SlideShare uma empresa Scribd logo
Aprendizagem Móvel: a tecnologia
potencializando a aprendizagem significativa
através da aprendizagem colaborativa
Universidade Federal do Rio Grande
Programa de Pós Graduação em Educação em
Ciências: Química da Vida e Saúde
Por Silvana Letícia Pires Iahnke
Professora Orientadora: Dr. Silvia Silva da Costa Botelho
Professor Co-orientador: Dr. André Luis Andrejew Ferreira
Introdução
Cada vez mais, as tecnologias passam a fazer parte de
nossas vidas, de nosso cotidiano, ampliando, de uma forma
sem precedentes, as possibilidades de comunicação e de
informação nesse novo milênio, alterando a nossa forma de
viver e de aprender na atualidade.
As tecnologias da informação e
comunicação (TICs), de uma forma
mais acentuada a Internet,
possibilitaram uma remodelagem na
educação, onde o ensino pode
ocorrer de forma síncrona, não
sendo necessariamente presencial.
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Vivemos numa sociedade reconhecida, de acordo
com Coll e Monereo (2010), como a Sociedade
da Informação (SI). Nesse novo contexto, cada
dia é mais comum o uso de tecnologias como:
celulares, smartphones, netbooks, notebooks em
nosso cotidiano. O paradigma computacional
atual direciona-se para um modelo ubíquo, em
que os serviços computacionais tornam-se
onipresentes em nosso meio.
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Estamos indo em direção a era da computação ubíqua, a qual
é um novo modelo computacional que associa os conceitos
de mobilidade com as funcionalidades da computação
pervasiva, em que os serviços computacionais tornam-se
invisíveis ao integrarem-se com o ambiente.
Computação Móvel é a capacidade de
um dispositivo computacional e os
serviços associados ao mesmo serem
móveis, permitindo este ser carregado
ou transportado mantendo-se
conectado a rede ou a Internet.
Este conceito define que os meios
de computação estarão
distribuídos no ambiente de
trabalho dos usuários de forma
inteligente, altamente integrada,
podendo ser perceptíveis ou
imperceptíveis.
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Nesse novo cenário, o processo de ensino
e de aprendizagem poderá estabelecer-se
em todo instante, em qualquer lugar e
através de diferentes dispositivos,
permitindo então uma aprendizagem
com mobilidade (mobile-learning ou m-
learning). Destacamos que esta vem
sendo considerada como o futuro da
aprendizagem ou como parte integrante
de qualquer outra forma de processo
educativo no futuro (Trinfonova, 2003).
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
De acordo com Dias et al (2008) o design de aprendizagem
para cursos que empreguem o m-learning devem ser
adequados aos tipos de utilização dos
equipamentos. Isto implica que devem ser
desenvolvidas novas formas de alimentar o
processo de aprendizagem e de inovar
pedagogicamente, para que, o processo de
aprendizagem possa ser efetivo, por esta via.
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
m-learning trás para o campo da aprendizagem novos
desafios não só como uma solução mas também como
um complemento para formatos e-learning já
existentes, uma vez que pode integrar todas as
características da colaboração e da aprendizagem
informal. Quando integrado com as ferramentas e
aplicações da Web 2.0 pode criar um ambiente de
aprendizagem construtivista dando ênfase à
aprendizagem colaborativa (Redes sociais, Wikipedia,
bookmarking, Tagging.) (DIAS et al, 2008)
Salientamos ainda que o
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
para uma flexibilização forte de cursos, tempos, espaços,
gerenciamento, interação, metodologias, tecnologias,
avaliação. Isso obriga a experimentar, pessoal e
institucionalmente, modelos de cursos, de aulas, de
técnicas, de pesquisa, de comunicação. Todas as
universidades e organizações educacionais, em todos
os níveis, precisam experimentar formas de integrar o
presencial e o virtual, garantindo a aprendizagem
significativa. (MORAN , 2002, p. 273, grifo nosso)
Percebe-se também que caminhamos
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Salienta-se que a aprendizagem para Ausubel
significa organização e integração do material na
estrutura cognitiva. Para ele a aprendizagem
significativa é um processo por meio do qual uma
nova informação relaciona-se com um aspecto
especificamente relevante da estrutura de
conhecimento do indivíduo. Assim a
aprendizagem significativa ocorre quando a
nova informação ancora-se em conceitos ou
proposições relevantes, preexistentes na
estrutura cognitiva do aprendiz (MOREIRA,
1999, p.152-153).
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Projeto de Pesquisa
Tema
Aprendizagem Móvel
Linha de Pesquisa
Educação Científica: as tecnologias educativas no processo
de aprendizagem.
Delimitação do Tema
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem
colaborativa
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Objetivo Geral
Investigar como a aprendizagem móvel pode ampliar os
meios de ensino e de aprendizagem potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem
colaborativa
Objetivos Específicos
Examinar as influências desencadeadas pela computação
ubíqua, pelas TICs, em nosso meio social
Identificar as teorias educacionais que fundamentam o
processo de ensino e de aprendizagem
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Objetivos Específicos
Reconhecer as teorias educacionais que fundamentam o
processo de ensino e de aprendizagem num contexto móvel
Levantar as principais ferramentas e redes sociais
atualmente existentes
Desenvolver uma estratégia didático pedagógica para
potencializar a aprendizagem significativa através da
aprendizagem colaborativa num contexto móvel
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Objetivos Específicos
Aplicar, compreender e analisar a estratégia desenvolvida
através da realização de um estudo de caso no âmbito do
ensino e aprendizado dos conteúdos matemáticos
Propor um conjunto de práticas pedagógicas envolvendo a
aprendizagem móvel para potencializar a aprendizagem
significativa através da aprendizagem colaborativa
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Metodologia
A metodologia empregada está baseada na idéia de que o
conhecimento pode ser construído através das interações
entre o indivíduo e o meio. Nesse sentido, o professor
emprega estratégias ou caminhos para o aluno buscar suas
respostas. Ele caminhará de mãos dadas com seu aluno,
orientando, estimulando, provocando durante todo o
processo de ensino e de aprendizagem.
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Metodologia
Revisão bibliográfica
Teorias de aprendizagem x TICs
Principais ferramentas e metodologias para m-learning
Levantamento das principais redes sociais na atualidade
Origem, características, principais ferramentas
Desenvolvimento da estratégia didático pedagógica
Realização do estudo de caso no contexto da matemática
Propor um conjunto de práticas pedagógicas envolvendo a
aprendizagem móvel para potencializar a aprendizagem
significativa através da aprendizagem colaborativa
Escrever a tese
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Referencial Teórico
As TICs são tecnologias que envolvem a
aquisição, o armazenamento, o processamento e
a distribuição da informação por meios digitais, como o
rádio, televisão, telefone, computadores, entre outros
(MISKULIN, 2004).
Elas afetam “praticamente todos os âmbitos de atividades
das pessoas, desde as formas práticas de organização
social até o modo de compreender o mundo, de organizar
essa compreensão e de transmiti-las a outras pessoas.”
(COLL e MONEREO, 2010) .
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
"Os indivíduos toleram cada vez menos seguir cursos
uniformes ou rígidos que não correspondem as suas
necessidades reais e à especificidade de seu trajeto de
vida".(LÉVY,1999)
Se hoje temos indícios de que o uso da informática na
educação é um processo irreversível, uma das preocupações
dos educadores se faz necessária quanto ao questionamento
sobre “por quê” utilizá-la e criar estratégias pedagógicas
alternativas, levando os alunos a construir o seu
conhecimento, de forma cooperativa e colaborativa, sendo
estas fundamentadas na interação intra e interpessoal dos
envolvidas neste processo .(VALENTE, 1999)
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Teorias de aprendizagem
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Teorias de aprendizagem
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Teorias de aprendizagem
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Na atualidade, percebemos que
o saber viaja veloz nas estradas virtuais da
informação. Não importa o lugar em que o aluno
estiver: em casa, em um barco, no hospital, no
trabalho. Ele tem acesso ao conhecimento
disponível nas redes, e pode continuar a aprender.
(KENSKI, 2010)
“Por todo o mundo, em países ricos e pobres, em
economias desenvolvidas e subdesenvolvidas, o telemóvel
é um bem valorizado.” “Estamos a caminhar para um mundo
IP”. ( DIAS et al, 2008)
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
“As Tecnologias de Informação Móveis e Sem Fio se
propagam mundialmente e, da mesma forma, no mercado
brasileiro” (SACCOL & REINHARD, 2007, p. 176). Nesse
sentido, destacamos que
é necessário acompanhar a evolução dos estudantes –
o que obriga as instituições a introduzirem cada vez
mais as tecnologias nas atividades de ensino do dia
a dia, permitindo aos estudantes serem flexíveis na
sua aprendizagem - e construir plataformas de
aprendizagem presenciais, que permitem elasticidade
no desenvolvimento e oferta dos conteúdos dos cursos.
(DIAS et al, 2008)
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Em relação ao conceito de m-learning (aprendizagem móvel),
identificamos que:
Mobile Learning, é a aprendizagem caracterizada pela
mobilidade global do usuário, pela independência de dispositivo
e pelo ambiente computacional do usuário estar disponível em
qualquer lugar, a qualquer tempo. (YAMIN, 2004).
Mobile Learning ou M-Learning: processos de aprendizagem
que ocorrem, necessariamente apoiados pelo uso de TIMS
(tecnologias de informação móveis) e que tem como
característica fundamental a mobilidade de atores humanos,
que podem estar fisicamente/geograficamente distante de
outros atores e também de espaços físicos formais de
educação, tais como salas de aula, salas de treinamento ou
local de trabalho (BOWKER, 2000; KOSCHEMBAHR, 2005).
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
M-learning (mobile learning - aprendizagem por meio de
dispositivos móveis) é um campo emergente, que engloba
tecnologias sem fio e computação móvel para permitir que a
aprendizagem possa ocorrer em qualquer tempo e em qualquer
lugar, maximizando a liberdade dos alunos (BATISTA & BEHAR,
2010)
O M-Learning é a fusão de diversas tecnologias de
processamento e comunicação de dados que permite a
estudantes e professores uma maior interação. [...] M-learning é
uma nova forma de interação por meio de dispositivos móveis.
[...] Mobile Learning é um desenvolvimento do e-learning, ou
aprendizagem por meios eletrônicos. (RIBEIRO et al, 2009)
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Recursos para a Aprendizagem Móvel
• Celulares, Smartphones, PDAs, Netbooks, Notebooks, entre
outros
• Ambientes Virtuais de Aprendizagem Móveis
GlobalEdu
MLE-Moodle
• Ferramentas disponíveis no ambiente ML-Moodle
Lição
Quiz
Questionário
Fórum
Wikis
Banco de Dados
Recursos
Mensagens instantâneas
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Principais Desafios
Os principais desafios para o desenvolvimento do m-learning,
em conformidade com Schlemmer et al (2007), são de:
• ordem contextual/social: resistências à adoção de novas
tecnologias e a necessidade do desenvolvimento de uma
cultura de uso dessas tecnologias
• ordem didático-pedagógico: necessidade de inovação nas
práticas didático pedagógicas e de processos de formação de
professores para o uso, em função da própria natureza do meio
de interação
• ordem tecnológica e econômica
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
a interligação entre pessoas, de todas as culturas, de
qualquer lugar e a qualquer momento, possibilitando o
surgimento de um fenômeno conhecido por glocal, um
neologismo para global e local, que se tornam um e a
mesma coisa: fenômeno glocal hoje, graças ao poder da
cibercultura, constitui-se como o emblema da civilização
pós-moderna, marcada pela tecnologia. [...] Fomentadas
pelo fenômeno glocal, as redes sociais surgem e têm
crescido, direcionando novos olhares quanto ao seu
uso nos espaços escolares, com o propósito de
propor aprendizagens por meio de um projeto
colaborativo em rede [...].
De acordo com Souza (2012, p. 3), a Internet possibilitou
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Assim, partindo do princípio de que a aprendizagem móvel cada
vez mais torna-se parte integrante de qualquer forma de processo
educativo e apropriando-se do fato que as redes sociais estão
cada vez mais presentes nas relações e no cotidiano das
pessoas, e que, segundo Almeida et al. (2000), o meio que por
excelência vem favorecendo, em qualquer local do mundo e em
qualquer hora, a colaboração entre as pessoas é a Internet e os
seus serviços, é possível levantar a questão da aprendizagem
colaborativa através das redes sociais a partir de dispositivos
móveis com a finalidade de facilitar uma aprendizagem
significativa.
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Aprendizagem Colaborativa
Conforme apresenta Dillenbourg (1999), existe uma
variedade de usos desse termo na área acadêmica. Nesse
trabalho vamos considerar a posição defendida por esse
autor, a qual pode ser traduzida da seguinte forma: “A mais
ampla (mas não satisfatória) definição para aprendizagem
colaborativa é uma situação em que duas ou mais
pessoas aprendem ou tentam aprender algo juntas.”
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Na aprendizagem colaborativa as palavras descreverão uma
situação em que determinadas formas de interação entre as
pessoas são esperadas para ocorrer, o que desencadearia
mecanismos de aprendizagem. Contudo, não há garantia de
que essas interações esperadas realmente ocorram. Por isso
é uma preocupação geral, segundo esse autor, desenvolver
formas de aumentar a probabilidade de que certos tipos de
interação realmente aconteçam.
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Aprendizagem Significativa
Adotaremos nesse trabalho a concepção de aprendizagem
significativa apresentada por Santos (2009, p. 62), a qual se
destaca por ser aquela
que ocorre a partir do surgimento de um sentido pessoal
por parte de quem aprende, o que desencadeia uma
atitude proativa que tenta desvendar o novo e
(re)construir conceitos que ampliam cada vez mais a
habilidade de aprender.
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Na visão desse autor para haver aprendizagem significativa há
necessidade da construção de um sentido contextual e
emocional por parte dos aprendizes. Para promovê-la é
essencial que algumas crenças sejam rompidas, entre as quais
destaca-se aquela que se refere aos conteúdos programáticos:
Crença n°5: e como fica o programa?
Essa idéia pode ser contraposta com uma única
pergunta: quem serve a quem? Temos um
programa a serviço da aprendizagem ou a
aprendizagem deve estar a serviço do
programa? (IBIDEM, p. 79)
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Quando pensamos numa metodologia de ensino que procure
interligar essas duas modalidades de aprendizagem: aprendizagem
colaborativa x aprendizagem significativa percebemos que elas
dialogam uma com a outra.
Identifica-se que para haver a aprendizagem significativa (Santos,
2009) torna-se essencial no processo de aprendizagem as
participações do grupo, dos colegas. Assim, será a colaboração
entre os pares, nos pequenos grupos que favorecerá a
aprendizagem significativa. Será através da argumentação, do
diálogo, da participação ativa dos aprendizes no processo de
ensino e de aprendizagem que poderemos construir uma estratégia
didático pedagógica que envolva colaboração e que ao mesmo
tempo proporcione a (re)construção de um conhecimento de forma
significativa.
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Nesse contexto, as redes sociais apresentam um grande
potencial educativo já que suportam as condições
necessárias para um ambiente de aprendizagem significativo
num contexto colaborativo e móvel. Aliadas a uma estratégia
de ensino que priorize o papel ativo do aluno, que vença as
crenças existentes por trás dos processos tradicionais como, por
exemplo, aquelas que entendem que construir o conhecimento
dá muito trabalho ou que não será possível vencer o programa,
será possível mudar a maneira de como se pensa e se faz a
educação nesse novo milênio.
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Artigos Publicados em Congressos
ANPEDSUL (2010)
A Computação Ubíqua na Educação a Distância: um modelo computacional que pode se
tornar um meio pedagógico
I CIED (2010)
Computação Ubíqua: a tecnologia dando suporte ao processo de ensino e de
aprendizagem na educação a distância
I Congresso Nacional de Neurociências Aplicada à Educação (2010)
A Educação no Século XXI (Pôster)
I ECHTEC (2011)
A Educação no Século XXI: o papel das tecnologias no processo de ensino e de
aprendizagem
I SINTEC (2011)
A Educação no Século XXI: o processo de ensino e de aprendizagem ocorrendo em
qualquer lugar, em qualquer instante
II SINTEC (2012)
Aprendizagem Móvel: O papel das tecnologias na educação do século XXI
Games Eletrônicos: Uma metodologia para o ensino-aprendizagem de matemática
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
Cronograma
Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a
aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a silvana.ppt

Uso das novas tecnologias
Uso das novas tecnologiasUso das novas tecnologias
Uso das novas tecnologiaseadntics
 
As inovações tecnológicas e os sistemas educacionais: os impactos, limites, d...
As inovações tecnológicas e os sistemas educacionais: os impactos, limites, d...As inovações tecnológicas e os sistemas educacionais: os impactos, limites, d...
As inovações tecnológicas e os sistemas educacionais: os impactos, limites, d...Mauricio Maulaz
 
C:\Fakepath\Geracoes De Ensino A Distancia2
C:\Fakepath\Geracoes De Ensino A Distancia2C:\Fakepath\Geracoes De Ensino A Distancia2
C:\Fakepath\Geracoes De Ensino A Distancia2124358110
 
Second life e as aprendizagens
Second life e as aprendizagensSecond life e as aprendizagens
Second life e as aprendizagensMilena Jorge
 
Tânia Dias T2 2100019.pptx
Tânia Dias T2 2100019.pptxTânia Dias T2 2100019.pptx
Tânia Dias T2 2100019.pptxVillaPipoo
 
Apresentação CBIE 2013 UNICAMP
Apresentação CBIE 2013  UNICAMPApresentação CBIE 2013  UNICAMP
Apresentação CBIE 2013 UNICAMPSilvia Fichmann
 
Hipertexto 2012 - Slides da palestra de Alex Sandro Gomes (CCTE/UFPE)
Hipertexto 2012 - Slides da palestra de Alex Sandro Gomes (CCTE/UFPE)Hipertexto 2012 - Slides da palestra de Alex Sandro Gomes (CCTE/UFPE)
Hipertexto 2012 - Slides da palestra de Alex Sandro Gomes (CCTE/UFPE)Simpósio Hipertexto
 
Aprendizado móvel e aprendizado ubiquo
Aprendizado móvel e aprendizado ubiquoAprendizado móvel e aprendizado ubiquo
Aprendizado móvel e aprendizado ubiquoUFPE
 
Morfologia da comunicação cognitiva 2.0 em sala de aula no âmbito do Ensino S...
Morfologia da comunicação cognitiva 2.0 em sala de aula no âmbito do Ensino S...Morfologia da comunicação cognitiva 2.0 em sala de aula no âmbito do Ensino S...
Morfologia da comunicação cognitiva 2.0 em sala de aula no âmbito do Ensino S...Cornélia Castro
 
Conhecimento em rede
Conhecimento em redeConhecimento em rede
Conhecimento em redeDiely Sampaio
 
Tutoria e mercado de trabalho
Tutoria e mercado de trabalhoTutoria e mercado de trabalho
Tutoria e mercado de trabalhoEAD Amazon
 
diferenças e convergências entre a Ead e a Eol.
 diferenças e convergências entre a Ead e a Eol.  diferenças e convergências entre a Ead e a Eol.
diferenças e convergências entre a Ead e a Eol. Solange Gomes
 
A diversidade de mídias na produção de cursos a distância
A diversidade de mídias na produção de cursos a distânciaA diversidade de mídias na produção de cursos a distância
A diversidade de mídias na produção de cursos a distânciaFernanda Tess
 
Formação Continuada para Professores: abordagem teórico-prática do cotidiano ...
Formação Continuada para Professores: abordagem teórico-prática do cotidiano ...Formação Continuada para Professores: abordagem teórico-prática do cotidiano ...
Formação Continuada para Professores: abordagem teórico-prática do cotidiano ...ANATED
 
Uso das mídias na educação trabalho em grupo do seminário de 15.12.2012 final
Uso das mídias na educação trabalho em grupo do seminário de 15.12.2012 finalUso das mídias na educação trabalho em grupo do seminário de 15.12.2012 final
Uso das mídias na educação trabalho em grupo do seminário de 15.12.2012 finalROSICLEIA WAGMAKER
 
Fundamentos Tecnologia Educacional
Fundamentos  Tecnologia EducacionalFundamentos  Tecnologia Educacional
Fundamentos Tecnologia EducacionalSimone Torres
 
Texto preliminar eliana, alexsandra, humberto
Texto preliminar   eliana, alexsandra, humbertoTexto preliminar   eliana, alexsandra, humberto
Texto preliminar eliana, alexsandra, humbertoelianabraungorl
 
Atividade 04 Regina
Atividade 04 ReginaAtividade 04 Regina
Atividade 04 Reginaginatrindade
 

Semelhante a silvana.ppt (20)

Uso das novas tecnologias
Uso das novas tecnologiasUso das novas tecnologias
Uso das novas tecnologias
 
As inovações tecnológicas e os sistemas educacionais: os impactos, limites, d...
As inovações tecnológicas e os sistemas educacionais: os impactos, limites, d...As inovações tecnológicas e os sistemas educacionais: os impactos, limites, d...
As inovações tecnológicas e os sistemas educacionais: os impactos, limites, d...
 
C:\Fakepath\Geracoes De Ensino A Distancia2
C:\Fakepath\Geracoes De Ensino A Distancia2C:\Fakepath\Geracoes De Ensino A Distancia2
C:\Fakepath\Geracoes De Ensino A Distancia2
 
Apresentação
Apresentação Apresentação
Apresentação
 
Second life e as aprendizagens
Second life e as aprendizagensSecond life e as aprendizagens
Second life e as aprendizagens
 
Tânia Dias T2 2100019.pptx
Tânia Dias T2 2100019.pptxTânia Dias T2 2100019.pptx
Tânia Dias T2 2100019.pptx
 
A docência online
A docência onlineA docência online
A docência online
 
Apresentação CBIE 2013 UNICAMP
Apresentação CBIE 2013  UNICAMPApresentação CBIE 2013  UNICAMP
Apresentação CBIE 2013 UNICAMP
 
Hipertexto 2012 - Slides da palestra de Alex Sandro Gomes (CCTE/UFPE)
Hipertexto 2012 - Slides da palestra de Alex Sandro Gomes (CCTE/UFPE)Hipertexto 2012 - Slides da palestra de Alex Sandro Gomes (CCTE/UFPE)
Hipertexto 2012 - Slides da palestra de Alex Sandro Gomes (CCTE/UFPE)
 
Aprendizado móvel e aprendizado ubiquo
Aprendizado móvel e aprendizado ubiquoAprendizado móvel e aprendizado ubiquo
Aprendizado móvel e aprendizado ubiquo
 
Morfologia da comunicação cognitiva 2.0 em sala de aula no âmbito do Ensino S...
Morfologia da comunicação cognitiva 2.0 em sala de aula no âmbito do Ensino S...Morfologia da comunicação cognitiva 2.0 em sala de aula no âmbito do Ensino S...
Morfologia da comunicação cognitiva 2.0 em sala de aula no âmbito do Ensino S...
 
Conhecimento em rede
Conhecimento em redeConhecimento em rede
Conhecimento em rede
 
Tutoria e mercado de trabalho
Tutoria e mercado de trabalhoTutoria e mercado de trabalho
Tutoria e mercado de trabalho
 
diferenças e convergências entre a Ead e a Eol.
 diferenças e convergências entre a Ead e a Eol.  diferenças e convergências entre a Ead e a Eol.
diferenças e convergências entre a Ead e a Eol.
 
A diversidade de mídias na produção de cursos a distância
A diversidade de mídias na produção de cursos a distânciaA diversidade de mídias na produção de cursos a distância
A diversidade de mídias na produção de cursos a distância
 
Formação Continuada para Professores: abordagem teórico-prática do cotidiano ...
Formação Continuada para Professores: abordagem teórico-prática do cotidiano ...Formação Continuada para Professores: abordagem teórico-prática do cotidiano ...
Formação Continuada para Professores: abordagem teórico-prática do cotidiano ...
 
Uso das mídias na educação trabalho em grupo do seminário de 15.12.2012 final
Uso das mídias na educação trabalho em grupo do seminário de 15.12.2012 finalUso das mídias na educação trabalho em grupo do seminário de 15.12.2012 final
Uso das mídias na educação trabalho em grupo do seminário de 15.12.2012 final
 
Fundamentos Tecnologia Educacional
Fundamentos  Tecnologia EducacionalFundamentos  Tecnologia Educacional
Fundamentos Tecnologia Educacional
 
Texto preliminar eliana, alexsandra, humberto
Texto preliminar   eliana, alexsandra, humbertoTexto preliminar   eliana, alexsandra, humberto
Texto preliminar eliana, alexsandra, humberto
 
Atividade 04 Regina
Atividade 04 ReginaAtividade 04 Regina
Atividade 04 Regina
 

Último

GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfrarakey779
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaaCarolineFrancielle
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosbiancaborges0906
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-carloseduardogonalve36
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - FalamansaMary Alvarenga
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfLabor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfemeio123
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfrarakey779
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoPedroFerreira53928
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfssuserbb4ac2
 

Último (20)

GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfLabor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 

silvana.ppt

  • 1. Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa Universidade Federal do Rio Grande Programa de Pós Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde Por Silvana Letícia Pires Iahnke Professora Orientadora: Dr. Silvia Silva da Costa Botelho Professor Co-orientador: Dr. André Luis Andrejew Ferreira
  • 2. Introdução Cada vez mais, as tecnologias passam a fazer parte de nossas vidas, de nosso cotidiano, ampliando, de uma forma sem precedentes, as possibilidades de comunicação e de informação nesse novo milênio, alterando a nossa forma de viver e de aprender na atualidade. As tecnologias da informação e comunicação (TICs), de uma forma mais acentuada a Internet, possibilitaram uma remodelagem na educação, onde o ensino pode ocorrer de forma síncrona, não sendo necessariamente presencial. Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 3. Vivemos numa sociedade reconhecida, de acordo com Coll e Monereo (2010), como a Sociedade da Informação (SI). Nesse novo contexto, cada dia é mais comum o uso de tecnologias como: celulares, smartphones, netbooks, notebooks em nosso cotidiano. O paradigma computacional atual direciona-se para um modelo ubíquo, em que os serviços computacionais tornam-se onipresentes em nosso meio. Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 4. Estamos indo em direção a era da computação ubíqua, a qual é um novo modelo computacional que associa os conceitos de mobilidade com as funcionalidades da computação pervasiva, em que os serviços computacionais tornam-se invisíveis ao integrarem-se com o ambiente. Computação Móvel é a capacidade de um dispositivo computacional e os serviços associados ao mesmo serem móveis, permitindo este ser carregado ou transportado mantendo-se conectado a rede ou a Internet. Este conceito define que os meios de computação estarão distribuídos no ambiente de trabalho dos usuários de forma inteligente, altamente integrada, podendo ser perceptíveis ou imperceptíveis. Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 5. Nesse novo cenário, o processo de ensino e de aprendizagem poderá estabelecer-se em todo instante, em qualquer lugar e através de diferentes dispositivos, permitindo então uma aprendizagem com mobilidade (mobile-learning ou m- learning). Destacamos que esta vem sendo considerada como o futuro da aprendizagem ou como parte integrante de qualquer outra forma de processo educativo no futuro (Trinfonova, 2003). Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 6. De acordo com Dias et al (2008) o design de aprendizagem para cursos que empreguem o m-learning devem ser adequados aos tipos de utilização dos equipamentos. Isto implica que devem ser desenvolvidas novas formas de alimentar o processo de aprendizagem e de inovar pedagogicamente, para que, o processo de aprendizagem possa ser efetivo, por esta via. Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 7. m-learning trás para o campo da aprendizagem novos desafios não só como uma solução mas também como um complemento para formatos e-learning já existentes, uma vez que pode integrar todas as características da colaboração e da aprendizagem informal. Quando integrado com as ferramentas e aplicações da Web 2.0 pode criar um ambiente de aprendizagem construtivista dando ênfase à aprendizagem colaborativa (Redes sociais, Wikipedia, bookmarking, Tagging.) (DIAS et al, 2008) Salientamos ainda que o Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 8. para uma flexibilização forte de cursos, tempos, espaços, gerenciamento, interação, metodologias, tecnologias, avaliação. Isso obriga a experimentar, pessoal e institucionalmente, modelos de cursos, de aulas, de técnicas, de pesquisa, de comunicação. Todas as universidades e organizações educacionais, em todos os níveis, precisam experimentar formas de integrar o presencial e o virtual, garantindo a aprendizagem significativa. (MORAN , 2002, p. 273, grifo nosso) Percebe-se também que caminhamos Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 9. Salienta-se que a aprendizagem para Ausubel significa organização e integração do material na estrutura cognitiva. Para ele a aprendizagem significativa é um processo por meio do qual uma nova informação relaciona-se com um aspecto especificamente relevante da estrutura de conhecimento do indivíduo. Assim a aprendizagem significativa ocorre quando a nova informação ancora-se em conceitos ou proposições relevantes, preexistentes na estrutura cognitiva do aprendiz (MOREIRA, 1999, p.152-153). Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 10. Projeto de Pesquisa Tema Aprendizagem Móvel Linha de Pesquisa Educação Científica: as tecnologias educativas no processo de aprendizagem. Delimitação do Tema Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 11. Objetivo Geral Investigar como a aprendizagem móvel pode ampliar os meios de ensino e de aprendizagem potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa Objetivos Específicos Examinar as influências desencadeadas pela computação ubíqua, pelas TICs, em nosso meio social Identificar as teorias educacionais que fundamentam o processo de ensino e de aprendizagem Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 12. Objetivos Específicos Reconhecer as teorias educacionais que fundamentam o processo de ensino e de aprendizagem num contexto móvel Levantar as principais ferramentas e redes sociais atualmente existentes Desenvolver uma estratégia didático pedagógica para potencializar a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa num contexto móvel Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 13. Objetivos Específicos Aplicar, compreender e analisar a estratégia desenvolvida através da realização de um estudo de caso no âmbito do ensino e aprendizado dos conteúdos matemáticos Propor um conjunto de práticas pedagógicas envolvendo a aprendizagem móvel para potencializar a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 14. Metodologia A metodologia empregada está baseada na idéia de que o conhecimento pode ser construído através das interações entre o indivíduo e o meio. Nesse sentido, o professor emprega estratégias ou caminhos para o aluno buscar suas respostas. Ele caminhará de mãos dadas com seu aluno, orientando, estimulando, provocando durante todo o processo de ensino e de aprendizagem. Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 15. Metodologia Revisão bibliográfica Teorias de aprendizagem x TICs Principais ferramentas e metodologias para m-learning Levantamento das principais redes sociais na atualidade Origem, características, principais ferramentas Desenvolvimento da estratégia didático pedagógica Realização do estudo de caso no contexto da matemática Propor um conjunto de práticas pedagógicas envolvendo a aprendizagem móvel para potencializar a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa Escrever a tese Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 16. Referencial Teórico As TICs são tecnologias que envolvem a aquisição, o armazenamento, o processamento e a distribuição da informação por meios digitais, como o rádio, televisão, telefone, computadores, entre outros (MISKULIN, 2004). Elas afetam “praticamente todos os âmbitos de atividades das pessoas, desde as formas práticas de organização social até o modo de compreender o mundo, de organizar essa compreensão e de transmiti-las a outras pessoas.” (COLL e MONEREO, 2010) . Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 17. "Os indivíduos toleram cada vez menos seguir cursos uniformes ou rígidos que não correspondem as suas necessidades reais e à especificidade de seu trajeto de vida".(LÉVY,1999) Se hoje temos indícios de que o uso da informática na educação é um processo irreversível, uma das preocupações dos educadores se faz necessária quanto ao questionamento sobre “por quê” utilizá-la e criar estratégias pedagógicas alternativas, levando os alunos a construir o seu conhecimento, de forma cooperativa e colaborativa, sendo estas fundamentadas na interação intra e interpessoal dos envolvidas neste processo .(VALENTE, 1999) Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 18. Teorias de aprendizagem Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 19. Teorias de aprendizagem Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 20. Teorias de aprendizagem Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 21. Na atualidade, percebemos que o saber viaja veloz nas estradas virtuais da informação. Não importa o lugar em que o aluno estiver: em casa, em um barco, no hospital, no trabalho. Ele tem acesso ao conhecimento disponível nas redes, e pode continuar a aprender. (KENSKI, 2010) “Por todo o mundo, em países ricos e pobres, em economias desenvolvidas e subdesenvolvidas, o telemóvel é um bem valorizado.” “Estamos a caminhar para um mundo IP”. ( DIAS et al, 2008) Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 22. “As Tecnologias de Informação Móveis e Sem Fio se propagam mundialmente e, da mesma forma, no mercado brasileiro” (SACCOL & REINHARD, 2007, p. 176). Nesse sentido, destacamos que é necessário acompanhar a evolução dos estudantes – o que obriga as instituições a introduzirem cada vez mais as tecnologias nas atividades de ensino do dia a dia, permitindo aos estudantes serem flexíveis na sua aprendizagem - e construir plataformas de aprendizagem presenciais, que permitem elasticidade no desenvolvimento e oferta dos conteúdos dos cursos. (DIAS et al, 2008) Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 23. Em relação ao conceito de m-learning (aprendizagem móvel), identificamos que: Mobile Learning, é a aprendizagem caracterizada pela mobilidade global do usuário, pela independência de dispositivo e pelo ambiente computacional do usuário estar disponível em qualquer lugar, a qualquer tempo. (YAMIN, 2004). Mobile Learning ou M-Learning: processos de aprendizagem que ocorrem, necessariamente apoiados pelo uso de TIMS (tecnologias de informação móveis) e que tem como característica fundamental a mobilidade de atores humanos, que podem estar fisicamente/geograficamente distante de outros atores e também de espaços físicos formais de educação, tais como salas de aula, salas de treinamento ou local de trabalho (BOWKER, 2000; KOSCHEMBAHR, 2005). Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 24. M-learning (mobile learning - aprendizagem por meio de dispositivos móveis) é um campo emergente, que engloba tecnologias sem fio e computação móvel para permitir que a aprendizagem possa ocorrer em qualquer tempo e em qualquer lugar, maximizando a liberdade dos alunos (BATISTA & BEHAR, 2010) O M-Learning é a fusão de diversas tecnologias de processamento e comunicação de dados que permite a estudantes e professores uma maior interação. [...] M-learning é uma nova forma de interação por meio de dispositivos móveis. [...] Mobile Learning é um desenvolvimento do e-learning, ou aprendizagem por meios eletrônicos. (RIBEIRO et al, 2009) Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 25. Recursos para a Aprendizagem Móvel • Celulares, Smartphones, PDAs, Netbooks, Notebooks, entre outros • Ambientes Virtuais de Aprendizagem Móveis GlobalEdu MLE-Moodle • Ferramentas disponíveis no ambiente ML-Moodle Lição Quiz Questionário Fórum Wikis Banco de Dados Recursos Mensagens instantâneas Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 26. Principais Desafios Os principais desafios para o desenvolvimento do m-learning, em conformidade com Schlemmer et al (2007), são de: • ordem contextual/social: resistências à adoção de novas tecnologias e a necessidade do desenvolvimento de uma cultura de uso dessas tecnologias • ordem didático-pedagógico: necessidade de inovação nas práticas didático pedagógicas e de processos de formação de professores para o uso, em função da própria natureza do meio de interação • ordem tecnológica e econômica Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 27. a interligação entre pessoas, de todas as culturas, de qualquer lugar e a qualquer momento, possibilitando o surgimento de um fenômeno conhecido por glocal, um neologismo para global e local, que se tornam um e a mesma coisa: fenômeno glocal hoje, graças ao poder da cibercultura, constitui-se como o emblema da civilização pós-moderna, marcada pela tecnologia. [...] Fomentadas pelo fenômeno glocal, as redes sociais surgem e têm crescido, direcionando novos olhares quanto ao seu uso nos espaços escolares, com o propósito de propor aprendizagens por meio de um projeto colaborativo em rede [...]. De acordo com Souza (2012, p. 3), a Internet possibilitou Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 28. Assim, partindo do princípio de que a aprendizagem móvel cada vez mais torna-se parte integrante de qualquer forma de processo educativo e apropriando-se do fato que as redes sociais estão cada vez mais presentes nas relações e no cotidiano das pessoas, e que, segundo Almeida et al. (2000), o meio que por excelência vem favorecendo, em qualquer local do mundo e em qualquer hora, a colaboração entre as pessoas é a Internet e os seus serviços, é possível levantar a questão da aprendizagem colaborativa através das redes sociais a partir de dispositivos móveis com a finalidade de facilitar uma aprendizagem significativa. Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 29. Aprendizagem Colaborativa Conforme apresenta Dillenbourg (1999), existe uma variedade de usos desse termo na área acadêmica. Nesse trabalho vamos considerar a posição defendida por esse autor, a qual pode ser traduzida da seguinte forma: “A mais ampla (mas não satisfatória) definição para aprendizagem colaborativa é uma situação em que duas ou mais pessoas aprendem ou tentam aprender algo juntas.” Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 30. Na aprendizagem colaborativa as palavras descreverão uma situação em que determinadas formas de interação entre as pessoas são esperadas para ocorrer, o que desencadearia mecanismos de aprendizagem. Contudo, não há garantia de que essas interações esperadas realmente ocorram. Por isso é uma preocupação geral, segundo esse autor, desenvolver formas de aumentar a probabilidade de que certos tipos de interação realmente aconteçam. Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 31. Aprendizagem Significativa Adotaremos nesse trabalho a concepção de aprendizagem significativa apresentada por Santos (2009, p. 62), a qual se destaca por ser aquela que ocorre a partir do surgimento de um sentido pessoal por parte de quem aprende, o que desencadeia uma atitude proativa que tenta desvendar o novo e (re)construir conceitos que ampliam cada vez mais a habilidade de aprender. Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 32. Na visão desse autor para haver aprendizagem significativa há necessidade da construção de um sentido contextual e emocional por parte dos aprendizes. Para promovê-la é essencial que algumas crenças sejam rompidas, entre as quais destaca-se aquela que se refere aos conteúdos programáticos: Crença n°5: e como fica o programa? Essa idéia pode ser contraposta com uma única pergunta: quem serve a quem? Temos um programa a serviço da aprendizagem ou a aprendizagem deve estar a serviço do programa? (IBIDEM, p. 79) Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 33. Quando pensamos numa metodologia de ensino que procure interligar essas duas modalidades de aprendizagem: aprendizagem colaborativa x aprendizagem significativa percebemos que elas dialogam uma com a outra. Identifica-se que para haver a aprendizagem significativa (Santos, 2009) torna-se essencial no processo de aprendizagem as participações do grupo, dos colegas. Assim, será a colaboração entre os pares, nos pequenos grupos que favorecerá a aprendizagem significativa. Será através da argumentação, do diálogo, da participação ativa dos aprendizes no processo de ensino e de aprendizagem que poderemos construir uma estratégia didático pedagógica que envolva colaboração e que ao mesmo tempo proporcione a (re)construção de um conhecimento de forma significativa. Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 34. Nesse contexto, as redes sociais apresentam um grande potencial educativo já que suportam as condições necessárias para um ambiente de aprendizagem significativo num contexto colaborativo e móvel. Aliadas a uma estratégia de ensino que priorize o papel ativo do aluno, que vença as crenças existentes por trás dos processos tradicionais como, por exemplo, aquelas que entendem que construir o conhecimento dá muito trabalho ou que não será possível vencer o programa, será possível mudar a maneira de como se pensa e se faz a educação nesse novo milênio. Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 35. Artigos Publicados em Congressos ANPEDSUL (2010) A Computação Ubíqua na Educação a Distância: um modelo computacional que pode se tornar um meio pedagógico I CIED (2010) Computação Ubíqua: a tecnologia dando suporte ao processo de ensino e de aprendizagem na educação a distância I Congresso Nacional de Neurociências Aplicada à Educação (2010) A Educação no Século XXI (Pôster) I ECHTEC (2011) A Educação no Século XXI: o papel das tecnologias no processo de ensino e de aprendizagem I SINTEC (2011) A Educação no Século XXI: o processo de ensino e de aprendizagem ocorrendo em qualquer lugar, em qualquer instante II SINTEC (2012) Aprendizagem Móvel: O papel das tecnologias na educação do século XXI Games Eletrônicos: Uma metodologia para o ensino-aprendizagem de matemática Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa
  • 36. Cronograma Aprendizagem Móvel: a tecnologia potencializando a aprendizagem significativa através da aprendizagem colaborativa