SlideShare uma empresa Scribd logo
Agrupamento de Escolas Professor Armando de Lucena
Relatório Síntese de Avaliação Trimestral
Estabelecimento EB1/JI de S. Miguel Ano letivo 2016/2017
Sala Amarela Educador(a): Henrique Santos
Período Letivo 2º período Data do relatório 11.04.2017
Avaliação sumária
Aqui deve classificar, de 1 (menor adequação) para 5 (maior adequação), o Plano de Turma.
1 2 3 4 5
Planeamento das atividades
Execução das atividades
Avaliação das atividades
1 Cumprimento das atividades do PAA
Aqui deve discriminar os obstáculos e os fatores positivos para o desenvolvimento das atividades e estratégias previamente definidas, bem como a sua avaliação
como elemento de preparação das próximas atividades (600 carateres)
As atividades propostas em Plano Curricular de Grupo (PCG) e em Plano Anual de Atividades (PAA) foram realizadas na globalidade, e, no
âmbito da reunião de avaliação do 2º período com Encarregados de Educação, realizada no passado dia 4 de abril, mereceram uma especial
relevância pela sua pertinência e adequação, tal como consta em ata da referida reunião. Foram referenciadas e sublinhada como muito
positivas as estratégias de envolvimento das famílias na vida da sala.
As atividades desenvolvidas no âmbito do PAA do estabelecimento, e tal como referido no Relatório de Avaliação do 2º Período de
Estabelecimento também tiveram avaliação de Excelente, de acordo com o procedimento de avaliação em vigor no Agrupamento.
As atividades "Adequação eo meio aquático" e "Pão na Escola", pela sua adequação e articulação com a associação de pais, foram destacadas
como de elevado interesse educativo.
Ao longo deste período foram realizadas bastantes atividades de coordenação e articulação (com outras instituições, com outros ciclos, com
outros estabelecimentos…) que mereceram, nos vários âmbitos de avaliação, registos e menções de elevada qualidade.
Ao nível da articulação com os serviços de Atividades de Animação e Apoio à Família (AAAF), a prática de reflexão constante tem contribuído
para o sucesso das dinâmicas letivas e não letivas, tendo sido possível, em alguns casos, desenvolver projetos congruentes e partilhados. Não
onstante, a mudança de assistentes técnicas e a falta constante de elementos tem prejudicado, de tempos a tempos, a atividade normal da
escola e, consequentemente, da sala amarela.
2 Articulação Educativa, Estratégias e Metodologias
Aqui deve referir as incidências relativas à organização documental e de recursos - humanos e materiais - e a forma como influenciou o desenvolvimento das
atividades inscritas no Plano de Turma. Deve ainda caracterizar o sucesso obtido nas aprendizagens das crianças e a adequação das estratégias e metodologias
ao grupo (600 caracteres).
As escolhas metodológicas basearam-se na apreensão da dinâmica do grupo e, tal como plasmado no PCG, consideraram‐se “prioritárias” as
vertentes de formação pessoal e social, com base no reconhecimento e organização de um ambiente educativo potenciador de uma
adequação cultural e etnológica dos alunos, na qual, paralelamente, fosse possível atingir uma adequada proficiência na utilização de novos
instrumentos educativos, bem como na utilização de novas linguagens e códigos, que potenciassem uma verdadeira integração sócio
educativa de todos os alunos. Neste particular, a manutenção de um espaço de prática de atividades de relaxamento e a aposta em rotinas de
descanso ou a criação de espaços de partilha ativa (através da internet) revelaram-se muito positivas e com resultados visíveis.
Também na base da observação do grupo, e tendo em conta a sua idade média, foi feito um acompanhamento específico, onde, por exemplo,
a adequação do registo alimentar (refeições, hábitos, tipo de alimentos, etc.) ou dos registos de envolvimento e calma, foram primordiais na
construção de respostas educativas de qualidade.
A escolha e utilização de atividades de expressão física e motora, a promoção de dinâmicas de Educação pela Arte e a construção de sinergias
e parceriais efetivas com outros grupos de educação pré-escolar (através da utilização das estratégias de videoconferência, correspondência
por correio tradicional ou participação em encontros variados) são distintivas do esforço de aumentar consideravelmente os estímulos de
desenvolvimento pessoal e social de cada uma das crianças do grupo.
s visitas na localidade, a utilização do espaço exterior, o desenvolvimento de projetos que partem, maioritariamente, do interesse das crianças
e a participação ativa dos pais e famílias na vida da escola são factores distintivos das prátiacs desenvolvidas. Nessa perspetiva, a escolha de
projetos e estratégias que potenciem a reflexão e a assunção de comportamentos e atitudes de respeito pela diferença contribuem para uma
formação integral do cidadão, nos quais os conteúdos "académicos" são apropriados de forma prazerosa e com maior facilidade.
3 Alterações a introduzir no Plano de Turma em resultado da avaliação feita
Aqui deve discriminar a forma como adequou e modificou o trabalho planificado ao grau de desenvolvimento e às necessidades do grupo e das crianças e que
alterações introduzirá no Plano de Turma em resultado dos procedimentos de Avaliação (600 carateres)
Após avaliação constante e permanente, manter-se-á a estrutura global das opções pedagógicas, sendo evidente, neste âmbito, que o trabalho
até aqui desenvolvido serve as intenções do grupo, das famílias e das escolhas pedagógicas da escola.
Agrupamento de Escolas Professor Armando de Lucena
De forma geral, os resultados obtidos nas avaliações diagnósticas e sumativa, designadamente no âmbito da formação pessoal e social dos
alunos bem como os procedimentos de avaliação das metodologias e modelos de desenvolvimento utilizados reforçaram a ideia de que as
crianças necessitam de sentir que, entre a Escola e a Família exista um espaço de coerência, construído com base na gestão da informação e
na definição de comportamentos esperados. De assinalar também a entrada de três novos alunos na turma (a 2 de janeiro e 13 de março) o
que provocou alterações evidentes n dinâmica do grupo. Se, por um lado, a legislação atual permite a entrada de novos alunos ao longo do
ano, o que se compreende pela necessidade de dar resposta educativas a todas as crianças, por outro é necessário aferir sobre a
adequabilidade e fundamento da entrada de um novo elemento num grupo, literalmente, a meio do ano.
4 Desempenho Global Docente
Aqui deve classificar, de 1 (menor adequação) para 5 (maior adequação),o seu desempenho relativamente a:
1 2 3 4 5
4.1. Coerência das escolhas pedagógicas
4.2. Planeamento e adequação das propostas educativas
4.3. Coordenação e Colaboração (com parceiros, de articulação, etc.)
O(a) Educador(a) Henrique Santos
em 11/04/2017

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)
Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)
Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatorio de Auto-avaliação 2017
Relatorio de Auto-avaliação 2017Relatorio de Auto-avaliação 2017
Relatorio de Auto-avaliação 2017
Henrique Santos
 
Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012
Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012
Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012
Henrique Santos
 
PCG 2017 - Sala Amarela, JI do Gradil
PCG 2017 - Sala Amarela, JI do GradilPCG 2017 - Sala Amarela, JI do Gradil
PCG 2017 - Sala Amarela, JI do Gradil
Henrique Santos
 
Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)
Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)
Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatorio 2º Periodo
Relatorio 2º Periodo Relatorio 2º Periodo
Relatorio 2º Periodo
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatorio 2º periodo
Relatorio 2º periodoRelatorio 2º periodo
Relatorio 2º periodo
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatório síntese pt 3 16
Relatório síntese pt 3 16Relatório síntese pt 3 16
Relatório síntese pt 3 16
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
projecto curricular de grupo sala 3
projecto curricular de grupo sala 3projecto curricular de grupo sala 3
projecto curricular de grupo sala 3
fatimasilva1957
 
Relatorio de Auto-avaliacao Docente
Relatorio de Auto-avaliacao DocenteRelatorio de Auto-avaliacao Docente
Relatorio de Auto-avaliacao Docente
Henrique Santos
 
Relatório Síntese 3º período
Relatório Síntese 3º períodoRelatório Síntese 3º período
Relatório Síntese 3º período
SalaAmarelaJIGradil
 
Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016
Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016
Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016
Henrique Santos
 
PCG 2'17
PCG 2'17PCG 2'17
Relatório síntese de Avaliação do Plano de Turma (3º Período 2013/2014)
Relatório síntese de Avaliação do Plano de Turma (3º Período 2013/2014)Relatório síntese de Avaliação do Plano de Turma (3º Período 2013/2014)
Relatório síntese de Avaliação do Plano de Turma (3º Período 2013/2014)
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatório Síntese 1º período
Relatório Síntese 1º períodoRelatório Síntese 1º período
Relatório Síntese 1º período
SalaAmarelaJIGradil
 
Planificação natal 2014-2015
Planificação  natal 2014-2015Planificação  natal 2014-2015
Planificação natal 2014-2015
mvaznunes
 
Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)
Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)
Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)
Henrique Santos
 
Auto Avaliação Docente 2018
Auto Avaliação Docente 2018Auto Avaliação Docente 2018
Auto Avaliação Docente 2018
SalaAmarelaJIGradil
 
Planificacao Março
Planificacao MarçoPlanificacao Março
Planificacao Março
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Planificação dia de reis
Planificação dia de reisPlanificação dia de reis
Planificação dia de reis
mvaznunes
 

Mais procurados (20)

Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)
Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)
Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)
 
Relatorio de Auto-avaliação 2017
Relatorio de Auto-avaliação 2017Relatorio de Auto-avaliação 2017
Relatorio de Auto-avaliação 2017
 
Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012
Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012
Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012
 
PCG 2017 - Sala Amarela, JI do Gradil
PCG 2017 - Sala Amarela, JI do GradilPCG 2017 - Sala Amarela, JI do Gradil
PCG 2017 - Sala Amarela, JI do Gradil
 
Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)
Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)
Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)
 
Relatorio 2º Periodo
Relatorio 2º Periodo Relatorio 2º Periodo
Relatorio 2º Periodo
 
Relatorio 2º periodo
Relatorio 2º periodoRelatorio 2º periodo
Relatorio 2º periodo
 
Relatório síntese pt 3 16
Relatório síntese pt 3 16Relatório síntese pt 3 16
Relatório síntese pt 3 16
 
projecto curricular de grupo sala 3
projecto curricular de grupo sala 3projecto curricular de grupo sala 3
projecto curricular de grupo sala 3
 
Relatorio de Auto-avaliacao Docente
Relatorio de Auto-avaliacao DocenteRelatorio de Auto-avaliacao Docente
Relatorio de Auto-avaliacao Docente
 
Relatório Síntese 3º período
Relatório Síntese 3º períodoRelatório Síntese 3º período
Relatório Síntese 3º período
 
Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016
Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016
Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016
 
PCG 2'17
PCG 2'17PCG 2'17
PCG 2'17
 
Relatório síntese de Avaliação do Plano de Turma (3º Período 2013/2014)
Relatório síntese de Avaliação do Plano de Turma (3º Período 2013/2014)Relatório síntese de Avaliação do Plano de Turma (3º Período 2013/2014)
Relatório síntese de Avaliação do Plano de Turma (3º Período 2013/2014)
 
Relatório Síntese 1º período
Relatório Síntese 1º períodoRelatório Síntese 1º período
Relatório Síntese 1º período
 
Planificação natal 2014-2015
Planificação  natal 2014-2015Planificação  natal 2014-2015
Planificação natal 2014-2015
 
Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)
Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)
Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)
 
Auto Avaliação Docente 2018
Auto Avaliação Docente 2018Auto Avaliação Docente 2018
Auto Avaliação Docente 2018
 
Planificacao Março
Planificacao MarçoPlanificacao Março
Planificacao Março
 
Planificação dia de reis
Planificação dia de reisPlanificação dia de reis
Planificação dia de reis
 

Semelhante a Relatorio sintese PCG

Relatório Síntese PT 3º período 2015
Relatório Síntese PT 3º período 2015Relatório Síntese PT 3º período 2015
Relatório Síntese PT 3º período 2015
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015
Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015
Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Rel auto avaliacao-2013_henrique_santos
Rel auto avaliacao-2013_henrique_santosRel auto avaliacao-2013_henrique_santos
Rel auto avaliacao-2013_henrique_santos
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatorio 3º Periodo 2011-2012
Relatorio 3º Periodo 2011-2012Relatorio 3º Periodo 2011-2012
Relatorio 3º Periodo 2011-2012
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Análise questionario pais2013
Análise questionario pais2013Análise questionario pais2013
Análise questionario pais2013
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Análise questionario pais2016
Análise questionario pais2016Análise questionario pais2016
Análise questionario pais2016
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
Helia Pessoa do Amaral Figueiredo
 
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
Helia Pessoa do Amaral Figueiredo
 
Questionario Pais 2018
Questionario Pais 2018Questionario Pais 2018
Questionario Pais 2018
SalaAmarelaJIGradil
 
Grupo de Referencia Pirassununga
Grupo de Referencia PirassunungaGrupo de Referencia Pirassununga
Grupo de Referencia Pirassununga
camilaperez25
 
Análise Questionario aos Encarregados de Educação 2014
Análise Questionario aos Encarregados de Educação 2014Análise Questionario aos Encarregados de Educação 2014
Análise Questionario aos Encarregados de Educação 2014
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015
Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015
Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Análise do Questionário de Avaliação aos Encarregados de Educação 2016/2017
Análise do Questionário de Avaliação aos Encarregados de Educação 2016/2017Análise do Questionário de Avaliação aos Encarregados de Educação 2016/2017
Análise do Questionário de Avaliação aos Encarregados de Educação 2016/2017
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
PRÁTICAS DE AVALIAÇÃO DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS DO ENSINO B...
PRÁTICAS DE AVALIAÇÃO DE PROFESSORES DE  CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS DO ENSINO B...PRÁTICAS DE AVALIAÇÃO DE PROFESSORES DE  CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS DO ENSINO B...
PRÁTICAS DE AVALIAÇÃO DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS DO ENSINO B...
Marisa Correia
 
Políticas e Programas de Apoio aos Professores Iniciantes no Brasil
Políticas e Programas de Apoio aos Professores Iniciantes no BrasilPolíticas e Programas de Apoio aos Professores Iniciantes no Brasil
Políticas e Programas de Apoio aos Professores Iniciantes no Brasil
ProfessorPrincipiante
 
Aee 08 09_quadro_referencia
Aee 08 09_quadro_referenciaAee 08 09_quadro_referencia
Aee 08 09_quadro_referencia
alexandranuneslopes
 
IGE 08 09 Quadro Referencia
IGE 08 09 Quadro ReferenciaIGE 08 09 Quadro Referencia
IGE 08 09 Quadro Referencia
ameliafig
 
Relatorio 2º Periodo
Relatorio 2º Periodo Relatorio 2º Periodo
Relatorio 2º Periodo
Henrique Santos
 

Semelhante a Relatorio sintese PCG (18)

Relatório Síntese PT 3º período 2015
Relatório Síntese PT 3º período 2015Relatório Síntese PT 3º período 2015
Relatório Síntese PT 3º período 2015
 
Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015
Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015
Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015
 
Rel auto avaliacao-2013_henrique_santos
Rel auto avaliacao-2013_henrique_santosRel auto avaliacao-2013_henrique_santos
Rel auto avaliacao-2013_henrique_santos
 
Relatorio 3º Periodo 2011-2012
Relatorio 3º Periodo 2011-2012Relatorio 3º Periodo 2011-2012
Relatorio 3º Periodo 2011-2012
 
Análise questionario pais2013
Análise questionario pais2013Análise questionario pais2013
Análise questionario pais2013
 
Análise questionario pais2016
Análise questionario pais2016Análise questionario pais2016
Análise questionario pais2016
 
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
 
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
64470 olimpio camargo prof 2014630 (1)
 
Questionario Pais 2018
Questionario Pais 2018Questionario Pais 2018
Questionario Pais 2018
 
Grupo de Referencia Pirassununga
Grupo de Referencia PirassunungaGrupo de Referencia Pirassununga
Grupo de Referencia Pirassununga
 
Análise Questionario aos Encarregados de Educação 2014
Análise Questionario aos Encarregados de Educação 2014Análise Questionario aos Encarregados de Educação 2014
Análise Questionario aos Encarregados de Educação 2014
 
Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015
Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015
Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015
 
Análise do Questionário de Avaliação aos Encarregados de Educação 2016/2017
Análise do Questionário de Avaliação aos Encarregados de Educação 2016/2017Análise do Questionário de Avaliação aos Encarregados de Educação 2016/2017
Análise do Questionário de Avaliação aos Encarregados de Educação 2016/2017
 
PRÁTICAS DE AVALIAÇÃO DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS DO ENSINO B...
PRÁTICAS DE AVALIAÇÃO DE PROFESSORES DE  CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS DO ENSINO B...PRÁTICAS DE AVALIAÇÃO DE PROFESSORES DE  CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS DO ENSINO B...
PRÁTICAS DE AVALIAÇÃO DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS DO ENSINO B...
 
Políticas e Programas de Apoio aos Professores Iniciantes no Brasil
Políticas e Programas de Apoio aos Professores Iniciantes no BrasilPolíticas e Programas de Apoio aos Professores Iniciantes no Brasil
Políticas e Programas de Apoio aos Professores Iniciantes no Brasil
 
Aee 08 09_quadro_referencia
Aee 08 09_quadro_referenciaAee 08 09_quadro_referencia
Aee 08 09_quadro_referencia
 
IGE 08 09 Quadro Referencia
IGE 08 09 Quadro ReferenciaIGE 08 09 Quadro Referencia
IGE 08 09 Quadro Referencia
 
Relatorio 2º Periodo
Relatorio 2º Periodo Relatorio 2º Periodo
Relatorio 2º Periodo
 

Mais de SalaAmarela Enxara Do Bispo

Projeto Curricular de Grupo 2016
Projeto Curricular de Grupo 2016Projeto Curricular de Grupo 2016
Projeto Curricular de Grupo 2016
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Plano de Turma 2014 2015
Plano de Turma 2014 2015Plano de Turma 2014 2015
Plano de Turma 2014 2015
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Sobre os Faróis
Sobre os FaróisSobre os Faróis
Sobre os Faróis
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Carta do Pai Natal 2014
Carta do Pai Natal 2014Carta do Pai Natal 2014
Carta do Pai Natal 2014
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Jogo do Burro
Jogo do BurroJogo do Burro
Projeto AAAF (2013/2014)
Projeto AAAF (2013/2014)Projeto AAAF (2013/2014)
Projeto AAAF (2013/2014)
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (EB1/JI DE S. MIGUEL) 2013/2014
PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (EB1/JI DE S. MIGUEL) 2013/2014PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (EB1/JI DE S. MIGUEL) 2013/2014
PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (EB1/JI DE S. MIGUEL) 2013/2014
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Plano de Turma 2013-2014
Plano de Turma 2013-2014Plano de Turma 2013-2014
Plano de Turma 2013-2014
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Escovagem Dentes
Escovagem Dentes Escovagem Dentes
Escovagem Dentes
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Regimento CAF (aepal)
Regimento CAF (aepal)Regimento CAF (aepal)
Regimento CAF (aepal)
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
PAA2013 EB1/JI S. Miguel - aepal -
PAA2013 EB1/JI S. Miguel - aepal -PAA2013 EB1/JI S. Miguel - aepal -
PAA2013 EB1/JI S. Miguel - aepal -
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Análise Questionario Avaliação pelos EE 2012
Análise Questionario Avaliação pelos EE 2012Análise Questionario Avaliação pelos EE 2012
Análise Questionario Avaliação pelos EE 2012
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Plano Anual de Atividades 2011-2012
Plano Anual de Atividades 2011-2012Plano Anual de Atividades 2011-2012
Plano Anual de Atividades 2011-2012
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 

Mais de SalaAmarela Enxara Do Bispo (13)

Projeto Curricular de Grupo 2016
Projeto Curricular de Grupo 2016Projeto Curricular de Grupo 2016
Projeto Curricular de Grupo 2016
 
Plano de Turma 2014 2015
Plano de Turma 2014 2015Plano de Turma 2014 2015
Plano de Turma 2014 2015
 
Sobre os Faróis
Sobre os FaróisSobre os Faróis
Sobre os Faróis
 
Carta do Pai Natal 2014
Carta do Pai Natal 2014Carta do Pai Natal 2014
Carta do Pai Natal 2014
 
Jogo do Burro
Jogo do BurroJogo do Burro
Jogo do Burro
 
Projeto AAAF (2013/2014)
Projeto AAAF (2013/2014)Projeto AAAF (2013/2014)
Projeto AAAF (2013/2014)
 
PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (EB1/JI DE S. MIGUEL) 2013/2014
PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (EB1/JI DE S. MIGUEL) 2013/2014PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (EB1/JI DE S. MIGUEL) 2013/2014
PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (EB1/JI DE S. MIGUEL) 2013/2014
 
Plano de Turma 2013-2014
Plano de Turma 2013-2014Plano de Turma 2013-2014
Plano de Turma 2013-2014
 
Escovagem Dentes
Escovagem Dentes Escovagem Dentes
Escovagem Dentes
 
Regimento CAF (aepal)
Regimento CAF (aepal)Regimento CAF (aepal)
Regimento CAF (aepal)
 
PAA2013 EB1/JI S. Miguel - aepal -
PAA2013 EB1/JI S. Miguel - aepal -PAA2013 EB1/JI S. Miguel - aepal -
PAA2013 EB1/JI S. Miguel - aepal -
 
Análise Questionario Avaliação pelos EE 2012
Análise Questionario Avaliação pelos EE 2012Análise Questionario Avaliação pelos EE 2012
Análise Questionario Avaliação pelos EE 2012
 
Plano Anual de Atividades 2011-2012
Plano Anual de Atividades 2011-2012Plano Anual de Atividades 2011-2012
Plano Anual de Atividades 2011-2012
 

Último

said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptxCLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
Deiciane Chaves
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FredFringeFringeDola
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 

Último (20)

said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptxCLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 

Relatorio sintese PCG

  • 1. Agrupamento de Escolas Professor Armando de Lucena Relatório Síntese de Avaliação Trimestral Estabelecimento EB1/JI de S. Miguel Ano letivo 2016/2017 Sala Amarela Educador(a): Henrique Santos Período Letivo 2º período Data do relatório 11.04.2017 Avaliação sumária Aqui deve classificar, de 1 (menor adequação) para 5 (maior adequação), o Plano de Turma. 1 2 3 4 5 Planeamento das atividades Execução das atividades Avaliação das atividades 1 Cumprimento das atividades do PAA Aqui deve discriminar os obstáculos e os fatores positivos para o desenvolvimento das atividades e estratégias previamente definidas, bem como a sua avaliação como elemento de preparação das próximas atividades (600 carateres) As atividades propostas em Plano Curricular de Grupo (PCG) e em Plano Anual de Atividades (PAA) foram realizadas na globalidade, e, no âmbito da reunião de avaliação do 2º período com Encarregados de Educação, realizada no passado dia 4 de abril, mereceram uma especial relevância pela sua pertinência e adequação, tal como consta em ata da referida reunião. Foram referenciadas e sublinhada como muito positivas as estratégias de envolvimento das famílias na vida da sala. As atividades desenvolvidas no âmbito do PAA do estabelecimento, e tal como referido no Relatório de Avaliação do 2º Período de Estabelecimento também tiveram avaliação de Excelente, de acordo com o procedimento de avaliação em vigor no Agrupamento. As atividades "Adequação eo meio aquático" e "Pão na Escola", pela sua adequação e articulação com a associação de pais, foram destacadas como de elevado interesse educativo. Ao longo deste período foram realizadas bastantes atividades de coordenação e articulação (com outras instituições, com outros ciclos, com outros estabelecimentos…) que mereceram, nos vários âmbitos de avaliação, registos e menções de elevada qualidade. Ao nível da articulação com os serviços de Atividades de Animação e Apoio à Família (AAAF), a prática de reflexão constante tem contribuído para o sucesso das dinâmicas letivas e não letivas, tendo sido possível, em alguns casos, desenvolver projetos congruentes e partilhados. Não onstante, a mudança de assistentes técnicas e a falta constante de elementos tem prejudicado, de tempos a tempos, a atividade normal da escola e, consequentemente, da sala amarela. 2 Articulação Educativa, Estratégias e Metodologias Aqui deve referir as incidências relativas à organização documental e de recursos - humanos e materiais - e a forma como influenciou o desenvolvimento das atividades inscritas no Plano de Turma. Deve ainda caracterizar o sucesso obtido nas aprendizagens das crianças e a adequação das estratégias e metodologias ao grupo (600 caracteres). As escolhas metodológicas basearam-se na apreensão da dinâmica do grupo e, tal como plasmado no PCG, consideraram‐se “prioritárias” as vertentes de formação pessoal e social, com base no reconhecimento e organização de um ambiente educativo potenciador de uma adequação cultural e etnológica dos alunos, na qual, paralelamente, fosse possível atingir uma adequada proficiência na utilização de novos instrumentos educativos, bem como na utilização de novas linguagens e códigos, que potenciassem uma verdadeira integração sócio educativa de todos os alunos. Neste particular, a manutenção de um espaço de prática de atividades de relaxamento e a aposta em rotinas de descanso ou a criação de espaços de partilha ativa (através da internet) revelaram-se muito positivas e com resultados visíveis. Também na base da observação do grupo, e tendo em conta a sua idade média, foi feito um acompanhamento específico, onde, por exemplo, a adequação do registo alimentar (refeições, hábitos, tipo de alimentos, etc.) ou dos registos de envolvimento e calma, foram primordiais na construção de respostas educativas de qualidade. A escolha e utilização de atividades de expressão física e motora, a promoção de dinâmicas de Educação pela Arte e a construção de sinergias e parceriais efetivas com outros grupos de educação pré-escolar (através da utilização das estratégias de videoconferência, correspondência por correio tradicional ou participação em encontros variados) são distintivas do esforço de aumentar consideravelmente os estímulos de desenvolvimento pessoal e social de cada uma das crianças do grupo. s visitas na localidade, a utilização do espaço exterior, o desenvolvimento de projetos que partem, maioritariamente, do interesse das crianças e a participação ativa dos pais e famílias na vida da escola são factores distintivos das prátiacs desenvolvidas. Nessa perspetiva, a escolha de projetos e estratégias que potenciem a reflexão e a assunção de comportamentos e atitudes de respeito pela diferença contribuem para uma formação integral do cidadão, nos quais os conteúdos "académicos" são apropriados de forma prazerosa e com maior facilidade. 3 Alterações a introduzir no Plano de Turma em resultado da avaliação feita Aqui deve discriminar a forma como adequou e modificou o trabalho planificado ao grau de desenvolvimento e às necessidades do grupo e das crianças e que alterações introduzirá no Plano de Turma em resultado dos procedimentos de Avaliação (600 carateres) Após avaliação constante e permanente, manter-se-á a estrutura global das opções pedagógicas, sendo evidente, neste âmbito, que o trabalho até aqui desenvolvido serve as intenções do grupo, das famílias e das escolhas pedagógicas da escola.
  • 2. Agrupamento de Escolas Professor Armando de Lucena De forma geral, os resultados obtidos nas avaliações diagnósticas e sumativa, designadamente no âmbito da formação pessoal e social dos alunos bem como os procedimentos de avaliação das metodologias e modelos de desenvolvimento utilizados reforçaram a ideia de que as crianças necessitam de sentir que, entre a Escola e a Família exista um espaço de coerência, construído com base na gestão da informação e na definição de comportamentos esperados. De assinalar também a entrada de três novos alunos na turma (a 2 de janeiro e 13 de março) o que provocou alterações evidentes n dinâmica do grupo. Se, por um lado, a legislação atual permite a entrada de novos alunos ao longo do ano, o que se compreende pela necessidade de dar resposta educativas a todas as crianças, por outro é necessário aferir sobre a adequabilidade e fundamento da entrada de um novo elemento num grupo, literalmente, a meio do ano. 4 Desempenho Global Docente Aqui deve classificar, de 1 (menor adequação) para 5 (maior adequação),o seu desempenho relativamente a: 1 2 3 4 5 4.1. Coerência das escolhas pedagógicas 4.2. Planeamento e adequação das propostas educativas 4.3. Coordenação e Colaboração (com parceiros, de articulação, etc.) O(a) Educador(a) Henrique Santos em 11/04/2017