Enzimas em Ac

2.490 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
0 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.490
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
157
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Enzimas em Ac

  1. 1. Enzimas em Acção IsabelLopes http://bioesc.wordpress.com/
  2. 2. Metabolismo Celular • Conjunto de reacções que ocorrem de forma ordenada nas células, e das quais depende a sobrevivência dos seres vivos. IL 2010
  3. 3. Energia de Activação • Conjunto de reacções que ocorrem de forma ordenada nas células, e das quais depende a sobrevivência dos seres vivos. IL 2010
  4. 4. Via Metabólica • Série de reacções ordenadas que ocorrem com a intervenção de um conjunto de enzimas, que têm inicio num determinado reagente (substrato) e termina num produto final. Substrato Produto A E1 B D F E final C IL 2010
  5. 5. Nomenclatura Enzima (grego zyme = fermento) Designação – acrescentar sufixo ase ao nome do substrato sobre o qual a enzima actua. Enzima que actua sobre o amido? IL 2010
  6. 6. Propriedades • Proteínas globulares, em geral de maiores dimensões que o substrato sobre o qual actuam; • São específicas (tipo de reacção ou tipo de substrato); • Combinam-se com os respectivos substratos formando o complexo enzima-substrato IL 2010
  7. 7. Interacção Enzima-Substrato IL 2010
  8. 8. Propriedades • Diminuem a energia de activação necessária para que ocorra a reacção que catalisam • Não se consomem nas reacções, podendo ser reutilizadas; • São destruídas por temperaturas elevadas. • Baixas temperaturas inibem a sua actividade IL 2010
  9. 9. Modelo Fischer ou de Chave-Fechadura • Proposto em 1890 por Emile Fischer (alemão) • O centro activo da enzima tem uma estrutura permanente • Modelo demasiado estático e rígido. IL 2010
  10. 10. Modelo Koshland ou de encaixe induzido • Interacção dinâmica entre enzima e substrato • Substrato induz alteração na estrutura molecular da enzima. • Permite explicar a actividade de certas enzimas sobre substâncias ligeiramente diferentes. IL 2010
  11. 11. Holoenzimas • Apoenzima: componente proteico da enzima • Cofactor: Substância não proteica (iões metálicos – Fe2+, Cu2+, coenzimas – compostos orgânicos) Holoenzima = Apoenzima + Cofactor IL 2010
  12. 12. Inibição Inibição Não Reversível reversível Não competitiva competitiva ou alostérica IL 2010
  13. 13. Factores do Meio que interferem… • Temperatura • pH • Concentração do substrato* • Concentração da enzima • Inibidores * até ponto de saturação IL 2010
  14. 14. Classificação • Oxidorredutases • Transferases • Hidrolases • Liases • Isomerases • Ligases * Existência de subgrupos dentro de cada grupo IL 2010
  15. 15. IL 2010

×