SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
Baixar para ler offline
Biodiversidade


                      CN 7
                 Isabel Lopes
                         2012
Biodiversidade…




                                  … ou diversidade
                                  biológica:
                                  variabilidade de
                                  seres vivos e das
                                  relações que
                                  estabelecem entre
                                  si e com o meio em
                                  que vivem.
Page  2                IL 2012
O que é uma espécie?

 Na Terra já foram identificadas cerca de 1,7
  milhões de espécies.

            Unidade básica e natural da classificação científica!

            Conjunto de seres vivos que são semelhantes entre si, que
            partilham idêntica informação genética e que em condições
            naturais se reproduzem entre si originando descendência fértil.
                             (não existe contudo uma definição consensual)




                                 Canis lupus familiaris
 Page  3                                       IL 2012
Diversidade… na dimensão




Page  4                     IL 2012
Diversidade… na forma
                                 peixe "psicodélico“ (Histiophryne psychedelica)




                                 Planta carnívora (Nepenthes attenboroughii) - o
                                 tamanho de seu "jarro", um dos maiores conhecidos,
                                 com 30cm por 16 cm.

Page  5                      IL 2012
Condições que asseguram a sobrevivência e evolução dos seres
vivos
   Calor, luz solar, crusta terrestre sólida, água e atmosfera
    rica em oxigénio.


     Ambientes aquáticos diferentes Ambientes terrestres




                    Diferentes características
                    Diferentes seres vivos
                       BIODIVERSIDADE
  Page  6                        IL 2012
O que têm em comum todos os Seres Vivos ?

  ...Todos são constituídos por células!


    Em 1838-39, Scheleiden (botânico) e Schwann
    (zoólogo), formularam a Teoria Celular:

            •Todos os seres vivos são constituídos por células

            •A célula é a unidade básica dos seres vivos

            •A célula é a unidade mais pequena que realiza
            processos vitais (respiração e digestão)

            •A célula é a unidade morfológica e fisiológica do ser vivo

            •A célula é a unidade genética - toda a célula resulta de
            outra célula pré-existente
 Page  7                              IL 2012
Como foi possível conhecer a constituição da célula?
   ... Com a invenção e aperfeiçoamento do microscópio

    Há cerca de 375 anos nasceu Antony van Leeuwenhoek que foi
    grande por ter descoberto um mundo infinitamente pequeno

                        •Microscópio
                        óptico composto
                        desenvolvido por
                        RobertHooke
                        (1636-1703)




                        •Microscópio        óptico      composto
                        (semelhante ao     que utilizaremos nas
 Page  8
                        aulas) IL 2012
Como distinguir as células?


... As células mais simples e
  mais pequenas –
  Procarióticas, não têm
  núcleo individualizado,
  enquanto as células
  Eucarióticas, mais complexas
  e maiores, já apresentam
  núcleo.




Page  9                     IL 2012
Organização celular

   – Foram as primeiras a aparecer                 – Núcleo individualizado, no interior
                                                     do qual está o material genético
   – O material genético (DNA) não                   (DNA) envolvido por membrana – é
     está envolvido por membrana –                   o centro coordenador de toda a
     não tem núcleo, apenas                          acrividade da célula.
     nucleóide.
                                                   – Parede celular (apenas nas
   – Parede celular (protecção e                     células vegetais)
     suporte)
                                                   – Membrana plasmática (separa o
   – Membrana plasmática (separa                     meio intracelular do meio
     o meio intracelular do meio                     extracelular, regulando as trocas
     extracelular, regulando as trocas             – Citoplasma
   – Citoplasma                                    – Ribossomas (local de síntese de
   – Ribossomas (local de síntese de                 proteínas)
     proteínas)                                    – Mitocondria (respiração –
   – Cápsula (protecção)                             produção de energia).

   – Ex: Bactérias                                 – Ex.: Plantas, animais, fungos e
                                                     protistas
 Page  10                               IL 2012
Seres Unicelulares e Pluricelulares



     Constituídos por apenas uma                Constituídos por mais de uma
                 célula                                      célula
     Exemplos: Paramécia, Algas,
                                                  Exemplos: Caracol, Rosa,
              Bactérias
                                                     Homem, Cogumelo



             Ou sem forma
                definida
              Ex. Glóbulos
             brancos, Amiba


                              As células podem apresentar formas variadas,
 Page  11
                                dependendo IL 2012organismo e da sua função
                                             do
Células Animais e Células Vegetais



             Sem parede celular                Com parede celular
   Sem plastos (ex. cloroplastos)
                                          Podem apresentar plastos (ex.
    Podem apresentar mobilidade                   cloroplastos)
         (flagelos ou cílios)
                                                Sem mobilidade




 Page  12                          IL 2012
Vamos testar se aprendeste....




                     IL 2012
Próxima aula prática:

Características da imagem ao MOC e
 observação de células animais e
 vegetais.


        IL 2012

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 8º ano - Introdução corpo humano e evolução humana
Aula 8º ano - Introdução corpo humano e evolução humanaAula 8º ano - Introdução corpo humano e evolução humana
Aula 8º ano - Introdução corpo humano e evolução humana
Leonardo Kaplan
 
Citologia 8º 2013
Citologia 8º 2013Citologia 8º 2013
Citologia 8º 2013
Simoneprof
 
Introdução a biologia celular - Leitura complementar
Introdução a biologia celular - Leitura complementarIntrodução a biologia celular - Leitura complementar
Introdução a biologia celular - Leitura complementar
emanuel
 
Capítulo 1 organização dos seres vivos (1)
Capítulo 1   organização dos seres vivos (1)Capítulo 1   organização dos seres vivos (1)
Capítulo 1 organização dos seres vivos (1)
rafaelcef3
 
Introduçao biologia celular
Introduçao biologia celularIntroduçao biologia celular
Introduçao biologia celular
Pedro Lopes
 
Módulo A5 - Evolução das células
Módulo A5 - Evolução das célulasMódulo A5 - Evolução das células
Módulo A5 - Evolução das células
Ana Castro
 
A descoberta da célula 1ºa
A descoberta da célula 1ºaA descoberta da célula 1ºa
A descoberta da célula 1ºa
naymarques
 

Mais procurados (20)

Aula 8º ano - Introdução corpo humano e evolução humana
Aula 8º ano - Introdução corpo humano e evolução humanaAula 8º ano - Introdução corpo humano e evolução humana
Aula 8º ano - Introdução corpo humano e evolução humana
 
Citologia 8º 2013
Citologia 8º 2013Citologia 8º 2013
Citologia 8º 2013
 
CéLula 1
CéLula 1CéLula 1
CéLula 1
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
 
Aula de características gerais dos seres vivos
Aula de características gerais dos seres vivosAula de características gerais dos seres vivos
Aula de características gerais dos seres vivos
 
Células
CélulasCélulas
Células
 
Introdução a biologia celular - Leitura complementar
Introdução a biologia celular - Leitura complementarIntrodução a biologia celular - Leitura complementar
Introdução a biologia celular - Leitura complementar
 
Capítulo 1 organização dos seres vivos (1)
Capítulo 1   organização dos seres vivos (1)Capítulo 1   organização dos seres vivos (1)
Capítulo 1 organização dos seres vivos (1)
 
Uma Visão Geral da Célula
Uma Visão Geral da CélulaUma Visão Geral da Célula
Uma Visão Geral da Célula
 
Eu Amo Aulas de Biologia
Eu Amo Aulas de BiologiaEu Amo Aulas de Biologia
Eu Amo Aulas de Biologia
 
5. A descoberta da célula
5. A descoberta da célula5. A descoberta da célula
5. A descoberta da célula
 
Introdução ao estudo da citologia slides
Introdução ao estudo da citologia slidesIntrodução ao estudo da citologia slides
Introdução ao estudo da citologia slides
 
Aula de características gerais dos seres vivos ensino médio
Aula de características gerais dos seres vivos ensino médioAula de características gerais dos seres vivos ensino médio
Aula de características gerais dos seres vivos ensino médio
 
Introdução a biologia celular
Introdução a biologia celularIntrodução a biologia celular
Introdução a biologia celular
 
Introduçao biologia celular
Introduçao biologia celularIntroduçao biologia celular
Introduçao biologia celular
 
Aula 02 Microscopio de Luz e Técnicas de Observação e Coloração
Aula 02   Microscopio de Luz e Técnicas de Observação e ColoraçãoAula 02   Microscopio de Luz e Técnicas de Observação e Coloração
Aula 02 Microscopio de Luz e Técnicas de Observação e Coloração
 
Características dos seres vivos
Características dos seres vivosCaracterísticas dos seres vivos
Características dos seres vivos
 
Módulo A5 - Evolução das células
Módulo A5 - Evolução das célulasMódulo A5 - Evolução das células
Módulo A5 - Evolução das células
 
A descoberta da célula 1ºa
A descoberta da célula 1ºaA descoberta da célula 1ºa
A descoberta da célula 1ºa
 
Apresentação sobre células citologia
Apresentação sobre células    citologiaApresentação sobre células    citologia
Apresentação sobre células citologia
 

Destaque

Condições do planeta Terra que permitem a existência de vida (versão 2012)
Condições do planeta Terra que permitem a existência de vida (versão 2012)Condições do planeta Terra que permitem a existência de vida (versão 2012)
Condições do planeta Terra que permitem a existência de vida (versão 2012)
Isabel Lopes
 
Sistema neuro hormonal - Nervoso
Sistema neuro hormonal - NervosoSistema neuro hormonal - Nervoso
Sistema neuro hormonal - Nervoso
Isabel Lopes
 
Metodologia fauna faz. salto
Metodologia fauna faz. saltoMetodologia fauna faz. salto
Metodologia fauna faz. salto
Equipe_NGA
 
Deformação das rochas
Deformação das rochasDeformação das rochas
Deformação das rochas
Isabel Lopes
 
Perturbações no equilibrio dos ecossitemas 8 cn
Perturbações no equilibrio dos ecossitemas  8 cnPerturbações no equilibrio dos ecossitemas  8 cn
Perturbações no equilibrio dos ecossitemas 8 cn
Isabel Lopes
 
Poluição e degradação de recursos
Poluição e degradação de recursosPoluição e degradação de recursos
Poluição e degradação de recursos
Isabel Lopes
 
8.ºano chuvas ácidas
8.ºano chuvas ácidas8.ºano chuvas ácidas
8.ºano chuvas ácidas
Maria Rocha R
 
Sucessões ecológicas 8 cn
Sucessões ecológicas 8 cnSucessões ecológicas 8 cn
Sucessões ecológicas 8 cn
Isabel Lopes
 
Plantas e classificação do seres vivos
Plantas e classificação do seres vivosPlantas e classificação do seres vivos
Plantas e classificação do seres vivos
letyap
 
Controlo de pragas
Controlo de pragasControlo de pragas
Controlo de pragas
Isabel Lopes
 

Destaque (20)

Avaliação pelos alunos (Peddy paper 2013)
Avaliação pelos alunos (Peddy paper 2013)Avaliação pelos alunos (Peddy paper 2013)
Avaliação pelos alunos (Peddy paper 2013)
 
Condições do planeta Terra que permitem a existência de vida (versão 2012)
Condições do planeta Terra que permitem a existência de vida (versão 2012)Condições do planeta Terra que permitem a existência de vida (versão 2012)
Condições do planeta Terra que permitem a existência de vida (versão 2012)
 
Sistema neuro hormonal - Nervoso
Sistema neuro hormonal - NervosoSistema neuro hormonal - Nervoso
Sistema neuro hormonal - Nervoso
 
Metodologia fauna faz. salto
Metodologia fauna faz. saltoMetodologia fauna faz. salto
Metodologia fauna faz. salto
 
Deformação das rochas
Deformação das rochasDeformação das rochas
Deformação das rochas
 
sistema hormonal
sistema hormonalsistema hormonal
sistema hormonal
 
Cavalo Manga Larga Marchador
Cavalo Manga Larga MarchadorCavalo Manga Larga Marchador
Cavalo Manga Larga Marchador
 
As relações entre os seres vivos
As relações entre os seres vivosAs relações entre os seres vivos
As relações entre os seres vivos
 
Perturbações no equilibrio dos ecossitemas 8 cn
Perturbações no equilibrio dos ecossitemas  8 cnPerturbações no equilibrio dos ecossitemas  8 cn
Perturbações no equilibrio dos ecossitemas 8 cn
 
Seres vivos - características e classificação
Seres vivos - características e classificaçãoSeres vivos - características e classificação
Seres vivos - características e classificação
 
Poluição e degradação de recursos
Poluição e degradação de recursosPoluição e degradação de recursos
Poluição e degradação de recursos
 
Apresentação 8 cn
Apresentação 8 cnApresentação 8 cn
Apresentação 8 cn
 
Teorias da origem
Teorias da origemTeorias da origem
Teorias da origem
 
8.ºano chuvas ácidas
8.ºano chuvas ácidas8.ºano chuvas ácidas
8.ºano chuvas ácidas
 
Sucessões ecológicas 8 cn
Sucessões ecológicas 8 cnSucessões ecológicas 8 cn
Sucessões ecológicas 8 cn
 
Plantas e classificação do seres vivos
Plantas e classificação do seres vivosPlantas e classificação do seres vivos
Plantas e classificação do seres vivos
 
Características Gerais dos Animais - Estudo Nerd
Características Gerais dos Animais - Estudo NerdCaracterísticas Gerais dos Animais - Estudo Nerd
Características Gerais dos Animais - Estudo Nerd
 
Relatório posto 9 passarela
Relatório posto 9 passarelaRelatório posto 9 passarela
Relatório posto 9 passarela
 
Controlo de pragas
Controlo de pragasControlo de pragas
Controlo de pragas
 
Metamorfismo
MetamorfismoMetamorfismo
Metamorfismo
 

Semelhante a Biodiversidade (versão 2012)

Níveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivosNíveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivos
Fatima Comiotto
 
Níveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivosNíveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivos
Fatima Comiotto
 
Trabalho de faculdade celulas tronco
Trabalho de faculdade celulas troncoTrabalho de faculdade celulas tronco
Trabalho de faculdade celulas tronco
hudsonemerique
 
Introdução a citologia - Alberts
Introdução a citologia - AlbertsIntrodução a citologia - Alberts
Introdução a citologia - Alberts
emanuel
 
Como Nosso Corpo Está Organizado 7ªSéRie 1 Bi
Como Nosso Corpo Está Organizado 7ªSéRie 1 BiComo Nosso Corpo Está Organizado 7ªSéRie 1 Bi
Como Nosso Corpo Está Organizado 7ªSéRie 1 Bi
guest1d4c6e
 
Diversidade E Unidade De Vida Slide
Diversidade E Unidade De Vida SlideDiversidade E Unidade De Vida Slide
Diversidade E Unidade De Vida Slide
Tânia Reis
 
Aula 1 citologia - introdução
Aula 1 citologia - introduçãoAula 1 citologia - introdução
Aula 1 citologia - introdução
Amarildo César
 
Introdução a Citologia
Introdução a CitologiaIntrodução a Citologia
Introdução a Citologia
BIOGERALDO
 
Plano de Aula I - Caroline Cerqueira
Plano de Aula I - Caroline CerqueiraPlano de Aula I - Caroline Cerqueira
Plano de Aula I - Caroline Cerqueira
CCMbiologia
 

Semelhante a Biodiversidade (versão 2012) (20)

Níveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivosNíveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivos
 
Níveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivosNíveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivos
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
Trabalho de faculdade celulas tronco
Trabalho de faculdade celulas troncoTrabalho de faculdade celulas tronco
Trabalho de faculdade celulas tronco
 
Introdução a citologia - Alberts
Introdução a citologia - AlbertsIntrodução a citologia - Alberts
Introdução a citologia - Alberts
 
Citologia, celulas e organelas citoplasmaticas
Citologia, celulas e organelas citoplasmaticasCitologia, celulas e organelas citoplasmaticas
Citologia, celulas e organelas citoplasmaticas
 
10ºano: A célula
10ºano: A célula10ºano: A célula
10ºano: A célula
 
Caracteristicas do Serers vivos.pdf
Caracteristicas do Serers vivos.pdfCaracteristicas do Serers vivos.pdf
Caracteristicas do Serers vivos.pdf
 
Aula Introdução a Citologia.pdf
Aula Introdução a Citologia.pdfAula Introdução a Citologia.pdf
Aula Introdução a Citologia.pdf
 
Niveis de organização dos seres vivos Bio 1 ano
Niveis de organização dos seres vivos Bio 1 anoNiveis de organização dos seres vivos Bio 1 ano
Niveis de organização dos seres vivos Bio 1 ano
 
Celulas pro e euc
Celulas pro e eucCelulas pro e euc
Celulas pro e euc
 
celula1.pdf
celula1.pdfcelula1.pdf
celula1.pdf
 
Como Nosso Corpo Está Organizado 7ªSéRie 1 Bi
Como Nosso Corpo Está Organizado 7ªSéRie 1 BiComo Nosso Corpo Está Organizado 7ªSéRie 1 Bi
Como Nosso Corpo Está Organizado 7ªSéRie 1 Bi
 
Diversidade E Unidade De Vida Slide
Diversidade E Unidade De Vida SlideDiversidade E Unidade De Vida Slide
Diversidade E Unidade De Vida Slide
 
Célula
CélulaCélula
Célula
 
Aula 1 citologia - introdução
Aula 1 citologia - introduçãoAula 1 citologia - introdução
Aula 1 citologia - introdução
 
Introdução a Citologia
Introdução a CitologiaIntrodução a Citologia
Introdução a Citologia
 
Plano de aula 1ano eja(2)
Plano de aula 1ano eja(2)Plano de aula 1ano eja(2)
Plano de aula 1ano eja(2)
 
Aula 1. 1 ano caracteristicas gerais dos seres vivos
Aula 1. 1 ano   caracteristicas gerais dos seres vivosAula 1. 1 ano   caracteristicas gerais dos seres vivos
Aula 1. 1 ano caracteristicas gerais dos seres vivos
 
Plano de Aula I - Caroline Cerqueira
Plano de Aula I - Caroline CerqueiraPlano de Aula I - Caroline Cerqueira
Plano de Aula I - Caroline Cerqueira
 

Mais de Isabel Lopes

métodos contracetivos
 métodos contracetivos métodos contracetivos
métodos contracetivos
Isabel Lopes
 
fecundação, gravidez e início da vida
fecundação, gravidez e início da vida fecundação, gravidez e início da vida
fecundação, gravidez e início da vida
Isabel Lopes
 
Reprodução Humana
Reprodução HumanaReprodução Humana
Reprodução Humana
Isabel Lopes
 
Rochas magmáticas
Rochas magmáticasRochas magmáticas
Rochas magmáticas
Isabel Lopes
 
Rochas sedimentares classificação quimiogénicas
Rochas sedimentares  classificação quimiogénicasRochas sedimentares  classificação quimiogénicas
Rochas sedimentares classificação quimiogénicas
Isabel Lopes
 
Rochas sedimentares classificação biogénicas
Rochas sedimentares  classificação biogénicasRochas sedimentares  classificação biogénicas
Rochas sedimentares classificação biogénicas
Isabel Lopes
 
Rochas sedimentares classificação detríticas
Rochas sedimentares  classificação detríticasRochas sedimentares  classificação detríticas
Rochas sedimentares classificação detríticas
Isabel Lopes
 

Mais de Isabel Lopes (20)

Relatório posto 8 contra relógio
Relatório posto 8 contra relógioRelatório posto 8 contra relógio
Relatório posto 8 contra relógio
 
Relatório posto 7 desespero em casa
Relatório posto 7 desespero em casaRelatório posto 7 desespero em casa
Relatório posto 7 desespero em casa
 
Relatório posto 6 entre pais e filhos playing with mom and dad
Relatório posto 6 entre pais e filhos playing with mom and dadRelatório posto 6 entre pais e filhos playing with mom and dad
Relatório posto 6 entre pais e filhos playing with mom and dad
 
Relatório posto 5 tudo a limpo
Relatório posto 5 tudo a limpoRelatório posto 5 tudo a limpo
Relatório posto 5 tudo a limpo
 
Relatório posto 4 roleplay
Relatório posto 4 roleplayRelatório posto 4 roleplay
Relatório posto 4 roleplay
 
Relatório posto 3 party & co
Relatório posto 3 party & coRelatório posto 3 party & co
Relatório posto 3 party & co
 
Relatório posto 2 todos diferentes, todos iguais
Relatório posto 2 todos diferentes, todos iguaisRelatório posto 2 todos diferentes, todos iguais
Relatório posto 2 todos diferentes, todos iguais
 
Relatorio posto 1 johnson's baby
Relatorio posto 1 johnson's babyRelatorio posto 1 johnson's baby
Relatorio posto 1 johnson's baby
 
Mapa peddy paper 2013 des-igualdade de género
Mapa peddy paper 2013 des-igualdade de géneroMapa peddy paper 2013 des-igualdade de género
Mapa peddy paper 2013 des-igualdade de género
 
Inquérito por questionário para avaliação final peddy paper (alunos participa...
Inquérito por questionário para avaliação final peddy paper (alunos participa...Inquérito por questionário para avaliação final peddy paper (alunos participa...
Inquérito por questionário para avaliação final peddy paper (alunos participa...
 
Peddy paper students evaluation
Peddy paper students evaluationPeddy paper students evaluation
Peddy paper students evaluation
 
Final product stories on children's rights
Final product   stories on children's rightsFinal product   stories on children's rights
Final product stories on children's rights
 
métodos contracetivos
 métodos contracetivos métodos contracetivos
métodos contracetivos
 
fecundação, gravidez e início da vida
fecundação, gravidez e início da vida fecundação, gravidez e início da vida
fecundação, gravidez e início da vida
 
Reprodução Humana
Reprodução HumanaReprodução Humana
Reprodução Humana
 
Rochas magmáticas
Rochas magmáticasRochas magmáticas
Rochas magmáticas
 
Rochas sedimentares classificação quimiogénicas
Rochas sedimentares  classificação quimiogénicasRochas sedimentares  classificação quimiogénicas
Rochas sedimentares classificação quimiogénicas
 
Rochas sedimentares classificação biogénicas
Rochas sedimentares  classificação biogénicasRochas sedimentares  classificação biogénicas
Rochas sedimentares classificação biogénicas
 
Enzimas
Enzimas Enzimas
Enzimas
 
Rochas sedimentares classificação detríticas
Rochas sedimentares  classificação detríticasRochas sedimentares  classificação detríticas
Rochas sedimentares classificação detríticas
 

Último

4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
LindinhaSilva1
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 

Último (20)

EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 

Biodiversidade (versão 2012)

  • 1. Biodiversidade CN 7 Isabel Lopes 2012
  • 2. Biodiversidade… … ou diversidade biológica: variabilidade de seres vivos e das relações que estabelecem entre si e com o meio em que vivem. Page  2 IL 2012
  • 3. O que é uma espécie? Na Terra já foram identificadas cerca de 1,7 milhões de espécies. Unidade básica e natural da classificação científica! Conjunto de seres vivos que são semelhantes entre si, que partilham idêntica informação genética e que em condições naturais se reproduzem entre si originando descendência fértil. (não existe contudo uma definição consensual) Canis lupus familiaris Page  3 IL 2012
  • 5. Diversidade… na forma peixe "psicodélico“ (Histiophryne psychedelica) Planta carnívora (Nepenthes attenboroughii) - o tamanho de seu "jarro", um dos maiores conhecidos, com 30cm por 16 cm. Page  5 IL 2012
  • 6. Condições que asseguram a sobrevivência e evolução dos seres vivos  Calor, luz solar, crusta terrestre sólida, água e atmosfera rica em oxigénio. Ambientes aquáticos diferentes Ambientes terrestres Diferentes características Diferentes seres vivos BIODIVERSIDADE Page  6 IL 2012
  • 7. O que têm em comum todos os Seres Vivos ? ...Todos são constituídos por células! Em 1838-39, Scheleiden (botânico) e Schwann (zoólogo), formularam a Teoria Celular: •Todos os seres vivos são constituídos por células •A célula é a unidade básica dos seres vivos •A célula é a unidade mais pequena que realiza processos vitais (respiração e digestão) •A célula é a unidade morfológica e fisiológica do ser vivo •A célula é a unidade genética - toda a célula resulta de outra célula pré-existente Page  7 IL 2012
  • 8. Como foi possível conhecer a constituição da célula? ... Com a invenção e aperfeiçoamento do microscópio Há cerca de 375 anos nasceu Antony van Leeuwenhoek que foi grande por ter descoberto um mundo infinitamente pequeno •Microscópio óptico composto desenvolvido por RobertHooke (1636-1703) •Microscópio óptico composto (semelhante ao que utilizaremos nas Page  8 aulas) IL 2012
  • 9. Como distinguir as células? ... As células mais simples e mais pequenas – Procarióticas, não têm núcleo individualizado, enquanto as células Eucarióticas, mais complexas e maiores, já apresentam núcleo. Page  9 IL 2012
  • 10. Organização celular – Foram as primeiras a aparecer – Núcleo individualizado, no interior do qual está o material genético – O material genético (DNA) não (DNA) envolvido por membrana – é está envolvido por membrana – o centro coordenador de toda a não tem núcleo, apenas acrividade da célula. nucleóide. – Parede celular (apenas nas – Parede celular (protecção e células vegetais) suporte) – Membrana plasmática (separa o – Membrana plasmática (separa meio intracelular do meio o meio intracelular do meio extracelular, regulando as trocas extracelular, regulando as trocas – Citoplasma – Citoplasma – Ribossomas (local de síntese de – Ribossomas (local de síntese de proteínas) proteínas) – Mitocondria (respiração – – Cápsula (protecção) produção de energia). – Ex: Bactérias – Ex.: Plantas, animais, fungos e protistas Page  10 IL 2012
  • 11. Seres Unicelulares e Pluricelulares Constituídos por apenas uma Constituídos por mais de uma célula célula Exemplos: Paramécia, Algas, Exemplos: Caracol, Rosa, Bactérias Homem, Cogumelo Ou sem forma definida Ex. Glóbulos brancos, Amiba As células podem apresentar formas variadas, Page  11 dependendo IL 2012organismo e da sua função do
  • 12. Células Animais e Células Vegetais Sem parede celular Com parede celular Sem plastos (ex. cloroplastos) Podem apresentar plastos (ex. Podem apresentar mobilidade cloroplastos) (flagelos ou cílios) Sem mobilidade Page  12 IL 2012
  • 13. Vamos testar se aprendeste.... IL 2012
  • 14. Próxima aula prática: Características da imagem ao MOC e observação de células animais e vegetais. IL 2012