SlideShare uma empresa Scribd logo
Visões sobre
Lean & Agile
                                                             Por:

                                    Victor Hugo Germano
                       Agilista, Editor Revista Visão Ágil e InfoQ


                                                              &
                       Manoel Pimentel Medeiros, CSP
                                       Medeiros 1
      Agile Coach, Diretor Editorial da Revista Visão Ágil e InfoQ
Agilidade



            2
Qual a sua agilidade?




Lebre            Tartaruga

                             3
Mas...




    4
O desafio Agile

   Processo:
   Game, PreGame, PostGame,
   Sprint Planning Meeting,Sprint Retrospective,
   Daily Meeting, Sprints, Planning Pocker

   Ferramentas:
   Product Baklog, Sprint Backlog, Stories,
   Post-Its, BurnDown, KanBan

   Pessoas:
   Product Owner, ScrumMaster, Time.




Cultura:
Auto-Gerenciamento, time multi-disciplinar,
envolvimento do cliente, comprometimento,
papéis, entregas frequentes, liderança, colaboração,
Respeito, etc.


                                                       5
Gestão Ágil



              6
O Processo Ágil
●   Ter uma lista priorizada de requisitos de negócios;
●   Ter uma equipe coesa, dedicada e multidisciplinar.
●Trabalhar mais cedo possível nos requisitos de maior prioridade
(valor de negócio)
●   Entregar pequenas versões em iterações curtas (2 a 4 semanas)
●Sincronizar as atividades diariamente através de uma reunião breve
e objetiva.
●   Demonstrar o incremento de produto ao final da iteração
●   Fomentar feedback e licões aprendidas ao final de uma iteração
●Atualizar e Repriorizar os requisitos mediante o feedback e
aprendizado recente.
                                                                     7
Princípios da Gestão Ágil




Fluxo contínuo de Entregas




                                        Responder às mudanças


                   Feedback Constante                    8
Evolução iterativa de um produto
  PreGame (Concepção e Planejamento)                    Sprint 1




Necessidade               Visão          Aprendizagem     Incremento do Produto




               Sprint 2                                 Sprint 3




Aprendizagem     Incremento do Produto   Aprendizagem    Incremento do Produto 9
Melhoria Contínua

Funcionou bem?   Precisa Melhorar?


x      x         x      x


x      x         x


x




                                                    10
Lean na visão da TPS



                       11
Ferramentas Lean (TPS)


                   O TPS - Toyota Production System - também
                   chamado de Produção Enxuta e Lean
                   Manufacturing, surgiu no Japão, na Toyota.




                   O sistema objetiva aumentar a eficiência da
                   produção pela eliminação    contínua de
                   desperdícios.

Fonte: Wikipédia

                                                           12
O que é Lean




Realizar mais
●
                o que importa, eliminando o que não
importa.



●
                      elegantes são criadas
Trabalha com a idéia que soluções

através da simplicidade.


                                                      13
O que NÃO é Lean

Não é apenas REDUÇÃO DE CUSTOS;
●



Não é apenas REDUÇÃO DA FORÇA DE TRABALHO
●



Não é explorar fornecedores para conseguir melhores PREÇOS;
●



Não é só um PROCESSO DE PRODUÇÃO
●




Resumo:
●


       ●   Lean é uma Estado de Espírito ou Maneira de Pensar.
       ●   É Observável, mas intangível.
       ●   Vai contra a nossa natureza de sempre acumular mais e mais
           coisas.

                                                                   14
Os 3 tipos da COMPLEXIDADE

Inconsistência – Coisas irregulares, inadequadas ou não uniformes.
●




Sobregarga - Cargas excessivas de trabalhos ou irracionais.
●




●Desperdício – Coisas que esgotam as fontes de tempo, empenho,
espaço e dinheiro.




                                                                     15
Algumas Ferramentas TPS

Kanban - Placa visível para comunicar status dentro um processo.
●




Heijunka - Nivelamento da Produção.
●




●Kaizen - quot;kaiquot; significa quot;mudançaquot; ou quot;ato de correçãoquot; e quot;zenquot;
significa quot;bomquot; – ou seja, melhoria contínua.

●Poka-Yoke - É um dispositivo físico de controle para controle de
qualidade, que é acionado automaticamente quando há algum erro ou
defeito no processo de produção.

Hansei - Reflexões profundas em busca da melhoria contínua.
●




                                                                    16
KanBan para
          visibilidade dos resultados do projeto



Backlog       Pendentes            Iniciadas   Inspeção/Teste   Finalizadas


                                               N     N I
             E    N            N       N I                      N    N
  Item
             N    N       N
                                               N     N
                               N                                N


                               E       N I                      E    N


Exemplo de Comunicação com Kanban (Lean)

                                                                              17
Produção puxada através do KanBan

  Exemplo da
  Aplicação do
 Lean/KanBan
num Lead Time
   da área de
desenvolvimento
 de um Banco
  Privado* em
  Brasília (DF)




    * Cliente de
  Manoel Pimentel


   *Agradecimento
      especial a
Cristian Ramos e sua
equipe de Arquitetura
                                                18
Lean Thinking


Desenvolvimento de Software




                               19
Lean Thinking – Mudar é Preciso
                                             ●   Mercado é mais rápido que
                                             especificação ou requisito
                                             ●   Dificuldade de Adaptação
                                             ●   Controle rígido de Escopo
                                             ●   Tomada de Decisão
                                             Centralizada
                                             ●   Qualidade sempre opcional


http://flickr.com/photos/dirgon/446839052/                                   20
Lean Thinking - Princípios

       ●   Elimine desperdícios
       ●   Construa com Qualidade
       ●   Entregue Rápido
       ●   Respeite as Pessoas
       ●   Crie Conhecimento
       ●   Adie Comprometimentos
       ●   Otimize o Todo
                                  21
Desenvolvimento de Software Lean

Foco na habilidade de gerar valor neste instante,
sem afetar negativamente a habilidade de gerar
valor rapidamente no futuro



                          Essenciais
                          ●   Qualidade
                          ●   Baixo Custo
                          ●   Velocidade
                                              22
Lean Thinking – Elimine Desperdícios

               ●   Trabalho in progress
               ●   Funcionalidades a mais
               ●   Processos demais
               ●   Multitarefa nociva
               ●   Defeitos
               ●   Atrasos

                                            23
Como é a sua
atuação no
desenvolvimento
de software?




                  24
Lean Thinking – Construa com Qualidade




                                   25
Lean Thinking – Construa com Qualidade


                  E você? Pularia?


                 Qualidade não se discute!




                                        26
Lean Thinking – Entregue Rápido
         ●   Amplie vantagem competitiva
         através da Velocidade
         ●   Reduza o tempo de espera
         entre processos
         ●   Limite-se à sua capacidade
         ●   Use Agendamento PULL


                                        27
Lean Thinking – Respeite as pessoas
●   Liderança
●   Poder de decisão compartilhado
●   Planejamento e Controle: Responsabilidade
●   Orgulho, Confiança e Comprometimento
●
●

●




                                           28
Lean Thinking – Crie Conhecimento

                Padrões existem
            para serem questionados
             Use o Método científico:
             ●   Estabeleça hipóteses
             ●   Experimente
             ●   Escolha a melhor opção
             Recolha informações para
            responder rapidamente à mudança

                  Planning is useful. Learning is essential
                                                       29
Integração Contínua




                 30
Integração Contínua – Era uma vez...
                 “No final do projeto é só juntar
                 tudo e liberar a versão”

                 Riscos Importantes
                 ● Dependências de subsistemas
                 ● Incompatibilidade de interfaces

                 ● Testes insuficientes




                 Resultados
                 ● Atrasos
                 ● Correções a facão

                 ● Caos e Estresse instalados


                                                     31
Integração Contínua – E se...

Mitigar riscos

●   Automatização de processos repetitivos

●   Gerar Software funcionando desde o início



Por quê?

●   Ampliar a confiança no produto

●   Ampliar a visibilidade do projeto


                                                32
Integração Contínua
Ciclo Virtuoso da IC
- Pedido é encaminhado pelo usuário
         '
- Desenvolvido pelo time
- Código é compilado em um servidor à parte
- Todos os testes do sistema são executados
- É feita a análise da qualidade do código
- Relatórios de Feedback são gerados
- Se tudo OK, software está pronto para o usuário
                                              33
Mudar não é necessário,
A Sobrevivência é opcional
                   Willian Deming




                                    34
Obrigado!

 victorhg@gmail.com


manoel@visaoagil.com   35

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mini-curso Scrum e Kanban WES 2015
Mini-curso Scrum e Kanban WES 2015Mini-curso Scrum e Kanban WES 2015
Mini-curso Scrum e Kanban WES 2015
Stéfano H. dos Santos
 
Lean Manufacturing
Lean ManufacturingLean Manufacturing
Lean Manufacturing
Daisy Marschalk
 
Lean manufacturing slides
Lean manufacturing slidesLean manufacturing slides
Lean manufacturing slides
Moises Ribeiro
 
Desvendando Lean Manufacturing
Desvendando Lean ManufacturingDesvendando Lean Manufacturing
Desvendando Lean Manufacturing
Danilo Pereira
 
Kaizen kanban-lean manufacturing
Kaizen kanban-lean manufacturingKaizen kanban-lean manufacturing
Kaizen kanban-lean manufacturing
institutocarvalho
 
LEAN x Ágil
LEAN x ÁgilLEAN x Ágil
LEAN x Ágil
Venícios Gustavo
 
Palestra Gestão Lean para o Desenvolvimento de Software - Manoel Pimentel
Palestra Gestão Lean para o Desenvolvimento de Software  - Manoel PimentelPalestra Gestão Lean para o Desenvolvimento de Software  - Manoel Pimentel
Palestra Gestão Lean para o Desenvolvimento de Software - Manoel Pimentel
Manoel Pimentel Medeiros
 
Gerenciamento Ágil de Projetos, Uma nova abordagem para os desafio de sempre
Gerenciamento Ágil de Projetos, Uma nova abordagem para os desafio de sempreGerenciamento Ágil de Projetos, Uma nova abordagem para os desafio de sempre
Gerenciamento Ágil de Projetos, Uma nova abordagem para os desafio de sempre
Leandro Faria
 
O que é agilidade sob as lentes do kanban
O que é agilidade sob as lentes do kanbanO que é agilidade sob as lentes do kanban
O que é agilidade sob as lentes do kanban
Rodrigo Yoshima
 
Show Me Your Board (#SuperTrends2016)
Show Me Your Board (#SuperTrends2016)Show Me Your Board (#SuperTrends2016)
Show Me Your Board (#SuperTrends2016)
Rodrigo Yoshima
 
Gestão Ágil e Lean - Circuito de treinamentos AddTech
Gestão Ágil e Lean - Circuito de treinamentos AddTechGestão Ágil e Lean - Circuito de treinamentos AddTech
Gestão Ágil e Lean - Circuito de treinamentos AddTech
.add
 
Como cultivar uma cultura Kaizen?
Como cultivar uma cultura Kaizen?Como cultivar uma cultura Kaizen?
Como cultivar uma cultura Kaizen?
Rodrigo Yoshima
 
Lean Manufacturing
Lean ManufacturingLean Manufacturing
Lean Manufacturing
Markus Hofrichter
 
Aula pcp lean parte II - Unoesc São Miguel do Oeste
Aula pcp lean parte II -  Unoesc São Miguel do OesteAula pcp lean parte II -  Unoesc São Miguel do Oeste
Aula pcp lean parte II - Unoesc São Miguel do Oeste
Luiz Felipe Cherem
 
Cultura Lean Agile Weekend
Cultura Lean Agile WeekendCultura Lean Agile Weekend
Cultura Lean Agile Weekend
Luiz C. Parzianello
 
Palestra Gestão de Requisitos através de práticas Ágeis e Enxutas - Manoel P...
Palestra Gestão de Requisitos através de práticas Ágeis e Enxutas  - Manoel P...Palestra Gestão de Requisitos através de práticas Ágeis e Enxutas  - Manoel P...
Palestra Gestão de Requisitos através de práticas Ágeis e Enxutas - Manoel P...
Manoel Pimentel Medeiros
 
Manufatura Enxuta (Lean) - Slides - Profª Silene Seibel
Manufatura Enxuta (Lean) - Slides - Profª Silene SeibelManufatura Enxuta (Lean) - Slides - Profª Silene Seibel
Manufatura Enxuta (Lean) - Slides - Profª Silene Seibel
Sustentare Escola de Negócios
 
Lidando de forma eficaz com mentalidade legada
Lidando de forma eficaz com mentalidade legadaLidando de forma eficaz com mentalidade legada
Lidando de forma eficaz com mentalidade legada
Rodrigo Yoshima
 
Slide lean-manufacturing
Slide    lean-manufacturingSlide    lean-manufacturing
Slide lean-manufacturing
Leila Miranda
 
Sua equipe está preparada para atender um cliente ágil?
Sua equipe está preparada para atender um cliente ágil?Sua equipe está preparada para atender um cliente ágil?
Sua equipe está preparada para atender um cliente ágil?
Luiz C. Parzianello
 

Mais procurados (20)

Mini-curso Scrum e Kanban WES 2015
Mini-curso Scrum e Kanban WES 2015Mini-curso Scrum e Kanban WES 2015
Mini-curso Scrum e Kanban WES 2015
 
Lean Manufacturing
Lean ManufacturingLean Manufacturing
Lean Manufacturing
 
Lean manufacturing slides
Lean manufacturing slidesLean manufacturing slides
Lean manufacturing slides
 
Desvendando Lean Manufacturing
Desvendando Lean ManufacturingDesvendando Lean Manufacturing
Desvendando Lean Manufacturing
 
Kaizen kanban-lean manufacturing
Kaizen kanban-lean manufacturingKaizen kanban-lean manufacturing
Kaizen kanban-lean manufacturing
 
LEAN x Ágil
LEAN x ÁgilLEAN x Ágil
LEAN x Ágil
 
Palestra Gestão Lean para o Desenvolvimento de Software - Manoel Pimentel
Palestra Gestão Lean para o Desenvolvimento de Software  - Manoel PimentelPalestra Gestão Lean para o Desenvolvimento de Software  - Manoel Pimentel
Palestra Gestão Lean para o Desenvolvimento de Software - Manoel Pimentel
 
Gerenciamento Ágil de Projetos, Uma nova abordagem para os desafio de sempre
Gerenciamento Ágil de Projetos, Uma nova abordagem para os desafio de sempreGerenciamento Ágil de Projetos, Uma nova abordagem para os desafio de sempre
Gerenciamento Ágil de Projetos, Uma nova abordagem para os desafio de sempre
 
O que é agilidade sob as lentes do kanban
O que é agilidade sob as lentes do kanbanO que é agilidade sob as lentes do kanban
O que é agilidade sob as lentes do kanban
 
Show Me Your Board (#SuperTrends2016)
Show Me Your Board (#SuperTrends2016)Show Me Your Board (#SuperTrends2016)
Show Me Your Board (#SuperTrends2016)
 
Gestão Ágil e Lean - Circuito de treinamentos AddTech
Gestão Ágil e Lean - Circuito de treinamentos AddTechGestão Ágil e Lean - Circuito de treinamentos AddTech
Gestão Ágil e Lean - Circuito de treinamentos AddTech
 
Como cultivar uma cultura Kaizen?
Como cultivar uma cultura Kaizen?Como cultivar uma cultura Kaizen?
Como cultivar uma cultura Kaizen?
 
Lean Manufacturing
Lean ManufacturingLean Manufacturing
Lean Manufacturing
 
Aula pcp lean parte II - Unoesc São Miguel do Oeste
Aula pcp lean parte II -  Unoesc São Miguel do OesteAula pcp lean parte II -  Unoesc São Miguel do Oeste
Aula pcp lean parte II - Unoesc São Miguel do Oeste
 
Cultura Lean Agile Weekend
Cultura Lean Agile WeekendCultura Lean Agile Weekend
Cultura Lean Agile Weekend
 
Palestra Gestão de Requisitos através de práticas Ágeis e Enxutas - Manoel P...
Palestra Gestão de Requisitos através de práticas Ágeis e Enxutas  - Manoel P...Palestra Gestão de Requisitos através de práticas Ágeis e Enxutas  - Manoel P...
Palestra Gestão de Requisitos através de práticas Ágeis e Enxutas - Manoel P...
 
Manufatura Enxuta (Lean) - Slides - Profª Silene Seibel
Manufatura Enxuta (Lean) - Slides - Profª Silene SeibelManufatura Enxuta (Lean) - Slides - Profª Silene Seibel
Manufatura Enxuta (Lean) - Slides - Profª Silene Seibel
 
Lidando de forma eficaz com mentalidade legada
Lidando de forma eficaz com mentalidade legadaLidando de forma eficaz com mentalidade legada
Lidando de forma eficaz com mentalidade legada
 
Slide lean-manufacturing
Slide    lean-manufacturingSlide    lean-manufacturing
Slide lean-manufacturing
 
Sua equipe está preparada para atender um cliente ágil?
Sua equipe está preparada para atender um cliente ágil?Sua equipe está preparada para atender um cliente ágil?
Sua equipe está preparada para atender um cliente ágil?
 

Semelhante a Visões sobre Lean & Agile - Victor Hugo & Manoel Pimentel

Lean startup
Lean startupLean startup
Lean startup
Alexandre Oliveira
 
Lean startup das trincheiras20120903
Lean startup das trincheiras20120903Lean startup das trincheiras20120903
Lean startup das trincheiras20120903
fernandodelariva
 
Direcao x Velocidade
Direcao x VelocidadeDirecao x Velocidade
Direcao x Velocidade
Rodrigo Silva Pinto
 
Métodos ágeis
Métodos ágeisMétodos ágeis
Métodos ágeis
Evandro Agnes
 
Desenvolvimento de software LEAN
Desenvolvimento de software LEAN Desenvolvimento de software LEAN
Desenvolvimento de software LEAN
Venícios Gustavo
 
Lean software and systems conference 2010
Lean software and systems conference 2010Lean software and systems conference 2010
Lean software and systems conference 2010
Luiz Faias Junior
 
Os 7 Princípios do desenvolvimento Lean de Software
Os 7 Princípios do desenvolvimento Lean de SoftwareOs 7 Princípios do desenvolvimento Lean de Software
Os 7 Princípios do desenvolvimento Lean de Software
Lucas Oliveira
 
Agilidade: Scrum e Xp
Agilidade: Scrum e XpAgilidade: Scrum e Xp
Agilidade: Scrum e Xp
Fernando Costa
 
Agile
AgileAgile
Curso de Pós-Graduação FUCAPI - Módulo: Métodos Ágeis
Curso de Pós-Graduação FUCAPI - Módulo: Métodos ÁgeisCurso de Pós-Graduação FUCAPI - Módulo: Métodos Ágeis
Curso de Pós-Graduação FUCAPI - Módulo: Métodos Ágeis
agileembassy
 
Entregando Software com Valor
Entregando Software com ValorEntregando Software com Valor
Entregando Software com Valor
Maicon Carlos Pereira
 
Lean Thinking e Agile para desenvolvimento de software
Lean Thinking e Agile para desenvolvimento de softwareLean Thinking e Agile para desenvolvimento de software
Lean Thinking e Agile para desenvolvimento de software
Tiago França
 
Lean Startups @ Unicamp
Lean Startups @ UnicampLean Startups @ Unicamp
Lean Startups @ Unicamp
Kleber Teraoka
 
Lean Software Development
Lean Software DevelopmentLean Software Development
Lean Software Development
William G. Comnisky
 
Introdução ao Lean manufacturing
Introdução ao Lean manufacturingIntrodução ao Lean manufacturing
Introdução ao Lean manufacturing
Edomar Hornburg
 
Desenvolvimento Dos Si
Desenvolvimento Dos SiDesenvolvimento Dos Si
Desenvolvimento Dos Si
Robson Silva Espig
 
Sofware Kaizen - Aceleradora Ágil - Apresentacao agile brazil 2012
Sofware Kaizen - Aceleradora Ágil - Apresentacao agile brazil 2012Sofware Kaizen - Aceleradora Ágil - Apresentacao agile brazil 2012
Sofware Kaizen - Aceleradora Ágil - Apresentacao agile brazil 2012
Alejandro Olchik
 
Treinamento - Scrum.pptx
Treinamento - Scrum.pptxTreinamento - Scrum.pptx
Treinamento - Scrum.pptx
Fernando Barbieri
 
Introdução ao Lean Startup
Introdução ao Lean StartupIntrodução ao Lean Startup
Introdução ao Lean Startup
Felipe Pereira
 
Lean Security
Lean SecurityLean Security
Lean Security
Diego Mariano
 

Semelhante a Visões sobre Lean & Agile - Victor Hugo & Manoel Pimentel (20)

Lean startup
Lean startupLean startup
Lean startup
 
Lean startup das trincheiras20120903
Lean startup das trincheiras20120903Lean startup das trincheiras20120903
Lean startup das trincheiras20120903
 
Direcao x Velocidade
Direcao x VelocidadeDirecao x Velocidade
Direcao x Velocidade
 
Métodos ágeis
Métodos ágeisMétodos ágeis
Métodos ágeis
 
Desenvolvimento de software LEAN
Desenvolvimento de software LEAN Desenvolvimento de software LEAN
Desenvolvimento de software LEAN
 
Lean software and systems conference 2010
Lean software and systems conference 2010Lean software and systems conference 2010
Lean software and systems conference 2010
 
Os 7 Princípios do desenvolvimento Lean de Software
Os 7 Princípios do desenvolvimento Lean de SoftwareOs 7 Princípios do desenvolvimento Lean de Software
Os 7 Princípios do desenvolvimento Lean de Software
 
Agilidade: Scrum e Xp
Agilidade: Scrum e XpAgilidade: Scrum e Xp
Agilidade: Scrum e Xp
 
Agile
AgileAgile
Agile
 
Curso de Pós-Graduação FUCAPI - Módulo: Métodos Ágeis
Curso de Pós-Graduação FUCAPI - Módulo: Métodos ÁgeisCurso de Pós-Graduação FUCAPI - Módulo: Métodos Ágeis
Curso de Pós-Graduação FUCAPI - Módulo: Métodos Ágeis
 
Entregando Software com Valor
Entregando Software com ValorEntregando Software com Valor
Entregando Software com Valor
 
Lean Thinking e Agile para desenvolvimento de software
Lean Thinking e Agile para desenvolvimento de softwareLean Thinking e Agile para desenvolvimento de software
Lean Thinking e Agile para desenvolvimento de software
 
Lean Startups @ Unicamp
Lean Startups @ UnicampLean Startups @ Unicamp
Lean Startups @ Unicamp
 
Lean Software Development
Lean Software DevelopmentLean Software Development
Lean Software Development
 
Introdução ao Lean manufacturing
Introdução ao Lean manufacturingIntrodução ao Lean manufacturing
Introdução ao Lean manufacturing
 
Desenvolvimento Dos Si
Desenvolvimento Dos SiDesenvolvimento Dos Si
Desenvolvimento Dos Si
 
Sofware Kaizen - Aceleradora Ágil - Apresentacao agile brazil 2012
Sofware Kaizen - Aceleradora Ágil - Apresentacao agile brazil 2012Sofware Kaizen - Aceleradora Ágil - Apresentacao agile brazil 2012
Sofware Kaizen - Aceleradora Ágil - Apresentacao agile brazil 2012
 
Treinamento - Scrum.pptx
Treinamento - Scrum.pptxTreinamento - Scrum.pptx
Treinamento - Scrum.pptx
 
Introdução ao Lean Startup
Introdução ao Lean StartupIntrodução ao Lean Startup
Introdução ao Lean Startup
 
Lean Security
Lean SecurityLean Security
Lean Security
 

Mais de Manoel Pimentel Medeiros

The DNA for Catalysing Organisational Improvements
The DNA for Catalysing Organisational ImprovementsThe DNA for Catalysing Organisational Improvements
The DNA for Catalysing Organisational Improvements
Manoel Pimentel Medeiros
 
The Agile Coaching DNA - Overview
The Agile Coaching DNA -  OverviewThe Agile Coaching DNA -  Overview
The Agile Coaching DNA - Overview
Manoel Pimentel Medeiros
 
Organisational Plasticity - Agile 2018
Organisational Plasticity - Agile 2018Organisational Plasticity - Agile 2018
Organisational Plasticity - Agile 2018
Manoel Pimentel Medeiros
 
How to evolve your career as Agile Coach using The Agile Coaching DNA
How to evolve your career as Agile Coach using The Agile Coaching DNAHow to evolve your career as Agile Coach using The Agile Coaching DNA
How to evolve your career as Agile Coach using The Agile Coaching DNA
Manoel Pimentel Medeiros
 
Como não ficar careca em Agile Transformations
Como não ficar careca em Agile TransformationsComo não ficar careca em Agile Transformations
Como não ficar careca em Agile Transformations
Manoel Pimentel Medeiros
 
How to use the emergent learning as an enabler for product innovation
How to use the emergent learning as an enabler for product innovationHow to use the emergent learning as an enabler for product innovation
How to use the emergent learning as an enabler for product innovation
Manoel Pimentel Medeiros
 
The Cone of Change - Manoel Pimentel (keynote)
The Cone of Change - Manoel Pimentel (keynote)The Cone of Change - Manoel Pimentel (keynote)
The Cone of Change - Manoel Pimentel (keynote)
Manoel Pimentel Medeiros
 
Fusing the Agile Testing into an Agile Team
Fusing the Agile Testing into an Agile TeamFusing the Agile Testing into an Agile Team
Fusing the Agile Testing into an Agile Team
Manoel Pimentel Medeiros
 
Creating Great Teams using Management 3.0
Creating Great Teams using Management 3.0Creating Great Teams using Management 3.0
Creating Great Teams using Management 3.0
Manoel Pimentel Medeiros
 
The Conflict Fast Model - Agile2016
The Conflict Fast Model - Agile2016The Conflict Fast Model - Agile2016
The Conflict Fast Model - Agile2016
Manoel Pimentel Medeiros
 
Hacking the World - Keynote - TaSafoConf2015
Hacking the World - Keynote - TaSafoConf2015Hacking the World - Keynote - TaSafoConf2015
Hacking the World - Keynote - TaSafoConf2015
Manoel Pimentel Medeiros
 
Problem Pitch
Problem PitchProblem Pitch
Thinking Hack - Workouts
Thinking Hack - WorkoutsThinking Hack - Workouts
Thinking Hack - Workouts
Manoel Pimentel Medeiros
 
Thinking Hack - in 18 minutes
Thinking Hack - in 18 minutesThinking Hack - in 18 minutes
Thinking Hack - in 18 minutes
Manoel Pimentel Medeiros
 
10 dicas para escalar Agile usando SAFe
10 dicas para escalar Agile usando SAFe10 dicas para escalar Agile usando SAFe
10 dicas para escalar Agile usando SAFe
Manoel Pimentel Medeiros
 
SAFe - Como escalar algo artesanal?
SAFe - Como escalar algo artesanal?SAFe - Como escalar algo artesanal?
SAFe - Como escalar algo artesanal?
Manoel Pimentel Medeiros
 
Estratégias para Transição Ágil
Estratégias para Transição ÁgilEstratégias para Transição Ágil
Estratégias para Transição Ágil
Manoel Pimentel Medeiros
 
Os beatos ágeis e os pecados mundanos das grandes empresas
Os beatos ágeis e os pecados mundanos das grandes empresasOs beatos ágeis e os pecados mundanos das grandes empresas
Os beatos ágeis e os pecados mundanos das grandes empresas
Manoel Pimentel Medeiros
 
Como escalar algo essencialmente artesanal?
Como escalar algo essencialmente artesanal?Como escalar algo essencialmente artesanal?
Como escalar algo essencialmente artesanal?
Manoel Pimentel Medeiros
 
Escalando a Gestão Ágil com SAFe - Manoel Pimentel
Escalando a Gestão Ágil com SAFe - Manoel PimentelEscalando a Gestão Ágil com SAFe - Manoel Pimentel
Escalando a Gestão Ágil com SAFe - Manoel Pimentel
Manoel Pimentel Medeiros
 

Mais de Manoel Pimentel Medeiros (20)

The DNA for Catalysing Organisational Improvements
The DNA for Catalysing Organisational ImprovementsThe DNA for Catalysing Organisational Improvements
The DNA for Catalysing Organisational Improvements
 
The Agile Coaching DNA - Overview
The Agile Coaching DNA -  OverviewThe Agile Coaching DNA -  Overview
The Agile Coaching DNA - Overview
 
Organisational Plasticity - Agile 2018
Organisational Plasticity - Agile 2018Organisational Plasticity - Agile 2018
Organisational Plasticity - Agile 2018
 
How to evolve your career as Agile Coach using The Agile Coaching DNA
How to evolve your career as Agile Coach using The Agile Coaching DNAHow to evolve your career as Agile Coach using The Agile Coaching DNA
How to evolve your career as Agile Coach using The Agile Coaching DNA
 
Como não ficar careca em Agile Transformations
Como não ficar careca em Agile TransformationsComo não ficar careca em Agile Transformations
Como não ficar careca em Agile Transformations
 
How to use the emergent learning as an enabler for product innovation
How to use the emergent learning as an enabler for product innovationHow to use the emergent learning as an enabler for product innovation
How to use the emergent learning as an enabler for product innovation
 
The Cone of Change - Manoel Pimentel (keynote)
The Cone of Change - Manoel Pimentel (keynote)The Cone of Change - Manoel Pimentel (keynote)
The Cone of Change - Manoel Pimentel (keynote)
 
Fusing the Agile Testing into an Agile Team
Fusing the Agile Testing into an Agile TeamFusing the Agile Testing into an Agile Team
Fusing the Agile Testing into an Agile Team
 
Creating Great Teams using Management 3.0
Creating Great Teams using Management 3.0Creating Great Teams using Management 3.0
Creating Great Teams using Management 3.0
 
The Conflict Fast Model - Agile2016
The Conflict Fast Model - Agile2016The Conflict Fast Model - Agile2016
The Conflict Fast Model - Agile2016
 
Hacking the World - Keynote - TaSafoConf2015
Hacking the World - Keynote - TaSafoConf2015Hacking the World - Keynote - TaSafoConf2015
Hacking the World - Keynote - TaSafoConf2015
 
Problem Pitch
Problem PitchProblem Pitch
Problem Pitch
 
Thinking Hack - Workouts
Thinking Hack - WorkoutsThinking Hack - Workouts
Thinking Hack - Workouts
 
Thinking Hack - in 18 minutes
Thinking Hack - in 18 minutesThinking Hack - in 18 minutes
Thinking Hack - in 18 minutes
 
10 dicas para escalar Agile usando SAFe
10 dicas para escalar Agile usando SAFe10 dicas para escalar Agile usando SAFe
10 dicas para escalar Agile usando SAFe
 
SAFe - Como escalar algo artesanal?
SAFe - Como escalar algo artesanal?SAFe - Como escalar algo artesanal?
SAFe - Como escalar algo artesanal?
 
Estratégias para Transição Ágil
Estratégias para Transição ÁgilEstratégias para Transição Ágil
Estratégias para Transição Ágil
 
Os beatos ágeis e os pecados mundanos das grandes empresas
Os beatos ágeis e os pecados mundanos das grandes empresasOs beatos ágeis e os pecados mundanos das grandes empresas
Os beatos ágeis e os pecados mundanos das grandes empresas
 
Como escalar algo essencialmente artesanal?
Como escalar algo essencialmente artesanal?Como escalar algo essencialmente artesanal?
Como escalar algo essencialmente artesanal?
 
Escalando a Gestão Ágil com SAFe - Manoel Pimentel
Escalando a Gestão Ágil com SAFe - Manoel PimentelEscalando a Gestão Ágil com SAFe - Manoel Pimentel
Escalando a Gestão Ágil com SAFe - Manoel Pimentel
 

Último

O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
Paulo Dalla Nora Macedo
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
Paulo Emerson Pereira
 
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Carlos Eduardo Coan Junior
 
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdfInformativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
edsonfrancojunior99
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Paulo Emerson Pereira
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
rihabkorbi24
 

Último (6)

O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
 
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
 
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdfInformativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
 

Visões sobre Lean & Agile - Victor Hugo & Manoel Pimentel

  • 1. Visões sobre Lean & Agile Por: Victor Hugo Germano Agilista, Editor Revista Visão Ágil e InfoQ & Manoel Pimentel Medeiros, CSP Medeiros 1 Agile Coach, Diretor Editorial da Revista Visão Ágil e InfoQ
  • 3. Qual a sua agilidade? Lebre Tartaruga 3
  • 4. Mas... 4
  • 5. O desafio Agile Processo: Game, PreGame, PostGame, Sprint Planning Meeting,Sprint Retrospective, Daily Meeting, Sprints, Planning Pocker Ferramentas: Product Baklog, Sprint Backlog, Stories, Post-Its, BurnDown, KanBan Pessoas: Product Owner, ScrumMaster, Time. Cultura: Auto-Gerenciamento, time multi-disciplinar, envolvimento do cliente, comprometimento, papéis, entregas frequentes, liderança, colaboração, Respeito, etc. 5
  • 7. O Processo Ágil ● Ter uma lista priorizada de requisitos de negócios; ● Ter uma equipe coesa, dedicada e multidisciplinar. ●Trabalhar mais cedo possível nos requisitos de maior prioridade (valor de negócio) ● Entregar pequenas versões em iterações curtas (2 a 4 semanas) ●Sincronizar as atividades diariamente através de uma reunião breve e objetiva. ● Demonstrar o incremento de produto ao final da iteração ● Fomentar feedback e licões aprendidas ao final de uma iteração ●Atualizar e Repriorizar os requisitos mediante o feedback e aprendizado recente. 7
  • 8. Princípios da Gestão Ágil Fluxo contínuo de Entregas Responder às mudanças Feedback Constante 8
  • 9. Evolução iterativa de um produto PreGame (Concepção e Planejamento) Sprint 1 Necessidade Visão Aprendizagem Incremento do Produto Sprint 2 Sprint 3 Aprendizagem Incremento do Produto Aprendizagem Incremento do Produto 9
  • 10. Melhoria Contínua Funcionou bem? Precisa Melhorar? x x x x x x x x 10
  • 11. Lean na visão da TPS 11
  • 12. Ferramentas Lean (TPS) O TPS - Toyota Production System - também chamado de Produção Enxuta e Lean Manufacturing, surgiu no Japão, na Toyota. O sistema objetiva aumentar a eficiência da produção pela eliminação contínua de desperdícios. Fonte: Wikipédia 12
  • 13. O que é Lean Realizar mais ● o que importa, eliminando o que não importa. ● elegantes são criadas Trabalha com a idéia que soluções através da simplicidade. 13
  • 14. O que NÃO é Lean Não é apenas REDUÇÃO DE CUSTOS; ● Não é apenas REDUÇÃO DA FORÇA DE TRABALHO ● Não é explorar fornecedores para conseguir melhores PREÇOS; ● Não é só um PROCESSO DE PRODUÇÃO ● Resumo: ● ● Lean é uma Estado de Espírito ou Maneira de Pensar. ● É Observável, mas intangível. ● Vai contra a nossa natureza de sempre acumular mais e mais coisas. 14
  • 15. Os 3 tipos da COMPLEXIDADE Inconsistência – Coisas irregulares, inadequadas ou não uniformes. ● Sobregarga - Cargas excessivas de trabalhos ou irracionais. ● ●Desperdício – Coisas que esgotam as fontes de tempo, empenho, espaço e dinheiro. 15
  • 16. Algumas Ferramentas TPS Kanban - Placa visível para comunicar status dentro um processo. ● Heijunka - Nivelamento da Produção. ● ●Kaizen - quot;kaiquot; significa quot;mudançaquot; ou quot;ato de correçãoquot; e quot;zenquot; significa quot;bomquot; – ou seja, melhoria contínua. ●Poka-Yoke - É um dispositivo físico de controle para controle de qualidade, que é acionado automaticamente quando há algum erro ou defeito no processo de produção. Hansei - Reflexões profundas em busca da melhoria contínua. ● 16
  • 17. KanBan para visibilidade dos resultados do projeto Backlog Pendentes Iniciadas Inspeção/Teste Finalizadas N N I E N N N I N N Item N N N N N N N E N I E N Exemplo de Comunicação com Kanban (Lean) 17
  • 18. Produção puxada através do KanBan Exemplo da Aplicação do Lean/KanBan num Lead Time da área de desenvolvimento de um Banco Privado* em Brasília (DF) * Cliente de Manoel Pimentel *Agradecimento especial a Cristian Ramos e sua equipe de Arquitetura 18
  • 20. Lean Thinking – Mudar é Preciso ● Mercado é mais rápido que especificação ou requisito ● Dificuldade de Adaptação ● Controle rígido de Escopo ● Tomada de Decisão Centralizada ● Qualidade sempre opcional http://flickr.com/photos/dirgon/446839052/ 20
  • 21. Lean Thinking - Princípios ● Elimine desperdícios ● Construa com Qualidade ● Entregue Rápido ● Respeite as Pessoas ● Crie Conhecimento ● Adie Comprometimentos ● Otimize o Todo 21
  • 22. Desenvolvimento de Software Lean Foco na habilidade de gerar valor neste instante, sem afetar negativamente a habilidade de gerar valor rapidamente no futuro Essenciais ● Qualidade ● Baixo Custo ● Velocidade 22
  • 23. Lean Thinking – Elimine Desperdícios ● Trabalho in progress ● Funcionalidades a mais ● Processos demais ● Multitarefa nociva ● Defeitos ● Atrasos 23
  • 24. Como é a sua atuação no desenvolvimento de software? 24
  • 25. Lean Thinking – Construa com Qualidade 25
  • 26. Lean Thinking – Construa com Qualidade E você? Pularia? Qualidade não se discute! 26
  • 27. Lean Thinking – Entregue Rápido ● Amplie vantagem competitiva através da Velocidade ● Reduza o tempo de espera entre processos ● Limite-se à sua capacidade ● Use Agendamento PULL 27
  • 28. Lean Thinking – Respeite as pessoas ● Liderança ● Poder de decisão compartilhado ● Planejamento e Controle: Responsabilidade ● Orgulho, Confiança e Comprometimento ● ● ● 28
  • 29. Lean Thinking – Crie Conhecimento Padrões existem para serem questionados Use o Método científico: ● Estabeleça hipóteses ● Experimente ● Escolha a melhor opção Recolha informações para responder rapidamente à mudança Planning is useful. Learning is essential 29
  • 31. Integração Contínua – Era uma vez... “No final do projeto é só juntar tudo e liberar a versão” Riscos Importantes ● Dependências de subsistemas ● Incompatibilidade de interfaces ● Testes insuficientes Resultados ● Atrasos ● Correções a facão ● Caos e Estresse instalados 31
  • 32. Integração Contínua – E se... Mitigar riscos ● Automatização de processos repetitivos ● Gerar Software funcionando desde o início Por quê? ● Ampliar a confiança no produto ● Ampliar a visibilidade do projeto 32
  • 33. Integração Contínua Ciclo Virtuoso da IC - Pedido é encaminhado pelo usuário ' - Desenvolvido pelo time - Código é compilado em um servidor à parte - Todos os testes do sistema são executados - É feita a análise da qualidade do código - Relatórios de Feedback são gerados - Se tudo OK, software está pronto para o usuário 33
  • 34. Mudar não é necessário, A Sobrevivência é opcional Willian Deming 34