02 arte rococó

1.908 visualizações

Publicada em

Arte Rococó

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.908
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
272
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

02 arte rococó

  1. 1. A Arte do Rococó o sentido da festa; a arte galante a arquitetura http://divulgacaohistoria.wordpress.com/
  2. 2. Rococó, provém do francês Rocaille; Rocaille designa um tipo de decoração de interiores que usava predominantemente elementos naturalistas onde sobressai a concha de vieira; Cómoda Luís XV; Poltrona “La Reine” Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 2
  3. 3. No século XVIII, coexistiram o Barroco, o Neoclássico e o pré-Romantismo; O Rococó nasceu em França, entre 1715-20, atingiu o apogeu na década de 30 e entrou em declínio no último quarto do século, fim do reinado de Luís XV (1715-74); Cafeteira de porcelana da Saxónia Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 3
  4. 4. Expandiu-se por toda a Europa e impérios coloniais português e espanhol; O Rococó apresenta um espírito crítico, irreverente, intimista, individualista característica do Homem culto do século das Luzes; Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 4
  5. 5. Foi uma arte que procurou fugir às imposições das academias; Defende a criatividade individual, a excentricidade, a improvisação e os prazeres da vida; Felipe Juvara, Palácio Stupinigi, 1729, Turim Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 5
  6. 6. Foi criada segundo e para o gosto de uma elite aristocrática e intelectual; Amante do exotismo, da fantasia, da alegria; Que discute temas filosóficos e políticos; Que assiste à comédia italiana, Que organiza festas; Que aprecia a intimidade galante; Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 6
  7. 7. Inicialmente o Rococó foi um novo tipo de ornamentação; Um estilo leve, elegante e refinado; Cores suaves; Linhas delicadas, sinuosas e informais; Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 7
  8. 8. As artes ornamentais utilizam os motivos naturais, retirados dos livros de Botânica; As artes menores (decorativas) eram importantes: mobiliário, cerâmica, ourivesaria, tapeçaria, etc. Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 8
  9. 9. A arquitetura Rococó Princípios essenciais da arquitetura Rococó: Diferenciação dos edifícios de acordo com a sua função; Preocupação com os espaços interiores, a sua articulação e decoração; Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 9
  10. 10. R. Aubert, Palácio Biron, 1731, Paris (Museu Rodin; Boffrand, salão oval, Hotel Soubise, 1735 Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 10
  11. 11. R. Aubert, Palácio Biron, 1731, Paris (Museu Rodin, planta; Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 11/30
  12. 12. Estruturas arquitectónicas com um traçado exterior simples com um interior muito decorado; Elementos decorativos barrocos acrescidos de conchas, algas marinhas, rocalhos (imitação de pedras, chinoiseries (lacas, porcelanas, sedas, etc.) Cuvilles, teatro Residenz, Munique, 1753 Residência Wurzburg Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 12/30
  13. 13. Uso de materiais fingidos: falsos mármores (escariola); madeiras e estuques pintados, o fictício tornava-se realidade; Existe sobretudo arquitetura rococó civil (palácios e hotéis); Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 13
  14. 14. Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 14
  15. 15. Características essenciais dos palácios: 2 andares; Fachadas alinhadas e alisadas; Poucos elementos decorativos no exterior, concentrados nas portas e janelas, nas ferragens e batentes; Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 15
  16. 16. Jacques-Ange Gabriel, Pavilhão Francês; Ferro forjado, Jardim das Tulherias Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 16/30
  17. 17. Pavilhão de chá chinês Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 17/30
  18. 18. Fonte de Trevi, Roma Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 18/30
  19. 19. Utilização do ferro forjado (grades e portas); Os jardins integram a composição arquitetónica; Relvados com árvores, incluem pavilhões, lagos, pagodes chineses, etc; Os jardins eram o palco de festas e reuniões; Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 19
  20. 20. Sala Gasparini, Palácio Real de Madrid Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 20
  21. 21. Interior dos edifícios: Habitação centrada no salão principal; As paredes estão cobertas de abundante decoração, os cantos e os limites das paredes desaparecem sob a decoração e os sofitos; Sofito: superfície curva que faz a ligação entre a parede e o teto; Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 21
  22. 22. Há um horror ao “vazio”; Como o Barroco coexistiu com o Rococó é frequente o palácio ou a igreja terem uma estrutura barroca e uma decoração rococó; Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 22
  23. 23. Baltasar Neumann, Abadia Vierzehnheiligen Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 23
  24. 24. A arquitetura religiosa rococó existe sobretudo na Alemanha e Áustria; Exteriores simples, mas com muitas janelas; Decoração interior luxuriante; Zimmermann, Igreja Wies Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 24
  25. 25. A Arte do Rococó o sentido da festa; a arte galante a escultura e a pintura
  26. 26. Escultura rococó Giuseppe Gricci, Mater Dolorosa, porcelana, 1774, 39,4 cm altura Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 26
  27. 27. Próxima da estética barroca pela expressão plástica mas Oposta pelas formas, conteúdos e objetivos; Falconet, estátua equestre do czar, Pedro, O Grande, bronze Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 27
  28. 28. Claude Michel, La Gimbelette Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 28/30
  29. 29. Giacomo Serpotta, relevo em estuque Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 29
  30. 30. Ignaz Günther, São Korbiniano, Cupido Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 30
  31. 31. Características principais da escultura Rococó: Novos cânones estéticos: linhas curvas e contracurvas mas mais delicadas e fluidas, em “S” ou “C”; Porcelana Biscuit Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 31
  32. 32. Corpos alongados; Gestos graciosos, atitudes galantes; Grupos escultóricos as composições possuem movimento e ritmo, parecem dançar; P. Persico e T. Solari, Fonte de Diana, Nápoles, Jardins do Palácio Caserta Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 32
  33. 33. Géneros escultóricos: Escultura decorativa, como parte integrante da arquitetura; Estatuária de pequeno porte, o chamado bibelot, destinavase a interiores; A tradição do bibelot iniciou-se neste época; Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 33
  34. 34. Novos materiais: Para além da pedra e bronze, utilizou-se: Madeira, argila, estuque, gesso e uma porcelana especial chamada biscuit; O biscuit foi o material mais utilizado, transformando-se numa verdadeira indústria; Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 34
  35. 35. Novos temas: Os temas “sérios” são substituídos por temas irónicos, jocosos, sensuais, eróticos e galantes; Na temática mitológica preferiram os deuses menores: Pã, Cupido, etc.; Temas profanos valorizam-se os aspetos pitorescos e frívolos; Temática religiosa: quase só existe na Alemanha; o dramatismo barroco é substituído por gestos galantes; Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 35
  36. 36. A arte do Rococó reflete uma nova maneira de sentir e viver a arte: A da Arte pela Arte. Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 36
  37. 37. A pintura Rococó A pintura sobre tela A pintura foi o reflexo da sociedade aristocrática e festiva; A temática mais frequente são as festas, cenas pastoris e o retrato; Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 37
  38. 38. França Fragonard, O baloiço, 1766, óleo Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 38
  39. 39. Watteau, Peregrinação à ilha de Cítera, óleo Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 39
  40. 40. Boucher, O banho de Diana, 1766, óleo Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 40
  41. 41. Chardin, Natureza-morta, óleo Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 41
  42. 42. É em França que encontramos os pintores mais significativos: Jean Antoine Watteau (1648-1721), que realizou trabalhos sobre festas, cenas mitológicas e de género; François Boucher (1703-1770) que também foi ilustrador e gravador; Jean-Honoré Fragonard (1732-1806); Jean-Baptiste Chardin (1699-1779); Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 42
  43. 43. A pintura mural foi quase inexistente porque a maior parte da decoração mural consistia em pequenos painéis em tela que emolduravam a parede e tectos: Felipe Juvara, Palácio Stupinigni Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 43
  44. 44. Da Europa para o Mundo Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 44/
  45. 45. O Rococó em Itália Giambattista Tiepolo, triunfo da Monarquia Espanhola (pormenor), Palácio Real, Madrid Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 45
  46. 46. Na arquitetura, o Barroco continuou a dominar até ao século XVIII; O Rococó limita-se à decoração interior e à pintura decorativa mural; O maior artista é Giambatistta Tiepolo (1696-1770); Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 46
  47. 47. Pintura sobre tela é importante em Veneza, onde se retrata a cidade; António Canala (Canaletto) (1697-1768); Francesco Guardi (1712-1793); Na escultura o maior nome foi Giacomo Serpotta (16251732); Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 47
  48. 48. F. Guardi, A festa da Ascensão, óleo Porto de Veneza Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 48
  49. 49. Canaletto, Praça de S. Marcos óleo Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 49
  50. 50. F. Guardi, Canaletto, óleo Porto de Veneza Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 50
  51. 51. O Rococó na Europa Central e do Norte Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 51
  52. 52. Foi nos países germânicos que o rococó foi melhor aplicado em termos estilísticos em termos de arquitetura; Na Suécia o rococó reflete-se apenas na decoração de interiores; Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 52
  53. 53. Na Inglaterra, para além da decoração de interiores, ressalta a pintura de: William Hogarth (1697-1764); Thomas Gainsborough (1727-1788); Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 53
  54. 54. T. Gainsborough, A carroça do Mercado e O passeio matinal W. Hogarth, Rapariga com cesto à cabeça Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 54
  55. 55. O rococó em Espanha Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 55
  56. 56. O Rococó espanhol resultou da influência do Churriguerismo, refletiu-se sobretudo na decoração de interiores; Na escultura a obra de Narciso Tomé (1690-1742), o retábulo da Catedral de Toledo foi uma obra emblemática; O estilo foi exportado para a América Latina; Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 56
  57. 57. G. Sacchetti, Palácio real Madrid Narciso Tomé, O retábulo Transparente, Catedral de Toledo Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 57
  58. 58. O Rococó em Portugal Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 58
  59. 59. O maior arquitecto do rococó português foi André Ribeiro Soares da silva (1720-1769); Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 59
  60. 60. André Soares, Capela da Santa Madalena, Falperra, Braga Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 60
  61. 61. André Soares, Caso do Raio, Braga Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 61
  62. 62. Após o terramoto surgiu um estilo mais sóbrio, o estilo pombalino; Devido à necessidade de reconstruir rapidamente; Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 62
  63. 63. A escultura Rococó entra em Portugal na segunda metade do século XVIII, na continuação da “Escola de Mafra”; O maior escultor deste período foi Machado de Castro (1731-18229; Surge a tradição dos presépios de barro, seguindo o gosto do bibelot; Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 63
  64. 64. Continua também a tradição dos retábulos em talha, a talha é aplicada a coches, bibliotecas e mobiliário; Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 64
  65. 65. Machado de Castro, Estátua equestre de D. José I; Presépio da Basílica da Estrela Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 65
  66. 66. A pintura rococó não teve a importância da pintura barroca, aplicou-se sobretudo a retábulos, tetos e retratos; Foi uma arte menos elegante que a francesa; O principal pintor foi Pedro Alexandrino (1730-1810); Pedro Alexandrino, Salvador do Mundo Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 66
  67. 67. A azulejaria continuou a desempenhar um papel importante na decoração; Foi retomada a policromia, sobretudo com a utilização do amarelo; Surgem várias escolas em Lisboa, Coimbra, Alcobaça e Porto; Quinta dos Azulejos, Paço do Lumiar, Lisboa Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 67
  68. 68. O Rococó americano: o caso de Minas Gerais Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 68
  69. 69. Quando o rococó entrou em decadência na Europa, a descoberta de ouro no Brasil criou as condições (económicas e culturais) para o desenvolvimento no Brasil; O maior arquiteto foi Manuel Francisco Lisboa, que projetou várias igrejas no estado de Minas Gerais; O seu filho António Francisco Lisboa, o Aleijadinho, colaborou com o pai, mas foi sobretudo um escultor e entalhador; Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 69
  70. 70. A sua obra mais importante foram as 12 estátuas de Profetas do Antigo Testamento, que estão no adro da Igreja do Bom Jesus de Matosinhos; António Lisboa, o Aleijadinho, Profeta Joel, pedra-sabão Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 70
  71. 71. António Lisboa, o Aleijadinho, Cristo transportando a cruz, madeira Esta a apresentação foi construída tendo por base o manual, História da Cultura e das Artes,, Ana Lídia Pinto e outros, Porto Editora, 2011 Módulo 7 - HCA - Curso de Turismo 71

×