SlideShare uma empresa Scribd logo

Gótico

1 de 16
Baixar para ler offline
Construção de uma catedral




   Construção das abóbadas
Mestre e o Projecto
• A catedral era uma obra de
  grandes proporções que se tornava
  um verdadeiro monumento
  arquitectónico.
•     Para a construção de uma
  catedral gótica haviam cerca de 30
  artesãos especializados nas várias
  áreas (pedreiro, escultor,
  carpinteiro, pintor, etc.)
  supervisionados por um mestre
  construtor.
•     O mestre construtor era o
  responsável pelo projecto. Utilizava
  para o efeito réguas, compassos,
  esquadros e outras ferramentas
  geométricas.
Planta da Catedral
         Gótica
• A planta pouco diferia das
  encontradas em catedrais de
  períodos anteriores. Sob a
  forma de uma cruz, a catedral
  dividia-se em: nave, cruzeiro,
  transeptos, coro, nave central,
  naves laterais e na fachada
  principal existiam ainda torres.
Legenda da Planta

            1.Capela Radial

            2.Deambulatório

            3.Altar

            4.Coro

            5.Corredores
              laterais do coro

            6.Cruzeiro

            7.Transepto

            8.Contraforte

            9.Nave central

            10.Nave lateral

            11.Fachada, portal.
Construção dos
 arcobotantes
Construção dos
arcobotantes e telhado
Construção do telhado
      e das abóbadas




•   O telhado era colocado antes da construção das
    abóbadas de pedra.
Exemplos de Vitrais




Existiam os artesãos especialistas em juntar pedaços de
coloridos e brilhantes vidros para completar os buracos
deixados entre as pedras e formar enormes e belos vitrais.
Sistema Estrutural de uma Catedral Gótica




as catedrais no estilo gótico procuravam a
espiritualidade. Portanto, deveriam possuir: elevadas
alturas, grande luminosidade e uma total continuidade
entre o início dos pilares e o cume das abóbadas.
Vista interna de uma
   catedral gótica
abóbadas ogivais
Eram pontiagudas, muito flexíveis e de maior
adaptação estrutural.
arcobotante
Esbeltos pilares e contrafortes, a estrutura da
catedral gótica venceu elevadas alturas e
extensos vãos.
Esquema do esforço estrutural
   numa catedral gótica




               O esforço horizontal
               proveniente do telhado
               e das abóbadas era
               recebido pelos
               arcobotantes (já fora
               da catedral) e
               transferido aos
               contrafortes, que o
               descarregavam sobre a
               fundação
Estrutura de uma catedral gótica




as paredes da nave central tinham pouca espessura e eram
abertas por vitrais para dar luminosidade à catedral. O esforço
horizontal (abóbadas) não era assegurado por essas paredes,
mas por arcobotantes que encostavam a grandes e pesados
contrafortes colocados no exterior.
Nave principal e abóbadas
Catedral de Chartres, construída em 1145
           em Paris, França.

Recomendados

A arquitetura gótica
A arquitetura góticaA arquitetura gótica
A arquitetura góticaAna Barreiros
 
02 arquitetura gótica
02 arquitetura gótica02 arquitetura gótica
02 arquitetura góticaVítor Santos
 
Arquitetura românica
Arquitetura românicaArquitetura românica
Arquitetura românicaAna Barreiros
 
O aparecimento da arte gotica
O aparecimento da arte goticaO aparecimento da arte gotica
O aparecimento da arte goticaAna Barreiros
 
Módulo 3 - Arquitetura românica
Módulo 3 - Arquitetura românicaMódulo 3 - Arquitetura românica
Módulo 3 - Arquitetura românicaCarla Freitas
 
Arquitetura romana i
Arquitetura romana iArquitetura romana i
Arquitetura romana iAna Barreiros
 
Aula 05 arquitetura gótica
Aula 05 arquitetura góticaAula 05 arquitetura gótica
Aula 05 arquitetura góticaLila Donato
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Módulo 3 - Escultura e pintura românicas
Módulo 3 - Escultura e pintura românicasMódulo 3 - Escultura e pintura românicas
Módulo 3 - Escultura e pintura românicasCarla Freitas
 
Escultura e pintura românica
Escultura e pintura românicaEscultura e pintura românica
Escultura e pintura românicaAna Barreiros
 
Arte gótica
Arte gótica Arte gótica
Arte gótica kyzinha
 
O gótico em portugal
O gótico em portugalO gótico em portugal
O gótico em portugalAna Barreiros
 
Cultura da Catedral - Arquitectura Gótica
Cultura da Catedral - Arquitectura GóticaCultura da Catedral - Arquitectura Gótica
Cultura da Catedral - Arquitectura GóticaCarlos Vieira
 
Arquitetura renascentista
Arquitetura renascentistaArquitetura renascentista
Arquitetura renascentistaAna Barreiros
 
Cultura do Mosteiro - Arte Românica
Cultura do Mosteiro - Arte RomânicaCultura do Mosteiro - Arte Românica
Cultura do Mosteiro - Arte RomânicaCarlos Vieira
 
A arte gótica I
A arte gótica IA arte gótica I
A arte gótica Icattonia
 
Módulo 2 escultura romana
Módulo 2   escultura romanaMódulo 2   escultura romana
Módulo 2 escultura romanaCarla Freitas
 
Módulo 2 arquitetura romana
Módulo 2   arquitetura romanaMódulo 2   arquitetura romana
Módulo 2 arquitetura romanaCarla Freitas
 
Cultura do Mosteiro - Arte Otoniana
Cultura do Mosteiro - Arte OtonianaCultura do Mosteiro - Arte Otoniana
Cultura do Mosteiro - Arte OtonianaCarlos Vieira
 
4.romanicoem portugal
4.romanicoem portugal4.romanicoem portugal
4.romanicoem portugalAna Barreiros
 
Cultura da Catedral - Introdução ao Módulo
Cultura da Catedral - Introdução ao MóduloCultura da Catedral - Introdução ao Módulo
Cultura da Catedral - Introdução ao MóduloCarlos Vieira
 
Módulo 2 a arte
Módulo 2   a arteMódulo 2   a arte
Módulo 2 a artecattonia
 
Módulo 4 - Escultura Gótica
Módulo 4 - Escultura GóticaMódulo 4 - Escultura Gótica
Módulo 4 - Escultura GóticaCarla Freitas
 

Mais procurados (20)

Módulo 3 - Escultura e pintura românicas
Módulo 3 - Escultura e pintura românicasMódulo 3 - Escultura e pintura românicas
Módulo 3 - Escultura e pintura românicas
 
Escultura e pintura românica
Escultura e pintura românicaEscultura e pintura românica
Escultura e pintura românica
 
Arte gótica
Arte gótica Arte gótica
Arte gótica
 
O gótico em portugal
O gótico em portugalO gótico em portugal
O gótico em portugal
 
Gotico em Portugal
Gotico em PortugalGotico em Portugal
Gotico em Portugal
 
Cultura da Catedral - Arquitectura Gótica
Cultura da Catedral - Arquitectura GóticaCultura da Catedral - Arquitectura Gótica
Cultura da Catedral - Arquitectura Gótica
 
Arquitetura renascentista
Arquitetura renascentistaArquitetura renascentista
Arquitetura renascentista
 
Cultura do Mosteiro - Arte Românica
Cultura do Mosteiro - Arte RomânicaCultura do Mosteiro - Arte Românica
Cultura do Mosteiro - Arte Românica
 
A arte gótica I
A arte gótica IA arte gótica I
A arte gótica I
 
Módulo 2 escultura romana
Módulo 2   escultura romanaMódulo 2   escultura romana
Módulo 2 escultura romana
 
Amiens
AmiensAmiens
Amiens
 
Arte Gótica
Arte GóticaArte Gótica
Arte Gótica
 
Módulo 2 arquitetura romana
Módulo 2   arquitetura romanaMódulo 2   arquitetura romana
Módulo 2 arquitetura romana
 
Cultura do Mosteiro - Arte Otoniana
Cultura do Mosteiro - Arte OtonianaCultura do Mosteiro - Arte Otoniana
Cultura do Mosteiro - Arte Otoniana
 
4.romanicoem portugal
4.romanicoem portugal4.romanicoem portugal
4.romanicoem portugal
 
Cultura da Catedral - Introdução ao Módulo
Cultura da Catedral - Introdução ao MóduloCultura da Catedral - Introdução ao Módulo
Cultura da Catedral - Introdução ao Módulo
 
Arte islamica
Arte islamicaArte islamica
Arte islamica
 
Módulo 2 a arte
Módulo 2   a arteMódulo 2   a arte
Módulo 2 a arte
 
Exame mod 3 2 taar
Exame mod 3  2 taarExame mod 3  2 taar
Exame mod 3 2 taar
 
Módulo 4 - Escultura Gótica
Módulo 4 - Escultura GóticaMódulo 4 - Escultura Gótica
Módulo 4 - Escultura Gótica
 

Destaque (20)

Arte Gótica
Arte GóticaArte Gótica
Arte Gótica
 
Idade Média: Gótico
Idade Média: GóticoIdade Média: Gótico
Idade Média: Gótico
 
Estilo gótico
Estilo góticoEstilo gótico
Estilo gótico
 
A escultura gótica
A escultura góticaA escultura gótica
A escultura gótica
 
Cultura da catedral
Cultura da catedralCultura da catedral
Cultura da catedral
 
GÓTICO
GÓTICOGÓTICO
GÓTICO
 
Catedral de notre dame paris
Catedral de notre dame parisCatedral de notre dame paris
Catedral de notre dame paris
 
03 escultura e pintura gótica
03 escultura e pintura gótica03 escultura e pintura gótica
03 escultura e pintura gótica
 
Arte da idade média - Gótica
Arte da idade média - GóticaArte da idade média - Gótica
Arte da idade média - Gótica
 
Catedral de Notre Dame
Catedral de Notre Dame Catedral de Notre Dame
Catedral de Notre Dame
 
O românico
O românicoO românico
O românico
 
A pintura gótica i
A pintura gótica iA pintura gótica i
A pintura gótica i
 
Ficha formativa cultura da catedral
Ficha formativa cultura da catedralFicha formativa cultura da catedral
Ficha formativa cultura da catedral
 
Fairy tail according to my dash
Fairy tail according to my dashFairy tail according to my dash
Fairy tail according to my dash
 
Catedral de notre dame
Catedral de notre dameCatedral de notre dame
Catedral de notre dame
 
Notre dame
Notre dameNotre dame
Notre dame
 
Catedral de Notre Dame - Paris
Catedral de Notre Dame - ParisCatedral de Notre Dame - Paris
Catedral de Notre Dame - Paris
 
Pintura gótica
Pintura góticaPintura gótica
Pintura gótica
 
Pintura gótica
Pintura góticaPintura gótica
Pintura gótica
 
Arte Gótica
Arte GóticaArte Gótica
Arte Gótica
 

Semelhante a Gótico

Sant'Andrea Della Valle
Sant'Andrea Della ValleSant'Andrea Della Valle
Sant'Andrea Della ValleLucas Gomes
 
Cultura medieval
Cultura medievalCultura medieval
Cultura medievalcattonia
 
Catedral da Sé - A História da construção
Catedral da Sé - A História da construçãoCatedral da Sé - A História da construção
Catedral da Sé - A História da construçãoCarlos Elson Cunha
 
Arquitetura Barroca - destaque: Baílica di Sant'Andrea della Valle
Arquitetura Barroca - destaque: Baílica di Sant'Andrea della ValleArquitetura Barroca - destaque: Baílica di Sant'Andrea della Valle
Arquitetura Barroca - destaque: Baílica di Sant'Andrea della ValleTalita Araújo
 
Reconhecer Arte Gotica
Reconhecer Arte GoticaReconhecer Arte Gotica
Reconhecer Arte GoticaIsidro Santos
 
Arquiteuta românica
Arquiteuta românicaArquiteuta românica
Arquiteuta românicaAna Schebuk
 
Trabalho Individual
Trabalho IndividualTrabalho Individual
Trabalho Individualangeldenis21
 
Tempietto di San Pietro
Tempietto di San PietroTempietto di San Pietro
Tempietto di San Pietroruadopaiol
 
Arte idade média 8º ano
Arte  idade média 8º anoArte  idade média 8º ano
Arte idade média 8º anojosivaldopassos
 
Arte Gótica e Arte Românica
Arte Gótica e Arte Românica   Arte Gótica e Arte Românica
Arte Gótica e Arte Românica Filipa Silva
 
HCA Módulo 6 - Arquitetura
HCA Módulo 6 - ArquiteturaHCA Módulo 6 - Arquitetura
HCA Módulo 6 - ArquiteturaMafalda Cardeira
 
Catedral de Lincoln(Lincoln Cathedral) Análise para História e Culturea das A...
Catedral de Lincoln(Lincoln Cathedral) Análise para História e Culturea das A...Catedral de Lincoln(Lincoln Cathedral) Análise para História e Culturea das A...
Catedral de Lincoln(Lincoln Cathedral) Análise para História e Culturea das A...Tiago Loureiro
 
Módulo 3 a arte românica
Módulo 3   a arte românicaMódulo 3   a arte românica
Módulo 3 a arte românicacattonia
 

Semelhante a Gótico (20)

Sant'Andrea Della Valle
Sant'Andrea Della ValleSant'Andrea Della Valle
Sant'Andrea Della Valle
 
Cultura medieval
Cultura medievalCultura medieval
Cultura medieval
 
Catedral da Sé - A História da construção
Catedral da Sé - A História da construçãoCatedral da Sé - A História da construção
Catedral da Sé - A História da construção
 
Arquitetura Barroca - destaque: Baílica di Sant'Andrea della Valle
Arquitetura Barroca - destaque: Baílica di Sant'Andrea della ValleArquitetura Barroca - destaque: Baílica di Sant'Andrea della Valle
Arquitetura Barroca - destaque: Baílica di Sant'Andrea della Valle
 
Reconhecer Arte Gotica
Reconhecer Arte GoticaReconhecer Arte Gotica
Reconhecer Arte Gotica
 
Arquiteuta românica
Arquiteuta românicaArquiteuta românica
Arquiteuta românica
 
Trabalho Individual
Trabalho IndividualTrabalho Individual
Trabalho Individual
 
Tempietto di San Pietro
Tempietto di San PietroTempietto di San Pietro
Tempietto di San Pietro
 
Arte idade média 8º ano
Arte  idade média 8º anoArte  idade média 8º ano
Arte idade média 8º ano
 
Arte Gótica e Arte Românica
Arte Gótica e Arte Românica   Arte Gótica e Arte Românica
Arte Gótica e Arte Românica
 
HCA Módulo 6 - Arquitetura
HCA Módulo 6 - ArquiteturaHCA Módulo 6 - Arquitetura
HCA Módulo 6 - Arquitetura
 
MóDulo 4
MóDulo 4MóDulo 4
MóDulo 4
 
ARTE GÓTICA
ARTE GÓTICAARTE GÓTICA
ARTE GÓTICA
 
Catedral de Lincoln(Lincoln Cathedral) Análise para História e Culturea das A...
Catedral de Lincoln(Lincoln Cathedral) Análise para História e Culturea das A...Catedral de Lincoln(Lincoln Cathedral) Análise para História e Culturea das A...
Catedral de Lincoln(Lincoln Cathedral) Análise para História e Culturea das A...
 
artegotica
artegoticaartegotica
artegotica
 
Módulo 3 a arte românica
Módulo 3   a arte românicaMódulo 3   a arte românica
Módulo 3 a arte românica
 
Arte gótica
Arte góticaArte gótica
Arte gótica
 
Arquitetura medieval
Arquitetura medievalArquitetura medieval
Arquitetura medieval
 
Resumao prova8
Resumao prova8Resumao prova8
Resumao prova8
 
Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introdução
 

Gótico

  • 1. Construção de uma catedral Construção das abóbadas
  • 2. Mestre e o Projecto • A catedral era uma obra de grandes proporções que se tornava um verdadeiro monumento arquitectónico. • Para a construção de uma catedral gótica haviam cerca de 30 artesãos especializados nas várias áreas (pedreiro, escultor, carpinteiro, pintor, etc.) supervisionados por um mestre construtor. • O mestre construtor era o responsável pelo projecto. Utilizava para o efeito réguas, compassos, esquadros e outras ferramentas geométricas.
  • 3. Planta da Catedral Gótica • A planta pouco diferia das encontradas em catedrais de períodos anteriores. Sob a forma de uma cruz, a catedral dividia-se em: nave, cruzeiro, transeptos, coro, nave central, naves laterais e na fachada principal existiam ainda torres.
  • 4. Legenda da Planta 1.Capela Radial 2.Deambulatório 3.Altar 4.Coro 5.Corredores laterais do coro 6.Cruzeiro 7.Transepto 8.Contraforte 9.Nave central 10.Nave lateral 11.Fachada, portal.
  • 7. Construção do telhado e das abóbadas • O telhado era colocado antes da construção das abóbadas de pedra.
  • 8. Exemplos de Vitrais Existiam os artesãos especialistas em juntar pedaços de coloridos e brilhantes vidros para completar os buracos deixados entre as pedras e formar enormes e belos vitrais.
  • 9. Sistema Estrutural de uma Catedral Gótica as catedrais no estilo gótico procuravam a espiritualidade. Portanto, deveriam possuir: elevadas alturas, grande luminosidade e uma total continuidade entre o início dos pilares e o cume das abóbadas.
  • 10. Vista interna de uma catedral gótica
  • 11. abóbadas ogivais Eram pontiagudas, muito flexíveis e de maior adaptação estrutural.
  • 12. arcobotante Esbeltos pilares e contrafortes, a estrutura da catedral gótica venceu elevadas alturas e extensos vãos.
  • 13. Esquema do esforço estrutural numa catedral gótica O esforço horizontal proveniente do telhado e das abóbadas era recebido pelos arcobotantes (já fora da catedral) e transferido aos contrafortes, que o descarregavam sobre a fundação
  • 14. Estrutura de uma catedral gótica as paredes da nave central tinham pouca espessura e eram abertas por vitrais para dar luminosidade à catedral. O esforço horizontal (abóbadas) não era assegurado por essas paredes, mas por arcobotantes que encostavam a grandes e pesados contrafortes colocados no exterior.
  • 15. Nave principal e abóbadas
  • 16. Catedral de Chartres, construída em 1145 em Paris, França.