SlideShare uma empresa Scribd logo
Agrupamento de Escolas Professor Armando de Lucena
Relatório Síntese de Avaliação Trimestral
Estabelecimento EB1/JI de S. Miguel Ano letivo 2014/2015
Sala Amarela Educador(a): Henrique Santos
Período Letivo 1º período Data do relatório 23.12.2014
Avaliação sumária
Aqui deve classificar, de 1 (menor adequação) para 5 (maior adequação), o Plano de Turma.
1 2 3 4 5
Planeamento das atividades
Execução das atividades
Avaliação das atividades
1 Cumprimento das atividades do PAA
Aqui deve discriminar os obstáculos e os fatores positivos para o desenvolvimento das atividades e estratégias previamente definidas, bem como a sua avaliação
como elemento de preparação das próximas atividades (600 carateres)
As atividades propostas em Plano de Turma (PT) e em Plano Anual de Atividades (PAA) foram realizadas na globalidade, e, no âmbito da
reunião de avaliação do 1º período com Encarregados de Educação, realizada no passado dia 17 de Dezembro, mereceram umaapreciação
muito favorável pela sua pertinência e adequação, tal como consta em ata da referida reunião. O uso muito interessante e eficaz da internet e
das redes sociais como espaço de divulgação e comunicação de práticas foi, mais uma vez, referenciado como muito positivo, tendo alguns
encarregdos presentes na reunião demonstrado dinâmicas e partilhas que partiram desse uso.
As atividades desenvolvidas no âmbito do PAA do estabelecimento, todas em articulação efetiva e tal como referido no Relatório de Avaliação
do 1º Período de Estabelecimento também tiveram avaliação global de Excelente, de acordo com o procedimento de avaliação em vigor no
Agrupamento.
Mantêm-se as dinâmicas de envolvimento e participação das famílias na “vida da escola” com muito sucesso e com o surgimento de propostas
pedagógicas e letivas de elevado interesse educativo.
Um especial enfoque feito nas atividades de parceria educativa, de onde se destacam a atividade "Piscina", que tem vindo a tornar-se mais
implicadas e presentes na "vida da escola".
Como pontos fracos, mantém-se as dificuldades criadas pelo desajustamento dos horários letivos em escolas integradas, a tornar muito difícil
a colaboração e articulação entre níveis, bem como sendo provocadores de dificuldades na gestão e organização das atividades de sala,
designadamente pela necessidade de utilização de espaços comuns. Neste particular,também a dinâmica pedagógica desenvolvida com a
Biblioteca Escolar tem sido dificultada pela inexistência de um professor bibliotecários na escola, num período mais consentâneo com as
práticas e horários da ediucação pré-escolar
Ao nível da articulação com os serviços de Atividades de Animação e Apoio à Família (AAAF), o início do ano teve também algumas dificuldades
observáveis, decorrente da adaptação e mudança de algumas assistentes operacionais que contribuiu para alguma alteração do
comportamento e atituides das crianças. A situação tem vindo a ser monitorizada pela superivisão efetiva dos docentes e as condições de
atendimento às crianças têm vindo a ser melhoradas, com o envolvimento ativo de todos.
2 Articulação Educativa, Estratégias e Metodologias
Aqui deve referir as incidências relativas à organização documental e de recursos - humanos e materiais - e a forma como influenciou o desenvolvimento das
atividades inscritas no Plano de Turma. Deve ainda caracterizar o sucesso obtido nas aprendizagens das crianças e a adequação das estratégias e metodologias
ao grupo (600 caracteres).
As escolhas metodológicas basearam-se na apreensão da dinâmica do grupo e, tal como referido no PT, consideraram‐se “prioritárias” as
vertentes de educação cívica e social (Formação Pessoal e Social), com base no reconhecimento e organização de um ambiente educativo
potenciador de uma adequação cultural e etnológica dos alunos, na qual, paralelamente fosse possível atingir uma adequada proficiência na
utilização de novos instrumentos educativos, bem como na utilização de novas linguagens e códigos, que potenciem uma verdadeira
integração sócio educativa de todos os alunos.
Também na base da observação do grupo (cuja média etária é de 4,1 anos) foi feito um acompanhamento específico, onde, por exemplo, a
adequação do registo alimentar (refeições, hábitos, tipo de alimentos, etc.) ou dos registos de envolvimento e calma, foram primordiais na
construção de respostas educativas de qualidade. Também os aspetos relativos ao descanso e, nomeadamente, às necessidades de repouso
(sono) em crianças pequenas têm sido encontradas de acordo com as condições disponíveis.
Na reunião de avaliação com encarregados de educação, os efeitos positivos das metodologias escolhidas e as evidências do trabalho nos
alunos foram referidas pelos presentes, bem como evidenciadas dinâmicas de sucesso, através da apresentação de situações particulares,
vividas, sobretudo, em casa.
Foi notório, nos alunos de continuidade educativa, um constante crescimento e melhoria dos itens e indicadores de aprendizagem. Nos alunos
de frequência inicial, e após a respetiva adequação e avaliação diagnóstica, proceder-se-á a um acompanhamento constante e próximo que
manterá as lógicas e dinâmicas escolhidas que se verificam como adequados e pertinentes.
Agrupamento de Escolas Professor Armando de Lucena
3 Alterações a introduzir no Plano de Turma em resultado da avaliação feita
Aqui deve discriminar a forma como adequou e modificou o trabalho planificado ao grau de desenvolvimento e às necessidades do grupo e das crianças e que
alterações introduzirá no Plano de Turma em resultado dos procedimentos de Avaliação (600 carateres)
Após avaliação constante e permanente, manter-se-á a estrutura global das opções pedagógicas, sendo evidente, neste âmbito, que o trabalho
até aqui desenvolvido serve as intenções do grupo, das famílias e das escolhas pedagógicas da escola.
De forma geral, os resultados obtidos nas avaliações diagnósticas e sumativa, designadamente no âmbito da formação pessoal e social dos
alunos bem como os procedimentos de avaliação das metodologias e modelos de desenvolvimento utilizados reforçaram a ideia de que as
crianças necessitam de sentir que, entre a Escola e a Família deve existir um espaço de coerência, construído com base na gestão da
informação e na definição de comportamentos esperados.
A entrada deum novo elemento no grupo, durante o primeiro período letivo não altera o plano existente, na medida em que este se revelou já
entrosado comas dinâmicas letivas e com o convívio com os pares.
Manter-se-ão as dinâmicas de comunicação efetiva e constante, utilizando os instrumentos tecnológicos e as redes de apoio já existentes.
Por último, e por sugestão dos encarregados de educação, far-se-á uma especial atenção às dinâmicas lúdicas e às atividades potenciadoras de
desenvolvimento motor.
4 Desempenho Global Docente
Aqui deve classificar, de 1 (menor adequação) para 5 (maior adequação),o seu desempenho relativamente a:
1 2 3 4 5
4.1. Coerência das escolhas pedagógicas
4.2. Planeamento e adequação das propostas educativas
4.3. Coordenação e Colaboração (com parceiros, de articulação, etc.)
O(a) Educador(a) Henrique Santos
em 23/12/2014

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Relatório Síntese 3º período
Relatório Síntese 3º períodoRelatório Síntese 3º período
Relatório Síntese 3º período
SalaAmarelaJIGradil
 
Auto Avaliação Docente 2018
Auto Avaliação Docente 2018Auto Avaliação Docente 2018
Auto Avaliação Docente 2018
SalaAmarelaJIGradil
 
Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)
Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)
Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Projeto Curricular de Grupo 2018/2019
Projeto Curricular de Grupo 2018/2019Projeto Curricular de Grupo 2018/2019
Projeto Curricular de Grupo 2018/2019
SalaAmarelaJIGradil
 
Relatorio auto avaliacao_filipe pires
Relatorio auto avaliacao_filipe piresRelatorio auto avaliacao_filipe pires
Relatorio auto avaliacao_filipe pires
Escola Básica e Secundária Professor Reynaldo dos Santos
 
Objetivos individuais da docente
Objetivos individuais da docenteObjetivos individuais da docente
Objetivos individuais da docente
Carla Rego Pires
 
Relatório Síntese 2º Período
Relatório Síntese 2º PeríodoRelatório Síntese 2º Período
Relatório Síntese 2º Período
SalaAmarelaJIGradil
 
Relatorio 3periodo sala-amarela-2012-2013
Relatorio 3periodo sala-amarela-2012-2013Relatorio 3periodo sala-amarela-2012-2013
Relatorio 3periodo sala-amarela-2012-2013
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Planificação ana paula silva
Planificação ana paula silvaPlanificação ana paula silva
Planificação ana paula silva
paulasilva80
 
Planificacao Março
Planificacao MarçoPlanificacao Março
Planificacao Março
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatorio sintese PCG
Relatorio sintese PCGRelatorio sintese PCG
Relatorio sintese PCG
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatório Síntese 1º período
Relatório Síntese 1º períodoRelatório Síntese 1º período
Relatório Síntese 1º período
SalaAmarelaJIGradil
 
Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012
Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012
Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012
Henrique Santos
 
Relatório Síntese PCG 2º Periodo
Relatório Síntese PCG 2º PeriodoRelatório Síntese PCG 2º Periodo
Relatório Síntese PCG 2º Periodo
SalaAmarelaJIGradil
 
Planificação dia de reis
Planificação dia de reisPlanificação dia de reis
Planificação dia de reis
mvaznunes
 
Planificacao Dezembro
Planificacao DezembroPlanificacao Dezembro
Planificacao Dezembro
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatório síntese de Avaliação do Plano de Turma (3º Período 2013/2014)
Relatório síntese de Avaliação do Plano de Turma (3º Período 2013/2014)Relatório síntese de Avaliação do Plano de Turma (3º Período 2013/2014)
Relatório síntese de Avaliação do Plano de Turma (3º Período 2013/2014)
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatorio de Auto-avaliacao Docente
Relatorio de Auto-avaliacao DocenteRelatorio de Auto-avaliacao Docente
Relatorio de Auto-avaliacao Docente
Henrique Santos
 
Ata nº 10
Ata nº 10Ata nº 10
Relatório Anual De Atividade Não Letiva
Relatório Anual De Atividade Não LetivaRelatório Anual De Atividade Não Letiva
Relatório Anual De Atividade Não Letiva
Fátima Brás
 

Mais procurados (20)

Relatório Síntese 3º período
Relatório Síntese 3º períodoRelatório Síntese 3º período
Relatório Síntese 3º período
 
Auto Avaliação Docente 2018
Auto Avaliação Docente 2018Auto Avaliação Docente 2018
Auto Avaliação Docente 2018
 
Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)
Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)
Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)
 
Projeto Curricular de Grupo 2018/2019
Projeto Curricular de Grupo 2018/2019Projeto Curricular de Grupo 2018/2019
Projeto Curricular de Grupo 2018/2019
 
Relatorio auto avaliacao_filipe pires
Relatorio auto avaliacao_filipe piresRelatorio auto avaliacao_filipe pires
Relatorio auto avaliacao_filipe pires
 
Objetivos individuais da docente
Objetivos individuais da docenteObjetivos individuais da docente
Objetivos individuais da docente
 
Relatório Síntese 2º Período
Relatório Síntese 2º PeríodoRelatório Síntese 2º Período
Relatório Síntese 2º Período
 
Relatorio 3periodo sala-amarela-2012-2013
Relatorio 3periodo sala-amarela-2012-2013Relatorio 3periodo sala-amarela-2012-2013
Relatorio 3periodo sala-amarela-2012-2013
 
Planificação ana paula silva
Planificação ana paula silvaPlanificação ana paula silva
Planificação ana paula silva
 
Planificacao Março
Planificacao MarçoPlanificacao Março
Planificacao Março
 
Relatorio sintese PCG
Relatorio sintese PCGRelatorio sintese PCG
Relatorio sintese PCG
 
Relatório Síntese 1º período
Relatório Síntese 1º períodoRelatório Síntese 1º período
Relatório Síntese 1º período
 
Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012
Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012
Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012
 
Relatório Síntese PCG 2º Periodo
Relatório Síntese PCG 2º PeriodoRelatório Síntese PCG 2º Periodo
Relatório Síntese PCG 2º Periodo
 
Planificação dia de reis
Planificação dia de reisPlanificação dia de reis
Planificação dia de reis
 
Planificacao Dezembro
Planificacao DezembroPlanificacao Dezembro
Planificacao Dezembro
 
Relatório síntese de Avaliação do Plano de Turma (3º Período 2013/2014)
Relatório síntese de Avaliação do Plano de Turma (3º Período 2013/2014)Relatório síntese de Avaliação do Plano de Turma (3º Período 2013/2014)
Relatório síntese de Avaliação do Plano de Turma (3º Período 2013/2014)
 
Relatorio de Auto-avaliacao Docente
Relatorio de Auto-avaliacao DocenteRelatorio de Auto-avaliacao Docente
Relatorio de Auto-avaliacao Docente
 
Ata nº 10
Ata nº 10Ata nº 10
Ata nº 10
 
Relatório Anual De Atividade Não Letiva
Relatório Anual De Atividade Não LetivaRelatório Anual De Atividade Não Letiva
Relatório Anual De Atividade Não Letiva
 

Semelhante a Relatório Síntese de Avaliação do PT 1º Período 14/15

Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)
Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)
Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)
Henrique Santos
 
Relatório síntese pt 3 16
Relatório síntese pt 3 16Relatório síntese pt 3 16
Relatório síntese pt 3 16
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatório Síntese PT 3º período 2015
Relatório Síntese PT 3º período 2015Relatório Síntese PT 3º período 2015
Relatório Síntese PT 3º período 2015
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatorio sintese PCG
Relatorio sintese PCGRelatorio sintese PCG
Relatorio sintese PCG
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)
Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)
Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015
Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015
Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Análise questionario pais2016
Análise questionario pais2016Análise questionario pais2016
Análise questionario pais2016
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatorio 3º Periodo 2011-2012
Relatorio 3º Periodo 2011-2012Relatorio 3º Periodo 2011-2012
Relatorio 3º Periodo 2011-2012
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatorio 2º Periodo
Relatorio 2º Periodo Relatorio 2º Periodo
Relatorio 2º Periodo
Henrique Santos
 
Análise questionario pais2013
Análise questionario pais2013Análise questionario pais2013
Análise questionario pais2013
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Análise Questionario aos Encarregados de Educação 2014
Análise Questionario aos Encarregados de Educação 2014Análise Questionario aos Encarregados de Educação 2014
Análise Questionario aos Encarregados de Educação 2014
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatório 1º periodo
Relatório 1º periodoRelatório 1º periodo
Relatório 1º periodo
Henrique Santos
 
PCG 2017 - Sala Amarela, JI do Gradil
PCG 2017 - Sala Amarela, JI do GradilPCG 2017 - Sala Amarela, JI do Gradil
PCG 2017 - Sala Amarela, JI do Gradil
Henrique Santos
 
Relatorio 1periodo sala-amarela-2010-2011
Relatorio 1periodo sala-amarela-2010-2011Relatorio 1periodo sala-amarela-2010-2011
Relatorio 1periodo sala-amarela-2010-2011
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
Helia Pessoa do Amaral Figueiredo
 
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
Helia Pessoa do Amaral Figueiredo
 
Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016
Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016
Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016
Henrique Santos
 
Analise Questionário Pais e EE 2019
Analise Questionário Pais e EE 2019Analise Questionário Pais e EE 2019
Analise Questionário Pais e EE 2019
SalaAmarelaJIGradil
 
Questionario Pais 2018
Questionario Pais 2018Questionario Pais 2018
Questionario Pais 2018
SalaAmarelaJIGradil
 
Relatorio Autoavaliação da BE 2012 2013
Relatorio  Autoavaliação da BE 2012 2013Relatorio  Autoavaliação da BE 2012 2013
Relatorio Autoavaliação da BE 2012 2013
BELidiaJorge
 

Semelhante a Relatório Síntese de Avaliação do PT 1º Período 14/15 (20)

Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)
Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)
Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)
 
Relatório síntese pt 3 16
Relatório síntese pt 3 16Relatório síntese pt 3 16
Relatório síntese pt 3 16
 
Relatório Síntese PT 3º período 2015
Relatório Síntese PT 3º período 2015Relatório Síntese PT 3º período 2015
Relatório Síntese PT 3º período 2015
 
Relatorio sintese PCG
Relatorio sintese PCGRelatorio sintese PCG
Relatorio sintese PCG
 
Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)
Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)
Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)
 
Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015
Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015
Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015
 
Análise questionario pais2016
Análise questionario pais2016Análise questionario pais2016
Análise questionario pais2016
 
Relatorio 3º Periodo 2011-2012
Relatorio 3º Periodo 2011-2012Relatorio 3º Periodo 2011-2012
Relatorio 3º Periodo 2011-2012
 
Relatorio 2º Periodo
Relatorio 2º Periodo Relatorio 2º Periodo
Relatorio 2º Periodo
 
Análise questionario pais2013
Análise questionario pais2013Análise questionario pais2013
Análise questionario pais2013
 
Análise Questionario aos Encarregados de Educação 2014
Análise Questionario aos Encarregados de Educação 2014Análise Questionario aos Encarregados de Educação 2014
Análise Questionario aos Encarregados de Educação 2014
 
Relatório 1º periodo
Relatório 1º periodoRelatório 1º periodo
Relatório 1º periodo
 
PCG 2017 - Sala Amarela, JI do Gradil
PCG 2017 - Sala Amarela, JI do GradilPCG 2017 - Sala Amarela, JI do Gradil
PCG 2017 - Sala Amarela, JI do Gradil
 
Relatorio 1periodo sala-amarela-2010-2011
Relatorio 1periodo sala-amarela-2010-2011Relatorio 1periodo sala-amarela-2010-2011
Relatorio 1periodo sala-amarela-2010-2011
 
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
 
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
 
Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016
Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016
Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016
 
Analise Questionário Pais e EE 2019
Analise Questionário Pais e EE 2019Analise Questionário Pais e EE 2019
Analise Questionário Pais e EE 2019
 
Questionario Pais 2018
Questionario Pais 2018Questionario Pais 2018
Questionario Pais 2018
 
Relatorio Autoavaliação da BE 2012 2013
Relatorio  Autoavaliação da BE 2012 2013Relatorio  Autoavaliação da BE 2012 2013
Relatorio Autoavaliação da BE 2012 2013
 

Mais de SalaAmarela Enxara Do Bispo

Análise do Questionário de Avaliação aos Encarregados de Educação 2016/2017
Análise do Questionário de Avaliação aos Encarregados de Educação 2016/2017Análise do Questionário de Avaliação aos Encarregados de Educação 2016/2017
Análise do Questionário de Avaliação aos Encarregados de Educação 2016/2017
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Projeto Curricular de Grupo 2016
Projeto Curricular de Grupo 2016Projeto Curricular de Grupo 2016
Projeto Curricular de Grupo 2016
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Plano de Turma 2014 2015
Plano de Turma 2014 2015Plano de Turma 2014 2015
Plano de Turma 2014 2015
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Sobre os Faróis
Sobre os FaróisSobre os Faróis
Sobre os Faróis
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Carta do Pai Natal 2014
Carta do Pai Natal 2014Carta do Pai Natal 2014
Carta do Pai Natal 2014
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Jogo do Burro
Jogo do BurroJogo do Burro
Projeto AAAF (2013/2014)
Projeto AAAF (2013/2014)Projeto AAAF (2013/2014)
Projeto AAAF (2013/2014)
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (EB1/JI DE S. MIGUEL) 2013/2014
PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (EB1/JI DE S. MIGUEL) 2013/2014PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (EB1/JI DE S. MIGUEL) 2013/2014
PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (EB1/JI DE S. MIGUEL) 2013/2014
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Plano de Turma 2013-2014
Plano de Turma 2013-2014Plano de Turma 2013-2014
Plano de Turma 2013-2014
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Escovagem Dentes
Escovagem Dentes Escovagem Dentes
Escovagem Dentes
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Regimento CAF (aepal)
Regimento CAF (aepal)Regimento CAF (aepal)
Regimento CAF (aepal)
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
PAA2013 EB1/JI S. Miguel - aepal -
PAA2013 EB1/JI S. Miguel - aepal -PAA2013 EB1/JI S. Miguel - aepal -
PAA2013 EB1/JI S. Miguel - aepal -
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Análise Questionario Avaliação pelos EE 2012
Análise Questionario Avaliação pelos EE 2012Análise Questionario Avaliação pelos EE 2012
Análise Questionario Avaliação pelos EE 2012
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Plano Anual de Atividades 2011-2012
Plano Anual de Atividades 2011-2012Plano Anual de Atividades 2011-2012
Plano Anual de Atividades 2011-2012
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 

Mais de SalaAmarela Enxara Do Bispo (14)

Análise do Questionário de Avaliação aos Encarregados de Educação 2016/2017
Análise do Questionário de Avaliação aos Encarregados de Educação 2016/2017Análise do Questionário de Avaliação aos Encarregados de Educação 2016/2017
Análise do Questionário de Avaliação aos Encarregados de Educação 2016/2017
 
Projeto Curricular de Grupo 2016
Projeto Curricular de Grupo 2016Projeto Curricular de Grupo 2016
Projeto Curricular de Grupo 2016
 
Plano de Turma 2014 2015
Plano de Turma 2014 2015Plano de Turma 2014 2015
Plano de Turma 2014 2015
 
Sobre os Faróis
Sobre os FaróisSobre os Faróis
Sobre os Faróis
 
Carta do Pai Natal 2014
Carta do Pai Natal 2014Carta do Pai Natal 2014
Carta do Pai Natal 2014
 
Jogo do Burro
Jogo do BurroJogo do Burro
Jogo do Burro
 
Projeto AAAF (2013/2014)
Projeto AAAF (2013/2014)Projeto AAAF (2013/2014)
Projeto AAAF (2013/2014)
 
PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (EB1/JI DE S. MIGUEL) 2013/2014
PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (EB1/JI DE S. MIGUEL) 2013/2014PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (EB1/JI DE S. MIGUEL) 2013/2014
PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (EB1/JI DE S. MIGUEL) 2013/2014
 
Plano de Turma 2013-2014
Plano de Turma 2013-2014Plano de Turma 2013-2014
Plano de Turma 2013-2014
 
Escovagem Dentes
Escovagem Dentes Escovagem Dentes
Escovagem Dentes
 
Regimento CAF (aepal)
Regimento CAF (aepal)Regimento CAF (aepal)
Regimento CAF (aepal)
 
PAA2013 EB1/JI S. Miguel - aepal -
PAA2013 EB1/JI S. Miguel - aepal -PAA2013 EB1/JI S. Miguel - aepal -
PAA2013 EB1/JI S. Miguel - aepal -
 
Análise Questionario Avaliação pelos EE 2012
Análise Questionario Avaliação pelos EE 2012Análise Questionario Avaliação pelos EE 2012
Análise Questionario Avaliação pelos EE 2012
 
Plano Anual de Atividades 2011-2012
Plano Anual de Atividades 2011-2012Plano Anual de Atividades 2011-2012
Plano Anual de Atividades 2011-2012
 

Último

Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
CarinaSoto12
 
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Luana Neres
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
Química orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptxQuímica orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptx
KeilianeOliveira3
 
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Acrópole - História & Educação
 
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdfEJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
Manuais Formação
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
WelidaFreitas1
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptxAula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
kdn15710
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
carlaslr1
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
MariaFatima425285
 

Último (20)

Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
 
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
Química orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptxQuímica orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptx
 
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
 
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdfEJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptxAula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
 

Relatório Síntese de Avaliação do PT 1º Período 14/15

  • 1. Agrupamento de Escolas Professor Armando de Lucena Relatório Síntese de Avaliação Trimestral Estabelecimento EB1/JI de S. Miguel Ano letivo 2014/2015 Sala Amarela Educador(a): Henrique Santos Período Letivo 1º período Data do relatório 23.12.2014 Avaliação sumária Aqui deve classificar, de 1 (menor adequação) para 5 (maior adequação), o Plano de Turma. 1 2 3 4 5 Planeamento das atividades Execução das atividades Avaliação das atividades 1 Cumprimento das atividades do PAA Aqui deve discriminar os obstáculos e os fatores positivos para o desenvolvimento das atividades e estratégias previamente definidas, bem como a sua avaliação como elemento de preparação das próximas atividades (600 carateres) As atividades propostas em Plano de Turma (PT) e em Plano Anual de Atividades (PAA) foram realizadas na globalidade, e, no âmbito da reunião de avaliação do 1º período com Encarregados de Educação, realizada no passado dia 17 de Dezembro, mereceram umaapreciação muito favorável pela sua pertinência e adequação, tal como consta em ata da referida reunião. O uso muito interessante e eficaz da internet e das redes sociais como espaço de divulgação e comunicação de práticas foi, mais uma vez, referenciado como muito positivo, tendo alguns encarregdos presentes na reunião demonstrado dinâmicas e partilhas que partiram desse uso. As atividades desenvolvidas no âmbito do PAA do estabelecimento, todas em articulação efetiva e tal como referido no Relatório de Avaliação do 1º Período de Estabelecimento também tiveram avaliação global de Excelente, de acordo com o procedimento de avaliação em vigor no Agrupamento. Mantêm-se as dinâmicas de envolvimento e participação das famílias na “vida da escola” com muito sucesso e com o surgimento de propostas pedagógicas e letivas de elevado interesse educativo. Um especial enfoque feito nas atividades de parceria educativa, de onde se destacam a atividade "Piscina", que tem vindo a tornar-se mais implicadas e presentes na "vida da escola". Como pontos fracos, mantém-se as dificuldades criadas pelo desajustamento dos horários letivos em escolas integradas, a tornar muito difícil a colaboração e articulação entre níveis, bem como sendo provocadores de dificuldades na gestão e organização das atividades de sala, designadamente pela necessidade de utilização de espaços comuns. Neste particular,também a dinâmica pedagógica desenvolvida com a Biblioteca Escolar tem sido dificultada pela inexistência de um professor bibliotecários na escola, num período mais consentâneo com as práticas e horários da ediucação pré-escolar Ao nível da articulação com os serviços de Atividades de Animação e Apoio à Família (AAAF), o início do ano teve também algumas dificuldades observáveis, decorrente da adaptação e mudança de algumas assistentes operacionais que contribuiu para alguma alteração do comportamento e atituides das crianças. A situação tem vindo a ser monitorizada pela superivisão efetiva dos docentes e as condições de atendimento às crianças têm vindo a ser melhoradas, com o envolvimento ativo de todos. 2 Articulação Educativa, Estratégias e Metodologias Aqui deve referir as incidências relativas à organização documental e de recursos - humanos e materiais - e a forma como influenciou o desenvolvimento das atividades inscritas no Plano de Turma. Deve ainda caracterizar o sucesso obtido nas aprendizagens das crianças e a adequação das estratégias e metodologias ao grupo (600 caracteres). As escolhas metodológicas basearam-se na apreensão da dinâmica do grupo e, tal como referido no PT, consideraram‐se “prioritárias” as vertentes de educação cívica e social (Formação Pessoal e Social), com base no reconhecimento e organização de um ambiente educativo potenciador de uma adequação cultural e etnológica dos alunos, na qual, paralelamente fosse possível atingir uma adequada proficiência na utilização de novos instrumentos educativos, bem como na utilização de novas linguagens e códigos, que potenciem uma verdadeira integração sócio educativa de todos os alunos. Também na base da observação do grupo (cuja média etária é de 4,1 anos) foi feito um acompanhamento específico, onde, por exemplo, a adequação do registo alimentar (refeições, hábitos, tipo de alimentos, etc.) ou dos registos de envolvimento e calma, foram primordiais na construção de respostas educativas de qualidade. Também os aspetos relativos ao descanso e, nomeadamente, às necessidades de repouso (sono) em crianças pequenas têm sido encontradas de acordo com as condições disponíveis. Na reunião de avaliação com encarregados de educação, os efeitos positivos das metodologias escolhidas e as evidências do trabalho nos alunos foram referidas pelos presentes, bem como evidenciadas dinâmicas de sucesso, através da apresentação de situações particulares, vividas, sobretudo, em casa. Foi notório, nos alunos de continuidade educativa, um constante crescimento e melhoria dos itens e indicadores de aprendizagem. Nos alunos de frequência inicial, e após a respetiva adequação e avaliação diagnóstica, proceder-se-á a um acompanhamento constante e próximo que manterá as lógicas e dinâmicas escolhidas que se verificam como adequados e pertinentes.
  • 2. Agrupamento de Escolas Professor Armando de Lucena 3 Alterações a introduzir no Plano de Turma em resultado da avaliação feita Aqui deve discriminar a forma como adequou e modificou o trabalho planificado ao grau de desenvolvimento e às necessidades do grupo e das crianças e que alterações introduzirá no Plano de Turma em resultado dos procedimentos de Avaliação (600 carateres) Após avaliação constante e permanente, manter-se-á a estrutura global das opções pedagógicas, sendo evidente, neste âmbito, que o trabalho até aqui desenvolvido serve as intenções do grupo, das famílias e das escolhas pedagógicas da escola. De forma geral, os resultados obtidos nas avaliações diagnósticas e sumativa, designadamente no âmbito da formação pessoal e social dos alunos bem como os procedimentos de avaliação das metodologias e modelos de desenvolvimento utilizados reforçaram a ideia de que as crianças necessitam de sentir que, entre a Escola e a Família deve existir um espaço de coerência, construído com base na gestão da informação e na definição de comportamentos esperados. A entrada deum novo elemento no grupo, durante o primeiro período letivo não altera o plano existente, na medida em que este se revelou já entrosado comas dinâmicas letivas e com o convívio com os pares. Manter-se-ão as dinâmicas de comunicação efetiva e constante, utilizando os instrumentos tecnológicos e as redes de apoio já existentes. Por último, e por sugestão dos encarregados de educação, far-se-á uma especial atenção às dinâmicas lúdicas e às atividades potenciadoras de desenvolvimento motor. 4 Desempenho Global Docente Aqui deve classificar, de 1 (menor adequação) para 5 (maior adequação),o seu desempenho relativamente a: 1 2 3 4 5 4.1. Coerência das escolhas pedagógicas 4.2. Planeamento e adequação das propostas educativas 4.3. Coordenação e Colaboração (com parceiros, de articulação, etc.) O(a) Educador(a) Henrique Santos em 23/12/2014