SlideShare uma empresa Scribd logo
A pintura gótica III
A pintura na Flandres
Zona de grande
prosperidade económica


Clientela burguesa




 Nova linguagem
 plástica: retratar a
 realidade
A pintura na Flandres



No Norte da Europa, nomeadamente na Flandres, onde o
desenvolvimento do Gótico foi mais tardio, a pintura
revestiu-se de certos aspectos peculiares:
- retrato físico e psicológico, de grande realismo
- paisagens naturais e arquitectónicas
- as cenas sagradas como cenas da vida quotidiana se
tratassem.
A arte flamenga reflectiu bem a prosperidade económica
e o bem-estar geral da sociedade da época, impulsionada
pela importância da burguesia mercantilista.
Pintura - Flandres
Robert Campin
Também conhecido como mestre de Flémalle, nasceu em 1378 e faleceu em
1444.
Demonstrou uma visão realista do Mundo e representou os santos como pessoas
comuns e mortais e os temas religiosos como cenas do dia-a-dia.
Possuía uma pintura naturalista, plena de detalhes arquitectónicos e perspectiva




                       Tríptico de Mérode, "A Anunciação"
Pintura - Flandres
 Robert Campin




O Casamento de Maria   A Virgem e o Menino diante de
                       um guarda-fogo
Pintura - Flandres
Dirck Bouts
Nasceu em 1415/20 e
faleceu em 1475.
Foi um dos primeiros
artistas nórdicos a usar o
ponto de fuga nas suas
composições, que dava
profundidade     à     cena
pintada e criava uma
perspectiva          quase
fotográfica.
As     suas    personagens
apresentam uma beleza e
serenidade intocáveis.        A Última Ceia
Pintura - Flandres
Dirck Bouts




A Anunciação

                 A Virgem e o menino
Pintura - Flandres
                                 Hans Memling

                                 Nasceu em 1435 e morreu em 1494.

                                 Pintor conhecido principalmente pelos
                                 seus retratos e pela sua pintura gentil
                                 e      suave     e      de     grande
                                 sentido humanístico .




A Virgem do díptico Niewenhowe
                                       Tríptico do "Juízo Final
Pintura - Flandres
         Hans Memling




"Descanso na Fuga para o Egipto"   Alegoria da castidade
Pintura - Flandres
  Jan Van Eyck
 - Lançou as bases de uma nova
cultura figurativa.
 - Foi o grande divulgador da pintura
a óleo.
- Permanecem os simbolismos
medievais
- registava os aspectos da vida
urbana e da sociedade de sua
época.
 - cuidado com a perspectiva,
procurando mostrar os detalhes e
as paisagens, transmitindo
sensação do real.

                      O Casal Arnolfini
Pintura - Flandres
Rogier van der Weyden
Nasceu em Tournai, em 1400 e morreu em Bruxelas, em 1464.
Discípulo de Van Eyck, foi o artista mais influente do seu tempo, no Norte da
Europa, tendo influenciado outros pintores devido ao elevado realismo das
suas obras e ao retrato físico e psicológico do homem.




                              A Crucificação
Pintura - Flandres
Rogier van der Weyden




                        A descida da cruz
Pintura - Flandres
Hugo Van der Goes
Nasceu em 1440 e morreu em 1482. A sua obra caracteriza-se pela
tensão dramática, pela sensação de movimento e ritmo e ainda pela
sua monumentalidade.




                    "Tríptico de Portinari"
Pintura - Flandres
Hugo Van der Goes




             "Tríptico do calvário"
Pintura - Flandres
Hieronymus Bosch
Nasceu em 1450/60 e faleceu em
1516. Foi a grande excepção
dentro do panorama artístico do
seu tempo, pelas suas obras de
carácter apocalíptico e macabro,
repletas de figuras simbólicas e
imaginativas    e    composições
bastante complexas.
Muitos     dos   seus    trabalhos
retratam cenas de pecado e
tentação, recorrendo à utilização
de figuras simbólicas complexas,
originais,     imaginativas      e
caricaturais, muitas das quais
eram obscuras mesmo no seu
tempo.
Pintura - Flandres
Hieronymus Bosch




             Trípico do Juízo Final
Pintura - Flandres
Hieronymus Bosch




              Jardim das delicias
Pintura - Flandres
Hieronymus Bosch




              Jardim das delicias
Pintura - Flandres
Hieronymus Bosch




              Jardim das delicias
Pintura - Flandres
Hieronymus Bosch




              Jardim das delicias
Pintura - Flandres

Matias Grünewald


Nasceu em 1460/70 e
faleceu em 1528. Foi
autor de cenas sagradas
expressivas, vigorosas e
agonizantes. O tema
mais comum é a
crucificação de Jesus
Cristo.




                           Painéis do Altar de Isenheim
FIM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Módulo 5 - Contexto Histórico
Módulo 5 - Contexto HistóricoMódulo 5 - Contexto Histórico
Módulo 5 - Contexto Histórico
Carla Freitas
 
A cultura do senado
A cultura do senadoA cultura do senado
A cultura do senado
Ana Barreiros
 
Módulo 9 HCA contexto
Módulo 9 HCA contextoMódulo 9 HCA contexto
Módulo 9 HCA contexto
cattonia
 
Módulo 2 escultura romana
Módulo 2   escultura romanaMódulo 2   escultura romana
Módulo 2 escultura romana
Carla Freitas
 
01 a cultura do palácio
01 a cultura do palácio01 a cultura do palácio
01 a cultura do palácio
Vítor Santos
 
Escultura e pintura românica
Escultura e pintura românicaEscultura e pintura românica
Escultura e pintura românica
Ana Barreiros
 
Módulo 6 contextualização
Módulo 6   contextualizaçãoMódulo 6   contextualização
Módulo 6 contextualização
Carla Freitas
 
Cultura da catedral
Cultura da catedralCultura da catedral
Cultura da catedral
Ana Barreiros
 
Cultura do Palácio - Pintura do renascimento
Cultura do Palácio - Pintura do renascimentoCultura do Palácio - Pintura do renascimento
Cultura do Palácio - Pintura do renascimento
Carlos Vieira
 
01 cultura da catedral
01 cultura da catedral01 cultura da catedral
01 cultura da catedral
Vítor Santos
 
Pintura e escultura neoclássica
Pintura e escultura neoclássicaPintura e escultura neoclássica
Pintura e escultura neoclássica
Ana Barreiros
 
A Arte Rococó
A Arte RococóA Arte Rococó
A Arte Rococó
Carlos Pinheiro
 
Módulo 3 contexto histórico regular
Módulo 3   contexto histórico regularMódulo 3   contexto histórico regular
Módulo 3 contexto histórico regular
Carla Freitas
 
Módulo 4 - Pintura Gótica
Módulo 4 - Pintura GóticaMódulo 4 - Pintura Gótica
Módulo 4 - Pintura Gótica
Carla Freitas
 
Módulo 2 arquitetura romana
Módulo 2   arquitetura romanaMódulo 2   arquitetura romana
Módulo 2 arquitetura romana
Carla Freitas
 
Cultura do mosteiro
Cultura do mosteiroCultura do mosteiro
Cultura do mosteiro
Ana Barreiros
 
A Arte Neoclássica
A Arte NeoclássicaA Arte Neoclássica
A Arte Neoclássica
Carlos Pinheiro
 
Rococó, HCA 11º
Rococó, HCA 11ºRococó, HCA 11º
Rococó, HCA 11º
Valeriya Rozhkova
 
05 a cultura do palácio 1
05 a cultura do palácio 105 a cultura do palácio 1
05 a cultura do palácio 1
Vítor Santos
 
Ficha "A Cultura do Palco"
Ficha "A Cultura do Palco"Ficha "A Cultura do Palco"
Ficha "A Cultura do Palco"
Ana Barreiros
 

Mais procurados (20)

Módulo 5 - Contexto Histórico
Módulo 5 - Contexto HistóricoMódulo 5 - Contexto Histórico
Módulo 5 - Contexto Histórico
 
A cultura do senado
A cultura do senadoA cultura do senado
A cultura do senado
 
Módulo 9 HCA contexto
Módulo 9 HCA contextoMódulo 9 HCA contexto
Módulo 9 HCA contexto
 
Módulo 2 escultura romana
Módulo 2   escultura romanaMódulo 2   escultura romana
Módulo 2 escultura romana
 
01 a cultura do palácio
01 a cultura do palácio01 a cultura do palácio
01 a cultura do palácio
 
Escultura e pintura românica
Escultura e pintura românicaEscultura e pintura românica
Escultura e pintura românica
 
Módulo 6 contextualização
Módulo 6   contextualizaçãoMódulo 6   contextualização
Módulo 6 contextualização
 
Cultura da catedral
Cultura da catedralCultura da catedral
Cultura da catedral
 
Cultura do Palácio - Pintura do renascimento
Cultura do Palácio - Pintura do renascimentoCultura do Palácio - Pintura do renascimento
Cultura do Palácio - Pintura do renascimento
 
01 cultura da catedral
01 cultura da catedral01 cultura da catedral
01 cultura da catedral
 
Pintura e escultura neoclássica
Pintura e escultura neoclássicaPintura e escultura neoclássica
Pintura e escultura neoclássica
 
A Arte Rococó
A Arte RococóA Arte Rococó
A Arte Rococó
 
Módulo 3 contexto histórico regular
Módulo 3   contexto histórico regularMódulo 3   contexto histórico regular
Módulo 3 contexto histórico regular
 
Módulo 4 - Pintura Gótica
Módulo 4 - Pintura GóticaMódulo 4 - Pintura Gótica
Módulo 4 - Pintura Gótica
 
Módulo 2 arquitetura romana
Módulo 2   arquitetura romanaMódulo 2   arquitetura romana
Módulo 2 arquitetura romana
 
Cultura do mosteiro
Cultura do mosteiroCultura do mosteiro
Cultura do mosteiro
 
A Arte Neoclássica
A Arte NeoclássicaA Arte Neoclássica
A Arte Neoclássica
 
Rococó, HCA 11º
Rococó, HCA 11ºRococó, HCA 11º
Rococó, HCA 11º
 
05 a cultura do palácio 1
05 a cultura do palácio 105 a cultura do palácio 1
05 a cultura do palácio 1
 
Ficha "A Cultura do Palco"
Ficha "A Cultura do Palco"Ficha "A Cultura do Palco"
Ficha "A Cultura do Palco"
 

Destaque

Gotico em Portugal
Gotico em PortugalGotico em Portugal
Gotico em Portugal
Pedro Carvalho
 
O gótico em portugal
O gótico em portugalO gótico em portugal
O gótico em portugal
Ana Barreiros
 
MóDulo 4
MóDulo 4MóDulo 4
MóDulo 4
Goreti Quaresma
 
Maneirismo
ManeirismoManeirismo
Maneirismo
cattonia
 
Arte abstrata
Arte abstrataArte abstrata
Arte abstrata
Ana Barreiros
 
As artes na atualidade
As artes na atualidadeAs artes na atualidade
As artes na atualidade
Ana Barreiros
 
GóTico Elementos Arquitectonicos
GóTico   Elementos ArquitectonicosGóTico   Elementos Arquitectonicos
GóTico Elementos Arquitectonicos
Isidro Santos
 
A anunciação
A anunciaçãoA anunciação
A anunciação
cattonia
 
Cultura do espaço virtual
Cultura do espaço virtual Cultura do espaço virtual
Cultura do espaço virtual
Ana Barreiros
 
A arquitetura gótica
A arquitetura góticaA arquitetura gótica
A arquitetura gótica
Ana Barreiros
 
A arquitetura da 1ª metade século xx
A arquitetura da 1ª metade século xxA arquitetura da 1ª metade século xx
A arquitetura da 1ª metade século xx
Ana Barreiros
 
A arte abstrata depois da 2ª guerra
A arte abstrata depois da 2ª guerraA arte abstrata depois da 2ª guerra
A arte abstrata depois da 2ª guerra
Ana Barreiros
 
Ficha formativa cultura da catedral
Ficha formativa cultura da catedralFicha formativa cultura da catedral
Ficha formativa cultura da catedral
Ana Barreiros
 
Arquitectura del siglo XX
Arquitectura del siglo XXArquitectura del siglo XX
Arquitectura del siglo XX
ies senda galiana
 

Destaque (14)

Gotico em Portugal
Gotico em PortugalGotico em Portugal
Gotico em Portugal
 
O gótico em portugal
O gótico em portugalO gótico em portugal
O gótico em portugal
 
MóDulo 4
MóDulo 4MóDulo 4
MóDulo 4
 
Maneirismo
ManeirismoManeirismo
Maneirismo
 
Arte abstrata
Arte abstrataArte abstrata
Arte abstrata
 
As artes na atualidade
As artes na atualidadeAs artes na atualidade
As artes na atualidade
 
GóTico Elementos Arquitectonicos
GóTico   Elementos ArquitectonicosGóTico   Elementos Arquitectonicos
GóTico Elementos Arquitectonicos
 
A anunciação
A anunciaçãoA anunciação
A anunciação
 
Cultura do espaço virtual
Cultura do espaço virtual Cultura do espaço virtual
Cultura do espaço virtual
 
A arquitetura gótica
A arquitetura góticaA arquitetura gótica
A arquitetura gótica
 
A arquitetura da 1ª metade século xx
A arquitetura da 1ª metade século xxA arquitetura da 1ª metade século xx
A arquitetura da 1ª metade século xx
 
A arte abstrata depois da 2ª guerra
A arte abstrata depois da 2ª guerraA arte abstrata depois da 2ª guerra
A arte abstrata depois da 2ª guerra
 
Ficha formativa cultura da catedral
Ficha formativa cultura da catedralFicha formativa cultura da catedral
Ficha formativa cultura da catedral
 
Arquitectura del siglo XX
Arquitectura del siglo XXArquitectura del siglo XX
Arquitectura del siglo XX
 

Semelhante a A pintura gótica iii

Trabalho do barroco joão carola
Trabalho do barroco    joão carolaTrabalho do barroco    joão carola
Trabalho do barroco joão carola
angeldenis21
 
Trabalho do barroco joão carola
Trabalho do barroco    joão carolaTrabalho do barroco    joão carola
Trabalho do barroco joão carola
angeldenis21
 
Arte barroca na Europa
Arte barroca na EuropaArte barroca na Europa
Arte barroca na Europa
deasilvia
 
HCA grupo A
HCA   grupo AHCA   grupo A
HCA grupo A
becresforte
 
Expressionismo Alemão
Expressionismo AlemãoExpressionismo Alemão
Expressionismo Alemão
Michele Pó
 
Canizza
CanizzaCanizza
expressionismo
expressionismoexpressionismo
expressionismo
LucimeireMello
 
Expressionismo
ExpressionismoExpressionismo
Expressionismo
Lyciia Santtos
 
Trabalho expressionismo
Trabalho expressionismoTrabalho expressionismo
Trabalho expressionismo
Angelica Medeiros
 
Pintura barroca na Europa
Pintura barroca na EuropaPintura barroca na Europa
Pintura barroca na Europa
Ana Barreiros
 
Os Grandes Mestres da Pintura
Os Grandes Mestres da PinturaOs Grandes Mestres da Pintura
Os Grandes Mestres da Pintura
Helder Martinho
 
Historia da arte net (1)
Historia da arte net (1)Historia da arte net (1)
Historia da arte net (1)
Rosana Dalla Piazza
 
Vou admitir q fiz na queue da ranked
Vou admitir q fiz na queue da rankedVou admitir q fiz na queue da ranked
Vou admitir q fiz na queue da ranked
Matheus Amaral
 
Polishop slide 5000
Polishop slide 5000Polishop slide 5000
Polishop slide 5000
Matheus Amaral
 
Barroco nos países baixos --
Barroco nos países baixos --Barroco nos países baixos --
Barroco nos países baixos --
William Marques
 
Seminários história da arte 01
Seminários história da arte   01Seminários história da arte   01
Seminários história da arte 01
Gabriela Lemos
 
Trabalho de artes
Trabalho de artesTrabalho de artes
Trabalho de artes
Camila Teixeira
 
Arte Flamenga
Arte FlamengaArte Flamenga
Arte Flamenga
lucfabbr
 
Principais artistas barrocos
Principais artistas barrocosPrincipais artistas barrocos
Principais artistas barrocos
Edergilian Sousa
 
História da Cultura e das Artes - 12.º ano - Módulo 9
História da Cultura e das Artes - 12.º ano - Módulo 9História da Cultura e das Artes - 12.º ano - Módulo 9
História da Cultura e das Artes - 12.º ano - Módulo 9
Carlos Pinheiro
 

Semelhante a A pintura gótica iii (20)

Trabalho do barroco joão carola
Trabalho do barroco    joão carolaTrabalho do barroco    joão carola
Trabalho do barroco joão carola
 
Trabalho do barroco joão carola
Trabalho do barroco    joão carolaTrabalho do barroco    joão carola
Trabalho do barroco joão carola
 
Arte barroca na Europa
Arte barroca na EuropaArte barroca na Europa
Arte barroca na Europa
 
HCA grupo A
HCA   grupo AHCA   grupo A
HCA grupo A
 
Expressionismo Alemão
Expressionismo AlemãoExpressionismo Alemão
Expressionismo Alemão
 
Canizza
CanizzaCanizza
Canizza
 
expressionismo
expressionismoexpressionismo
expressionismo
 
Expressionismo
ExpressionismoExpressionismo
Expressionismo
 
Trabalho expressionismo
Trabalho expressionismoTrabalho expressionismo
Trabalho expressionismo
 
Pintura barroca na Europa
Pintura barroca na EuropaPintura barroca na Europa
Pintura barroca na Europa
 
Os Grandes Mestres da Pintura
Os Grandes Mestres da PinturaOs Grandes Mestres da Pintura
Os Grandes Mestres da Pintura
 
Historia da arte net (1)
Historia da arte net (1)Historia da arte net (1)
Historia da arte net (1)
 
Vou admitir q fiz na queue da ranked
Vou admitir q fiz na queue da rankedVou admitir q fiz na queue da ranked
Vou admitir q fiz na queue da ranked
 
Polishop slide 5000
Polishop slide 5000Polishop slide 5000
Polishop slide 5000
 
Barroco nos países baixos --
Barroco nos países baixos --Barroco nos países baixos --
Barroco nos países baixos --
 
Seminários história da arte 01
Seminários história da arte   01Seminários história da arte   01
Seminários história da arte 01
 
Trabalho de artes
Trabalho de artesTrabalho de artes
Trabalho de artes
 
Arte Flamenga
Arte FlamengaArte Flamenga
Arte Flamenga
 
Principais artistas barrocos
Principais artistas barrocosPrincipais artistas barrocos
Principais artistas barrocos
 
História da Cultura e das Artes - 12.º ano - Módulo 9
História da Cultura e das Artes - 12.º ano - Módulo 9História da Cultura e das Artes - 12.º ano - Módulo 9
História da Cultura e das Artes - 12.º ano - Módulo 9
 

Mais de Ana Barreiros

Rubrica de avaliação
Rubrica de avaliação Rubrica de avaliação
Rubrica de avaliação
Ana Barreiros
 
Lista de verificação e-atividade
Lista de verificação e-atividade Lista de verificação e-atividade
Lista de verificação e-atividade
Ana Barreiros
 
O romantismo
O romantismoO romantismo
O romantismo
Ana Barreiros
 
Casa Sommer
Casa SommerCasa Sommer
Casa Sommer
Ana Barreiros
 
Bairro dos museus
Bairro dos museusBairro dos museus
Bairro dos museus
Ana Barreiros
 
Imagens de Arquitetura Barroca
Imagens de Arquitetura BarrocaImagens de Arquitetura Barroca
Imagens de Arquitetura Barroca
Ana Barreiros
 
Pintura do quattrocento
Pintura do quattrocentoPintura do quattrocento
Pintura do quattrocento
Ana Barreiros
 
Correcao 2ª ficha formativa cultura do cinema
Correcao 2ª ficha formativa cultura do cinemaCorrecao 2ª ficha formativa cultura do cinema
Correcao 2ª ficha formativa cultura do cinema
Ana Barreiros
 
O aparecimento da arte gotica
O aparecimento da arte goticaO aparecimento da arte gotica
O aparecimento da arte gotica
Ana Barreiros
 
Escultura romana
Escultura romanaEscultura romana
Escultura romana
Ana Barreiros
 
A modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºG
A modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºGA modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºG
A modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºG
Ana Barreiros
 
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
Ana Barreiros
 
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
Ana Barreiros
 
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ana Barreiros
 
Ficha "A Cultura do Salão"
Ficha "A Cultura do Salão"Ficha "A Cultura do Salão"
Ficha "A Cultura do Salão"
Ana Barreiros
 
Ficha formativa grandes_civilizacoes
Ficha formativa grandes_civilizacoesFicha formativa grandes_civilizacoes
Ficha formativa grandes_civilizacoes
Ana Barreiros
 
Ficha formativa 1820 e o liberalismo correcao
Ficha formativa 1820 e o liberalismo correcaoFicha formativa 1820 e o liberalismo correcao
Ficha formativa 1820 e o liberalismo correcao
Ana Barreiros
 
Ficha formativa 1 HGP 6º ano
Ficha formativa 1 HGP 6º anoFicha formativa 1 HGP 6º ano
Ficha formativa 1 HGP 6º ano
Ana Barreiros
 
Os caminhos da abstracao formal
Os caminhos da abstracao formalOs caminhos da abstracao formal
Os caminhos da abstracao formal
Ana Barreiros
 
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismoSurrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
Ana Barreiros
 

Mais de Ana Barreiros (20)

Rubrica de avaliação
Rubrica de avaliação Rubrica de avaliação
Rubrica de avaliação
 
Lista de verificação e-atividade
Lista de verificação e-atividade Lista de verificação e-atividade
Lista de verificação e-atividade
 
O romantismo
O romantismoO romantismo
O romantismo
 
Casa Sommer
Casa SommerCasa Sommer
Casa Sommer
 
Bairro dos museus
Bairro dos museusBairro dos museus
Bairro dos museus
 
Imagens de Arquitetura Barroca
Imagens de Arquitetura BarrocaImagens de Arquitetura Barroca
Imagens de Arquitetura Barroca
 
Pintura do quattrocento
Pintura do quattrocentoPintura do quattrocento
Pintura do quattrocento
 
Correcao 2ª ficha formativa cultura do cinema
Correcao 2ª ficha formativa cultura do cinemaCorrecao 2ª ficha formativa cultura do cinema
Correcao 2ª ficha formativa cultura do cinema
 
O aparecimento da arte gotica
O aparecimento da arte goticaO aparecimento da arte gotica
O aparecimento da arte gotica
 
Escultura romana
Escultura romanaEscultura romana
Escultura romana
 
A modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºG
A modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºGA modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºG
A modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºG
 
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
 
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
 
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
 
Ficha "A Cultura do Salão"
Ficha "A Cultura do Salão"Ficha "A Cultura do Salão"
Ficha "A Cultura do Salão"
 
Ficha formativa grandes_civilizacoes
Ficha formativa grandes_civilizacoesFicha formativa grandes_civilizacoes
Ficha formativa grandes_civilizacoes
 
Ficha formativa 1820 e o liberalismo correcao
Ficha formativa 1820 e o liberalismo correcaoFicha formativa 1820 e o liberalismo correcao
Ficha formativa 1820 e o liberalismo correcao
 
Ficha formativa 1 HGP 6º ano
Ficha formativa 1 HGP 6º anoFicha formativa 1 HGP 6º ano
Ficha formativa 1 HGP 6º ano
 
Os caminhos da abstracao formal
Os caminhos da abstracao formalOs caminhos da abstracao formal
Os caminhos da abstracao formal
 
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismoSurrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
 

Último

Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
mozalgebrista
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Plano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docx
Plano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docxPlano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docx
Plano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docx
IsaiasJohaneSimango
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
LEMBRANCINHA Para-MENSAGEM de -FERIAS.pdf
LEMBRANCINHA Para-MENSAGEM de -FERIAS.pdfLEMBRANCINHA Para-MENSAGEM de -FERIAS.pdf
LEMBRANCINHA Para-MENSAGEM de -FERIAS.pdf
LucliaMartins5
 
SEQUÊNCIA NÃO ME TOCA, SEU BOBOCA, Violência sexual infantilil
SEQUÊNCIA NÃO ME TOCA, SEU BOBOCA, Violência sexual infantililSEQUÊNCIA NÃO ME TOCA, SEU BOBOCA, Violência sexual infantilil
SEQUÊNCIA NÃO ME TOCA, SEU BOBOCA, Violência sexual infantilil
menesabi
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
marcos oliveira
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Luzia Gabriele
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 

Último (20)

Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Plano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docx
Plano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docxPlano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docx
Plano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docx
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
LEMBRANCINHA Para-MENSAGEM de -FERIAS.pdf
LEMBRANCINHA Para-MENSAGEM de -FERIAS.pdfLEMBRANCINHA Para-MENSAGEM de -FERIAS.pdf
LEMBRANCINHA Para-MENSAGEM de -FERIAS.pdf
 
SEQUÊNCIA NÃO ME TOCA, SEU BOBOCA, Violência sexual infantilil
SEQUÊNCIA NÃO ME TOCA, SEU BOBOCA, Violência sexual infantililSEQUÊNCIA NÃO ME TOCA, SEU BOBOCA, Violência sexual infantilil
SEQUÊNCIA NÃO ME TOCA, SEU BOBOCA, Violência sexual infantilil
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 

A pintura gótica iii

  • 2. A pintura na Flandres Zona de grande prosperidade económica Clientela burguesa Nova linguagem plástica: retratar a realidade
  • 3. A pintura na Flandres No Norte da Europa, nomeadamente na Flandres, onde o desenvolvimento do Gótico foi mais tardio, a pintura revestiu-se de certos aspectos peculiares: - retrato físico e psicológico, de grande realismo - paisagens naturais e arquitectónicas - as cenas sagradas como cenas da vida quotidiana se tratassem. A arte flamenga reflectiu bem a prosperidade económica e o bem-estar geral da sociedade da época, impulsionada pela importância da burguesia mercantilista.
  • 4. Pintura - Flandres Robert Campin Também conhecido como mestre de Flémalle, nasceu em 1378 e faleceu em 1444. Demonstrou uma visão realista do Mundo e representou os santos como pessoas comuns e mortais e os temas religiosos como cenas do dia-a-dia. Possuía uma pintura naturalista, plena de detalhes arquitectónicos e perspectiva Tríptico de Mérode, "A Anunciação"
  • 5. Pintura - Flandres Robert Campin O Casamento de Maria A Virgem e o Menino diante de um guarda-fogo
  • 6. Pintura - Flandres Dirck Bouts Nasceu em 1415/20 e faleceu em 1475. Foi um dos primeiros artistas nórdicos a usar o ponto de fuga nas suas composições, que dava profundidade à cena pintada e criava uma perspectiva quase fotográfica. As suas personagens apresentam uma beleza e serenidade intocáveis. A Última Ceia
  • 7. Pintura - Flandres Dirck Bouts A Anunciação A Virgem e o menino
  • 8. Pintura - Flandres Hans Memling Nasceu em 1435 e morreu em 1494. Pintor conhecido principalmente pelos seus retratos e pela sua pintura gentil e suave e de grande sentido humanístico . A Virgem do díptico Niewenhowe Tríptico do "Juízo Final
  • 9. Pintura - Flandres Hans Memling "Descanso na Fuga para o Egipto" Alegoria da castidade
  • 10. Pintura - Flandres Jan Van Eyck - Lançou as bases de uma nova cultura figurativa. - Foi o grande divulgador da pintura a óleo. - Permanecem os simbolismos medievais - registava os aspectos da vida urbana e da sociedade de sua época. - cuidado com a perspectiva, procurando mostrar os detalhes e as paisagens, transmitindo sensação do real. O Casal Arnolfini
  • 11. Pintura - Flandres Rogier van der Weyden Nasceu em Tournai, em 1400 e morreu em Bruxelas, em 1464. Discípulo de Van Eyck, foi o artista mais influente do seu tempo, no Norte da Europa, tendo influenciado outros pintores devido ao elevado realismo das suas obras e ao retrato físico e psicológico do homem. A Crucificação
  • 12. Pintura - Flandres Rogier van der Weyden A descida da cruz
  • 13. Pintura - Flandres Hugo Van der Goes Nasceu em 1440 e morreu em 1482. A sua obra caracteriza-se pela tensão dramática, pela sensação de movimento e ritmo e ainda pela sua monumentalidade. "Tríptico de Portinari"
  • 14. Pintura - Flandres Hugo Van der Goes "Tríptico do calvário"
  • 15. Pintura - Flandres Hieronymus Bosch Nasceu em 1450/60 e faleceu em 1516. Foi a grande excepção dentro do panorama artístico do seu tempo, pelas suas obras de carácter apocalíptico e macabro, repletas de figuras simbólicas e imaginativas e composições bastante complexas. Muitos dos seus trabalhos retratam cenas de pecado e tentação, recorrendo à utilização de figuras simbólicas complexas, originais, imaginativas e caricaturais, muitas das quais eram obscuras mesmo no seu tempo.
  • 16. Pintura - Flandres Hieronymus Bosch Trípico do Juízo Final
  • 17. Pintura - Flandres Hieronymus Bosch Jardim das delicias
  • 18. Pintura - Flandres Hieronymus Bosch Jardim das delicias
  • 19. Pintura - Flandres Hieronymus Bosch Jardim das delicias
  • 20. Pintura - Flandres Hieronymus Bosch Jardim das delicias
  • 21. Pintura - Flandres Matias Grünewald Nasceu em 1460/70 e faleceu em 1528. Foi autor de cenas sagradas expressivas, vigorosas e agonizantes. O tema mais comum é a crucificação de Jesus Cristo. Painéis do Altar de Isenheim
  • 22. FIM