SlideShare uma empresa Scribd logo

Estrutura das enzimas

1 de 21
Baixar para ler offline
Interacção enzima - substrato Estrutura das enzimas
Estrutura das enzimas  (Biocatalisadores) ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Estrutura das enzimas ,[object Object],A ligação entre a enzima e o substrato faz-se ao nível do  centro activo . A ligação entre a enzima e o substrato forma o complexo  enzima-substrato .
Centros activos –  aspectos comuns ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Interacção enzima-substrato ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Acção de uma enzima 1º No centro activo estabelecem-se ligações intermoléculares com o substrato, formando-se o complexo enzima-substrato. 2º Activação do complexo (verificam-se mudanças químicas). 3º Termina a reacção enzima substrato e libertam-se os produtos formados. No final a enzima fica intacta podendo actuar sobre outra molécula de substrato.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Enzima, Natureza e ação nos alimentos.
Enzima, Natureza e ação nos alimentos.Enzima, Natureza e ação nos alimentos.
Enzima, Natureza e ação nos alimentos.Geraldo Henrique
 
Introdução ao estudo da fisiologia
Introdução ao estudo da fisiologiaIntrodução ao estudo da fisiologia
Introdução ao estudo da fisiologiaCaio Maximino
 
Carboidratos1.2
Carboidratos1.2Carboidratos1.2
Carboidratos1.2alevilaca
 
Interação fármaco-receptor
Interação fármaco-receptorInteração fármaco-receptor
Interação fármaco-receptorCaio Maximino
 
Aula de Bromatologia sobre nitrogênio e conteúdo proteico
Aula de Bromatologia sobre nitrogênio e conteúdo proteicoAula de Bromatologia sobre nitrogênio e conteúdo proteico
Aula de Bromatologia sobre nitrogênio e conteúdo proteicoJaqueline Almeida
 
Bioquimica (completo)
Bioquimica (completo)Bioquimica (completo)
Bioquimica (completo)quimicajulio
 
Mecanismos homeostáticos do corpo humano
Mecanismos homeostáticos do corpo humanoMecanismos homeostáticos do corpo humano
Mecanismos homeostáticos do corpo humanoMariana Remiro
 
Introdução à bioquímica
Introdução à bioquímicaIntrodução à bioquímica
Introdução à bioquímicaAlessandra Fraga
 
Aminoácidos, peptídeos e proteínas
Aminoácidos, peptídeos e proteínasAminoácidos, peptídeos e proteínas
Aminoácidos, peptídeos e proteínasMessias Miranda
 
Memória e aprendizagem
Memória e aprendizagemMemória e aprendizagem
Memória e aprendizagemCaio Maximino
 
Critérios Prisma para Revisoes Sistematicas - melhor transparência nas public...
Critérios Prisma para Revisoes Sistematicas - melhor transparência nas public...Critérios Prisma para Revisoes Sistematicas - melhor transparência nas public...
Critérios Prisma para Revisoes Sistematicas - melhor transparência nas public...Fabiano Souza
 

Mais procurados (20)

Aula4_Enzimas201102
Aula4_Enzimas201102Aula4_Enzimas201102
Aula4_Enzimas201102
 
Enzima (2)
Enzima (2)Enzima (2)
Enzima (2)
 
Enzima, Natureza e ação nos alimentos.
Enzima, Natureza e ação nos alimentos.Enzima, Natureza e ação nos alimentos.
Enzima, Natureza e ação nos alimentos.
 
Enzimas
EnzimasEnzimas
Enzimas
 
Introdução ao estudo da fisiologia
Introdução ao estudo da fisiologiaIntrodução ao estudo da fisiologia
Introdução ao estudo da fisiologia
 
Carboidratos1.2
Carboidratos1.2Carboidratos1.2
Carboidratos1.2
 
Condicionamento respondente
Condicionamento respondenteCondicionamento respondente
Condicionamento respondente
 
Interação fármaco-receptor
Interação fármaco-receptorInteração fármaco-receptor
Interação fármaco-receptor
 
Aula de Bromatologia sobre nitrogênio e conteúdo proteico
Aula de Bromatologia sobre nitrogênio e conteúdo proteicoAula de Bromatologia sobre nitrogênio e conteúdo proteico
Aula de Bromatologia sobre nitrogênio e conteúdo proteico
 
Introducao metabolismo
Introducao metabolismoIntroducao metabolismo
Introducao metabolismo
 
Bioquimica (completo)
Bioquimica (completo)Bioquimica (completo)
Bioquimica (completo)
 
Mecanismos homeostáticos do corpo humano
Mecanismos homeostáticos do corpo humanoMecanismos homeostáticos do corpo humano
Mecanismos homeostáticos do corpo humano
 
Introdução à bioquímica
Introdução à bioquímicaIntrodução à bioquímica
Introdução à bioquímica
 
Bioquimica das proteínas
Bioquimica das proteínasBioquimica das proteínas
Bioquimica das proteínas
 
Aminoácidos, peptídeos e proteínas
Aminoácidos, peptídeos e proteínasAminoácidos, peptídeos e proteínas
Aminoácidos, peptídeos e proteínas
 
Proteinas
ProteinasProteinas
Proteinas
 
Memória e aprendizagem
Memória e aprendizagemMemória e aprendizagem
Memória e aprendizagem
 
Introdução à Farmacologia
Introdução à FarmacologiaIntrodução à Farmacologia
Introdução à Farmacologia
 
O reflexo inato
O reflexo inato O reflexo inato
O reflexo inato
 
Critérios Prisma para Revisoes Sistematicas - melhor transparência nas public...
Critérios Prisma para Revisoes Sistematicas - melhor transparência nas public...Critérios Prisma para Revisoes Sistematicas - melhor transparência nas public...
Critérios Prisma para Revisoes Sistematicas - melhor transparência nas public...
 

Semelhante a Estrutura das enzimas

Semelhante a Estrutura das enzimas (20)

Portfolio enzimas
Portfolio enzimasPortfolio enzimas
Portfolio enzimas
 
enzimas-141112091604-conversion-gate01.pdf
enzimas-141112091604-conversion-gate01.pdfenzimas-141112091604-conversion-gate01.pdf
enzimas-141112091604-conversion-gate01.pdf
 
Enzimas
EnzimasEnzimas
Enzimas
 
PROTEASE
PROTEASEPROTEASE
PROTEASE
 
Enzimas
Enzimas Enzimas
Enzimas
 
Unidade 4
Unidade 4Unidade 4
Unidade 4
 
2 aula- enzimas.pdf
2 aula- enzimas.pdf2 aula- enzimas.pdf
2 aula- enzimas.pdf
 
Enzimas
EnzimasEnzimas
Enzimas
 
ENZIMAS_LEITURA.pdf
ENZIMAS_LEITURA.pdfENZIMAS_LEITURA.pdf
ENZIMAS_LEITURA.pdf
 
A Biologia E Os Desafios De Actualidade (Enzimas)
A Biologia E Os Desafios De Actualidade (Enzimas)A Biologia E Os Desafios De Actualidade (Enzimas)
A Biologia E Os Desafios De Actualidade (Enzimas)
 
Enzimas
EnzimasEnzimas
Enzimas
 
41.act.enzimas13
41.act.enzimas1341.act.enzimas13
41.act.enzimas13
 
Biologia - Proteínas ( Enzimas)
Biologia - Proteínas ( Enzimas)Biologia - Proteínas ( Enzimas)
Biologia - Proteínas ( Enzimas)
 
enzimas-regulatorias.pdf
enzimas-regulatorias.pdfenzimas-regulatorias.pdf
enzimas-regulatorias.pdf
 
Enzimas
EnzimasEnzimas
Enzimas
 
Enzimas bioquimica
Enzimas bioquimicaEnzimas bioquimica
Enzimas bioquimica
 
Enzimas
EnzimasEnzimas
Enzimas
 
Enzimas_aula.ppt
Enzimas_aula.pptEnzimas_aula.ppt
Enzimas_aula.ppt
 
Proteínas resumao
Proteínas resumaoProteínas resumao
Proteínas resumao
 
Bioquímica Celular 2 - Proteínas
Bioquímica Celular 2 - ProteínasBioquímica Celular 2 - Proteínas
Bioquímica Celular 2 - Proteínas
 

Último

a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...Prime Assessoria
 
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...GraceDavino
 
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioElementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioProfessor Belinaso
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...azulassessoriaacadem3
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial AniversárioDeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial AniversárioIsabelPereira2010
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...excellenceeducaciona
 
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...Prime Assessoria
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...
Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...
Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptxAndreia Silva
 
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...azulassessoriaacadem3
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...azulassessoriaacadem3
 
Agora observe a imagem a seguir, onde foi realizada uma lâmina histológica co...
Agora observe a imagem a seguir, onde foi realizada uma lâmina histológica co...Agora observe a imagem a seguir, onde foi realizada uma lâmina histológica co...
Agora observe a imagem a seguir, onde foi realizada uma lâmina histológica co...Prime Assessoria
 
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...azulassessoriaacadem3
 
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...excellenceeducaciona
 
2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...
2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...
2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...azulassessoriaacadem3
 
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...Prime Assessoria
 

Último (20)

a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
 
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
 
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioElementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
 
Namorar não és ser don .
Namorar não és ser don                  .Namorar não és ser don                  .
Namorar não és ser don .
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial AniversárioDeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
 
Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...
Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...
Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
 
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
 
Agora observe a imagem a seguir, onde foi realizada uma lâmina histológica co...
Agora observe a imagem a seguir, onde foi realizada uma lâmina histológica co...Agora observe a imagem a seguir, onde foi realizada uma lâmina histológica co...
Agora observe a imagem a seguir, onde foi realizada uma lâmina histológica co...
 
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
 
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
 
2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...
2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...
2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...
 
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
 

Estrutura das enzimas

  • 1. Interacção enzima - substrato Estrutura das enzimas
  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6. Acção de uma enzima 1º No centro activo estabelecem-se ligações intermoléculares com o substrato, formando-se o complexo enzima-substrato. 2º Activação do complexo (verificam-se mudanças químicas). 3º Termina a reacção enzima substrato e libertam-se os produtos formados. No final a enzima fica intacta podendo actuar sobre outra molécula de substrato.
  • 8.
  • 9. Concentração dos intervenientes numa reacção enzimática Início : [S] ↑ ↓ [Enzima livre] -> ligação E – S -> ↑ [complexo E-S] Então : [S] ↓ e ↓ [Enzima livre] ↑[complexo E-S] ↑[Produto] Depois : estabilização da [Enzima livre] e [complexo E-S] a velocidade de formação do complexo E – S = velocidade de separação da E e do P Final : ↓[S] ↑[Enzima livre]
  • 10. A A – Ponto de saturação enzimática. - Já todas as enzimas estão ocupadas com substrato, então, mesmo que aumente a concentração de substrato como não existem enzimas livres a velocidade da reacção não aumenta mais. - A velocidade da reacção a partir deste ponto vai manter-se constante porque a velocidade de formação de complexo E – S é igual à velocidade de separação da E do produto.
  • 11. Início : [S] ↑ ↓ [Enzima livre] -> ligação E – S -> ↑ [complexo E-S] Então : [S] ↓ e ↓ [Enzima livre] ↑[complexo E-S] ↑[Produto] Depois : estabilização da [Enzima livre] e [complexo E-S] a velocidade de formação do complexo E – S = velocidade de separação da E e do P Final : ↓[S] ↑[Enzima livre]
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15. Importância Biomédica Farmacologia e Toxicologia Venenos metabólicos Inibir ou abolir reações metabólicas essenciais Inibir a atividade de enzimas Drogas terapeuticamente importantes Utilizadas no tratamento de inúmeras patologias Descoberta do mecanismo de ação de enzimas
  • 16.
  • 17. TGO - Transaminase glutâmico oxalacética TGP - Transaminase glutâmico pirúvica Presentes nas células do fígado, coração, músculo esquelético, rim e pâncreas. Outras enzimas importantes em diagnóstico Transaminases DOENÇA HEPÁTICA ENFARTE AGUDO DO MIOCÁRDIO TGO eleva-se após 12 horas, atingindo seu pico após 24-36 horas.
  • 18. Outras enzimas importantes em diagnóstico Fosfatases Fosfatase Alcalina Presente em muitos tecidos, principalmente no fígado e nos ossos. O aumento fisiológico é observado na GRAVIDEZ e na INFÂNCIA. DISTÚRBIOS ÓSSEOS DOENÇA HEPÁTICA OBSTRUTIVA
  • 19. Outras enzimas importantes em diagnóstico Transferases  GAMA GLUTAMIL TRANSPEPTIDASE Presente no fígado . INDICADOR DE DOENÇA HEPÁTICA ALCOOLISMO
  • 20. TIPOS DE APLICAÇÕES INDUSTRIAIS • Alimentos - Indústria de azeite: Aplicação na melhoria de aspectos organolépticos e estabilidade a longo prazo. - Panificação: Melhoria da cor, do sabor e estrutura através de alfa-amilase fúngica. Actua sobre a farinha de trigo, acelerando o processo de fermentação, devido a uma maior formação de açúcares para o fermento. • Rações animais - Utilização de enzimas nas rações para leitões durante o período de lactação, com o objectivo de digestão de amido e, em decorrência disso, ganho de peso e abate precoce. • Papel e celulose - Remoção de depósitos em máquinas: Substituição de álcalis e ácidos fortes por enzimas para assegurar a integridade física dos funcionários e cumprir leis ambientais. • Couro - Eliminação dos pêlos: Envolvia sulfureto de sódio, um químico com um cheiro intenso. Em alternativa, foi sugerido à indústria que passe a usar enzimas – o mau cheiro desaparece e a carga poluente dos efluentes é eliminada. • Têxtil - Usa-se a amilase bacteriana ( Bacillus subtilis e Bacillus lichenformis) estável ao calor para eliminar a goma dos produtos têxteis, substituindo os ácidos e álcalis na hidrólise do amido. • Indústria de Cosméticos • Produtos de Limpeza • Inactivação Enzimática
  • 21.