Parábola dos Talentos - Propósito

4.580 visualizações

Publicada em

Como posso colocar hoje os meus talentos à serviço da grande Obra? O que eu vim fazer aqui?

Publicada em: Espiritual

Parábola dos Talentos - Propósito

  1. 1. Parábola dos Talentos Propósito, Missão, Vocação
  2. 2. Perguntas Fundamentais da Humanidade  Quem sou eu?  Matéria (Pó), Alma, Espírito?  De onde eu vim?  Criacionista, Evolucionista, Reencarnacionista?  O que eu vim fazer aqui?  Evolução, Carma, Missão, Pecado Original?  Para onde eu vou depois que morrer?  Pó, dormir até o juízo final, evoluir sempre?  Por quê? e muito mais porquês...
  3. 3. A sabedoria de termos boas perguntas não respondidas  Maiêutica, que significa “parto de ideias”  Sócrates fazia perguntas que levavam o indivíduo a questionar sua própria certeza
  4. 4. Outras Frases de Sócrates  “Conhece-te a ti mesmo!”  “Só sei que nada sei.” Qual é a sua grande pergunta,Qual é a sua grande pergunta, agora?agora?
  5. 5. O que eu vim fazer aqui?
  6. 6. O que é um Talento? Os dicionários dizem que talento é “aptidão natural ou habilidade adquirida; grande e brilhante inteligência; agudeza de espírito, disposição natural ou qualidade superior; espírito ilustrado, moeda da antiguidade grega e romana”
  7. 7. Parábola dos Talentos 1/3 Porque assim é como um homem que, ao ausentar-se para longe, chamou os seus servos e lhes entregou os seus bens. E deu a um cinco talentos, e a outro dois, e a outro deu um, a cada um segundo a sua capacidade, e partiu logo. O que recebera pois cinco talentos, foi-se, e entrou a negociar com eles e ganhou outros cinco. Da mesma sorte também o que recebera dois, ganhou outros dois. Mas o que havia recebido um, indo-se com ele, cavou na Terra, e escondeu ali o dinheiro de seu senhor. E passando muito tempo, veio o senhor daqueles servos, e chamou-os a contas. E chegando-se a ele o que havia recebido os cinco talentos, apresentou-lhe outros cinco talentos, dizendo: Senhor, tu me entregastes cinco talentos; eis aqui tens outros cinco mais que lucrei.
  8. 8. Parábola dos Talentos 2/3 Seu senhor lhe disse: Muito bem, servo bom e fiel; já que foste fiel nas coisas pequenas, dar-te-ei a intendência das grandes; entra no gozo do teu senhor. Da mesma sorte apresentou-se também o que havia recebido dois talentos, e disse: Senhor, tu me entregaste dois talentos, e eis aqui tens outros dois que ganhei com eles. Seu senhor lhe disse: Bem está, servo bom e fiel, já que fostes fiel nas coisas pequenas, dar-te-ei a intendência das grandes; entra no gozo de teu senhor. E chegando também o que havia recebido um talento, disse: Senhor, sei que és homem de rija condição; ceifais onde não semeaste, e recolhes onde não espalhaste; e temendo me fui, e escondi o teu talento na Terra; eis aqui tens o que é teu.
  9. 9. Parábola dos Talentos 3/3 E respondendo o seu senhor, lhe disse: Servo mau e preguiçoso, sabia que sego onde não semeei, e que recolho onde não tenho espalhado. Devias logo dar o meu dinheiro aos banqueiros, e, vindo eu, teria recebido certamente com juro o que era meu. Tirai- lhe, pois, o talento, e dai ao que tem dez talentos. Porque a todo o que tem, dar-se-lhe-á, e terá em abundância; e ao que não tem, tirar-se-lhe-á até o que parece que tem. E ao servo inútil, lançai-o nas trevas exteriores: ali haverá choro e ranger de dentes. (Mateus, XXV: 14-30). Evangelho Segundo o Espiritismo Cap. 16 – Servir a Deus e a Mamom
  10. 10. Parábola dos Talentos
  11. 11. Propósito ou Missão (Darma) Todos têm um propósito de vida... um dom singular ou um talento único para dar aos outros. E quando misturamos este talento singular em benefício aos outros, experimentamos o êxtase da exultação de nosso próprio espírito – entre todos o objetivo supremo.
  12. 12. Enquanto Isto no Ministério da Reencarnação... - Tem clareza dos desafios que irá enfrentar? - Está preparado(a)? - Tenho sim estou preparado(a)! - A reencarnação é uma benção e não irei desperdiçá-la desta vez!
  13. 13. Finalidades da Encarnação Qual a finalidade da encarnação dos Espíritos? Qual a finalidade da reencarnação? 1) Expiação: resgatar, pagar. 2) Prova: desafios para evoluir. 3) Missão: tarefa a ser cumprida. 4) Cooperação na Obra do Criador. 5) Ajudar a desenvolver a inteligência. Livro dos Espíritos, 132 e 167 Fonte: Portal do Espírito -http://www.espirito.org.br
  14. 14. Missão A missão é uma tarefa a ser cumprida pelo Espírito encarnado. Cada um tem a sua missão neste mundo, porque cada um pode ser útil em algum sentido e que as missões são mais ou menos gerais e importantes. Aquele que cultiva a terra cumpre uma missão, como aquele que governa ou aquele que instrui. "A importância das missões está em relação com a capacidade e a elevação do Espírito." Livro dos Espíritos 571 e 573
  15. 15. Quais talentos nós recebemos?
  16. 16. A Figura de Jonas 1/6 E veio a palavra do SENHOR a Jonas, filho de Amitai, dizendo: Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive, e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até à minha presença. Jonas 1:13-16
  17. 17. A Figura de Jonas 2/6 Porém, Jonas se levantou para fugir da presença do Senhor para Társis. E descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem, e desceu para dentro dele, para ir com eles para Társis, para longe da presença do Senhor.
  18. 18. A Figura de Jonas 3/6 E ele lhes disse: Levantai-me, e lançai-me ao mar, e o mar se vos aquietará; porque eu sei que por minha causa vos sobreveio esta grande tempestade.
  19. 19. A Figura de Jonas 4/6 Preparou, pois, o Senhor um grande peixe, para que tragasse a Jonas; e esteve Jonas três dias e três noites nas entranhas do peixe.
  20. 20. A Figura de Jonas 5/6 Falou, pois, o Senhor ao peixe, e este vomitou a Jonas na terra seca.
  21. 21. A Figura de Jonas 6/6 E os homens de Nínive creram em Deus; e proclamaram um jejum, e vestiram-se de saco, desde o maior até ao menor
  22. 22. O que representa o arquétipo de Jonas para nós? “..homem contemporâneo, para quem só existe o que ele pode compreender com a razão e os cinco sentidos. Não existe nada além disso. Sua voz interior, que vem de um lugar mais profundo, ele não quer escutar optando por ouvir os ditames das vozes exteriores. Nele está o medo da diferença. O medo de ser único, o que implica numa adesão à sua vocação profunda.” Erica Brandt, Psicoterapeuta e Artista Plástica
  23. 23. Por que será que temos medo? Medo do Fracasso Medo da Rejeição Medo do Confronto Medo da Solidão Medo da Morte Medo de Cobra Medo da Perda Medo do Diferente Medo da Mudança Medo do Desconhecido Medo de Espírito Medo de Ser Médium Medo de Barata Medo de Ladrão Quantas oportunidades nós já tivemos e não aproveitamos?
  24. 24. Quem nos sabota? Albert Bandura Bandura registrou a relação entre as crenças das pessoas e o seu comportamento. Se a pessoa faz melhor do que esperava, ao invés de mudar a sua expectativa, ela elabora uma explicação que desacredita o desempenho como não sendo realmente um bom exemplo da sua capacidade. A cura de medos é fobias requer paciência e pequenos passos incrementais. (Domínio Guiado)
  25. 25. Por que temeis...? Mas o Mestre adverte: “Por que temeis, homens de pouca fé?” Devemos sempre estar atentos a possibilidades de tempestade e nos preparar para quando elas chegarem, pois proporcionam a oportunidade do autoconhecimento e da confiança no ensino de Jesus: “Porque vosso Pai celestial sabe que precisais de tudo isso” (Mateus.6:32).
  26. 26. O que ensinar as crianças e jovens?  Não se preocupem com o sustento.  Não se preocupem em tirar as melhores notas e frequentar as melhores faculdades.  Se perguntem: Como poderão descobrir o seu talento único e servir a humanidade, pois cada um tem um talento único que ninguém mais tem.  A consequência é que vocês terão os melhores empregos e frequentarão as melhores faculdades. Deepack Chopra, Livro As Sete Leis Espirituais do Sucesso26/36
  27. 27. O que é viver no seu Propósito? “Quando você está trabalhando o passar das horas deve soar como música extraída de uma flauta. ...E o que é trabalhar com amor? É como tecer uma roupa com fios que vêm do coração como se fosse o seu bem amado a usá-la...” Khalil Gibran, escritor libanês, 1839 a 193127/36
  28. 28. Como cultivar o seu propósito? 1) Ter plena consciência da fagulha divina que habita cada um de nós. 2) Fazer uma lista dos seus talentos únicos. Depois fazer outra lista das atividades que adora realizar. 3) Perguntar a si mesmo diariamente: Como posso servir? Como posso ajudar? Quando expresso meus talentos e os ponho a serviço da humanidade, perco a noção do tempo e crio abundância em minha vida, bem como na vida dos outros Deepack Chopra, Livro As Sete Leis Espirituais do Sucesso28/36
  29. 29. Poema de Exaltação a Vida Meu Deus, há um sol brilhando dentro de mim. É o sol da vida. Eu nasci para amar. Eu nasci para servir. O mal que me fazem não me faz mal. O mal que me faz mal é o mal que eu faço, por que esse me torna mal. Ensinamento de Joanna de Angelis passado ao médium Divaldo Pereira Franco para saudação diária 29/36
  30. 30. A Fé Humana e a Fé Divina Mas o Cristo, que realizou verdadeiros milagres, mostrou, por esses mesmos milagres, quanto pode o homem que tem fé, ou seja, que tem a vontade de querer e a certeza de que essa vontade pode realizar-se a si mesma. … A fé é humana ou divina, segundo a aplicação que o homem der às suas faculdades, em relação às necessidades terrenas ou às suas aspirações celestes e futuras.
  31. 31. A Fé Humana e a Fé Divina … Eu vos repito: a fé é humana e divina. Se todas as criaturas encarnadas estivessem suficientemente persuadidas da força que trazem consigo, e se quisessem por a sua vontade a serviço dessa força, seriam capazes de realizar o que até hoje chamais de prodígios, e que é simplesmente senão um desenvolvimento das faculdades humanas. Um Espírito Protetor, Cap. 19 – A Fé Transporta Montanhas
  32. 32. O Consolador – Emmanuel e Chico Xavier Em todo homem repousa a partícula da divindade do Criador, com a qual pode a criatura terrestre participar dos poderes sagrados da Criação. O espírito encarnado ainda não ponderou devidamente o conjunto de possibilidades divinas guardadas em suas mãos, dons sagrados tantas vezes convertidos em elementos de ruína e destruição. Entretanto, os poucos que sabem crescer na sua divindade, pela exemplificação e pelo ensinamento, são cognominados na Terra santos e heróis, por afirmarem a sua condição espiritual, sendo justo que todas as criaturas procurem alcançar esses valores, desenvolvendo para o bem e para a luz a sua natureza divina. 32/36
  33. 33. Respostas Fundamentais para a Humanidade Espiritismo O Consolador Prometido
  34. 34. Venha que o que vem é Perfeição! - Venha! - Meu coração está com pressa - Quando a esperança está dispersa - Só a verdade me liberta - Chega de maldade e ilusão - Venha! - O amor tem sempre a porta aberta - E vem chegando a primavera - Nosso futuro recomeça - Venha! - Que o que vem é Perfeição!.. Perfeição Legião Urbana
  35. 35. A Pergunta que fica.... Como posso colocar hoje os meus talentos à serviço da grande Obra?
  36. 36. Referências  O Evangelho Segundo o Espiritísmo – Allan Kardec  O Livro dos Espíritos – Allan Kardec  http://pt.wikipedia.org/wiki/Sócrates  O Consolador – Emmanuel e Chico Xavier  Artigo “O que é ser um Talento” Revista Você S/A, eugeniomussak.com.br  As Sete Leis Espirituais do Sucesso - Deepack Chopra  http://pt.wikipedia.org/wiki/Immanuel_Kant  Portal do Espírito -http://www.espirito.org.br  Aprofundamento Doutrinário - http://www.sergiobiagigregorio.com.br/  http://www.redeamigoespirita.com.br  O Arquétipo de Jonas, https://psicoterapeutaericabrandt.wordpress.com/  https://evangelhoespirita.wordpress.com/  http://www.metanoia.net/  "Escolas matam a criatividade?", Ken Robinson – www.ted.com

×