Cap8 001

1.973 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.973
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
38
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
43
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Cap8 001

    1. 1. Os Campeões de Recursos Humanos O Futuro do RH Capítulo 8 Alexandre Bohn Carolina Antunes Fernanda Galina Fernando Anderle
    2. 2. “ Ninguém pode prever como será a organização do futuro. Também não é possível prever o futuro da profissão de RH ou como as praticas de RH mudarão no futuro.” Dave Ulrich
    3. 3. Objetivo <ul><li>A compreensão do escopo do novo perfil do p rofissional de RH e suas implicações frente as organizações e as mudanças ambientais. </li></ul>
    4. 4. O Futuro de RH é Abordado levanto em conta 3 questões <ul><li>E então? </li></ul><ul><li>E daí? </li></ul><ul><li>E agora? </li></ul>
    5. 5. E Então? <ul><li>As questões de RH são o novo foro para as empresas que buscam criar valor e obter resultados </li></ul><ul><li>As chaves para criação de organizações competitivas residem no modo como as pessoas são tratadas, como os processos são comandados e como o trabalho é coordenado. </li></ul><ul><li>Conclusão o RH é importante, suas práticas criam capacidades que levam a competitividade. </li></ul>
    6. 6. E Daí? <ul><li>Os gerentes de linha e profissionais de RH devem se tornar defensores de RH. Precisam não só considerar questões de RH, mas dominar técnicas  para criação de valor mediante práticas de RH. </li></ul><ul><li>Comunidade emergente-  criam valor e produzem resultados. </li></ul>
    7. 7. E Daí? <ul><li>I- Implicações para os profissionais de RH como defensores de RH </li></ul><ul><li>II- Implicações para os gerentes de linha como defensores de RH </li></ul><ul><li>III- Implicações da parceria entre gerentes de linha e profissionais de RH </li></ul>
    8. 8. E Agora? <ul><li>Já existem comunidades de RH. Algumas delas são formalmente definidas outras são fortuitas, com relações vagas e instáveis. qualquer que seja a situação corrente de uma determinada comunidade de RH, sete desafios para o futuro impelirão a comunidade de RH adiante </li></ul>
    9. 9. 1 o Desafio: Teorias de RH A Importância de RH <ul><li>A teoria explica o por que acontecem as eventualidades e as relaciona; encadeia eventos isolados em padrões previsíveis e generalizáveis. O RH carece de uma teoria coesa. </li></ul><ul><li>Teoria do aprendizado, teoria da motivação, teoria da mudança...etc. Sem frufru e com as teorias obtemos profissionais reflexivos. </li></ul><ul><li>Estão começando a surgir várias vertentes de pesquisas acadêmicas sobre teorias de RH. </li></ul>
    10. 10. <ul><li>A teoria leva ao raciocínio contingente. Ele ajuda os profissionais de RH a evitar distorções como iniciar pela resposta mas deixar de formular a pergunta. </li></ul><ul><li>Os profissionais de RH precisam aprender que não é a prática de RH  que importa mas o contexto para ela. O raciocínio contingente surge quando se faz constantemente a pergunta &quot;Por quê?&quot;: Por que essa prática de RH funciona?   </li></ul>1 o Desafio: Teorias de RH Quando o RH é importante
    11. 11. <ul><li>RH = Compras </li></ul>2 o desafio: Ferramentas de RH A História de RH <ul><li>Contratação </li></ul><ul><li>Treinamento </li></ul><ul><li>Remuneração </li></ul><ul><li>Avaliação </li></ul><ul><li>Plano Organizacional </li></ul><ul><li>Comunicações </li></ul>Anos 80 Anos 70 Primórdios
    12. 12. <ul><li>Estratégia Empresarial Global </li></ul><ul><li>Peculiaridades de cada país </li></ul>2 o desafio: Ferramentas de RH RH Global
    13. 13. <ul><li>A liderança residirá menos na cúpula; será, antes, distribuída por toda a organização. </li></ul><ul><li>Os líderes carismáticos serão menos importantes que os processos criados pelos líderes. </li></ul><ul><li>A liderança individual será substituída pela liderança da equipe </li></ul>2 o desafio: Ferramentas de RH Profundidade da Liderança
    14. 14. <ul><li>O novo líder tenderá mais a levantar questões que a dar respostas </li></ul><ul><li>Os líderes serão menos inclinados a buscar e adotar soluções e mais inclinados a identificar e conviver com paradoxos. </li></ul><ul><li>O foco se desviará do recurso a ferramentas meramente analíticas para a integração do analítico ao afetivo. </li></ul>2 o desafio: Ferramentas de RH Profundidade da Liderança
    15. 15. <ul><li>O pensamento e o comportamento globais tomarão o lugar de um foco exclusivamente nacional. </li></ul><ul><li>O interesse em questões e no aprendizado substituirá o foco em soluções e respostas. </li></ul>2 o desafio: Ferramentas de RH Profundidade da Liderança
    16. 16. <ul><li>Capacidade de gerar idéias </li></ul><ul><li>Capacidade de generalizá-las </li></ul>2 o desafio: Ferramentas de RH Transferência de Conhecimento <ul><ul><li>O que precisamos saber que não sabemos? </li></ul></ul><ul><ul><li>Como descobrimos? </li></ul></ul><ul><ul><li>Como partilharemos esse conhecimento com os demais? </li></ul></ul>
    17. 17. <ul><li>Comprometer-se com a mudança de cultura </li></ul><ul><li>Definir a cultura existente </li></ul><ul><li>Definir a cultura desejada </li></ul><ul><li>Explicar lacunas na cultura </li></ul>2 o desafio: Ferramentas de RH Mudança de Cultura
    18. 18. <ul><li>Preparar e implementar planos de ação cultural </li></ul><ul><li>Coordenar iniciativas de mudança cultural </li></ul><ul><li>Medir resultados </li></ul>2 o desafio: Ferramentas de RH Mudança de Cultura
    19. 19. 2 o desafio: Ferramentas de RH RH Centrado no Cliente Fatores Internos (Redução de Custo, Aumento de Dedicação) Fatores Externos (Aumento da Receita, Satisfação do cliente)
    20. 20. <ul><li>Novas Capacidades devem </li></ul><ul><li>ser adicionadas às tradicionais: </li></ul><ul><li>Velocidade </li></ul><ul><li>Implementação </li></ul><ul><li>Inovação </li></ul><ul><li>Integração </li></ul>3 o desafio: Capacidades de RH
    21. 21. 4 o Desafio: A proposta do valor de RH <ul><li>A ausência de uma proposição de valor deixa a profissão de RH se justificar por meio de casos, percepções. </li></ul><ul><li>Como criar valor de RH? </li></ul>
    22. 22. 4 o Desafio: A proposta do valor de RH <ul><li>Ajustar práticas com realidades </li></ul><ul><ul><li>As três fontes de valor e as práticas de RH </li></ul></ul><ul><ul><li>Funcionários : Moral, dedicação, competência e retenção. </li></ul></ul><ul><ul><li>Clientes: Retenção, satisfação e envolvimento. </li></ul></ul><ul><ul><li>Investidores: Lucratividade, custo, crescimento, fluxo de caixa e retorno mínimo. </li></ul></ul>
    23. 23. 4 o Desafio: A proposta do valor de RH <ul><li>Como o trabalho de RH adiciona valor a sua empresa em termos econômicos? </li></ul><ul><li>Práticas de RH criam capacidades organizacionais; </li></ul><ul><li>Que geram valor para o cliente; </li></ul><ul><li>Logo, geram valor econômico. </li></ul>
    24. 24. 5 o Desafio: Sistema de comando de RH <ul><li>Novo Cenário </li></ul><ul><ul><li>Ambiente de trabalho: várias categorias sociais e culturais </li></ul></ul><ul><ul><li>Ligações mais fortes com a própria profissão ou equipe de projeto </li></ul></ul><ul><ul><li>Funcionários autodirigidos </li></ul></ul>
    25. 25. 5 o Desafio: Sistema de comando de RH <ul><li>O trabalho será coordenado de outras formas. As organizações em rede exigem: </li></ul><ul><ul><li>Mais informações e relações ao invés de política e hierarquia. </li></ul></ul><ul><ul><li>Carreiras são mais horizontais. </li></ul></ul><ul><ul><li>Remuneração dependerá mais da competência que do cargo. </li></ul></ul><ul><ul><li>RH: contratação de práticas de RH e coordenação (administração das práticas de RH). </li></ul></ul>
    26. 26. 5 o Desafio: Sistema de comando de RH <ul><li>Diante dessas transições, o RH deve se perguntar: </li></ul><ul><ul><li>Como se organizar para criar valor? </li></ul></ul><ul><ul><li>Como trabalha o RH (profissionais de RH, gerentes de linha ou empreiteiros)? </li></ul></ul><ul><ul><li>Onde reside a responsabilidade do RH? </li></ul></ul><ul><ul><li>Como é estabelecida a comunidade de RH da empresa? </li></ul></ul>
    27. 27. 5 o Desafio: Sistema de comando de RH <ul><li>Centro de Serviços? Padronizam trâmites rotineiros, eficiência. </li></ul><ul><li>Centro de Habilidades? Articulam indivíduos e equipes e dispõem de conhecimento profundo e especialização em áreas de RH. </li></ul><ul><li>Agenciamento de Serviços? Contratam. Ex: centros de treinamento. </li></ul><ul><li>Atendimento à necessidades localizadas? </li></ul>
    28. 28. 6 o Desafio: Carreiras de RH <ul><li>O profissional de RH pode trabalhar em quatro situações: </li></ul><ul><ul><li>Instalação </li></ul></ul><ul><ul><li>Unidade operacional </li></ul></ul><ul><ul><li>RH de âmbito geral da empresa </li></ul></ul><ul><ul><li>Fora da função de RH </li></ul></ul>Contribuidor Integrador Estrategista Especialista ou Generalista
    29. 29. 7 o Desafio: Competência de RH <ul><li>Conhecimento do Ramo (18,8 %) </li></ul><ul><li>Conhecimento de Práticas de R.H. (23,3%) </li></ul><ul><li>Administração da Mudança (41,2%) </li></ul>
    30. 30. 7 o Desafio: Competência de RH Conhecimento do Ramo <ul><li>Capacidade financeira </li></ul><ul><li>Capacidade estratégica </li></ul><ul><li>Capacidade tecnológica </li></ul><ul><li>Capacidade organizacional </li></ul><ul><li>Como a empresa opera? Compreensão </li></ul><ul><li>Necessário para discussão estratégica - juntar-se à equipe administrativa </li></ul>
    31. 31. 7 o Desafio: Competência de RH Conhecimento de Práticas <ul><li>Contratação </li></ul><ul><li>Desenvolvimento; </li></ul><ul><li>Avaliação </li></ul><ul><li>Recompensas </li></ul><ul><li>Planejamento organizacional </li></ul><ul><li>Comunicação </li></ul><ul><li>Devem ser peritos em sua especialidade </li></ul><ul><li>Procuram contribuir </li></ul>
    32. 32. 7 o Desafio: Competência de RH Administração da Mudança <ul><li>Criação de significado </li></ul><ul><li>Solução de problemas; </li></ul><ul><li>Inovação e transformação </li></ul><ul><li>Influência de relações </li></ul><ul><li>Influência de papéis </li></ul>
    33. 33. <ul><li>Gerenciar processos de mudança </li></ul><ul><li>Mudança </li></ul><ul><ul><li>conhecimento (processos de mudança); </li></ul></ul><ul><ul><li>habilidade (como agente de mudança); </li></ul></ul><ul><ul><li>capacidade (para produzir mudança); </li></ul></ul>7 o Desafio: Competência de RH Administração da Mudança
    34. 34. <ul><li>Precisão - realizar acuradamente todo trabalho de RH; </li></ul><ul><li>Consistência - ser previsível; </li></ul><ul><li>Cumprimento de compromisso - fazer dentro do prazo e do orçamento aquilo que se diz que se fará; </li></ul><ul><li>Química - ficar pessoalmente à vontade com colegas, subordinados e supervisores; </li></ul><ul><li>Discordância adequada - estar disposto a discordar e contestar no momento adequado; </li></ul>7 o Desafio: Competência de RH Credibilidade
    35. 35. <ul><li>Integridade - comportar-se eticamente </li></ul><ul><li>Pensar além do modelo tradicional - oferecer perspectivas alternativas </li></ul><ul><li>Confidencialidade - manter confidencialidade estrita de todas as informações pessoais </li></ul><ul><li>Atender e se concentrar em problemas executivos - compreender todas as ações de RH à luz das necessidades do executivo ou da empresa </li></ul>7 o Desafio: Competência de RH Credibilidade
    36. 36. Conclusões <ul><li>AMBIENTE DINÂMICO </li></ul><ul><li>MUDANÇA </li></ul><ul><li>CLIENTES </li></ul><ul><li>RH </li></ul>
    37. 37. Conclusões <ul><li>Comunidade de RH; </li></ul><ul><li>Desenvolver capacidades e práticas; </li></ul><ul><li>Profissional de Rh é cada vez um parceiro empresarial; </li></ul><ul><li>Concretizar o valor de RH; </li></ul><ul><li>Parte do processo estratégico; </li></ul><ul><li>The book is on the table!!!!! </li></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>(Luis Inácio “Lula” da Silva – 1990) </li></ul></ul></ul></ul></ul>
    38. 38. Bibliografia <ul><li>HSM Management, 15 de julho- agosto 1999. </li></ul><ul><li>GARLAND, Ron. Administração e gerenciamento na Nova Era: novos tempos, novas técnicas - 2. ed.- SP: Saraiva, 1993. </li></ul><ul><li>KANAANE Roberto. Comportamento Humano nas Organizações- O homem rumo ao século XXI.SP: Atlas, 1994. </li></ul>
    39. 39. Bibliografia <ul><li>HESSELBEIN, Frances, GOLDSMITH, Marshall e BECKHARD, Richard. A Organização do Futuro: como preparar hoje as empresas de amanhã. São Paulo: Futura, 1997. </li></ul><ul><li>HESSELBEIN, Frances, GOLDSMITH, Marshall e BECKHARD, Richard. O Líder do Futuro. São Paulo: Futura, 1996. </li></ul><ul><li>VOCÊ S.A. edição 22, ano 3, abril/2000. </li></ul>

    ×