SlideShare uma empresa Scribd logo
Gabarito 24/05 
Turma 1 
1. Calcule a soma dos termos de cada uma das seguintes PG: 
a) (5, 1, 1/5,...) 
O fato do enunciado não explicitar a quantidade de termos dessa PG faz com que 
consideremos ela como infinita. 
A fórmula da soma de infinitos termos de uma progressão geométrica funciona 
apenas quando a razão q é maior que -1 e menor que 1, ou seja, -1 < q < 1. Assim, 
devemos verificar se a razão obedece a esse critério e, com as informações do 
enunciado e tendo conhecimento da fórmula, podemos chegar á soma desejada. 
Observando a sequência, vemos que 5 é o primeriro termo e 1 é o segundo, o que 
nos leva a perceber que 1 é o produto de 5 pela razão, então: 
5.q= 1 
q= 1/5= 0,2 
Como -1<0,2<1, podemos aplicar a fórmula: 
Sn= a1/(1-q)= 5/(1-1/5)= 5/(5/5 - 1/5)= 5/(4/5)= 5/0,8= 6,25 
Concluímos que a soma dos termos resulta em 6,25. 
b) (20, 10, 5,...) 
Devemos resolver do mesmo modo que o exercício anterior, verificando se a razão 
obedece ao critério e aplicando a fórmula, para encontrar a soma dos termos dessa 
PG. 
20.q= 10 
q= 10/20 
q= 1/2 
q= 0,5 
Como -1<0,5<1, podemos aplicar a fórmula: 
Sn= a1/(1-q)= 20/(1-1/2)= 20/(1/2)= 20/0,5= 40 
Concluímos que a soma dos termos resulta em 40. 
2-Obtenha a fração geratriz das seguintes dísimas periódicas: 
a)0,999...=9/9=1 
b)0,25151...=251-2/990=249:3/990:3=83/330 
c)0,42333...=423-42/900=381:3/900:3=127/300 
3)A soma dos termos da sequência infinita (a, a/3, a/9, ...) é:
a1=a 
q=a/3:a=a/3.1/a=a/3a=1/3 
s=a1 / (1-q) 
s=a / 1-1/3 
s=a / 2/3 
s=a . 3/2 
s=3a/2 
4. A soma dos termos de ordem ímpar de uma PG infinita é 20 e a soma dos termos 
da ordem par é 10. O 3° termo dessa PG é: 
(X ) a- 15/4 
( ) b- 5 
( ) c- 11/2 
( ) d- 4 
( ) e- 13/2 
Inicialmente devemos fazer uma observação sobre os termos de uma PG: 
a1 
a2= a1 . q 
a3= a1 . q² 
a4= a1 . q^3 
a5= a1 . q^4 
a6= a1 . q^5 
... 
Podemos dizer que os termos de ordem ímpar formarão uma PG infinita separada, onde o 
primeiro termo é a1 (primeiro termo de ordem ímpar) e razão passa a ser q², pois não 
estamos considerando como termo dessa nova PG os termos de ordem par (em roxo) que 
ficam entre os ímpares. 
Dessa forma, podemos escrever a fórmula da soma de infinitos termos ímpares e a igualar 
ao valor dado pelo enunciado, lembrando que a razão q deve ser substituída pela razão 
q² que acabamos de encontrar: 
Sn= a1/(1-q) 
a1/(1-q²)= 20 
O mesmo pode ser feito dos termos de ordem par, pois eles também formam uma PG 
infinita de razão q². Mas, diferentemente dos termos de ordem ímpar, o primeito termo 
desta sequência será a1.q, que é onde começa a sequência par.
Então, realizamos o mesmo procedimento, substituíndo os valores correspondentes: 
Sn= a1/(1-q) 
a1.q/(1-q²)= 10 
Sendo a soma dos termos de ordem ímpar 20 e a soma dos termos de ordem par 
10, a soma de todos os termos da PG é 30 (20 + 10). Assim, podemos igualar 30 á 
soma das fórmulas da soma dos termos de ordem ímpar e de ordem par e seguir 
simplificando: 
a1/(1-q²) + a1.q/(1-q²)= 30 
(a1 + a1.q)/(1-q²)= 30 
Na tentativa de encontrar o valor de uma das incógnitas, isolamos a1, colocando-o em 
função de q: 
(a1 + a1.q)/(1-q²)= 30 
a1 + a1.q= 30.(1-q²) 
a1.(1 + q)= 30 - 30.q² 
a1= (30-30q²)/(1 + q) 
a1= [(1-q)(1+q).30]/(1 + q) 
a1= (1-q).30 
Agora que temos o valor de a1 em função de q, podemos substituir este valor na fórmula 
da soma dos termos de ordem ímpar e simplificar até encontrar o valor numérico de q: 
a1/(1-q²)= 20 
(1-q).30/(1-q²)= 20 
(1-q).30/(1-q)(1+q)= 20 
30/(1+q)= 20 
30= 20(1+q) 
30= 20 + 20.q 
20.q= 30-20 
20q= 10 
q= 10/20 
q=1/2 
Tendo o valor numérico de q, podemos encontrar o valor numérico de a1, que 
estava em função de q: 
a1= (1-q).30 
a1= (1-1/2).30 
a1= 1/2 . 30 
a1= 15 
Finalmente encontramos os valores de q e a1, podendo agora definir o terceiro termo da 
PG, que é o que o enunciado pede: 
a1= 15 
a2= a1 . q= 15.1/2= 15/2
a3= a1 .q²= 15. 1/4= 15/4 
Concluímos que o valor do terceiro termo dessa PG é 15/4, alternativa a. 
5. A solução da equação x + x/3 + x/9 + x/27 + ...= 60 é: 
( ) a- 37 
(X ) b- 40 
( ) c- 44 
( ) d- 50 
( ) e- 51 
Inicialmente devemos encontrar a razão q dessa PG. Sabendo que o segundo termo é o 
produto do primeiro termo pela razão, montamos a seguinte igualdade: 
q. x= x/3 
q= (x/3)/x 
q= x/3x 
q= 1/3 
Sendo 1/3 a razão, podemos utilizar a fórmula da soma de infinitos termos, pois -1 
< 1/3 < 1. Assim, substituímos os valores correspondentes á essa sequência na 
fórmula: 
Sn= a1/(1-q)= x/(1-1/3)= x/(3/3-1/3)= x/(2/3)= 3x/2 
Dessa forma, encontramos que o resultado da soma de todos os termos dessa PG é 
3x/2. Então, podemos igualar esse valor ao resultado dado pelo enunciado, 
simplificando até encontrar o valor numérico de x: 
3x/2= 60 
3x= 60.2 
3x= 120 
x= 120/3 
x= 40 
Concluímos que o valor de x é 40, alternativa b. 
Turma 2 
2-)Complete calculando mentalmente: 
a) 10% de 480 = 480 : 10 = 48 
b) 5% de 480 = 480 : 20 = 24 
c) 15% de 480 = 10% + 5% de 480 = 48 + 24 = 72
d) 25% de 800 = 800 : 4 = 200 
e) 75% de 800 = ( 800 : 4 ) . 3 = 600 
3) Dois números satisfazem esta condição: seu quadrado menos seus dois terços resulta em 
7. Um desses números é: 
X² - 
2 
3 
푥 = 7 
X².3 – 
2 
3 
푥 .3 = 7 . 3 
3x² - 2x = 21 
3x² - 2x -21 = 0 
A= 3 
B= -2 
C= -21 
X= 
−(−ퟐ)±√((−ퟐ)ퟐ −ퟒ.ퟑ.(−ퟐퟏ)) 
ퟐ.ퟑ 
ퟐ±√(ퟒ+ퟐퟓퟐ) 
X= 
ퟔ 
ퟐ±√ퟐퟓퟔ 
X= 
ퟔ 
X= 
ퟐ±ퟏퟔ 
ퟔ 
S={3;− ퟕ 
ퟑ 
} 
Resposta: múltiplo de três (alternativa C) 
4)No Estatuto da Criança e do Adolescente, em seu artigo 60, encontramos o 
seguinte: “É proibido qualquer trabalho a menores de catorze anos de idade,
salvo na condição de aprendiz”. Sempre bem informado e consciente de seus 
deveres de cidadão, o Sr. Dorival denunciou ao Conselho Tutelar de sua cidade 
que determinada fábrica estava utilizando crianças como operários. O Conselho 
procurou apurar os fatos. Chegando à fabrica, soube que nela estão 
trabalhando rapazes e meninos, sendo que o grupo de rapazes recebe R$ 54,00 
por dia e mesmo valor é pago ao grupo de meninos. Também soube que cada 
rapaz recebe R$ 1,20 a mais por dia que cada menino e que há 12 meninos a 
mais que rapazes. Curiosamente ninguém quis lhe dizer quantos meninos 
trabalhavam lá, mas, com as informações obtidas, é possível descobrir. O 
número de meninos é: 
a) 24 
b) 30 
c) 36 
d) 49 
e) 51 
Resolução 
Primeiro encontramos todas as multiplicações resultantes em 54: 
1.54 2.27 3.18 6.9 
Como há 12 meninos à mais que rapazes, pegamos todas as alternativas e 
subtraímos 12: 
24-12=12 30-12=18 36-12=24 49-12=37 51-12=39 
Com os resultados obtidos, verificamos qual deles é um divisor de 54, que é o 
18. Agora verificamos se a alternativa correta é a B: 
18 rapazes recebem R$54,00 , ou R$ 3,00 cada um. 
30 meninos recebem R$54,00 ou R$1,80 cada um, recebendo R$ 1,20 a menos 
que cada rapaz. 
A alternativa correta é a B)30 meninos 
Turma 3 
1) Escreva a expressão algébrica correspondente a: a) Quinze por cento de uma 
quantia x. b) Dois terços de um úmero x. c) O preço de x sorvetes, cada um dos 
quais custa R$ 1,20. d) O dobro do número x, somando com 7. e) O dobro da 
soma de x com 7. f) O perímetro de um retângulo de lados medindo x e y. 
.a) 15/100.x = 0,15x 
b) 2/3.x
c) 1,20.x 
d) 2.x+7 
e) 2.(x+7) 
f) x+x+y+y = 2x + 2y 
2- Existe algum polígono regular cujos ângulos internos medem 160° cada um?Se 
existe,quantos lados ele tem? 
(18-2).180 = 2880/18= 160° 
Sim existe,é um polígono de 18 lados que se chama octodecagono. 
3- Calcule a média aproximada das notas de Matemática de certa turma, de acordo 
com a tabela: 
a) 6,85 
b) 7,05 
c) 7,20 
d) 7,65 
e) 8,15 
.A resposta certa é a letra B pois para saber a média, devemos somar a nota de cada 
aluno e por fim, dividir o resultado com a quantidade de alunos. A conta é: 
4,0+4,0+5,0+5,0+6,0+6,0+6,0+6,0+6,0+6,0+6,0+6,0+7,0+7,0+7,0+7,0+7,0+7,0+7,0 
+7,0+8,0+8,0+8,0+8,0+8,0+8,0+8,0+8,0+8,0+8,0+9,0+9,0+10,0+10,0= 240. Por fim, 
vemos quantos alunos tem para depois dividir: 2+2+8+8+10+2+2= 34. Agora 
fazemos 240:34= 7,05... 
Responder, Responder a todos ou Encaminhar | Mais
4)responda aqui 
a ) A 
X ) B 
c ) C 
d ) D 
e ) E 
3x/5 - x-1/2 - 2/1 = 6x/10 - 5x-5/10 - 20/10 = 6x-5x-5-20/10 = x+25/10 ( Primeiro 
eu organizei as equações, depois eu igualei todas, em seguida em juntei todas e fiz a 
conta 6x-5x-5-20 que deu o resultado) 
5)Se quisermos fatorar a expressão 8a³x³ +12a^5x - 20a^4x³ , o fator mais 
adequado para colocar em evidência é: 
a) 4a^4 
b)a³x² 
c)4a³x 
d)2a³x² 
e)2ax² 
Em todos os números o maior múltiplo comum é o 4 , colocamos o 4 em evidência , 
e depois colocamos a letra comum em todos os termos com menor expoente que 
é a e x , ficando então 4a³x. 
Resposta certa: C . 
Turma 5 
1)Clique apenas nas afirmações verdadeiras: 
o a) Todo número natural que termina em 0 (como 260, 40, 700 
ou 47890) é divisível por 2 e também por 5. 
Resolução: Todo número terminado em 0 é par, logo, todo número par 
é divisível por 2. Todo número terminado em 0 é uma dezena (em 
exceção ao próprio 0), e toda dezena é divisível por 5. 
o b) Todo número divisível por 7 termina em 7. 
o c) Existem números divisíveis por 7 que terminam em 7. 
Resolução:
O próprio número 7 é terminado em 7 e é divisível por 7. 
o d) Um número natural que termina em 3 nunca é divisível por 
5. 
Resolução: O número 5 só é divisível por número terminados em 5 e 0. 
o e) Todo número divisível por 5 é também divisível por 2. 
o f) Um número divisível por 5 pode ser divisível por 2. 
Redolução: Os números divisíveis por 5 terminado em 0 podem ser 
divisíveis por 2. 
o g) Todo número divisível por 5 é também divisível por 10. 
o h) Todo número divisível por 10 é também divisível por 5. 
Resolução: todo número divisível por 10 é terminado em 0, logo, é 
divisível por 5. 
2)Um quarto de um queijo custa R$ 2,00. Dê o preço: a) de ¾ desse queijo; b) 
de 4/4 do queijo; c) do queijo todo. * 
A)3/4 do queijo vai custar R$6,00. 
B)4/4 do queijo vai custar R$8,00. 
C)o queijo inteiro vai custar R$8,00. 
3)O número 13 é número primo porque tem apenas dois divisores, que são 1 e 
13. Entre 20 e 30, quantos são os números primos? * 
o a) 2 
o b) 3 
o c) 4 
o d) 5 
o a) 2 
Resolução: 
20 = 1, 20, 4, 5, 10, 2 25= 1, 25, 5 
21= 1, 21, 7, 3 26= 1, 26, 2, 13 
22= 1, 22, 11, 2 27= 1, 27, 3, 9 
23= 1, 23 28= 1, 28, 7, 4, 14, 2 
24= 1, 24, 6, 4, 8, 3 , 2, 12 29= 1, 29 
30= 1, 30, 10, 3, 15, 2 
4)45% de uma quantia de 300 reais correspondem a: * 
o a) R$ 45,00 
o b) R$ 90,00 
o c) R$ 130,00
o d) R$ 135,00 
Resolução: 
45x300= 13500 
13500/100= 135 
5)Escrevendo-se, com algarismos, uma unidade e quarenta e cinco milésimos, 
obtém-se: * 
o a) 1,45 
o b)0,145 
o c)1,045 
o d)1,45000

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Revisao udesc
Revisao udescRevisao udesc
Revisao udesc
slidericardinho
 
Teoria do números - Classificações especiais
Teoria do números - Classificações especiaisTeoria do números - Classificações especiais
Teoria do números - Classificações especiais
Romulo Garcia
 
Prova de Matemática fuzileiro naval 2011
Prova de Matemática fuzileiro naval 2011Prova de Matemática fuzileiro naval 2011
Prova de Matemática fuzileiro naval 2011
thieresaulas
 
Resolução Petrobras 2018 - Engenheiro de Petróleo
Resolução Petrobras 2018 - Engenheiro de PetróleoResolução Petrobras 2018 - Engenheiro de Petróleo
Resolução Petrobras 2018 - Engenheiro de Petróleo
Victor Sousa e Silva
 
Apostiladefracao001 111128060034-phpapp01
Apostiladefracao001 111128060034-phpapp01Apostiladefracao001 111128060034-phpapp01
Apostiladefracao001 111128060034-phpapp01
Roberio Figueiredo
 
Trigonometria
TrigonometriaTrigonometria
Trigonometria
Isabella Silva
 
Cesgranrio transpetro resolvida
Cesgranrio transpetro resolvidaCesgranrio transpetro resolvida
Cesgranrio transpetro resolvida
Arthur Lima
 
Matematica 2015
Matematica 2015Matematica 2015
Matematica 2015
Eduardo Araujo
 
Prova Resolvida - Bombeiros/DF
Prova Resolvida - Bombeiros/DFProva Resolvida - Bombeiros/DF
Prova Resolvida - Bombeiros/DF
Arthur Lima
 
Matemática
MatemáticaMatemática
Matemática
Edlas Junior
 
Aplicações da Congruência Linear
Aplicações da Congruência LinearAplicações da Congruência Linear
Aplicações da Congruência Linear
eellzziimmaarr
 
Teoria elementar dos numeros
Teoria elementar dos numerosTeoria elementar dos numeros
Teoria elementar dos numeros
lealtran
 
Polinomios
PolinomiosPolinomios
Polinomios
Agostinho Samuel
 
08032014
0803201408032014
Matematica raciocinio logico
Matematica raciocinio logicoMatematica raciocinio logico
Matematica raciocinio logico
con_seguir
 
Cn2008 2009
Cn2008 2009Cn2008 2009
Cn2008 2009
2marrow
 
Mat exercicios resolvidos
Mat exercicios resolvidosMat exercicios resolvidos
Mat exercicios resolvidos
comentada
 
Cesgranrio petrobras final
Cesgranrio   petrobras finalCesgranrio   petrobras final
Cesgranrio petrobras final
Arthur Lima
 
Matematica
MatematicaMatematica
Matematica
Cleuvânia Dias
 
EquaçõEs De 2º Grau,Sistema E Problema Autor Antonio Carlos
EquaçõEs De 2º Grau,Sistema E Problema Autor Antonio CarlosEquaçõEs De 2º Grau,Sistema E Problema Autor Antonio Carlos
EquaçõEs De 2º Grau,Sistema E Problema Autor Antonio Carlos
Antonio Carneiro
 

Mais procurados (20)

Revisao udesc
Revisao udescRevisao udesc
Revisao udesc
 
Teoria do números - Classificações especiais
Teoria do números - Classificações especiaisTeoria do números - Classificações especiais
Teoria do números - Classificações especiais
 
Prova de Matemática fuzileiro naval 2011
Prova de Matemática fuzileiro naval 2011Prova de Matemática fuzileiro naval 2011
Prova de Matemática fuzileiro naval 2011
 
Resolução Petrobras 2018 - Engenheiro de Petróleo
Resolução Petrobras 2018 - Engenheiro de PetróleoResolução Petrobras 2018 - Engenheiro de Petróleo
Resolução Petrobras 2018 - Engenheiro de Petróleo
 
Apostiladefracao001 111128060034-phpapp01
Apostiladefracao001 111128060034-phpapp01Apostiladefracao001 111128060034-phpapp01
Apostiladefracao001 111128060034-phpapp01
 
Trigonometria
TrigonometriaTrigonometria
Trigonometria
 
Cesgranrio transpetro resolvida
Cesgranrio transpetro resolvidaCesgranrio transpetro resolvida
Cesgranrio transpetro resolvida
 
Matematica 2015
Matematica 2015Matematica 2015
Matematica 2015
 
Prova Resolvida - Bombeiros/DF
Prova Resolvida - Bombeiros/DFProva Resolvida - Bombeiros/DF
Prova Resolvida - Bombeiros/DF
 
Matemática
MatemáticaMatemática
Matemática
 
Aplicações da Congruência Linear
Aplicações da Congruência LinearAplicações da Congruência Linear
Aplicações da Congruência Linear
 
Teoria elementar dos numeros
Teoria elementar dos numerosTeoria elementar dos numeros
Teoria elementar dos numeros
 
Polinomios
PolinomiosPolinomios
Polinomios
 
08032014
0803201408032014
08032014
 
Matematica raciocinio logico
Matematica raciocinio logicoMatematica raciocinio logico
Matematica raciocinio logico
 
Cn2008 2009
Cn2008 2009Cn2008 2009
Cn2008 2009
 
Mat exercicios resolvidos
Mat exercicios resolvidosMat exercicios resolvidos
Mat exercicios resolvidos
 
Cesgranrio petrobras final
Cesgranrio   petrobras finalCesgranrio   petrobras final
Cesgranrio petrobras final
 
Matematica
MatematicaMatematica
Matematica
 
EquaçõEs De 2º Grau,Sistema E Problema Autor Antonio Carlos
EquaçõEs De 2º Grau,Sistema E Problema Autor Antonio CarlosEquaçõEs De 2º Grau,Sistema E Problema Autor Antonio Carlos
EquaçõEs De 2º Grau,Sistema E Problema Autor Antonio Carlos
 

Semelhante a 24052014

P.a. e p.g.
P.a. e p.g.P.a. e p.g.
P.a. e p.g.
Nathan Medeiros
 
19042014
1904201419042014
12042014
1204201412042014
22022014
2202201422022014
Sf1n3 2018
Sf1n3 2018Sf1n3 2018
Sf1n3 2018
DiedNuenf
 
22032014
2203201422032014
Progressão aritmética-prof-dalbello
Progressão aritmética-prof-dalbelloProgressão aritmética-prof-dalbello
Progressão aritmética-prof-dalbello
Secretaria de educação de Magé
 
OBMEP 3 2013
OBMEP 3  2013OBMEP 3  2013
OBMEP 3 2013
Marcelino Jose
 
PDF PA e PG.pptx
PDF PA e PG.pptxPDF PA e PG.pptx
PDF PA e PG.pptx
RonaldoAlves153492
 
Exercicio de progresssao aritimetica
Exercicio de progresssao aritimeticaExercicio de progresssao aritimetica
Exercicio de progresssao aritimetica
Luiz Carlos Silva
 
01022014
0102201401022014
Razão e proporção
Razão e proporçãoRazão e proporção
Razão e proporção
walissongbs
 
15032014
1503201415032014
Polícia científica pr ibfc 2017
Polícia científica pr ibfc  2017Polícia científica pr ibfc  2017
Polícia científica pr ibfc 2017
Arthur Lima
 
15022014
1502201415022014
Sf1n2 2013 gabarito
Sf1n2 2013 gabaritoSf1n2 2013 gabarito
Sf1n2 2013 gabarito
edmildo
 
Sf1n2 2013
Sf1n2 2013Sf1n2 2013
Sf1n2 2013
Mariza Roberto
 
Obmep2 2
Obmep2 2Obmep2 2
Obmep2 2
Gabriel Robert
 
01022014
0102201401022014
OBMEP 2 2013
OBMEP 2  2013OBMEP 2  2013
OBMEP 2 2013
Marcelino Jose
 

Semelhante a 24052014 (20)

P.a. e p.g.
P.a. e p.g.P.a. e p.g.
P.a. e p.g.
 
19042014
1904201419042014
19042014
 
12042014
1204201412042014
12042014
 
22022014
2202201422022014
22022014
 
Sf1n3 2018
Sf1n3 2018Sf1n3 2018
Sf1n3 2018
 
22032014
2203201422032014
22032014
 
Progressão aritmética-prof-dalbello
Progressão aritmética-prof-dalbelloProgressão aritmética-prof-dalbello
Progressão aritmética-prof-dalbello
 
OBMEP 3 2013
OBMEP 3  2013OBMEP 3  2013
OBMEP 3 2013
 
PDF PA e PG.pptx
PDF PA e PG.pptxPDF PA e PG.pptx
PDF PA e PG.pptx
 
Exercicio de progresssao aritimetica
Exercicio de progresssao aritimeticaExercicio de progresssao aritimetica
Exercicio de progresssao aritimetica
 
01022014
0102201401022014
01022014
 
Razão e proporção
Razão e proporçãoRazão e proporção
Razão e proporção
 
15032014
1503201415032014
15032014
 
Polícia científica pr ibfc 2017
Polícia científica pr ibfc  2017Polícia científica pr ibfc  2017
Polícia científica pr ibfc 2017
 
15022014
1502201415022014
15022014
 
Sf1n2 2013 gabarito
Sf1n2 2013 gabaritoSf1n2 2013 gabarito
Sf1n2 2013 gabarito
 
Sf1n2 2013
Sf1n2 2013Sf1n2 2013
Sf1n2 2013
 
Obmep2 2
Obmep2 2Obmep2 2
Obmep2 2
 
01022014
0102201401022014
01022014
 
OBMEP 2 2013
OBMEP 2  2013OBMEP 2  2013
OBMEP 2 2013
 

Mais de Juliana Malta de Sousa

03052014
0305201403052014
2º trabalho das 8ªs
2º trabalho das 8ªs2º trabalho das 8ªs
2º trabalho das 8ªs
Juliana Malta de Sousa
 
2º e 3ºtrabalhos
2º e 3ºtrabalhos2º e 3ºtrabalhos
2º e 3ºtrabalhos
Juliana Malta de Sousa
 
1 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 81 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 8
Juliana Malta de Sousa
 
1 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 81 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 8
Juliana Malta de Sousa
 
1 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 81 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 8
Juliana Malta de Sousa
 
1 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 81 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 8
Juliana Malta de Sousa
 
29032014
2903201429032014
01032014
0103201401032014
01032014
0103201401032014
08022014
0802201408022014
25012014
2501201425012014
Fração geratriz teoria
Fração geratriz   teoriaFração geratriz   teoria
Fração geratriz teoria
Juliana Malta de Sousa
 
18012014
1801201418012014
11012014
1101201411012014
5 a 1 lição
5 a 1 lição5 a 1 lição
5 a 1 lição
Juliana Malta de Sousa
 

Mais de Juliana Malta de Sousa (17)

03052014
0305201403052014
03052014
 
2º trabalho das 8ªs
2º trabalho das 8ªs2º trabalho das 8ªs
2º trabalho das 8ªs
 
2º e 3ºtrabalhos
2º e 3ºtrabalhos2º e 3ºtrabalhos
2º e 3ºtrabalhos
 
1 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 81 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 8
 
1 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 81 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 8
 
1 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 81 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 8
 
1 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 81 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 8
 
29032014
2903201429032014
29032014
 
01032014
0103201401032014
01032014
 
01032014
0103201401032014
01032014
 
08022014
0802201408022014
08022014
 
25012014
2501201425012014
25012014
 
Fração geratriz t
Fração geratriz tFração geratriz t
Fração geratriz t
 
Fração geratriz teoria
Fração geratriz   teoriaFração geratriz   teoria
Fração geratriz teoria
 
18012014
1801201418012014
18012014
 
11012014
1101201411012014
11012014
 
5 a 1 lição
5 a 1 lição5 a 1 lição
5 a 1 lição
 

24052014

  • 1. Gabarito 24/05 Turma 1 1. Calcule a soma dos termos de cada uma das seguintes PG: a) (5, 1, 1/5,...) O fato do enunciado não explicitar a quantidade de termos dessa PG faz com que consideremos ela como infinita. A fórmula da soma de infinitos termos de uma progressão geométrica funciona apenas quando a razão q é maior que -1 e menor que 1, ou seja, -1 < q < 1. Assim, devemos verificar se a razão obedece a esse critério e, com as informações do enunciado e tendo conhecimento da fórmula, podemos chegar á soma desejada. Observando a sequência, vemos que 5 é o primeriro termo e 1 é o segundo, o que nos leva a perceber que 1 é o produto de 5 pela razão, então: 5.q= 1 q= 1/5= 0,2 Como -1<0,2<1, podemos aplicar a fórmula: Sn= a1/(1-q)= 5/(1-1/5)= 5/(5/5 - 1/5)= 5/(4/5)= 5/0,8= 6,25 Concluímos que a soma dos termos resulta em 6,25. b) (20, 10, 5,...) Devemos resolver do mesmo modo que o exercício anterior, verificando se a razão obedece ao critério e aplicando a fórmula, para encontrar a soma dos termos dessa PG. 20.q= 10 q= 10/20 q= 1/2 q= 0,5 Como -1<0,5<1, podemos aplicar a fórmula: Sn= a1/(1-q)= 20/(1-1/2)= 20/(1/2)= 20/0,5= 40 Concluímos que a soma dos termos resulta em 40. 2-Obtenha a fração geratriz das seguintes dísimas periódicas: a)0,999...=9/9=1 b)0,25151...=251-2/990=249:3/990:3=83/330 c)0,42333...=423-42/900=381:3/900:3=127/300 3)A soma dos termos da sequência infinita (a, a/3, a/9, ...) é:
  • 2. a1=a q=a/3:a=a/3.1/a=a/3a=1/3 s=a1 / (1-q) s=a / 1-1/3 s=a / 2/3 s=a . 3/2 s=3a/2 4. A soma dos termos de ordem ímpar de uma PG infinita é 20 e a soma dos termos da ordem par é 10. O 3° termo dessa PG é: (X ) a- 15/4 ( ) b- 5 ( ) c- 11/2 ( ) d- 4 ( ) e- 13/2 Inicialmente devemos fazer uma observação sobre os termos de uma PG: a1 a2= a1 . q a3= a1 . q² a4= a1 . q^3 a5= a1 . q^4 a6= a1 . q^5 ... Podemos dizer que os termos de ordem ímpar formarão uma PG infinita separada, onde o primeiro termo é a1 (primeiro termo de ordem ímpar) e razão passa a ser q², pois não estamos considerando como termo dessa nova PG os termos de ordem par (em roxo) que ficam entre os ímpares. Dessa forma, podemos escrever a fórmula da soma de infinitos termos ímpares e a igualar ao valor dado pelo enunciado, lembrando que a razão q deve ser substituída pela razão q² que acabamos de encontrar: Sn= a1/(1-q) a1/(1-q²)= 20 O mesmo pode ser feito dos termos de ordem par, pois eles também formam uma PG infinita de razão q². Mas, diferentemente dos termos de ordem ímpar, o primeito termo desta sequência será a1.q, que é onde começa a sequência par.
  • 3. Então, realizamos o mesmo procedimento, substituíndo os valores correspondentes: Sn= a1/(1-q) a1.q/(1-q²)= 10 Sendo a soma dos termos de ordem ímpar 20 e a soma dos termos de ordem par 10, a soma de todos os termos da PG é 30 (20 + 10). Assim, podemos igualar 30 á soma das fórmulas da soma dos termos de ordem ímpar e de ordem par e seguir simplificando: a1/(1-q²) + a1.q/(1-q²)= 30 (a1 + a1.q)/(1-q²)= 30 Na tentativa de encontrar o valor de uma das incógnitas, isolamos a1, colocando-o em função de q: (a1 + a1.q)/(1-q²)= 30 a1 + a1.q= 30.(1-q²) a1.(1 + q)= 30 - 30.q² a1= (30-30q²)/(1 + q) a1= [(1-q)(1+q).30]/(1 + q) a1= (1-q).30 Agora que temos o valor de a1 em função de q, podemos substituir este valor na fórmula da soma dos termos de ordem ímpar e simplificar até encontrar o valor numérico de q: a1/(1-q²)= 20 (1-q).30/(1-q²)= 20 (1-q).30/(1-q)(1+q)= 20 30/(1+q)= 20 30= 20(1+q) 30= 20 + 20.q 20.q= 30-20 20q= 10 q= 10/20 q=1/2 Tendo o valor numérico de q, podemos encontrar o valor numérico de a1, que estava em função de q: a1= (1-q).30 a1= (1-1/2).30 a1= 1/2 . 30 a1= 15 Finalmente encontramos os valores de q e a1, podendo agora definir o terceiro termo da PG, que é o que o enunciado pede: a1= 15 a2= a1 . q= 15.1/2= 15/2
  • 4. a3= a1 .q²= 15. 1/4= 15/4 Concluímos que o valor do terceiro termo dessa PG é 15/4, alternativa a. 5. A solução da equação x + x/3 + x/9 + x/27 + ...= 60 é: ( ) a- 37 (X ) b- 40 ( ) c- 44 ( ) d- 50 ( ) e- 51 Inicialmente devemos encontrar a razão q dessa PG. Sabendo que o segundo termo é o produto do primeiro termo pela razão, montamos a seguinte igualdade: q. x= x/3 q= (x/3)/x q= x/3x q= 1/3 Sendo 1/3 a razão, podemos utilizar a fórmula da soma de infinitos termos, pois -1 < 1/3 < 1. Assim, substituímos os valores correspondentes á essa sequência na fórmula: Sn= a1/(1-q)= x/(1-1/3)= x/(3/3-1/3)= x/(2/3)= 3x/2 Dessa forma, encontramos que o resultado da soma de todos os termos dessa PG é 3x/2. Então, podemos igualar esse valor ao resultado dado pelo enunciado, simplificando até encontrar o valor numérico de x: 3x/2= 60 3x= 60.2 3x= 120 x= 120/3 x= 40 Concluímos que o valor de x é 40, alternativa b. Turma 2 2-)Complete calculando mentalmente: a) 10% de 480 = 480 : 10 = 48 b) 5% de 480 = 480 : 20 = 24 c) 15% de 480 = 10% + 5% de 480 = 48 + 24 = 72
  • 5. d) 25% de 800 = 800 : 4 = 200 e) 75% de 800 = ( 800 : 4 ) . 3 = 600 3) Dois números satisfazem esta condição: seu quadrado menos seus dois terços resulta em 7. Um desses números é: X² - 2 3 푥 = 7 X².3 – 2 3 푥 .3 = 7 . 3 3x² - 2x = 21 3x² - 2x -21 = 0 A= 3 B= -2 C= -21 X= −(−ퟐ)±√((−ퟐ)ퟐ −ퟒ.ퟑ.(−ퟐퟏ)) ퟐ.ퟑ ퟐ±√(ퟒ+ퟐퟓퟐ) X= ퟔ ퟐ±√ퟐퟓퟔ X= ퟔ X= ퟐ±ퟏퟔ ퟔ S={3;− ퟕ ퟑ } Resposta: múltiplo de três (alternativa C) 4)No Estatuto da Criança e do Adolescente, em seu artigo 60, encontramos o seguinte: “É proibido qualquer trabalho a menores de catorze anos de idade,
  • 6. salvo na condição de aprendiz”. Sempre bem informado e consciente de seus deveres de cidadão, o Sr. Dorival denunciou ao Conselho Tutelar de sua cidade que determinada fábrica estava utilizando crianças como operários. O Conselho procurou apurar os fatos. Chegando à fabrica, soube que nela estão trabalhando rapazes e meninos, sendo que o grupo de rapazes recebe R$ 54,00 por dia e mesmo valor é pago ao grupo de meninos. Também soube que cada rapaz recebe R$ 1,20 a mais por dia que cada menino e que há 12 meninos a mais que rapazes. Curiosamente ninguém quis lhe dizer quantos meninos trabalhavam lá, mas, com as informações obtidas, é possível descobrir. O número de meninos é: a) 24 b) 30 c) 36 d) 49 e) 51 Resolução Primeiro encontramos todas as multiplicações resultantes em 54: 1.54 2.27 3.18 6.9 Como há 12 meninos à mais que rapazes, pegamos todas as alternativas e subtraímos 12: 24-12=12 30-12=18 36-12=24 49-12=37 51-12=39 Com os resultados obtidos, verificamos qual deles é um divisor de 54, que é o 18. Agora verificamos se a alternativa correta é a B: 18 rapazes recebem R$54,00 , ou R$ 3,00 cada um. 30 meninos recebem R$54,00 ou R$1,80 cada um, recebendo R$ 1,20 a menos que cada rapaz. A alternativa correta é a B)30 meninos Turma 3 1) Escreva a expressão algébrica correspondente a: a) Quinze por cento de uma quantia x. b) Dois terços de um úmero x. c) O preço de x sorvetes, cada um dos quais custa R$ 1,20. d) O dobro do número x, somando com 7. e) O dobro da soma de x com 7. f) O perímetro de um retângulo de lados medindo x e y. .a) 15/100.x = 0,15x b) 2/3.x
  • 7. c) 1,20.x d) 2.x+7 e) 2.(x+7) f) x+x+y+y = 2x + 2y 2- Existe algum polígono regular cujos ângulos internos medem 160° cada um?Se existe,quantos lados ele tem? (18-2).180 = 2880/18= 160° Sim existe,é um polígono de 18 lados que se chama octodecagono. 3- Calcule a média aproximada das notas de Matemática de certa turma, de acordo com a tabela: a) 6,85 b) 7,05 c) 7,20 d) 7,65 e) 8,15 .A resposta certa é a letra B pois para saber a média, devemos somar a nota de cada aluno e por fim, dividir o resultado com a quantidade de alunos. A conta é: 4,0+4,0+5,0+5,0+6,0+6,0+6,0+6,0+6,0+6,0+6,0+6,0+7,0+7,0+7,0+7,0+7,0+7,0+7,0 +7,0+8,0+8,0+8,0+8,0+8,0+8,0+8,0+8,0+8,0+8,0+9,0+9,0+10,0+10,0= 240. Por fim, vemos quantos alunos tem para depois dividir: 2+2+8+8+10+2+2= 34. Agora fazemos 240:34= 7,05... Responder, Responder a todos ou Encaminhar | Mais
  • 8. 4)responda aqui a ) A X ) B c ) C d ) D e ) E 3x/5 - x-1/2 - 2/1 = 6x/10 - 5x-5/10 - 20/10 = 6x-5x-5-20/10 = x+25/10 ( Primeiro eu organizei as equações, depois eu igualei todas, em seguida em juntei todas e fiz a conta 6x-5x-5-20 que deu o resultado) 5)Se quisermos fatorar a expressão 8a³x³ +12a^5x - 20a^4x³ , o fator mais adequado para colocar em evidência é: a) 4a^4 b)a³x² c)4a³x d)2a³x² e)2ax² Em todos os números o maior múltiplo comum é o 4 , colocamos o 4 em evidência , e depois colocamos a letra comum em todos os termos com menor expoente que é a e x , ficando então 4a³x. Resposta certa: C . Turma 5 1)Clique apenas nas afirmações verdadeiras: o a) Todo número natural que termina em 0 (como 260, 40, 700 ou 47890) é divisível por 2 e também por 5. Resolução: Todo número terminado em 0 é par, logo, todo número par é divisível por 2. Todo número terminado em 0 é uma dezena (em exceção ao próprio 0), e toda dezena é divisível por 5. o b) Todo número divisível por 7 termina em 7. o c) Existem números divisíveis por 7 que terminam em 7. Resolução:
  • 9. O próprio número 7 é terminado em 7 e é divisível por 7. o d) Um número natural que termina em 3 nunca é divisível por 5. Resolução: O número 5 só é divisível por número terminados em 5 e 0. o e) Todo número divisível por 5 é também divisível por 2. o f) Um número divisível por 5 pode ser divisível por 2. Redolução: Os números divisíveis por 5 terminado em 0 podem ser divisíveis por 2. o g) Todo número divisível por 5 é também divisível por 10. o h) Todo número divisível por 10 é também divisível por 5. Resolução: todo número divisível por 10 é terminado em 0, logo, é divisível por 5. 2)Um quarto de um queijo custa R$ 2,00. Dê o preço: a) de ¾ desse queijo; b) de 4/4 do queijo; c) do queijo todo. * A)3/4 do queijo vai custar R$6,00. B)4/4 do queijo vai custar R$8,00. C)o queijo inteiro vai custar R$8,00. 3)O número 13 é número primo porque tem apenas dois divisores, que são 1 e 13. Entre 20 e 30, quantos são os números primos? * o a) 2 o b) 3 o c) 4 o d) 5 o a) 2 Resolução: 20 = 1, 20, 4, 5, 10, 2 25= 1, 25, 5 21= 1, 21, 7, 3 26= 1, 26, 2, 13 22= 1, 22, 11, 2 27= 1, 27, 3, 9 23= 1, 23 28= 1, 28, 7, 4, 14, 2 24= 1, 24, 6, 4, 8, 3 , 2, 12 29= 1, 29 30= 1, 30, 10, 3, 15, 2 4)45% de uma quantia de 300 reais correspondem a: * o a) R$ 45,00 o b) R$ 90,00 o c) R$ 130,00
  • 10. o d) R$ 135,00 Resolução: 45x300= 13500 13500/100= 135 5)Escrevendo-se, com algarismos, uma unidade e quarenta e cinco milésimos, obtém-se: * o a) 1,45 o b)0,145 o c)1,045 o d)1,45000