SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 38
Baixar para ler offline
Art. 1º Autorizar, em caráter excepcional, a
substituição das disciplinas presenciais, em
andamento,
Pandemia e Educação
BR: Portaria nº 343 (17/03/2020)
Portaria nº 473 (12/05/2020)
Portaria nº 544 (16/06/2020)
por aulas que utilizem meios e
tecnologias de informação e comunicação
Modalidades não presenciais de educação
Educação a Distância (EAD)
Aprendizagem Móvel e Ubíqua
Curso Massivo (MOOC)
Ensino Híbrido (blended-learning)
Ensino Doméstico (homeschooling)
→Atividade Educacional Remota
Aulas com uso das TIC
Abordagem instrucionista-massiva
Educação OnLine (EOL)
Metodologias ativas
Sala de aula invertida
Aprendizagem colaborativa
Aprendizagem baseada em projetos
Sala de aula interativa
Metodologias educacionais (presencial/distância)
Aulas com uso das TIC
Educação a Distância (EAD)
“considera-se educação a distância a modalidade educacional na qual a mediação didático-pedagógica nos processos
de ensino e aprendizagem ocorra com a utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação, com pessoal
qualificado, com políticas de acesso, com acompanhamento e avaliação compatíveis, entre outros, e desenvolva
atividades educativas por estudantes e profissionais da educação que estejam em lugares e tempos diversos.”
DECRETO nº 9.057 (25 maio 2017)
Educação a Distância (EAD)
Computadores em rede
utilizados como um meio
para difusão de conteúdos
na EAD
Informática e Educação
Computador como
meio para interação-social
Meio de comunicação
e rede social
abordagem socioconstrutivista
(Vygotsky)
Computador como
“ferramenta”
Ferramenta para autorias e
construção de projetos
abordagem construtivista
(Piaget, Papert)
Computador como
“Máquina de Ensinar”
Computador é o professor
(conteúdos, correção-automática e IA)
abordagem instrucionista
(Watson, Skinner)
Educação Online (EOL)
“Assumimos que a educação online
não é apenas uma evolução das gerações da EAD,
mas um fenômeno da cibercultura”
(SANTOS, 2015, p.47)
Educação Online: um fenômeno da Cibercultura
Manuel Castells
A sociedade em rede
(1996; 2000) Pierre Lévy
Cibercultura
(1997)
Ciberdemocracia
(2002)
André Lemos
Cibercultura -
Tecnologia e Vida
Social na Cultura
Contemporânea
(2002)
O Futuro da Internet
(2010)
Lúcia Santaella
Culturas e Artes do
Pós-Humano: da
Cultura das Mídias à
Cibercultura (2003)
Comunicação ubíqua
(2013)
Marco Silva
Sala de aula
interativa (2000)
Edméa Santos
Educação online
(2005)
Cibercultura
Cibercultura
e Educação
Há um descompasso entre a
sociedade contemporânea e
a escola do Século XXI...
Educação3.0
Educação Online é uma abordagem didático-pedagógica
Exposição de conteúdos Aprendizagem Colaborativa
CUIDADO: apenas o “online” não garante a interatividade!
Educação massiva x Educação em rede
http://acervo.oglobo.globo.com/consulta-ao-acervo/?navegacaoPorData=201020140407
https://youtu.be/YR5ApYxkU-U
https://www.slideshare.net/edgarmf/tema-5-metodologas-emergentes
interatividade +
aprendizagem em rede + colaboração +
conversação + mediação colaborativa +
autoria criadora + multiletramentos +
atividades inspiradas nas práticas da cibercultura +
relações de afetividade + respeitar as singularidades
Educação a Distância (EAD)- tendência
AMBIENTE DE APRENDIZAGEM
CONTEÚDOS PARA EAD
ESTUDO DIRIGIDO TUTORIA REATIVA
EXAME PRESENCIAL
processos formativos baseados no
autoestudo, no “próprio ritmo”,
no tempo-lugar do estudante,
o que requer muita autodisciplina
Questionário para incentivar
o estudo de conteúdos e
apoiar a autoavaliação
Obrigatório ser presencial, pelo Decreto nº5.622 (2005)
Decreto nº 9057 (2017): Avaliação como atividade presencial
AUTOAPRENDIZAGEM,
AUTOESTUDO, ISOLADO
Design instrucional,
conteúdos produzidos especificamente para EAD,
com formato e linguagem específicos
Tutor disponível no polo
1h/semana para tirar dúvidas
Disponibilização de conteúdos
Recolhimento de trabalhos
Testes corrigidos automaticamente
Estudando em casa, sozinho(a)
CONHECIMENTO COMO
“MENSAGEM FECHADA”
acabado, completo, intocável,
que precisa apenas ser
apreendido e assimilado,
memorizado e repetido
Educação Online (EOL) - Princípios
ATIVIDADES AUTORAIS
CONVERSAÇÃO, INTERATIVIDADE
APRENDIZAGEM
COLABORATIVA
Estudando em rede (em grupo), pela rede (de computadores)
8
4
7
MEDIAÇÃO
DOCENTE ATIVA
6
5
processos formativos baseados na
interação social (interatividade),
socialização, participação,
compartilhamento, negociação,
diferenças e emoções
projetos de aprendizagem, atividades em grupo,
práticas contextualizadas, multiletramentos
Rastros da interação online possibilitam,
além da avaliação de conhecimentos,
avaliar habilidades (projetos, tarefas e
trabalhos), e atitudes (presença,
participação e colaboração)
além da fala do professor, promover:
conversação em grupo e em particular,
conversação síncrona e assíncrona,
conversas formais e informais
conteúdos online,
em múltiplos formatos
e múltiplas linguagens
dinâmicas de grupo
mediação para colaboração
mediação partilhada
ambientes de aprendizagem,
mídias sociais e redes sociais
sistemas de conversação,
de autoria (colaborativa),
aplicativos etc.
em construção sem fim, que convida
à ressignificação, interferência,
completação, autoria e cocriação
AMBIÊNCIAS
COMPUTACIONAIS
DIVERSAS
CURADORIA DE
CONTEÚDOS ONLINE
CONHECIMENTO COMO
“OBRA ABERTA”1 2 3
AVALIAÇÃO
BASEADA EM COMPETÊNCIAS,
FORMATIVA E COLABORATIVA
Da abordagem massiva (típica da EAD)
para uma aprendizagem em rede (EOL)
Livro-texto
(impresso ou em PDF)
Ambiente de Aprendizagem
(Moodle)
Estudar conteúdos
(estudo isolado)
Estudo dirigido (AD)
(questionário sobre os conteúdos)
Avaliação Somativa (AP)
(provas bimestrais)
Tutoria reativa
(tirar dúvidas)
Conteúdos online
(em múltiplas linguagens)
Sistemas computacionais diversos
(Moodle+Web+Aplicativos+Internet)
Aprender em rede
(colaboração e conversação)
Atividades práticas
(ABP e autoria criadora)
Avaliação formativa
(rastros das atividades online)
Mediação ativa
(dinamização de atividades)
(PIMENTEL, 2018)
Conhecimento como “obra aberta”1
CONHECIMENTO COMO
“MENSAGEM FECHADA”
acabado, completo, irretocável,
que precisa ser apreendido e assimilado,
memorizado e repetido
CONHECIMENTO COMO
“OBRA ABERTA”
em construção sem fim,
que convida à ressignificação, interferência,
completação, cocriação, autoria
Evite a “mensagem fechada”1
Em lugar de comunicar-se, o educador faz
“comunicados” e depósitos que os
educandos, meras incidências, recebem
pacientemente, memorizam e repetem.
Eis aí a concepção “bancária” da
educação, em que a única margem de ação
que se oferece aos educandos é a de
receberem os depósitos, guardá-los e
arquivá-los. (...) Educador e educandos se
arquivam na medida em que, nesta
distorcida visão da educação, não há
criatividade, não há transformação, não há
saber. Só existe saber na invenção, na
reinvenção, na busca inquieta,
impaciente, permanente, que os homens
fazem no mundo, com o mundo e com os
outros. (FREIRE, 1970, p 80-81)
Curadoria de conteúdos online2
links
imagens vídeos filme documentos
comentários dos
leitores
A palavra “curadoria” vem do latim “curare”,
que significa cuidar ou preservar.
A curadoria de conteúdos é
“o ato de encontrar, agrupar, organizar ou
compartilhar o melhor e mais relevante
conteúdo sobre uma questão específica”
(Bhargava, 2011).
Planejamento e elaboração de material didático impresso
para educação a distância (BARRETO et al., 2007)
Pardrões para web-livro
(PIMENTEL; SANTOS; SAMPAIO; 2017)
PRODUÇÃO CURADORIA
Conteúdos: curadoria + sínteses + roteiros
conteúdos
recomendados
roteiros de estudo
sínteses
[em hipertextos,
imagens, mapas e
apresentações]
2
Ambiências computacionais diversas3 TODA a Internet está à sua disposição
Ambiências computacionais diversas3
Aprendizagem colaborativa, em rede4
AUTOAPRENDIZAGEM APRENDIZAGEM COLABORATIVA
processos formativos baseados na interação
social (interatividade), socialização,
participação, compartilhamento, negociação,
diferenças e emoções
processos formativos baseados no
autoestudo, no “próprio ritmo”,
no tempo-lugar do estudante,
o que requer muita autodisciplina
Conversação5
- Exposição → + Conversação
(HARPER et al., 1980, p.46-48) (CALVÃO; PIMENTEL; FUKS, 2014)
Meios de conversação da internet
(CALVÃO; PIMENTEL; FUKS, 2014)
PARTICULAR
EM GRUPO
5
Ambiências conversacionais por videoconferência
Foco em 1 pessoa
Professor
Apresentação
Entrevista
Seminário
Contar história
Reuniões síncrona entre todos
Discussão livre / circular
Tirar dúvidas
Papo ANTES e APÓS a aula
Foco na tela
Apresentação
Como fazer
Subgrupos (Breakout Groups)
Trabalho em grupo
5
Ambiências conversacionais por fórum de discussão
Networking
“Quem somos nós?”
Notícias e Avisos (coord. da disciplina)
Conversa informal (entre todos)
Discussão
“Como promover a
escrita(autoria)
dos(as)
estudantes?”
5
Ambiências conversacionais diversas
Grupo no WhatsApp Bate-papo no
tagarelas.chat
“Estratégias para
mediação docente
da conversação online”
Email e
lista de discussão
5
Mediação docente para colaboração6
Promova dinâmicas
em grupo
(mediação-dinamização)
Evite ficar disponível para
“tirar dúvidas”
(tutoria reativa)
desperdício
do trabalho
docente!
Alunos não procuram
o professor para tirar
dúvidas
Aprendizagem colaborativa
Aprendizagem ativa
Sala de aula invertida
Sala de aula interativa
Não seja o centro das atenções!
Aprendizagem em rede
NÃO deve ter centralidade
Promova a conversação
Valorize os sujeitos e
a rede social
6
Linguagem Emocional
Linguagens (textual, oral e corporal)
são mediadoras das relações humanas
Nos processos conversacionais, as
mensagens revelam emoções que
potencializam transformações no
convívio social que se desdobram
também no processo formativo
Cuidado: na ausência da face pode
potencializar mensagens agressivas
e flaming (interação hostil)
"A interação é feita através da linguagem,
que realiza uma espécie de mediação do
indivíduo com a cultura"
Lev Vigotski - Desenvolvimento da linguagem
6
Atividades práticas7 Que situações de
aprendizagem você
oportunizará aos
alunos para a
construção do
conhecimento?
“Ensinar não é transferir conhecimento,
mas criar as possibilidades para a sua
própria produção ou a sua construção”
(FREIRE, 1996)
Aprender-fazendo e discutindo
Metodologias Ativas
Projetos de aprendizagem
Aprendizagem colaborativa
Exposição de conteúdos +
Exercícios (fixação de conteúdos) +
Provas (examinar a assimilação)≠
Avaliação online8
CLASSIFICAR E SELECIONAR
PRESENCIAL
ONLINE
ANTES – DIAGNÓSTICA (ANALISAR)
DURANTE – CONTÍNUA/FORMATIVA
(ACOMPANHAR)
DEPOIS -SOMATIVA (CLASSIFICAR)
PROFESSOR (HETEROAVALIAÇÃO)
TURMA (AVALIAÇÃO COLABORATIVA, 360º)
ALUNO (AUTOAVALIAÇÃO)
[CONHECIMENTOS]
PROVAS, TESTES
LISTA DE EXERCÍCIOS
QUESTIONÁRIOS
CONHECIMENTOS
HABILIDADES
ATITUDES
[ATITUDES]
PRESENÇA
PARTICIPAÇÃO
COLABORAÇÃO
CERTIFICAR
CONHECER E ORIENTAR
POR
QUÊ?
QUEM?
ONDE? QUANDO?
COMO?O QUÊ? AVALIAÇÃO
[HABILIDADES]
PROJETOS
AUTORIAS
TRABALHOS/TAREFAS
[CONHECIMENTOS]
PROVAS, TESTES
LISTA DE EXERCÍCIOS
QUESTIONÁRIOS
DEPOIS -SOMATIVA (CLASSIFICAR)
PROFESSOR (HETEROAVALIAÇÃO)
CONHECIMENTOS
Avaliação online8
CLASSIFICAR E SELECIONAR
PRESENCIAL
ONLINE
ANTES – DIAGNÓSTICA (ANALISAR)
DURANTE – CONTÍNUA/FORMATIVA
(ACOMPANHAR)
TURMA (AVALIAÇÃO COLABORATIVA, 360º)
ALUNO (AUTOAVALIAÇÃO)
HABILIDADES
ATITUDES
[ATITUDES]
PRESENÇA
PARTICIPAÇÃO
COLABORAÇÃO
CERTIFICAR
CONHECER E ORIENTAR
POR
QUÊ?
QUEM?
ONDE? QUANDO?
COMO?O QUÊ? AVALIAÇÃO
[HABILIDADES]
PROJETOS
AUTORIAS
TRABALHOS/TAREFAS
DURANTE – CONTÍNUA/FORMATIVA
(ACOMPANHAR)
ONLINE
TURMA (AVALIAÇÃO COLABORATIVA, 360º)
ALUNO (AUTOAVALIAÇÃO)
HABILIDADES
ATITUDES
[ATITUDES]
PRESENÇA
PARTICIPAÇÃO
COLABORAÇÃO
CONHECER E ORIENTAR
[HABILIDADES]
PROJETOS
AUTORIAS
TRABALHOS/TAREFAS
Avaliação online8
CLASSIFICAR E SELECIONAR
PRESENCIAL
ANTES – DIAGNÓSTICA (ANALISAR)
DEPOIS -SOMATIVA (CLASSIFICAR)
PROFESSOR (HETEROAVALIAÇÃO)
[CONHECIMENTOS]
PROVAS, TESTES
LISTA DE EXERCÍCIOS
QUESTIONÁRIOS
CONHECIMENTOS
CERTIFICAR
POR
QUÊ?
QUEM?
ONDE? QUANDO?
COMO?O QUÊ? AVALIAÇÃO
Educação Online (EOL) - Princípios
AMBIÊNCIAS
COMPUTACIONAIS
DIVERSAS
CURADORIA DE
CONTEÚDOS ONLINE
ATIVIDADES AUTORAIS
CONVERSAÇÃO,
INTERATIVIDADE
AVALIAÇÃO
BASEADA EM COMPETÊNCIAS,
FORMATIVA E COLABORATIVA
APRENDIZAGEM
COLABORATIVA
Estudando em rede (em grupo), pela rede (de computadores)
CONHECIMENTO COMO
“OBRA ABERTA”
8
1
4
7
MEDIAÇÃO
DOCENTE ATIVA
6
2 3
5
Presencial-tradicional EAD-instrucionista massiva EOL
Lugar Sala de aula AVA AVA + Internet
Recursos Quadro e Datashow AVA + PDF Ambiências computacionais diversificadas
Horário Fixo (aulas de 2h 2x semana) Flexível (ao longo da semana) Fixo + Flexível
Papel do
Professor
Apresentador +
Avaliador
Supervisor (coordenador) +
Tira-dúvidas (tutor)
Coordenador +
Mediador/dinamizador
Papel do
Aluno
Expectador,
Tarefeiro
Consumidor de conteúdos,
Tarefeiro
Tecedor de conhecimentos,
Autor, Colaborador
Objetivos Conhecimentos Conhecimentos Conhecimentos + Habilidades + Atitudes
Ensino Exposição de conteúdo Elaboração de conteúdos/tarefas Mediação do grupo
Estudo Estudo sozinho e em grupo Estudo sozinho Com a turma, em grupo, e também sozinho
Aprendizagem
recepção-assimilação, repetição e
memorização
recepção-assimilação, repetição e
memorização
Interatividade, negociação
e criação-autoria
Conteúdos
Livro-texto,
foco das aulas
Conteúdos específicos para EAD,
assimilar conteúdos é a finalidade das aulas
Curadoria de conteúdos,
conteúdos são apoio para as aulas
Comunicação
Ênfase nos comunicados professor-aluno
Pouca comunicação estudante-professor
Pouca comunicação estudante-estudante
Pouca comunicação estudante-tutor Muita comunicação todos-todos
Mediação Mediação pontual, na aula Tutoria reativa Mediação ativa e contínua
Atividades Questionários e exercícios de fixação Questionários e exercícios de fixação Atividades autorais e discussões
Avaliação
Avaliação pontual, somativa e realizada
pelo professor
Avaliação pontual, somativa e realizada
pelo professor
Avaliação continuada, formativa e realizada
colaborativamente
http://horizontes.sbc.org.br/index.php/2020/05/23/
principios-educacao-online/
4
5
41,0mil
visualizações*
7,4mil
visualizações*
5,7mil
visualizações*
5,4mil
visualizações*
*Dados obtidos em 24/07/2020

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Roteiro básico Projeto de Intervenção
Roteiro básico Projeto de IntervençãoRoteiro básico Projeto de Intervenção
Roteiro básico Projeto de Intervenção
Goretti Silva
 
Pesquisa Qualitativa e Quantitativa
Pesquisa Qualitativa e QuantitativaPesquisa Qualitativa e Quantitativa
Pesquisa Qualitativa e Quantitativa
jlpaesjr
 
O ensino de ciências e suas metodológias
O ensino de ciências e suas metodológiasO ensino de ciências e suas metodológias
O ensino de ciências e suas metodológias
Renato De Souza Abelha
 
Educação de jovens e adultos
Educação de jovens e adultosEducação de jovens e adultos
Educação de jovens e adultos
Linda-maria12
 
Apresentação em slides curso
Apresentação em slides cursoApresentação em slides curso
Apresentação em slides curso
Iranete Souza
 

Mais procurados (20)

Modelo de Projeto de Pesquisa
Modelo de Projeto de PesquisaModelo de Projeto de Pesquisa
Modelo de Projeto de Pesquisa
 
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especial
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especialSlides educacao inclusiva-e_educacao_especial
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especial
 
Roteiro básico Projeto de Intervenção
Roteiro básico Projeto de IntervençãoRoteiro básico Projeto de Intervenção
Roteiro básico Projeto de Intervenção
 
Educação e novas tecnologias slides
Educação e novas tecnologias slidesEducação e novas tecnologias slides
Educação e novas tecnologias slides
 
inclusão escolar
inclusão escolarinclusão escolar
inclusão escolar
 
Pesquisa Qualitativa e Quantitativa
Pesquisa Qualitativa e QuantitativaPesquisa Qualitativa e Quantitativa
Pesquisa Qualitativa e Quantitativa
 
O papel da didática na formação do professor
O papel da didática na formação do professorO papel da didática na formação do professor
O papel da didática na formação do professor
 
O ensino de ciências e suas metodológias
O ensino de ciências e suas metodológiasO ensino de ciências e suas metodológias
O ensino de ciências e suas metodológias
 
Educação Inclusiva
Educação Inclusiva Educação Inclusiva
Educação Inclusiva
 
Planejamento pedagógico no ensino não presencial: princípios da educação onli...
Planejamento pedagógico no ensino não presencial: princípios da educação onli...Planejamento pedagógico no ensino não presencial: princípios da educação onli...
Planejamento pedagógico no ensino não presencial: princípios da educação onli...
 
TCC SLIDE DE APRESENTAÇÃO
TCC SLIDE DE APRESENTAÇÃOTCC SLIDE DE APRESENTAÇÃO
TCC SLIDE DE APRESENTAÇÃO
 
Apresentação TCC
Apresentação TCCApresentação TCC
Apresentação TCC
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Educacao A Distancia
Educacao A DistanciaEducacao A Distancia
Educacao A Distancia
 
Educação de jovens e adultos
Educação de jovens e adultosEducação de jovens e adultos
Educação de jovens e adultos
 
Ensino Remoto, Educação a Distância ou Educação online?
Ensino Remoto, Educação a Distância ou Educação online?Ensino Remoto, Educação a Distância ou Educação online?
Ensino Remoto, Educação a Distância ou Educação online?
 
O Estudo De Caso
O Estudo De CasoO Estudo De Caso
O Estudo De Caso
 
Apresentação defesa de mestrado
Apresentação defesa de mestradoApresentação defesa de mestrado
Apresentação defesa de mestrado
 
Relatório final de estágio
Relatório final de estágio Relatório final de estágio
Relatório final de estágio
 
Apresentação em slides curso
Apresentação em slides cursoApresentação em slides curso
Apresentação em slides curso
 

Semelhante a Princípios da Educação Online: para sua aula não ficar massiva nem maçante!

Apresentação ava.revisado
Apresentação ava.revisadoApresentação ava.revisado
Apresentação ava.revisado
Guilmer Brito
 
Aprendizagem Colaborativa para dinamizar o Ensino Remoto
Aprendizagem Colaborativa para dinamizar o Ensino RemotoAprendizagem Colaborativa para dinamizar o Ensino Remoto
Aprendizagem Colaborativa para dinamizar o Ensino Remoto
Mariano Pimentel
 
Apresentacao.do.curso100h
Apresentacao.do.curso100hApresentacao.do.curso100h
Apresentacao.do.curso100h
ntemultimidia
 
As universidades abertas Brasil
As universidades abertas BrasilAs universidades abertas Brasil
As universidades abertas Brasil
Maria Amador
 
Santana do Livramento - Lucélia Barbosa Alves
Santana do Livramento - Lucélia Barbosa AlvesSantana do Livramento - Lucélia Barbosa Alves
Santana do Livramento - Lucélia Barbosa Alves
CursoTICs
 

Semelhante a Princípios da Educação Online: para sua aula não ficar massiva nem maçante! (20)

Aula INTA - AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM
Aula INTA - AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEMAula INTA - AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM
Aula INTA - AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM
 
Apresentação ava.revisado
Apresentação ava.revisadoApresentação ava.revisado
Apresentação ava.revisado
 
Slider Cobesc
Slider CobescSlider Cobesc
Slider Cobesc
 
Palestra no evento Laboratório de Ideias (PUCRS) *** Prof. Crediné Menezes
Palestra no evento Laboratório de Ideias (PUCRS) *** Prof. Crediné MenezesPalestra no evento Laboratório de Ideias (PUCRS) *** Prof. Crediné Menezes
Palestra no evento Laboratório de Ideias (PUCRS) *** Prof. Crediné Menezes
 
Aula 1 b
Aula 1 bAula 1 b
Aula 1 b
 
[2014 11] concepção de ambientes colaborativos de aprendizagem design de red...
[2014 11] concepção de ambientes colaborativos de aprendizagem  design de red...[2014 11] concepção de ambientes colaborativos de aprendizagem  design de red...
[2014 11] concepção de ambientes colaborativos de aprendizagem design de red...
 
Plataforma de e-Learning Moodle
Plataforma de e-Learning MoodlePlataforma de e-Learning Moodle
Plataforma de e-Learning Moodle
 
Aprendizagem Colaborativa para dinamizar o Ensino Remoto
Aprendizagem Colaborativa para dinamizar o Ensino RemotoAprendizagem Colaborativa para dinamizar o Ensino Remoto
Aprendizagem Colaborativa para dinamizar o Ensino Remoto
 
Pedagogia no ensino online
Pedagogia no ensino onlinePedagogia no ensino online
Pedagogia no ensino online
 
Moodle faag
Moodle faagMoodle faag
Moodle faag
 
2020 200820160611
2020 2008201606112020 200820160611
2020 200820160611
 
Práticas didático-pedagógicas no período de pós-pandemia e a formação de prof...
Práticas didático-pedagógicas no período de pós-pandemia e a formação de prof...Práticas didático-pedagógicas no período de pós-pandemia e a formação de prof...
Práticas didático-pedagógicas no período de pós-pandemia e a formação de prof...
 
Aprendizagem colaborativa e ambiências computacionais para dinamizar sua aula...
Aprendizagem colaborativa e ambiências computacionais para dinamizar sua aula...Aprendizagem colaborativa e ambiências computacionais para dinamizar sua aula...
Aprendizagem colaborativa e ambiências computacionais para dinamizar sua aula...
 
Universidades Abertas e Educação Online
Universidades Abertas e Educação OnlineUniversidades Abertas e Educação Online
Universidades Abertas e Educação Online
 
Apresentacao.do.curso100h
Apresentacao.do.curso100hApresentacao.do.curso100h
Apresentacao.do.curso100h
 
Desafios para o uso de TICs aplicadas à educação
Desafios para o uso de TICs aplicadas à educaçãoDesafios para o uso de TICs aplicadas à educação
Desafios para o uso de TICs aplicadas à educação
 
As universidades abertas Brasil
As universidades abertas BrasilAs universidades abertas Brasil
As universidades abertas Brasil
 
Santana do Livramento - Lucélia Barbosa Alves
Santana do Livramento - Lucélia Barbosa AlvesSantana do Livramento - Lucélia Barbosa Alves
Santana do Livramento - Lucélia Barbosa Alves
 
Apresentação2 semic2014
Apresentação2 semic2014Apresentação2 semic2014
Apresentação2 semic2014
 
Docência Online e seus processos de formação contemporâneos
Docência Online e seus processos de formação contemporâneosDocência Online e seus processos de formação contemporâneos
Docência Online e seus processos de formação contemporâneos
 

Mais de Mariano Pimentel

Crise de Interesse das/os estudantes de Computação
Crise de Interesse das/os estudantes de ComputaçãoCrise de Interesse das/os estudantes de Computação
Crise de Interesse das/os estudantes de Computação
Mariano Pimentel
 
Educação presencial, Educação a distância/online, ou Ensino hibrido?
Educação presencial, Educação a distância/online, ou Ensino hibrido?Educação presencial, Educação a distância/online, ou Ensino hibrido?
Educação presencial, Educação a distância/online, ou Ensino hibrido?
Mariano Pimentel
 
Design Science Research para pensar-fazer pesquisas científicas em Sistemas d...
Design Science Research para pensar-fazer pesquisas científicas em Sistemas d...Design Science Research para pensar-fazer pesquisas científicas em Sistemas d...
Design Science Research para pensar-fazer pesquisas científicas em Sistemas d...
Mariano Pimentel
 
Teoria-Epistemologia-Metodologia em pesquisas de Sistemas de Informação
Teoria-Epistemologia-Metodologia em pesquisas de Sistemas de InformaçãoTeoria-Epistemologia-Metodologia em pesquisas de Sistemas de Informação
Teoria-Epistemologia-Metodologia em pesquisas de Sistemas de Informação
Mariano Pimentel
 
Pré-lançamento no CBIE 2018 dos livros online sobre metodologia de pesquisa c...
Pré-lançamento no CBIE 2018 dos livros online sobre metodologia de pesquisa c...Pré-lançamento no CBIE 2018 dos livros online sobre metodologia de pesquisa c...
Pré-lançamento no CBIE 2018 dos livros online sobre metodologia de pesquisa c...
Mariano Pimentel
 
Rede Social Tagarelas: bate-papo online em contexto educacional - torne sua a...
Rede Social Tagarelas: bate-papo online em contexto educacional - torne sua a...Rede Social Tagarelas: bate-papo online em contexto educacional - torne sua a...
Rede Social Tagarelas: bate-papo online em contexto educacional - torne sua a...
Mariano Pimentel
 

Mais de Mariano Pimentel (20)

Crise de Interesse das/os estudantes de Computação
Crise de Interesse das/os estudantes de ComputaçãoCrise de Interesse das/os estudantes de Computação
Crise de Interesse das/os estudantes de Computação
 
Como superar o pensamento booliano em desenvolvimentos e pesquisas com TI?
Como superar o pensamento booliano em desenvolvimentos e pesquisas com TI?Como superar o pensamento booliano em desenvolvimentos e pesquisas com TI?
Como superar o pensamento booliano em desenvolvimentos e pesquisas com TI?
 
Aprendizagem online é em rede, colaborativa: para o aluno não ficar estudando...
Aprendizagem online é em rede, colaborativa: para o aluno não ficar estudando...Aprendizagem online é em rede, colaborativa: para o aluno não ficar estudando...
Aprendizagem online é em rede, colaborativa: para o aluno não ficar estudando...
 
Comunicação síncrona: potenciais dos bate-papos
Comunicação síncrona: potenciais dos bate-paposComunicação síncrona: potenciais dos bate-papos
Comunicação síncrona: potenciais dos bate-papos
 
Educação presencial, Educação a distância/online, ou Ensino hibrido?
Educação presencial, Educação a distância/online, ou Ensino hibrido?Educação presencial, Educação a distância/online, ou Ensino hibrido?
Educação presencial, Educação a distância/online, ou Ensino hibrido?
 
Como pensarfazer a nossa educação superior pública na pós-pandemia?
Como pensarfazer a nossa educação superior pública na pós-pandemia?Como pensarfazer a nossa educação superior pública na pós-pandemia?
Como pensarfazer a nossa educação superior pública na pós-pandemia?
 
Pesquisar os/com/por-meio-dos artefatos computacionais
Pesquisar os/com/por-meio-dos artefatos computacionaisPesquisar os/com/por-meio-dos artefatos computacionais
Pesquisar os/com/por-meio-dos artefatos computacionais
 
O que não pode faltar na educação não presencial neste momento de crise/oport...
O que não pode faltar na educação não presencial neste momento de crise/oport...O que não pode faltar na educação não presencial neste momento de crise/oport...
O que não pode faltar na educação não presencial neste momento de crise/oport...
 
DSR Model
DSR ModelDSR Model
DSR Model
 
Design Science Research para pensar-fazer pesquisas científicas em Sistemas d...
Design Science Research para pensar-fazer pesquisas científicas em Sistemas d...Design Science Research para pensar-fazer pesquisas científicas em Sistemas d...
Design Science Research para pensar-fazer pesquisas científicas em Sistemas d...
 
Teoria-Epistemologia-Metodologia em pesquisas de Sistemas de Informação
Teoria-Epistemologia-Metodologia em pesquisas de Sistemas de InformaçãoTeoria-Epistemologia-Metodologia em pesquisas de Sistemas de Informação
Teoria-Epistemologia-Metodologia em pesquisas de Sistemas de Informação
 
Projeto integrador (Currículo Baseado em Projeto Transdisciplinar)
Projeto integrador (Currículo Baseado em Projeto Transdisciplinar)Projeto integrador (Currículo Baseado em Projeto Transdisciplinar)
Projeto integrador (Currículo Baseado em Projeto Transdisciplinar)
 
Pesquisas científicas rigorosas com o desenvolvimento de artefatos: Design Sc...
Pesquisas científicas rigorosas com o desenvolvimento de artefatos: Design Sc...Pesquisas científicas rigorosas com o desenvolvimento de artefatos: Design Sc...
Pesquisas científicas rigorosas com o desenvolvimento de artefatos: Design Sc...
 
Educação e a 3a era da computação: Internet das Coisas, Objetos Inteligentes ...
Educação e a 3a era da computação: Internet das Coisas, Objetos Inteligentes ...Educação e a 3a era da computação: Internet das Coisas, Objetos Inteligentes ...
Educação e a 3a era da computação: Internet das Coisas, Objetos Inteligentes ...
 
Pré-lançamento no CBIE 2018 dos livros online sobre metodologia de pesquisa c...
Pré-lançamento no CBIE 2018 dos livros online sobre metodologia de pesquisa c...Pré-lançamento no CBIE 2018 dos livros online sobre metodologia de pesquisa c...
Pré-lançamento no CBIE 2018 dos livros online sobre metodologia de pesquisa c...
 
Objetos inteligentes e Humanos ciborgues: potencialidades e desafios para a ...
Objetos inteligentes e Humanos ciborgues: potencialidades e desafios  para a ...Objetos inteligentes e Humanos ciborgues: potencialidades e desafios  para a ...
Objetos inteligentes e Humanos ciborgues: potencialidades e desafios para a ...
 
Rede Social Tagarelas: bate-papo online em contexto educacional - torne sua a...
Rede Social Tagarelas: bate-papo online em contexto educacional - torne sua a...Rede Social Tagarelas: bate-papo online em contexto educacional - torne sua a...
Rede Social Tagarelas: bate-papo online em contexto educacional - torne sua a...
 
Conversação Mediada por Computador e os Diálogos na Educação Online
Conversação Mediada por Computador e os Diálogos na Educação OnlineConversação Mediada por Computador e os Diálogos na Educação Online
Conversação Mediada por Computador e os Diálogos na Educação Online
 
Máquina de Pintar Quadros
Máquina de Pintar QuadrosMáquina de Pintar Quadros
Máquina de Pintar Quadros
 
Cibercultura e Sistemas de Informação
Cibercultura e Sistemas de InformaçãoCibercultura e Sistemas de Informação
Cibercultura e Sistemas de Informação
 

Último

PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
carlaOliveira438
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
andreaLisboa7
 

Último (20)

Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptxMovimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 

Princípios da Educação Online: para sua aula não ficar massiva nem maçante!

  • 1.
  • 2. Art. 1º Autorizar, em caráter excepcional, a substituição das disciplinas presenciais, em andamento, Pandemia e Educação BR: Portaria nº 343 (17/03/2020) Portaria nº 473 (12/05/2020) Portaria nº 544 (16/06/2020) por aulas que utilizem meios e tecnologias de informação e comunicação
  • 3. Modalidades não presenciais de educação Educação a Distância (EAD) Aprendizagem Móvel e Ubíqua Curso Massivo (MOOC) Ensino Híbrido (blended-learning) Ensino Doméstico (homeschooling) →Atividade Educacional Remota Aulas com uso das TIC
  • 4. Abordagem instrucionista-massiva Educação OnLine (EOL) Metodologias ativas Sala de aula invertida Aprendizagem colaborativa Aprendizagem baseada em projetos Sala de aula interativa Metodologias educacionais (presencial/distância) Aulas com uso das TIC
  • 5. Educação a Distância (EAD) “considera-se educação a distância a modalidade educacional na qual a mediação didático-pedagógica nos processos de ensino e aprendizagem ocorra com a utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação, com pessoal qualificado, com políticas de acesso, com acompanhamento e avaliação compatíveis, entre outros, e desenvolva atividades educativas por estudantes e profissionais da educação que estejam em lugares e tempos diversos.” DECRETO nº 9.057 (25 maio 2017)
  • 6. Educação a Distância (EAD) Computadores em rede utilizados como um meio para difusão de conteúdos na EAD
  • 7. Informática e Educação Computador como meio para interação-social Meio de comunicação e rede social abordagem socioconstrutivista (Vygotsky) Computador como “ferramenta” Ferramenta para autorias e construção de projetos abordagem construtivista (Piaget, Papert) Computador como “Máquina de Ensinar” Computador é o professor (conteúdos, correção-automática e IA) abordagem instrucionista (Watson, Skinner)
  • 8. Educação Online (EOL) “Assumimos que a educação online não é apenas uma evolução das gerações da EAD, mas um fenômeno da cibercultura” (SANTOS, 2015, p.47)
  • 9. Educação Online: um fenômeno da Cibercultura Manuel Castells A sociedade em rede (1996; 2000) Pierre Lévy Cibercultura (1997) Ciberdemocracia (2002) André Lemos Cibercultura - Tecnologia e Vida Social na Cultura Contemporânea (2002) O Futuro da Internet (2010) Lúcia Santaella Culturas e Artes do Pós-Humano: da Cultura das Mídias à Cibercultura (2003) Comunicação ubíqua (2013) Marco Silva Sala de aula interativa (2000) Edméa Santos Educação online (2005)
  • 11. Cibercultura e Educação Há um descompasso entre a sociedade contemporânea e a escola do Século XXI... Educação3.0
  • 12. Educação Online é uma abordagem didático-pedagógica Exposição de conteúdos Aprendizagem Colaborativa CUIDADO: apenas o “online” não garante a interatividade!
  • 13. Educação massiva x Educação em rede http://acervo.oglobo.globo.com/consulta-ao-acervo/?navegacaoPorData=201020140407 https://youtu.be/YR5ApYxkU-U https://www.slideshare.net/edgarmf/tema-5-metodologas-emergentes interatividade + aprendizagem em rede + colaboração + conversação + mediação colaborativa + autoria criadora + multiletramentos + atividades inspiradas nas práticas da cibercultura + relações de afetividade + respeitar as singularidades
  • 14. Educação a Distância (EAD)- tendência AMBIENTE DE APRENDIZAGEM CONTEÚDOS PARA EAD ESTUDO DIRIGIDO TUTORIA REATIVA EXAME PRESENCIAL processos formativos baseados no autoestudo, no “próprio ritmo”, no tempo-lugar do estudante, o que requer muita autodisciplina Questionário para incentivar o estudo de conteúdos e apoiar a autoavaliação Obrigatório ser presencial, pelo Decreto nº5.622 (2005) Decreto nº 9057 (2017): Avaliação como atividade presencial AUTOAPRENDIZAGEM, AUTOESTUDO, ISOLADO Design instrucional, conteúdos produzidos especificamente para EAD, com formato e linguagem específicos Tutor disponível no polo 1h/semana para tirar dúvidas Disponibilização de conteúdos Recolhimento de trabalhos Testes corrigidos automaticamente Estudando em casa, sozinho(a) CONHECIMENTO COMO “MENSAGEM FECHADA” acabado, completo, intocável, que precisa apenas ser apreendido e assimilado, memorizado e repetido
  • 15. Educação Online (EOL) - Princípios ATIVIDADES AUTORAIS CONVERSAÇÃO, INTERATIVIDADE APRENDIZAGEM COLABORATIVA Estudando em rede (em grupo), pela rede (de computadores) 8 4 7 MEDIAÇÃO DOCENTE ATIVA 6 5 processos formativos baseados na interação social (interatividade), socialização, participação, compartilhamento, negociação, diferenças e emoções projetos de aprendizagem, atividades em grupo, práticas contextualizadas, multiletramentos Rastros da interação online possibilitam, além da avaliação de conhecimentos, avaliar habilidades (projetos, tarefas e trabalhos), e atitudes (presença, participação e colaboração) além da fala do professor, promover: conversação em grupo e em particular, conversação síncrona e assíncrona, conversas formais e informais conteúdos online, em múltiplos formatos e múltiplas linguagens dinâmicas de grupo mediação para colaboração mediação partilhada ambientes de aprendizagem, mídias sociais e redes sociais sistemas de conversação, de autoria (colaborativa), aplicativos etc. em construção sem fim, que convida à ressignificação, interferência, completação, autoria e cocriação AMBIÊNCIAS COMPUTACIONAIS DIVERSAS CURADORIA DE CONTEÚDOS ONLINE CONHECIMENTO COMO “OBRA ABERTA”1 2 3 AVALIAÇÃO BASEADA EM COMPETÊNCIAS, FORMATIVA E COLABORATIVA
  • 16. Da abordagem massiva (típica da EAD) para uma aprendizagem em rede (EOL) Livro-texto (impresso ou em PDF) Ambiente de Aprendizagem (Moodle) Estudar conteúdos (estudo isolado) Estudo dirigido (AD) (questionário sobre os conteúdos) Avaliação Somativa (AP) (provas bimestrais) Tutoria reativa (tirar dúvidas) Conteúdos online (em múltiplas linguagens) Sistemas computacionais diversos (Moodle+Web+Aplicativos+Internet) Aprender em rede (colaboração e conversação) Atividades práticas (ABP e autoria criadora) Avaliação formativa (rastros das atividades online) Mediação ativa (dinamização de atividades) (PIMENTEL, 2018)
  • 17. Conhecimento como “obra aberta”1 CONHECIMENTO COMO “MENSAGEM FECHADA” acabado, completo, irretocável, que precisa ser apreendido e assimilado, memorizado e repetido CONHECIMENTO COMO “OBRA ABERTA” em construção sem fim, que convida à ressignificação, interferência, completação, cocriação, autoria
  • 18. Evite a “mensagem fechada”1 Em lugar de comunicar-se, o educador faz “comunicados” e depósitos que os educandos, meras incidências, recebem pacientemente, memorizam e repetem. Eis aí a concepção “bancária” da educação, em que a única margem de ação que se oferece aos educandos é a de receberem os depósitos, guardá-los e arquivá-los. (...) Educador e educandos se arquivam na medida em que, nesta distorcida visão da educação, não há criatividade, não há transformação, não há saber. Só existe saber na invenção, na reinvenção, na busca inquieta, impaciente, permanente, que os homens fazem no mundo, com o mundo e com os outros. (FREIRE, 1970, p 80-81)
  • 19. Curadoria de conteúdos online2 links imagens vídeos filme documentos comentários dos leitores A palavra “curadoria” vem do latim “curare”, que significa cuidar ou preservar. A curadoria de conteúdos é “o ato de encontrar, agrupar, organizar ou compartilhar o melhor e mais relevante conteúdo sobre uma questão específica” (Bhargava, 2011). Planejamento e elaboração de material didático impresso para educação a distância (BARRETO et al., 2007) Pardrões para web-livro (PIMENTEL; SANTOS; SAMPAIO; 2017) PRODUÇÃO CURADORIA
  • 20. Conteúdos: curadoria + sínteses + roteiros conteúdos recomendados roteiros de estudo sínteses [em hipertextos, imagens, mapas e apresentações] 2
  • 21. Ambiências computacionais diversas3 TODA a Internet está à sua disposição
  • 23. Aprendizagem colaborativa, em rede4 AUTOAPRENDIZAGEM APRENDIZAGEM COLABORATIVA processos formativos baseados na interação social (interatividade), socialização, participação, compartilhamento, negociação, diferenças e emoções processos formativos baseados no autoestudo, no “próprio ritmo”, no tempo-lugar do estudante, o que requer muita autodisciplina
  • 24. Conversação5 - Exposição → + Conversação (HARPER et al., 1980, p.46-48) (CALVÃO; PIMENTEL; FUKS, 2014)
  • 25. Meios de conversação da internet (CALVÃO; PIMENTEL; FUKS, 2014) PARTICULAR EM GRUPO 5
  • 26. Ambiências conversacionais por videoconferência Foco em 1 pessoa Professor Apresentação Entrevista Seminário Contar história Reuniões síncrona entre todos Discussão livre / circular Tirar dúvidas Papo ANTES e APÓS a aula Foco na tela Apresentação Como fazer Subgrupos (Breakout Groups) Trabalho em grupo 5
  • 27. Ambiências conversacionais por fórum de discussão Networking “Quem somos nós?” Notícias e Avisos (coord. da disciplina) Conversa informal (entre todos) Discussão “Como promover a escrita(autoria) dos(as) estudantes?” 5
  • 28. Ambiências conversacionais diversas Grupo no WhatsApp Bate-papo no tagarelas.chat “Estratégias para mediação docente da conversação online” Email e lista de discussão 5
  • 29. Mediação docente para colaboração6 Promova dinâmicas em grupo (mediação-dinamização) Evite ficar disponível para “tirar dúvidas” (tutoria reativa) desperdício do trabalho docente! Alunos não procuram o professor para tirar dúvidas Aprendizagem colaborativa Aprendizagem ativa Sala de aula invertida Sala de aula interativa
  • 30. Não seja o centro das atenções! Aprendizagem em rede NÃO deve ter centralidade Promova a conversação Valorize os sujeitos e a rede social 6
  • 31. Linguagem Emocional Linguagens (textual, oral e corporal) são mediadoras das relações humanas Nos processos conversacionais, as mensagens revelam emoções que potencializam transformações no convívio social que se desdobram também no processo formativo Cuidado: na ausência da face pode potencializar mensagens agressivas e flaming (interação hostil) "A interação é feita através da linguagem, que realiza uma espécie de mediação do indivíduo com a cultura" Lev Vigotski - Desenvolvimento da linguagem 6
  • 32. Atividades práticas7 Que situações de aprendizagem você oportunizará aos alunos para a construção do conhecimento? “Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria produção ou a sua construção” (FREIRE, 1996) Aprender-fazendo e discutindo Metodologias Ativas Projetos de aprendizagem Aprendizagem colaborativa Exposição de conteúdos + Exercícios (fixação de conteúdos) + Provas (examinar a assimilação)≠
  • 33. Avaliação online8 CLASSIFICAR E SELECIONAR PRESENCIAL ONLINE ANTES – DIAGNÓSTICA (ANALISAR) DURANTE – CONTÍNUA/FORMATIVA (ACOMPANHAR) DEPOIS -SOMATIVA (CLASSIFICAR) PROFESSOR (HETEROAVALIAÇÃO) TURMA (AVALIAÇÃO COLABORATIVA, 360º) ALUNO (AUTOAVALIAÇÃO) [CONHECIMENTOS] PROVAS, TESTES LISTA DE EXERCÍCIOS QUESTIONÁRIOS CONHECIMENTOS HABILIDADES ATITUDES [ATITUDES] PRESENÇA PARTICIPAÇÃO COLABORAÇÃO CERTIFICAR CONHECER E ORIENTAR POR QUÊ? QUEM? ONDE? QUANDO? COMO?O QUÊ? AVALIAÇÃO [HABILIDADES] PROJETOS AUTORIAS TRABALHOS/TAREFAS
  • 34. [CONHECIMENTOS] PROVAS, TESTES LISTA DE EXERCÍCIOS QUESTIONÁRIOS DEPOIS -SOMATIVA (CLASSIFICAR) PROFESSOR (HETEROAVALIAÇÃO) CONHECIMENTOS Avaliação online8 CLASSIFICAR E SELECIONAR PRESENCIAL ONLINE ANTES – DIAGNÓSTICA (ANALISAR) DURANTE – CONTÍNUA/FORMATIVA (ACOMPANHAR) TURMA (AVALIAÇÃO COLABORATIVA, 360º) ALUNO (AUTOAVALIAÇÃO) HABILIDADES ATITUDES [ATITUDES] PRESENÇA PARTICIPAÇÃO COLABORAÇÃO CERTIFICAR CONHECER E ORIENTAR POR QUÊ? QUEM? ONDE? QUANDO? COMO?O QUÊ? AVALIAÇÃO [HABILIDADES] PROJETOS AUTORIAS TRABALHOS/TAREFAS
  • 35. DURANTE – CONTÍNUA/FORMATIVA (ACOMPANHAR) ONLINE TURMA (AVALIAÇÃO COLABORATIVA, 360º) ALUNO (AUTOAVALIAÇÃO) HABILIDADES ATITUDES [ATITUDES] PRESENÇA PARTICIPAÇÃO COLABORAÇÃO CONHECER E ORIENTAR [HABILIDADES] PROJETOS AUTORIAS TRABALHOS/TAREFAS Avaliação online8 CLASSIFICAR E SELECIONAR PRESENCIAL ANTES – DIAGNÓSTICA (ANALISAR) DEPOIS -SOMATIVA (CLASSIFICAR) PROFESSOR (HETEROAVALIAÇÃO) [CONHECIMENTOS] PROVAS, TESTES LISTA DE EXERCÍCIOS QUESTIONÁRIOS CONHECIMENTOS CERTIFICAR POR QUÊ? QUEM? ONDE? QUANDO? COMO?O QUÊ? AVALIAÇÃO
  • 36. Educação Online (EOL) - Princípios AMBIÊNCIAS COMPUTACIONAIS DIVERSAS CURADORIA DE CONTEÚDOS ONLINE ATIVIDADES AUTORAIS CONVERSAÇÃO, INTERATIVIDADE AVALIAÇÃO BASEADA EM COMPETÊNCIAS, FORMATIVA E COLABORATIVA APRENDIZAGEM COLABORATIVA Estudando em rede (em grupo), pela rede (de computadores) CONHECIMENTO COMO “OBRA ABERTA” 8 1 4 7 MEDIAÇÃO DOCENTE ATIVA 6 2 3 5
  • 37. Presencial-tradicional EAD-instrucionista massiva EOL Lugar Sala de aula AVA AVA + Internet Recursos Quadro e Datashow AVA + PDF Ambiências computacionais diversificadas Horário Fixo (aulas de 2h 2x semana) Flexível (ao longo da semana) Fixo + Flexível Papel do Professor Apresentador + Avaliador Supervisor (coordenador) + Tira-dúvidas (tutor) Coordenador + Mediador/dinamizador Papel do Aluno Expectador, Tarefeiro Consumidor de conteúdos, Tarefeiro Tecedor de conhecimentos, Autor, Colaborador Objetivos Conhecimentos Conhecimentos Conhecimentos + Habilidades + Atitudes Ensino Exposição de conteúdo Elaboração de conteúdos/tarefas Mediação do grupo Estudo Estudo sozinho e em grupo Estudo sozinho Com a turma, em grupo, e também sozinho Aprendizagem recepção-assimilação, repetição e memorização recepção-assimilação, repetição e memorização Interatividade, negociação e criação-autoria Conteúdos Livro-texto, foco das aulas Conteúdos específicos para EAD, assimilar conteúdos é a finalidade das aulas Curadoria de conteúdos, conteúdos são apoio para as aulas Comunicação Ênfase nos comunicados professor-aluno Pouca comunicação estudante-professor Pouca comunicação estudante-estudante Pouca comunicação estudante-tutor Muita comunicação todos-todos Mediação Mediação pontual, na aula Tutoria reativa Mediação ativa e contínua Atividades Questionários e exercícios de fixação Questionários e exercícios de fixação Atividades autorais e discussões Avaliação Avaliação pontual, somativa e realizada pelo professor Avaliação pontual, somativa e realizada pelo professor Avaliação continuada, formativa e realizada colaborativamente