SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 20
					2 de Fevereiro de 2009 Imunodeficiência congénita e adquirida
Introdução: O sistema imunitário constitui a nossa primeira linha de defesa contra microrganismos que entram no nosso organismo. Os desequilíbrios que vamos falar são: a imunodeficiência congénita e a imunodeficiência adquirida.
Sistema imunitário: O sistema imunitário é essencialmente composto por estruturas, tecidos e órgãos linfóides, onde são fabricados e amadurecidos os principais elementos defensivos - os glóbulos brancos ou leucócitos.
Imunodeficiência congénita: Tipos de deficiências no sistema imunitário: Geralmente, manifesta-se desde o nascimento. As deficiências do sistema imunitário costumam ser hereditárias. As infecções causadas por microorganismos fracos tornam-se  persistentes e graves. Recuperação incompleta de uma doença ou resposta inadequada ao tratamento.  Maior probabilidade de aparecer cancro e outros tumores. 1.         Número menor do que o habitual ou ausência de glóbulos brancos; 2.    O número é normal, mas os glóbulos brancos funcionam mal; 3.   Os glóbulos brancos não se encontram afectados, porém outros componentes do sistema imunitário são anormais ou faltam.
Sintomas: As crianças afectadas por um síndrome de imunodeficiência primária não costumam ser constituídas por um sistema defensivo que consiga desempenhar adequadamente as suas funções.  Os indivíduos afectados por este síndrome morrem, com alguma facilidade, à acção dos microorganismos patogénicos.
Tratamento: Combater de forma precoce e o mais eficazmente possível toda a infecção que afecte o paciente. Quando a resposta imunitária é muito ineficaz, deve-se manter o indivíduo afectado num recinto estéril. O principal tratamento de diversas imunodeficiências consiste no transplante de medula óssea.
Imunodeficiência adquirida: A imunodeficiência que se verifica numa idade mais avançada (imunodeficiência adquirida) costuma ser causada por uma doença.  Algumas doenças causam apenas uma ligeira deterioração do sistema imunitário, ao passo que outras podem destruir a capacidade do corpo para combater a infecção.
SIDA: A SIDA ( síndrome da imunodeficiência humana) é uma doença mortal não hereditária causada pelo vírus da imunodeficiência humana (VIH). O vírus da SIDA enfraquece o sistema imunitário,  destruindo os glóbulos brancos do nosso organismo. O organismo fica indefeso às invasões de todos                    os corpos estranhos.   Os doentes ficam progressivamente fragilizados e podem contrair muito facilmente, doenças que o podem conduzir à morte.
Como tudo acontece... ,[object Object]
 Ele infecta e multiplica-se dentro dos linfócitos T4.Ligação das proteinas do virus aos receptores de membrana da célula; Fusão das membranas; Libertação do nucleo do virus;
Transcriptase reversa Integrase 4. Transcrição do RNA viral – formação de cadeia simples de DNA complementar do RNA viral; 5. Formação de uma cadeia dupla de DNA; 6. Ligação com o genoma da célula
6. Activação do DNA e sua trancrição – formação do RNAm; 7. Migração do RNAm para o citoplasma   protease 8. Descodificação – tradução do RNA nos ribossomas e formação das proteinas do virus 9. União dos produtos do virus 10. Saida da célula – formação de um novo invólucro proteico.
O VIH destrói as células CD4 e quando a sua contagem baixa, a resposta do organismo torna-se deficiente.
Formas de transmissão
A SIDA tem cura? A sida caracteriza-se por uma quebra do sistema imunitário do organismo. Actualmente, a cura não é possível. A única medida eficaz para combatê-la, presentemente, é a prevenção. O meio mais eficaz para prevenir a infecção nos recém-nascidos é evitar a gravidez por parte das mulheres infectadas com o VIH.
Existe a terapia anti-retrovírica. A doença pode ser retardada por drogas inibidoras da transcriptase reversa (AZT) e das proteases e inibidores da ligação do vírus ás células hospedeiras. Tratamento:
Situação da epidemia em Portugal: O primeiro caso, em Portugal, foi detectado em 1983 e até 31 de Dezembro de 2006 foram notificados ao Centro de Vigilância Epidemiológica das Doenças Transmissíveis 30.366 casos de infecção VIH/sida. Na União Europeia, Portugal apresenta ainda a mais elevada taxa de incidência da infecção VIH. Anualmente morrem em Portugal cerca de 1.000 pessoas com SIDA.
Conclusão São comuns as deficiências que podem vir a existir no sistema imunitário. As imunodeficiências alteram a imunidade inata e adaptativa:  As imunodeficiências congénitas fragilizam os dois tipos de imunidade.  A SIDA fragiliza, gravemente, a imunidade celular e consequentemente a imunidade humoral. O sistema imunitário tem uma grande influência no bem estar do nosso organismo.
QUESTÕES (C) (D) (B) (A) (C)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Imunidade
ImunidadeImunidade
Imunidade
 
Autoimunidade
AutoimunidadeAutoimunidade
Autoimunidade
 
Leucemia
LeucemiaLeucemia
Leucemia
 
Meningite Bacteriana
Meningite BacterianaMeningite Bacteriana
Meningite Bacteriana
 
Doenças auto-imunes
Doenças auto-imunes Doenças auto-imunes
Doenças auto-imunes
 
Aula sistema imunologico
Aula sistema imunologicoAula sistema imunologico
Aula sistema imunologico
 
Esquistossomose
EsquistossomoseEsquistossomose
Esquistossomose
 
Aula 4 imunidade adquirida humoral_2-2011
Aula 4 imunidade adquirida humoral_2-2011Aula 4 imunidade adquirida humoral_2-2011
Aula 4 imunidade adquirida humoral_2-2011
 
Sarampo
SarampoSarampo
Sarampo
 
A resposta imune
A resposta imuneA resposta imune
A resposta imune
 
Imunidade ativa e passiva
Imunidade ativa e passivaImunidade ativa e passiva
Imunidade ativa e passiva
 
Aula Diabetes
Aula  DiabetesAula  Diabetes
Aula Diabetes
 
Doenças causadas por bacterias
Doenças  causadas por bacteriasDoenças  causadas por bacterias
Doenças causadas por bacterias
 
Sistema Imunitário
Sistema ImunitárioSistema Imunitário
Sistema Imunitário
 
Imunidade Adquirida - Humoral
Imunidade Adquirida - HumoralImunidade Adquirida - Humoral
Imunidade Adquirida - Humoral
 
Vacinas
VacinasVacinas
Vacinas
 
Imunidade adaptativa
Imunidade adaptativaImunidade adaptativa
Imunidade adaptativa
 
ICSA17 - Autoimunidade
ICSA17 - Autoimunidade ICSA17 - Autoimunidade
ICSA17 - Autoimunidade
 
Doenças Causadas Por Bactérias
Doenças Causadas Por BactériasDoenças Causadas Por Bactérias
Doenças Causadas Por Bactérias
 
Relatório Histologia
Relatório HistologiaRelatório Histologia
Relatório Histologia
 

Semelhante a Imunodeficiencia congénita e adquirida

Imunodeficiencia
ImunodeficienciaImunodeficiencia
Imunodeficiencia12anogolega
 
Apresentaoaids 140327164349-phpapp01
Apresentaoaids 140327164349-phpapp01Apresentaoaids 140327164349-phpapp01
Apresentaoaids 140327164349-phpapp01Glaucione Garcia
 
Apresentação aids
Apresentação aidsApresentação aids
Apresentação aidsletosgirl
 
Síndrome da imunodeficiência adquirida (aids)
Síndrome da imunodeficiência adquirida (aids)Síndrome da imunodeficiência adquirida (aids)
Síndrome da imunodeficiência adquirida (aids)Eduardo Borges
 
O que é HIV ? Como se contrai o vírus? O que é AIDS?
O que é HIV ? Como se contrai o vírus?  O que é AIDS?O que é HIV ? Como se contrai o vírus?  O que é AIDS?
O que é HIV ? Como se contrai o vírus? O que é AIDS?Berenice Damasceno
 
seminariohivslides-161017165137 (1).pdf
seminariohivslides-161017165137 (1).pdfseminariohivslides-161017165137 (1).pdf
seminariohivslides-161017165137 (1).pdfTiagoSantos74563
 
Trabalho de pesquisa SIDA biologia 12º ano
Trabalho de pesquisa SIDA biologia 12º anoTrabalho de pesquisa SIDA biologia 12º ano
Trabalho de pesquisa SIDA biologia 12º anoFilipaFonseca
 
Capítulo 5 vírus
Capítulo 5   vírusCapítulo 5   vírus
Capítulo 5 vírusrafaelcef3
 
1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...
1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...
1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...Cidalia Aguiar
 
Trabalho de biologia
Trabalho de biologiaTrabalho de biologia
Trabalho de biologiaAllane Lima
 
Lupus 100126052754-phpapp01
Lupus 100126052754-phpapp01Lupus 100126052754-phpapp01
Lupus 100126052754-phpapp01Jagone Jacunda
 

Semelhante a Imunodeficiencia congénita e adquirida (20)

Imunodeficiencia
ImunodeficienciaImunodeficiencia
Imunodeficiencia
 
Apresentaoaids 140327164349-phpapp01
Apresentaoaids 140327164349-phpapp01Apresentaoaids 140327164349-phpapp01
Apresentaoaids 140327164349-phpapp01
 
Apresentação aids
Apresentação aidsApresentação aids
Apresentação aids
 
Síndrome da imunodeficiência adquirida (aids)
Síndrome da imunodeficiência adquirida (aids)Síndrome da imunodeficiência adquirida (aids)
Síndrome da imunodeficiência adquirida (aids)
 
Texto de imuno iii
Texto de imuno iiiTexto de imuno iii
Texto de imuno iii
 
Aids texto e exercicio dim
Aids texto e exercicio   dimAids texto e exercicio   dim
Aids texto e exercicio dim
 
O que é HIV ? Como se contrai o vírus? O que é AIDS?
O que é HIV ? Como se contrai o vírus?  O que é AIDS?O que é HIV ? Como se contrai o vírus?  O que é AIDS?
O que é HIV ? Como se contrai o vírus? O que é AIDS?
 
seminariohivslides-161017165137 (1).pdf
seminariohivslides-161017165137 (1).pdfseminariohivslides-161017165137 (1).pdf
seminariohivslides-161017165137 (1).pdf
 
Trabalho de pesquisa SIDA biologia 12º ano
Trabalho de pesquisa SIDA biologia 12º anoTrabalho de pesquisa SIDA biologia 12º ano
Trabalho de pesquisa SIDA biologia 12º ano
 
Capítulo 5 vírus
Capítulo 5   vírusCapítulo 5   vírus
Capítulo 5 vírus
 
sida
sidasida
sida
 
Trabalho de biologia
Trabalho de biologiaTrabalho de biologia
Trabalho de biologia
 
1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...
1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...
1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...
 
Sida nascimento
Sida nascimentoSida nascimento
Sida nascimento
 
Aids (6)
Aids (6)Aids (6)
Aids (6)
 
Trabalho de biologia
Trabalho de biologiaTrabalho de biologia
Trabalho de biologia
 
Imunossenescência
Imunossenescência Imunossenescência
Imunossenescência
 
Eduarda
EduardaEduarda
Eduarda
 
Lupus 100126052754-phpapp01
Lupus 100126052754-phpapp01Lupus 100126052754-phpapp01
Lupus 100126052754-phpapp01
 
Lupus
LupusLupus
Lupus
 

Mais de Isabel Lopes

Relatório posto 9 passarela
Relatório posto 9 passarelaRelatório posto 9 passarela
Relatório posto 9 passarelaIsabel Lopes
 
Relatório posto 8 contra relógio
Relatório posto 8 contra relógioRelatório posto 8 contra relógio
Relatório posto 8 contra relógioIsabel Lopes
 
Relatório posto 7 desespero em casa
Relatório posto 7 desespero em casaRelatório posto 7 desespero em casa
Relatório posto 7 desespero em casaIsabel Lopes
 
Relatório posto 6 entre pais e filhos playing with mom and dad
Relatório posto 6 entre pais e filhos playing with mom and dadRelatório posto 6 entre pais e filhos playing with mom and dad
Relatório posto 6 entre pais e filhos playing with mom and dadIsabel Lopes
 
Relatório posto 5 tudo a limpo
Relatório posto 5 tudo a limpoRelatório posto 5 tudo a limpo
Relatório posto 5 tudo a limpoIsabel Lopes
 
Relatório posto 4 roleplay
Relatório posto 4 roleplayRelatório posto 4 roleplay
Relatório posto 4 roleplayIsabel Lopes
 
Relatório posto 3 party & co
Relatório posto 3 party & coRelatório posto 3 party & co
Relatório posto 3 party & coIsabel Lopes
 
Relatório posto 2 todos diferentes, todos iguais
Relatório posto 2 todos diferentes, todos iguaisRelatório posto 2 todos diferentes, todos iguais
Relatório posto 2 todos diferentes, todos iguaisIsabel Lopes
 
Relatorio posto 1 johnson's baby
Relatorio posto 1 johnson's babyRelatorio posto 1 johnson's baby
Relatorio posto 1 johnson's babyIsabel Lopes
 
Mapa peddy paper 2013 des-igualdade de género
Mapa peddy paper 2013 des-igualdade de géneroMapa peddy paper 2013 des-igualdade de género
Mapa peddy paper 2013 des-igualdade de géneroIsabel Lopes
 
Inquérito por questionário para avaliação final peddy paper (alunos participa...
Inquérito por questionário para avaliação final peddy paper (alunos participa...Inquérito por questionário para avaliação final peddy paper (alunos participa...
Inquérito por questionário para avaliação final peddy paper (alunos participa...Isabel Lopes
 
Avaliação pelos alunos (Peddy paper 2013)
Avaliação pelos alunos (Peddy paper 2013)Avaliação pelos alunos (Peddy paper 2013)
Avaliação pelos alunos (Peddy paper 2013)Isabel Lopes
 
Peddy paper students evaluation
Peddy paper students evaluationPeddy paper students evaluation
Peddy paper students evaluationIsabel Lopes
 
Final product stories on children's rights
Final product   stories on children's rightsFinal product   stories on children's rights
Final product stories on children's rightsIsabel Lopes
 
Sistema neuro hormonal - Nervoso
Sistema neuro hormonal - NervosoSistema neuro hormonal - Nervoso
Sistema neuro hormonal - NervosoIsabel Lopes
 
métodos contracetivos
 métodos contracetivos métodos contracetivos
métodos contracetivosIsabel Lopes
 
fecundação, gravidez e início da vida
fecundação, gravidez e início da vida fecundação, gravidez e início da vida
fecundação, gravidez e início da vida Isabel Lopes
 
Reprodução Humana
Reprodução HumanaReprodução Humana
Reprodução HumanaIsabel Lopes
 
Biodiversidade (versão 2012)
Biodiversidade (versão 2012)Biodiversidade (versão 2012)
Biodiversidade (versão 2012)Isabel Lopes
 

Mais de Isabel Lopes (20)

Relatório posto 9 passarela
Relatório posto 9 passarelaRelatório posto 9 passarela
Relatório posto 9 passarela
 
Relatório posto 8 contra relógio
Relatório posto 8 contra relógioRelatório posto 8 contra relógio
Relatório posto 8 contra relógio
 
Relatório posto 7 desespero em casa
Relatório posto 7 desespero em casaRelatório posto 7 desespero em casa
Relatório posto 7 desespero em casa
 
Relatório posto 6 entre pais e filhos playing with mom and dad
Relatório posto 6 entre pais e filhos playing with mom and dadRelatório posto 6 entre pais e filhos playing with mom and dad
Relatório posto 6 entre pais e filhos playing with mom and dad
 
Relatório posto 5 tudo a limpo
Relatório posto 5 tudo a limpoRelatório posto 5 tudo a limpo
Relatório posto 5 tudo a limpo
 
Relatório posto 4 roleplay
Relatório posto 4 roleplayRelatório posto 4 roleplay
Relatório posto 4 roleplay
 
Relatório posto 3 party & co
Relatório posto 3 party & coRelatório posto 3 party & co
Relatório posto 3 party & co
 
Relatório posto 2 todos diferentes, todos iguais
Relatório posto 2 todos diferentes, todos iguaisRelatório posto 2 todos diferentes, todos iguais
Relatório posto 2 todos diferentes, todos iguais
 
Relatorio posto 1 johnson's baby
Relatorio posto 1 johnson's babyRelatorio posto 1 johnson's baby
Relatorio posto 1 johnson's baby
 
Mapa peddy paper 2013 des-igualdade de género
Mapa peddy paper 2013 des-igualdade de géneroMapa peddy paper 2013 des-igualdade de género
Mapa peddy paper 2013 des-igualdade de género
 
Inquérito por questionário para avaliação final peddy paper (alunos participa...
Inquérito por questionário para avaliação final peddy paper (alunos participa...Inquérito por questionário para avaliação final peddy paper (alunos participa...
Inquérito por questionário para avaliação final peddy paper (alunos participa...
 
Avaliação pelos alunos (Peddy paper 2013)
Avaliação pelos alunos (Peddy paper 2013)Avaliação pelos alunos (Peddy paper 2013)
Avaliação pelos alunos (Peddy paper 2013)
 
Peddy paper students evaluation
Peddy paper students evaluationPeddy paper students evaluation
Peddy paper students evaluation
 
Final product stories on children's rights
Final product   stories on children's rightsFinal product   stories on children's rights
Final product stories on children's rights
 
sistema hormonal
sistema hormonalsistema hormonal
sistema hormonal
 
Sistema neuro hormonal - Nervoso
Sistema neuro hormonal - NervosoSistema neuro hormonal - Nervoso
Sistema neuro hormonal - Nervoso
 
métodos contracetivos
 métodos contracetivos métodos contracetivos
métodos contracetivos
 
fecundação, gravidez e início da vida
fecundação, gravidez e início da vida fecundação, gravidez e início da vida
fecundação, gravidez e início da vida
 
Reprodução Humana
Reprodução HumanaReprodução Humana
Reprodução Humana
 
Biodiversidade (versão 2012)
Biodiversidade (versão 2012)Biodiversidade (versão 2012)
Biodiversidade (versão 2012)
 

Último

As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdfARIANAMENDES11
 
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em criançasSlide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em criançasnarayaskara215
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfMaiteFerreira4
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxMartin M Flynn
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaIlda Bicacro
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaanapsuls
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdfdanielagracia9
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 

Último (20)

As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em criançasSlide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 

Imunodeficiencia congénita e adquirida

  • 1. 2 de Fevereiro de 2009 Imunodeficiência congénita e adquirida
  • 2. Introdução: O sistema imunitário constitui a nossa primeira linha de defesa contra microrganismos que entram no nosso organismo. Os desequilíbrios que vamos falar são: a imunodeficiência congénita e a imunodeficiência adquirida.
  • 3. Sistema imunitário: O sistema imunitário é essencialmente composto por estruturas, tecidos e órgãos linfóides, onde são fabricados e amadurecidos os principais elementos defensivos - os glóbulos brancos ou leucócitos.
  • 4.
  • 5. Imunodeficiência congénita: Tipos de deficiências no sistema imunitário: Geralmente, manifesta-se desde o nascimento. As deficiências do sistema imunitário costumam ser hereditárias. As infecções causadas por microorganismos fracos tornam-se persistentes e graves. Recuperação incompleta de uma doença ou resposta inadequada ao tratamento. Maior probabilidade de aparecer cancro e outros tumores. 1. Número menor do que o habitual ou ausência de glóbulos brancos; 2. O número é normal, mas os glóbulos brancos funcionam mal; 3. Os glóbulos brancos não se encontram afectados, porém outros componentes do sistema imunitário são anormais ou faltam.
  • 6. Sintomas: As crianças afectadas por um síndrome de imunodeficiência primária não costumam ser constituídas por um sistema defensivo que consiga desempenhar adequadamente as suas funções. Os indivíduos afectados por este síndrome morrem, com alguma facilidade, à acção dos microorganismos patogénicos.
  • 7. Tratamento: Combater de forma precoce e o mais eficazmente possível toda a infecção que afecte o paciente. Quando a resposta imunitária é muito ineficaz, deve-se manter o indivíduo afectado num recinto estéril. O principal tratamento de diversas imunodeficiências consiste no transplante de medula óssea.
  • 8. Imunodeficiência adquirida: A imunodeficiência que se verifica numa idade mais avançada (imunodeficiência adquirida) costuma ser causada por uma doença. Algumas doenças causam apenas uma ligeira deterioração do sistema imunitário, ao passo que outras podem destruir a capacidade do corpo para combater a infecção.
  • 9. SIDA: A SIDA ( síndrome da imunodeficiência humana) é uma doença mortal não hereditária causada pelo vírus da imunodeficiência humana (VIH). O vírus da SIDA enfraquece o sistema imunitário, destruindo os glóbulos brancos do nosso organismo. O organismo fica indefeso às invasões de todos os corpos estranhos. Os doentes ficam progressivamente fragilizados e podem contrair muito facilmente, doenças que o podem conduzir à morte.
  • 10.
  • 11. Ele infecta e multiplica-se dentro dos linfócitos T4.Ligação das proteinas do virus aos receptores de membrana da célula; Fusão das membranas; Libertação do nucleo do virus;
  • 12. Transcriptase reversa Integrase 4. Transcrição do RNA viral – formação de cadeia simples de DNA complementar do RNA viral; 5. Formação de uma cadeia dupla de DNA; 6. Ligação com o genoma da célula
  • 13. 6. Activação do DNA e sua trancrição – formação do RNAm; 7. Migração do RNAm para o citoplasma protease 8. Descodificação – tradução do RNA nos ribossomas e formação das proteinas do virus 9. União dos produtos do virus 10. Saida da célula – formação de um novo invólucro proteico.
  • 14. O VIH destrói as células CD4 e quando a sua contagem baixa, a resposta do organismo torna-se deficiente.
  • 16. A SIDA tem cura? A sida caracteriza-se por uma quebra do sistema imunitário do organismo. Actualmente, a cura não é possível. A única medida eficaz para combatê-la, presentemente, é a prevenção. O meio mais eficaz para prevenir a infecção nos recém-nascidos é evitar a gravidez por parte das mulheres infectadas com o VIH.
  • 17. Existe a terapia anti-retrovírica. A doença pode ser retardada por drogas inibidoras da transcriptase reversa (AZT) e das proteases e inibidores da ligação do vírus ás células hospedeiras. Tratamento:
  • 18. Situação da epidemia em Portugal: O primeiro caso, em Portugal, foi detectado em 1983 e até 31 de Dezembro de 2006 foram notificados ao Centro de Vigilância Epidemiológica das Doenças Transmissíveis 30.366 casos de infecção VIH/sida. Na União Europeia, Portugal apresenta ainda a mais elevada taxa de incidência da infecção VIH. Anualmente morrem em Portugal cerca de 1.000 pessoas com SIDA.
  • 19. Conclusão São comuns as deficiências que podem vir a existir no sistema imunitário. As imunodeficiências alteram a imunidade inata e adaptativa:  As imunodeficiências congénitas fragilizam os dois tipos de imunidade.  A SIDA fragiliza, gravemente, a imunidade celular e consequentemente a imunidade humoral. O sistema imunitário tem uma grande influência no bem estar do nosso organismo.
  • 20. QUESTÕES (C) (D) (B) (A) (C)
  • 21. FIM