14988576 1240859437cipamotivacionais

473 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
473
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
106
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

14988576 1240859437cipamotivacionais

  1. 1. ASPECTOS MOTIVACIONAIS NECESSÁRIOS AO CIPEIROS. CONFLITO RELACIONADO A CONVIVÊNCIA HUMANA. MOTIVAÇÃO NO TRABALHO. QUALIDADE. PRODUTIVIDADE . COMPETITIVIDADE. SASTIFAÇÃO DO CLIENTE MORAL DO GRUPO .
  2. 2. ASPECTOS MOTIVACIONAIS NECESSÁRIOS AO CIPEIROS. TRABALHO EM GRUPO OU EQUIPE . TRABALHO COM RESPONSABILIDADE . TRABALHO COM NORMAS, Ex.. SEGURANÇA, QUALIDADE CONTROLES NÃO AS PESSOAS QUE TRABALHAM SOZINHAS .
  3. 3. ASPECTOS MOTIVACIONAIS NECESSÁRIOS AO CIPEIROS. O TRABALHO É A REPRESENTAÇÃO SOCIAL DO INDIVIDUO. NO TRABALHO É QUE CONCRETIZA SUA *NECESSIDADES . *DE SOBREVIVÊNCIA . *DE REALIZAÇÃO PESSOAL . NO TRABALHO PASSAMOS 75% DE NOSSO TEMPO.
  4. 4. ASPECTOS MOTIVACIONAIS NECESSÁRIOS AO CIPEIROS. COMO ME ENTENDER COM COLEGAS . COMO ME FAZER ENTENDER . DEVEMOS SER RACIONAIS E OBJETIVO NO TRABALHO . DEVEMOS DEIXAR QUESTÕES PESSOAIS DE LADO . CONVIVER COM NORMAS , VALORES E CULTURA DIFERENTE DA EMPRESA .
  5. 5. ASPECTOS MOTIVACIONAIS NECESSÁRIOS AO CIPEIROS. COMO ME ORGANIZAR PARA ATINGIR RESULTADOS ALMEJADOS POR TODOS. COMO CRIAR CONDIÇÕES DE TRABALHO APROPRIADA A CADA UM . COMO MANTER A MOTIVAÇÃO E SATIFAÇÃO DAS PESSOAS NO TRABALHO. COMO CONCILIAR OBJETIVOS INDIVIDUAIS E ORGANIZACIONAIS .
  6. 6. CONCEITO DE QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO. ATRAVÉS DA PERSONALIDADE HUMANA . A PERSONALIDADE HUMANA REPRESENTA E CARACTERIZA A MANEIRA DE SER DE CADA PESSOA . Ë A INTEGRAÇÃO EVOLUTIVA DOS ASPECTOS FÍSICOS , DE TEMPERAMENTO E DE CARÁTER DE CADA INDIVÍDUO.
  7. 7. CONCEITO DE QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO. ATRAVÉS DA PERSONALIDADE HUMANA . CONSTITUIÇÃO PERSONALIDADE TEMPERAMENTO CARÁTER
  8. 8. CONSTITUIÇÃO, ESTRUTURA FÍSICA DO INDIVÍDUO . CARACTERÍSTICA PESSOAIS DE SEXO , RAÇA E TRAÇOS FÍSICOS . INFLUÊNCIA O TEMPERAMENTO E O CARATER.. CONCEITO DE QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO. ATRAVÉS DA PERSONALIDADE HUMANA .
  9. 9. CONCEITO DE QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO. ATRAVÉS DA PERSONALIDADE HUMANA . CARATER. FORMAS DE COMPAORTAMENTO MAIS ELABORADOS DETERMINADOS POR INFLUÊNCIA AMBIENTAIS , SOCIAIS E CULTURAIS. HERDADO DO MEIO. É VOLUNTÁRIO.
  10. 10. CONCEITO DE QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO. ATRAVÉS DA PERSONALIDADE HUMANA . TEMPERAMENTO. TENDÊNCIA HERDADA DO INDIVIDUO PARA REAGIR AO MEIO DE MANEIRA PRÓPRIA. É INVOLUNTÁRIA
  11. 11. CONHECENDO A SI MESMO. O QUANTO NÓS, CONHECEMOS REALMETE A NÓS MESMOS? COMO SOMOS ? COMO SOMOS VISTO PELOS COLEGAS? COMO GOSTARIA DE SER VISTO PELAS PESSOAS ?
  12. 12. CONHECENDO A SI MESMO. “O INDIVIDUO SÓ SE CONHECE ATRAVÉS DO GRUPO “
  13. 13. RESULTADOS DE TRABALHO EM GRUPO. ORIENTAÇÃO . EXPLICAR PORQUE O INDIVIDUO ESTÁ ALI. SABER OQUE CADA UM PENSA DE SI MESMO E PROVOCAR A ACEITAÇÃO EO COMPANHEIRISMO.
  14. 14. RESULTADOS DE TRABALHO EM GRUPO. CONSTRUIR A CONFIANÇA . INFORMAR ÁS PESSOAS COM QUEM VÃO TRABALHAR . A QUESTÃO DE CADA UM SABER QUEM É QUEM . E O QUE CADA UM ESPERA DO OUTRO .
  15. 15. RESULTADOS DE TRABALHO EM GRUPO. CLARIFICAR OS OBJETIVOS E PAPEIS. DEIXAR BEM CLARO OQUE CADA UM DEVE FAZER E QUAIS SÃO AS PRIORIDADE DO GRUPO .
  16. 16. RESULTADOS DE TRABALHO EM GRUPO. TOMADA DE DECISÃO . ESTABELECER COMO TEMPO , O PESSOAL DE APOIO E OUTROS RECURSOS SERÃO ADMINISTRADOS DEIXAR CLARO PARA ONDE O GRUPO ESTÁ INDO .
  17. 17. RESULTADOS DE TRABALHO EM GRUPO. IMPLEMENTAÇÃO . SEQUÊNCIAR O TRABALHO , DETERMINAR O TEMPO E A ORGANIZAÇÃO DO GRUPO. QUEM FAZ OQUE , QUANDO E ONDE.
  18. 18. RESULTADOS DE TRABALHO EM GRUPO. ALTO DESEMPENHO . PROVOCAR A SINERGIA DO GRUPO E DEIXÁ-LO PERCERBER QUE A SINERGIA DÁ RESULTADO .
  19. 19. RESULTADOS DE TRABALHO EM GRUPO. RENOVAÇÃO . COLHER OS RESULTADOS DO QUE FOI APREENDIDO E SE PREPARAR PARA UM NOVO CICLO DE AÇÃO. DEVEMOS RESPONDER UMA QUESTÃO INDIVIDUAL : “ PORQUE CONTINUAR? “
  20. 20. O INDIVÍDUO E O SEU CONTEXTO MOTIVACIONAL . OS MOTIVOS OU NECESSIDADES SÃO AS MOLAS PROPULSORAS DA AÇÃO. O TERMO NECESSIDADE SIGNIFICA SIMPLISMENTE ALGO DENTRO DO INDIVÍDUO QUE O PREDISPÕE A AGIR .
  21. 21. RESULTADOS DE TRABALHO EM GRUPO. PORTANTO . OS OBJETIVOS ESTÃO FORA E OS MOTIVOS ESTÃO DENTRO DO SER HUMANO. O COMPORTAMENTO AS ATITUDES E AS REAÇÕES , SÃO INFLUENCIADAS PELOS MOTIVOS QUE O LEVAM A TRABALHAR OU TER GOSTO PELO TRABALHO OU AQUILO QUE SE FAZ.
  22. 22. RESULTADOS DE TRABALHO . A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO. PODE PARECER QUE UMA PESSOA SÓ TRABALHO POR CAUSA DO DINHEIRO . ( ISSO É FALSO) . EXISTEM PESSOAS QUE TRABALHAM POR AMOR AO TRABALHO , OUTROS PORQUE GOSTAM DO QUE FAZ,.ETC. ASSIM É O TRABALHO EM GRUPO.
  23. 23. TRÊS TEORIAS SOBRE O TRABALHO . HIERARQUIA DAS NECESSIDADES HUMANAS .( ABRAHAM MASLOW ) MOTIVAÇÃO DE DOIS : FATORES ; ( FREDERIC HERZBERG ) ENRIQUECIMENTO DO TRABALHO . ( SCOTT MYERS).
  24. 24. 1 - HIERARQUIA DAS NECESSIDADES HUMANAS FISIOLOGICAS: Caráter físico, comer , vestir e habitar. SEGURANÇA: Caráter econômico, trabalho, estabilidade, seguros e bens. SOCIAIS : Caráter afeto e amor , aceitação e integração pelo grupo . STATUS: caráter psicológico, auto-estima, desejo de prestígio, poder reconhecimento, competência, confiança , importância e apreço aos demais
  25. 25. 1 - HIERARQUIA DAS NECESSIDADES HUMANAS AUTO REALIZAÇÃO SÃO DE CARÁTER PSCICOLÓGICO,UTILIZAÇÃO PLENA DE SUAS POTENCIALIDADES.. OQUE O HOMEM É CAPAZ DE SER ELE DEVE SER. MUITOS SATISFAZEM SUA NECESSIDADES BÁSICAS ATRAVÉS DE SEUS SALÁRIOS . QUANDO ISSO ACONTECEM, MOVEM EM DIREÇÃO DAS NECESSIDADES MAIS ALTAS .. ( STATUS E SOCIAIS ).
  26. 26. 2- TEORIAS DA MOTIVAÇÃO DE DOIS FATORES : FATORES HIGIÊNICOS SÃO: FATORES ECONÔMICOS . FATORES FÍSICOS . SEGURANÇA FATORES SOCIAIS .
  27. 27. 2- TEORIAS DA MOTIVAÇÃO DE DOIS FATORES: FATORES MOTIVADORES SÃO: REALIZAÇÃO . RECONHECIMENTO. PARTICIPAÇÃO CRESCIMENTO.
  28. 28. 3 -TEORIA DO ENRIQUECIMENTO DO TRABALHO ATRAVÉS DE UM LIDER. AJUDAR O TRABALHADOR A FAZER MAIS PLANEJAMENTO DE TRABALHO. FAZER O TRABALHOR PARTICIPAR MAIS DAS DECISÕES DO TRABALHO. DAR FEEDBACK REGULAR NO DESEMPENHO . NÃO INTERVIR EXCESSIVAMENTE .
  29. 29. 3 -TEORIA DO ENRIQUECIMENTO DO TRABALHO ATRAVÉS DE UM LIDER. ESTAR DISPONÍVEL A AJUDAR . SER ENTUSIASTA A RESPEITO DA ORGANIZAÇÀO, DO TRABALHO E DAS PESSOAS. PASSAR INFORMAÇÕES E CONHECIMENTO.
  30. 30. COMUNICAÇÃO COMO FERRAMENTA. ELEMENTOS INDISPENSÁVEIS PARA UMA BOA COMUNICAÇÃO. DAR E RECEBER FEEDBACK. IMPEDIR QUE OS RUÍDOS ESTERNOS E INTERNOS DISTORÇAM A MENSAGEM. CONTER A PRÓPRIA HOSTILIDADE.
  31. 31. COMUNICAÇÃO COMO FERRAMENTA. PRESTAR ATENÇÃO ÁS IDÉIAS. USAR O JUGAMENTO DA RAZÃO E NÃO DE VALORES SER FLEXÍVEIS . .OUVIR A MENSAGEM COMPLETA. RESITIR ÁS DISTRAÇÕES. PROCURAR ENTENDER O PONTO DE VISTO DO OUTRO . DEIXAR DE LADO PRECONCEITOS E PREFERÊNCIAS .
  32. 32. TIPO DE COMUNICAÇÃO. VERBAL E A NÃO VERBAL. VERBAL = PALAVRA FALADA OU ESCRITA TEM LIMITAÇÃO .
  33. 33. TIPO DE COMUNICAÇÃO. NÃO VERBAL . EXPRESSÃO FACIAL . MOVIMENTOS DOS OLHOS . TREJEITOS E MOVIMENTOS DE CABEÇA. POSTURA E MOVIMENTOS DO CORPO. COMPONENTES NÃO VERBAIS DA VOZ APARÊNCIA .
  34. 34. RELACIONAMENTO SADO NO TRABALHO. QUALIDADE E PRODUTIVIDADE DO GRUPO DE TRABALHO ESTÁ NA QUALIDADE DE RELACIONAMENTO DE SEUS MEMBROS E QUE SÃO MANIFESTADA PELA COESÃO, COOPERAÇÃO E HARMONIA DO GRUPO. ESTAS MANEIRAS FACILITAM AS TAREFAS CONJUNTAS DA EQUIPE.
  35. 35. NIVEL DE RELAÇÕES NAS ORGANIZAÇÕES. DESENVOLVENDO AS HABILIDADES ESPECIAIS . DISCERNIMENTO ( BOM SENSO ). EMPATIA. AUTO ESTIMA AFETIVIDADE DE PENSAR, AGIR E REAGIR .
  36. 36. NIVEL DE RELAÇÕES NAS ORGANIZAÇÕES. DISCERNIMENTO ( BOM SENSO)= Ë DISTINGUIR AS PARTES DE UMTODO, TOMANDO DECISÕES COM BASE NA ANÁLISE CONSCIENTE DOS FATOS. EMPATIA = É COLOCAR -SE PSCOLOGICAMENTE E, EM SENTIMENTO , NO LUGAR DO OUTRO.
  37. 37. NIVEL DE RELAÇÕES NAS ORGANIZAÇÕES. AUTO ESTIMA = É A FORÇA QUE NOS LEVA A UM MAIOR OU MENOR ESTADO DE MOTIVAÇÃO. É GOSTAR E ESTAR CONTENTE CONSIGO MESMO. AFETIVIDADE= É APROXIMADAMENTE ENTRE PESSOAS QUANDO DEMONSTRAM O MESMO VALOR E NATUREZA IGUALITÁRIA ( EX,. CONVERSAR INFORMALMENTE, APROXIMAR-SE, INTERAGIR PELA ALEGRIA.)
  38. 38. NIVEL DE RELAÇÕES NAS ORGANIZAÇÕES. DE PENSAR, AGIR E REAGIR = DE FORMA FLEXIVEL, ADAPTANDO-SE AS NECESSIDADES DO MEIO. DE NEGOCIAR =PARA FAZER O OUTRO ADERIR SUAS IDÉIAS , PLANOS , OBJETIVOS E CRENÇAS NO TRABALHO .
  39. 39. LIDERENÇA PARA O DESEMPENHO INDIVIDUAL . NA CAPACIDADE DE MOBILIZAR INDIVÍDUOS OU GRUPAS A ATINGIR OBJETIVOS ALVOS. COMPREENDER A MISSÃO DA ORGANIZAÇÃO, FIXAR AS METAS , AS PRIORIDADES E OS PADRÕES. SENTIR E TRANSFORMAR AS NECESSIDADES DO SEU GRUPO DE TRABALHO.
  40. 40. LIDERENÇA PARA O DESEMPENHO INDIVIDUAL E GRUPAL. ESTAR CAPACITADO A APRENDER. COMPREENDER A DIMENÇÃO HUMANA PARA COMPATIBILIZAR VALORES E ORGANIZACIONAIS .
  41. 41. MUDANÇAS REQUER COMPETÊNCIA E CORAGEM. AS EMPRESAS TEM QUE REALIZAR MUDANÇAS , SE ADAPTAR, CRIAR NOVAS METAS E TER UM OBJETIVOS ESTE TEM SIDO O GRANDE DESAFIO DE HOJE .Ë UM PROCESSO DINÂMICO QUE REQUER PACIÊNCIA PARA COMPATIBILIZAR VALORES PESSOAIS E ORGANIZACIONAIS.
  42. 42. RESISTÊNCIA A MUDANÇAS RESISTIMOS PORQUE IMPLICA EM SAIRMOS DA NOSSA ÁREA E CONFORTO . PARA ENTRAMOS EM CONTATO COM AS NOSSAS DIFICULDADES PESSOAIS , NOSSOS MEDOS INFUNDADOS OU ATÉ REAIS , EMPRESTADOS OU DESCONHECIDOS
  43. 43. PENSAMENTO O RIO ATINGE OS SEUS OBJETIVOS PORQUE APRENDEU A CONTORNAR OS OBSTÁCULOS. ( André Luís )

×