SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 27
ESCULTURA
ROMANA
Escultura
Misto das características
gregas e etruscas na
elaboração da escultura
romana:

dos etruscos, a
fidelidade dos traços da
pessoa retratada
Retrato etrusco

A escultura etrusca
Escultura
 ►Misto das características gregas e
etruscas na elaboração da escultura
romana:
 dos etruscos, a fidelidade dos traços
da pessoa retratada
 dos gregos, a beleza humana
idealizada.

Policleto,
O Doríforo
Escultura
A preocupação da
escultura romana era a de
identificar com facilidade a
figura retratada.
 Formas: esculturas de
corpo inteiro, bustos e
relevos

RETRATO
Durante a República
Imagines
maiorum

Máscaras de cera dos seus mortos ilustres, que
depois eram conservados nos altares de culto
doméstico (os Penates)
Estátua do patrício
Barberini, 30 a.c.
 Retrato normalmente em
forma de busto

 Reprodução fiel do modelo:
características, defeitos, marcas
do tempo, sentimentos
Império

Retratos idealizados
Imperador Claudio
Imperador Octavio Cesar a.c., o retrato sofreu a influência do ideal
Por volta do século I
Augusto

helénico, sobretudo no retrato oficial
Como o imperdor se tornava um deus
após a sua morte, a sua representação
tornou-se mais idealizada, mais divina,
mas também mais grave, de modo a
ser admirado e respeitado.

Imperador Octavio

Pormenor da estátua-retrato de
Augusto como Pontífice Máximo

Imperador Claudio

Os retratos eram o reflexo do poder
imperial e um elemento de unificação do
território
Retratos realistas

Imperador Caracala

Imperador Trajano

A partir da época dos Flávios, os retratos tornaram-se mais
realistas, acentuando-se o seu carácter fotográfico
sécs. IV e V

Constantino
Estátua equestre
As estátuas equestres
eram dedicadas aos
imperadores e aos chefes
políticos e tinham objetivos
comemorativos e políticos.
Caracterizam-se pelo
realismo, enfatizando a
descrição da
personalidade sobretudo
nos olhos e na expressão
do olhar.

Estátua equestre de
Marco Aurélio, c. 176
Relevos
ALTO RELEVO

Subordinado à arquitetura, teve fins ornamentais, comemorativos e
narrativos ou históricos ( relatos da vida dos homens ou da História de
Roma).
Detalhe de cena de recrutamento militar do exército romano na
Trajano

Coluna de
Estela funerária

Altar Ara Pacis

Sarcófago romano, século III

Arco de Constantino
Técnica de narração: cenas contínuas em que a figura principal se encontra
repetida; as figuras secundárias são colocadas em planos mais recuados.
Decoração dos sarcófagos:
• Inicialmente apenas com um medalhão com o
retrato do defunto;
• Depois, exuberantemente decorados, com cenas
mitológicas e representações da vida do morto
Arca com decoração na face principal alusiva às quatro estações do ano, tendo
gravado a meio do friso o retrato do tumulado, num medalhão sustentado por
duas vitórias aladas, ladeadas pelos génios das estações.
Nos extremos do friso há um pastor tocando flauta de Pan e dois jovens
pisando uvas numa dorna.
A peça exibe um valor escultórico de pendor clássico, com disposição das
figuras em friso, perfiladas e trajando vestes à romana.
Tem um sentido religioso, envolto em respeito pelo mistério da vida eterna: a
evocação do culto de Baco (ou Dionísio para os gregos), através dos símbolos
de vindimas e lagares, sugere os prazeres de uma vida além-túmulo.
Altar Ara Pacis

• Elementos gregos: meandros e bucrânios (1) em folhas de
acanto; gosto pela idealização, proporção e perfeição
• Elementos romanos:sentido descritivo e preocupação em
individualizar as personagens
(1) Motivo ornamental em forma de caveira bovina
Grego

Romano

Estrutura

Templos para glorificar
os deuses

Prédios cívicos (fórum,
termas) em honra do
Império

Paredes

De blocos de pedra

Concreto e fachada
ornamental

Formas típicas

Retângulos, linhas retas

Círculos, linhas curvas

Sistemas de suporte

Pilar e lintel

Arco redondo, abóbadas

Estilo de coluna

Dórica , Jônica, Coríntia Toscana e Compósita

Escultura

Deuses e deusas
idealizados

Seres humanos
realísticos, autoridades
idealizadas

Pintura

Figuras estilizadas
flutuando no espaço

Imagens realísticas com
perspectiva

Temas da arte

Mitologia

Líderes cívicos, triunfo
militar

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Escultura e pintura românica
Escultura e pintura românicaEscultura e pintura românica
Escultura e pintura românica
Ana Barreiros
 
Renascimento escultura
Renascimento esculturaRenascimento escultura
Renascimento escultura
Laguat
 
A cultura do palacio
A cultura do palacioA cultura do palacio
A cultura do palacio
Ana Barreiros
 
01 cultura da catedral
01 cultura da catedral01 cultura da catedral
01 cultura da catedral
Vítor Santos
 

Mais procurados (20)

Pintura romana
Pintura romanaPintura romana
Pintura romana
 
Cultura do Senado - Escultura romana
Cultura do Senado - Escultura romanaCultura do Senado - Escultura romana
Cultura do Senado - Escultura romana
 
Arquitetura romana ii
Arquitetura romana iiArquitetura romana ii
Arquitetura romana ii
 
Módulo 1 escultura grega regular
Módulo 1   escultura grega regularMódulo 1   escultura grega regular
Módulo 1 escultura grega regular
 
Ceramica grega
Ceramica gregaCeramica grega
Ceramica grega
 
Arquitetura grega
Arquitetura gregaArquitetura grega
Arquitetura grega
 
Arquitetura Romana
Arquitetura RomanaArquitetura Romana
Arquitetura Romana
 
Escultura grega
Escultura gregaEscultura grega
Escultura grega
 
Escultura e pintura românica
Escultura e pintura românicaEscultura e pintura românica
Escultura e pintura românica
 
Cultura da catedral
Cultura da catedralCultura da catedral
Cultura da catedral
 
Arte Gótica
Arte GóticaArte Gótica
Arte Gótica
 
Módulo 3 - Escultura e pintura românicas
Módulo 3 - Escultura e pintura românicasMódulo 3 - Escultura e pintura românicas
Módulo 3 - Escultura e pintura românicas
 
A escultura gótica
A escultura góticaA escultura gótica
A escultura gótica
 
Renascimento escultura
Renascimento esculturaRenascimento escultura
Renascimento escultura
 
Módulo 2 contextualização
Módulo 2   contextualizaçãoMódulo 2   contextualização
Módulo 2 contextualização
 
A cultura do palacio
A cultura do palacioA cultura do palacio
A cultura do palacio
 
01 cultura da catedral
01 cultura da catedral01 cultura da catedral
01 cultura da catedral
 
Módulo 3 - Arquitetura românica
Módulo 3 - Arquitetura românicaMódulo 3 - Arquitetura românica
Módulo 3 - Arquitetura românica
 
03 escultura e pintura gótica
03 escultura e pintura gótica03 escultura e pintura gótica
03 escultura e pintura gótica
 
A escultura romana
A escultura romanaA escultura romana
A escultura romana
 

Destaque

Evolución retrato romano
Evolución retrato romanoEvolución retrato romano
Evolución retrato romano
Miguel Camacho
 
Escultura romana
Escultura romanaEscultura romana
Escultura romana
cherepaja
 
escultura romana
escultura romanaescultura romana
escultura romana
jojotyu
 
Pintura romana
Pintura romanaPintura romana
Pintura romana
jojotyu
 
imagens arte românica e gótica (7º ano)
imagens arte românica e gótica (7º ano)imagens arte românica e gótica (7º ano)
imagens arte românica e gótica (7º ano)
professoramariaraquel
 
CaracteríSticas Del Arte RomáNico
CaracteríSticas Del Arte RomáNicoCaracteríSticas Del Arte RomáNico
CaracteríSticas Del Arte RomáNico
raquelzudaire
 
A arte romana
A arte romana A arte romana
A arte romana
cabee1995
 
Arte Romanica
Arte RomanicaArte Romanica
Arte Romanica
torga
 
Arquitetura românica
Arquitetura românicaArquitetura românica
Arquitetura românica
Ana Barreiros
 

Destaque (20)

Evolución retrato romano
Evolución retrato romanoEvolución retrato romano
Evolución retrato romano
 
Escultura romana
Escultura romanaEscultura romana
Escultura romana
 
escultura romana
escultura romanaescultura romana
escultura romana
 
Pintura de Roma
Pintura de RomaPintura de Roma
Pintura de Roma
 
Pintura romana
Pintura romanaPintura romana
Pintura romana
 
imagens arte românica e gótica (7º ano)
imagens arte românica e gótica (7º ano)imagens arte românica e gótica (7º ano)
imagens arte românica e gótica (7º ano)
 
CaracteríSticas Del Arte RomáNico
CaracteríSticas Del Arte RomáNicoCaracteríSticas Del Arte RomáNico
CaracteríSticas Del Arte RomáNico
 
A arte romana
A arte romana A arte romana
A arte romana
 
Arte Romanica
Arte RomanicaArte Romanica
Arte Romanica
 
O país rural e senhorial
O país rural e senhorialO país rural e senhorial
O país rural e senhorial
 
O urbanismo e o pragmatismo de Roma Imperial
O urbanismo e o pragmatismo de Roma ImperialO urbanismo e o pragmatismo de Roma Imperial
O urbanismo e o pragmatismo de Roma Imperial
 
Organização das Nações Unidas (ONU)
Organização das Nações Unidas (ONU)Organização das Nações Unidas (ONU)
Organização das Nações Unidas (ONU)
 
A sociedade no Antigo Regime
A sociedade no Antigo RegimeA sociedade no Antigo Regime
A sociedade no Antigo Regime
 
Dinâmicas económicas entre os sécs. XVI-XVIII
Dinâmicas económicas entre os sécs. XVI-XVIIIDinâmicas económicas entre os sécs. XVI-XVIII
Dinâmicas económicas entre os sécs. XVI-XVIII
 
A Europa dos Parlamentos: sociedade e poder político
A Europa dos Parlamentos: sociedade e poder políticoA Europa dos Parlamentos: sociedade e poder político
A Europa dos Parlamentos: sociedade e poder político
 
Escultura Romana
Escultura RomanaEscultura Romana
Escultura Romana
 
Da formação à fixação do território
Da formação à fixação do territórioDa formação à fixação do território
Da formação à fixação do território
 
4. Arte romano escultura y retrato
4. Arte romano escultura y retrato4. Arte romano escultura y retrato
4. Arte romano escultura y retrato
 
Arquitetura românica
Arquitetura românicaArquitetura românica
Arquitetura românica
 
A Arte romana
A Arte romanaA Arte romana
A Arte romana
 

Semelhante a Escultura romana

Arte grega pintura, escultura e arquitetura
Arte grega pintura, escultura e arquiteturaArte grega pintura, escultura e arquitetura
Arte grega pintura, escultura e arquitetura
Susana Simões
 
A arte na grécia
A arte na gréciaA arte na grécia
A arte na grécia
chicovalmir
 
Arte Grega
Arte GregaArte Grega
Arte Grega
HCA_10I
 
6o. ano texto -Arte na Grécia- 2-
6o. ano  texto -Arte na Grécia- 2-6o. ano  texto -Arte na Grécia- 2-
6o. ano texto -Arte na Grécia- 2-
ArtesElisa
 
A arte grega
A arte gregaA arte grega
A arte grega
cattonia
 
GréCia Arte Resumos
GréCia Arte ResumosGréCia Arte Resumos
GréCia Arte Resumos
Isidro Santos
 

Semelhante a Escultura romana (20)

Aula1objetivo 2019
Aula1objetivo 2019Aula1objetivo 2019
Aula1objetivo 2019
 
Arte grega pintura, escultura e arquitetura
Arte grega pintura, escultura e arquiteturaArte grega pintura, escultura e arquitetura
Arte grega pintura, escultura e arquitetura
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
Grécia escultura 3
Grécia escultura 3Grécia escultura 3
Grécia escultura 3
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
mdulo2-esculturaromana.pdf
mdulo2-esculturaromana.pdfmdulo2-esculturaromana.pdf
mdulo2-esculturaromana.pdf
 
Trabalho
 Trabalho Trabalho
Trabalho
 
A arte na grécia
A arte na gréciaA arte na grécia
A arte na grécia
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
Revisão de História da Arte (01)
Revisão de História da Arte (01)Revisão de História da Arte (01)
Revisão de História da Arte (01)
 
Arte Grega
Arte GregaArte Grega
Arte Grega
 
6o. ano texto -Arte na Grécia- 2-
6o. ano  texto -Arte na Grécia- 2-6o. ano  texto -Arte na Grécia- 2-
6o. ano texto -Arte na Grécia- 2-
 
História da arte grega e romana
História da arte grega e romanaHistória da arte grega e romana
História da arte grega e romana
 
A arte grega
A arte gregaA arte grega
A arte grega
 
Grécia Antiga - Legado
Grécia Antiga - LegadoGrécia Antiga - Legado
Grécia Antiga - Legado
 
ARTE PALEOCRISTÃ E ARTE BIZANTINA, DA ALTA IDADE MÉDIA DO ORIENTE
ARTE PALEOCRISTÃ E ARTE BIZANTINA, DA ALTA IDADE MÉDIA DO ORIENTEARTE PALEOCRISTÃ E ARTE BIZANTINA, DA ALTA IDADE MÉDIA DO ORIENTE
ARTE PALEOCRISTÃ E ARTE BIZANTINA, DA ALTA IDADE MÉDIA DO ORIENTE
 
História da Arte (PaleoLítico, Mesolítico, Neolítico, Arte Egípsia, Arte Greg...
História da Arte (PaleoLítico, Mesolítico, Neolítico, Arte Egípsia, Arte Greg...História da Arte (PaleoLítico, Mesolítico, Neolítico, Arte Egípsia, Arte Greg...
História da Arte (PaleoLítico, Mesolítico, Neolítico, Arte Egípsia, Arte Greg...
 
GréCia Arte Resumos
GréCia Arte ResumosGréCia Arte Resumos
GréCia Arte Resumos
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
A Escultura E A CerâMica Na GréCia
A Escultura E A CerâMica Na GréCiaA Escultura E A CerâMica Na GréCia
A Escultura E A CerâMica Na GréCia
 

Mais de Ana Barreiros

Pintura do quattrocento
Pintura do quattrocentoPintura do quattrocento
Pintura do quattrocento
Ana Barreiros
 
Correcao 2ª ficha formativa cultura do cinema
Correcao 2ª ficha formativa cultura do cinemaCorrecao 2ª ficha formativa cultura do cinema
Correcao 2ª ficha formativa cultura do cinema
Ana Barreiros
 
O aparecimento da arte gotica
O aparecimento da arte goticaO aparecimento da arte gotica
O aparecimento da arte gotica
Ana Barreiros
 
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
Ana Barreiros
 
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
Ana Barreiros
 
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ana Barreiros
 
Ficha "A Cultura do Palco"
Ficha "A Cultura do Palco"Ficha "A Cultura do Palco"
Ficha "A Cultura do Palco"
Ana Barreiros
 
Ficha "A Cultura do Salão"
Ficha "A Cultura do Salão"Ficha "A Cultura do Salão"
Ficha "A Cultura do Salão"
Ana Barreiros
 
Ficha formativa grandes_civilizacoes
Ficha formativa grandes_civilizacoesFicha formativa grandes_civilizacoes
Ficha formativa grandes_civilizacoes
Ana Barreiros
 
Ficha formativa 1 HGP 6º ano
Ficha formativa 1 HGP 6º anoFicha formativa 1 HGP 6º ano
Ficha formativa 1 HGP 6º ano
Ana Barreiros
 
As artes na atualidade
As artes na atualidadeAs artes na atualidade
As artes na atualidade
Ana Barreiros
 

Mais de Ana Barreiros (20)

Pintura barroca na Europa
Pintura barroca na EuropaPintura barroca na Europa
Pintura barroca na Europa
 
Rubrica de avaliação
Rubrica de avaliação Rubrica de avaliação
Rubrica de avaliação
 
Lista de verificação e-atividade
Lista de verificação e-atividade Lista de verificação e-atividade
Lista de verificação e-atividade
 
O romantismo
O romantismoO romantismo
O romantismo
 
Casa Sommer
Casa SommerCasa Sommer
Casa Sommer
 
Bairro dos museus
Bairro dos museusBairro dos museus
Bairro dos museus
 
Imagens de Arquitetura Barroca
Imagens de Arquitetura BarrocaImagens de Arquitetura Barroca
Imagens de Arquitetura Barroca
 
Pintura do quattrocento
Pintura do quattrocentoPintura do quattrocento
Pintura do quattrocento
 
Correcao 2ª ficha formativa cultura do cinema
Correcao 2ª ficha formativa cultura do cinemaCorrecao 2ª ficha formativa cultura do cinema
Correcao 2ª ficha formativa cultura do cinema
 
O aparecimento da arte gotica
O aparecimento da arte goticaO aparecimento da arte gotica
O aparecimento da arte gotica
 
A modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºG
A modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºGA modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºG
A modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºG
 
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
 
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
 
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
 
Ficha "A Cultura do Palco"
Ficha "A Cultura do Palco"Ficha "A Cultura do Palco"
Ficha "A Cultura do Palco"
 
Ficha "A Cultura do Salão"
Ficha "A Cultura do Salão"Ficha "A Cultura do Salão"
Ficha "A Cultura do Salão"
 
Ficha formativa grandes_civilizacoes
Ficha formativa grandes_civilizacoesFicha formativa grandes_civilizacoes
Ficha formativa grandes_civilizacoes
 
Ficha formativa 1820 e o liberalismo correcao
Ficha formativa 1820 e o liberalismo correcaoFicha formativa 1820 e o liberalismo correcao
Ficha formativa 1820 e o liberalismo correcao
 
Ficha formativa 1 HGP 6º ano
Ficha formativa 1 HGP 6º anoFicha formativa 1 HGP 6º ano
Ficha formativa 1 HGP 6º ano
 
As artes na atualidade
As artes na atualidadeAs artes na atualidade
As artes na atualidade
 

Último

Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
GisellySobral
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Kelly Mendes
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 

Último (20)

Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 

Escultura romana

  • 2. Escultura Misto das características gregas e etruscas na elaboração da escultura romana:  dos etruscos, a fidelidade dos traços da pessoa retratada
  • 4. Escultura  ►Misto das características gregas e etruscas na elaboração da escultura romana:  dos etruscos, a fidelidade dos traços da pessoa retratada  dos gregos, a beleza humana idealizada. Policleto, O Doríforo
  • 5. Escultura A preocupação da escultura romana era a de identificar com facilidade a figura retratada.  Formas: esculturas de corpo inteiro, bustos e relevos 
  • 7. Imagines maiorum Máscaras de cera dos seus mortos ilustres, que depois eram conservados nos altares de culto doméstico (os Penates) Estátua do patrício Barberini, 30 a.c.
  • 8.  Retrato normalmente em forma de busto  Reprodução fiel do modelo: características, defeitos, marcas do tempo, sentimentos
  • 10. Imperador Claudio Imperador Octavio Cesar a.c., o retrato sofreu a influência do ideal Por volta do século I Augusto helénico, sobretudo no retrato oficial
  • 11. Como o imperdor se tornava um deus após a sua morte, a sua representação tornou-se mais idealizada, mais divina, mas também mais grave, de modo a ser admirado e respeitado. Imperador Octavio Pormenor da estátua-retrato de Augusto como Pontífice Máximo Imperador Claudio Os retratos eram o reflexo do poder imperial e um elemento de unificação do território
  • 12. Retratos realistas Imperador Caracala Imperador Trajano A partir da época dos Flávios, os retratos tornaram-se mais realistas, acentuando-se o seu carácter fotográfico
  • 13. sécs. IV e V Constantino
  • 15. As estátuas equestres eram dedicadas aos imperadores e aos chefes políticos e tinham objetivos comemorativos e políticos. Caracterizam-se pelo realismo, enfatizando a descrição da personalidade sobretudo nos olhos e na expressão do olhar. Estátua equestre de Marco Aurélio, c. 176
  • 17. ALTO RELEVO Subordinado à arquitetura, teve fins ornamentais, comemorativos e narrativos ou históricos ( relatos da vida dos homens ou da História de Roma).
  • 18. Detalhe de cena de recrutamento militar do exército romano na Trajano Coluna de
  • 19. Estela funerária Altar Ara Pacis Sarcófago romano, século III Arco de Constantino
  • 20. Técnica de narração: cenas contínuas em que a figura principal se encontra repetida; as figuras secundárias são colocadas em planos mais recuados.
  • 21. Decoração dos sarcófagos: • Inicialmente apenas com um medalhão com o retrato do defunto; • Depois, exuberantemente decorados, com cenas mitológicas e representações da vida do morto
  • 22. Arca com decoração na face principal alusiva às quatro estações do ano, tendo gravado a meio do friso o retrato do tumulado, num medalhão sustentado por duas vitórias aladas, ladeadas pelos génios das estações.
  • 23. Nos extremos do friso há um pastor tocando flauta de Pan e dois jovens pisando uvas numa dorna.
  • 24. A peça exibe um valor escultórico de pendor clássico, com disposição das figuras em friso, perfiladas e trajando vestes à romana.
  • 25. Tem um sentido religioso, envolto em respeito pelo mistério da vida eterna: a evocação do culto de Baco (ou Dionísio para os gregos), através dos símbolos de vindimas e lagares, sugere os prazeres de uma vida além-túmulo.
  • 26. Altar Ara Pacis • Elementos gregos: meandros e bucrânios (1) em folhas de acanto; gosto pela idealização, proporção e perfeição • Elementos romanos:sentido descritivo e preocupação em individualizar as personagens (1) Motivo ornamental em forma de caveira bovina
  • 27. Grego Romano Estrutura Templos para glorificar os deuses Prédios cívicos (fórum, termas) em honra do Império Paredes De blocos de pedra Concreto e fachada ornamental Formas típicas Retângulos, linhas retas Círculos, linhas curvas Sistemas de suporte Pilar e lintel Arco redondo, abóbadas Estilo de coluna Dórica , Jônica, Coríntia Toscana e Compósita Escultura Deuses e deusas idealizados Seres humanos realísticos, autoridades idealizadas Pintura Figuras estilizadas flutuando no espaço Imagens realísticas com perspectiva Temas da arte Mitologia Líderes cívicos, triunfo militar