICORISCO FÍSICO São representados por fatores ou agentes existentes no ambiente de trabalho que pode afetar a saúde dos trabalhadores tais como:
  9. 9. RISCOS FÍSICOS CONSEQUÊNCIAS Ruído Atinge diretamente o sistema nervoso causando cansço, irritação, dores de cabeça, alterações mentais, impotência sexual. Além disso atinge também o aparelho auditivo, causando perda temporária ou definitiva da audição Vibrações Pode causar cansaço, irritação, dores nos membros, dores na coluna, artrite, lesões ósseas Calor Causa desidratação, erupção da pele, cãibras, fádiga física, problemas cardiovasculares, insolação Radiação Não-Ionizante Queimaduras, lesões nos olhos, na pele e em outros orgãos Radiação Ionizante Alterações celulares, cancêr, problemas visuais Umidade Pode causar doenças do sistema respiratório, quedas, doenças de pele e doenças cardiovasculares Frio Pode causar feridas, rachaduras e necrose da pele, hipotermia, agravamento de doenças reumáticas e pré disposição para doenças das vias respiratórias Pressões Anormais Ruptura de tímpano quam o aumento da pressão for brusco, liberação de nitrôgenio nos tecidos e vasos sanguíneos e morte
  10. 10. RISCO QUÍMICORISCO QUÍMICO São identificados pelo grande número de substâncias que podem contaminar o ambiente de trabalho e provocar danos à integridade física e mental dos trabalhadores a exemplo de:
  11. 11. RISCO QUÍMICORISCO QUÍMICO CONSEQUÊNCIASCONSEQUÊNCIAS POEIRAS MINERAIS: silicose, abestose VEGETAIS: bissinose, bagaçose ALCALINAS: enfisema pulmonar INCÔMODAS: potencializa nocividade FUMOS METÁLICOS Causam doença pulmonar obstrutiva, intoxicação específica de acordo com o metal NÉVOAS, NEBLINAS, GASES E VAPORES IRRITANTES: irritação das vias aéreas superiores Exemplo: Soda Caústica, Ácido Sulfúrico etc ASFIXIANTES: dor de cabeça, náuseas, sonolência, convulsões, coma e morte Exemplo: Hidrogênio, Nitrogênio, Hélio, Acetileno, Metano, Dióxido de Carbono e etc. ANESTÉSICOS: ação depressiva sobre o sistema nervoso, danos à diversos órgãos, ao sistema formado por sangue Exemplo: Butano, Propano, Cloreto de Carbono, Benzeno, Cetonas e etc. PRODUTOS OU SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS Causam irritações nas pele, asfixia, intoxicação, queimaduras e etc
  12. 12. RISCO BIOLÓGICORISCO BIOLÓGICO Estão associados ao contato do homem com:
  13. 13. RISCOS BIOLÓGICOSRISCOS BIOLÓGICOS CONSEQUÊNCIASCONSEQUÊNCIAS Vírus Hepatite, herpes, varíola, febre amarela, raiva, rubéola, HIV/AIDS, dengue, meningite e etc. Bactérias / Bácilos Hanseniese, tuberculose, tétano, peneumonia, cólera, leptospirose e etc. Protozoários Malária, mal de chagas, toxoplasmose e etc. Fungos Alergias, micóses e etc
  14. 14. RISCO ERGONÔMICO São considerados riscos ergonômicos:
  15. 15. RISCOS ERGONÔMICOS CONSEQUÊNCIAS Situações Causadoras de Estresse De um modo geral, devendo haver uma análise mais detalhada caso a caso, tais riscos podem causar: Cansaço, dores musculares, fraquezas, doenças como hipertensão arterial, úlceras, doenças nervosas, alterações do sono, da libido, da vida social com reflexo na saúde e no compotamento, acidentes, problemas na coluna vertebral, taquicardia, cardiopatia, tensão, ansiedade, medo e etc. Postura Incorreta Levantamento e Transporte Inadequado de Peso Jornada de Trabalho Prolongada Ritmos Excessivos
  16. 16. RISCO DE ACIDENTE São muito diversificados e podem estar presentes em diferentes locais
  17. 17. RISCOS DE ACIDENTE CONSEQUÊNCIA Arranjo físico inadequado Acidentes, desgaste físico Máquinas e equipamentos sem proteção Acidentes graves Ferramentas inadequadas Acidente com repercussão nos membros superiores Instalações elétricas inadequadas Acidentes graves, risco de incêndio Armazenamento Inadequado Acidentes graves Animais peçonhentos Acidentes graves Outras situações que podem contribuir para ocorrência de um acidente Acidentes e doenças profissionais
  18. 18. MEDIDAS DE CONTROLE Medidas de controle Educativas Programas de Prevenção Treinamentos Capacitação Medidas de controle Médica Exames Admissionais Periódicos Demissionais Medidas de controle Administrativas Fiscalização das Normas de Segurança Programa de Prevenção de Riscos Ambientais Inspeções de Segurança Medidas de controle Técnicas EPI – Equipamento de Proteção Individual EPC – Equipamento de Proteção Coletiva
  19. 19. GRATA YTHIA KARLA ANALISTA DE SEGURANÇA DO TRABALHO

×