SlideShare uma empresa Scribd logo
AS COLUNAS B E J E SUAS POSIÇÕES CONFORME O RITO (*)
Nos Templos maçônicos há duas colunas, identificadas pelas letras B e J,
com variações quanto à posição, segundo o Rito praticado.
Por exemplo: no R∴E∴A∴A∴ (G∴O∴B∴), as duas colunas situam-se à entrada
do Templo, sendo J à direita de quem entra (Sul) e B à esquerda (Norte) -
com uma ressalva (feita no ritual de 1981): "a rigor, as colunas acima
referidas deveriam ficar no átrio, conservando a mesma disposição, isto é,
coluna J (Sul) à direita de quem entra e B (Norte) à esquerda" (admite,
pois, dois casos, colunas no interior ou fora do Templo). No Rito Moderno,
como no Adonhiramita e no Brasileiro, as colunas estão colocadas só no
interior do Templo, havendo diferença quanto ao posicionamento (no que
concerne ao R∴E∴A∴A∴), posto que, nos três Ritos mencionados (Moderno,
Adonhiramita e Brasileiro), B situa-se ao Sul (direita de quem entra), J ao
Norte (esquerda de quem entra). Há, também, diferenças quanto ao lugar
de assento de AAp.·. e de CComp.·., bem como quanto às posições dos
VVig.·. - ver quadro ilustrativo, a seguir.
Origens dessa inversão
No Século XVIII, os maçons franceses praticavam os mesmos rituais da
Grande Loja Unida da Inglaterra fundada em Londres, em 1717.
Contudo, em 1730, um renegado inglês Samuel Prichard – em dificuldades
financeiras, revelou os segredos dos graus e sinais maçônicos, publicando o
livro A Maçonaria Dissecada. Como defesa, a Grande Loja da Inglaterra
modificou SS.·. TT.·. e PP.·., invertendo-os, inclusive quanto às colunas.
Tais inversões foram adotadas também na França. Houve divergência na
Inglaterra. Em 1752, Laurence Dermott lideraria reação aos procedimentos
da Grande Loja originada em Londres, alegando, entre outros motivos, as
inversões de SS∴ , TT∴ E PP∴ (a Pal∴ Sag∴ de Ap∴ - por exemplo
passaram a ser de Comp∴ e vice-versa, como até hoje ainda ocorre em
alguns Ritos). Dermott e seus Irmãos diziam-se antigos, por seguirem às
antigas Constituições, atribuídas a Edwin, datadas de 926, quando aquele
Príncipe reunira os maçons em York.
Aos maçons com sede em Londres chamariam de modernos, por seguirem
às Constituições de Anderson, 1723 (ver Estudos Maçônicos sobre
Simbolismo, (N. Aslan, edição GOB, Rio, 1968, 206 pp. pag 129 e seg).
Procedida a união entre antigos e modernos na Inglaterra – Grande Loja
Unida (1813) - os rituais ingleses retomaram a forma dos antigos, gerando-
se, assim, as diferenças que hoje conhecemos, posto que, se os ingleses, ao
unirem-se, adotaram o rito antigo (York), os franceses prosseguiram
praticando as inversões do rito moderno (Londres). Isto se refletiria nos
Ritos Moderno (até na denominação do Rito), Adonhiramita e no próprio
R∴ E∴ A∴ A∴ (todos com origem francesa) e suas modificações. Disso não
escapou o Rito Brasileiro que nos graus simbólicos, sofreu influências dos
Ritos que, por mais de um século, o antecederam na formação.
Simbolismo das colunas B e J
A Enciclopédia de Franco Maçonaria de Albert Mackey contém interpretação
bastante aceitável. O Templo de Salomão serviu de paradigma simbólico à
Maçonaria. Nesse sentido a presença das colunas – tal como a descrição
do Velho Testamento (I Reis, VII: 15/25). Não possuíam, inicialmente,
qualquer conteúdo simbólico. A posteriori – por um complexo raciocínio de
hermenêutica (ao alcance apenas daqueles que dominam o hebraico),
vieram a ter - por efeito de seus nomes designativos (B∴ e J∴ ) – o
significado de "Em Ti está a força” (B) e “Ele (Deus) estabelecerá” (J). Para
coerência, devem ser observadas da direita para esquerda (como a ordem
da leitura em hebraico), J a direita direita e B à esquerda. Se no interior do
Templo, J ao Norte, B ao Sul (como se adota nos Ritos Moderno,
Adonhiramita e Brasileiro); se no átrio (como agora de admite no
R∴ E∴ A∴ A∴ /G∴ O∴ B∴ , J ao Sul, B ao Norte
Os ocultistas enriqueceriam o significado simbólico das colunas Be J em
Maçonaria, emprestando-lhes o sentido dos princípios feminino e masculino,
respectivamente, conforme conceitos adotados na arte dos alquimistas – ou
seja, feminino/passividade (à esquerda), masculino/atividade (à direita).
Daí toda a caracterização da Coluna B como feminina-passiva - nela se
assentando, em nosso Rito, aqueles Irmãos a quem se emprestam funções
passivas: AAp∴ , o Sec∴ . - tendo a Lua como símbolo - O Chanc∴ , o
Hosp∴ e o 2° Vig∴ (Coluna da Beleza). E da Coluna J, como detentora do
princípio masculino-ativo assento dos CComp∴ , do Orador (o Sol que
ativamente tudo ilumina), do Tes∴ e do 1° Vig∴ (Coluna da Força).
Outra Interpretação
Símbolos, sabe-se bem, admitem diversas interpretações. Assim, às
Colunas B e J empresta-se, também, o significado de marcos dos
solstícios ou marcos dos Trópicos de Câncer e Capricórnio, (o eixo
Oriente-Ocidente sendo o Equador Terrestre - o Templo uma
representação do Universo).
Dá-se como origem remota das colunas colocadas à entrada dos
templos - de todos os templos, em todas as épocas os marcos
dos antigos observadores (sacerdotes), que contemplavam o
horizonte (ver o parentesco etimológico entre tempo e contemplar),
assinalando o verão e o inverno.
Sabe-se, dias e noites, durante o ano, não têm a mesma duração: no
inverno, a noite é maior que o dia; no verão, menor. Assim, em
tempos remotos, os que observavam os astros, verificaram que o Sol,
em seu nascimento diário no Oriente, não surge sempre no mesmo
ponto: ora nasce mais à esquerda, ora mais à direita.
E colocaram duas colunas assinalando os limites dessa trajetória
anual do ponto de nascimento do Sol. Um desses limites é
justamente o solstício do inverno – ou seja, a maior noite do ano; o
outro é o solstício de verão – o maior dia do ano (o Sol mais tempo
iluminando). E mais, há simetria entre o nascer e o pôr do sol:
estando no Hemisfério Norte, contemplando o poente (nos Templos
Maçônicos as colunas encontram-se no Ocidente), o ponto que
assinala o solstício de inverno estará mais à esquerda, o de verão
mais à direita de um centro que assinala os equinócios da primavera
e do outono (eixo
do Templo), quando o dia têm Templo como representação do
Universo), é a Região Tropical, limitada, ao Norte, pelo Trópico de
Câncer (que corresponde à coluna J- verão, atividade), ao Sul, pelo
Trópico de Capricórnio (que corresponde à Coluna B, inverno,
passividade).
(*) Fonte: Jornal O SEMEADOR – Ano XXIII, Nº 29 (Jan/Fev/Mar-1992

Mais conteúdo relacionado

Último

Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Maurício Bratz
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
TathyLopes1
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 

Último (20)

Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 

Destaque

Skeleton Culture Code
Skeleton Culture CodeSkeleton Culture Code
Skeleton Culture Code
Skeleton Technologies
 
PEPSICO Presentation to CAGNY Conference Feb 2024
PEPSICO Presentation to CAGNY Conference Feb 2024PEPSICO Presentation to CAGNY Conference Feb 2024
PEPSICO Presentation to CAGNY Conference Feb 2024
Neil Kimberley
 
Content Methodology: A Best Practices Report (Webinar)
Content Methodology: A Best Practices Report (Webinar)Content Methodology: A Best Practices Report (Webinar)
Content Methodology: A Best Practices Report (Webinar)
contently
 
How to Prepare For a Successful Job Search for 2024
How to Prepare For a Successful Job Search for 2024How to Prepare For a Successful Job Search for 2024
How to Prepare For a Successful Job Search for 2024
Albert Qian
 
Social Media Marketing Trends 2024 // The Global Indie Insights
Social Media Marketing Trends 2024 // The Global Indie InsightsSocial Media Marketing Trends 2024 // The Global Indie Insights
Social Media Marketing Trends 2024 // The Global Indie Insights
Kurio // The Social Media Age(ncy)
 
Trends In Paid Search: Navigating The Digital Landscape In 2024
Trends In Paid Search: Navigating The Digital Landscape In 2024Trends In Paid Search: Navigating The Digital Landscape In 2024
Trends In Paid Search: Navigating The Digital Landscape In 2024
Search Engine Journal
 
5 Public speaking tips from TED - Visualized summary
5 Public speaking tips from TED - Visualized summary5 Public speaking tips from TED - Visualized summary
5 Public speaking tips from TED - Visualized summary
SpeakerHub
 
ChatGPT and the Future of Work - Clark Boyd
ChatGPT and the Future of Work - Clark Boyd ChatGPT and the Future of Work - Clark Boyd
ChatGPT and the Future of Work - Clark Boyd
Clark Boyd
 
Getting into the tech field. what next
Getting into the tech field. what next Getting into the tech field. what next
Getting into the tech field. what next
Tessa Mero
 
Google's Just Not That Into You: Understanding Core Updates & Search Intent
Google's Just Not That Into You: Understanding Core Updates & Search IntentGoogle's Just Not That Into You: Understanding Core Updates & Search Intent
Google's Just Not That Into You: Understanding Core Updates & Search Intent
Lily Ray
 
How to have difficult conversations
How to have difficult conversations How to have difficult conversations
How to have difficult conversations
Rajiv Jayarajah, MAppComm, ACC
 
Introduction to Data Science
Introduction to Data ScienceIntroduction to Data Science
Introduction to Data Science
Christy Abraham Joy
 
Time Management & Productivity - Best Practices
Time Management & Productivity -  Best PracticesTime Management & Productivity -  Best Practices
Time Management & Productivity - Best Practices
Vit Horky
 
The six step guide to practical project management
The six step guide to practical project managementThe six step guide to practical project management
The six step guide to practical project management
MindGenius
 
Beginners Guide to TikTok for Search - Rachel Pearson - We are Tilt __ Bright...
Beginners Guide to TikTok for Search - Rachel Pearson - We are Tilt __ Bright...Beginners Guide to TikTok for Search - Rachel Pearson - We are Tilt __ Bright...
Beginners Guide to TikTok for Search - Rachel Pearson - We are Tilt __ Bright...
RachelPearson36
 
Unlocking the Power of ChatGPT and AI in Testing - A Real-World Look, present...
Unlocking the Power of ChatGPT and AI in Testing - A Real-World Look, present...Unlocking the Power of ChatGPT and AI in Testing - A Real-World Look, present...
Unlocking the Power of ChatGPT and AI in Testing - A Real-World Look, present...
Applitools
 
12 Ways to Increase Your Influence at Work
12 Ways to Increase Your Influence at Work12 Ways to Increase Your Influence at Work
12 Ways to Increase Your Influence at Work
GetSmarter
 
ChatGPT webinar slides
ChatGPT webinar slidesChatGPT webinar slides
ChatGPT webinar slides
Alireza Esmikhani
 
More than Just Lines on a Map: Best Practices for U.S Bike Routes
More than Just Lines on a Map: Best Practices for U.S Bike RoutesMore than Just Lines on a Map: Best Practices for U.S Bike Routes
More than Just Lines on a Map: Best Practices for U.S Bike Routes
Project for Public Spaces & National Center for Biking and Walking
 
Ride the Storm: Navigating Through Unstable Periods / Katerina Rudko (Belka G...
Ride the Storm: Navigating Through Unstable Periods / Katerina Rudko (Belka G...Ride the Storm: Navigating Through Unstable Periods / Katerina Rudko (Belka G...
Ride the Storm: Navigating Through Unstable Periods / Katerina Rudko (Belka G...
DevGAMM Conference
 

Destaque (20)

Skeleton Culture Code
Skeleton Culture CodeSkeleton Culture Code
Skeleton Culture Code
 
PEPSICO Presentation to CAGNY Conference Feb 2024
PEPSICO Presentation to CAGNY Conference Feb 2024PEPSICO Presentation to CAGNY Conference Feb 2024
PEPSICO Presentation to CAGNY Conference Feb 2024
 
Content Methodology: A Best Practices Report (Webinar)
Content Methodology: A Best Practices Report (Webinar)Content Methodology: A Best Practices Report (Webinar)
Content Methodology: A Best Practices Report (Webinar)
 
How to Prepare For a Successful Job Search for 2024
How to Prepare For a Successful Job Search for 2024How to Prepare For a Successful Job Search for 2024
How to Prepare For a Successful Job Search for 2024
 
Social Media Marketing Trends 2024 // The Global Indie Insights
Social Media Marketing Trends 2024 // The Global Indie InsightsSocial Media Marketing Trends 2024 // The Global Indie Insights
Social Media Marketing Trends 2024 // The Global Indie Insights
 
Trends In Paid Search: Navigating The Digital Landscape In 2024
Trends In Paid Search: Navigating The Digital Landscape In 2024Trends In Paid Search: Navigating The Digital Landscape In 2024
Trends In Paid Search: Navigating The Digital Landscape In 2024
 
5 Public speaking tips from TED - Visualized summary
5 Public speaking tips from TED - Visualized summary5 Public speaking tips from TED - Visualized summary
5 Public speaking tips from TED - Visualized summary
 
ChatGPT and the Future of Work - Clark Boyd
ChatGPT and the Future of Work - Clark Boyd ChatGPT and the Future of Work - Clark Boyd
ChatGPT and the Future of Work - Clark Boyd
 
Getting into the tech field. what next
Getting into the tech field. what next Getting into the tech field. what next
Getting into the tech field. what next
 
Google's Just Not That Into You: Understanding Core Updates & Search Intent
Google's Just Not That Into You: Understanding Core Updates & Search IntentGoogle's Just Not That Into You: Understanding Core Updates & Search Intent
Google's Just Not That Into You: Understanding Core Updates & Search Intent
 
How to have difficult conversations
How to have difficult conversations How to have difficult conversations
How to have difficult conversations
 
Introduction to Data Science
Introduction to Data ScienceIntroduction to Data Science
Introduction to Data Science
 
Time Management & Productivity - Best Practices
Time Management & Productivity -  Best PracticesTime Management & Productivity -  Best Practices
Time Management & Productivity - Best Practices
 
The six step guide to practical project management
The six step guide to practical project managementThe six step guide to practical project management
The six step guide to practical project management
 
Beginners Guide to TikTok for Search - Rachel Pearson - We are Tilt __ Bright...
Beginners Guide to TikTok for Search - Rachel Pearson - We are Tilt __ Bright...Beginners Guide to TikTok for Search - Rachel Pearson - We are Tilt __ Bright...
Beginners Guide to TikTok for Search - Rachel Pearson - We are Tilt __ Bright...
 
Unlocking the Power of ChatGPT and AI in Testing - A Real-World Look, present...
Unlocking the Power of ChatGPT and AI in Testing - A Real-World Look, present...Unlocking the Power of ChatGPT and AI in Testing - A Real-World Look, present...
Unlocking the Power of ChatGPT and AI in Testing - A Real-World Look, present...
 
12 Ways to Increase Your Influence at Work
12 Ways to Increase Your Influence at Work12 Ways to Increase Your Influence at Work
12 Ways to Increase Your Influence at Work
 
ChatGPT webinar slides
ChatGPT webinar slidesChatGPT webinar slides
ChatGPT webinar slides
 
More than Just Lines on a Map: Best Practices for U.S Bike Routes
More than Just Lines on a Map: Best Practices for U.S Bike RoutesMore than Just Lines on a Map: Best Practices for U.S Bike Routes
More than Just Lines on a Map: Best Practices for U.S Bike Routes
 
Ride the Storm: Navigating Through Unstable Periods / Katerina Rudko (Belka G...
Ride the Storm: Navigating Through Unstable Periods / Katerina Rudko (Belka G...Ride the Storm: Navigating Through Unstable Periods / Katerina Rudko (Belka G...
Ride the Storm: Navigating Through Unstable Periods / Katerina Rudko (Belka G...
 

AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf

  • 1. AS COLUNAS B E J E SUAS POSIÇÕES CONFORME O RITO (*) Nos Templos maçônicos há duas colunas, identificadas pelas letras B e J, com variações quanto à posição, segundo o Rito praticado. Por exemplo: no R∴E∴A∴A∴ (G∴O∴B∴), as duas colunas situam-se à entrada do Templo, sendo J à direita de quem entra (Sul) e B à esquerda (Norte) - com uma ressalva (feita no ritual de 1981): "a rigor, as colunas acima referidas deveriam ficar no átrio, conservando a mesma disposição, isto é, coluna J (Sul) à direita de quem entra e B (Norte) à esquerda" (admite, pois, dois casos, colunas no interior ou fora do Templo). No Rito Moderno, como no Adonhiramita e no Brasileiro, as colunas estão colocadas só no interior do Templo, havendo diferença quanto ao posicionamento (no que concerne ao R∴E∴A∴A∴), posto que, nos três Ritos mencionados (Moderno, Adonhiramita e Brasileiro), B situa-se ao Sul (direita de quem entra), J ao Norte (esquerda de quem entra). Há, também, diferenças quanto ao lugar de assento de AAp.·. e de CComp.·., bem como quanto às posições dos VVig.·. - ver quadro ilustrativo, a seguir. Origens dessa inversão No Século XVIII, os maçons franceses praticavam os mesmos rituais da Grande Loja Unida da Inglaterra fundada em Londres, em 1717. Contudo, em 1730, um renegado inglês Samuel Prichard – em dificuldades financeiras, revelou os segredos dos graus e sinais maçônicos, publicando o livro A Maçonaria Dissecada. Como defesa, a Grande Loja da Inglaterra modificou SS.·. TT.·. e PP.·., invertendo-os, inclusive quanto às colunas. Tais inversões foram adotadas também na França. Houve divergência na Inglaterra. Em 1752, Laurence Dermott lideraria reação aos procedimentos da Grande Loja originada em Londres, alegando, entre outros motivos, as inversões de SS∴ , TT∴ E PP∴ (a Pal∴ Sag∴ de Ap∴ - por exemplo passaram a ser de Comp∴ e vice-versa, como até hoje ainda ocorre em alguns Ritos). Dermott e seus Irmãos diziam-se antigos, por seguirem às antigas Constituições, atribuídas a Edwin, datadas de 926, quando aquele Príncipe reunira os maçons em York.
  • 2. Aos maçons com sede em Londres chamariam de modernos, por seguirem às Constituições de Anderson, 1723 (ver Estudos Maçônicos sobre Simbolismo, (N. Aslan, edição GOB, Rio, 1968, 206 pp. pag 129 e seg). Procedida a união entre antigos e modernos na Inglaterra – Grande Loja Unida (1813) - os rituais ingleses retomaram a forma dos antigos, gerando- se, assim, as diferenças que hoje conhecemos, posto que, se os ingleses, ao unirem-se, adotaram o rito antigo (York), os franceses prosseguiram praticando as inversões do rito moderno (Londres). Isto se refletiria nos Ritos Moderno (até na denominação do Rito), Adonhiramita e no próprio R∴ E∴ A∴ A∴ (todos com origem francesa) e suas modificações. Disso não escapou o Rito Brasileiro que nos graus simbólicos, sofreu influências dos Ritos que, por mais de um século, o antecederam na formação. Simbolismo das colunas B e J A Enciclopédia de Franco Maçonaria de Albert Mackey contém interpretação bastante aceitável. O Templo de Salomão serviu de paradigma simbólico à Maçonaria. Nesse sentido a presença das colunas – tal como a descrição do Velho Testamento (I Reis, VII: 15/25). Não possuíam, inicialmente, qualquer conteúdo simbólico. A posteriori – por um complexo raciocínio de hermenêutica (ao alcance apenas daqueles que dominam o hebraico), vieram a ter - por efeito de seus nomes designativos (B∴ e J∴ ) – o significado de "Em Ti está a força” (B) e “Ele (Deus) estabelecerá” (J). Para coerência, devem ser observadas da direita para esquerda (como a ordem da leitura em hebraico), J a direita direita e B à esquerda. Se no interior do Templo, J ao Norte, B ao Sul (como se adota nos Ritos Moderno, Adonhiramita e Brasileiro); se no átrio (como agora de admite no R∴ E∴ A∴ A∴ /G∴ O∴ B∴ , J ao Sul, B ao Norte Os ocultistas enriqueceriam o significado simbólico das colunas Be J em Maçonaria, emprestando-lhes o sentido dos princípios feminino e masculino, respectivamente, conforme conceitos adotados na arte dos alquimistas – ou seja, feminino/passividade (à esquerda), masculino/atividade (à direita). Daí toda a caracterização da Coluna B como feminina-passiva - nela se assentando, em nosso Rito, aqueles Irmãos a quem se emprestam funções passivas: AAp∴ , o Sec∴ . - tendo a Lua como símbolo - O Chanc∴ , o Hosp∴ e o 2° Vig∴ (Coluna da Beleza). E da Coluna J, como detentora do princípio masculino-ativo assento dos CComp∴ , do Orador (o Sol que ativamente tudo ilumina), do Tes∴ e do 1° Vig∴ (Coluna da Força). Outra Interpretação Símbolos, sabe-se bem, admitem diversas interpretações. Assim, às Colunas B e J empresta-se, também, o significado de marcos dos solstícios ou marcos dos Trópicos de Câncer e Capricórnio, (o eixo Oriente-Ocidente sendo o Equador Terrestre - o Templo uma representação do Universo). Dá-se como origem remota das colunas colocadas à entrada dos
  • 3. templos - de todos os templos, em todas as épocas os marcos dos antigos observadores (sacerdotes), que contemplavam o horizonte (ver o parentesco etimológico entre tempo e contemplar), assinalando o verão e o inverno. Sabe-se, dias e noites, durante o ano, não têm a mesma duração: no inverno, a noite é maior que o dia; no verão, menor. Assim, em tempos remotos, os que observavam os astros, verificaram que o Sol, em seu nascimento diário no Oriente, não surge sempre no mesmo ponto: ora nasce mais à esquerda, ora mais à direita. E colocaram duas colunas assinalando os limites dessa trajetória anual do ponto de nascimento do Sol. Um desses limites é justamente o solstício do inverno – ou seja, a maior noite do ano; o outro é o solstício de verão – o maior dia do ano (o Sol mais tempo iluminando). E mais, há simetria entre o nascer e o pôr do sol: estando no Hemisfério Norte, contemplando o poente (nos Templos Maçônicos as colunas encontram-se no Ocidente), o ponto que assinala o solstício de inverno estará mais à esquerda, o de verão mais à direita de um centro que assinala os equinócios da primavera e do outono (eixo do Templo), quando o dia têm Templo como representação do Universo), é a Região Tropical, limitada, ao Norte, pelo Trópico de Câncer (que corresponde à coluna J- verão, atividade), ao Sul, pelo Trópico de Capricórnio (que corresponde à Coluna B, inverno, passividade). (*) Fonte: Jornal O SEMEADOR – Ano XXIII, Nº 29 (Jan/Fev/Mar-1992