SlideShare uma empresa Scribd logo
Gabarito 10/05
Turma 1
1)Numa PG crescente, com 5 termos, a5 = 810 e a3 = 90. Escreva essa PG:
Em uma PG:
a5 = 810
a3 = 90
a1 . q^4 = 810(II)
a1 . q² = 90 (II)
a1 . q^4/a1 . q² = 810/90
q² = 9, mas a PG é crescente logo q = 3
como q = 3, temos:
a1 . q² = 90
a1 . 3² = 90
a1 . q = 90
a1 = 10
PG (10, 30, 90, 270, 810), pois a1 = 10 e q = 3
R: PG (10, 30, 90, 270, 810)
2)Ache a soma dos múltiplos de 3 compreendidos entre 50 e 300.
Primeiro temos que saber qual o primeiro termo e o último que são :
51 e 297 , porque tem que ser maior que 50 e menos que 300
E depois a quantidade de termos :
An=a1+(n-1)r
297=3+(n-1)3
297-3=3n-3
294+3=3n
297=3n
n=297/3
n=83
Agora podemos calcular a soma de todos
Sn=[n(a1+an)]/2
Sn=[83(51+297]/2
Sn=[83(348)]/2
Sn=28884/2
Sn=14442
Resposta:A soma dos múltiplos de 3 compreendidos entre 50 e 300 é 14442
Exercício 3
Numa progressão geométrica a diferença entre o 2° e o 1° termos é 9, e a
diferença entre o 5° e o 4° é 576. O 1° termo da progressão é :
a)3
b)4
c)6 O primeiro termo da progressão é 3
(alternativa A)
d)8
e)9
a2 - a1 = 9 (os dados que temos)
a5 - a4 = 576
a1q - a1 = 9 -> a1(q-1) = 9
a4q - a4 = 576 -> a4(q-1) = 576
9/a1 = 576/a4
9 a1q³ = 576 a1
q³ = 576/9 = 64
q = 4
a2 - a1 = 9
4a1 - a1 = 9
3a1 = 9
a1=9/3
a1 = 3
4)Em uma PG, o primeiro termo é 2 e o quarto termo é 54. O quinto termo
dessa PG é:
a) 62
b) 68
c) 162
d) 168
e) 486
Primeiramente devemos achar a razão da PG
Formula da razão da PG an = a¹ . q^(n - 1)
OBS => O simbolo "^" significa elevado
Então se:
a4 = a¹ . q^(4 - 1)
a4 = a¹ . q³
54 = 2 . q³ ==> apenas invertendo a igualdade
2 q³ = 54
q³ = 54/2
q³ = 27
q = raiz cúbica de 27 ==> fatorando o 27 acharemos 27 = 3³
q = raiz cubica de 3³
q = 3
achamos a razão que é 3
agora aplicaremos a mesma formula para achar a5
an = a¹ . q^(n - 1)
a5 = 2 . 3^(5 - 1)
a5 = 2 . 3^4 ==> OBS.: 3^4 = 3 . 3 . 3 . 3 . = 81
a5 = 2 . 81
a5 = 162
R: 5º termo é 162
5. Uma geladeira é vendida em n parcelas iguais, sem juros. Caso se queira
adquirir o produto, pagando-se 3 ou 5 parcelas a menos, ainda sem juros, o valor
de cada parcela deve ser acrescida de R$60,00 ou R$125,00, respectivamente.
Com base nessas informações, conclui-se que n é igual á:
(X) a- 13
( ) b- 14
( ) c- 15
( ) d- 16
( ) e- 17
Chamando de x o valor da geladeira, podemos representar cada parcela como a
divisão de x pela quantidade de parcelas. Assim, se n é quantidade de parcelas, o
valor de cada parcela será x/n.
Segundo o enunciado, se pagarmos 3 parcelas á menos, ou seja, n-3 parcelas, o
valor de cada parcela será acrescido de R$60,00, ou seja, x/n + 60. Com isso
podemos chegar a seguinte igualdade:
x/(n-3)= x/n + 60
O mesmo podemos dizer sobre quando paga-se 5 parcelas á menos: pagando n-5
parcelas, o valor de cada parcela será acrescido de R$125,00, ou seja, x/n + 125. O
que nos leva á uma segunda igualdade.
x/(n-5)= x/n + 125
Dessa forma, seguimos simplificando a primeira igualdade:
x/(n-3)= x/n + 60
[x/(n-3)]. (n² - 3.n)= x/n. (n² - 3.n) + 60. (n² - 3.n)
x.n= x.(n - 3) + 60.(n² - 3.n)
x.n= x.n - 3.x + 60.n² - 180.n
3.x= 60.n² - 180.n
x= (60.n² - 180.n)/3
x= 20.n² - 60.n
Encontramos o valor da geladeira em função do número de parcelas. Agora,
podemos pegar a segunda igualdade que encontramos no início da resolução e
substituir o valor de x que acabamos de encontrar. Fazendo isso, chegaremos á
uma igualdade com apenas uma incógnita, o que nos possibilita encontrar o valor
numérico dessa incógnita.
x/(n-5)= x/n + 125
(20.n² - 60.n)/(n-5)= (20.n² - 60.n)/n + 125
Vamos simplificando:
(20.n² - 60.n)/(n-5)= (20.n² - 60.n)/n + 125
(20.n² - 60.n)/(n-5)= 20.n - 60 + 125
(20.n² - 60.n)/(n-5)= 20.n + 65
20.n² - 60.n= (20.n + 65).(n-5)
20.n² - 60.n= 20.n² + 65.n -100.n -325
20.n² - 60.n= 20.n² -35.n -325
-60.n= -35.n -325
-60.n + 35.n= -325
-25.n= -325
n= -325/-25
n= 13
Dessa maneira, conseguimos chegar ao valor numérico de n. Sendo n a
representação do número de parcelas, encontramos a informação que o enunciado
pediu. Concluímos que a resposta é 13, alternativa a.
turma 2
1)Resolva: ((2x+1)(5x+2))/2=5x²-11
x=-24
9
Resolução:
((2x+1)(5x+2))/2=5x²-11
(10x²+4x+5x+2) = 5x²-11 (multiplica em cruz pois tem uma igualdade)
2 1
10x²+9x+2=10x²-22
10x²-10x²+9x=-22-2
9x=-24
x= -24
9
2)Complete as expressões para que sejam trinômios quadrados perfeitos:a) y²
- 14y + □ b) 9x² + 6x + □ c) □ + 6y + 1 d) 36y² + □ + 1 e) x² + □ + 81 f) a²x² + abx +
□
a) y² -14y+ □=
↓ ↓ ↓
√y² -14:2 □= (y-7)²= y²-14y+49
b) 9x² + 6x + □=
↓ ↓ ↓
√9x² 6x:2 □= (3x+1)²= 9x²+6x+1
c) □ + 6y + 1=
↓ ↓ ↓
□ 6y:2 1 = (3y+1)²= 9y²+6y+1
d)36y² + □ + 1 =
↓ ↓ ↓
√36y² □ +1= (6y+1)² = 36y²+12y+1
e)x² + □ + 81=
↓ ↓ ↓
√x² □ √81= (x+9)²= x²+18x+81
f)a²x² + abx + □ =
↓ ↓ ↓
√a²x² abx:ax □= (ax+ b)²= a²x²+abx+ b²
2 4
3)Uma área de 0,2 km² é igual à área de um retângulo com lados de: *
 a) 20 m e 100 m
 b) 20 m e 1 000 m
 c) 200 m e 100 m
 d) 2000 m e 1000 m
 e) 200 m e 1 000 m
 Primeiramente devemos transformar todas as alternativas em quilômetro (km)
 a) 20 m e 100 m=(20 e 100)/1000=0,02 e 0,1
 b) 20 m e 1 000 m=(20 e 1000)/1000=0,02 e 1
 c) 200 m e 100 m=(200 e 100)/1000=0,2 e 0,1
 d) 2000 m e 1000 m=(2000 e 1000)/1000=2 e 1
 e) 200 m e 1 000 m(200 e 1000)/1000=0,2 e 1
 Depois de transforma-los em km devemos multiplica-los para chegar ao resultado
de 0,2 km²(h.b=0,2 km²)
 a) 20 m e 100 m=(20 e 100)/1000=0,02 e 0,1 = 0,02 . 0,1=0,002 km²
 b) 20 m e 1 000 m=(20 e 1000)/1000=0,02 e 1=0,02 . 1=0,02 km²
 c) 200 m e 100 m=(200 e 100)/1000=0,2 e 0,1=0,2 . 0,1=0,02 km²
 d) 2000 m e 1000 m=(2000 e 1000)/1000=2 e 1=2 . 1 =2 km²
e) 200 m e 1 000 m(200 e 1000)/1000=0,2 e 1= 0,2 . 1=0,2 km²
 A alternativa E é a única que esta correta,pois com a a multiplicação da base e da
altura (no caso os dados da alternativa E) obtivemos a área determinada pelo
exercício que foi de 0,2 km²
4)Na figura, a área do quadrado externo mede 49 cm². A medida x é:
Observe a imagem acima.
a) 0,5 cm
b) 1,0 cm
c) 1,2 cm
d) 1,5 cm
e) 2,5 cm
Resolução:
Resolução 1:
Sabemos que a área do quadrado externo mede 49cm². Se é um
quadrado, seus lados possuem medidas iguais, logo, devemos calcular
a raíz quadrada de 49, resultando em 7. A medida do lado do quadrado
externo é:
2x+4=7
2x=7-4
2x=3
x= 3
2
x=1,5cm
Resolução 2:
Podemos também resolver por equação de 2º grau:
O lado do quadrado é 2x+4, se é área, a fórmula é l.l=l²=>
(2x+4).(2x+4)=49
4x²+8x+8x+16=49
4x²+16x+16-49=0
4x²+16x -33=0 a=4 b=16 c=-33
Δ=b²-4.a.c
Δ=16²-4.4.(-33)
Δ=256+528
Δ=784
x=-b±√Δ
2.a
x=-16±√784
2.4
x=-16±28
8
xI=-16+28= 12 =1,5
8 8
x2=-16-28= -44= -5,5
8 8 (não nos serve pois como é medida, não existe
negativo)
Logo, a medida de x é 1,5cm
5)Cinco atletas resolveram realizar uma corrida. Sabe-se que Ricardo
chegou depois de Cléber. Filipe e Nélson chegaram juntos. Paschoal
chegou antes de Cléber. O atleta que ganhou chegou sozinho. Quem
ganhou a corrida foi:
a) Filipe
b) Cléber
c) Nélson
d) Ricardo
e) Paschoal
O enunciado diz que o atleta que ganhou chegou sozinho, então só pode
ser Ricado, Cléber e Paschoal. Se Ricardo chegou depois que Cléber, ele
já foi eliminado. E Paschoal chegou antes de Cléber, ou seja, ele
ganhou.
Turma 3
1) Bia é ceramista e sabe que , no processo de cozimento a argila sofre contração.
Ela planeja fazer uma placa retangular que , após o cozimento , tenha 50 cm x 45
cm e sabe que , na contração , em média , o comprimento e a largura da placa
reduzem 12%. a)Quais devem ser as dimensões das placas de argila antes do
cozimento ? b)Compare as áreas da placa , antes e depois do cozimento. De
quanto por cento a área foi reduzida?
a) Dividimos 50 por 88(pois 50 é 88% do comprimento da argila , porque os 12% já
foram encolhidos) para saber quanto vale 1% do comprimento da argila , depois
multiplicamos por 100 para descobrir o tamanho do comprimento da argila antes do
cozimento.
50 : 88 = ,568181...
0,568181 . 100 = 56,81... cm
Para encontrarmos a largura da argila antes do cozimento dividimos 45 por 88 e
multiplicar por 100.
45 : 88 = 0,5113636...
0,5113636 . 100 = 51,13...
b) Primeiro calculamos a área que é comprimento vezes largura.
antes : 56,81 . 51,13 = 2904,6953 cm²
depois: 50 . 45 = 2250 cm²
Dividimos a segunda área pela primeira área.
2250 : 2904,6953 = 0,77...
A área reduzida foi 23%.
2)Qual é a medida de cada ângulo interno de um polígono regular de 20 lados ?
Para descobrir a medida,utilizamos uma fórmula :
180.(20-2) = 3240:20 = 162
A medida de cada ângulo é de 162°.
3)CONSIDERE AS SEGUINTES AFIRMAÇÕES:I)OS PARALELOGRAMAS
TÊM UM CENTRO DE SIMETRIA.II)OS QUADRADOS TÊM UM CENTRO DE
SIMETRIA.III)QUALQUER QUADRILÁTERO TEM UM CENTRO DE
SIMETRIA.DESSAS AFIRMAÇÕES,SÃO VERDADEIRAS:
A)APENAS A I
B)AS TRÊS
C)APENAS A I E A II
D)APENAS A I E A III
E)APENAS A II
RESOLUÇÃO:
A LETRA CERTA É C,I E A II POIS SABEMOS QUE OS PARALELOGRAMAS
TÊM MESMO UM CENTRO DE SIMETRIA E OS QUADRADOS TÊM MESMO UM
CENTRO DE SIMETRIA.E NÃO SERIA A III POIS NÃO SÃO QUALQUER
QUADRILÁTERO QUE TEM UM CENTRO DE SIMETRIA.
4-Escrevendo-se 2,5.10 ⁴ por extenso,obtêm-se :
A)Dois mil e quinhentos
B) Vinte e cinco mil
C)Dois milhões e meio
D)Vinte e cinco milhões
E)Duzentos e cinquenta milhões
Alternativa B,pois a base é 10 e o expoente é positivo,então basta adicionar três 0
depois da virgula,formando 25.000.
5)Dos números abaixo, aquele que mais se aproxima de valor de √30 é: *
o a) 4,8
o b) 5,3
o c) 5,4
o d) 5,6
o e) 5,7
fatoramos o 30 temos
30| 2
15| 3
5 |5
1 |
o que nos dá 2 x 3 x 5
------------------------------------------------------------------------------------------------------------
o
Turma 5
1)Diga qual é o mmc de: a)3, 4 e 5 b)2, 5 e 10 c)2, 5 e 8.
a) 3,4,5 2 b) 2,5,10 2 c) 2,5,8 2
3,2,5 2 1,5,5 5 1,5,4 2
3,1,5 3 1,1,1 1,5,2 2
1,1,5 5 1,5,1 5
1,1,1 1,1,1
2.2.3.5=60 2.5=10 2x2x2x5=40
Resp. a) mmc 3,4,5=60 b) mmc 2,5,10=10 c) mmc 2,5,8=40
2)a)Pensei num número. Ele é múltiplo de 7 e de 11. Só com essas
informações, você consegue descobrir em que número pensei? Explique a
resposta. b) E se eu lhe disser, ainda, que ele tem apenas dois algarismos?
Você descobre qual é o número? Explique. *
R: A) não porque pode ser qualquer numero.
B) Sim. O número é 77 pois o menor múltiplo comum de 11 e 7 é 77 os
outros números mesmo podendo ser múltiplo comum de 11 e 7 será
com mais de 2 algarismos.
3)Observe como, de um número para o seguinte, essa aumenta.Continuando assim
, qual deve ser o oitavo número da sequência ?
B)72
Fiz assim:Para passar de um número para o outro, ex:2+?=6, os resultados para
somar são múltiplos de 2.Fui fazendo testes até chegar ao resultado certo.
(resultados que são da soma :4,6,8,10,12,14,16.
Sequência: 2 , 6 , 12 , 20,30,42,56,72
4)Uma torta de morangos dividida em pedaços iguais, foi colocada a venda em
uma confeitaria.Em meia hora ,3/4 da torta já haviam sido vendidos,restando
apenas 6 pedaços.Em quantos pedaços a torta foi dividida?
C)24
pensei que 3/4=12 e 1/4 é=4 pois 3.4=12 , 4.1=4 .Assim fui dividindo os valores
pelo tanto de pedaços que sobram da torta (6 pedaços).Dividi 24/6 que deu resto 0
e quociente 4.
Como 3/4 da torta já haviam sido vendidos , encontrei o outro 1/4 que ainda
sobrava da torta
5)Qual é a sentença verdadeira?
A)2,01=2 inteiros e 1/100
Fiz assim:Contei a quantidade de 0 .Deram 2 , então sabia que o tanto de casas
depois da vírgula seria 2.Assim fiz 0,01 depois acrescentei o inteiro o 2 .

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Transformação do Músculo em carne, inspeção de carne
Transformação do Músculo em carne, inspeção de carneTransformação do Músculo em carne, inspeção de carne
Transformação do Músculo em carne, inspeção de carne
helidaleao
 
Sistemas de arquivos
Sistemas de arquivosSistemas de arquivos
Sistemas de arquivos
Ivani Nascimento
 
Conservação por utilização de temperaturas
Conservação por utilização de temperaturasConservação por utilização de temperaturas
Conservação por utilização de temperaturas
UERGS
 
Enzimas na modificação do amido.
Enzimas na modificação do amido.Enzimas na modificação do amido.
Enzimas na modificação do amido.
Vivian Stefany Ribeiro
 
104908236 apostila-desidratacao-de-frutas-e-hortalicas
104908236 apostila-desidratacao-de-frutas-e-hortalicas104908236 apostila-desidratacao-de-frutas-e-hortalicas
104908236 apostila-desidratacao-de-frutas-e-hortalicas
Luciene Mendes da Silva
 
Grelha de observação
Grelha de observaçãoGrelha de observação
Grelha de observação
Daniela Lema Barros
 
Industrialização da carne (Produtos cozidos, enlatado e fermentados)
Industrialização da carne (Produtos cozidos, enlatado e fermentados)Industrialização da carne (Produtos cozidos, enlatado e fermentados)
Industrialização da carne (Produtos cozidos, enlatado e fermentados)
Sabrina Nascimento
 
Leites fermentados
Leites fermentadosLeites fermentados
Leites fermentados
Juliana Sena
 
estimulação cognitiva
 estimulação cognitiva estimulação cognitiva
estimulação cognitiva
cristinaaziani
 
3. Causas de deterioracao de alimentos.apostila.p df
3. Causas de deterioracao de alimentos.apostila.p df3. Causas de deterioracao de alimentos.apostila.p df
3. Causas de deterioracao de alimentos.apostila.p df
primaquim
 
Fermentação
FermentaçãoFermentação
Fermentação
Fabrízia Sampaio
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: DESTILAÇÃO FRACIONADA E PONTO DE EBULIÇÃO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: DESTILAÇÃO FRACIONADA E PONTO DE EBULIÇÃORELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: DESTILAÇÃO FRACIONADA E PONTO DE EBULIÇÃO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: DESTILAÇÃO FRACIONADA E PONTO DE EBULIÇÃO
Ezequias Guimaraes
 
Reticuloperitonite traumática em bovino: relato de caso
Reticuloperitonite traumática em bovino: relato de casoReticuloperitonite traumática em bovino: relato de caso
Reticuloperitonite traumática em bovino: relato de caso
Lilian De Rezende Jordão
 
Tendências e Mercado e Saudabilidade em Óleos e Gorduras
Tendências e Mercado e Saudabilidade em Óleos e GordurasTendências e Mercado e Saudabilidade em Óleos e Gorduras
Tendências e Mercado e Saudabilidade em Óleos e Gorduras
FoodServiceNews
 
Aula de Bromatologia sobre Lipídios
Aula de Bromatologia sobre Lipídios Aula de Bromatologia sobre Lipídios
Aula de Bromatologia sobre Lipídios
Jaqueline Almeida
 
Fispq vp 30
Fispq vp 30Fispq vp 30
Fispq vp 30
Marcelo Borges
 
O AUTISMO NA PERSPECTIVA DO CUIDADOR: uma construção e reconstrução do cuidado
O AUTISMO NA PERSPECTIVA DO CUIDADOR: uma construção e reconstrução do cuidadoO AUTISMO NA PERSPECTIVA DO CUIDADOR: uma construção e reconstrução do cuidado
O AUTISMO NA PERSPECTIVA DO CUIDADOR: uma construção e reconstrução do cuidado
Marilia Mesquita
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃORELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃO
Ezequias Guimaraes
 
Dispositivos e Periféricos de Armazenamento: Pen Drives e Cartões de Memória
Dispositivos e Periféricos de Armazenamento: Pen Drives e Cartões de MemóriaDispositivos e Periféricos de Armazenamento: Pen Drives e Cartões de Memória
Dispositivos e Periféricos de Armazenamento: Pen Drives e Cartões de Memória
Sara Coelho
 
2 - A industria de alimentos- fases do processamento
2 - A industria de alimentos- fases do processamento2 - A industria de alimentos- fases do processamento
2 - A industria de alimentos- fases do processamento
primaquim
 

Mais procurados (20)

Transformação do Músculo em carne, inspeção de carne
Transformação do Músculo em carne, inspeção de carneTransformação do Músculo em carne, inspeção de carne
Transformação do Músculo em carne, inspeção de carne
 
Sistemas de arquivos
Sistemas de arquivosSistemas de arquivos
Sistemas de arquivos
 
Conservação por utilização de temperaturas
Conservação por utilização de temperaturasConservação por utilização de temperaturas
Conservação por utilização de temperaturas
 
Enzimas na modificação do amido.
Enzimas na modificação do amido.Enzimas na modificação do amido.
Enzimas na modificação do amido.
 
104908236 apostila-desidratacao-de-frutas-e-hortalicas
104908236 apostila-desidratacao-de-frutas-e-hortalicas104908236 apostila-desidratacao-de-frutas-e-hortalicas
104908236 apostila-desidratacao-de-frutas-e-hortalicas
 
Grelha de observação
Grelha de observaçãoGrelha de observação
Grelha de observação
 
Industrialização da carne (Produtos cozidos, enlatado e fermentados)
Industrialização da carne (Produtos cozidos, enlatado e fermentados)Industrialização da carne (Produtos cozidos, enlatado e fermentados)
Industrialização da carne (Produtos cozidos, enlatado e fermentados)
 
Leites fermentados
Leites fermentadosLeites fermentados
Leites fermentados
 
estimulação cognitiva
 estimulação cognitiva estimulação cognitiva
estimulação cognitiva
 
3. Causas de deterioracao de alimentos.apostila.p df
3. Causas de deterioracao de alimentos.apostila.p df3. Causas de deterioracao de alimentos.apostila.p df
3. Causas de deterioracao de alimentos.apostila.p df
 
Fermentação
FermentaçãoFermentação
Fermentação
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: DESTILAÇÃO FRACIONADA E PONTO DE EBULIÇÃO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: DESTILAÇÃO FRACIONADA E PONTO DE EBULIÇÃORELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: DESTILAÇÃO FRACIONADA E PONTO DE EBULIÇÃO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: DESTILAÇÃO FRACIONADA E PONTO DE EBULIÇÃO
 
Reticuloperitonite traumática em bovino: relato de caso
Reticuloperitonite traumática em bovino: relato de casoReticuloperitonite traumática em bovino: relato de caso
Reticuloperitonite traumática em bovino: relato de caso
 
Tendências e Mercado e Saudabilidade em Óleos e Gorduras
Tendências e Mercado e Saudabilidade em Óleos e GordurasTendências e Mercado e Saudabilidade em Óleos e Gorduras
Tendências e Mercado e Saudabilidade em Óleos e Gorduras
 
Aula de Bromatologia sobre Lipídios
Aula de Bromatologia sobre Lipídios Aula de Bromatologia sobre Lipídios
Aula de Bromatologia sobre Lipídios
 
Fispq vp 30
Fispq vp 30Fispq vp 30
Fispq vp 30
 
O AUTISMO NA PERSPECTIVA DO CUIDADOR: uma construção e reconstrução do cuidado
O AUTISMO NA PERSPECTIVA DO CUIDADOR: uma construção e reconstrução do cuidadoO AUTISMO NA PERSPECTIVA DO CUIDADOR: uma construção e reconstrução do cuidado
O AUTISMO NA PERSPECTIVA DO CUIDADOR: uma construção e reconstrução do cuidado
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃORELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃO
 
Dispositivos e Periféricos de Armazenamento: Pen Drives e Cartões de Memória
Dispositivos e Periféricos de Armazenamento: Pen Drives e Cartões de MemóriaDispositivos e Periféricos de Armazenamento: Pen Drives e Cartões de Memória
Dispositivos e Periféricos de Armazenamento: Pen Drives e Cartões de Memória
 
2 - A industria de alimentos- fases do processamento
2 - A industria de alimentos- fases do processamento2 - A industria de alimentos- fases do processamento
2 - A industria de alimentos- fases do processamento
 

Semelhante a 10052014

Revisao udesc
Revisao udescRevisao udesc
Revisao udesc
slidericardinho
 
Prova do Colégio Militar do Rio de Janeiro, COMENTADA
Prova do Colégio Militar do Rio de Janeiro, COMENTADAProva do Colégio Militar do Rio de Janeiro, COMENTADA
Prova do Colégio Militar do Rio de Janeiro, COMENTADA
thieresaulas
 
Avaliação diagnóstica de matemática.
Avaliação diagnóstica de matemática.Avaliação diagnóstica de matemática.
Avaliação diagnóstica de matemática.
Ajudar Pessoas
 
Fatec1 mat
Fatec1 matFatec1 mat
Fatec1 mat
profcoutinho
 
Prova de Matemática fuzileiro naval 2011
Prova de Matemática fuzileiro naval 2011Prova de Matemática fuzileiro naval 2011
Prova de Matemática fuzileiro naval 2011
thieresaulas
 
1 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 81 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 8
Juliana Malta de Sousa
 
Cesgranrio petrobras final
Cesgranrio   petrobras finalCesgranrio   petrobras final
Cesgranrio petrobras final
Arthur Lima
 
Aulão de geometria espacial
Aulão de geometria espacialAulão de geometria espacial
Aulão de geometria espacial
Jota Sousa
 
Geometria Espacial - Questões resolvidas sobre cubo e paralelepípedo - Fundam...
Geometria Espacial - Questões resolvidas sobre cubo e paralelepípedo - Fundam...Geometria Espacial - Questões resolvidas sobre cubo e paralelepípedo - Fundam...
Geometria Espacial - Questões resolvidas sobre cubo e paralelepípedo - Fundam...
Celso do Rozário Brasil Gonçalves
 
Provas essa matematica
Provas essa matematicaProvas essa matematica
Provas essa matematica
Antony Franc
 
Ita2008 3dia
Ita2008 3diaIta2008 3dia
Ita2008 3dia
cavip
 
Ita2009 3dia
Ita2009 3diaIta2009 3dia
Ita2009 3dia
cavip
 
22022014
2202201422022014
2011matemática
2011matemática2011matemática
Matemática – conjuntos numéricos 03 – 2014
Matemática – conjuntos numéricos 03 – 2014Matemática – conjuntos numéricos 03 – 2014
Matemática – conjuntos numéricos 03 – 2014
Jakson Raphael Pereira Barbosa
 
Remember 11
Remember 11Remember 11
Remember 11
resolvidos
 
17052014
1705201417052014
08022014
0802201408022014
Apostila de matemática aplicada vol i 2004
Apostila de matemática aplicada vol i 2004Apostila de matemática aplicada vol i 2004
Apostila de matemática aplicada vol i 2004
aldobrasilro
 
At8 mat
At8 matAt8 mat

Semelhante a 10052014 (20)

Revisao udesc
Revisao udescRevisao udesc
Revisao udesc
 
Prova do Colégio Militar do Rio de Janeiro, COMENTADA
Prova do Colégio Militar do Rio de Janeiro, COMENTADAProva do Colégio Militar do Rio de Janeiro, COMENTADA
Prova do Colégio Militar do Rio de Janeiro, COMENTADA
 
Avaliação diagnóstica de matemática.
Avaliação diagnóstica de matemática.Avaliação diagnóstica de matemática.
Avaliação diagnóstica de matemática.
 
Fatec1 mat
Fatec1 matFatec1 mat
Fatec1 mat
 
Prova de Matemática fuzileiro naval 2011
Prova de Matemática fuzileiro naval 2011Prova de Matemática fuzileiro naval 2011
Prova de Matemática fuzileiro naval 2011
 
1 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 81 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 8
 
Cesgranrio petrobras final
Cesgranrio   petrobras finalCesgranrio   petrobras final
Cesgranrio petrobras final
 
Aulão de geometria espacial
Aulão de geometria espacialAulão de geometria espacial
Aulão de geometria espacial
 
Geometria Espacial - Questões resolvidas sobre cubo e paralelepípedo - Fundam...
Geometria Espacial - Questões resolvidas sobre cubo e paralelepípedo - Fundam...Geometria Espacial - Questões resolvidas sobre cubo e paralelepípedo - Fundam...
Geometria Espacial - Questões resolvidas sobre cubo e paralelepípedo - Fundam...
 
Provas essa matematica
Provas essa matematicaProvas essa matematica
Provas essa matematica
 
Ita2008 3dia
Ita2008 3diaIta2008 3dia
Ita2008 3dia
 
Ita2009 3dia
Ita2009 3diaIta2009 3dia
Ita2009 3dia
 
22022014
2202201422022014
22022014
 
2011matemática
2011matemática2011matemática
2011matemática
 
Matemática – conjuntos numéricos 03 – 2014
Matemática – conjuntos numéricos 03 – 2014Matemática – conjuntos numéricos 03 – 2014
Matemática – conjuntos numéricos 03 – 2014
 
Remember 11
Remember 11Remember 11
Remember 11
 
17052014
1705201417052014
17052014
 
08022014
0802201408022014
08022014
 
Apostila de matemática aplicada vol i 2004
Apostila de matemática aplicada vol i 2004Apostila de matemática aplicada vol i 2004
Apostila de matemática aplicada vol i 2004
 
At8 mat
At8 matAt8 mat
At8 mat
 

Mais de Juliana Malta de Sousa

24052014
2405201424052014
03052014
0305201403052014
26042014
2604201426042014
19042014
1904201419042014
2º trabalho das 8ªs
2º trabalho das 8ªs2º trabalho das 8ªs
2º trabalho das 8ªs
Juliana Malta de Sousa
 
2º e 3ºtrabalhos
2º e 3ºtrabalhos2º e 3ºtrabalhos
2º e 3ºtrabalhos
Juliana Malta de Sousa
 
1 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 81 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 8
Juliana Malta de Sousa
 
1 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 81 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 8
Juliana Malta de Sousa
 
1 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 81 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 8
Juliana Malta de Sousa
 
12042014
1204201412042014
05042014
0504201405042014
29032014
2903201429032014
22032014
2203201422032014
15032014
1503201415032014
08032014
0803201408032014
01032014
0103201401032014
01032014
0103201401032014
15022014
1502201415022014
01022014
0102201401022014
01022014
0102201401022014

Mais de Juliana Malta de Sousa (20)

24052014
2405201424052014
24052014
 
03052014
0305201403052014
03052014
 
26042014
2604201426042014
26042014
 
19042014
1904201419042014
19042014
 
2º trabalho das 8ªs
2º trabalho das 8ªs2º trabalho das 8ªs
2º trabalho das 8ªs
 
2º e 3ºtrabalhos
2º e 3ºtrabalhos2º e 3ºtrabalhos
2º e 3ºtrabalhos
 
1 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 81 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 8
 
1 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 81 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 8
 
1 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 81 gabarito 7ªa e 8
1 gabarito 7ªa e 8
 
12042014
1204201412042014
12042014
 
05042014
0504201405042014
05042014
 
29032014
2903201429032014
29032014
 
22032014
2203201422032014
22032014
 
15032014
1503201415032014
15032014
 
08032014
0803201408032014
08032014
 
01032014
0103201401032014
01032014
 
01032014
0103201401032014
01032014
 
15022014
1502201415022014
15022014
 
01022014
0102201401022014
01022014
 
01022014
0102201401022014
01022014
 

10052014

  • 1. Gabarito 10/05 Turma 1 1)Numa PG crescente, com 5 termos, a5 = 810 e a3 = 90. Escreva essa PG: Em uma PG: a5 = 810 a3 = 90 a1 . q^4 = 810(II) a1 . q² = 90 (II) a1 . q^4/a1 . q² = 810/90 q² = 9, mas a PG é crescente logo q = 3 como q = 3, temos: a1 . q² = 90 a1 . 3² = 90 a1 . q = 90 a1 = 10 PG (10, 30, 90, 270, 810), pois a1 = 10 e q = 3 R: PG (10, 30, 90, 270, 810) 2)Ache a soma dos múltiplos de 3 compreendidos entre 50 e 300. Primeiro temos que saber qual o primeiro termo e o último que são : 51 e 297 , porque tem que ser maior que 50 e menos que 300 E depois a quantidade de termos : An=a1+(n-1)r 297=3+(n-1)3 297-3=3n-3 294+3=3n 297=3n n=297/3 n=83 Agora podemos calcular a soma de todos Sn=[n(a1+an)]/2 Sn=[83(51+297]/2 Sn=[83(348)]/2
  • 2. Sn=28884/2 Sn=14442 Resposta:A soma dos múltiplos de 3 compreendidos entre 50 e 300 é 14442 Exercício 3 Numa progressão geométrica a diferença entre o 2° e o 1° termos é 9, e a diferença entre o 5° e o 4° é 576. O 1° termo da progressão é : a)3 b)4 c)6 O primeiro termo da progressão é 3 (alternativa A) d)8 e)9 a2 - a1 = 9 (os dados que temos) a5 - a4 = 576 a1q - a1 = 9 -> a1(q-1) = 9 a4q - a4 = 576 -> a4(q-1) = 576 9/a1 = 576/a4 9 a1q³ = 576 a1 q³ = 576/9 = 64 q = 4 a2 - a1 = 9 4a1 - a1 = 9 3a1 = 9 a1=9/3 a1 = 3 4)Em uma PG, o primeiro termo é 2 e o quarto termo é 54. O quinto termo dessa PG é: a) 62 b) 68 c) 162 d) 168 e) 486 Primeiramente devemos achar a razão da PG Formula da razão da PG an = a¹ . q^(n - 1) OBS => O simbolo "^" significa elevado Então se:
  • 3. a4 = a¹ . q^(4 - 1) a4 = a¹ . q³ 54 = 2 . q³ ==> apenas invertendo a igualdade 2 q³ = 54 q³ = 54/2 q³ = 27 q = raiz cúbica de 27 ==> fatorando o 27 acharemos 27 = 3³ q = raiz cubica de 3³ q = 3 achamos a razão que é 3 agora aplicaremos a mesma formula para achar a5 an = a¹ . q^(n - 1) a5 = 2 . 3^(5 - 1) a5 = 2 . 3^4 ==> OBS.: 3^4 = 3 . 3 . 3 . 3 . = 81 a5 = 2 . 81 a5 = 162 R: 5º termo é 162 5. Uma geladeira é vendida em n parcelas iguais, sem juros. Caso se queira adquirir o produto, pagando-se 3 ou 5 parcelas a menos, ainda sem juros, o valor de cada parcela deve ser acrescida de R$60,00 ou R$125,00, respectivamente. Com base nessas informações, conclui-se que n é igual á: (X) a- 13 ( ) b- 14 ( ) c- 15 ( ) d- 16 ( ) e- 17 Chamando de x o valor da geladeira, podemos representar cada parcela como a divisão de x pela quantidade de parcelas. Assim, se n é quantidade de parcelas, o valor de cada parcela será x/n. Segundo o enunciado, se pagarmos 3 parcelas á menos, ou seja, n-3 parcelas, o valor de cada parcela será acrescido de R$60,00, ou seja, x/n + 60. Com isso podemos chegar a seguinte igualdade: x/(n-3)= x/n + 60 O mesmo podemos dizer sobre quando paga-se 5 parcelas á menos: pagando n-5 parcelas, o valor de cada parcela será acrescido de R$125,00, ou seja, x/n + 125. O que nos leva á uma segunda igualdade. x/(n-5)= x/n + 125 Dessa forma, seguimos simplificando a primeira igualdade: x/(n-3)= x/n + 60 [x/(n-3)]. (n² - 3.n)= x/n. (n² - 3.n) + 60. (n² - 3.n)
  • 4. x.n= x.(n - 3) + 60.(n² - 3.n) x.n= x.n - 3.x + 60.n² - 180.n 3.x= 60.n² - 180.n x= (60.n² - 180.n)/3 x= 20.n² - 60.n Encontramos o valor da geladeira em função do número de parcelas. Agora, podemos pegar a segunda igualdade que encontramos no início da resolução e substituir o valor de x que acabamos de encontrar. Fazendo isso, chegaremos á uma igualdade com apenas uma incógnita, o que nos possibilita encontrar o valor numérico dessa incógnita. x/(n-5)= x/n + 125 (20.n² - 60.n)/(n-5)= (20.n² - 60.n)/n + 125 Vamos simplificando: (20.n² - 60.n)/(n-5)= (20.n² - 60.n)/n + 125 (20.n² - 60.n)/(n-5)= 20.n - 60 + 125 (20.n² - 60.n)/(n-5)= 20.n + 65 20.n² - 60.n= (20.n + 65).(n-5) 20.n² - 60.n= 20.n² + 65.n -100.n -325 20.n² - 60.n= 20.n² -35.n -325 -60.n= -35.n -325 -60.n + 35.n= -325 -25.n= -325 n= -325/-25 n= 13 Dessa maneira, conseguimos chegar ao valor numérico de n. Sendo n a representação do número de parcelas, encontramos a informação que o enunciado pediu. Concluímos que a resposta é 13, alternativa a. turma 2 1)Resolva: ((2x+1)(5x+2))/2=5x²-11 x=-24 9 Resolução: ((2x+1)(5x+2))/2=5x²-11
  • 5. (10x²+4x+5x+2) = 5x²-11 (multiplica em cruz pois tem uma igualdade) 2 1 10x²+9x+2=10x²-22 10x²-10x²+9x=-22-2 9x=-24 x= -24 9 2)Complete as expressões para que sejam trinômios quadrados perfeitos:a) y² - 14y + □ b) 9x² + 6x + □ c) □ + 6y + 1 d) 36y² + □ + 1 e) x² + □ + 81 f) a²x² + abx + □ a) y² -14y+ □= ↓ ↓ ↓ √y² -14:2 □= (y-7)²= y²-14y+49 b) 9x² + 6x + □= ↓ ↓ ↓ √9x² 6x:2 □= (3x+1)²= 9x²+6x+1 c) □ + 6y + 1= ↓ ↓ ↓ □ 6y:2 1 = (3y+1)²= 9y²+6y+1 d)36y² + □ + 1 = ↓ ↓ ↓ √36y² □ +1= (6y+1)² = 36y²+12y+1 e)x² + □ + 81= ↓ ↓ ↓ √x² □ √81= (x+9)²= x²+18x+81 f)a²x² + abx + □ = ↓ ↓ ↓ √a²x² abx:ax □= (ax+ b)²= a²x²+abx+ b² 2 4
  • 6. 3)Uma área de 0,2 km² é igual à área de um retângulo com lados de: *  a) 20 m e 100 m  b) 20 m e 1 000 m  c) 200 m e 100 m  d) 2000 m e 1000 m  e) 200 m e 1 000 m  Primeiramente devemos transformar todas as alternativas em quilômetro (km)  a) 20 m e 100 m=(20 e 100)/1000=0,02 e 0,1  b) 20 m e 1 000 m=(20 e 1000)/1000=0,02 e 1  c) 200 m e 100 m=(200 e 100)/1000=0,2 e 0,1  d) 2000 m e 1000 m=(2000 e 1000)/1000=2 e 1  e) 200 m e 1 000 m(200 e 1000)/1000=0,2 e 1  Depois de transforma-los em km devemos multiplica-los para chegar ao resultado de 0,2 km²(h.b=0,2 km²)  a) 20 m e 100 m=(20 e 100)/1000=0,02 e 0,1 = 0,02 . 0,1=0,002 km²  b) 20 m e 1 000 m=(20 e 1000)/1000=0,02 e 1=0,02 . 1=0,02 km²  c) 200 m e 100 m=(200 e 100)/1000=0,2 e 0,1=0,2 . 0,1=0,02 km²  d) 2000 m e 1000 m=(2000 e 1000)/1000=2 e 1=2 . 1 =2 km² e) 200 m e 1 000 m(200 e 1000)/1000=0,2 e 1= 0,2 . 1=0,2 km²  A alternativa E é a única que esta correta,pois com a a multiplicação da base e da altura (no caso os dados da alternativa E) obtivemos a área determinada pelo exercício que foi de 0,2 km² 4)Na figura, a área do quadrado externo mede 49 cm². A medida x é: Observe a imagem acima. a) 0,5 cm b) 1,0 cm
  • 7. c) 1,2 cm d) 1,5 cm e) 2,5 cm Resolução: Resolução 1: Sabemos que a área do quadrado externo mede 49cm². Se é um quadrado, seus lados possuem medidas iguais, logo, devemos calcular a raíz quadrada de 49, resultando em 7. A medida do lado do quadrado externo é: 2x+4=7 2x=7-4 2x=3 x= 3 2 x=1,5cm Resolução 2: Podemos também resolver por equação de 2º grau: O lado do quadrado é 2x+4, se é área, a fórmula é l.l=l²=> (2x+4).(2x+4)=49 4x²+8x+8x+16=49 4x²+16x+16-49=0 4x²+16x -33=0 a=4 b=16 c=-33 Δ=b²-4.a.c Δ=16²-4.4.(-33) Δ=256+528 Δ=784 x=-b±√Δ 2.a x=-16±√784 2.4 x=-16±28 8 xI=-16+28= 12 =1,5 8 8 x2=-16-28= -44= -5,5 8 8 (não nos serve pois como é medida, não existe negativo)
  • 8. Logo, a medida de x é 1,5cm 5)Cinco atletas resolveram realizar uma corrida. Sabe-se que Ricardo chegou depois de Cléber. Filipe e Nélson chegaram juntos. Paschoal chegou antes de Cléber. O atleta que ganhou chegou sozinho. Quem ganhou a corrida foi: a) Filipe b) Cléber c) Nélson d) Ricardo e) Paschoal O enunciado diz que o atleta que ganhou chegou sozinho, então só pode ser Ricado, Cléber e Paschoal. Se Ricardo chegou depois que Cléber, ele já foi eliminado. E Paschoal chegou antes de Cléber, ou seja, ele ganhou. Turma 3 1) Bia é ceramista e sabe que , no processo de cozimento a argila sofre contração. Ela planeja fazer uma placa retangular que , após o cozimento , tenha 50 cm x 45 cm e sabe que , na contração , em média , o comprimento e a largura da placa reduzem 12%. a)Quais devem ser as dimensões das placas de argila antes do cozimento ? b)Compare as áreas da placa , antes e depois do cozimento. De quanto por cento a área foi reduzida? a) Dividimos 50 por 88(pois 50 é 88% do comprimento da argila , porque os 12% já foram encolhidos) para saber quanto vale 1% do comprimento da argila , depois multiplicamos por 100 para descobrir o tamanho do comprimento da argila antes do cozimento. 50 : 88 = ,568181... 0,568181 . 100 = 56,81... cm Para encontrarmos a largura da argila antes do cozimento dividimos 45 por 88 e multiplicar por 100. 45 : 88 = 0,5113636... 0,5113636 . 100 = 51,13... b) Primeiro calculamos a área que é comprimento vezes largura.
  • 9. antes : 56,81 . 51,13 = 2904,6953 cm² depois: 50 . 45 = 2250 cm² Dividimos a segunda área pela primeira área. 2250 : 2904,6953 = 0,77... A área reduzida foi 23%. 2)Qual é a medida de cada ângulo interno de um polígono regular de 20 lados ? Para descobrir a medida,utilizamos uma fórmula : 180.(20-2) = 3240:20 = 162 A medida de cada ângulo é de 162°. 3)CONSIDERE AS SEGUINTES AFIRMAÇÕES:I)OS PARALELOGRAMAS TÊM UM CENTRO DE SIMETRIA.II)OS QUADRADOS TÊM UM CENTRO DE SIMETRIA.III)QUALQUER QUADRILÁTERO TEM UM CENTRO DE SIMETRIA.DESSAS AFIRMAÇÕES,SÃO VERDADEIRAS: A)APENAS A I B)AS TRÊS C)APENAS A I E A II D)APENAS A I E A III E)APENAS A II RESOLUÇÃO: A LETRA CERTA É C,I E A II POIS SABEMOS QUE OS PARALELOGRAMAS TÊM MESMO UM CENTRO DE SIMETRIA E OS QUADRADOS TÊM MESMO UM CENTRO DE SIMETRIA.E NÃO SERIA A III POIS NÃO SÃO QUALQUER QUADRILÁTERO QUE TEM UM CENTRO DE SIMETRIA. 4-Escrevendo-se 2,5.10 ⁴ por extenso,obtêm-se : A)Dois mil e quinhentos B) Vinte e cinco mil C)Dois milhões e meio D)Vinte e cinco milhões E)Duzentos e cinquenta milhões Alternativa B,pois a base é 10 e o expoente é positivo,então basta adicionar três 0 depois da virgula,formando 25.000.
  • 10. 5)Dos números abaixo, aquele que mais se aproxima de valor de √30 é: * o a) 4,8 o b) 5,3 o c) 5,4 o d) 5,6 o e) 5,7 fatoramos o 30 temos 30| 2 15| 3 5 |5 1 | o que nos dá 2 x 3 x 5 ------------------------------------------------------------------------------------------------------------ o
  • 11. Turma 5 1)Diga qual é o mmc de: a)3, 4 e 5 b)2, 5 e 10 c)2, 5 e 8. a) 3,4,5 2 b) 2,5,10 2 c) 2,5,8 2 3,2,5 2 1,5,5 5 1,5,4 2 3,1,5 3 1,1,1 1,5,2 2 1,1,5 5 1,5,1 5 1,1,1 1,1,1 2.2.3.5=60 2.5=10 2x2x2x5=40 Resp. a) mmc 3,4,5=60 b) mmc 2,5,10=10 c) mmc 2,5,8=40 2)a)Pensei num número. Ele é múltiplo de 7 e de 11. Só com essas informações, você consegue descobrir em que número pensei? Explique a resposta. b) E se eu lhe disser, ainda, que ele tem apenas dois algarismos? Você descobre qual é o número? Explique. * R: A) não porque pode ser qualquer numero. B) Sim. O número é 77 pois o menor múltiplo comum de 11 e 7 é 77 os outros números mesmo podendo ser múltiplo comum de 11 e 7 será com mais de 2 algarismos. 3)Observe como, de um número para o seguinte, essa aumenta.Continuando assim , qual deve ser o oitavo número da sequência ? B)72 Fiz assim:Para passar de um número para o outro, ex:2+?=6, os resultados para somar são múltiplos de 2.Fui fazendo testes até chegar ao resultado certo. (resultados que são da soma :4,6,8,10,12,14,16. Sequência: 2 , 6 , 12 , 20,30,42,56,72 4)Uma torta de morangos dividida em pedaços iguais, foi colocada a venda em uma confeitaria.Em meia hora ,3/4 da torta já haviam sido vendidos,restando apenas 6 pedaços.Em quantos pedaços a torta foi dividida? C)24
  • 12. pensei que 3/4=12 e 1/4 é=4 pois 3.4=12 , 4.1=4 .Assim fui dividindo os valores pelo tanto de pedaços que sobram da torta (6 pedaços).Dividi 24/6 que deu resto 0 e quociente 4. Como 3/4 da torta já haviam sido vendidos , encontrei o outro 1/4 que ainda sobrava da torta 5)Qual é a sentença verdadeira? A)2,01=2 inteiros e 1/100 Fiz assim:Contei a quantidade de 0 .Deram 2 , então sabia que o tanto de casas depois da vírgula seria 2.Assim fiz 0,01 depois acrescentei o inteiro o 2 .