SlideShare uma empresa Scribd logo
Como cultivar uma
Cultura KaizenUtlizando Kanban para melhoria evolucionária do seu negócio
Rodrigo Yoshima
blog.aspercom.com.br
@rodrigoy
Povo Governo
Povo Governo
Voto
Pagar Impostos
Fazia o que
quisesse
Povo Governo
Manifestações
em todo Brasil
Responder as
demandas
Estado Atual Agile
Estado Atual Agile
Trabalho em Equipe
Auto-organizado
Cliente presente
Boa Engenharia
Melhoria Contínua
Resultados Rápidos
Estado Atual Agile
Trabalho em Equipe
Auto-organizado
Cliente presente
Boa Engenharia
Melhoria Contínua
Resultados Rápidos
Julgamento
Ativismo Anarco-Comunista
Evangelismo (Fanatismo)
Revolucionismo
Terapia
Estado Atual Agile
Trabalho em Equipe
Auto-organizado
Cliente presente
Boa Engenharia
Melhoria Contínua
Resultados Rápidos
Resultado: Dificuldade com Change Management
“A cultura tem que mudar para sermos ágeis”
Julgamento
Ativismo Anarco-Comunista
Evangelismo (Fanatismo)
Revolucionismo
Terapia
Se eu quero usar Scrum...
Scrum é:
- Ter Auto-organização
- Ter um ScrumMaster
- Ter um Product Owner
- Usar ciclo Timebox
- Cerimônias (Reuniões)
= Inspeção e Adaptação
Vamos cair na real...
Scrum é:
- Ter Auto-organização
- Ter um ScrumMaster
- Ter um Product Owner
- Usar ciclo Timebox
- Cerimônias (Reuniões)
= Inspeção e Adaptação
E se...
- Gestores resistem Auto-organização
- Times são silos
- Ciclo Timebox é indesejável
- Empresa não quer uma revolução
Qual a sua conclusão?
Vamos cair na real...
Scrum é:
- Ter Auto-organização
- Ter um ScrumMaster
- Ter um Product Owner
- Usar ciclo Timebox
- Cerimônias (Reuniões)
= Inspeção e Adaptação
E se...
- Gestores resistem Auto-organização
- Times são silos
- Ciclo Timebox é indesejável
- Empresa não quer uma revolução
Qual a sua conclusão?
a. A cultura da empresa não é ágil
Vamos cair na real...
Scrum é:
- Ter Auto-organização
- Ter um ScrumMaster
- Ter um Product Owner
- Usar ciclo Timebox
- Cerimônias (Reuniões)
= Inspeção e Adaptação
E se...
- Gestores resistem Auto-organização
- Times são silos
- Ciclo Timebox é indesejável
- Empresa não quer uma revolução
Qual a sua conclusão?
a. A cultura da empresa não é ágil
b. Scrum não sabe lidar com isso
Vamos cair na real...
Scrum é:
- Ter Auto-organização
- Ter um ScrumMaster
- Ter um Product Owner
- Usar ciclo Timebox
- Cerimônias (Reuniões)
= Inspeção e Adaptação
E se...
- Gestores resistem Auto-organização
- Times são silos
- Ciclo Timebox é indesejável
- Empresa não quer uma revolução
Qual a sua conclusão?
a. A cultura da empresa não é ágil
b. Scrum não sabe lidar com isso
c. (a) e (b) são verdadeiros
Vamos cair na real...
Scrum é:
- Ter Auto-organização
- Ter um ScrumMaster
- Ter um Product Owner
- Usar ciclo Timebox
- Cerimônias (Reuniões)
= Inspeção e Adaptação
E se...
- Gestores resistem Auto-organização
- Times são silos
- Ciclo Timebox é indesejável
- Empresa não quer uma revolução
Qual a sua conclusão?
a. A cultura da empresa não é ágil
b. Scrum não sabe lidar com isso
c. (a) e (b) são verdadeiros
Isso a Globo
não mostra!
Fonte: VersionOne 7th State of Agile Survey Report (2013)
BARREIRAS PARA AVANÇAR A
ADOÇÃO DE MÉTODOS ÁGEIS
Fonte: VersionOne 7th State of Agile Survey Report (2013)
BARREIRAS PARA AVANÇAR A
ADOÇÃO DE MÉTODOS ÁGEIS
Breve história do Desenvolvimento de Software
80 Cascata
90 Iterativo
00 RUP / Agile
Breve história do Desenvolvimento de Software
80 Cascata
90 Iterativo
00 RUP / Agile
Nos últimos 30 anos estamos iterando sobre melhores
formas de desenvolver Software.
Breve história do Desenvolvimento de Software
80 Cascata
90 Iterativo
00 RUP / Agile
Lean-Kanban: Iterar sobre como melhorar o “Sistema Empresa”
10 Lean / Kanban
2nd Generation Agile
Segunda Geração
de Métodos Ágeis
Systems Thinking Approach to Kanban
(resumo)
Sistema Empresa
Systems Thinking Approach to Kanban
(resumo)
Sistema Empresa
Systems Thinking Approach to Kanban
(resumo)
Systems Thinking Approach to Kanban
(resumo)
Sistema Empresa
Passo 1: Definir o objetivo do Kanban e as
insatisfações atuais
Sistema Empresa
Passo 2: Definir as fronteiras do Kanban
Passo 3: Mapear o Fluxo (Quadro)
Passo 4: Combinar cadências
Quando alimentar?
Passo 4: Combinar cadências
Quando alimentar? Quando entregar?
Passo 5: Definir a natureza da demanda (tipos)
Passo 6: Limitar WIP
46 4344
46 4344
Systems Thinking Approach to Kanban
(resumo)
Comece com
o que você já
faz hoje
46 4344
Systems Thinking Approach to Kanban
(resumo)
Este sistema
apresenta qualidades
e problemas .
46 4344
Systems Thinking Approach to Kanban
(resumo)
Este sistema é
passível de melhorias
(alavancagem)
Alisson Vale
Sexta-feira
15:30
46 4344
Systems Thinking Approach to Kanban
(resumo)
Mesmo com problemas
o sistema é estável e previsível
(estatisticamente)
46 4344
Systems Thinking Approach to Kanban
(resumo)
Mesmo com problemas
o sistema é estável e previsível
(estatisticamente)
Atende rapidamente:
- Ter um processo
- Ser previsível
46 4344
Systems Thinking Approach to Kanban
(resumo)
Nós chamamos isso de:
“Kanban System Design”
Kanban System Design SessionKanban System Design Session
Kanban Method princípios
comece com o que você já faz hoje
concorde em buscar uma abordagem evolucionária
para mudança
inicialmente respeite papéis, responsabilidades,
cargos e processos estabelecidos
Estado Atual
O que é Lean-Kanban?
Estado Atual
Pequena Mudança
Evolucionária
O que é Lean-Kanban?
Estado Atual
Pequena Mudança
Evolucionária
O que é Lean-Kanban?
Opa! Isso não melhorou o processo...
Rollback! Rollback!!!
O que é Lean-Kanban?
Estado Atual
O que é Lean-Kanban?
Estado Atual
O que é Lean-Kanban?
Pequena Mudança
Evolucionária
O que é Lean-Kanban?
Pequena Mudança
Evolucionária
O que é Lean-Kanban?
Pequena Mudança
Evolucionária
O que é Lean-Kanban?
O que é Lean-Kanban?
O que é Lean-Kanban?
O que é Lean-Kanban?
Pequena Mudança
Evolucionária
(Kaizen)
O que é Lean-Kanban?
Pequena Mudança
Evolucionária
(Kaizen)
O que é Lean-Kanban?
Estado de Melhoria
Contínua
(Cultura Kaizen)
O que é Lean-Kanban?
Estado de Melhoria
Contínua
(Cultura Kaizen)
Principais Características:
- Baby Steps: Forma ágil de lidar com mudanças
- Menos resistência
- Resultados mais rápidos
- Maior engajamento e confiança na transição
Estado de Melhoria
Contínua
(Cultura Kaizen)
Kanban é uma
Evolução guiada do
processo
Estado de Melhoria
Contínua
(Cultura Kaizen)
Não há mutação
aleatória no Kanban!
Por que asPor que as
retrospectivas ágeisretrospectivas ágeis
se tornam terapia emse tornam terapia em
grupo?grupo?
Kanban Method práticas
visualize
limite o trabalho em progresso
meça e gerencie o fluxo
torne as políticas do processo explícitas
implemente ciclos de feedback
melhore colaborativamente com modelos
e o método científico
Kanban Method práticas
visualize
limite o trabalho em progresso
meça e gerencie o fluxo
torne as políticas do processo explícitas
implemente ciclos de feedback
melhore colaborativamente com modelos
e o método científico
Método Científico em 1 slide...
ObservaçõesObservações HipótesesHipóteses ExperimentosExperimentos TeoriaTeoria
Exemplo: Meu sistema é cascata...
Exemplo: Meu sistema é cascata...
Lotes grandes não permitem
usar limites WIP.
Teoria contra o Cascata
TPS
Lotes menores
Lean Product
Development
Tamanho Lote / Cycle Time
Systems Theory
Feedback Loops
Information Theory
Custo de Aquisição de Informação
Ciência contra o Cascata
Nos últimos 10 projetos:
- 90% estouraram o prazo e o custo
- 60% dos usuários insatisfeitos
- desses 90% o estouro foi de 30%
Se a ciência contra o cascata
estiver certa esses números devem
mudar...
Experimento: Quebrando o lote grande...
Trabalhando com lotes menores...
FLUXO
Trabalhando com lotes menores...
Lote aqui pode ser qualquer coisa:
Features, Use Cases, Stories
(aquilo que a equipe estiver acostumada)
Trabalhando com lotes menores...
Depois de algum tempo...Depois de algum tempo...
Trabalhando com lotes menores: resultado
Com lotes menores, nos últimos 5 projetos:
- 20% estouraram o prazo e o custo
- 25% dos usuários insatisfeitos
- desses 20% o estouro foi de 15%
Comprovadamente foi uma melhoria!
KAIZEN!!!
Trabalhando com lotes menores: resultado
Com lotes menores, nos últimos 5 projetos:
- 20% estouraram o prazo e o custo
- 25% dos usuários insatisfeitos
- desses 20% o estouro foi de 15%
Comprovadamente foi uma melhoria!
KAIZEN!!!
Isso foi uma “implantação” Agile?
Trabalhando com lotes menores: resultado
Com lotes menores, nos últimos 5 projetos:
- 20% estouraram o prazo e o custo
- 25% dos usuários insatisfeitos
- desses 20% o estouro foi de 15%
Comprovadamente foi uma melhoria!
KAIZEN!!!
Teve benefício
econômico e
social?
Trabalhando com lotes menores: resultado
Com lotes menores, nos últimos 5 projetos:
- 20% estouraram o prazo e o custo
- 25% dos usuários insatisfeitos
- desses 20% o estouro foi de 15%
Comprovadamente foi uma melhoria!
KAIZEN!!!
Mudanças
pequenas têm mais
ou menos resistência
das pessoas?
Improvement KataImprovement Kata
Mike RotherMike Rother
Outros Kaizens...
Que outros experimentos
essa empresa poderia tentar
para melhorar o sistema?
Que outros experimentos
essa empresa poderia tentar
para melhorar o sistema?
46 4344
Limitar WIP
Baseado na Lei de Little, Vazão e Lead Time
tendem a se estabilizar. Maior previsibilidade.
Menos filas e maior produtividade.
Outros Kaizens...
46 4344
Aumentar a colaboração
Baseado em Systems Theory, o sistema é tão forte
quanto seus relacionamentos. Times multi-disciplinares
respondem mais rápido. (vide o caso do Governo)
Outros Kaizens...
46 4344
Outros Kaizens...
Analisar a qualidade
Se seu time corrige muitos bugs, use a
análise de causa raiz (Lean). Isso pode
requerer uma alavancagem em boas
práticas de programação.
46 4344
Teoria das Restrições
Os 5 passos da TOC permitem sistematicamente
combater os gargalos do seu processo, continuamente
melhorando a vazão do sistema.
Outros Kaizens...
46 4344
Requisitos
como experimentos
Se muitos requisitos nunca são
usados, você pode usar técnicas
como Lean Startup e Customer
Development.
Outros Kaizens...
46 4344
Entender sobre
variabilidade
System of Profound Knowledge nos ensina
sobre o que é variabilidade comum ou especial
em sistemas, usando estatística.
Outros Kaizens...
46 4344Crie o seu!
Com Kanban, você está livre para criar
seu próprio modelo para colaborativamente,
usando método científico, melhorar seu sistema
de trabalho...
Outros Kaizens...
Capacidade
Revolução
“Kaikaku”
Tempo
Evolução
“Kaizen”
Status Quo
Novo Status Quo
Por que Kanban?Por que Kanban?
Dicas
para criar
engajamento
Dica 1: Visualização
Dica 1:
Visualização
Dica 2: Use métricas gráficas
Cumulative Flow
Dica 2: Use métricas gráficas
Throughput Control Chart (Vazão)
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 Semana
Itens
9
8
7
6
5
4
3
2
1
Dica 2: Use métricas gráficas
Lead Time Control Chart
Dias
9
8
7
6
5
4
3
2
1
Dica 2: Use métricas gráficas
Lead Time Control Chart
Dias
9
8
7
6
5
4
3
2
1
Os gráficos que usamos em Kanban
são de controle (tempo no eixo X) para
podermos avaliar o efeito dos Kaizens
nas métricas com o tempo...
Dica 3: Visualize Tudo!
Dica 3: Visualize Tudo!
Dica 4: Kata - Reunião Diária
Dica 5: Kata - Operations Review
46 4344
Expandindo o Kanban...
Mais melhorias no
sistema traz Capital
Social para expandir
a iniciativa...
46 434443
46 434443 45
Filosofia de Melhoria contínua pode se
expandir para toda a empresa!
E o Agile?
Estado de Melhoria
Contínua
(Cultura Kaizen)
Se a teoria Agile estiver
certa, agilidade é uma
consequência da
melhoria contínua do
seu processo, e não
uma meta a ser
atingida.
Obrigado!
São Paulo, Recife, Rio e Brasília
Preços especiais para participantes do Agile BrazilPreços especiais para participantes do Agile Brazil
Mais informações: www.aspercom.com.br
Dias 18 e 19 de Julho em Brasília

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Show Me Your Board (#SuperTrends2016)
Show Me Your Board (#SuperTrends2016)Show Me Your Board (#SuperTrends2016)
Show Me Your Board (#SuperTrends2016)
Rodrigo Yoshima
 
Kanban - Migrando do Scrum para o Kanban
Kanban - Migrando do Scrum para o KanbanKanban - Migrando do Scrum para o Kanban
Kanban - Migrando do Scrum para o Kanban
Victor Hugo Bilouro
 
Lean, Kanban e Kaizen para sua área de Tecnologia
Lean, Kanban e Kaizen para sua área de TecnologiaLean, Kanban e Kaizen para sua área de Tecnologia
Lean, Kanban e Kaizen para sua área de Tecnologia
Rodrigo Yoshima
 
LKBR 2018 - WORKSHOP - CFC e LULA - Lean Kanban Brazil
LKBR 2018  - WORKSHOP - CFC e LULA - Lean Kanban BrazilLKBR 2018  - WORKSHOP - CFC e LULA - Lean Kanban Brazil
LKBR 2018 - WORKSHOP - CFC e LULA - Lean Kanban Brazil
Luiz Rodrigues
 
Trabalho final kaizen~ (1)
Trabalho final kaizen~ (1)Trabalho final kaizen~ (1)
Trabalho final kaizen~ (1)
Moises Ribeiro
 
Kaizen
KaizenKaizen
Lean manufacturing 4-implementação
Lean manufacturing   4-implementaçãoLean manufacturing   4-implementação
Lean manufacturing 4-implementação
jparsilva
 
Ágil para quem quiser
Ágil para quem quiserÁgil para quem quiser
Ágil para quem quiser
Augusto Rückert
 
O que é Kanban e porque se importar com ele
O que é Kanban e porque se importar com eleO que é Kanban e porque se importar com ele
O que é Kanban e porque se importar com ele
Rodrigo Yoshima
 
Kanban: O Método preferido para Desenvolvedores de Alta Performance
Kanban: O Método preferido para Desenvolvedores de Alta PerformanceKanban: O Método preferido para Desenvolvedores de Alta Performance
Kanban: O Método preferido para Desenvolvedores de Alta Performance
Rodrigo Yoshima
 
Cultura Lean Agile Weekend
Cultura Lean Agile WeekendCultura Lean Agile Weekend
Cultura Lean Agile Weekend
Luiz C. Parzianello
 
Implantando Scrum, experiências de um Agile Coach
Implantando Scrum, experiências de um Agile CoachImplantando Scrum, experiências de um Agile Coach
Implantando Scrum, experiências de um Agile Coach
Rodrigo Yoshima
 
Mini-curso Scrum e Kanban WES 2015
Mini-curso Scrum e Kanban WES 2015Mini-curso Scrum e Kanban WES 2015
Mini-curso Scrum e Kanban WES 2015
Stéfano H. dos Santos
 
Manufatura Enxuta (Lean) - Slides - Profª Silene Seibel
Manufatura Enxuta (Lean) - Slides - Profª Silene SeibelManufatura Enxuta (Lean) - Slides - Profª Silene Seibel
Manufatura Enxuta (Lean) - Slides - Profª Silene Seibel
Sustentare Escola de Negócios
 
Sua equipe está preparada para atender um cliente ágil?
Sua equipe está preparada para atender um cliente ágil?Sua equipe está preparada para atender um cliente ágil?
Sua equipe está preparada para atender um cliente ágil?
Luiz C. Parzianello
 
Lean software
Lean software Lean software
Lean software
Sergio Crespo
 
Scrum - Framework, Competências e Valores (versão community)
Scrum -  Framework, Competências e Valores (versão community)Scrum -  Framework, Competências e Valores (versão community)
Scrum - Framework, Competências e Valores (versão community)
Manoel Pimentel Medeiros
 
Além do Agile Coaching
Além do Agile CoachingAlém do Agile Coaching
Além do Agile Coaching
Rodrigo Yoshima
 
Lean manufacturing 3-técnicas e ferramentas
Lean manufacturing   3-técnicas e  ferramentasLean manufacturing   3-técnicas e  ferramentas
Lean manufacturing 3-técnicas e ferramentas
jparsilva
 
Gestao agil de projetos com Scrum
Gestao agil de projetos com ScrumGestao agil de projetos com Scrum
Gestao agil de projetos com Scrum
Igor Macaubas
 

Mais procurados (20)

Show Me Your Board (#SuperTrends2016)
Show Me Your Board (#SuperTrends2016)Show Me Your Board (#SuperTrends2016)
Show Me Your Board (#SuperTrends2016)
 
Kanban - Migrando do Scrum para o Kanban
Kanban - Migrando do Scrum para o KanbanKanban - Migrando do Scrum para o Kanban
Kanban - Migrando do Scrum para o Kanban
 
Lean, Kanban e Kaizen para sua área de Tecnologia
Lean, Kanban e Kaizen para sua área de TecnologiaLean, Kanban e Kaizen para sua área de Tecnologia
Lean, Kanban e Kaizen para sua área de Tecnologia
 
LKBR 2018 - WORKSHOP - CFC e LULA - Lean Kanban Brazil
LKBR 2018  - WORKSHOP - CFC e LULA - Lean Kanban BrazilLKBR 2018  - WORKSHOP - CFC e LULA - Lean Kanban Brazil
LKBR 2018 - WORKSHOP - CFC e LULA - Lean Kanban Brazil
 
Trabalho final kaizen~ (1)
Trabalho final kaizen~ (1)Trabalho final kaizen~ (1)
Trabalho final kaizen~ (1)
 
Kaizen
KaizenKaizen
Kaizen
 
Lean manufacturing 4-implementação
Lean manufacturing   4-implementaçãoLean manufacturing   4-implementação
Lean manufacturing 4-implementação
 
Ágil para quem quiser
Ágil para quem quiserÁgil para quem quiser
Ágil para quem quiser
 
O que é Kanban e porque se importar com ele
O que é Kanban e porque se importar com eleO que é Kanban e porque se importar com ele
O que é Kanban e porque se importar com ele
 
Kanban: O Método preferido para Desenvolvedores de Alta Performance
Kanban: O Método preferido para Desenvolvedores de Alta PerformanceKanban: O Método preferido para Desenvolvedores de Alta Performance
Kanban: O Método preferido para Desenvolvedores de Alta Performance
 
Cultura Lean Agile Weekend
Cultura Lean Agile WeekendCultura Lean Agile Weekend
Cultura Lean Agile Weekend
 
Implantando Scrum, experiências de um Agile Coach
Implantando Scrum, experiências de um Agile CoachImplantando Scrum, experiências de um Agile Coach
Implantando Scrum, experiências de um Agile Coach
 
Mini-curso Scrum e Kanban WES 2015
Mini-curso Scrum e Kanban WES 2015Mini-curso Scrum e Kanban WES 2015
Mini-curso Scrum e Kanban WES 2015
 
Manufatura Enxuta (Lean) - Slides - Profª Silene Seibel
Manufatura Enxuta (Lean) - Slides - Profª Silene SeibelManufatura Enxuta (Lean) - Slides - Profª Silene Seibel
Manufatura Enxuta (Lean) - Slides - Profª Silene Seibel
 
Sua equipe está preparada para atender um cliente ágil?
Sua equipe está preparada para atender um cliente ágil?Sua equipe está preparada para atender um cliente ágil?
Sua equipe está preparada para atender um cliente ágil?
 
Lean software
Lean software Lean software
Lean software
 
Scrum - Framework, Competências e Valores (versão community)
Scrum -  Framework, Competências e Valores (versão community)Scrum -  Framework, Competências e Valores (versão community)
Scrum - Framework, Competências e Valores (versão community)
 
Além do Agile Coaching
Além do Agile CoachingAlém do Agile Coaching
Além do Agile Coaching
 
Lean manufacturing 3-técnicas e ferramentas
Lean manufacturing   3-técnicas e  ferramentasLean manufacturing   3-técnicas e  ferramentas
Lean manufacturing 3-técnicas e ferramentas
 
Gestao agil de projetos com Scrum
Gestao agil de projetos com ScrumGestao agil de projetos com Scrum
Gestao agil de projetos com Scrum
 

Destaque

Modelo kaizen
Modelo kaizenModelo kaizen
Modelo kaizen
Maurício Dorneles
 
Kaizen
KaizenKaizen
Kaizen
KaizenKaizen
7 passos para um bom kaizen
7 passos para um bom kaizen7 passos para um bom kaizen
7 passos para um bom kaizen
Jose Donizetti Moraes
 
Kaizen
KaizenKaizen
Kaizen
KaizenKaizen
Lean Manufacturing 3
Lean Manufacturing 3Lean Manufacturing 3
Lean Manufacturing 3
daniellopesfranco
 
Apresentacao+do+autor+e++livro+kaizen+nov+2013
Apresentacao+do+autor+e++livro+kaizen+nov+2013Apresentacao+do+autor+e++livro+kaizen+nov+2013
Apresentacao+do+autor+e++livro+kaizen+nov+2013
Waldomiro Mangueira Figueiredo Junior
 
Fluxo Puxado - KANBAN v5
Fluxo Puxado - KANBAN v5Fluxo Puxado - KANBAN v5
Fluxo Puxado - KANBAN v5
Valor Agregado Consulting
 
Gen Y
Gen YGen Y
Gen Y
ResultsOn
 
Best Kaizen Projects at Embraer
Best Kaizen Projects at EmbraerBest Kaizen Projects at Embraer
Best Kaizen Projects at Embraer
Alexandre Yuji Takamura
 
Card Kaizen 10 Atitudes para a Melhoria Continua v3
Card Kaizen 10 Atitudes para a Melhoria Continua v3Card Kaizen 10 Atitudes para a Melhoria Continua v3
Card Kaizen 10 Atitudes para a Melhoria Continua v3
Valor Agregado Consulting
 
Geny 090925150510 Phpapp02
Geny 090925150510 Phpapp02Geny 090925150510 Phpapp02
Geny 090925150510 Phpapp02
Renato Andrade
 
Custeio do Ciclo de Vida do Produto
Custeio do Ciclo de Vida do ProdutoCusteio do Ciclo de Vida do Produto
Custeio do Ciclo de Vida do Produto
Ademir Beccegatto Jr.
 
Kanban em 15 minutos
Kanban em 15 minutosKanban em 15 minutos
Kanban em 15 minutos
João Paulo Novais
 
Comakership
ComakershipComakership
Comakership
Management All
 
Mundo Lego
Mundo LegoMundo Lego
Mundo Lego
Marcel Ghiraldini
 
What happened to Google Reader?
What happened to Google Reader?What happened to Google Reader?
What happened to Google Reader?
André Faria Gomes
 
EMcontro SPEM: Nutrição na Esclerose Múltipla - 3 outubro 2015 - Paula Pereira
EMcontro SPEM: Nutrição na Esclerose Múltipla - 3 outubro 2015 - Paula PereiraEMcontro SPEM: Nutrição na Esclerose Múltipla - 3 outubro 2015 - Paula Pereira
EMcontro SPEM: Nutrição na Esclerose Múltipla - 3 outubro 2015 - Paula Pereira
SPEM - Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla
 
Ação de rastreio em deglutição - Esclerose Múltipla (25 Novembro a 16 Dezembr...
Ação de rastreio em deglutição - Esclerose Múltipla (25 Novembro a 16 Dezembr...Ação de rastreio em deglutição - Esclerose Múltipla (25 Novembro a 16 Dezembr...
Ação de rastreio em deglutição - Esclerose Múltipla (25 Novembro a 16 Dezembr...
SPEM - Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla
 

Destaque (20)

Modelo kaizen
Modelo kaizenModelo kaizen
Modelo kaizen
 
Kaizen
KaizenKaizen
Kaizen
 
Kaizen
KaizenKaizen
Kaizen
 
7 passos para um bom kaizen
7 passos para um bom kaizen7 passos para um bom kaizen
7 passos para um bom kaizen
 
Kaizen
KaizenKaizen
Kaizen
 
Kaizen
KaizenKaizen
Kaizen
 
Lean Manufacturing 3
Lean Manufacturing 3Lean Manufacturing 3
Lean Manufacturing 3
 
Apresentacao+do+autor+e++livro+kaizen+nov+2013
Apresentacao+do+autor+e++livro+kaizen+nov+2013Apresentacao+do+autor+e++livro+kaizen+nov+2013
Apresentacao+do+autor+e++livro+kaizen+nov+2013
 
Fluxo Puxado - KANBAN v5
Fluxo Puxado - KANBAN v5Fluxo Puxado - KANBAN v5
Fluxo Puxado - KANBAN v5
 
Gen Y
Gen YGen Y
Gen Y
 
Best Kaizen Projects at Embraer
Best Kaizen Projects at EmbraerBest Kaizen Projects at Embraer
Best Kaizen Projects at Embraer
 
Card Kaizen 10 Atitudes para a Melhoria Continua v3
Card Kaizen 10 Atitudes para a Melhoria Continua v3Card Kaizen 10 Atitudes para a Melhoria Continua v3
Card Kaizen 10 Atitudes para a Melhoria Continua v3
 
Geny 090925150510 Phpapp02
Geny 090925150510 Phpapp02Geny 090925150510 Phpapp02
Geny 090925150510 Phpapp02
 
Custeio do Ciclo de Vida do Produto
Custeio do Ciclo de Vida do ProdutoCusteio do Ciclo de Vida do Produto
Custeio do Ciclo de Vida do Produto
 
Kanban em 15 minutos
Kanban em 15 minutosKanban em 15 minutos
Kanban em 15 minutos
 
Comakership
ComakershipComakership
Comakership
 
Mundo Lego
Mundo LegoMundo Lego
Mundo Lego
 
What happened to Google Reader?
What happened to Google Reader?What happened to Google Reader?
What happened to Google Reader?
 
EMcontro SPEM: Nutrição na Esclerose Múltipla - 3 outubro 2015 - Paula Pereira
EMcontro SPEM: Nutrição na Esclerose Múltipla - 3 outubro 2015 - Paula PereiraEMcontro SPEM: Nutrição na Esclerose Múltipla - 3 outubro 2015 - Paula Pereira
EMcontro SPEM: Nutrição na Esclerose Múltipla - 3 outubro 2015 - Paula Pereira
 
Ação de rastreio em deglutição - Esclerose Múltipla (25 Novembro a 16 Dezembr...
Ação de rastreio em deglutição - Esclerose Múltipla (25 Novembro a 16 Dezembr...Ação de rastreio em deglutição - Esclerose Múltipla (25 Novembro a 16 Dezembr...
Ação de rastreio em deglutição - Esclerose Múltipla (25 Novembro a 16 Dezembr...
 

Semelhante a Como cultivar uma cultura Kaizen?

Kanban, o Método - Melhorando seu fluxo de trabalho de forma realmente eficiente
Kanban, o Método - Melhorando seu fluxo de trabalho de forma realmente eficienteKanban, o Método - Melhorando seu fluxo de trabalho de forma realmente eficiente
Kanban, o Método - Melhorando seu fluxo de trabalho de forma realmente eficiente
thiagodacosta
 
STATIK | System Thinking Approach to Implementing Kanban / Abordagem do Pens...
STATIK | System Thinking Approach to  Implementing Kanban / Abordagem do Pens...STATIK | System Thinking Approach to  Implementing Kanban / Abordagem do Pens...
STATIK | System Thinking Approach to Implementing Kanban / Abordagem do Pens...
Mayra de Souza
 
Lean - Gestão e Princípios
Lean - Gestão e PrincípiosLean - Gestão e Princípios
Lean - Gestão e Princípios
Lourenco P Soares
 
Como migramos do scrum para o lean com células de Produtos - Agile Brazil 2016
Como migramos do scrum para o lean com células de Produtos - Agile Brazil 2016Como migramos do scrum para o lean com células de Produtos - Agile Brazil 2016
Como migramos do scrum para o lean com células de Produtos - Agile Brazil 2016
Daniel Carrara
 
03 dicas valiosas para a implantação de métodos ágeis na sua organização
03 dicas valiosas para a implantação de métodos ágeis na sua organização03 dicas valiosas para a implantação de métodos ágeis na sua organização
03 dicas valiosas para a implantação de métodos ágeis na sua organização
Vitor Massari
 
Método Kanban - Como começar e entrar no modo maratona [Ago/2019]
Método Kanban - Como começar e entrar no modo maratona [Ago/2019]Método Kanban - Como começar e entrar no modo maratona [Ago/2019]
Método Kanban - Como começar e entrar no modo maratona [Ago/2019]
Cleiton Luis Mafra
 
Kanban - Agilidade Fora da TI - Case Riachuelo
Kanban - Agilidade Fora da TI - Case RiachueloKanban - Agilidade Fora da TI - Case Riachuelo
Kanban - Agilidade Fora da TI - Case Riachuelo
Fábio Micheletti
 
Introdução a Gestão Ágil de Projeto
Introdução a Gestão Ágil de ProjetoIntrodução a Gestão Ágil de Projeto
Introdução a Gestão Ágil de Projeto
Manoel Pimentel Medeiros
 
Mapeamento de Processos
Mapeamento de ProcessosMapeamento de Processos
TREINAMENTO PROCESSOS DO SENAC QUALIDADE
TREINAMENTO PROCESSOS DO SENAC QUALIDADETREINAMENTO PROCESSOS DO SENAC QUALIDADE
TREINAMENTO PROCESSOS DO SENAC QUALIDADE
Fabio Campos
 
Metodologia ágil e frameworks para aplicação
Metodologia ágil e frameworks para aplicaçãoMetodologia ágil e frameworks para aplicação
Metodologia ágil e frameworks para aplicação
Stefanie Martins
 
Do diagnostico ao aumento de produtividade - O case Vagas.com
Do diagnostico ao aumento de produtividade - O case Vagas.comDo diagnostico ao aumento de produtividade - O case Vagas.com
Do diagnostico ao aumento de produtividade - O case Vagas.com
Thulio Ultramari
 
Kanban em 10 passos.pdf
Kanban em 10 passos.pdfKanban em 10 passos.pdf
Kanban em 10 passos.pdf
MAPTreinamentoseDese
 
Kanban em 10 Passos
Kanban em 10 PassosKanban em 10 Passos
Kanban em 10 Passos
Bruno Feitosa
 
07 administração (controle de produção parte 2)
07   administração (controle de produção parte 2)07   administração (controle de produção parte 2)
07 administração (controle de produção parte 2)
Elizeu Ferro
 
Sistema Kanban - Priorizando atividades através das classes de serviço
Sistema Kanban - Priorizando atividades através das classes de serviçoSistema Kanban - Priorizando atividades através das classes de serviço
Sistema Kanban - Priorizando atividades através das classes de serviço
Jefferson Affonso - PMP®, ITIL®, MCTS®, MBA
 
Aprensentação SCRUM _ KANBAN.pptx (1).pdf
Aprensentação SCRUM _ KANBAN.pptx (1).pdfAprensentação SCRUM _ KANBAN.pptx (1).pdf
Aprensentação SCRUM _ KANBAN.pptx (1).pdf
matheusreismota
 
Buscando Agilidade sem Rótulos
Buscando Agilidade sem RótulosBuscando Agilidade sem Rótulos
Buscando Agilidade sem Rótulos
Paulo Igor Alves Godinho
 
Sistema kanban - Michelle M Teodoro (LKBR2019)
Sistema kanban - Michelle M Teodoro (LKBR2019)Sistema kanban - Michelle M Teodoro (LKBR2019)
Sistema kanban - Michelle M Teodoro (LKBR2019)
Michelle Moraes Teodoro
 
Método Kanban - Introdução ao sistema ágil adaptativo
Método Kanban - Introdução ao sistema ágil adaptativoMétodo Kanban - Introdução ao sistema ágil adaptativo
Método Kanban - Introdução ao sistema ágil adaptativo
Jefferson Affonso - PMP®, ITIL®, MCTS®, MBA
 

Semelhante a Como cultivar uma cultura Kaizen? (20)

Kanban, o Método - Melhorando seu fluxo de trabalho de forma realmente eficiente
Kanban, o Método - Melhorando seu fluxo de trabalho de forma realmente eficienteKanban, o Método - Melhorando seu fluxo de trabalho de forma realmente eficiente
Kanban, o Método - Melhorando seu fluxo de trabalho de forma realmente eficiente
 
STATIK | System Thinking Approach to Implementing Kanban / Abordagem do Pens...
STATIK | System Thinking Approach to  Implementing Kanban / Abordagem do Pens...STATIK | System Thinking Approach to  Implementing Kanban / Abordagem do Pens...
STATIK | System Thinking Approach to Implementing Kanban / Abordagem do Pens...
 
Lean - Gestão e Princípios
Lean - Gestão e PrincípiosLean - Gestão e Princípios
Lean - Gestão e Princípios
 
Como migramos do scrum para o lean com células de Produtos - Agile Brazil 2016
Como migramos do scrum para o lean com células de Produtos - Agile Brazil 2016Como migramos do scrum para o lean com células de Produtos - Agile Brazil 2016
Como migramos do scrum para o lean com células de Produtos - Agile Brazil 2016
 
03 dicas valiosas para a implantação de métodos ágeis na sua organização
03 dicas valiosas para a implantação de métodos ágeis na sua organização03 dicas valiosas para a implantação de métodos ágeis na sua organização
03 dicas valiosas para a implantação de métodos ágeis na sua organização
 
Método Kanban - Como começar e entrar no modo maratona [Ago/2019]
Método Kanban - Como começar e entrar no modo maratona [Ago/2019]Método Kanban - Como começar e entrar no modo maratona [Ago/2019]
Método Kanban - Como começar e entrar no modo maratona [Ago/2019]
 
Kanban - Agilidade Fora da TI - Case Riachuelo
Kanban - Agilidade Fora da TI - Case RiachueloKanban - Agilidade Fora da TI - Case Riachuelo
Kanban - Agilidade Fora da TI - Case Riachuelo
 
Introdução a Gestão Ágil de Projeto
Introdução a Gestão Ágil de ProjetoIntrodução a Gestão Ágil de Projeto
Introdução a Gestão Ágil de Projeto
 
Mapeamento de Processos
Mapeamento de ProcessosMapeamento de Processos
Mapeamento de Processos
 
TREINAMENTO PROCESSOS DO SENAC QUALIDADE
TREINAMENTO PROCESSOS DO SENAC QUALIDADETREINAMENTO PROCESSOS DO SENAC QUALIDADE
TREINAMENTO PROCESSOS DO SENAC QUALIDADE
 
Metodologia ágil e frameworks para aplicação
Metodologia ágil e frameworks para aplicaçãoMetodologia ágil e frameworks para aplicação
Metodologia ágil e frameworks para aplicação
 
Do diagnostico ao aumento de produtividade - O case Vagas.com
Do diagnostico ao aumento de produtividade - O case Vagas.comDo diagnostico ao aumento de produtividade - O case Vagas.com
Do diagnostico ao aumento de produtividade - O case Vagas.com
 
Kanban em 10 passos.pdf
Kanban em 10 passos.pdfKanban em 10 passos.pdf
Kanban em 10 passos.pdf
 
Kanban em 10 Passos
Kanban em 10 PassosKanban em 10 Passos
Kanban em 10 Passos
 
07 administração (controle de produção parte 2)
07   administração (controle de produção parte 2)07   administração (controle de produção parte 2)
07 administração (controle de produção parte 2)
 
Sistema Kanban - Priorizando atividades através das classes de serviço
Sistema Kanban - Priorizando atividades através das classes de serviçoSistema Kanban - Priorizando atividades através das classes de serviço
Sistema Kanban - Priorizando atividades através das classes de serviço
 
Aprensentação SCRUM _ KANBAN.pptx (1).pdf
Aprensentação SCRUM _ KANBAN.pptx (1).pdfAprensentação SCRUM _ KANBAN.pptx (1).pdf
Aprensentação SCRUM _ KANBAN.pptx (1).pdf
 
Buscando Agilidade sem Rótulos
Buscando Agilidade sem RótulosBuscando Agilidade sem Rótulos
Buscando Agilidade sem Rótulos
 
Sistema kanban - Michelle M Teodoro (LKBR2019)
Sistema kanban - Michelle M Teodoro (LKBR2019)Sistema kanban - Michelle M Teodoro (LKBR2019)
Sistema kanban - Michelle M Teodoro (LKBR2019)
 
Método Kanban - Introdução ao sistema ágil adaptativo
Método Kanban - Introdução ao sistema ágil adaptativoMétodo Kanban - Introdução ao sistema ágil adaptativo
Método Kanban - Introdução ao sistema ágil adaptativo
 

Mais de Rodrigo Yoshima

Como o KMM pode ajudar o Agile Coach?
Como o KMM pode ajudar o Agile Coach?Como o KMM pode ajudar o Agile Coach?
Como o KMM pode ajudar o Agile Coach?
Rodrigo Yoshima
 
Introduzindo o Kanban Maturity Model
Introduzindo o Kanban Maturity ModelIntroduzindo o Kanban Maturity Model
Introduzindo o Kanban Maturity Model
Rodrigo Yoshima
 
Entendendo o Kanban Maturity Model
Entendendo o Kanban Maturity ModelEntendendo o Kanban Maturity Model
Entendendo o Kanban Maturity Model
Rodrigo Yoshima
 
Workshop STATIK - Caipira Ágil 2017
Workshop STATIK - Caipira Ágil 2017Workshop STATIK - Caipira Ágil 2017
Workshop STATIK - Caipira Ágil 2017
Rodrigo Yoshima
 
Leading The Antifragile Tribe
Leading The Antifragile TribeLeading The Antifragile Tribe
Leading The Antifragile Tribe
Rodrigo Yoshima
 
Kanban e a análise de negócios
Kanban e a análise de negóciosKanban e a análise de negócios
Kanban e a análise de negócios
Rodrigo Yoshima
 
Cost of delay - Comunicando o impacto do tempo no valor
Cost of delay - Comunicando o impacto do tempo no valorCost of delay - Comunicando o impacto do tempo no valor
Cost of delay - Comunicando o impacto do tempo no valor
Rodrigo Yoshima
 
Porque estimar e porque deixar de estimar
Porque estimar e porque deixar de estimarPorque estimar e porque deixar de estimar
Porque estimar e porque deixar de estimar
Rodrigo Yoshima
 
Management and Change - avoiding the rocks
Management and Change - avoiding the rocksManagement and Change - avoiding the rocks
Management and Change - avoiding the rocks
Rodrigo Yoshima
 
Liderança e Kanban
Liderança e KanbanLiderança e Kanban
Liderança e Kanban
Rodrigo Yoshima
 
Fighting the cost monster
Fighting the cost monsterFighting the cost monster
Fighting the cost monster
Rodrigo Yoshima
 
O programador lean
O programador leanO programador lean
O programador lean
Rodrigo Yoshima
 
Kanban Avançado - Além de Visualizações e Limites
Kanban Avançado - Além de Visualizações e LimitesKanban Avançado - Além de Visualizações e Limites
Kanban Avançado - Além de Visualizações e Limites
Rodrigo Yoshima
 
Apresentação e guerra dos métodos 2.0
Apresentação e guerra dos métodos 2.0Apresentação e guerra dos métodos 2.0
Apresentação e guerra dos métodos 2.0
Rodrigo Yoshima
 
Auto OrganizaçãO E Gestão Por Metas Flexíveis
Auto OrganizaçãO E Gestão Por Metas FlexíveisAuto OrganizaçãO E Gestão Por Metas Flexíveis
Auto OrganizaçãO E Gestão Por Metas Flexíveis
Rodrigo Yoshima
 
Scrum para Desenvolvimento Interno e Produtos de Software
Scrum para Desenvolvimento Interno e Produtos de SoftwareScrum para Desenvolvimento Interno e Produtos de Software
Scrum para Desenvolvimento Interno e Produtos de Software
Rodrigo Yoshima
 

Mais de Rodrigo Yoshima (16)

Como o KMM pode ajudar o Agile Coach?
Como o KMM pode ajudar o Agile Coach?Como o KMM pode ajudar o Agile Coach?
Como o KMM pode ajudar o Agile Coach?
 
Introduzindo o Kanban Maturity Model
Introduzindo o Kanban Maturity ModelIntroduzindo o Kanban Maturity Model
Introduzindo o Kanban Maturity Model
 
Entendendo o Kanban Maturity Model
Entendendo o Kanban Maturity ModelEntendendo o Kanban Maturity Model
Entendendo o Kanban Maturity Model
 
Workshop STATIK - Caipira Ágil 2017
Workshop STATIK - Caipira Ágil 2017Workshop STATIK - Caipira Ágil 2017
Workshop STATIK - Caipira Ágil 2017
 
Leading The Antifragile Tribe
Leading The Antifragile TribeLeading The Antifragile Tribe
Leading The Antifragile Tribe
 
Kanban e a análise de negócios
Kanban e a análise de negóciosKanban e a análise de negócios
Kanban e a análise de negócios
 
Cost of delay - Comunicando o impacto do tempo no valor
Cost of delay - Comunicando o impacto do tempo no valorCost of delay - Comunicando o impacto do tempo no valor
Cost of delay - Comunicando o impacto do tempo no valor
 
Porque estimar e porque deixar de estimar
Porque estimar e porque deixar de estimarPorque estimar e porque deixar de estimar
Porque estimar e porque deixar de estimar
 
Management and Change - avoiding the rocks
Management and Change - avoiding the rocksManagement and Change - avoiding the rocks
Management and Change - avoiding the rocks
 
Liderança e Kanban
Liderança e KanbanLiderança e Kanban
Liderança e Kanban
 
Fighting the cost monster
Fighting the cost monsterFighting the cost monster
Fighting the cost monster
 
O programador lean
O programador leanO programador lean
O programador lean
 
Kanban Avançado - Além de Visualizações e Limites
Kanban Avançado - Além de Visualizações e LimitesKanban Avançado - Além de Visualizações e Limites
Kanban Avançado - Além de Visualizações e Limites
 
Apresentação e guerra dos métodos 2.0
Apresentação e guerra dos métodos 2.0Apresentação e guerra dos métodos 2.0
Apresentação e guerra dos métodos 2.0
 
Auto OrganizaçãO E Gestão Por Metas Flexíveis
Auto OrganizaçãO E Gestão Por Metas FlexíveisAuto OrganizaçãO E Gestão Por Metas Flexíveis
Auto OrganizaçãO E Gestão Por Metas Flexíveis
 
Scrum para Desenvolvimento Interno e Produtos de Software
Scrum para Desenvolvimento Interno e Produtos de SoftwareScrum para Desenvolvimento Interno e Produtos de Software
Scrum para Desenvolvimento Interno e Produtos de Software
 

Como cultivar uma cultura Kaizen?

  • 1. Como cultivar uma Cultura KaizenUtlizando Kanban para melhoria evolucionária do seu negócio Rodrigo Yoshima blog.aspercom.com.br @rodrigoy
  • 2.
  • 5.
  • 6. Povo Governo Manifestações em todo Brasil Responder as demandas
  • 8. Estado Atual Agile Trabalho em Equipe Auto-organizado Cliente presente Boa Engenharia Melhoria Contínua Resultados Rápidos
  • 9. Estado Atual Agile Trabalho em Equipe Auto-organizado Cliente presente Boa Engenharia Melhoria Contínua Resultados Rápidos Julgamento Ativismo Anarco-Comunista Evangelismo (Fanatismo) Revolucionismo Terapia
  • 10. Estado Atual Agile Trabalho em Equipe Auto-organizado Cliente presente Boa Engenharia Melhoria Contínua Resultados Rápidos Resultado: Dificuldade com Change Management “A cultura tem que mudar para sermos ágeis” Julgamento Ativismo Anarco-Comunista Evangelismo (Fanatismo) Revolucionismo Terapia
  • 11. Se eu quero usar Scrum... Scrum é: - Ter Auto-organização - Ter um ScrumMaster - Ter um Product Owner - Usar ciclo Timebox - Cerimônias (Reuniões) = Inspeção e Adaptação
  • 12. Vamos cair na real... Scrum é: - Ter Auto-organização - Ter um ScrumMaster - Ter um Product Owner - Usar ciclo Timebox - Cerimônias (Reuniões) = Inspeção e Adaptação E se... - Gestores resistem Auto-organização - Times são silos - Ciclo Timebox é indesejável - Empresa não quer uma revolução Qual a sua conclusão?
  • 13. Vamos cair na real... Scrum é: - Ter Auto-organização - Ter um ScrumMaster - Ter um Product Owner - Usar ciclo Timebox - Cerimônias (Reuniões) = Inspeção e Adaptação E se... - Gestores resistem Auto-organização - Times são silos - Ciclo Timebox é indesejável - Empresa não quer uma revolução Qual a sua conclusão? a. A cultura da empresa não é ágil
  • 14. Vamos cair na real... Scrum é: - Ter Auto-organização - Ter um ScrumMaster - Ter um Product Owner - Usar ciclo Timebox - Cerimônias (Reuniões) = Inspeção e Adaptação E se... - Gestores resistem Auto-organização - Times são silos - Ciclo Timebox é indesejável - Empresa não quer uma revolução Qual a sua conclusão? a. A cultura da empresa não é ágil b. Scrum não sabe lidar com isso
  • 15. Vamos cair na real... Scrum é: - Ter Auto-organização - Ter um ScrumMaster - Ter um Product Owner - Usar ciclo Timebox - Cerimônias (Reuniões) = Inspeção e Adaptação E se... - Gestores resistem Auto-organização - Times são silos - Ciclo Timebox é indesejável - Empresa não quer uma revolução Qual a sua conclusão? a. A cultura da empresa não é ágil b. Scrum não sabe lidar com isso c. (a) e (b) são verdadeiros
  • 16. Vamos cair na real... Scrum é: - Ter Auto-organização - Ter um ScrumMaster - Ter um Product Owner - Usar ciclo Timebox - Cerimônias (Reuniões) = Inspeção e Adaptação E se... - Gestores resistem Auto-organização - Times são silos - Ciclo Timebox é indesejável - Empresa não quer uma revolução Qual a sua conclusão? a. A cultura da empresa não é ágil b. Scrum não sabe lidar com isso c. (a) e (b) são verdadeiros Isso a Globo não mostra!
  • 17. Fonte: VersionOne 7th State of Agile Survey Report (2013) BARREIRAS PARA AVANÇAR A ADOÇÃO DE MÉTODOS ÁGEIS
  • 18. Fonte: VersionOne 7th State of Agile Survey Report (2013) BARREIRAS PARA AVANÇAR A ADOÇÃO DE MÉTODOS ÁGEIS
  • 19. Breve história do Desenvolvimento de Software 80 Cascata 90 Iterativo 00 RUP / Agile
  • 20. Breve história do Desenvolvimento de Software 80 Cascata 90 Iterativo 00 RUP / Agile Nos últimos 30 anos estamos iterando sobre melhores formas de desenvolver Software.
  • 21. Breve história do Desenvolvimento de Software 80 Cascata 90 Iterativo 00 RUP / Agile Lean-Kanban: Iterar sobre como melhorar o “Sistema Empresa” 10 Lean / Kanban
  • 22. 2nd Generation Agile Segunda Geração de Métodos Ágeis
  • 23. Systems Thinking Approach to Kanban (resumo)
  • 24. Sistema Empresa Systems Thinking Approach to Kanban (resumo)
  • 25. Sistema Empresa Systems Thinking Approach to Kanban (resumo)
  • 26. Systems Thinking Approach to Kanban (resumo) Sistema Empresa
  • 27. Passo 1: Definir o objetivo do Kanban e as insatisfações atuais Sistema Empresa
  • 28. Passo 2: Definir as fronteiras do Kanban
  • 29. Passo 3: Mapear o Fluxo (Quadro)
  • 30. Passo 4: Combinar cadências Quando alimentar?
  • 31. Passo 4: Combinar cadências Quando alimentar? Quando entregar?
  • 32. Passo 5: Definir a natureza da demanda (tipos)
  • 33. Passo 6: Limitar WIP 46 4344
  • 34. 46 4344 Systems Thinking Approach to Kanban (resumo) Comece com o que você já faz hoje
  • 35. 46 4344 Systems Thinking Approach to Kanban (resumo) Este sistema apresenta qualidades e problemas .
  • 36. 46 4344 Systems Thinking Approach to Kanban (resumo) Este sistema é passível de melhorias (alavancagem) Alisson Vale Sexta-feira 15:30
  • 37. 46 4344 Systems Thinking Approach to Kanban (resumo) Mesmo com problemas o sistema é estável e previsível (estatisticamente)
  • 38. 46 4344 Systems Thinking Approach to Kanban (resumo) Mesmo com problemas o sistema é estável e previsível (estatisticamente) Atende rapidamente: - Ter um processo - Ser previsível
  • 39. 46 4344 Systems Thinking Approach to Kanban (resumo) Nós chamamos isso de: “Kanban System Design”
  • 40. Kanban System Design SessionKanban System Design Session
  • 41. Kanban Method princípios comece com o que você já faz hoje concorde em buscar uma abordagem evolucionária para mudança inicialmente respeite papéis, responsabilidades, cargos e processos estabelecidos
  • 42. Estado Atual O que é Lean-Kanban?
  • 45. Opa! Isso não melhorou o processo... Rollback! Rollback!!! O que é Lean-Kanban? Estado Atual
  • 46. O que é Lean-Kanban? Estado Atual
  • 47. O que é Lean-Kanban? Pequena Mudança Evolucionária
  • 48. O que é Lean-Kanban? Pequena Mudança Evolucionária
  • 49. O que é Lean-Kanban? Pequena Mudança Evolucionária
  • 50. O que é Lean-Kanban?
  • 51. O que é Lean-Kanban?
  • 52. O que é Lean-Kanban?
  • 53. O que é Lean-Kanban? Pequena Mudança Evolucionária (Kaizen)
  • 54. O que é Lean-Kanban? Pequena Mudança Evolucionária (Kaizen)
  • 55. O que é Lean-Kanban? Estado de Melhoria Contínua (Cultura Kaizen)
  • 56. O que é Lean-Kanban? Estado de Melhoria Contínua (Cultura Kaizen) Principais Características: - Baby Steps: Forma ágil de lidar com mudanças - Menos resistência - Resultados mais rápidos - Maior engajamento e confiança na transição
  • 57. Estado de Melhoria Contínua (Cultura Kaizen) Kanban é uma Evolução guiada do processo
  • 58. Estado de Melhoria Contínua (Cultura Kaizen) Não há mutação aleatória no Kanban!
  • 59. Por que asPor que as retrospectivas ágeisretrospectivas ágeis se tornam terapia emse tornam terapia em grupo?grupo?
  • 60. Kanban Method práticas visualize limite o trabalho em progresso meça e gerencie o fluxo torne as políticas do processo explícitas implemente ciclos de feedback melhore colaborativamente com modelos e o método científico
  • 61. Kanban Method práticas visualize limite o trabalho em progresso meça e gerencie o fluxo torne as políticas do processo explícitas implemente ciclos de feedback melhore colaborativamente com modelos e o método científico
  • 62. Método Científico em 1 slide... ObservaçõesObservações HipótesesHipóteses ExperimentosExperimentos TeoriaTeoria
  • 63. Exemplo: Meu sistema é cascata...
  • 64. Exemplo: Meu sistema é cascata... Lotes grandes não permitem usar limites WIP.
  • 65. Teoria contra o Cascata TPS Lotes menores Lean Product Development Tamanho Lote / Cycle Time Systems Theory Feedback Loops Information Theory Custo de Aquisição de Informação
  • 66. Ciência contra o Cascata Nos últimos 10 projetos: - 90% estouraram o prazo e o custo - 60% dos usuários insatisfeitos - desses 90% o estouro foi de 30% Se a ciência contra o cascata estiver certa esses números devem mudar...
  • 67. Experimento: Quebrando o lote grande...
  • 68. Trabalhando com lotes menores... FLUXO
  • 69. Trabalhando com lotes menores... Lote aqui pode ser qualquer coisa: Features, Use Cases, Stories (aquilo que a equipe estiver acostumada)
  • 70. Trabalhando com lotes menores... Depois de algum tempo...Depois de algum tempo...
  • 71. Trabalhando com lotes menores: resultado Com lotes menores, nos últimos 5 projetos: - 20% estouraram o prazo e o custo - 25% dos usuários insatisfeitos - desses 20% o estouro foi de 15% Comprovadamente foi uma melhoria! KAIZEN!!!
  • 72. Trabalhando com lotes menores: resultado Com lotes menores, nos últimos 5 projetos: - 20% estouraram o prazo e o custo - 25% dos usuários insatisfeitos - desses 20% o estouro foi de 15% Comprovadamente foi uma melhoria! KAIZEN!!! Isso foi uma “implantação” Agile?
  • 73. Trabalhando com lotes menores: resultado Com lotes menores, nos últimos 5 projetos: - 20% estouraram o prazo e o custo - 25% dos usuários insatisfeitos - desses 20% o estouro foi de 15% Comprovadamente foi uma melhoria! KAIZEN!!! Teve benefício econômico e social?
  • 74. Trabalhando com lotes menores: resultado Com lotes menores, nos últimos 5 projetos: - 20% estouraram o prazo e o custo - 25% dos usuários insatisfeitos - desses 20% o estouro foi de 15% Comprovadamente foi uma melhoria! KAIZEN!!! Mudanças pequenas têm mais ou menos resistência das pessoas?
  • 76. Outros Kaizens... Que outros experimentos essa empresa poderia tentar para melhorar o sistema? Que outros experimentos essa empresa poderia tentar para melhorar o sistema?
  • 77. 46 4344 Limitar WIP Baseado na Lei de Little, Vazão e Lead Time tendem a se estabilizar. Maior previsibilidade. Menos filas e maior produtividade. Outros Kaizens...
  • 78. 46 4344 Aumentar a colaboração Baseado em Systems Theory, o sistema é tão forte quanto seus relacionamentos. Times multi-disciplinares respondem mais rápido. (vide o caso do Governo) Outros Kaizens...
  • 79. 46 4344 Outros Kaizens... Analisar a qualidade Se seu time corrige muitos bugs, use a análise de causa raiz (Lean). Isso pode requerer uma alavancagem em boas práticas de programação.
  • 80. 46 4344 Teoria das Restrições Os 5 passos da TOC permitem sistematicamente combater os gargalos do seu processo, continuamente melhorando a vazão do sistema. Outros Kaizens...
  • 81. 46 4344 Requisitos como experimentos Se muitos requisitos nunca são usados, você pode usar técnicas como Lean Startup e Customer Development. Outros Kaizens...
  • 82. 46 4344 Entender sobre variabilidade System of Profound Knowledge nos ensina sobre o que é variabilidade comum ou especial em sistemas, usando estatística. Outros Kaizens...
  • 83. 46 4344Crie o seu! Com Kanban, você está livre para criar seu próprio modelo para colaborativamente, usando método científico, melhorar seu sistema de trabalho... Outros Kaizens...
  • 86. Dica 1: Visualização Dica 1: Visualização
  • 87. Dica 2: Use métricas gráficas Cumulative Flow
  • 88. Dica 2: Use métricas gráficas Throughput Control Chart (Vazão) 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 Semana Itens 9 8 7 6 5 4 3 2 1
  • 89. Dica 2: Use métricas gráficas Lead Time Control Chart Dias 9 8 7 6 5 4 3 2 1
  • 90. Dica 2: Use métricas gráficas Lead Time Control Chart Dias 9 8 7 6 5 4 3 2 1 Os gráficos que usamos em Kanban são de controle (tempo no eixo X) para podermos avaliar o efeito dos Kaizens nas métricas com o tempo...
  • 93. Dica 4: Kata - Reunião Diária
  • 94. Dica 5: Kata - Operations Review
  • 95. 46 4344 Expandindo o Kanban... Mais melhorias no sistema traz Capital Social para expandir a iniciativa...
  • 97. 46 434443 45 Filosofia de Melhoria contínua pode se expandir para toda a empresa!
  • 99. Estado de Melhoria Contínua (Cultura Kaizen) Se a teoria Agile estiver certa, agilidade é uma consequência da melhoria contínua do seu processo, e não uma meta a ser atingida.
  • 100. Obrigado! São Paulo, Recife, Rio e Brasília Preços especiais para participantes do Agile BrazilPreços especiais para participantes do Agile Brazil Mais informações: www.aspercom.com.br Dias 18 e 19 de Julho em Brasília