SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
Baixar para ler offline
APRENDIZAGEM MEDIADA POR TECNOLOGIAS MÓVEIS: NOVOS DESAFIOS PARA AS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS Adelina Moura adelina8@gmail.com Escola Secundária Carlos Amarante Ana Amélia Carvalho aac@ie.uminho.pt Instituto de Educação, Universidade do Minho
[object Object]
 Estas tecnologias parecem suprimir as limitações da aprendizagem confinada à sala de aula, oferecendo acesso a materiais de ensino e de aprendizagem em qualquer lugar e tempo;
 Com a evolução das tecnologias móveis está-se a configurar um novo “paradigma” educacional denominado mobile learning ou m-learning (Kukulska-Hulme & Traxler, 2005);
 A diversidade e robustez de dispositivos móveis disponíveis no mercado, bem como o aumento do número de trabalhadores móveis leva a que a questão da aprendizagem suportada por tecnologias móveis  venha sendo estudada (Vavoulaet al., 2009);
 O telemóvel é como a extensão do próprio corpo (Oksman & Rautiainen, 2003) e os seus proprietários já não podem viver sem ele.
Prensky (2001) foi um dos primeiros a propor o uso do telemóvel na sala de aula;
 A emergência de novos cenários educativos levou-nos a tentar compreender os desafios e oportunidades da integração de dispositivos móveis, como o telemóvel, no processo de ensino e aprendizagem. C O N T E X T U A L I Z A Ç Ã O
Referencial Teórico para Integração de Tecnologias Móveis no Ensino (RTITME)
Domínios Tecnológico e Pedagógico
Tipo de estudo M E T O D O L O G I A Abordagem metodológica qualitativa, com preferência pelo estudo de múltiplos casos (Bogdan & Biklen, 1994, Yin, 2005) Recolha de dados e instrumentos Inquérito por Questionário:                    I) Caracterização;                    II) O Podcast como recurso de aprendizagem;                    III) Aprendizagem por SMS;                   IV) O telemóvel como ferramenta de aprendizagem;  Entrevistas individuais;  Focusgroup; Observações participante (com notas de campo);  Produções dos alunos.
Caracterização dos participantes PARTICIPANTES
[object Object]
Tentando inverter esta situação, propusemos aos alunos a exploração de diferentes serviços e funcionalidades, presentes na maioria dos telemóveis (texto, imagem, áudio, vídeo), para apoio ao estudo e aprendizagem.ESTUDO
Quadro síntese das actividades do estudo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

FORMAÇÃO DE EDUCADORES A DISTANCIA
FORMAÇÃO DE EDUCADORES A DISTANCIAFORMAÇÃO DE EDUCADORES A DISTANCIA
FORMAÇÃO DE EDUCADORES A DISTANCIAAnderson C. Sandes
 
Mobile learning e educação a distância limites e possibilidades
Mobile learning e educação a distância limites e possibilidadesMobile learning e educação a distância limites e possibilidades
Mobile learning e educação a distância limites e possibilidadesAngelo Branco
 
O uso das novas tecnologias da informação na
O uso das novas tecnologias da informação naO uso das novas tecnologias da informação na
O uso das novas tecnologias da informação naMarlene Araujo
 
Transformando o problema em solução: Como usar a tecnologia de todo dia em sa...
Transformando o problema em solução:Como usar a tecnologia de todo dia em sa...Transformando o problema em solução:Como usar a tecnologia de todo dia em sa...
Transformando o problema em solução: Como usar a tecnologia de todo dia em sa...Vinicius Lemos
 
Uso do celular como ferramenta pedagogica
Uso do celular como ferramenta pedagogicaUso do celular como ferramenta pedagogica
Uso do celular como ferramenta pedagogicarogerio03
 
Mobile learning (m learning)
Mobile learning (m learning)Mobile learning (m learning)
Mobile learning (m learning)Joaquim Guerra
 
Atv 7 4_camila
Atv 7 4_camilaAtv 7 4_camila
Atv 7 4_camilacbizerril
 
NTIC na EaD - Raiane Martins
NTIC na EaD - Raiane MartinsNTIC na EaD - Raiane Martins
NTIC na EaD - Raiane MartinsRaiane Martins
 
O USO DO CELULAR NA ESCOLA
O USO DO CELULAR NA ESCOLAO USO DO CELULAR NA ESCOLA
O USO DO CELULAR NA ESCOLAJosilda França
 
Tarefa Ead Slideshare Para 30abril Web2.0 CléBer Vargas
Tarefa Ead Slideshare Para 30abril Web2.0 CléBer VargasTarefa Ead Slideshare Para 30abril Web2.0 CléBer Vargas
Tarefa Ead Slideshare Para 30abril Web2.0 CléBer Vargasclebercleber
 
C:\Fakepath\Geracoes De Ensino A Distancia2
C:\Fakepath\Geracoes De Ensino A Distancia2C:\Fakepath\Geracoes De Ensino A Distancia2
C:\Fakepath\Geracoes De Ensino A Distancia2124358110
 
Slide Tecnologias na escola: desafios e possibilidades
Slide Tecnologias na escola: desafios  e possibilidadesSlide Tecnologias na escola: desafios  e possibilidades
Slide Tecnologias na escola: desafios e possibilidadesAparecida Alves de Oliveira
 
Educação à distância
Educação à distânciaEducação à distância
Educação à distânciaJoaquim Guerra
 
Tecnófilo - TECNOLOGIAS E PRÁTICAS EDUCATIVAS
Tecnófilo - TECNOLOGIAS E PRÁTICAS EDUCATIVASTecnófilo - TECNOLOGIAS E PRÁTICAS EDUCATIVAS
Tecnófilo - TECNOLOGIAS E PRÁTICAS EDUCATIVASworgen99
 

Mais procurados (20)

FORMAÇÃO DE EDUCADORES A DISTANCIA
FORMAÇÃO DE EDUCADORES A DISTANCIAFORMAÇÃO DE EDUCADORES A DISTANCIA
FORMAÇÃO DE EDUCADORES A DISTANCIA
 
Mobile learning e educação a distância limites e possibilidades
Mobile learning e educação a distância limites e possibilidadesMobile learning e educação a distância limites e possibilidades
Mobile learning e educação a distância limites e possibilidades
 
Mobile Learning and smartphones
Mobile Learning and smartphonesMobile Learning and smartphones
Mobile Learning and smartphones
 
O uso das novas tecnologias da informação na
O uso das novas tecnologias da informação naO uso das novas tecnologias da informação na
O uso das novas tecnologias da informação na
 
Transformando o problema em solução: Como usar a tecnologia de todo dia em sa...
Transformando o problema em solução:Como usar a tecnologia de todo dia em sa...Transformando o problema em solução:Como usar a tecnologia de todo dia em sa...
Transformando o problema em solução: Como usar a tecnologia de todo dia em sa...
 
Uso do celular como ferramenta pedagogica
Uso do celular como ferramenta pedagogicaUso do celular como ferramenta pedagogica
Uso do celular como ferramenta pedagogica
 
Mobile learning (m learning)
Mobile learning (m learning)Mobile learning (m learning)
Mobile learning (m learning)
 
Atv 7 4_camila
Atv 7 4_camilaAtv 7 4_camila
Atv 7 4_camila
 
NTIC na EaD - Raiane Martins
NTIC na EaD - Raiane MartinsNTIC na EaD - Raiane Martins
NTIC na EaD - Raiane Martins
 
O USO DO CELULAR NA ESCOLA
O USO DO CELULAR NA ESCOLAO USO DO CELULAR NA ESCOLA
O USO DO CELULAR NA ESCOLA
 
Evento uel7 11
Evento uel7 11Evento uel7 11
Evento uel7 11
 
A utilização das ferramentas m-learning na escola do séc. XXI
A utilização das ferramentas  m-learning na escola do séc. XXIA utilização das ferramentas  m-learning na escola do séc. XXI
A utilização das ferramentas m-learning na escola do séc. XXI
 
Tarefa Ead Slideshare Para 30abril Web2.0 CléBer Vargas
Tarefa Ead Slideshare Para 30abril Web2.0 CléBer VargasTarefa Ead Slideshare Para 30abril Web2.0 CléBer Vargas
Tarefa Ead Slideshare Para 30abril Web2.0 CléBer Vargas
 
C:\Fakepath\Geracoes De Ensino A Distancia2
C:\Fakepath\Geracoes De Ensino A Distancia2C:\Fakepath\Geracoes De Ensino A Distancia2
C:\Fakepath\Geracoes De Ensino A Distancia2
 
Mobile learning
Mobile learningMobile learning
Mobile learning
 
Slide Tecnologias na escola: desafios e possibilidades
Slide Tecnologias na escola: desafios  e possibilidadesSlide Tecnologias na escola: desafios  e possibilidades
Slide Tecnologias na escola: desafios e possibilidades
 
Educação à distância
Educação à distânciaEducação à distância
Educação à distância
 
Tecnologia aplicada
Tecnologia aplicadaTecnologia aplicada
Tecnologia aplicada
 
Porquê o mobile learning na escola?
Porquê o mobile learning na escola?Porquê o mobile learning na escola?
Porquê o mobile learning na escola?
 
Tecnófilo - TECNOLOGIAS E PRÁTICAS EDUCATIVAS
Tecnófilo - TECNOLOGIAS E PRÁTICAS EDUCATIVASTecnófilo - TECNOLOGIAS E PRÁTICAS EDUCATIVAS
Tecnófilo - TECNOLOGIAS E PRÁTICAS EDUCATIVAS
 

Semelhante a Desafios da aprendizagem móvel

Mrel m learning
Mrel m learningMrel m learning
Mrel m learningTomar
 
Mobile learning como apoio ao ensino do portuguêsfinal jml14
Mobile learning como apoio ao ensino do portuguêsfinal jml14Mobile learning como apoio ao ensino do portuguêsfinal jml14
Mobile learning como apoio ao ensino do portuguêsfinal jml14C. Pascoal
 
DIRETRIZES DE POLÍTICAS PARA A APRENDIZAGEM MÓVEL
DIRETRIZES DE POLÍTICAS PARA A APRENDIZAGEM MÓVELDIRETRIZES DE POLÍTICAS PARA A APRENDIZAGEM MÓVEL
DIRETRIZES DE POLÍTICAS PARA A APRENDIZAGEM MÓVELNatalie Jenifer
 
M learning ap_intermedia
M learning ap_intermediaM learning ap_intermedia
M learning ap_intermediapjgscunha
 
Tecnologias móveis no ensino e aprendizagem da língua inglesa
Tecnologias móveis no ensino e aprendizagem da língua inglesaTecnologias móveis no ensino e aprendizagem da língua inglesa
Tecnologias móveis no ensino e aprendizagem da língua inglesaNeuza Pedro
 
Apresentacao I EADCE relatos de experiências exitosas de uso de tecnologias v...
Apresentacao I EADCE relatos de experiências exitosas de uso de tecnologias v...Apresentacao I EADCE relatos de experiências exitosas de uso de tecnologias v...
Apresentacao I EADCE relatos de experiências exitosas de uso de tecnologias v...Universidade Federal do Cariri
 
As universidades portuguesas devem implementar estratégias de mobile learning...
As universidades portuguesas devem implementar estratégias de mobile learning...As universidades portuguesas devem implementar estratégias de mobile learning...
As universidades portuguesas devem implementar estratégias de mobile learning...Hugo Domingos
 
APRENDIZAGEM MOVEL.ppt
APRENDIZAGEM MOVEL.pptAPRENDIZAGEM MOVEL.ppt
APRENDIZAGEM MOVEL.pptSilvioMattos3
 
Celulares e o contexto educacional
Celulares e o contexto educacionalCelulares e o contexto educacional
Celulares e o contexto educacionalJssicaSantos79632
 
ESTAGIO SUPERVISIONADO IV
ESTAGIO SUPERVISIONADO IVESTAGIO SUPERVISIONADO IV
ESTAGIO SUPERVISIONADO IVGleidson Mendes
 
A modernidade do celular em sala de aula.pptx
A modernidade do celular em sala de aula.pptxA modernidade do celular em sala de aula.pptx
A modernidade do celular em sala de aula.pptxMatheus Rodrigues Silva
 
Estilos e videojogos
Estilos e videojogosEstilos e videojogos
Estilos e videojogosAna Gardenia
 
Mobile learning: Proibir ou integrar?
Mobile learning: Proibir ou integrar?Mobile learning: Proibir ou integrar?
Mobile learning: Proibir ou integrar?Fernanda Ledesma
 

Semelhante a Desafios da aprendizagem móvel (20)

Integração do telemóvel como ferramenta de aprendizagem em contexto educativo
Integração do telemóvel como ferramenta de aprendizagem em contexto educativoIntegração do telemóvel como ferramenta de aprendizagem em contexto educativo
Integração do telemóvel como ferramenta de aprendizagem em contexto educativo
 
Mrel m learning
Mrel m learningMrel m learning
Mrel m learning
 
O mobile learning em contexto educativo
O mobile learning em contexto educativoO mobile learning em contexto educativo
O mobile learning em contexto educativo
 
Mobile learning como apoio ao ensino do portuguêsfinal jml14
Mobile learning como apoio ao ensino do portuguêsfinal jml14Mobile learning como apoio ao ensino do portuguêsfinal jml14
Mobile learning como apoio ao ensino do portuguêsfinal jml14
 
DIRETRIZES DE POLÍTICAS PARA A APRENDIZAGEM MÓVEL
DIRETRIZES DE POLÍTICAS PARA A APRENDIZAGEM MÓVELDIRETRIZES DE POLÍTICAS PARA A APRENDIZAGEM MÓVEL
DIRETRIZES DE POLÍTICAS PARA A APRENDIZAGEM MÓVEL
 
M learning ap_intermedia
M learning ap_intermediaM learning ap_intermedia
M learning ap_intermedia
 
Tecnologias móveis no ensino e aprendizagem da língua inglesa
Tecnologias móveis no ensino e aprendizagem da língua inglesaTecnologias móveis no ensino e aprendizagem da língua inglesa
Tecnologias móveis no ensino e aprendizagem da língua inglesa
 
Apresentacao I EADCE relatos de experiências exitosas de uso de tecnologias v...
Apresentacao I EADCE relatos de experiências exitosas de uso de tecnologias v...Apresentacao I EADCE relatos de experiências exitosas de uso de tecnologias v...
Apresentacao I EADCE relatos de experiências exitosas de uso de tecnologias v...
 
As universidades portuguesas devem implementar estratégias de mobile learning...
As universidades portuguesas devem implementar estratégias de mobile learning...As universidades portuguesas devem implementar estratégias de mobile learning...
As universidades portuguesas devem implementar estratégias de mobile learning...
 
m-learning
m-learningm-learning
m-learning
 
silvana.ppt
silvana.pptsilvana.ppt
silvana.ppt
 
APRENDIZAGEM MOVEL.ppt
APRENDIZAGEM MOVEL.pptAPRENDIZAGEM MOVEL.ppt
APRENDIZAGEM MOVEL.ppt
 
silvana.ppt
silvana.pptsilvana.ppt
silvana.ppt
 
Tecnologias móveis e aprendizagens de qualidade para todos
Tecnologias móveis e aprendizagens de qualidade para todosTecnologias móveis e aprendizagens de qualidade para todos
Tecnologias móveis e aprendizagens de qualidade para todos
 
Celulares e o contexto educacional
Celulares e o contexto educacionalCelulares e o contexto educacional
Celulares e o contexto educacional
 
ESTAGIO SUPERVISIONADO IV
ESTAGIO SUPERVISIONADO IVESTAGIO SUPERVISIONADO IV
ESTAGIO SUPERVISIONADO IV
 
Práticas de Mobile Learning no Ensino Básico e Secundário: Metodologias e Des...
Práticas de Mobile Learning no Ensino Básico e Secundário: Metodologias e Des...Práticas de Mobile Learning no Ensino Básico e Secundário: Metodologias e Des...
Práticas de Mobile Learning no Ensino Básico e Secundário: Metodologias e Des...
 
A modernidade do celular em sala de aula.pptx
A modernidade do celular em sala de aula.pptxA modernidade do celular em sala de aula.pptx
A modernidade do celular em sala de aula.pptx
 
Estilos e videojogos
Estilos e videojogosEstilos e videojogos
Estilos e videojogos
 
Mobile learning: Proibir ou integrar?
Mobile learning: Proibir ou integrar?Mobile learning: Proibir ou integrar?
Mobile learning: Proibir ou integrar?
 

Mais de GILT (Games, Interaction and Learning Technologies) IS Engenharia do Porto

Mais de GILT (Games, Interaction and Learning Technologies) IS Engenharia do Porto (20)

Estratégias educativas para potenciar os dispositivos móveis dos alunos e pro...
Estratégias educativas para potenciar os dispositivos móveis dos alunos e pro...Estratégias educativas para potenciar os dispositivos móveis dos alunos e pro...
Estratégias educativas para potenciar os dispositivos móveis dos alunos e pro...
 
Metodologias e Recursos para Transformação Digital da Educação
Metodologias e Recursos para Transformação Digital da EducaçãoMetodologias e Recursos para Transformação Digital da Educação
Metodologias e Recursos para Transformação Digital da Educação
 
Educação literária mediada por dispositivos móveis através das apps Pear Deck...
Educação literária mediada por dispositivos móveis através das apps Pear Deck...Educação literária mediada por dispositivos móveis através das apps Pear Deck...
Educação literária mediada por dispositivos móveis através das apps Pear Deck...
 
Aprendizagem Invertida nas aulas de Português
Aprendizagem Invertida nas aulas de PortuguêsAprendizagem Invertida nas aulas de Português
Aprendizagem Invertida nas aulas de Português
 
Ser Professor: uma profissão em risco?
Ser Professor: uma profissão em risco?Ser Professor: uma profissão em risco?
Ser Professor: uma profissão em risco?
 
Metodologias e ferramentas digitais para envolver os alunos nas aprendizagens...
Metodologias e ferramentas digitais para envolver os alunos nas aprendizagens...Metodologias e ferramentas digitais para envolver os alunos nas aprendizagens...
Metodologias e ferramentas digitais para envolver os alunos nas aprendizagens...
 
Flexibilidade Curricular: ideias para integrar tecnologias digitais
Flexibilidade Curricular: ideias para integrar tecnologias digitaisFlexibilidade Curricular: ideias para integrar tecnologias digitais
Flexibilidade Curricular: ideias para integrar tecnologias digitais
 
Why Digital Technology is so important in Education?
Why Digital Technology is so important in Education?Why Digital Technology is so important in Education?
Why Digital Technology is so important in Education?
 
Como educar a Geração Móvel: Desafios e oportunidades para transformar a apre...
Como educar a Geração Móvel: Desafios e oportunidades para transformar a apre...Como educar a Geração Móvel: Desafios e oportunidades para transformar a apre...
Como educar a Geração Móvel: Desafios e oportunidades para transformar a apre...
 
Escape Room: Missão Biblioteca
Escape Room: Missão BibliotecaEscape Room: Missão Biblioteca
Escape Room: Missão Biblioteca
 
Tecnologias e recursos digitais para fomentar a paixão pela leitura
Tecnologias e recursos digitais para fomentar a paixão pela leitura Tecnologias e recursos digitais para fomentar a paixão pela leitura
Tecnologias e recursos digitais para fomentar a paixão pela leitura
 
Tecnologias e ferramentas pedagógicas para a leitura na era digital
Tecnologias e ferramentas pedagógicas para a leitura na era digital Tecnologias e ferramentas pedagógicas para a leitura na era digital
Tecnologias e ferramentas pedagógicas para a leitura na era digital
 
Como potenciar as tecnologias digitais no âmbito da flexibilidade curricular?
Como potenciar as tecnologias digitais no âmbito da flexibilidade curricular?Como potenciar as tecnologias digitais no âmbito da flexibilidade curricular?
Como potenciar as tecnologias digitais no âmbito da flexibilidade curricular?
 
Tecnologias Móveis e Experiências pedagógicas
Tecnologias Móveis e Experiências pedagógicasTecnologias Móveis e Experiências pedagógicas
Tecnologias Móveis e Experiências pedagógicas
 
Smartphones na promoção da leitura
Smartphones na promoção da leituraSmartphones na promoção da leitura
Smartphones na promoção da leitura
 
Estratégias para promover a motivação e a imersão na experiência de aprendiza...
Estratégias para promover a motivação e a imersão na experiência de aprendiza...Estratégias para promover a motivação e a imersão na experiência de aprendiza...
Estratégias para promover a motivação e a imersão na experiência de aprendiza...
 
Escape room em EMRC
Escape room em EMRCEscape room em EMRC
Escape room em EMRC
 
Do analógico ao digital na promoção da aprendizagem do Português L2
Do analógico ao digital na promoção da aprendizagem do Português L2Do analógico ao digital na promoção da aprendizagem do Português L2
Do analógico ao digital na promoção da aprendizagem do Português L2
 
Educar para a sabedoria digital: desafios e oportunidades
Educar para a sabedoria digital: desafios e oportunidadesEducar para a sabedoria digital: desafios e oportunidades
Educar para a sabedoria digital: desafios e oportunidades
 
Escape Room: Aventuras colaborativas na aula
Escape Room: Aventuras colaborativas na aulaEscape Room: Aventuras colaborativas na aula
Escape Room: Aventuras colaborativas na aula
 

Último

HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfSandra Pratas
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfmúsica paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfWALDIRENEPINTODEMACE
 
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonAlgumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonRosiniaGonalves
 
Pizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literaturaPizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literaturagomescostamma
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Mary Alvarenga
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...MANUELJESUSVENTURASA
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 

Último (20)

HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfmúsica paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
 
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonAlgumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
 
Pizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literaturaPizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literatura
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 

Desafios da aprendizagem móvel

  • 1. APRENDIZAGEM MEDIADA POR TECNOLOGIAS MÓVEIS: NOVOS DESAFIOS PARA AS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS Adelina Moura adelina8@gmail.com Escola Secundária Carlos Amarante Ana Amélia Carvalho aac@ie.uminho.pt Instituto de Educação, Universidade do Minho
  • 2.
  • 3. Estas tecnologias parecem suprimir as limitações da aprendizagem confinada à sala de aula, oferecendo acesso a materiais de ensino e de aprendizagem em qualquer lugar e tempo;
  • 4. Com a evolução das tecnologias móveis está-se a configurar um novo “paradigma” educacional denominado mobile learning ou m-learning (Kukulska-Hulme & Traxler, 2005);
  • 5. A diversidade e robustez de dispositivos móveis disponíveis no mercado, bem como o aumento do número de trabalhadores móveis leva a que a questão da aprendizagem suportada por tecnologias móveis venha sendo estudada (Vavoulaet al., 2009);
  • 6. O telemóvel é como a extensão do próprio corpo (Oksman & Rautiainen, 2003) e os seus proprietários já não podem viver sem ele.
  • 7. Prensky (2001) foi um dos primeiros a propor o uso do telemóvel na sala de aula;
  • 8. A emergência de novos cenários educativos levou-nos a tentar compreender os desafios e oportunidades da integração de dispositivos móveis, como o telemóvel, no processo de ensino e aprendizagem. C O N T E X T U A L I Z A Ç Ã O
  • 9. Referencial Teórico para Integração de Tecnologias Móveis no Ensino (RTITME)
  • 11. Tipo de estudo M E T O D O L O G I A Abordagem metodológica qualitativa, com preferência pelo estudo de múltiplos casos (Bogdan & Biklen, 1994, Yin, 2005) Recolha de dados e instrumentos Inquérito por Questionário: I) Caracterização; II) O Podcast como recurso de aprendizagem; III) Aprendizagem por SMS; IV) O telemóvel como ferramenta de aprendizagem; Entrevistas individuais; Focusgroup; Observações participante (com notas de campo); Produções dos alunos.
  • 13.
  • 14. Tentando inverter esta situação, propusemos aos alunos a exploração de diferentes serviços e funcionalidades, presentes na maioria dos telemóveis (texto, imagem, áudio, vídeo), para apoio ao estudo e aprendizagem.ESTUDO
  • 15. Quadro síntese das actividades do estudo
  • 17. Produtos dos alunos Expansão Textual
  • 18. Frequência da utilização do telemóvel nas actividades RESULTADOS N=68
  • 19. O telemóvel como ferramenta de aprendizagem O grau de concordância com a afirmação “O telemóvel é uma ferramenta de aprendizagem” é superior a 84% em todas as turmas, o que revela o reconhecimento de um novo papel do telemóvel como ferramenta de suporte à aprendizagem.
  • 20.
  • 21. As limitações dos telemóveis exigem o desenho de conteúdos adequados e adaptados às características dos dispositivos;
  • 22. Os SMS e os Podcasts parecem adequar-se a algumas restrições dos dispositivos;
  • 23. As baixas frequências de utilização do telemóvel em algumas actividades pelos sujeitos da turma A podem relacionar-se com a falta de interesse dos participantes, as limitações dos modelos de telemóvel mais antigos (capacidade de armazenamento, funcionalidades multimédia e interoperabilidade para transferência de informação);
  • 24. Este projecto apresentou algumas estratégias pedagógicas possíveis para integração do telemóvel nas práticas educacionais;
  • 25. Futura investigação é precisa para explorar a integração de tecnologias móveis em todos os aspectos das experiências educacionais dos alunos. CONCLUSÕES
  • 26. Obrigada pela vossa presença. Comentários? Adelina Moura adelina8@gmail.com
  • 27. Encontro sobre Jogos e Mobile Learning  26 de Outubro de 2012 Braga, Universidade do Minho http://webs.ie.uminho.pt/encontro.jml/