SlideShare uma empresa Scribd logo
Agrupamento de Escolas Professor Armando de Lucena
Relatório Síntese de Avaliação Trimestral
Estabelecimento EB1/JI de S. Miguel Ano letivo 2013/2013
Sala Amarela Educador(a): Henrique Santos
Período Letivo 2º período Data do relatório 11.04.2014
Avaliação sumária
Aqui deve classificar, de 1 (menor adequação) para 5 (maior adequação), o Plano de Turma.
1 2 3 4 5
Planeamento das atividades
Execução das atividades
Avaliação das atividades
1 Cumprimento das atividades do PAA
Aqui deve discriminar os obstáculos e os fatores positivos para o desenvolvimento das atividades e estratégias previamente definidas, bem como a sua avaliação
como elemento de preparação das próximas atividades (600 carateres)
As atividades propostas em Plano de Turma (PT) e em Plano Anual de Atividades (PAA) foram realizadas na globalidade, e, no âmbito da
reunião de avaliação do 2º período com Encarregados de Educação, realizada no passado dia 10 de abril, mereceram um louvor especial pela
sua pertinência e adequação, tal como consta em ata da referida reunião. Foi também referido pelos encarregados de educação a muito
interessante e eficaz utilização da internet e das redes sociais como espaço de divulgação e comunicação de práticas, apesar das dificuldades
surgidas com a transferência do serviço de internet da Câmara Municipal para o Ministério da Educação e Ciência, tendo sido referenciada
como muito positiva no sentido de envolver as famílias na vida da sala.
As atividades desenvolvidas no âmbito do PAA do estabelecimento, e tal como referido no Relatório de Avaliação do 2º Período de
Estabelecimento também tiveram avaliação de Excelente, de acordo com o procedimento de avaliação em vigor no Agrupamento.
Mantiveram-se as dinâmicas de envolvimento e participação das famílias na “vida da escola”, de onde se destacam a participação ativa das
famílias na atividade "Piscina", "Visita de Estudo", "Dia da Árvore" e "Carnaval", com muito sucesso e com o surgimento de propostas
pedagógicas e letivas de elevado interesse educativo.
Como pontos fracos, o educador referiu o distanciamento provocado pelas alterações de horário observadas nas escolas integradas, como
sendo provocadores de dificuldades na gestão e organização das atividades de sala e de articulação com as outras turmas da escola, com
notório prejuízo para as dinâmicas de articulação e desenvolvimento curricular.
Ao nível da articulação com os serviços de Atividades de Animação e Apoio à Família (AAAF), a prática de reflexão constante tem contribuído
para o sucesso de algumas dinâmicas letivas e não letivas, tendo sido possível, em alguns casos, desenvolver projetos congruentes e
partilhados. Neste particular, destacam-se algumas situações (da responsabilidade dos serviços centrais da Câmara Municipal de Mafra),
respeitantes a refeições e à gestão e supervisão pedagógica que dificultaram a resolução de problemas com forte impacto na vida da escola.
De referir o papel exercido pelo pessoal auxiliar (assistentes operacionais) no minimizar dos problemas causados. No âmbito das reuniões de
avaliação, a situação tem vindo a ser monitorizada e as condições de atendimento às crianças têm vindo a ser melhoradas, com o
envolvimento ativo de todos.
2 Articulação Educativa, Estratégias e Metodologias
Aqui deve referir as incidências relativas à organização documental e de recursos - humanos e materiais - e a forma como influenciou o desenvolvimento das
atividades inscritas no Plano de Turma. Deve ainda caracterizar o sucesso obtido nas aprendizagens das crianças e a adequação das estratégias e metodologias
ao grupo (600 caracteres).
As escolhas metodológicas basearam-se na apreensão da dinâmica do grupo e, tal como plasmado no PT, consideraram‐se “prioritárias” as
vertentes de educação cívica e social, com base no reconhecimento e organização de um ambiente educativo potenciador de uma adequação
cultural e etnológica dos alunos, na qual, paralelamente, fosse possível atingir uma adequada proficiência na utilização de novos instrumentos
educativos, bem como na utilização de novas linguagens e códigos, que potenciassem uma verdadeira integração sócio educativa de todos os
alunos. Neste particular, a inclusão de um espaço de prática de Yoga ou a criação de espaços de partilha ativa (através da internet) revelaram-
se muito positivas e com resultados visíveis.
Também na base da observação do grupo, foi feito um acompanhamento específico, onde, por exemplo, a adequação do registo alimentar
(refeições, hábitos, tipo de alimentos, etc.) ou dos registos de envolvimento e calma, foram primordiais na construção de respostas educativas
de qualidade. Neste capítulo, a relevância do espaço de reflexão e construção partilhada de estratégias e recursos, com especial enfoque nas
dinâmicas promovidas em colaboração com a Associação de Pais e Encarregados de Educação, de onde se destacam as dinâmicas "Falar a
Escola", "Projeto UDIJ - Escola e Comunidade de Mãos Dadas" e "Piscina".
As questões ligadas à alteração dos horários do 1º ciclo e a forma como elas influenciam negativamente as atividades e estratégias da sala de
atividades, bem como as dificuldades criadas pela alteração de assistentes operacionais no início do ano letivo, alterações essas da
responsabilidade da Câmara Municipal de Mafra (como já referido), alteraram e condicionaram determinantemente algumas dinâmicas e
estratégias pedagógicas e didáticas e tiveram expressão ao longo do período letivo, com especial evidência nas atividades de colaboração e
nas do Plano Anual de Atividades. Também as dificuldades sentidas com o espaço de supervição educativa, nomeadamente no que concerne
ao acompanhamento dos menus sugeridos pelo município foi alvo de observação constante por parte dos técnicos municipais tendo mesmo
Agrupamento de Escolas Professor Armando de Lucena
sido solicitado o acompanhamento, por parte dos pais e encarregados de educação (APEE). Não obstante, a situação denunciada pelo
educador mantém-se por resolver tendo, inclusive, o educador sido acusado de exceder a suas funções e ter sido desacreditado junto das
famílias.
3 Alterações a introduzir no Plano de Turma em resultado da avaliação feita
Aqui deve discriminar a forma como adequou e modificou o trabalho planificado ao grau de desenvolvimento e às necessidades do grupo e das crianças e que
alterações introduzirá no Plano de Turma em resultado dos procedimentos de Avaliação (600 carateres)
Após avaliação constante e permanente, manter-se-á a estrutura global das opções pedagógicas, sendo evidente, neste âmbito, que o trabalho
até aqui desenvolvido serve as intenções do grupo, das famílias e das escolhas pedagógicas da escola.
De forma geral, os resultados obtidos nas avaliações diagnósticas e sumativa, designadamente no âmbito da formação pessoal e social dos
alunos bem como os procedimentos de avaliação das metodologias e modelos de desenvolvimento utilizados reforçaram a ideia de que as
crianças necessitam de sentir que, entre a Escola e a Família deve existir um espaço de coerência, construído com base na gestão da
informação e na definição de comportamentos esperados.
Nesse sentido, manter-se-ão as dinâmicas de comunicação efetiva e constante, utilizando os instrumentos tecnológicos e as redes de apoio já
existentes.
Foi feito um pedido de acompanhamento ao SNIPI (ELI de Mafra) para um aluno que apresenta dificuldades especificas. Será feita avaliação
em breve. Também no âmbito do Projeto UDIJ foi feita uma sinalização que aguarda reunião com encarregados de educação.
Por sugestão dos encarregados de educação, a realização de visitas de estudo congruentes com as idades dos alunos e adequadas às suas
dinâmicas no sentido de tornar o conhecimento do seu mundo
4 Desempenho Global Docente
Aqui deve classificar, de 1 (menor adequação) para 5 (maior adequação),o seu desempenho relativamente a:
1 2 3 4 5
4.1. Coerência das escolhas pedagógicas
4.2. Planeamento e adequação das propostas educativas
4.3. Coordenação e Colaboração (com parceiros, de articulação, etc.)
O(a) Educador(a) Henrique Santos
em 11/04/2014

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Relatório Síntese de Avaliação do PT 1º Período 14/15
Relatório Síntese de Avaliação do PT 1º Período 14/15Relatório Síntese de Avaliação do PT 1º Período 14/15
Relatório Síntese de Avaliação do PT 1º Período 14/15
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
PCG 2'17
PCG 2'17PCG 2'17
Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)
Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)
Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
projecto curricular de grupo sala 3
projecto curricular de grupo sala 3projecto curricular de grupo sala 3
projecto curricular de grupo sala 3
fatimasilva1957
 
PCG 2017 - Sala Amarela, JI do Gradil
PCG 2017 - Sala Amarela, JI do GradilPCG 2017 - Sala Amarela, JI do Gradil
PCG 2017 - Sala Amarela, JI do Gradil
Henrique Santos
 
Relatório Síntese 2º Período
Relatório Síntese 2º PeríodoRelatório Síntese 2º Período
Relatório Síntese 2º Período
SalaAmarelaJIGradil
 
Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016
Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016
Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016
Henrique Santos
 
Relatorio de Auto-avaliacao Docente
Relatorio de Auto-avaliacao DocenteRelatorio de Auto-avaliacao Docente
Relatorio de Auto-avaliacao Docente
Henrique Santos
 
Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012
Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012
Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012
Henrique Santos
 
Relatorio Sintese 3º Periodo
Relatorio Sintese 3º PeriodoRelatorio Sintese 3º Periodo
Relatorio Sintese 3º Periodo
SalaAmarelaJIGradil
 
Relatório síntese de Avaliação do Plano de Turma (3º Período 2013/2014)
Relatório síntese de Avaliação do Plano de Turma (3º Período 2013/2014)Relatório síntese de Avaliação do Plano de Turma (3º Período 2013/2014)
Relatório síntese de Avaliação do Plano de Turma (3º Período 2013/2014)
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Planificação ana paula silva
Planificação ana paula silvaPlanificação ana paula silva
Planificação ana paula silva
paulasilva80
 
Relatório Síntese PT 3º período 2015
Relatório Síntese PT 3º período 2015Relatório Síntese PT 3º período 2015
Relatório Síntese PT 3º período 2015
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Planificacao Novembro
Planificacao NovembroPlanificacao Novembro
Planificacao Novembro
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatorio sintese PCG
Relatorio sintese PCGRelatorio sintese PCG
Relatorio sintese PCG
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatorio 1º Período 2012-2013
Relatorio 1º Período 2012-2013Relatorio 1º Período 2012-2013
Relatorio 1º Período 2012-2013
Henrique Santos
 
Reuniao de pais do pre-escolar e creche
Reuniao de pais do pre-escolar e crecheReuniao de pais do pre-escolar e creche
Reuniao de pais do pre-escolar e creche
Sara Marques
 
Planificacao Março
Planificacao MarçoPlanificacao Março
Planificacao Março
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Projeto Curricular de Grupo 2016
Projeto Curricular de Grupo 2016Projeto Curricular de Grupo 2016
Projeto Curricular de Grupo 2016
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)
Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)
Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 

Mais procurados (20)

Relatório Síntese de Avaliação do PT 1º Período 14/15
Relatório Síntese de Avaliação do PT 1º Período 14/15Relatório Síntese de Avaliação do PT 1º Período 14/15
Relatório Síntese de Avaliação do PT 1º Período 14/15
 
PCG 2'17
PCG 2'17PCG 2'17
PCG 2'17
 
Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)
Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)
Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)
 
projecto curricular de grupo sala 3
projecto curricular de grupo sala 3projecto curricular de grupo sala 3
projecto curricular de grupo sala 3
 
PCG 2017 - Sala Amarela, JI do Gradil
PCG 2017 - Sala Amarela, JI do GradilPCG 2017 - Sala Amarela, JI do Gradil
PCG 2017 - Sala Amarela, JI do Gradil
 
Relatório Síntese 2º Período
Relatório Síntese 2º PeríodoRelatório Síntese 2º Período
Relatório Síntese 2º Período
 
Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016
Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016
Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016
 
Relatorio de Auto-avaliacao Docente
Relatorio de Auto-avaliacao DocenteRelatorio de Auto-avaliacao Docente
Relatorio de Auto-avaliacao Docente
 
Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012
Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012
Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012
 
Relatorio Sintese 3º Periodo
Relatorio Sintese 3º PeriodoRelatorio Sintese 3º Periodo
Relatorio Sintese 3º Periodo
 
Relatório síntese de Avaliação do Plano de Turma (3º Período 2013/2014)
Relatório síntese de Avaliação do Plano de Turma (3º Período 2013/2014)Relatório síntese de Avaliação do Plano de Turma (3º Período 2013/2014)
Relatório síntese de Avaliação do Plano de Turma (3º Período 2013/2014)
 
Planificação ana paula silva
Planificação ana paula silvaPlanificação ana paula silva
Planificação ana paula silva
 
Relatório Síntese PT 3º período 2015
Relatório Síntese PT 3º período 2015Relatório Síntese PT 3º período 2015
Relatório Síntese PT 3º período 2015
 
Planificacao Novembro
Planificacao NovembroPlanificacao Novembro
Planificacao Novembro
 
Relatorio sintese PCG
Relatorio sintese PCGRelatorio sintese PCG
Relatorio sintese PCG
 
Relatorio 1º Período 2012-2013
Relatorio 1º Período 2012-2013Relatorio 1º Período 2012-2013
Relatorio 1º Período 2012-2013
 
Reuniao de pais do pre-escolar e creche
Reuniao de pais do pre-escolar e crecheReuniao de pais do pre-escolar e creche
Reuniao de pais do pre-escolar e creche
 
Planificacao Março
Planificacao MarçoPlanificacao Março
Planificacao Março
 
Projeto Curricular de Grupo 2016
Projeto Curricular de Grupo 2016Projeto Curricular de Grupo 2016
Projeto Curricular de Grupo 2016
 
Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)
Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)
Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)
 

Destaque

Relatorio 2º Periodo
Relatorio 2º Periodo Relatorio 2º Periodo
Relatorio 2º Periodo
Henrique Santos
 
Relatorio 2º periodo
Relatorio 2º periodoRelatorio 2º periodo
Relatorio 2º periodo
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
PTT 2012 2013 versão bloguefólio
PTT 2012 2013 versão bloguefólioPTT 2012 2013 versão bloguefólio
PTT 2012 2013 versão bloguefólio
Maria Sousa
 
Planificação 22 de abril a 16 maio 2013-2014
Planificação 22 de abril a 16 maio   2013-2014Planificação 22 de abril a 16 maio   2013-2014
Planificação 22 de abril a 16 maio 2013-2014
mvaznunes
 
Análise questionario pais2016
Análise questionario pais2016Análise questionario pais2016
Análise questionario pais2016
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatório síntese pt 3 16
Relatório síntese pt 3 16Relatório síntese pt 3 16
Relatório síntese pt 3 16
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Projecto curricular sala dos 5 anos
Projecto curricular  sala dos 5 anosProjecto curricular  sala dos 5 anos
Projecto curricular sala dos 5 anos
Maria de lurdes valentim gerardo
 
Planificacao Dezembro
Planificacao DezembroPlanificacao Dezembro
Planificacao Dezembro
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Planificacao setembro
Planificacao setembroPlanificacao setembro
Planificacao setembro
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Planificacao Outubro
Planificacao OutubroPlanificacao Outubro
Planificacao Outubro
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Planificacao Janeiro
Planificacao JaneiroPlanificacao Janeiro
Planificacao Janeiro
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015
Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015
Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Planificação das actividades do Campo de Férias ActivArte
Planificação das actividades do Campo de Férias ActivArtePlanificação das actividades do Campo de Férias ActivArte
Planificação das actividades do Campo de Férias ActivArte
Activar
 
Relatório aaaf
Relatório aaafRelatório aaaf
Relatório aaaf
Ofelia Liborio
 
PCT 2012
PCT 2012PCT 2012
PCT 2012
Henrique Santos
 
PCT/G 2013 by Sala Amarela
PCT/G 2013 by Sala AmarelaPCT/G 2013 by Sala Amarela
PCT/G 2013 by Sala Amarela
Henrique Santos
 
Planificacao Julho
Planificacao JulhoPlanificacao Julho
Planificacao Julho
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 

Destaque (17)

Relatorio 2º Periodo
Relatorio 2º Periodo Relatorio 2º Periodo
Relatorio 2º Periodo
 
Relatorio 2º periodo
Relatorio 2º periodoRelatorio 2º periodo
Relatorio 2º periodo
 
PTT 2012 2013 versão bloguefólio
PTT 2012 2013 versão bloguefólioPTT 2012 2013 versão bloguefólio
PTT 2012 2013 versão bloguefólio
 
Planificação 22 de abril a 16 maio 2013-2014
Planificação 22 de abril a 16 maio   2013-2014Planificação 22 de abril a 16 maio   2013-2014
Planificação 22 de abril a 16 maio 2013-2014
 
Análise questionario pais2016
Análise questionario pais2016Análise questionario pais2016
Análise questionario pais2016
 
Relatório síntese pt 3 16
Relatório síntese pt 3 16Relatório síntese pt 3 16
Relatório síntese pt 3 16
 
Projecto curricular sala dos 5 anos
Projecto curricular  sala dos 5 anosProjecto curricular  sala dos 5 anos
Projecto curricular sala dos 5 anos
 
Planificacao Dezembro
Planificacao DezembroPlanificacao Dezembro
Planificacao Dezembro
 
Planificacao setembro
Planificacao setembroPlanificacao setembro
Planificacao setembro
 
Planificacao Outubro
Planificacao OutubroPlanificacao Outubro
Planificacao Outubro
 
Planificacao Janeiro
Planificacao JaneiroPlanificacao Janeiro
Planificacao Janeiro
 
Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015
Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015
Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015
 
Planificação das actividades do Campo de Férias ActivArte
Planificação das actividades do Campo de Férias ActivArtePlanificação das actividades do Campo de Férias ActivArte
Planificação das actividades do Campo de Férias ActivArte
 
Relatório aaaf
Relatório aaafRelatório aaaf
Relatório aaaf
 
PCT 2012
PCT 2012PCT 2012
PCT 2012
 
PCT/G 2013 by Sala Amarela
PCT/G 2013 by Sala AmarelaPCT/G 2013 by Sala Amarela
PCT/G 2013 by Sala Amarela
 
Planificacao Julho
Planificacao JulhoPlanificacao Julho
Planificacao Julho
 

Semelhante a Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)

Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015
Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015
Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatorio 3º Periodo 2011-2012
Relatorio 3º Periodo 2011-2012Relatorio 3º Periodo 2011-2012
Relatorio 3º Periodo 2011-2012
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatório Síntese 1º período
Relatório Síntese 1º períodoRelatório Síntese 1º período
Relatório Síntese 1º período
SalaAmarelaJIGradil
 
Relatorio de Auto-avaliação 2017
Relatorio de Auto-avaliação 2017Relatorio de Auto-avaliação 2017
Relatorio de Auto-avaliação 2017
Henrique Santos
 
Relatório 1º periodo
Relatório 1º periodoRelatório 1º periodo
Relatório 1º periodo
Henrique Santos
 
Caderno5
Caderno5Caderno5
Caderno5
Juci Santos
 
Relatorio 1periodo sala-amarela-2010-2011
Relatorio 1periodo sala-amarela-2010-2011Relatorio 1periodo sala-amarela-2010-2011
Relatorio 1periodo sala-amarela-2010-2011
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatorio Autoavaliação da BE 2012 2013
Relatorio  Autoavaliação da BE 2012 2013Relatorio  Autoavaliação da BE 2012 2013
Relatorio Autoavaliação da BE 2012 2013
BELidiaJorge
 
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
Helia Pessoa do Amaral Figueiredo
 
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
Helia Pessoa do Amaral Figueiredo
 
Análise questionario pais2013
Análise questionario pais2013Análise questionario pais2013
Análise questionario pais2013
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
05 pcagp documento orientador
05 pcagp   documento orientador05 pcagp   documento orientador
05 pcagp documento orientador
Wilson Barbieri
 
Cumprimento do Plano Anual Atividades - Relatório Final 2017 - 2018 Final.pdf
Cumprimento do Plano Anual Atividades - Relatório Final 2017 - 2018  Final.pdfCumprimento do Plano Anual Atividades - Relatório Final 2017 - 2018  Final.pdf
Cumprimento do Plano Anual Atividades - Relatório Final 2017 - 2018 Final.pdf
peixept
 
Circular gestao do curriculo
Circular gestao do curriculoCircular gestao do curriculo
Circular gestao do curriculo
Bela Catarina
 
Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01
Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01
Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01
heder oliveira silva
 
Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01
Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01
Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01
heder oliveira silva
 

Semelhante a Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014) (16)

Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015
Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015
Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015
 
Relatorio 3º Periodo 2011-2012
Relatorio 3º Periodo 2011-2012Relatorio 3º Periodo 2011-2012
Relatorio 3º Periodo 2011-2012
 
Relatório Síntese 1º período
Relatório Síntese 1º períodoRelatório Síntese 1º período
Relatório Síntese 1º período
 
Relatorio de Auto-avaliação 2017
Relatorio de Auto-avaliação 2017Relatorio de Auto-avaliação 2017
Relatorio de Auto-avaliação 2017
 
Relatório 1º periodo
Relatório 1º periodoRelatório 1º periodo
Relatório 1º periodo
 
Caderno5
Caderno5Caderno5
Caderno5
 
Relatorio 1periodo sala-amarela-2010-2011
Relatorio 1periodo sala-amarela-2010-2011Relatorio 1periodo sala-amarela-2010-2011
Relatorio 1periodo sala-amarela-2010-2011
 
Relatorio Autoavaliação da BE 2012 2013
Relatorio  Autoavaliação da BE 2012 2013Relatorio  Autoavaliação da BE 2012 2013
Relatorio Autoavaliação da BE 2012 2013
 
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
 
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
 
Análise questionario pais2013
Análise questionario pais2013Análise questionario pais2013
Análise questionario pais2013
 
05 pcagp documento orientador
05 pcagp   documento orientador05 pcagp   documento orientador
05 pcagp documento orientador
 
Cumprimento do Plano Anual Atividades - Relatório Final 2017 - 2018 Final.pdf
Cumprimento do Plano Anual Atividades - Relatório Final 2017 - 2018  Final.pdfCumprimento do Plano Anual Atividades - Relatório Final 2017 - 2018  Final.pdf
Cumprimento do Plano Anual Atividades - Relatório Final 2017 - 2018 Final.pdf
 
Circular gestao do curriculo
Circular gestao do curriculoCircular gestao do curriculo
Circular gestao do curriculo
 
Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01
Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01
Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01
 
Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01
Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01
Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01
 

Último

EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 

Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)

  • 1. Agrupamento de Escolas Professor Armando de Lucena Relatório Síntese de Avaliação Trimestral Estabelecimento EB1/JI de S. Miguel Ano letivo 2013/2013 Sala Amarela Educador(a): Henrique Santos Período Letivo 2º período Data do relatório 11.04.2014 Avaliação sumária Aqui deve classificar, de 1 (menor adequação) para 5 (maior adequação), o Plano de Turma. 1 2 3 4 5 Planeamento das atividades Execução das atividades Avaliação das atividades 1 Cumprimento das atividades do PAA Aqui deve discriminar os obstáculos e os fatores positivos para o desenvolvimento das atividades e estratégias previamente definidas, bem como a sua avaliação como elemento de preparação das próximas atividades (600 carateres) As atividades propostas em Plano de Turma (PT) e em Plano Anual de Atividades (PAA) foram realizadas na globalidade, e, no âmbito da reunião de avaliação do 2º período com Encarregados de Educação, realizada no passado dia 10 de abril, mereceram um louvor especial pela sua pertinência e adequação, tal como consta em ata da referida reunião. Foi também referido pelos encarregados de educação a muito interessante e eficaz utilização da internet e das redes sociais como espaço de divulgação e comunicação de práticas, apesar das dificuldades surgidas com a transferência do serviço de internet da Câmara Municipal para o Ministério da Educação e Ciência, tendo sido referenciada como muito positiva no sentido de envolver as famílias na vida da sala. As atividades desenvolvidas no âmbito do PAA do estabelecimento, e tal como referido no Relatório de Avaliação do 2º Período de Estabelecimento também tiveram avaliação de Excelente, de acordo com o procedimento de avaliação em vigor no Agrupamento. Mantiveram-se as dinâmicas de envolvimento e participação das famílias na “vida da escola”, de onde se destacam a participação ativa das famílias na atividade "Piscina", "Visita de Estudo", "Dia da Árvore" e "Carnaval", com muito sucesso e com o surgimento de propostas pedagógicas e letivas de elevado interesse educativo. Como pontos fracos, o educador referiu o distanciamento provocado pelas alterações de horário observadas nas escolas integradas, como sendo provocadores de dificuldades na gestão e organização das atividades de sala e de articulação com as outras turmas da escola, com notório prejuízo para as dinâmicas de articulação e desenvolvimento curricular. Ao nível da articulação com os serviços de Atividades de Animação e Apoio à Família (AAAF), a prática de reflexão constante tem contribuído para o sucesso de algumas dinâmicas letivas e não letivas, tendo sido possível, em alguns casos, desenvolver projetos congruentes e partilhados. Neste particular, destacam-se algumas situações (da responsabilidade dos serviços centrais da Câmara Municipal de Mafra), respeitantes a refeições e à gestão e supervisão pedagógica que dificultaram a resolução de problemas com forte impacto na vida da escola. De referir o papel exercido pelo pessoal auxiliar (assistentes operacionais) no minimizar dos problemas causados. No âmbito das reuniões de avaliação, a situação tem vindo a ser monitorizada e as condições de atendimento às crianças têm vindo a ser melhoradas, com o envolvimento ativo de todos. 2 Articulação Educativa, Estratégias e Metodologias Aqui deve referir as incidências relativas à organização documental e de recursos - humanos e materiais - e a forma como influenciou o desenvolvimento das atividades inscritas no Plano de Turma. Deve ainda caracterizar o sucesso obtido nas aprendizagens das crianças e a adequação das estratégias e metodologias ao grupo (600 caracteres). As escolhas metodológicas basearam-se na apreensão da dinâmica do grupo e, tal como plasmado no PT, consideraram‐se “prioritárias” as vertentes de educação cívica e social, com base no reconhecimento e organização de um ambiente educativo potenciador de uma adequação cultural e etnológica dos alunos, na qual, paralelamente, fosse possível atingir uma adequada proficiência na utilização de novos instrumentos educativos, bem como na utilização de novas linguagens e códigos, que potenciassem uma verdadeira integração sócio educativa de todos os alunos. Neste particular, a inclusão de um espaço de prática de Yoga ou a criação de espaços de partilha ativa (através da internet) revelaram- se muito positivas e com resultados visíveis. Também na base da observação do grupo, foi feito um acompanhamento específico, onde, por exemplo, a adequação do registo alimentar (refeições, hábitos, tipo de alimentos, etc.) ou dos registos de envolvimento e calma, foram primordiais na construção de respostas educativas de qualidade. Neste capítulo, a relevância do espaço de reflexão e construção partilhada de estratégias e recursos, com especial enfoque nas dinâmicas promovidas em colaboração com a Associação de Pais e Encarregados de Educação, de onde se destacam as dinâmicas "Falar a Escola", "Projeto UDIJ - Escola e Comunidade de Mãos Dadas" e "Piscina". As questões ligadas à alteração dos horários do 1º ciclo e a forma como elas influenciam negativamente as atividades e estratégias da sala de atividades, bem como as dificuldades criadas pela alteração de assistentes operacionais no início do ano letivo, alterações essas da responsabilidade da Câmara Municipal de Mafra (como já referido), alteraram e condicionaram determinantemente algumas dinâmicas e estratégias pedagógicas e didáticas e tiveram expressão ao longo do período letivo, com especial evidência nas atividades de colaboração e nas do Plano Anual de Atividades. Também as dificuldades sentidas com o espaço de supervição educativa, nomeadamente no que concerne ao acompanhamento dos menus sugeridos pelo município foi alvo de observação constante por parte dos técnicos municipais tendo mesmo
  • 2. Agrupamento de Escolas Professor Armando de Lucena sido solicitado o acompanhamento, por parte dos pais e encarregados de educação (APEE). Não obstante, a situação denunciada pelo educador mantém-se por resolver tendo, inclusive, o educador sido acusado de exceder a suas funções e ter sido desacreditado junto das famílias. 3 Alterações a introduzir no Plano de Turma em resultado da avaliação feita Aqui deve discriminar a forma como adequou e modificou o trabalho planificado ao grau de desenvolvimento e às necessidades do grupo e das crianças e que alterações introduzirá no Plano de Turma em resultado dos procedimentos de Avaliação (600 carateres) Após avaliação constante e permanente, manter-se-á a estrutura global das opções pedagógicas, sendo evidente, neste âmbito, que o trabalho até aqui desenvolvido serve as intenções do grupo, das famílias e das escolhas pedagógicas da escola. De forma geral, os resultados obtidos nas avaliações diagnósticas e sumativa, designadamente no âmbito da formação pessoal e social dos alunos bem como os procedimentos de avaliação das metodologias e modelos de desenvolvimento utilizados reforçaram a ideia de que as crianças necessitam de sentir que, entre a Escola e a Família deve existir um espaço de coerência, construído com base na gestão da informação e na definição de comportamentos esperados. Nesse sentido, manter-se-ão as dinâmicas de comunicação efetiva e constante, utilizando os instrumentos tecnológicos e as redes de apoio já existentes. Foi feito um pedido de acompanhamento ao SNIPI (ELI de Mafra) para um aluno que apresenta dificuldades especificas. Será feita avaliação em breve. Também no âmbito do Projeto UDIJ foi feita uma sinalização que aguarda reunião com encarregados de educação. Por sugestão dos encarregados de educação, a realização de visitas de estudo congruentes com as idades dos alunos e adequadas às suas dinâmicas no sentido de tornar o conhecimento do seu mundo 4 Desempenho Global Docente Aqui deve classificar, de 1 (menor adequação) para 5 (maior adequação),o seu desempenho relativamente a: 1 2 3 4 5 4.1. Coerência das escolhas pedagógicas 4.2. Planeamento e adequação das propostas educativas 4.3. Coordenação e Colaboração (com parceiros, de articulação, etc.) O(a) Educador(a) Henrique Santos em 11/04/2014