História AValores, vivências e quotidiano                         Carlos Jorge Canto Vieira                               ...
I - ARTE GÓTICA
Arte Gótica
Arte Gótica• Origens  – surge na França;  – segunda metade do século XI.  – varia de país para país;
Arte Gótica
Arte Gótica• Características gerais          Catedral de Chartres,                        França
Arte Gótica
Arte Gótica• Características gerais   – Verticalismo dos edifícios substitui o horizontalismo do     Românico;   – Paredes...
Arte Gótica• Elementos arquitetónicos  –   Arco quebrado ou arco ogival  –   Abóbada de cruzamento de ogivas  –   Arcobota...
Arte Gótica• Arco quebrado ou arco ogival   – novo elemento estruturante da arquitetura gótica;   – substitui o arco de vo...
Arte Gótica• Abóbada de cruzamento de ogivas   – Deriva da abóbada de arestas;   – É composta por várias secções, os tramos;
Arte Gótica– arcobotante (ou botaréu)   • construção em forma de meio                                      Arcobotante    ...
Arte Gótica• Rosácea   – elemento arquitetónico     ornamental;   – usado no seu auge em     catedrais durante o período  ...
Catedral de Laon
Catedral de Laon
Catedral de Laon
Notre Dame de Paris
Catedral de Reims
Catedral de Colónia
Catedral de Colónia
Catedral de Colónia
Catedral de Estrasburgo
Catedral de Estrasburgo
Catedral de Estrasburgo
Catedral de York
Catedral de Wells
Catedral de Salisbury
Catedral de Sevilha
Catedral de Milão
MOSTEIRO DE ALCOBAÇA
MOSTEIRO DA BATALHA
IGREJA DO CARMO
SÉ DE ÉVORA
MOSTEIRO DOS JERÓNIMOS
ESCULTURA GÓTICA
Escultura gótica• Surge:  –   Fachadas exteriores e portais  –   Retábulos  –   Altares  –   Tímpanos  –   Túmulos
Escultura gótica• Valor doutrinal:   – “Livro de imagens” da cristandade;      • Relata a vida de Cristo;      • Vida de s...
Portal oeste da Catedral de Chartres, c. 1145-1155.
Cristo em Majestade, Tímpano de Notre Dame,
Cristo em Majestade, Catedral de Burgos, Espanha
Tímpano da Catedral de Vézelay, França
Escola de Michel Colombe: Santo Sepulcro, Igreja Abacial de Saint-Pierre de              Solesmes, Sarthe. Mármore, fim do...
Escola de Veit Stoß: Altar Rosenkranz, Liebfrauenmünster, Wolframs-              Eschenbach. Madeira policroma, c. 1510.
Díptico da Paixão de Cristo, Paris.Marfim com traços de policromia,              início do século XIV
Gárgula na Catedral de Barcelona.    Gárgula na Catedral de Ulm. Gárgula na Catedral de Zagreb.     Gárgula de Notre Dame,...
Antoine le Moiturier ?: Túmulo de Philippe Pot, Borgonha, 1494, Museu do Louvre
Túmulo de Inês de Castro, Alcobaça, Portugal. Mármore, c. 1358-1367
Túmulo de D. Pedro I, Alcobaça, Portugal. Mármore, c. 1358-1367
Túmulo de D. Fernando I, Convento do Carmo, em Lisboa.
João de Castilho: Portal sul do     Mosteiro dos Jerónimos,Lisboa, Portugal. c. 1502-1517
Fachada plateresca do Colégio de San Gregorio,Valladolid, Espanha. Antes                  de 1492
Arte Gótica– Vitral   • No gótico a luz adquire uma     importância fundamental;   • O vidro colorido passa a ser     uma ...
Sainte-Chapelle, Paris
Vitral da catedral de Chartres
Vitral da catedral de ChartresVirgem Maria representada como                  a Rainha do Céu
Vitral da catedral de Chartres - Última ceia
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Arte Gótica
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Arte Gótica

5.169 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
3 comentários
9 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.169
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
3
Gostaram
9
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Arte Gótica

  1. 1. História AValores, vivências e quotidiano Carlos Jorge Canto Vieira Versão 1.0 Fevereiro 2013
  2. 2. I - ARTE GÓTICA
  3. 3. Arte Gótica
  4. 4. Arte Gótica• Origens – surge na França; – segunda metade do século XI. – varia de país para país;
  5. 5. Arte Gótica
  6. 6. Arte Gótica• Características gerais Catedral de Chartres, França
  7. 7. Arte Gótica
  8. 8. Arte Gótica• Características gerais – Verticalismo dos edifícios substitui o horizontalismo do Românico; – Paredes mais leves e finas; – Contrafortes em menor número; – Janelas predominantes; – Fachadas ornadas por rosáceas; – Utilização do arco de volta quebrada; – Consolidação dos arcos feita por abóbadas de arcos cruzados ou de ogivas; – Nas torres (principalmente nas torres sineiras) os telhados são em forma de pirâmide.
  9. 9. Arte Gótica• Elementos arquitetónicos – Arco quebrado ou arco ogival – Abóbada de cruzamento de ogivas – Arcobotante – Rosácea
  10. 10. Arte Gótica• Arco quebrado ou arco ogival – novo elemento estruturante da arquitetura gótica; – substitui o arco de volta perfeita utilizado no Românico.
  11. 11. Arte Gótica• Abóbada de cruzamento de ogivas – Deriva da abóbada de arestas; – É composta por várias secções, os tramos;
  12. 12. Arte Gótica– arcobotante (ou botaréu) • construção em forma de meio Arcobotante arco; • Ergue-se na parte exterior dos monumentos góticos; • Serve para apoiar as paredes e repartir o peso das paredes; • só assim se conseguiu aumentar as alturas das edificações. estribo ou contraforte
  13. 13. Arte Gótica• Rosácea – elemento arquitetónico ornamental; – usado no seu auge em catedrais durante o período gótico; – apresenta-se sobre o portal da fachada principal.
  14. 14. Catedral de Laon
  15. 15. Catedral de Laon
  16. 16. Catedral de Laon
  17. 17. Notre Dame de Paris
  18. 18. Catedral de Reims
  19. 19. Catedral de Colónia
  20. 20. Catedral de Colónia
  21. 21. Catedral de Colónia
  22. 22. Catedral de Estrasburgo
  23. 23. Catedral de Estrasburgo
  24. 24. Catedral de Estrasburgo
  25. 25. Catedral de York
  26. 26. Catedral de Wells
  27. 27. Catedral de Salisbury
  28. 28. Catedral de Sevilha
  29. 29. Catedral de Milão
  30. 30. MOSTEIRO DE ALCOBAÇA
  31. 31. MOSTEIRO DA BATALHA
  32. 32. IGREJA DO CARMO
  33. 33. SÉ DE ÉVORA
  34. 34. MOSTEIRO DOS JERÓNIMOS
  35. 35. ESCULTURA GÓTICA
  36. 36. Escultura gótica• Surge: – Fachadas exteriores e portais – Retábulos – Altares – Tímpanos – Túmulos
  37. 37. Escultura gótica• Valor doutrinal: – “Livro de imagens” da cristandade; • Relata a vida de Cristo; • Vida de santos; • Passos do Antigo e do Novo Testamento; – Jesus Cristo • Imagem central; • A iconografia gira à sua volta • Exemplo: – Cristo em Majestade; – Representações da infância, vida publica e Paixão.
  38. 38. Portal oeste da Catedral de Chartres, c. 1145-1155.
  39. 39. Cristo em Majestade, Tímpano de Notre Dame,
  40. 40. Cristo em Majestade, Catedral de Burgos, Espanha
  41. 41. Tímpano da Catedral de Vézelay, França
  42. 42. Escola de Michel Colombe: Santo Sepulcro, Igreja Abacial de Saint-Pierre de Solesmes, Sarthe. Mármore, fim do século XV.
  43. 43. Escola de Veit Stoß: Altar Rosenkranz, Liebfrauenmünster, Wolframs- Eschenbach. Madeira policroma, c. 1510.
  44. 44. Díptico da Paixão de Cristo, Paris.Marfim com traços de policromia, início do século XIV
  45. 45. Gárgula na Catedral de Barcelona. Gárgula na Catedral de Ulm. Gárgula na Catedral de Zagreb. Gárgula de Notre Dame, Paris.
  46. 46. Antoine le Moiturier ?: Túmulo de Philippe Pot, Borgonha, 1494, Museu do Louvre
  47. 47. Túmulo de Inês de Castro, Alcobaça, Portugal. Mármore, c. 1358-1367
  48. 48. Túmulo de D. Pedro I, Alcobaça, Portugal. Mármore, c. 1358-1367
  49. 49. Túmulo de D. Fernando I, Convento do Carmo, em Lisboa.
  50. 50. João de Castilho: Portal sul do Mosteiro dos Jerónimos,Lisboa, Portugal. c. 1502-1517
  51. 51. Fachada plateresca do Colégio de San Gregorio,Valladolid, Espanha. Antes de 1492
  52. 52. Arte Gótica– Vitral • No gótico a luz adquire uma importância fundamental; • O vidro colorido passa a ser uma peça importante na iluminação do espaço interior. Sainte-Chapelle, Paris
  53. 53. Sainte-Chapelle, Paris
  54. 54. Vitral da catedral de Chartres
  55. 55. Vitral da catedral de ChartresVirgem Maria representada como a Rainha do Céu
  56. 56. Vitral da catedral de Chartres - Última ceia

×