SlideShare uma empresa Scribd logo
ATITUDES NO SEU DESENVOLVIMENTO PESSOAL E NA EMPRESA
POR QUE COLOCAR O CORAÇÃO NO RELACIONAMENTO?
CÉREBRO: Massa encefálica que carregamos com cerca de 1 ½ kg. NEURÔNIOS - 100 bilhões em constante atividade para fazer o homem pensar, lembrar, aprender,  emocionar-se , etc.
HEMISFÉRIO ESQUERDO Detalhista Mecânico Preto e Branco Cético Lógico Fechado Cauteloso Repetitivo Verbal Analítico Memória HEMISFÉRIO DIREITO Amplo Criativo Cores Receptivo Artístico Aberto Aventura Intuição Meditação Espacial Essência
No passado, Q.I. ( Quociente de Inteligência) Hoje, Q.E. ( Quociente Emocional) HEMISFÉRIO ESQUERDO HEMISFÉRIO DIREITO ,[object Object],[object Object],[object Object]
No passado: Oposição entre  RAZÃO e EMOÇÃO. Hoje: Equilíbrio entre  RAZÃO e EMOÇÃO. Quando os dois tipos de inteligência (RACIONAL e EMOCIONAL) interagem bem, a inteligência emocional aumenta, bem como a capacidade intelectual. Os dois lados do cérebro estão em constante “conversação”. O desenvolvimento de um, estimula o outro. Assim, é importante que tentemos colocar nossos neurônios em funcionamento constantemente.
Todas as emoções são, em sua essência,  impulsos para agir , planos instantâneos para lidar com a vida, ou seja,  as emoções levam à ação .
Uma pessoa emocionalmente inteligente não é aquela que reprime suas emoções,  mas sim aquela que aprende a controlá-las , sem angústia, para liberar na hora certa, com a pessoa certa e da maneira mais adequada possível.
QUAL SERÁ A SUA ATITUDE?
Meninas – aprendizado das emoções as tornam capazes de ler sinais emocionais, verbais ou não, bem como de expressar seus sentimentos. Meninos – são treinados para minimizar as emoções, principalmente em se tratando de medo, culpa, vulnerabilidade e dor.
Mulher– consegue ter amplitude de visão, ao mesmo tempo em que busca o “detalhe”
Libere a porção mulher que existe em você e inspire-se nas emoções. Dizem que Albert Einsten, talvez não merecesse ficar com a glória pela paternidade da Teoria da Relatividade. Precisou de sua 1ª esposa – Mileva Maric, para concluí-la.
NAS EMPRESAS Busca por profissionais competentes e EMOCIONALMENTE INTELIGENTES, que contribuam para o crescimentos dos colaboradores e da própria organização.
QUAL SERÁ A SUA ATITUDE?
AS EMOÇÕES DETERMINAM NOSSA FORMA DE RELACIONAMENTO, NOSSO DESENVOLVIMENTO E APRENDIZADO PESSOAL E COLETIVO. A MOLA PROPULSORA DESSE PROCESSO É A INTELIGÊNCIA EMOCIONAL, POSITIVADA E ENERGIZADA PELA  AUTOMOTIVAÇÃO .
A atitude interna é o que determinará em boa parte o seu sucesso ou fracasso. Olhe-se no espelho e diga que você pode ser e fazer.  Não coloque desculpas, inicie, faça bem feito e conclua aquilo que se propõe a fazer.
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],AUTODESENVOLVIMENTO
o indivíduo assume a responsabilidade por este processo evolutivo, através da busca pessoal de recursos e condições, que lhe permitam reconhecer que hoje está “melhor” (em qualquer e todos os aspectos) que ontem, e ter a certeza de que, amanhã, estará melhor que hoje, a caminho da  Plenitude Humana  .
QUAL SERÁ A SUA ATITUDE?
TRABALHO EM EQUIPE x TRABALHO EM GRUPO
Desavenças, fofocas, inveja, inexistência de aceitação e respeito pelas idéias do colega, diminuição de responsabilidades. TRABALHO EM GRUPO
Planejamento, metas, estratégias, comunicação, motivação, administração de recursos e conflitos, confiança, comprometimento e relacionamentos. Habilidades que somente podem ser desenvolvidas através da  INTELIGÊNCIA EMOCIONAL .  TRABALHO EM EQUIPE
CORPORAÇÕES x COLABORADOR TROCA DE INTERESSES Comportamentos imaturos e medíocres impedem aquela promoção por um salário melhor, impedem um cargo melhor e até mesmo a conquista de uma pessoa especial.
VOCÊ FAZ AS SUAS ESCOLHAS E SUAS ESCOLHAS FAZEM VOCÊ!
QUAL SERÁ A SUA ATITUDE?
OBRIGADO!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Palestra Inteligência Emocional - WLMBR
Palestra Inteligência Emocional - WLMBRPalestra Inteligência Emocional - WLMBR
Palestra Inteligência Emocional - WLMBR
Alessandra Gonzaga
 
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 1 - Comunicação
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 1 - ComunicaçãoCOMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 1 - Comunicação
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 1 - Comunicação
Fábio Nogueira, PhD
 
O perfil da mulher de sucesso
O perfil da mulher de sucessoO perfil da mulher de sucesso
O perfil da mulher de sucesso
Carmen Gloria Coelho
 
ÉTica organizacional
ÉTica organizacionalÉTica organizacional
ÉTica organizacional
Thamires Sant'Ana
 
Criatividade
CriatividadeCriatividade
Criatividade
Lo-Ammi Santos
 
Inteligência emocional corrigida
Inteligência emocional corrigidaInteligência emocional corrigida
Inteligência emocional corrigida
Ana Carolina Ferreira Moura
 
Comunicação interpessoal comunicação assertiva
Comunicação interpessoal comunicação assertivaComunicação interpessoal comunicação assertiva
Comunicação interpessoal comunicação assertiva
Beatriz123Letras
 
Atendimento ao cliente - Qualylife Consultoria
Atendimento ao cliente - Qualylife ConsultoriaAtendimento ao cliente - Qualylife Consultoria
Atendimento ao cliente - Qualylife Consultoria
Qualylife Consultoria
 
Gerir emoções
Gerir emoçõesGerir emoções
Gerir emoções
Oficina Psicologia
 
Trabalho em Equipe
Trabalho em EquipeTrabalho em Equipe
Trabalho em Equipe
Gerisval Pessoa
 
Comunicação eficaz e excelência no atendimento
Comunicação eficaz e excelência no atendimentoComunicação eficaz e excelência no atendimento
Comunicação eficaz e excelência no atendimento
Sidnei Miranda
 
Teoria das relações humanas e comportamental
Teoria das relações humanas e comportamentalTeoria das relações humanas e comportamental
Teoria das relações humanas e comportamental
Thales Guimaraes
 
Inteligência emocional
Inteligência emocionalInteligência emocional
Inteligência emocional
Viviane Gonçalves
 
Modelo de Relatório de Pesquisa de Clima Organizacional
Modelo de Relatório de Pesquisa de Clima OrganizacionalModelo de Relatório de Pesquisa de Clima Organizacional
Modelo de Relatório de Pesquisa de Clima Organizacional
Alvaro Mello
 
Vida prof saude emocional
Vida prof saude emocionalVida prof saude emocional
Vida prof saude emocional
Giovani Luiz Zimmermann Jr.
 
Gestão de Equipes de Alta Performance
Gestão de Equipes de Alta PerformanceGestão de Equipes de Alta Performance
Gestão de Equipes de Alta Performance
Thiago Villaça
 
Fap psicoterapia-analitica-funcional
Fap psicoterapia-analitica-funcionalFap psicoterapia-analitica-funcional
Fap psicoterapia-analitica-funcional
Alex Sandro
 
Treinamento - Trabalho em Equipe
Treinamento - Trabalho em EquipeTreinamento - Trabalho em Equipe
Treinamento - Trabalho em Equipe
Vinicius Souza
 
RELACIONAMENTO INTERPESSOAL
RELACIONAMENTO INTERPESSOALRELACIONAMENTO INTERPESSOAL
RELACIONAMENTO INTERPESSOAL
JuniorAssuncao
 
Desenvolvendo Inteligência emocional
Desenvolvendo Inteligência emocionalDesenvolvendo Inteligência emocional
Desenvolvendo Inteligência emocional
Alexandre Rivero
 

Mais procurados (20)

Palestra Inteligência Emocional - WLMBR
Palestra Inteligência Emocional - WLMBRPalestra Inteligência Emocional - WLMBR
Palestra Inteligência Emocional - WLMBR
 
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 1 - Comunicação
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 1 - ComunicaçãoCOMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 1 - Comunicação
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 1 - Comunicação
 
O perfil da mulher de sucesso
O perfil da mulher de sucessoO perfil da mulher de sucesso
O perfil da mulher de sucesso
 
ÉTica organizacional
ÉTica organizacionalÉTica organizacional
ÉTica organizacional
 
Criatividade
CriatividadeCriatividade
Criatividade
 
Inteligência emocional corrigida
Inteligência emocional corrigidaInteligência emocional corrigida
Inteligência emocional corrigida
 
Comunicação interpessoal comunicação assertiva
Comunicação interpessoal comunicação assertivaComunicação interpessoal comunicação assertiva
Comunicação interpessoal comunicação assertiva
 
Atendimento ao cliente - Qualylife Consultoria
Atendimento ao cliente - Qualylife ConsultoriaAtendimento ao cliente - Qualylife Consultoria
Atendimento ao cliente - Qualylife Consultoria
 
Gerir emoções
Gerir emoçõesGerir emoções
Gerir emoções
 
Trabalho em Equipe
Trabalho em EquipeTrabalho em Equipe
Trabalho em Equipe
 
Comunicação eficaz e excelência no atendimento
Comunicação eficaz e excelência no atendimentoComunicação eficaz e excelência no atendimento
Comunicação eficaz e excelência no atendimento
 
Teoria das relações humanas e comportamental
Teoria das relações humanas e comportamentalTeoria das relações humanas e comportamental
Teoria das relações humanas e comportamental
 
Inteligência emocional
Inteligência emocionalInteligência emocional
Inteligência emocional
 
Modelo de Relatório de Pesquisa de Clima Organizacional
Modelo de Relatório de Pesquisa de Clima OrganizacionalModelo de Relatório de Pesquisa de Clima Organizacional
Modelo de Relatório de Pesquisa de Clima Organizacional
 
Vida prof saude emocional
Vida prof saude emocionalVida prof saude emocional
Vida prof saude emocional
 
Gestão de Equipes de Alta Performance
Gestão de Equipes de Alta PerformanceGestão de Equipes de Alta Performance
Gestão de Equipes de Alta Performance
 
Fap psicoterapia-analitica-funcional
Fap psicoterapia-analitica-funcionalFap psicoterapia-analitica-funcional
Fap psicoterapia-analitica-funcional
 
Treinamento - Trabalho em Equipe
Treinamento - Trabalho em EquipeTreinamento - Trabalho em Equipe
Treinamento - Trabalho em Equipe
 
RELACIONAMENTO INTERPESSOAL
RELACIONAMENTO INTERPESSOALRELACIONAMENTO INTERPESSOAL
RELACIONAMENTO INTERPESSOAL
 
Desenvolvendo Inteligência emocional
Desenvolvendo Inteligência emocionalDesenvolvendo Inteligência emocional
Desenvolvendo Inteligência emocional
 

Destaque

Criatividade, Iniciativa, Acabativa E Resultado
Criatividade, Iniciativa, Acabativa E ResultadoCriatividade, Iniciativa, Acabativa E Resultado
Criatividade, Iniciativa, Acabativa E Resultado
jorge eiti okazaki
 
Iniciativa - 6.o Pilar das Atitudes para o Sucesso
Iniciativa - 6.o Pilar das Atitudes para o SucessoIniciativa - 6.o Pilar das Atitudes para o Sucesso
Iniciativa - 6.o Pilar das Atitudes para o Sucesso
Fred Graef
 
Porque sair da ZONA DE CONFORTO?
Porque sair da ZONA DE CONFORTO?Porque sair da ZONA DE CONFORTO?
Porque sair da ZONA DE CONFORTO?
Alex Born
 
Proatividade
ProatividadeProatividade
Proatividade
Karina Molin
 
Os sete hábitos habito n 1 - proatividade
Os sete hábitos   habito n 1 - proatividadeOs sete hábitos   habito n 1 - proatividade
Os sete hábitos habito n 1 - proatividade
Juliana Nonemacher
 
Mapa alimento2
Mapa alimento2Mapa alimento2
Mapa alimento2
marlibaldessar
 
O professor como mediador nas escolhas saudáveis
O professor como mediador nas escolhas saudáveisO professor como mediador nas escolhas saudáveis
O professor como mediador nas escolhas saudáveis
Verônica López
 
Livro De Receitas Diga NãO Ao Disperdicio 3
Livro De Receitas Diga NãO Ao Disperdicio  3Livro De Receitas Diga NãO Ao Disperdicio  3
Livro De Receitas Diga NãO Ao Disperdicio 3
Culinaria Fabula
 
Palestra Etica e Transparencia - Nic 2008
Palestra Etica e Transparencia  -  Nic 2008Palestra Etica e Transparencia  -  Nic 2008
Palestra Etica e Transparencia - Nic 2008
NIC Nucleo Inteligência Criativa
 
Iniciativa Novas Oportunidades
Iniciativa Novas OportunidadesIniciativa Novas Oportunidades
Iniciativa Novas Oportunidades
João Lima
 
Artigo ética-e-o-trabalho-do-profissional-religioso-1-trabalho (1)
Artigo ética-e-o-trabalho-do-profissional-religioso-1-trabalho (1)Artigo ética-e-o-trabalho-do-profissional-religioso-1-trabalho (1)
Artigo ética-e-o-trabalho-do-profissional-religioso-1-trabalho (1)
Ari Nelson Moura
 
Ação de rastreio em deglutição - Esclerose Múltipla (25 Novembro a 16 Dezembr...
Ação de rastreio em deglutição - Esclerose Múltipla (25 Novembro a 16 Dezembr...Ação de rastreio em deglutição - Esclerose Múltipla (25 Novembro a 16 Dezembr...
Ação de rastreio em deglutição - Esclerose Múltipla (25 Novembro a 16 Dezembr...
SPEM - Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla
 
EMcontro SPEM: Nutrição na Esclerose Múltipla - 3 outubro 2015 - Paula Pereira
EMcontro SPEM: Nutrição na Esclerose Múltipla - 3 outubro 2015 - Paula PereiraEMcontro SPEM: Nutrição na Esclerose Múltipla - 3 outubro 2015 - Paula Pereira
EMcontro SPEM: Nutrição na Esclerose Múltipla - 3 outubro 2015 - Paula Pereira
SPEM - Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla
 
EMcontro: “Direitos e Proteção Social na EM” - Apresentação
EMcontro: “Direitos e Proteção Social na EM” - ApresentaçãoEMcontro: “Direitos e Proteção Social na EM” - Apresentação
EMcontro: “Direitos e Proteção Social na EM” - Apresentação
SPEM - Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla
 
What happened to Google Reader?
What happened to Google Reader?What happened to Google Reader?
What happened to Google Reader?
André Faria Gomes
 
20 dicas para otimizar a taxa de conversão do seu site ou produto (CRO)
20 dicas para otimizar a taxa de conversão do seu site ou produto (CRO)20 dicas para otimizar a taxa de conversão do seu site ou produto (CRO)
20 dicas para otimizar a taxa de conversão do seu site ou produto (CRO)
André Faria Gomes
 
Lições aprendidas em 10 anos de agilidade
Lições aprendidas em 10 anos de agilidadeLições aprendidas em 10 anos de agilidade
Lições aprendidas em 10 anos de agilidade
André Faria Gomes
 
Lições aprendidas em 7 anos de agilidade
Lições aprendidas em 7 anos de agilidadeLições aprendidas em 7 anos de agilidade
Lições aprendidas em 7 anos de agilidade
André Faria Gomes
 
Contributo da Psicologia Positiva para o Indivíduo com Doença Crónica - X Con...
Contributo da Psicologia Positiva para o Indivíduo com Doença Crónica - X Con...Contributo da Psicologia Positiva para o Indivíduo com Doença Crónica - X Con...
Contributo da Psicologia Positiva para o Indivíduo com Doença Crónica - X Con...
SPEM - Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla
 
Reflexões sobre Liderança para o Jovem Administrador
Reflexões sobre Liderança para o Jovem AdministradorReflexões sobre Liderança para o Jovem Administrador
Reflexões sobre Liderança para o Jovem Administrador
Diego Andreasi
 

Destaque (20)

Criatividade, Iniciativa, Acabativa E Resultado
Criatividade, Iniciativa, Acabativa E ResultadoCriatividade, Iniciativa, Acabativa E Resultado
Criatividade, Iniciativa, Acabativa E Resultado
 
Iniciativa - 6.o Pilar das Atitudes para o Sucesso
Iniciativa - 6.o Pilar das Atitudes para o SucessoIniciativa - 6.o Pilar das Atitudes para o Sucesso
Iniciativa - 6.o Pilar das Atitudes para o Sucesso
 
Porque sair da ZONA DE CONFORTO?
Porque sair da ZONA DE CONFORTO?Porque sair da ZONA DE CONFORTO?
Porque sair da ZONA DE CONFORTO?
 
Proatividade
ProatividadeProatividade
Proatividade
 
Os sete hábitos habito n 1 - proatividade
Os sete hábitos   habito n 1 - proatividadeOs sete hábitos   habito n 1 - proatividade
Os sete hábitos habito n 1 - proatividade
 
Mapa alimento2
Mapa alimento2Mapa alimento2
Mapa alimento2
 
O professor como mediador nas escolhas saudáveis
O professor como mediador nas escolhas saudáveisO professor como mediador nas escolhas saudáveis
O professor como mediador nas escolhas saudáveis
 
Livro De Receitas Diga NãO Ao Disperdicio 3
Livro De Receitas Diga NãO Ao Disperdicio  3Livro De Receitas Diga NãO Ao Disperdicio  3
Livro De Receitas Diga NãO Ao Disperdicio 3
 
Palestra Etica e Transparencia - Nic 2008
Palestra Etica e Transparencia  -  Nic 2008Palestra Etica e Transparencia  -  Nic 2008
Palestra Etica e Transparencia - Nic 2008
 
Iniciativa Novas Oportunidades
Iniciativa Novas OportunidadesIniciativa Novas Oportunidades
Iniciativa Novas Oportunidades
 
Artigo ética-e-o-trabalho-do-profissional-religioso-1-trabalho (1)
Artigo ética-e-o-trabalho-do-profissional-religioso-1-trabalho (1)Artigo ética-e-o-trabalho-do-profissional-religioso-1-trabalho (1)
Artigo ética-e-o-trabalho-do-profissional-religioso-1-trabalho (1)
 
Ação de rastreio em deglutição - Esclerose Múltipla (25 Novembro a 16 Dezembr...
Ação de rastreio em deglutição - Esclerose Múltipla (25 Novembro a 16 Dezembr...Ação de rastreio em deglutição - Esclerose Múltipla (25 Novembro a 16 Dezembr...
Ação de rastreio em deglutição - Esclerose Múltipla (25 Novembro a 16 Dezembr...
 
EMcontro SPEM: Nutrição na Esclerose Múltipla - 3 outubro 2015 - Paula Pereira
EMcontro SPEM: Nutrição na Esclerose Múltipla - 3 outubro 2015 - Paula PereiraEMcontro SPEM: Nutrição na Esclerose Múltipla - 3 outubro 2015 - Paula Pereira
EMcontro SPEM: Nutrição na Esclerose Múltipla - 3 outubro 2015 - Paula Pereira
 
EMcontro: “Direitos e Proteção Social na EM” - Apresentação
EMcontro: “Direitos e Proteção Social na EM” - ApresentaçãoEMcontro: “Direitos e Proteção Social na EM” - Apresentação
EMcontro: “Direitos e Proteção Social na EM” - Apresentação
 
What happened to Google Reader?
What happened to Google Reader?What happened to Google Reader?
What happened to Google Reader?
 
20 dicas para otimizar a taxa de conversão do seu site ou produto (CRO)
20 dicas para otimizar a taxa de conversão do seu site ou produto (CRO)20 dicas para otimizar a taxa de conversão do seu site ou produto (CRO)
20 dicas para otimizar a taxa de conversão do seu site ou produto (CRO)
 
Lições aprendidas em 10 anos de agilidade
Lições aprendidas em 10 anos de agilidadeLições aprendidas em 10 anos de agilidade
Lições aprendidas em 10 anos de agilidade
 
Lições aprendidas em 7 anos de agilidade
Lições aprendidas em 7 anos de agilidadeLições aprendidas em 7 anos de agilidade
Lições aprendidas em 7 anos de agilidade
 
Contributo da Psicologia Positiva para o Indivíduo com Doença Crónica - X Con...
Contributo da Psicologia Positiva para o Indivíduo com Doença Crónica - X Con...Contributo da Psicologia Positiva para o Indivíduo com Doença Crónica - X Con...
Contributo da Psicologia Positiva para o Indivíduo com Doença Crónica - X Con...
 
Reflexões sobre Liderança para o Jovem Administrador
Reflexões sobre Liderança para o Jovem AdministradorReflexões sobre Liderança para o Jovem Administrador
Reflexões sobre Liderança para o Jovem Administrador
 

Semelhante a Treinamento Atitudes

E-book: Seja um profissional de alto desempenho
E-book: Seja um profissional de alto desempenhoE-book: Seja um profissional de alto desempenho
E-book: Seja um profissional de alto desempenho
Andreza Brandão
 
Aspectos comportamentais e éticos na gestão de pessoas
Aspectos comportamentais e éticos na gestão de pessoasAspectos comportamentais e éticos na gestão de pessoas
Aspectos comportamentais e éticos na gestão de pessoas
Turma_do_Marketing
 
Inteligencia Emocional
Inteligencia EmocionalInteligencia Emocional
Inteligencia Emocional
Donizete Medeiros
 
Inteligencia emocional
Inteligencia emocionalInteligencia emocional
Inteligencia emocional
Donizete Medeiros
 
Apresentação Hero
Apresentação HeroApresentação Hero
Apresentação Hero
Fokus Desenvolvimento Humano
 
O-Poder-da-inteligencia-emocional-relacoes-interpessoais-Sandra.ppt
O-Poder-da-inteligencia-emocional-relacoes-interpessoais-Sandra.pptO-Poder-da-inteligencia-emocional-relacoes-interpessoais-Sandra.ppt
O-Poder-da-inteligencia-emocional-relacoes-interpessoais-Sandra.ppt
AndrCitroni
 
O-Poder-da-inteligencia-emocional-relacoes-interpessoais-Sandra.ppt
O-Poder-da-inteligencia-emocional-relacoes-interpessoais-Sandra.pptO-Poder-da-inteligencia-emocional-relacoes-interpessoais-Sandra.ppt
O-Poder-da-inteligencia-emocional-relacoes-interpessoais-Sandra.ppt
MichellinePoncianoSi
 
O-Poder-da-inteligencia-emocional-relacoes-interpessoais-Sandra.ppt
O-Poder-da-inteligencia-emocional-relacoes-interpessoais-Sandra.pptO-Poder-da-inteligencia-emocional-relacoes-interpessoais-Sandra.ppt
O-Poder-da-inteligencia-emocional-relacoes-interpessoais-Sandra.ppt
peah10peah
 
Prévia e book lab cria
Prévia e book lab criaPrévia e book lab cria
Prévia e book lab cria
supimpainovacao
 
Educação do afeto
Educação do afetoEducação do afeto
Educação do afeto
Dalila Melo
 
Joelden.pptx
Joelden.pptxJoelden.pptx
Joelden.pptx
Joelden Rocha
 
Inteligência Emocional (2).pptx
Inteligência Emocional (2).pptxInteligência Emocional (2).pptx
Inteligência Emocional (2).pptx
Elidaine
 
Inteligência Emocional - A arte de Viver com excelência
Inteligência Emocional - A arte de Viver com excelênciaInteligência Emocional - A arte de Viver com excelência
Inteligência Emocional - A arte de Viver com excelência
Elidaine
 
Sessão Lito no Maestro POA
Sessão Lito no Maestro POASessão Lito no Maestro POA
Sessão Lito no Maestro POA
Guilherme Lito
 
fabcr22_apresentação_Captação de Recursos com emoção
fabcr22_apresentação_Captação de Recursos com emoçãofabcr22_apresentação_Captação de Recursos com emoção
fabcr22_apresentação_Captação de Recursos com emoção
ABCR
 
A Comunicação e os Relacionamentos de Sucesso
A Comunicação e os Relacionamentos de SucessoA Comunicação e os Relacionamentos de Sucesso
A Comunicação e os Relacionamentos de Sucesso
Human Pro Solutions
 
Manual Inteligência Emocional
Manual Inteligência EmocionalManual Inteligência Emocional
Manual Inteligência Emocional
Escola Ecit
 
Empatia em ação idort-22012013
Empatia em ação idort-22012013Empatia em ação idort-22012013
Empatia em ação idort-22012013
Denis Pincinato
 
inteligência emocional PARTE 1.pptx
inteligência emocional PARTE 1.pptxinteligência emocional PARTE 1.pptx
inteligência emocional PARTE 1.pptx
MARYJANUARIO1
 
PPT - 200822MULHER AGUIA2.0.pptx
PPT - 200822MULHER AGUIA2.0.pptxPPT - 200822MULHER AGUIA2.0.pptx
PPT - 200822MULHER AGUIA2.0.pptx
MatildePaulo1
 

Semelhante a Treinamento Atitudes (20)

E-book: Seja um profissional de alto desempenho
E-book: Seja um profissional de alto desempenhoE-book: Seja um profissional de alto desempenho
E-book: Seja um profissional de alto desempenho
 
Aspectos comportamentais e éticos na gestão de pessoas
Aspectos comportamentais e éticos na gestão de pessoasAspectos comportamentais e éticos na gestão de pessoas
Aspectos comportamentais e éticos na gestão de pessoas
 
Inteligencia Emocional
Inteligencia EmocionalInteligencia Emocional
Inteligencia Emocional
 
Inteligencia emocional
Inteligencia emocionalInteligencia emocional
Inteligencia emocional
 
Apresentação Hero
Apresentação HeroApresentação Hero
Apresentação Hero
 
O-Poder-da-inteligencia-emocional-relacoes-interpessoais-Sandra.ppt
O-Poder-da-inteligencia-emocional-relacoes-interpessoais-Sandra.pptO-Poder-da-inteligencia-emocional-relacoes-interpessoais-Sandra.ppt
O-Poder-da-inteligencia-emocional-relacoes-interpessoais-Sandra.ppt
 
O-Poder-da-inteligencia-emocional-relacoes-interpessoais-Sandra.ppt
O-Poder-da-inteligencia-emocional-relacoes-interpessoais-Sandra.pptO-Poder-da-inteligencia-emocional-relacoes-interpessoais-Sandra.ppt
O-Poder-da-inteligencia-emocional-relacoes-interpessoais-Sandra.ppt
 
O-Poder-da-inteligencia-emocional-relacoes-interpessoais-Sandra.ppt
O-Poder-da-inteligencia-emocional-relacoes-interpessoais-Sandra.pptO-Poder-da-inteligencia-emocional-relacoes-interpessoais-Sandra.ppt
O-Poder-da-inteligencia-emocional-relacoes-interpessoais-Sandra.ppt
 
Prévia e book lab cria
Prévia e book lab criaPrévia e book lab cria
Prévia e book lab cria
 
Educação do afeto
Educação do afetoEducação do afeto
Educação do afeto
 
Joelden.pptx
Joelden.pptxJoelden.pptx
Joelden.pptx
 
Inteligência Emocional (2).pptx
Inteligência Emocional (2).pptxInteligência Emocional (2).pptx
Inteligência Emocional (2).pptx
 
Inteligência Emocional - A arte de Viver com excelência
Inteligência Emocional - A arte de Viver com excelênciaInteligência Emocional - A arte de Viver com excelência
Inteligência Emocional - A arte de Viver com excelência
 
Sessão Lito no Maestro POA
Sessão Lito no Maestro POASessão Lito no Maestro POA
Sessão Lito no Maestro POA
 
fabcr22_apresentação_Captação de Recursos com emoção
fabcr22_apresentação_Captação de Recursos com emoçãofabcr22_apresentação_Captação de Recursos com emoção
fabcr22_apresentação_Captação de Recursos com emoção
 
A Comunicação e os Relacionamentos de Sucesso
A Comunicação e os Relacionamentos de SucessoA Comunicação e os Relacionamentos de Sucesso
A Comunicação e os Relacionamentos de Sucesso
 
Manual Inteligência Emocional
Manual Inteligência EmocionalManual Inteligência Emocional
Manual Inteligência Emocional
 
Empatia em ação idort-22012013
Empatia em ação idort-22012013Empatia em ação idort-22012013
Empatia em ação idort-22012013
 
inteligência emocional PARTE 1.pptx
inteligência emocional PARTE 1.pptxinteligência emocional PARTE 1.pptx
inteligência emocional PARTE 1.pptx
 
PPT - 200822MULHER AGUIA2.0.pptx
PPT - 200822MULHER AGUIA2.0.pptxPPT - 200822MULHER AGUIA2.0.pptx
PPT - 200822MULHER AGUIA2.0.pptx
 

Mais de Sérgio Nunes

Anúncio Fleming Atendimento Domiciliar
Anúncio Fleming   Atendimento DomiciliarAnúncio Fleming   Atendimento Domiciliar
Anúncio Fleming Atendimento Domiciliar
Sérgio Nunes
 
Atendimento Fleming In Company
Atendimento Fleming In CompanyAtendimento Fleming In Company
Atendimento Fleming In CompanySérgio Nunes
 
Folder CHECKUP FLEMING
Folder CHECKUP FLEMINGFolder CHECKUP FLEMING
Folder CHECKUP FLEMING
Sérgio Nunes
 
Fleming Serviços
Fleming ServiçosFleming Serviços
Fleming Serviços
Sérgio Nunes
 
Adapta Pesquisa Benefício Saúde
Adapta   Pesquisa Benefício SaúdeAdapta   Pesquisa Benefício Saúde
Adapta Pesquisa Benefício Saúde
Sérgio Nunes
 
Treinamento Planeje Seu Setor
Treinamento   Planeje Seu SetorTreinamento   Planeje Seu Setor
Treinamento Planeje Seu Setor
Sérgio Nunes
 
Case Kustelão - Projeto, Patrocinio e Evento
Case Kustelão - Projeto, Patrocinio e EventoCase Kustelão - Projeto, Patrocinio e Evento
Case Kustelão - Projeto, Patrocinio e Evento
Sérgio Nunes
 
Case IDDS Plano de Negocios
Case IDDS Plano de NegociosCase IDDS Plano de Negocios
Case IDDS Plano de Negocios
Sérgio Nunes
 
Projetos Arquitetônicos II
Projetos Arquitetônicos IIProjetos Arquitetônicos II
Projetos Arquitetônicos IISérgio Nunes
 
Conceituação Marca
Conceituação MarcaConceituação Marca
Conceituação Marca
Sérgio Nunes
 
Case Fleming Resultados
Case Fleming ResultadosCase Fleming Resultados
Case Fleming Resultados
Sérgio Nunes
 
Case Fleming Recall a Gazeta 2011
Case Fleming Recall a Gazeta 2011Case Fleming Recall a Gazeta 2011
Case Fleming Recall a Gazeta 2011
Sérgio Nunes
 
Case Fleming Planejamento Estratégico 2008-2012
Case Fleming Planejamento  Estratégico 2008-2012Case Fleming Planejamento  Estratégico 2008-2012
Case Fleming Planejamento Estratégico 2008-2012
Sérgio Nunes
 
Case Fleming Estratégia de um Setor
Case Fleming Estratégia de um SetorCase Fleming Estratégia de um Setor
Case Fleming Estratégia de um Setor
Sérgio Nunes
 
Projetos Arquitetônicos I
Projetos Arquitetônicos IProjetos Arquitetônicos I
Projetos Arquitetônicos ISérgio Nunes
 
Ação promocional Dia da Saúde - Planfleto Campanha
Ação promocional   Dia da Saúde - Planfleto CampanhaAção promocional   Dia da Saúde - Planfleto Campanha
Ação promocional Dia da Saúde - Planfleto Campanha
Sérgio Nunes
 
Bar 9 Planejamento de Produto e Plano Investidores
Bar 9   Planejamento de Produto e Plano InvestidoresBar 9   Planejamento de Produto e Plano Investidores
Bar 9 Planejamento de Produto e Plano Investidores
Sérgio Nunes
 
Avestro Planejamento de Mercado
Avestro Planejamento de MercadoAvestro Planejamento de Mercado
Avestro Planejamento de Mercado
Sérgio Nunes
 
Adapta - Palestras Corporativas
Adapta - Palestras CorporativasAdapta - Palestras Corporativas
Adapta - Palestras Corporativas
Sérgio Nunes
 

Mais de Sérgio Nunes (19)

Anúncio Fleming Atendimento Domiciliar
Anúncio Fleming   Atendimento DomiciliarAnúncio Fleming   Atendimento Domiciliar
Anúncio Fleming Atendimento Domiciliar
 
Atendimento Fleming In Company
Atendimento Fleming In CompanyAtendimento Fleming In Company
Atendimento Fleming In Company
 
Folder CHECKUP FLEMING
Folder CHECKUP FLEMINGFolder CHECKUP FLEMING
Folder CHECKUP FLEMING
 
Fleming Serviços
Fleming ServiçosFleming Serviços
Fleming Serviços
 
Adapta Pesquisa Benefício Saúde
Adapta   Pesquisa Benefício SaúdeAdapta   Pesquisa Benefício Saúde
Adapta Pesquisa Benefício Saúde
 
Treinamento Planeje Seu Setor
Treinamento   Planeje Seu SetorTreinamento   Planeje Seu Setor
Treinamento Planeje Seu Setor
 
Case Kustelão - Projeto, Patrocinio e Evento
Case Kustelão - Projeto, Patrocinio e EventoCase Kustelão - Projeto, Patrocinio e Evento
Case Kustelão - Projeto, Patrocinio e Evento
 
Case IDDS Plano de Negocios
Case IDDS Plano de NegociosCase IDDS Plano de Negocios
Case IDDS Plano de Negocios
 
Projetos Arquitetônicos II
Projetos Arquitetônicos IIProjetos Arquitetônicos II
Projetos Arquitetônicos II
 
Conceituação Marca
Conceituação MarcaConceituação Marca
Conceituação Marca
 
Case Fleming Resultados
Case Fleming ResultadosCase Fleming Resultados
Case Fleming Resultados
 
Case Fleming Recall a Gazeta 2011
Case Fleming Recall a Gazeta 2011Case Fleming Recall a Gazeta 2011
Case Fleming Recall a Gazeta 2011
 
Case Fleming Planejamento Estratégico 2008-2012
Case Fleming Planejamento  Estratégico 2008-2012Case Fleming Planejamento  Estratégico 2008-2012
Case Fleming Planejamento Estratégico 2008-2012
 
Case Fleming Estratégia de um Setor
Case Fleming Estratégia de um SetorCase Fleming Estratégia de um Setor
Case Fleming Estratégia de um Setor
 
Projetos Arquitetônicos I
Projetos Arquitetônicos IProjetos Arquitetônicos I
Projetos Arquitetônicos I
 
Ação promocional Dia da Saúde - Planfleto Campanha
Ação promocional   Dia da Saúde - Planfleto CampanhaAção promocional   Dia da Saúde - Planfleto Campanha
Ação promocional Dia da Saúde - Planfleto Campanha
 
Bar 9 Planejamento de Produto e Plano Investidores
Bar 9   Planejamento de Produto e Plano InvestidoresBar 9   Planejamento de Produto e Plano Investidores
Bar 9 Planejamento de Produto e Plano Investidores
 
Avestro Planejamento de Mercado
Avestro Planejamento de MercadoAvestro Planejamento de Mercado
Avestro Planejamento de Mercado
 
Adapta - Palestras Corporativas
Adapta - Palestras CorporativasAdapta - Palestras Corporativas
Adapta - Palestras Corporativas
 

Treinamento Atitudes

  • 1. ATITUDES NO SEU DESENVOLVIMENTO PESSOAL E NA EMPRESA
  • 2. POR QUE COLOCAR O CORAÇÃO NO RELACIONAMENTO?
  • 3. CÉREBRO: Massa encefálica que carregamos com cerca de 1 ½ kg. NEURÔNIOS - 100 bilhões em constante atividade para fazer o homem pensar, lembrar, aprender, emocionar-se , etc.
  • 4. HEMISFÉRIO ESQUERDO Detalhista Mecânico Preto e Branco Cético Lógico Fechado Cauteloso Repetitivo Verbal Analítico Memória HEMISFÉRIO DIREITO Amplo Criativo Cores Receptivo Artístico Aberto Aventura Intuição Meditação Espacial Essência
  • 5.
  • 6.
  • 7. No passado: Oposição entre RAZÃO e EMOÇÃO. Hoje: Equilíbrio entre RAZÃO e EMOÇÃO. Quando os dois tipos de inteligência (RACIONAL e EMOCIONAL) interagem bem, a inteligência emocional aumenta, bem como a capacidade intelectual. Os dois lados do cérebro estão em constante “conversação”. O desenvolvimento de um, estimula o outro. Assim, é importante que tentemos colocar nossos neurônios em funcionamento constantemente.
  • 8. Todas as emoções são, em sua essência, impulsos para agir , planos instantâneos para lidar com a vida, ou seja, as emoções levam à ação .
  • 9. Uma pessoa emocionalmente inteligente não é aquela que reprime suas emoções, mas sim aquela que aprende a controlá-las , sem angústia, para liberar na hora certa, com a pessoa certa e da maneira mais adequada possível.
  • 10.
  • 11.
  • 12. QUAL SERÁ A SUA ATITUDE?
  • 13. Meninas – aprendizado das emoções as tornam capazes de ler sinais emocionais, verbais ou não, bem como de expressar seus sentimentos. Meninos – são treinados para minimizar as emoções, principalmente em se tratando de medo, culpa, vulnerabilidade e dor.
  • 14. Mulher– consegue ter amplitude de visão, ao mesmo tempo em que busca o “detalhe”
  • 15. Libere a porção mulher que existe em você e inspire-se nas emoções. Dizem que Albert Einsten, talvez não merecesse ficar com a glória pela paternidade da Teoria da Relatividade. Precisou de sua 1ª esposa – Mileva Maric, para concluí-la.
  • 16. NAS EMPRESAS Busca por profissionais competentes e EMOCIONALMENTE INTELIGENTES, que contribuam para o crescimentos dos colaboradores e da própria organização.
  • 17. QUAL SERÁ A SUA ATITUDE?
  • 18. AS EMOÇÕES DETERMINAM NOSSA FORMA DE RELACIONAMENTO, NOSSO DESENVOLVIMENTO E APRENDIZADO PESSOAL E COLETIVO. A MOLA PROPULSORA DESSE PROCESSO É A INTELIGÊNCIA EMOCIONAL, POSITIVADA E ENERGIZADA PELA AUTOMOTIVAÇÃO .
  • 19. A atitude interna é o que determinará em boa parte o seu sucesso ou fracasso. Olhe-se no espelho e diga que você pode ser e fazer. Não coloque desculpas, inicie, faça bem feito e conclua aquilo que se propõe a fazer.
  • 20.
  • 21. o indivíduo assume a responsabilidade por este processo evolutivo, através da busca pessoal de recursos e condições, que lhe permitam reconhecer que hoje está “melhor” (em qualquer e todos os aspectos) que ontem, e ter a certeza de que, amanhã, estará melhor que hoje, a caminho da  Plenitude Humana .
  • 22. QUAL SERÁ A SUA ATITUDE?
  • 23. TRABALHO EM EQUIPE x TRABALHO EM GRUPO
  • 24. Desavenças, fofocas, inveja, inexistência de aceitação e respeito pelas idéias do colega, diminuição de responsabilidades. TRABALHO EM GRUPO
  • 25. Planejamento, metas, estratégias, comunicação, motivação, administração de recursos e conflitos, confiança, comprometimento e relacionamentos. Habilidades que somente podem ser desenvolvidas através da INTELIGÊNCIA EMOCIONAL . TRABALHO EM EQUIPE
  • 26. CORPORAÇÕES x COLABORADOR TROCA DE INTERESSES Comportamentos imaturos e medíocres impedem aquela promoção por um salário melhor, impedem um cargo melhor e até mesmo a conquista de uma pessoa especial.
  • 27. VOCÊ FAZ AS SUAS ESCOLHAS E SUAS ESCOLHAS FAZEM VOCÊ!
  • 28. QUAL SERÁ A SUA ATITUDE?

Notas do Editor

  1. PERDE-SE 60 CLIENTES COM MAU ATENDIMENTO