Ensino de empreendedorismo

38.921 visualizações

Publicada em

ensino de empreendedorismo

Publicada em: Negócios

Ensino de empreendedorismo

  1. 1. Ensinando Empreendedorismo Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com.br
  2. 2. Agenda • • • • • • • • • • • • Empreendedorismo: conceitos e aplicações, mitos e verdades As premissas do ensino eficaz de empreendedorismo Ensino de empreendedorismo em todos os níveis Metodologias e referências mundiais: o estado da arte Desafios e adequação do conteúdo à sua realidade e ao seu público-alvo O que ainda precisa ser feito (oportunidades de inovação) Guia prático, provas, testes, gabaritos, métodos e melhores abordagens de avaliação Material didático, livro-texto, estudos de casos, jogos, e outros recursos didáticos inovadores Exemplos práticos O que você pode e deve fazer Conhecendo a experiência dos participantes Fechamento e networking www.josedornelas.com
  3. 3. Empreendedorismo Estilo gerencial Forma de agir Busca de oportunidades Mudança Inconformismo Fazer diferente www.josedornelas.com
  4. 4. Quem é o empreendedor? “É aquele que faz acontecer, se antecipa aos fatos e tem uma visão futura da organização” José Dornelas (2001) www.josedornelas.com
  5. 5. Empreendedores de sucesso www.josedornelas.com
  6. 6. Definições clássicas de empreendedorismo Harvard Business School “identificação de novas oportunidades de negócio, independentemente dos recursos que se apresentam disponíveis ao empreendedor” Babson College “maneira holística de pensar e de agir, sempre com obsessão por oportunidades, e balanceada por uma liderança” www.josedornelas.com
  7. 7. Premissas do Ensino Eficaz de Empreendedorismo 1. 2. 3. 4. 5. Não há regras rígidas Não existe um modelo único de ensino Não existe uma fórmula mágica que leve ao sucesso Empreender não pode ser imperativo O foco deve ser nas pessoas (equipe) e não apenas no empreendedor individual 6. Empreender não é sinônimo de ser empresário 7. Empreender não é sinônimo de (apenas) ganhar dinheiro 8. O modelo tradicional de ensino (centrado no professor) nem sempre é eficaz 9. O modelo centrado no aluno, no aprender fazendo, é o que mais traz resultados 10. A avaliação tradicional de desempenho (provas) nem sempre é eficaz www.josedornelas.com
  8. 8. Ensino de Empreendedorismo em Todos os Níveis • Empreendedores em potencial • Empresários – – – início (start-up) crescimento (growing biz) consolidação (corporate entrepreneurship) • Ensino fundamental…, Graduação • Pós-graduação – MBA, mestrado/doutorado www.josedornelas.com
  9. 9. Referências mundiais Foco comportamental – – – – – – – – Entrevista com empreendedor Palestra com empreendedor Oficinas de criatividade Dinâmicas de grupo Dinâmicas de tomada de decisão / risco Elevator Speech Vídeos com empreendedores Business game (perfil) Foco no processo empreendedor – – – – – Identificação e análise de oportunidades Elaboração do plano de negócios Concurso de idéias e planos de negócios Vivenciando a experiência empreendedora Business game (gestão) www.josedornelas.com
  10. 10. Desafios • Adequar conteúdo e metodologias para cada tipo de público-alvo • Oferecer capacitação e desenvolvimento com enfoques diferenciados para empreendedores de oportunidade e de necessidade • Continuidade dos programas de forma a acompanhar o desenvolvimento da empresa (ciclo de vida) • Escalabilidade de resultados – Necessidade de métricas e índices de empreendedorismo brasileiros – Foco no desenvolvimento local / regional (ex.: APLs) / setorial www.josedornelas.com
  11. 11. Infra-estrutura / turbulência criatividade oportunidades tecnologia ética ambiente Estrutura legal tipos de empreendedores tipos de negócios Processo contexto organizacional empreendedor Empreendedor estágios do ciclo de vida e crescimento equipe modelos empregados pelos empreendedores conceitos recursos tipos de inovação produtos e serviços criação de valor www.josedornelas.com Estratégia de entrada tipos de recursos priorizar as fontes de financiamento plano de negócios /modelo de negócio
  12. 12. Processo empreendedor Passos para a identificação, análise e implementação de oportunidades de negócio, tendo como foco a inovação e a criação de valor. Identificar e avaliar a oportunidade criação e abrangência da oportunidade valores percebidos e reais da oportunidade riscos e retornos da oportunidade oportunidade versus habilidades e metas pessoais situação dos competidores www.josedornelas.com Desenvolver o Plano de Negócios 1. Sumário Executivo 2. O Conceito do Negócio 3. Equipe de Gestão 4. Mercado e Competidores 5. Marketing e Vendas 6. Estrutura e Operação 7. Análise Estratégica 8. Plano Financeiro Anexos Determinar e Captar os recursos necessários recursos pessoais recursos de amigos e parentes angels capitalistas de risco bancos governo incubadoras Gerenciar o negócio estilo de gestão fatores críticos de sucesso identificar problemas atuais e potenciais implementar um sistema de controle profissionalizar a gestão entrar em novos mercados
  13. 13. Processo empreendedor Comunicação Recursos Oportunidade Liderança Criatividade Pessoas www.josedornelas.com
  14. 14. Recursos Oportunidades Equipe Sustentabilidade www.josedornelas.com
  15. 15. O que ainda precisa ser feito e o que você pode fazer… • Criar estudos de casos (e não apenas histórias de sucesso) • Aperfeiçoar os programas existentes com customizações locais • Inserir novos métodos de ensino / capacitação (inovação) • Focar no desenvolvimento das pessoas (equipes) • Focar no processo empreendedor (e não apenas no ato de criar e gerir empresas) • Introduzir novas ferramentas de apoio (tecnologia, jogos etc.) • Passar mais conhecimento de gestão (entender o que é estar a frente de um negócio próprio: estágio para professores) www.josedornelas.com
  16. 16. Conteúdo 1. Focar etapas iniciais do processo empreendedor – Atualmente, o foco maior é dado ao gerenciamento do negócio 2. Desenvolver programas que enfoquem as condições de contorno do processo empreendedor – Atualmente, foca-se o perfil do empreendedor (não da equipe) e o contexto organizacional www.josedornelas.com Id e n tific a r e a v a lia r a o p o rtu n id a d e cria çã o e a b ra n g ê n cia d a o p o rtu n id a d e va lo re s p e rce b id o s e re a is d a o p o rtu n id a d e risco s e re to rn o s d a o p o rtu n id a d e o p o rtu n id a d e ve rsu s h a b ilid a d e s e m e ta s p e sso a is situ a çã o d o s co m p e tid o re s D e te rm in a r e C a p ta r o s re c u rs o s n e c e s s á rio s re cu rso s p e sso a is re cu rso s d e a m ig o s e p a re n te s a n g e ls ca p ita lista s d e risco b a n co s g o ve rn o in cu b a d o ra s D e s e n v o lv e r o P la n o d e N e g ó c io s 1 . S u m á rio E xe cu tivo 2 . O C o n ce ito d o N e g ó cio 3 . E q u ip e d e G e stã o 4 . M e rca d o e C o m p e tid o re s 5 . M a rke tin g e V e n d a s 6 . E stru tu ra e O p e ra çã o 7 . A n á lise E stra té g ica 8 . P la n o F in a n ce iro A n e xo s c ria tiv id a d e G e re n c ia r o n e g ó c io e stilo d e g e stã o fa to re s crítico s d e su ce sso id e n tifica r p ro b le m a s a tu a is e p o te n cia is im p le m e n ta r u m siste m a d e co n tro le p ro fissio n a liza r a g e stã o e n tra r e m n o vo s m e rca d o s é tic a am b ien te E stru tu ra legal tip os d e n egócios tip os d e em p reen d ed ores con texto organ izacion al estágios d o ciclo d e vid a e crescim en to P rocesso em p reen d ed or C on ceitos recu rsos m od elos em p regad os p elos em p reen d ed ores tip os d e in ovação p rod u tos e serviços c ria ç ã o d e v a lo r eq u ip e em p reen d ed or E stratégia d e en trad a tip os d e recu rsos p riorizar as fon tes d e fin an ciam en to p la n o d e n e g ó c io s
  17. 17. Conteúdo Questões comportamentais – Mito da criatividade, perfil empreendedor (equipe X indivíduo)… Ferramentas administrativas (além do plano de negócios) – Avaliação de oportunidades, inovação, finanças, marketing, gestão de pessoas, negociação, vendas, modelos de negócios, estruturas societárias, questões legais… Suporte às iniciativas empreendedoras – Políticas públicas, alternativas de financiamento, entidades de apoio (incubadoras, agências, ONGs…) www.josedornelas.com
  18. 18. Metodologias de capacitação Metodologias tradicionais – – exposição de conceitos cursos de curta duração Metodologias inovadoras – – – – – – dinâmicas e interatividade de grupos ensino focado no aprendiz (estudos de casos) ludismo e-learning simuladores jogos Tendências – – – ênfase na utilização de tecnologia capacitação baseada em exemplos escalabilidade www.josedornelas.com
  19. 19. Saiba mais… www.josedornelas.com
  20. 20. Material para aulas (slides, excel, exercícios), exemplos de planos de negócios, planilhas, jogo de empreendedorismo, estudos de caso, vídeo casos, cursos online, criatividade… Tudo gratuito em josedornelas.com.br www.josedornelas.com

×