SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Baixar para ler offline
LLiiddeerraannççaa ee 
MMoottiivvaaççããoo 
OO qquuee éé LLiiddeerraannççaa 
HHaabbiilliiddaaddeess ddoo LLííddeerr 
CCaarraacctteerrííssttiiccaass ddoo LLííddeerr 
EEssttiillooss ddee LLiiddeerraannççaa 
OO QQuuee éé MMoottiivvaaççããoo 
TTeeoorriiaass 
EExxeemmpplloo ddee MMoottiivvaaççããoo 
JJuusscciimmaarraa KKeellllee –– DDeezzeemmbbrroo 22001144
O que é Liderança 
• Habilidade de influenciar 
pessoas. 
• Liderança é o processo de 
influenciar pessoas no sentido 
de que ajam a favor dos 
objetivos da instituição. 
• Algumas pessoas nascem com 
o dom da liderança. Outras 
aprendem a liderar. 
 A liderança é um trabalho contínuo de comunicação e 
motivação de pessoas e, portanto, também pode ser 
aprendido
Habilidades e Características do Líder 
• Discurso coerente com suas ações; 
• Objetivos claros e estratégias adequadas para atingí-los; 
• Entusiasmo pelo trabalho em equipe; 
• Habilidade em inspirar confiança; 
• Espírito democrático. 
Complementam o perfil do Líder: 
 competência técnica; 
 habilidade de delegação; 
 controle emocional; 
 autenticidade; 
 respeito pelo ser humano; 
 habilidade em propor e estimular idéias; 
 habilidade em ensinar e despertar talentos.
Estilos de Liderança 
AUTOCRÁTICA: 
• O líder comunica aos colaboradores as 
metas e os objetivos; 
• O líder organiza as equipes e determina 
a sua composição; 
• O líder orienta as tarefas na sua 
perspectiva. 
Conseqüências: 
Desmotivação da equipe; Clima de desconfiança; 
Baixa qualidade nas tarefas.
Estilos de Liderança 
LIBERAL: 
 As metas não são claras; 
 O trabalho é organizado livremente; 
 O líder fomenta apenas a relação inter-pessoal; 
 O líder dá feedback “afetivo” focado na satisfação; 
 Os critérios de avaliação são ambíguos. 
Conseqüências: 
Pouco envolvimento da equipe; 
Competição entre os membros; 
Pouca responsabilização por erros; 
Tendência para “jogos de empurra”.
Estilos de Liderança 
DEMOCRÁTICA: 
• O líder fixa metas e discute os objetivos; 
• Critérios de avaliação de desempenho são conhecidos; 
• As tarefas planificadas em conjunto e de forma flexível; 
• O trabalho é organizado com autonomia; 
• O líder dá feedback e orientação ao grupo. 
Conseqüências: 
Equipe motivada; Membros 
auto-valorizados; Trabalho 
realizado em conjunto e com 
autonomia pelos membros; 
Maior qualidade nos 
resultados.
Resumo 
O Líder, em resumo .... 
 Faz com que os subordinados tenham satisfação e 
se sintam realizados em executar o que ele quer. 
 Tem seguidores, não subordinados. Todos 
cumprem suas determinações, sem encará-las 
como ordens. 
 Não comanda pelo medo, transmite segurança, 
confiança, inspira lealdade, é confidente e deixa as 
pessoas à vontade para expor seus pontos de vista. 
 Tem senso de justiça, e não toma decisões injustas. 
Seus atos são transparentes.
Motivação 
É a força, ou impulso, que leva os indivíduos a agirem 
de uma forma específica. 
Enquanto para alguns a motivação 
pode ser o fator financeiro, para 
outros é o desejo de ser saudável, 
de ser amado, reconhecido, de 
participar das decisões ou realizar 
tarefas desafiadoras.
Motivação: Teorias 
Existem várias teorias sobre motivação e o que ela é. 
Três delas, em particular, se destacam, por criar uma 
apresentação concisa, porém completa, sobre o 
assunto: 
a) Teoria das necessidades 
humanas, mais conhecida 
como Pirâmide de Maslow*: 
Segundo Maslow, todos os 
indivíduos apresentam uma 
hierarquia de necessidades que 
precisavam ser satisfeitas 
*Abraham Maslow, psicólogo norte-americano, teórico motivacional.
Motivação: Teorias 
b) Teoria dos dois fatores, de Herzberg*. 
Afirma existirem dois fatores para motivação de grupos: 
os higiênicos e os motivadores. Os fatores higiênicos não 
trazem nem estimulam a motivação, mas podem causar 
desmotivação. 
Assim, um ambiente de trabalho seguro e agradável, 
sozinho, não motiva os funcionários, porém deixa-os 
satisfeitos o suficiente para que outros fatores possam 
motivá-los. 
*Frederick Herzberg,
Motivação: Teorias 
c) Teoria das Expectativas, de Vroom, 
Segundo essa teoria, a motivação é composta de 
duas partes: os desejos individuais, os quais Vroom 
denominou de “Valências”, e as expectativas de 
alcançá-los. 
Um alto nível de valência age como 
motivador, sendo necessário que o 
indivíduo sinta que este desejo pode 
ser satisfeito. 
Uma pessoa pode ter um forte 
desejo de adquirir um automóvel de 
luxo, em vez de um carro popular. Se 
ela acredita poder realizar esse 
desejo, certamente tomará as 
providências necessárias para tal. 
Vroom,
O gostinho bom da chegada 
Quem acha que ir mal numa prova ou não passar numa 
seleção de emprego é um problema terrível deveria 
conferir o espírito de luta dos participantes dos Jogos 
Parapan-Americanos, no Rio. 
A americana KATHRYN SULLIVAN, 27 
anos, por exemplo, acabou em último 
lugar na prova feminina dos 100 metros 
rasos. E comemorou: "Poucas pessoas na 
minha condição se tornam atletas. Estou 
feliz por ter um objetivo e por ter 
concluído a prova". 
Revista Veja, out/2007. 
Única corredora sem as duas 
pernas, decorrência de problemas 
durante a gestação, Kathryn corre 
há apenas um ano e se diz bem 
acostumada às próteses de fibra 
de carbono, que usa o tempo 
todo. A foto fala mais do que 
tudo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Palestra Ituporanga Motivação, Liderança e Trabalho em Equipe
Palestra Ituporanga Motivação, Liderança e Trabalho em EquipePalestra Ituporanga Motivação, Liderança e Trabalho em Equipe
Palestra Ituporanga Motivação, Liderança e Trabalho em EquipeEduardo Maróstica
 
Aula chefia e liderança - 24.04.2010
Aula   chefia e liderança - 24.04.2010Aula   chefia e liderança - 24.04.2010
Aula chefia e liderança - 24.04.2010Michel Moreira
 
Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13
Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13
Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13Prof. Randes Enes, M.Sc.
 
Equipes de Alta Performance
Equipes de Alta PerformanceEquipes de Alta Performance
Equipes de Alta PerformanceGrupo E. Fabris
 
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégiasTreinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégiasRicardo Silva Coqueiro
 

Mais procurados (20)

Palestra Ituporanga Motivação, Liderança e Trabalho em Equipe
Palestra Ituporanga Motivação, Liderança e Trabalho em EquipePalestra Ituporanga Motivação, Liderança e Trabalho em Equipe
Palestra Ituporanga Motivação, Liderança e Trabalho em Equipe
 
Gestão e Liderança_Prof. Randes
Gestão e Liderança_Prof. RandesGestão e Liderança_Prof. Randes
Gestão e Liderança_Prof. Randes
 
Aula chefia e liderança - 24.04.2010
Aula   chefia e liderança - 24.04.2010Aula   chefia e liderança - 24.04.2010
Aula chefia e liderança - 24.04.2010
 
Treinamento liderança
Treinamento liderançaTreinamento liderança
Treinamento liderança
 
Motivação
MotivaçãoMotivação
Motivação
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13
Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13
Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13
 
Motivação
MotivaçãoMotivação
Motivação
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Apresentação motivacional
Apresentação motivacionalApresentação motivacional
Apresentação motivacional
 
Palestra motivacional
Palestra motivacionalPalestra motivacional
Palestra motivacional
 
Conceitos de Liderança
Conceitos de LiderançaConceitos de Liderança
Conceitos de Liderança
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Equipes de Alta Performance
Equipes de Alta PerformanceEquipes de Alta Performance
Equipes de Alta Performance
 
Trabalho em Equipe
Trabalho em EquipeTrabalho em Equipe
Trabalho em Equipe
 
Liderança e Comunicação
Liderança e ComunicaçãoLiderança e Comunicação
Liderança e Comunicação
 
Palestra - Liderança e Valores
Palestra - Liderança e ValoresPalestra - Liderança e Valores
Palestra - Liderança e Valores
 
Palestra Motivação - Vix
Palestra Motivação - VixPalestra Motivação - Vix
Palestra Motivação - Vix
 
Treinamento Liderança - Embali
Treinamento Liderança - EmbaliTreinamento Liderança - Embali
Treinamento Liderança - Embali
 
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégiasTreinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
 

Destaque

Conflitos liderança e motivação
Conflitos liderança e motivaçãoConflitos liderança e motivação
Conflitos liderança e motivaçãoLiliane Ennes
 
Trabalho motivação e liderança
Trabalho motivação e liderançaTrabalho motivação e liderança
Trabalho motivação e liderançaparrinha1
 
1302710679 liderança e_motivação
1302710679 liderança e_motivação1302710679 liderança e_motivação
1302710679 liderança e_motivaçãoVolas
 
Motivação e liderança
Motivação e liderançaMotivação e liderança
Motivação e liderançaLuiz Aquino
 
Trabalho motivação e liderança lp
Trabalho motivação e liderança lpTrabalho motivação e liderança lp
Trabalho motivação e liderança lpparrinha1
 
Liderança e motivação
Liderança e motivaçãoLiderança e motivação
Liderança e motivaçãoRodneync
 
Liderança e motivaçao final
Liderança e motivaçao finalLiderança e motivaçao final
Liderança e motivaçao finalMichael Silva
 
Liderança e motivação
Liderança e motivaçãoLiderança e motivação
Liderança e motivaçãomfcorreia
 
Trabalho de grupo sobre motivaçao e liderança
Trabalho de grupo sobre motivaçao e liderança Trabalho de grupo sobre motivaçao e liderança
Trabalho de grupo sobre motivaçao e liderança joao123456789123
 
Motivação e Liderança
Motivação e LiderançaMotivação e Liderança
Motivação e LiderançaMarcos Ferreira
 
Liderança e motivação
Liderança e motivaçãoLiderança e motivação
Liderança e motivaçãofrancisleide
 
Apresentação de trabalhos
Apresentação de trabalhosApresentação de trabalhos
Apresentação de trabalhosbela610
 

Destaque (15)

Palestra --liderança---motivação
Palestra --liderança---motivaçãoPalestra --liderança---motivação
Palestra --liderança---motivação
 
Conflitos liderança e motivação
Conflitos liderança e motivaçãoConflitos liderança e motivação
Conflitos liderança e motivação
 
Trabalho motivação e liderança
Trabalho motivação e liderançaTrabalho motivação e liderança
Trabalho motivação e liderança
 
1302710679 liderança e_motivação
1302710679 liderança e_motivação1302710679 liderança e_motivação
1302710679 liderança e_motivação
 
Motivação e liderança
Motivação e liderançaMotivação e liderança
Motivação e liderança
 
Trabalho motivação e liderança lp
Trabalho motivação e liderança lpTrabalho motivação e liderança lp
Trabalho motivação e liderança lp
 
Liderança e motivação
Liderança e motivaçãoLiderança e motivação
Liderança e motivação
 
Liderança e motivaçao final
Liderança e motivaçao finalLiderança e motivaçao final
Liderança e motivaçao final
 
Liderança e motivação
Liderança e motivaçãoLiderança e motivação
Liderança e motivação
 
Trabalho de grupo sobre motivaçao e liderança
Trabalho de grupo sobre motivaçao e liderança Trabalho de grupo sobre motivaçao e liderança
Trabalho de grupo sobre motivaçao e liderança
 
Motivação e Liderança
Motivação e LiderançaMotivação e Liderança
Motivação e Liderança
 
Liderança e motivação
Liderança e motivaçãoLiderança e motivação
Liderança e motivação
 
Liderança e motivação
Liderança e motivaçãoLiderança e motivação
Liderança e motivação
 
Liderança e Motivação
Liderança e MotivaçãoLiderança e Motivação
Liderança e Motivação
 
Apresentação de trabalhos
Apresentação de trabalhosApresentação de trabalhos
Apresentação de trabalhos
 

Semelhante a Liderança e motivação

liderança e motivação no trabalho.pptx
liderança e motivação no trabalho.pptxliderança e motivação no trabalho.pptx
liderança e motivação no trabalho.pptxMENTORAMONIZEALMEIDA
 
Manual ufcd 4647_-_liderana_e_trabalho_em_equipa
Manual ufcd 4647_-_liderana_e_trabalho_em_equipaManual ufcd 4647_-_liderana_e_trabalho_em_equipa
Manual ufcd 4647_-_liderana_e_trabalho_em_equipaDaniela Anjos
 
Manual ufcd 4647_-_liderana_e_trabalho_em_equipa
Manual ufcd 4647_-_liderana_e_trabalho_em_equipaManual ufcd 4647_-_liderana_e_trabalho_em_equipa
Manual ufcd 4647_-_liderana_e_trabalho_em_equipaDaniela Anjos
 
Lideranca e motivacao - Conceitos e teorias
Lideranca e motivacao - Conceitos e teoriasLideranca e motivacao - Conceitos e teorias
Lideranca e motivacao - Conceitos e teoriasLeonardo Machado
 
aula-motivacao-e-lideranca-2020.pptx
aula-motivacao-e-lideranca-2020.pptxaula-motivacao-e-lideranca-2020.pptx
aula-motivacao-e-lideranca-2020.pptxClaytonAlvesdosSanto1
 
Gestão de equipes e sistema de Liderança
Gestão de equipes e sistema de LiderançaGestão de equipes e sistema de Liderança
Gestão de equipes e sistema de LiderançaLudmila Moura
 
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança lider coach, feedback, des ...
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança   lider coach, feedback, des ...Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança   lider coach, feedback, des ...
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança lider coach, feedback, des ...Janaina Ferreira
 
Gestão de equipes e sistema de Liderança
Gestão de equipes e sistema de LiderançaGestão de equipes e sistema de Liderança
Gestão de equipes e sistema de LiderançaLudmila Moura
 
Adriano rosanellicomo descobrir o seu estilo de liderança 2014set09dia
Adriano rosanellicomo descobrir o seu estilo de liderança 2014set09diaAdriano rosanellicomo descobrir o seu estilo de liderança 2014set09dia
Adriano rosanellicomo descobrir o seu estilo de liderança 2014set09diaAdriano Rosanelli
 
Liderança e comportamento organizacional
Liderança e comportamento organizacionalLiderança e comportamento organizacional
Liderança e comportamento organizacionalRicardo Albuquerque
 
Série Aprendendo com Outros: Liderança e Motivação
Série Aprendendo com Outros: Liderança e MotivaçãoSérie Aprendendo com Outros: Liderança e Motivação
Série Aprendendo com Outros: Liderança e MotivaçãoMoacir Medrado
 
inMBA - Tema Liderança - Aula 1
inMBA - Tema Liderança - Aula 1inMBA - Tema Liderança - Aula 1
inMBA - Tema Liderança - Aula 1Marcus Pimenta
 
Estilo de liderança
Estilo de liderançaEstilo de liderança
Estilo de liderançaMkrH Uniesp
 
LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO DE EQUIPES
LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO DE EQUIPESLIDERANÇA E MOTIVAÇÃO DE EQUIPES
LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO DE EQUIPESRutileia Feliciano
 

Semelhante a Liderança e motivação (20)

liderança e motivação no trabalho.pptx
liderança e motivação no trabalho.pptxliderança e motivação no trabalho.pptx
liderança e motivação no trabalho.pptx
 
Manual ufcd 4647_-_liderana_e_trabalho_em_equipa
Manual ufcd 4647_-_liderana_e_trabalho_em_equipaManual ufcd 4647_-_liderana_e_trabalho_em_equipa
Manual ufcd 4647_-_liderana_e_trabalho_em_equipa
 
Manual ufcd 4647_-_liderana_e_trabalho_em_equipa
Manual ufcd 4647_-_liderana_e_trabalho_em_equipaManual ufcd 4647_-_liderana_e_trabalho_em_equipa
Manual ufcd 4647_-_liderana_e_trabalho_em_equipa
 
Lideranca e motivacao - Conceitos e teorias
Lideranca e motivacao - Conceitos e teoriasLideranca e motivacao - Conceitos e teorias
Lideranca e motivacao - Conceitos e teorias
 
aula-motivacao-e-lideranca-2020.pptx
aula-motivacao-e-lideranca-2020.pptxaula-motivacao-e-lideranca-2020.pptx
aula-motivacao-e-lideranca-2020.pptx
 
LIDERANÇA.pdf
LIDERANÇA.pdfLIDERANÇA.pdf
LIDERANÇA.pdf
 
Gestão de equipes e sistema de Liderança
Gestão de equipes e sistema de LiderançaGestão de equipes e sistema de Liderança
Gestão de equipes e sistema de Liderança
 
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança lider coach, feedback, des ...
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança   lider coach, feedback, des ...Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança   lider coach, feedback, des ...
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança lider coach, feedback, des ...
 
Gestão de equipes e sistema de Liderança
Gestão de equipes e sistema de LiderançaGestão de equipes e sistema de Liderança
Gestão de equipes e sistema de Liderança
 
Adriano rosanellicomo descobrir o seu estilo de liderança 2014set09dia
Adriano rosanellicomo descobrir o seu estilo de liderança 2014set09diaAdriano rosanellicomo descobrir o seu estilo de liderança 2014set09dia
Adriano rosanellicomo descobrir o seu estilo de liderança 2014set09dia
 
Liderança e comportamento organizacional
Liderança e comportamento organizacionalLiderança e comportamento organizacional
Liderança e comportamento organizacional
 
Liderança 01
Liderança 01Liderança 01
Liderança 01
 
Como tornar-se um lider
Como tornar-se um liderComo tornar-se um lider
Como tornar-se um lider
 
Como Tornar Se Um LíDer
Como Tornar Se Um LíDerComo Tornar Se Um LíDer
Como Tornar Se Um LíDer
 
Série Aprendendo com Outros: Liderança e Motivação
Série Aprendendo com Outros: Liderança e MotivaçãoSérie Aprendendo com Outros: Liderança e Motivação
Série Aprendendo com Outros: Liderança e Motivação
 
inMBA - Tema Liderança - Aula 1
inMBA - Tema Liderança - Aula 1inMBA - Tema Liderança - Aula 1
inMBA - Tema Liderança - Aula 1
 
Liderença
LiderençaLiderença
Liderença
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Estilo de liderança
Estilo de liderançaEstilo de liderança
Estilo de liderança
 
LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO DE EQUIPES
LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO DE EQUIPESLIDERANÇA E MOTIVAÇÃO DE EQUIPES
LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO DE EQUIPES
 

Mais de Consultora empresarial, Gestora de RH e CoachingTreinamento e Desenvolvimento de Pessoas.

Mais de Consultora empresarial, Gestora de RH e CoachingTreinamento e Desenvolvimento de Pessoas. (20)

Mercado de trabalho
Mercado de trabalhoMercado de trabalho
Mercado de trabalho
 
Gestão de produtos tangíveis e intangíveis.
Gestão de produtos tangíveis e intangíveis.Gestão de produtos tangíveis e intangíveis.
Gestão de produtos tangíveis e intangíveis.
 
O uso das redes sociais para negócios.
O uso das redes sociais para negócios.O uso das redes sociais para negócios.
O uso das redes sociais para negócios.
 
Empreendedorismo é física pura
Empreendedorismo é física puraEmpreendedorismo é física pura
Empreendedorismo é física pura
 
Projeto de implementação de endomarketing na empresa intima
Projeto de implementação de endomarketing na empresa intimaProjeto de implementação de endomarketing na empresa intima
Projeto de implementação de endomarketing na empresa intima
 
COACHING, TREINAMENTO E TÉCNICAS DE VENDAS.
COACHING, TREINAMENTO E TÉCNICAS DE VENDAS.COACHING, TREINAMENTO E TÉCNICAS DE VENDAS.
COACHING, TREINAMENTO E TÉCNICAS DE VENDAS.
 
Evolução do RH nas organizações.
Evolução do RH nas organizações.Evolução do RH nas organizações.
Evolução do RH nas organizações.
 
respeito as pessoas.
respeito as pessoas.respeito as pessoas.
respeito as pessoas.
 
Gestão por competências
Gestão por competênciasGestão por competências
Gestão por competências
 
Higiene, saúde e segurança do trabalho
Higiene, saúde e segurança do trabalhoHigiene, saúde e segurança do trabalho
Higiene, saúde e segurança do trabalho
 
Influenciar as pessoas nas vendas, Desafio do século XXI.
Influenciar as pessoas nas vendas, Desafio do século XXI.Influenciar as pessoas nas vendas, Desafio do século XXI.
Influenciar as pessoas nas vendas, Desafio do século XXI.
 
Celebrar as conquistas é enfrentar novos desafios
Celebrar as conquistas é enfrentar novos desafiosCelebrar as conquistas é enfrentar novos desafios
Celebrar as conquistas é enfrentar novos desafios
 
Celebrar as conquistas é enfrentar novos desafios
Celebrar as conquistas é enfrentar novos desafiosCelebrar as conquistas é enfrentar novos desafios
Celebrar as conquistas é enfrentar novos desafios
 
Atendimento ao cliente
Atendimento ao clienteAtendimento ao cliente
Atendimento ao cliente
 
Treinamento atendimento-clientes445
Treinamento atendimento-clientes445Treinamento atendimento-clientes445
Treinamento atendimento-clientes445
 
Treinamento técnico
Treinamento técnicoTreinamento técnico
Treinamento técnico
 
Projeto interdisciplinar
Projeto interdisciplinarProjeto interdisciplinar
Projeto interdisciplinar
 
Treinamento técnico
Treinamento técnicoTreinamento técnico
Treinamento técnico
 
Projeto interdisciplinar
Projeto interdisciplinarProjeto interdisciplinar
Projeto interdisciplinar
 
comportamento em Entrevista de emprego
comportamento em Entrevista de empregocomportamento em Entrevista de emprego
comportamento em Entrevista de emprego
 

Último

O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoprofleticiasantosbio
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no textoMariaPauladeSouzaTur
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 

Último (20)

O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no texto
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 

Liderança e motivação

  • 1. LLiiddeerraannççaa ee MMoottiivvaaççããoo OO qquuee éé LLiiddeerraannççaa HHaabbiilliiddaaddeess ddoo LLííddeerr CCaarraacctteerrííssttiiccaass ddoo LLííddeerr EEssttiillooss ddee LLiiddeerraannççaa OO QQuuee éé MMoottiivvaaççããoo TTeeoorriiaass EExxeemmpplloo ddee MMoottiivvaaççããoo JJuusscciimmaarraa KKeellllee –– DDeezzeemmbbrroo 22001144
  • 2. O que é Liderança • Habilidade de influenciar pessoas. • Liderança é o processo de influenciar pessoas no sentido de que ajam a favor dos objetivos da instituição. • Algumas pessoas nascem com o dom da liderança. Outras aprendem a liderar.  A liderança é um trabalho contínuo de comunicação e motivação de pessoas e, portanto, também pode ser aprendido
  • 3. Habilidades e Características do Líder • Discurso coerente com suas ações; • Objetivos claros e estratégias adequadas para atingí-los; • Entusiasmo pelo trabalho em equipe; • Habilidade em inspirar confiança; • Espírito democrático. Complementam o perfil do Líder:  competência técnica;  habilidade de delegação;  controle emocional;  autenticidade;  respeito pelo ser humano;  habilidade em propor e estimular idéias;  habilidade em ensinar e despertar talentos.
  • 4. Estilos de Liderança AUTOCRÁTICA: • O líder comunica aos colaboradores as metas e os objetivos; • O líder organiza as equipes e determina a sua composição; • O líder orienta as tarefas na sua perspectiva. Conseqüências: Desmotivação da equipe; Clima de desconfiança; Baixa qualidade nas tarefas.
  • 5. Estilos de Liderança LIBERAL:  As metas não são claras;  O trabalho é organizado livremente;  O líder fomenta apenas a relação inter-pessoal;  O líder dá feedback “afetivo” focado na satisfação;  Os critérios de avaliação são ambíguos. Conseqüências: Pouco envolvimento da equipe; Competição entre os membros; Pouca responsabilização por erros; Tendência para “jogos de empurra”.
  • 6. Estilos de Liderança DEMOCRÁTICA: • O líder fixa metas e discute os objetivos; • Critérios de avaliação de desempenho são conhecidos; • As tarefas planificadas em conjunto e de forma flexível; • O trabalho é organizado com autonomia; • O líder dá feedback e orientação ao grupo. Conseqüências: Equipe motivada; Membros auto-valorizados; Trabalho realizado em conjunto e com autonomia pelos membros; Maior qualidade nos resultados.
  • 7. Resumo O Líder, em resumo ....  Faz com que os subordinados tenham satisfação e se sintam realizados em executar o que ele quer.  Tem seguidores, não subordinados. Todos cumprem suas determinações, sem encará-las como ordens.  Não comanda pelo medo, transmite segurança, confiança, inspira lealdade, é confidente e deixa as pessoas à vontade para expor seus pontos de vista.  Tem senso de justiça, e não toma decisões injustas. Seus atos são transparentes.
  • 8. Motivação É a força, ou impulso, que leva os indivíduos a agirem de uma forma específica. Enquanto para alguns a motivação pode ser o fator financeiro, para outros é o desejo de ser saudável, de ser amado, reconhecido, de participar das decisões ou realizar tarefas desafiadoras.
  • 9. Motivação: Teorias Existem várias teorias sobre motivação e o que ela é. Três delas, em particular, se destacam, por criar uma apresentação concisa, porém completa, sobre o assunto: a) Teoria das necessidades humanas, mais conhecida como Pirâmide de Maslow*: Segundo Maslow, todos os indivíduos apresentam uma hierarquia de necessidades que precisavam ser satisfeitas *Abraham Maslow, psicólogo norte-americano, teórico motivacional.
  • 10. Motivação: Teorias b) Teoria dos dois fatores, de Herzberg*. Afirma existirem dois fatores para motivação de grupos: os higiênicos e os motivadores. Os fatores higiênicos não trazem nem estimulam a motivação, mas podem causar desmotivação. Assim, um ambiente de trabalho seguro e agradável, sozinho, não motiva os funcionários, porém deixa-os satisfeitos o suficiente para que outros fatores possam motivá-los. *Frederick Herzberg,
  • 11. Motivação: Teorias c) Teoria das Expectativas, de Vroom, Segundo essa teoria, a motivação é composta de duas partes: os desejos individuais, os quais Vroom denominou de “Valências”, e as expectativas de alcançá-los. Um alto nível de valência age como motivador, sendo necessário que o indivíduo sinta que este desejo pode ser satisfeito. Uma pessoa pode ter um forte desejo de adquirir um automóvel de luxo, em vez de um carro popular. Se ela acredita poder realizar esse desejo, certamente tomará as providências necessárias para tal. Vroom,
  • 12. O gostinho bom da chegada Quem acha que ir mal numa prova ou não passar numa seleção de emprego é um problema terrível deveria conferir o espírito de luta dos participantes dos Jogos Parapan-Americanos, no Rio. A americana KATHRYN SULLIVAN, 27 anos, por exemplo, acabou em último lugar na prova feminina dos 100 metros rasos. E comemorou: "Poucas pessoas na minha condição se tornam atletas. Estou feliz por ter um objetivo e por ter concluído a prova". Revista Veja, out/2007. Única corredora sem as duas pernas, decorrência de problemas durante a gestação, Kathryn corre há apenas um ano e se diz bem acostumada às próteses de fibra de carbono, que usa o tempo todo. A foto fala mais do que tudo.