SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 21
Todas as emoções são impulsos - legados pela evolução e condicionados
por fatores culturais e históricos - voltados para uma ação imediata.
São as nossas emoções e sentimentos que nos orientam diante de um
impasse ou quando temos de tomar providências importantes demais
para que sejam deixadas a cargo unicamente do intelecto: em situações
de perigo, na experimentação da dor causada por uma perda, na
necessidade de não perder a perspectiva apesar dos percalços, na
ligação com um companheiro, na formação de uma família.
Cada tipo de emoção que vivenciamos sinaliza para uma direção,
para que assim possamos planejar como lidar com a vida.
Alguns pesquisadores conceituam que existem 6
emoções básicas e universais, que podem dar origem a
novas e variadas emoções. São elas: alegria, tristeza,
medo, surpresa, raiva e nojo.
Emoção e sentimento são coisas diferentes. A emoção é
uma reação imediata a um estímulo ambiental, é algo
que não envolve pensamento - ex: alegria. Já o
sentimento envolve um alto grau de componente
cognitivo, de percepção e de avaliação de algo. Em
geral, reflete como a gente se sente frente a uma
emoção - ex: amor -, portanto a emoção é o pano de
fundo.
Chamamos de inteligência emocional a habilidade para perceber,
monitorar e expressar satisfatoriamente as emoções nas situações
cotidianas, de forma a utilizar os sentimentos como guias para as ações.
Você já parou para observar suas emoções? Qual a frequência que você
se coloca no lugar do outro e tenta entender seus sentimentos? O quão
bem você compreende o que você sente e por que você sente
determinadas coisas?
Saber identificar e lidar com as emoções ajuda a melhor gerir os
diferentes relacionamentos na vida pessoal e profissional. Permite que
sejam estabelecidas conexões com os outros, que sejamos mais
compreensivos e que se tenha uma vida mais saudável e autêntica.
O que é inteligência emocional?
Daniel Goleman - jornalista, psicólogo, escritor e considerado “o pai
da inteligência emocional” - categoriza a inteligência emocional em 5
habilidades:
Autoconhecimento: reconhecer as próprias emoções e sentimentos quando
ocorrem e ter a capacidade de analisar seus pontos fortes e fracos.
Profissionais com autoconhecimento entendem como suas ações impactam
as pessoas ao seu redor e conseguem tirar bom proveito das críticas.
Controle emocional: não se trata apenas de reconhecer as próprias
emoções, é preciso saber como apropriadamente expressar, regular e
gerenciar as emoções. Saber controlar suas emoções e entender como
utilizá-las ao seu favor é uma habilidade muito importante na vidaprofissional.
Quais são os componentes da
inteligência emocional?
Automotivação: pessoas com elevada inteligência emocional têm
motivações internas - e não somente externas, como por exemplo: subir
na carreira, ganhar respeito - para agir. Desse modo, conseguem dirigir
as emoções a serviço de uma realização pessoal.
Empatia: habilidade de se colocar no lugar do outro e tentar
compreender como a outra pessoa está se sentindo. É apenas através
do autoconhecimento que conseguimos ter empatia pelos outros.
Primeiro, devemos saber identificar e compreender as emoções em nós
mesmos, para então buscar entender a dos outros.
Relacionamentos interpessoais: a arte de se relacionar é, em grande
parte, a aptidão para lidar com as emoções dos outros. Uma pessoa
com inteligência emocional consegue ter interação de qualidade com
outros indivíduos, de forma a "navegar" com sucesso nas diferentes
situações sociais.
A maioria das situações vividas no trabalho exigem
habilidades de relacionamento e de compreensão
humana. Só as competências técnicas não são o
suficiente para o sucesso de uma equipe. Um
profissional pode ter graduações concluídas, cursos
ou saber manusear programas específicos, mas
sem o controle emocional, pode trazer muitos
prejuízos para o clima de trabalho.
Em situações de conflito, a necessidade de se ter inteligência emocional
bem desenvolvida é nítida. Quando alguém não sabe ao certo o que
sente, não é empático, está sempre estressado, age com impulsividade e
não dosa suas reações, o problema é inflamado e dificilmente resolvido.
Acontecem ofensas, mágoas e prejuízo para o trabalho.
Por que é importante falar sobre
inteligência emocional no trabalho?
Além disso, a inteligência emocional não é necessária apenas para
promover a melhor saída em situações de conflito. Mesmo quando
existem relações de qualidade satisfatória, essa capacidade bem
desenvolvida costuma trazer impactos positivos na produtividade e
na satisfação com o trabalho.
Pessoas que sabem administrar suas emoções têm mais facilidade
para trabalhar em equipe, gerir negociações e se adaptar a
mudanças. Um profissional com clareza sobre os próprios sentimentos
e que consegue lidar melhor com imprevistos e adversidades no dia a
dia influencia positivamente todos ao seu redor. Somado a isso, uma
pessoa com inteligência emocional bem desenvolvida escuta o outro
adequadamente e demonstra respeito com quem está falando,
ajudando a construir um ambiente de trabalho saudável e agradável
de se conviver.
Talvez você esteja se perguntando como praticar os conhecimentos
trazidos até o momento. É o que veremos a seguir. Confira as 6
maneiras de desenvolver a inteligência emocional:
A capacidade de lidar com as diferentes emoções e usá-las eficientemente
nos torna mais resilientes ao estresse. Quando alguém lhe aborrece ou usa
palavras desagradáveis, não reaja imediatamente. É muito fácil se deixar
levar por emoções negativas, mas tente observar o que está acontecendo
de maneira objetiva e sob diferentes perspectivas.
Como desenvolver a inteligência
emocional no trabalho?
Afaste-se da situação acalorada e destine tempo para juntar seus
pensamentos e escolher a melhor decisão para o impasse. Não pule para
conclusões precipitadas: ao invés de olhar somente para o seu lado, pense
no que a outra pessoa possa estar sentindo naquela situação, tentando
compreender o que a motivou a agir de determinada maneira.
Antes de observar e compreender os outros, observe você mesmo. Para
desenvolver a inteligência emocional, devemos aprender a observar objeti-
vamente a nós mesmos e perceber nossas ações. Desafie seus pensamentos
imediatos, fazendo-se perguntas do tipo: “Estou pensando da maneira
correta?”; “Deveria ter usado aquelas palavras?”; “Como eu reagiria se
estivesse no lugar dele/dela?”; “Há outra forma de analisar essa situação?”;
“Estou na direção certa?”.
A autoavaliação nos permite ampliar a nossa percepção, desenvolvendo
nosso senso de humildade e justiça conosco e com os outros.
Pessoas que conseguem identificar e expressar assertivamente os
seus pensamentos são mais emocional e socialmente aptas. Elas se
afastam de uma comunicação agressiva ou passiva e são capazes de
colocar as suas opiniões sem faltar com o respeito. A autoexpressão
diz respeito a focar em formas mais eficazes de comunicação com os
outros, escolhendo a melhor maneira de comunicar ao outro o que se
está pensando e sentindo, com o intuito de buscar uma alternativa
conjunta de resolução dos problemas.
No ambiente de trabalho, é possível que o estresse e as pressões cotidianas
prejudiquem as emoções e a forma como se lida com elas. A exposição
frequente a situações de estresse no trabalho abre caminhos a uma série de
problemas, podendo chegar até mesmo ao adoecimento físico/mental.
Formas de lidar com o estresse:
Lembre-se que o estresse nos motiva a resolver nossos problemas. Visualizar o
estresse como algo aceitável é o primeiro passo para reduzir os efeitos negativos
associados a ele. Lembre-se: o objetivo é lidar com o estresse e não eliminá-lo.
Fale sobre seus problemas, mesmo que eles não possam ser resolvidos. Falar sobre
seus estressores ajuda a enxergar a situação de uma perspectiva, abrindo espaço
para enxergar soluções as quais você pode não ter pensado ainda. Além disso, falar
sobre algo que perturba ajuda a reduzir os sentimentos negativos associados ao
estresse.
Priorize suas responsabilidades. Busque resolver os problemas lidando com as
tarefas mais rápidas e fáceis primeiramente. Ter muitos itens a completar numa
lista de tarefas pode ser algo estressante, ainda que nenhum deles seja muito
complexo. Ao completar as tarefas mais simples, sua mente ficará mais livre para
lidar com responsabilidades maiores.
Foque no básico. O estresse pode desencadear um ciclo vicioso em que as
necessidades básicas ficam negligenciadas, o que pode gerar ainda mais estresse.
Certifique-se que suas necessidades básicas sejam sempre priorizadas, tais como se
alimentando bem e de modo saudável, com bons e regulares hábitos de sono,
realizando atividades físicas regulares e outras formas de autocuidado.
Busque autoconhecimento. O que lhe estressa no trabalho? Reuniões longas
demais? A caixa de e-mail lotada todos os dias? A partir do momento em que você
tem consciência sobre o que lhe deixa estressado, fica mais fácil buscar formas de
superar essas adversidades. Se você detesta responder inúmeros e-mails todos os
dias e isso lhe deixa maluco, que tal encontrar um horário adequado para essa
tarefa? Talvez logo no início do dia, para se livrar do que você menos gosta de
fazer, ou no final do expediente, quando as suas energias já estão esgotadas e
você quer apenas executar tarefas operacionais.
Procure balancear as diferentes áreas de sua vida. Quando as pessoas se sentem
sob elevado estresse, frequentemente estão priorizando alguma área de vida em
detrimento das demais - geralmente, prioriza-se o trabalho, enquanto as demais
ficam negligenciadas. Busque equilibrar o tempo dedicado a cada área de vida,
com tempo adequado para o trabalho, para a família, para o lazer e os cuidados
com o corpo, e o tempo para si mesmo.
Valorize o tempo para si mesmo. O tempo pessoal normalmente é o primeiro a ser
sacrificado quando há muitos problemas para resolver. É justamente esse gatilho
que torna o enfrentamento das situações estressantes mais difícil. Busque incluir na
agenda o tempo dedicado às atividades relaxantes e de divertimento, sem
interrupções.
Mantenha as coisas em perspectiva. No calor do momento, pequenos problemas
podem se tornam maiores do que realmente são. Dê um passo para trás e pense o
quão importante é um problema ao analisá-lo sob uma perspectiva mais ampla:
esse problema será importante daqui a uma semana? Um mês? E em um ano, como
será?
A empatia é essencial no ambiente de trabalho, já que ser capaz de
se colocar no lugar dos outros é importante para entender como eles
se sentem em variadas situações.
A dica é ficar atento às pistas verbais e não-verbais que podem
conter informações valiosas sobre o que as pessoas ao seu redor
estão sentindo. Antes de julgar ou criticar, procure entender a
posição em que aquele indivíduo está e por que ele age de
determinada forma.
Lembre-se sempre de que cada pessoa enfrenta situações que você
nem imagina, cada um tem os seus problemas e, portanto, ter uma
postura empática é essencial para a construção de laços genuínos e
de confiança.
Um dos pontos importantes para quem deseja
aumentar os níveis de inteligência emocional é
ser capaz de receber as críticas construtivas.
Quando se trata de uma crítica que não é
infundada, é importante tentar compreendê-la
sem levá-la para o lado pessoal, sem que se
sinta ofendido ou se coloque em uma posição
defensiva. Nesse sentido, tire alguns momentos
para entender de onde vem a crítica, como ela
está afetando as outras pessoas e a você
mesmo, e como é possível resolver a situação
de forma construtiva.
No processo de desenvolvimento da inteligência emocional no trabalho,
o gestor tem papel primordial, tanto no que se refere ao seu
autodesenvolvimento nessa competência, quanto no fomento ao
desenvolvimento dessa competência na equipe a qual lidera. Nesse
sentido, 2 pontos merecem destaque:
Saiba identificar quais características devem ser respeitadas e quais
realmente precisam de mudança. Por exemplo, se alguém tem uma forma mais
enérgica de agir, essa pessoa não precisa se tornar extremamente calma e
mudar a sua personalidade para ter um bom quociente emocional. Ela precisa
entender o que esse padrão de comportamento tem de bom e ruim para saber
aproveitá-la de forma inteligente e dosá-la nos momentos em que for
necessário.
Da mesma forma, um colaborador introvertido não deve se tornar
extremamente sociável para ser considerado alguém com boas habilidades
relacionais. Suas competências de introspecção, inclusive, podem ser muito
bem direcionadas e o processo de desenvolvimento deve ser possível.
Não existe um padrão de personalidade - pessoas mais enérgicas, mais
introvertidas, mais espirituosas, etc. - para alcançar a inteligência
emocional. Os próprios integrantes da equipe devem entender suas
tendências comportamentais, tendo consciência do que pode influenciar
positiva ou negativamente em cada situação.
Não são apenas suas palavras que têm grandes impactos na performance
da equipe e no estabelecimento de um bom clima de trabalho, mas
também suas atitudes. Um bom gestor deve saber administrar suas
emoções e ser exemplo para toda a sua equipe. A inteligência emocional
não é uma competência inata, requer aprendizado e comprometimento.
Portanto, a capacitação, o desenvolvimento e o aperfeiçoamento de
competências emocionais devem ser tarefas prioritárias para uma
adequada gestão de equipes.
Diicass culltturraiiss
Ted Talk “Três maneiras de medir sua
capacidade de se adaptar e como melhorá-la”
(Natalie Fratto)
Neste vídeo, a palestrante menciona que no
contexto de trabalho não basta inteligência ou
carisma, mas sim adaptabilidade. Ela compartilha
três maneiras de medir o “quociente de
adaptabilidade”. Além disso, demonstra por que a
capacidade de responder bem às mudanças é um
traço que realmente importa no ambiente laboral.
Livro “Inteligência
Emocional: a teoria
revolucionária que define
o que é ser inteligente”
(Daniel Goleman)
Pautado em exemplos marcantes, valendo-se de
explicações da psicologia e neurociência, o autor
descreve neste famoso livro as cinco habilidades-
chave da inteligência emocional e mostra como elas
determinam nosso êxito nos relacionamentos
pessoais, no trabalho e até em nosso bem-estar
físico.
Para assistir a conferência, clique na imagem.
Filme “Divertidamente” (Inside Out)
Nesta animação da Disney, as emoções são, literalmente, as
protagonistas. Um filme com um profundo significado tanto para
os mais pequenos, como para adultos, que nos convida a
conhecer as emoções básicas como a “alegria”, a “tristeza”, a “ira”,
o “medo” e o “nojo” e nos mostra como funciona o processo cada
vez que nos invade algum sentimento: como surge, as suas
consequências e as formas de o gerir.
Diicass culltturraiiss
COSENZA, B. Como ter inteligência emocional no ambiente de trabalho? Confira 8 superdicas!
Disponível em: <https://www.vittude.com/empresas/como-ter-inteligencia-emocional-no-ambiente-de-
trabalho-confira-8-superdicas>. Acesso em: 27 de setembro de 2021.
GOLEMAN, D. (2007). Inteligência Emocional: a teoria revolucionária que define o que é ser
inteligente. Rio de Janeiro: Objetiva.
HASSON, G. Inteligência emocional no trabalho: saiba como desenvolvê-la. Disponível em:
<https://blog.crossknowledge.com/pt/inteligencia-emocional-no-trabalho/> Acesso em: 28 de setembro
de 2021.
INSTITUTO FEDERAL RIO GRANDE DO NORTE. Projeto de prevenção aos riscos psicossociais.
Inteligência Emocional. Disponível em: <https://portal.ifrn.edu.br/ifrn/servidores/saude-do-
servidor/lateral/projeto-de-riscos-psicossociais/inteligencia-emocional>. Acesso em: 28 de setembro de
2021.
SÓLIDES. Inteligência emocional no trabalho: o que é e como desenvolver? Disponível em:
<https://blog.solides.com.br/inteligencia-emocional-no-trabalho/>. Acesso em: 27 de setembro de 2021.
4SEARCH. A importância da inteligência emocional no trabalho. Disponível em:
<https://www.4search.com.br/pt/blog/a-importancia-da-inteligencia-emocional-no-trabalho>. Acesso em:
27 de setembro de 2021.
Refferrênciiass

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a cartilha-5-inteligencia-emocional-no-trabalho.docx

Boletim coaching junho 2015
Boletim coaching   junho 2015Boletim coaching   junho 2015
Boletim coaching junho 2015Myrthes Lutke
 
Ganhando controle sobre os seus pensamentos
Ganhando controle sobre os seus pensamentosGanhando controle sobre os seus pensamentos
Ganhando controle sobre os seus pensamentosIsabel Brandão
 
Motivação e inteligência emocional
Motivação e inteligência emocionalMotivação e inteligência emocional
Motivação e inteligência emocionalCintia Meneghini
 
Inteligência Emocional (2).pptx
Inteligência Emocional (2).pptxInteligência Emocional (2).pptx
Inteligência Emocional (2).pptxElidaine
 
COMPETENCIAS EMOCIONAIS - VERNY.ppt
COMPETENCIAS EMOCIONAIS - VERNY.pptCOMPETENCIAS EMOCIONAIS - VERNY.ppt
COMPETENCIAS EMOCIONAIS - VERNY.pptGernciadeSupervisoEd
 
Palestra inteligência emocional no combate ao stress no trabalho
Palestra inteligência emocional no combate ao stress no trabalhoPalestra inteligência emocional no combate ao stress no trabalho
Palestra inteligência emocional no combate ao stress no trabalhoDoroteiaSouza
 
Inteligência Emocional - A arte de Viver com excelência
Inteligência Emocional - A arte de Viver com excelênciaInteligência Emocional - A arte de Viver com excelência
Inteligência Emocional - A arte de Viver com excelênciaElidaine
 
Pais Gestores de sua Felicidade
Pais Gestores de sua FelicidadePais Gestores de sua Felicidade
Pais Gestores de sua FelicidadeMediar2922
 
inteligência emocional PARTE 1.pptx
inteligência emocional PARTE 1.pptxinteligência emocional PARTE 1.pptx
inteligência emocional PARTE 1.pptxMARYJANUARIO1
 
Ebook Inteligência Emocional
Ebook Inteligência EmocionalEbook Inteligência Emocional
Ebook Inteligência EmocionalAlcione Ribeiro
 
Palestra Crença de Heroi
Palestra Crença de Heroi Palestra Crença de Heroi
Palestra Crença de Heroi Edhyr Motta
 
Desenvolvendo Inteligência emocional
Desenvolvendo Inteligência emocionalDesenvolvendo Inteligência emocional
Desenvolvendo Inteligência emocionalAlexandre Rivero
 
Trein etiqueta empresarial_fev_2013_2
Trein etiqueta empresarial_fev_2013_2Trein etiqueta empresarial_fev_2013_2
Trein etiqueta empresarial_fev_2013_2Josilane Marques
 
5 Passos para Você Controlar suas Emoções.
5 Passos para Você Controlar suas Emoções.5 Passos para Você Controlar suas Emoções.
5 Passos para Você Controlar suas Emoções.Eziquiel Ribeiro
 

Semelhante a cartilha-5-inteligencia-emocional-no-trabalho.docx (20)

Boletim coaching junho 2015
Boletim coaching   junho 2015Boletim coaching   junho 2015
Boletim coaching junho 2015
 
Ganhando controle sobre os seus pensamentos
Ganhando controle sobre os seus pensamentosGanhando controle sobre os seus pensamentos
Ganhando controle sobre os seus pensamentos
 
Motivação e inteligência emocional
Motivação e inteligência emocionalMotivação e inteligência emocional
Motivação e inteligência emocional
 
Inteligência Emocional (2).pptx
Inteligência Emocional (2).pptxInteligência Emocional (2).pptx
Inteligência Emocional (2).pptx
 
COMPETENCIAS EMOCIONAIS - VERNY.ppt
COMPETENCIAS EMOCIONAIS - VERNY.pptCOMPETENCIAS EMOCIONAIS - VERNY.ppt
COMPETENCIAS EMOCIONAIS - VERNY.ppt
 
Palestra inteligência emocional no combate ao stress no trabalho
Palestra inteligência emocional no combate ao stress no trabalhoPalestra inteligência emocional no combate ao stress no trabalho
Palestra inteligência emocional no combate ao stress no trabalho
 
Inteligência Emocional - A arte de Viver com excelência
Inteligência Emocional - A arte de Viver com excelênciaInteligência Emocional - A arte de Viver com excelência
Inteligência Emocional - A arte de Viver com excelência
 
Pais Gestores de sua Felicidade
Pais Gestores de sua FelicidadePais Gestores de sua Felicidade
Pais Gestores de sua Felicidade
 
Aula 2.pptx
Aula 2.pptxAula 2.pptx
Aula 2.pptx
 
inteligência emocional PARTE 1.pptx
inteligência emocional PARTE 1.pptxinteligência emocional PARTE 1.pptx
inteligência emocional PARTE 1.pptx
 
Ebook Inteligência Emocional
Ebook Inteligência EmocionalEbook Inteligência Emocional
Ebook Inteligência Emocional
 
Inteligência+emocional
Inteligência+emocionalInteligência+emocional
Inteligência+emocional
 
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptxDESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
 
Palestra Crença de Heroi
Palestra Crença de Heroi Palestra Crença de Heroi
Palestra Crença de Heroi
 
Resiliência2
Resiliência2Resiliência2
Resiliência2
 
Ir ao psicólogo é coisa de doidos?
Ir ao psicólogo é coisa de doidos?Ir ao psicólogo é coisa de doidos?
Ir ao psicólogo é coisa de doidos?
 
Desenvolvendo Inteligência emocional
Desenvolvendo Inteligência emocionalDesenvolvendo Inteligência emocional
Desenvolvendo Inteligência emocional
 
Trein etiqueta empresarial_fev_2013_2
Trein etiqueta empresarial_fev_2013_2Trein etiqueta empresarial_fev_2013_2
Trein etiqueta empresarial_fev_2013_2
 
Stress na Adolescência
Stress na AdolescênciaStress na Adolescência
Stress na Adolescência
 
5 Passos para Você Controlar suas Emoções.
5 Passos para Você Controlar suas Emoções.5 Passos para Você Controlar suas Emoções.
5 Passos para Você Controlar suas Emoções.
 

Mais de AuriceliaRosa

Contudo, toda família, por mais diferente.pptx
Contudo, toda família, por mais diferente.pptxContudo, toda família, por mais diferente.pptx
Contudo, toda família, por mais diferente.pptxAuriceliaRosa
 
ÁRENTALIDADE POSITKNIJBHBGVGHV BJ JB IVA.pptx
ÁRENTALIDADE POSITKNIJBHBGVGHV BJ JB IVA.pptxÁRENTALIDADE POSITKNIJBHBGVGHV BJ JB IVA.pptx
ÁRENTALIDADE POSITKNIJBHBGVGHV BJ JB IVA.pptxAuriceliaRosa
 
apoio familiar.pptxcmcmacmasca,cmamcaamacm
apoio familiar.pptxcmcmacmasca,cmamcaamacmapoio familiar.pptxcmcmacmasca,cmamcaamacm
apoio familiar.pptxcmcmacmasca,cmamcaamacmAuriceliaRosa
 
eficacia na comunicação.pomklnklmlkmlmtx
eficacia na comunicação.pomklnklmlkmlmtxeficacia na comunicação.pomklnklmlkmlmtx
eficacia na comunicação.pomklnklmlkmlmtxAuriceliaRosa
 
comunicação eficaz.pptm.m;,;.,.;,.;,,.,.
comunicação eficaz.pptm.m;,;.,.;,.;,,.,.comunicação eficaz.pptm.m;,;.,.;,.;,,.,.
comunicação eficaz.pptm.m;,;.,.;,.;,,.,.AuriceliaRosa
 
inteligenciaemocionalnalideranca-141128103510-conversion-gate01.pptx
inteligenciaemocionalnalideranca-141128103510-conversion-gate01.pptxinteligenciaemocionalnalideranca-141128103510-conversion-gate01.pptx
inteligenciaemocionalnalideranca-141128103510-conversion-gate01.pptxAuriceliaRosa
 
saude no trabalhoccmacmaslc,lscsl,csl,sl,.pptx
saude no trabalhoccmacmaslc,lscsl,csl,sl,.pptxsaude no trabalhoccmacmaslc,lscsl,csl,sl,.pptx
saude no trabalhoccmacmaslc,lscsl,csl,sl,.pptxAuriceliaRosa
 
Autoconhecimento e saude.pptxmclçclaavmsvm
Autoconhecimento e saude.pptxmclçclaavmsvmAutoconhecimento e saude.pptxmclçclaavmsvm
Autoconhecimento e saude.pptxmclçclaavmsvmAuriceliaRosa
 
ENCONTRO 2.pptxm,çlkllmmnm, n,n,,nmnm,nnm
ENCONTRO 2.pptxm,çlkllmmnm, n,n,,nmnm,nnmENCONTRO 2.pptxm,çlkllmmnm, n,n,,nmnm,nnm
ENCONTRO 2.pptxm,çlkllmmnm, n,n,,nmnm,nnmAuriceliaRosa
 
feminismo.pptx,xxl,xa,xçazç.ÇZ,xxsx,çxÃÇZ
feminismo.pptx,xxl,xa,xçazç.ÇZ,xxsx,çxÃÇZfeminismo.pptx,xxl,xa,xçazç.ÇZ,xxsx,çxÃÇZ
feminismo.pptx,xxl,xa,xçazç.ÇZ,xxsx,çxÃÇZAuriceliaRosa
 
ENCONTRO 2.pptxSXNXKLLXJXLNCKJABCKBACBNXN\ZXN
ENCONTRO 2.pptxSXNXKLLXJXLNCKJABCKBACBNXN\ZXNENCONTRO 2.pptxSXNXKLLXJXLNCKJABCKBACBNXN\ZXN
ENCONTRO 2.pptxSXNXKLLXJXLNCKJABCKBACBNXN\ZXNAuriceliaRosa
 
workshopgitparainiciantes1-190901224755.pdf
workshopgitparainiciantes1-190901224755.pdfworkshopgitparainiciantes1-190901224755.pdf
workshopgitparainiciantes1-190901224755.pdfAuriceliaRosa
 
SLIDE APREENTAÇÃO LUANA.seminario uneb ire
SLIDE APREENTAÇÃO LUANA.seminario uneb ireSLIDE APREENTAÇÃO LUANA.seminario uneb ire
SLIDE APREENTAÇÃO LUANA.seminario uneb ireAuriceliaRosa
 
PORTUGUS-9ANO-PLANEJAMENTO prontoS.pdf
PORTUGUS-9ANO-PLANEJAMENTO    prontoS.pdfPORTUGUS-9ANO-PLANEJAMENTO    prontoS.pdf
PORTUGUS-9ANO-PLANEJAMENTO prontoS.pdfAuriceliaRosa
 
hoónopono e cocrisç~so da realidade na atualidade
hoónopono e cocrisç~so da realidade na atualidadehoónopono e cocrisç~so da realidade na atualidade
hoónopono e cocrisç~so da realidade na atualidadeAuriceliaRosa
 
Apresentação LIVE EDUCAÇÃO E PSICANALISE.pptx
Apresentação LIVE EDUCAÇÃO E PSICANALISE.pptxApresentação LIVE EDUCAÇÃO E PSICANALISE.pptx
Apresentação LIVE EDUCAÇÃO E PSICANALISE.pptxAuriceliaRosa
 
TEORIAS_E_TECNICAS_PSICOTERAPICAS_I_Curs (1).pdf
TEORIAS_E_TECNICAS_PSICOTERAPICAS_I_Curs (1).pdfTEORIAS_E_TECNICAS_PSICOTERAPICAS_I_Curs (1).pdf
TEORIAS_E_TECNICAS_PSICOTERAPICAS_I_Curs (1).pdfAuriceliaRosa
 
Português-Aula-4.pdf
Português-Aula-4.pdfPortuguês-Aula-4.pdf
Português-Aula-4.pdfAuriceliaRosa
 
SIMULADO INTERATIVO SAEB ELIZA.pdf
SIMULADO INTERATIVO SAEB ELIZA.pdfSIMULADO INTERATIVO SAEB ELIZA.pdf
SIMULADO INTERATIVO SAEB ELIZA.pdfAuriceliaRosa
 

Mais de AuriceliaRosa (20)

Contudo, toda família, por mais diferente.pptx
Contudo, toda família, por mais diferente.pptxContudo, toda família, por mais diferente.pptx
Contudo, toda família, por mais diferente.pptx
 
ÁRENTALIDADE POSITKNIJBHBGVGHV BJ JB IVA.pptx
ÁRENTALIDADE POSITKNIJBHBGVGHV BJ JB IVA.pptxÁRENTALIDADE POSITKNIJBHBGVGHV BJ JB IVA.pptx
ÁRENTALIDADE POSITKNIJBHBGVGHV BJ JB IVA.pptx
 
apoio familiar.pptxcmcmacmasca,cmamcaamacm
apoio familiar.pptxcmcmacmasca,cmamcaamacmapoio familiar.pptxcmcmacmasca,cmamcaamacm
apoio familiar.pptxcmcmacmasca,cmamcaamacm
 
eficacia na comunicação.pomklnklmlkmlmtx
eficacia na comunicação.pomklnklmlkmlmtxeficacia na comunicação.pomklnklmlkmlmtx
eficacia na comunicação.pomklnklmlkmlmtx
 
comunicação eficaz.pptm.m;,;.,.;,.;,,.,.
comunicação eficaz.pptm.m;,;.,.;,.;,,.,.comunicação eficaz.pptm.m;,;.,.;,.;,,.,.
comunicação eficaz.pptm.m;,;.,.;,.;,,.,.
 
inteligenciaemocionalnalideranca-141128103510-conversion-gate01.pptx
inteligenciaemocionalnalideranca-141128103510-conversion-gate01.pptxinteligenciaemocionalnalideranca-141128103510-conversion-gate01.pptx
inteligenciaemocionalnalideranca-141128103510-conversion-gate01.pptx
 
saude no trabalhoccmacmaslc,lscsl,csl,sl,.pptx
saude no trabalhoccmacmaslc,lscsl,csl,sl,.pptxsaude no trabalhoccmacmaslc,lscsl,csl,sl,.pptx
saude no trabalhoccmacmaslc,lscsl,csl,sl,.pptx
 
Autoconhecimento e saude.pptxmclçclaavmsvm
Autoconhecimento e saude.pptxmclçclaavmsvmAutoconhecimento e saude.pptxmclçclaavmsvm
Autoconhecimento e saude.pptxmclçclaavmsvm
 
ENCONTRO 2.pptxm,çlkllmmnm, n,n,,nmnm,nnm
ENCONTRO 2.pptxm,çlkllmmnm, n,n,,nmnm,nnmENCONTRO 2.pptxm,çlkllmmnm, n,n,,nmnm,nnm
ENCONTRO 2.pptxm,çlkllmmnm, n,n,,nmnm,nnm
 
feminismo.pptx,xxl,xa,xçazç.ÇZ,xxsx,çxÃÇZ
feminismo.pptx,xxl,xa,xçazç.ÇZ,xxsx,çxÃÇZfeminismo.pptx,xxl,xa,xçazç.ÇZ,xxsx,çxÃÇZ
feminismo.pptx,xxl,xa,xçazç.ÇZ,xxsx,çxÃÇZ
 
ENCONTRO 2.pptxSXNXKLLXJXLNCKJABCKBACBNXN\ZXN
ENCONTRO 2.pptxSXNXKLLXJXLNCKJABCKBACBNXN\ZXNENCONTRO 2.pptxSXNXKLLXJXLNCKJABCKBACBNXN\ZXN
ENCONTRO 2.pptxSXNXKLLXJXLNCKJABCKBACBNXN\ZXN
 
workshopgitparainiciantes1-190901224755.pdf
workshopgitparainiciantes1-190901224755.pdfworkshopgitparainiciantes1-190901224755.pdf
workshopgitparainiciantes1-190901224755.pdf
 
SLIDE APREENTAÇÃO LUANA.seminario uneb ire
SLIDE APREENTAÇÃO LUANA.seminario uneb ireSLIDE APREENTAÇÃO LUANA.seminario uneb ire
SLIDE APREENTAÇÃO LUANA.seminario uneb ire
 
PORTUGUS-9ANO-PLANEJAMENTO prontoS.pdf
PORTUGUS-9ANO-PLANEJAMENTO    prontoS.pdfPORTUGUS-9ANO-PLANEJAMENTO    prontoS.pdf
PORTUGUS-9ANO-PLANEJAMENTO prontoS.pdf
 
hoónopono e cocrisç~so da realidade na atualidade
hoónopono e cocrisç~so da realidade na atualidadehoónopono e cocrisç~so da realidade na atualidade
hoónopono e cocrisç~so da realidade na atualidade
 
Apresentação LIVE EDUCAÇÃO E PSICANALISE.pptx
Apresentação LIVE EDUCAÇÃO E PSICANALISE.pptxApresentação LIVE EDUCAÇÃO E PSICANALISE.pptx
Apresentação LIVE EDUCAÇÃO E PSICANALISE.pptx
 
TEORIAS_E_TECNICAS_PSICOTERAPICAS_I_Curs (1).pdf
TEORIAS_E_TECNICAS_PSICOTERAPICAS_I_Curs (1).pdfTEORIAS_E_TECNICAS_PSICOTERAPICAS_I_Curs (1).pdf
TEORIAS_E_TECNICAS_PSICOTERAPICAS_I_Curs (1).pdf
 
Português-Aula-4.pdf
Português-Aula-4.pdfPortuguês-Aula-4.pdf
Português-Aula-4.pdf
 
SIMULADO INTERATIVO SAEB ELIZA.pdf
SIMULADO INTERATIVO SAEB ELIZA.pdfSIMULADO INTERATIVO SAEB ELIZA.pdf
SIMULADO INTERATIVO SAEB ELIZA.pdf
 
baladao LP.pptx
baladao LP.pptxbaladao LP.pptx
baladao LP.pptx
 

Último

Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaCentro Jacques Delors
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialDouglasVasconcelosMa
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Pauloririg29454
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioWyngDaFelyzitahLamba
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaREGIANELAURALOUREIRO1
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)Centro Jacques Delors
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfFbioFerreira207918
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfGisellySobral
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Centro Jacques Delors
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 

Último (20)

Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundario
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 

cartilha-5-inteligencia-emocional-no-trabalho.docx

  • 1. Todas as emoções são impulsos - legados pela evolução e condicionados por fatores culturais e históricos - voltados para uma ação imediata. São as nossas emoções e sentimentos que nos orientam diante de um impasse ou quando temos de tomar providências importantes demais para que sejam deixadas a cargo unicamente do intelecto: em situações de perigo, na experimentação da dor causada por uma perda, na necessidade de não perder a perspectiva apesar dos percalços, na ligação com um companheiro, na formação de uma família. Cada tipo de emoção que vivenciamos sinaliza para uma direção, para que assim possamos planejar como lidar com a vida.
  • 2. Alguns pesquisadores conceituam que existem 6 emoções básicas e universais, que podem dar origem a novas e variadas emoções. São elas: alegria, tristeza, medo, surpresa, raiva e nojo. Emoção e sentimento são coisas diferentes. A emoção é uma reação imediata a um estímulo ambiental, é algo que não envolve pensamento - ex: alegria. Já o sentimento envolve um alto grau de componente cognitivo, de percepção e de avaliação de algo. Em geral, reflete como a gente se sente frente a uma emoção - ex: amor -, portanto a emoção é o pano de fundo.
  • 3. Chamamos de inteligência emocional a habilidade para perceber, monitorar e expressar satisfatoriamente as emoções nas situações cotidianas, de forma a utilizar os sentimentos como guias para as ações. Você já parou para observar suas emoções? Qual a frequência que você se coloca no lugar do outro e tenta entender seus sentimentos? O quão bem você compreende o que você sente e por que você sente determinadas coisas? Saber identificar e lidar com as emoções ajuda a melhor gerir os diferentes relacionamentos na vida pessoal e profissional. Permite que sejam estabelecidas conexões com os outros, que sejamos mais compreensivos e que se tenha uma vida mais saudável e autêntica. O que é inteligência emocional?
  • 4. Daniel Goleman - jornalista, psicólogo, escritor e considerado “o pai da inteligência emocional” - categoriza a inteligência emocional em 5 habilidades: Autoconhecimento: reconhecer as próprias emoções e sentimentos quando ocorrem e ter a capacidade de analisar seus pontos fortes e fracos. Profissionais com autoconhecimento entendem como suas ações impactam as pessoas ao seu redor e conseguem tirar bom proveito das críticas. Controle emocional: não se trata apenas de reconhecer as próprias emoções, é preciso saber como apropriadamente expressar, regular e gerenciar as emoções. Saber controlar suas emoções e entender como utilizá-las ao seu favor é uma habilidade muito importante na vidaprofissional. Quais são os componentes da inteligência emocional?
  • 5. Automotivação: pessoas com elevada inteligência emocional têm motivações internas - e não somente externas, como por exemplo: subir na carreira, ganhar respeito - para agir. Desse modo, conseguem dirigir as emoções a serviço de uma realização pessoal. Empatia: habilidade de se colocar no lugar do outro e tentar compreender como a outra pessoa está se sentindo. É apenas através do autoconhecimento que conseguimos ter empatia pelos outros. Primeiro, devemos saber identificar e compreender as emoções em nós mesmos, para então buscar entender a dos outros. Relacionamentos interpessoais: a arte de se relacionar é, em grande parte, a aptidão para lidar com as emoções dos outros. Uma pessoa com inteligência emocional consegue ter interação de qualidade com outros indivíduos, de forma a "navegar" com sucesso nas diferentes situações sociais.
  • 6. A maioria das situações vividas no trabalho exigem habilidades de relacionamento e de compreensão humana. Só as competências técnicas não são o suficiente para o sucesso de uma equipe. Um profissional pode ter graduações concluídas, cursos ou saber manusear programas específicos, mas sem o controle emocional, pode trazer muitos prejuízos para o clima de trabalho. Em situações de conflito, a necessidade de se ter inteligência emocional bem desenvolvida é nítida. Quando alguém não sabe ao certo o que sente, não é empático, está sempre estressado, age com impulsividade e não dosa suas reações, o problema é inflamado e dificilmente resolvido. Acontecem ofensas, mágoas e prejuízo para o trabalho. Por que é importante falar sobre inteligência emocional no trabalho?
  • 7. Além disso, a inteligência emocional não é necessária apenas para promover a melhor saída em situações de conflito. Mesmo quando existem relações de qualidade satisfatória, essa capacidade bem desenvolvida costuma trazer impactos positivos na produtividade e na satisfação com o trabalho. Pessoas que sabem administrar suas emoções têm mais facilidade para trabalhar em equipe, gerir negociações e se adaptar a mudanças. Um profissional com clareza sobre os próprios sentimentos e que consegue lidar melhor com imprevistos e adversidades no dia a dia influencia positivamente todos ao seu redor. Somado a isso, uma pessoa com inteligência emocional bem desenvolvida escuta o outro adequadamente e demonstra respeito com quem está falando, ajudando a construir um ambiente de trabalho saudável e agradável de se conviver.
  • 8. Talvez você esteja se perguntando como praticar os conhecimentos trazidos até o momento. É o que veremos a seguir. Confira as 6 maneiras de desenvolver a inteligência emocional: A capacidade de lidar com as diferentes emoções e usá-las eficientemente nos torna mais resilientes ao estresse. Quando alguém lhe aborrece ou usa palavras desagradáveis, não reaja imediatamente. É muito fácil se deixar levar por emoções negativas, mas tente observar o que está acontecendo de maneira objetiva e sob diferentes perspectivas. Como desenvolver a inteligência emocional no trabalho?
  • 9. Afaste-se da situação acalorada e destine tempo para juntar seus pensamentos e escolher a melhor decisão para o impasse. Não pule para conclusões precipitadas: ao invés de olhar somente para o seu lado, pense no que a outra pessoa possa estar sentindo naquela situação, tentando compreender o que a motivou a agir de determinada maneira. Antes de observar e compreender os outros, observe você mesmo. Para desenvolver a inteligência emocional, devemos aprender a observar objeti- vamente a nós mesmos e perceber nossas ações. Desafie seus pensamentos imediatos, fazendo-se perguntas do tipo: “Estou pensando da maneira correta?”; “Deveria ter usado aquelas palavras?”; “Como eu reagiria se estivesse no lugar dele/dela?”; “Há outra forma de analisar essa situação?”; “Estou na direção certa?”. A autoavaliação nos permite ampliar a nossa percepção, desenvolvendo nosso senso de humildade e justiça conosco e com os outros.
  • 10. Pessoas que conseguem identificar e expressar assertivamente os seus pensamentos são mais emocional e socialmente aptas. Elas se afastam de uma comunicação agressiva ou passiva e são capazes de colocar as suas opiniões sem faltar com o respeito. A autoexpressão diz respeito a focar em formas mais eficazes de comunicação com os outros, escolhendo a melhor maneira de comunicar ao outro o que se está pensando e sentindo, com o intuito de buscar uma alternativa conjunta de resolução dos problemas.
  • 11. No ambiente de trabalho, é possível que o estresse e as pressões cotidianas prejudiquem as emoções e a forma como se lida com elas. A exposição frequente a situações de estresse no trabalho abre caminhos a uma série de problemas, podendo chegar até mesmo ao adoecimento físico/mental. Formas de lidar com o estresse: Lembre-se que o estresse nos motiva a resolver nossos problemas. Visualizar o estresse como algo aceitável é o primeiro passo para reduzir os efeitos negativos associados a ele. Lembre-se: o objetivo é lidar com o estresse e não eliminá-lo. Fale sobre seus problemas, mesmo que eles não possam ser resolvidos. Falar sobre seus estressores ajuda a enxergar a situação de uma perspectiva, abrindo espaço para enxergar soluções as quais você pode não ter pensado ainda. Além disso, falar sobre algo que perturba ajuda a reduzir os sentimentos negativos associados ao estresse.
  • 12. Priorize suas responsabilidades. Busque resolver os problemas lidando com as tarefas mais rápidas e fáceis primeiramente. Ter muitos itens a completar numa lista de tarefas pode ser algo estressante, ainda que nenhum deles seja muito complexo. Ao completar as tarefas mais simples, sua mente ficará mais livre para lidar com responsabilidades maiores. Foque no básico. O estresse pode desencadear um ciclo vicioso em que as necessidades básicas ficam negligenciadas, o que pode gerar ainda mais estresse. Certifique-se que suas necessidades básicas sejam sempre priorizadas, tais como se alimentando bem e de modo saudável, com bons e regulares hábitos de sono, realizando atividades físicas regulares e outras formas de autocuidado. Busque autoconhecimento. O que lhe estressa no trabalho? Reuniões longas demais? A caixa de e-mail lotada todos os dias? A partir do momento em que você tem consciência sobre o que lhe deixa estressado, fica mais fácil buscar formas de superar essas adversidades. Se você detesta responder inúmeros e-mails todos os dias e isso lhe deixa maluco, que tal encontrar um horário adequado para essa tarefa? Talvez logo no início do dia, para se livrar do que você menos gosta de fazer, ou no final do expediente, quando as suas energias já estão esgotadas e você quer apenas executar tarefas operacionais.
  • 13. Procure balancear as diferentes áreas de sua vida. Quando as pessoas se sentem sob elevado estresse, frequentemente estão priorizando alguma área de vida em detrimento das demais - geralmente, prioriza-se o trabalho, enquanto as demais ficam negligenciadas. Busque equilibrar o tempo dedicado a cada área de vida, com tempo adequado para o trabalho, para a família, para o lazer e os cuidados com o corpo, e o tempo para si mesmo. Valorize o tempo para si mesmo. O tempo pessoal normalmente é o primeiro a ser sacrificado quando há muitos problemas para resolver. É justamente esse gatilho que torna o enfrentamento das situações estressantes mais difícil. Busque incluir na agenda o tempo dedicado às atividades relaxantes e de divertimento, sem interrupções. Mantenha as coisas em perspectiva. No calor do momento, pequenos problemas podem se tornam maiores do que realmente são. Dê um passo para trás e pense o quão importante é um problema ao analisá-lo sob uma perspectiva mais ampla: esse problema será importante daqui a uma semana? Um mês? E em um ano, como será?
  • 14. A empatia é essencial no ambiente de trabalho, já que ser capaz de se colocar no lugar dos outros é importante para entender como eles se sentem em variadas situações. A dica é ficar atento às pistas verbais e não-verbais que podem conter informações valiosas sobre o que as pessoas ao seu redor estão sentindo. Antes de julgar ou criticar, procure entender a posição em que aquele indivíduo está e por que ele age de determinada forma. Lembre-se sempre de que cada pessoa enfrenta situações que você nem imagina, cada um tem os seus problemas e, portanto, ter uma postura empática é essencial para a construção de laços genuínos e de confiança.
  • 15. Um dos pontos importantes para quem deseja aumentar os níveis de inteligência emocional é ser capaz de receber as críticas construtivas. Quando se trata de uma crítica que não é infundada, é importante tentar compreendê-la sem levá-la para o lado pessoal, sem que se sinta ofendido ou se coloque em uma posição defensiva. Nesse sentido, tire alguns momentos para entender de onde vem a crítica, como ela está afetando as outras pessoas e a você mesmo, e como é possível resolver a situação de forma construtiva.
  • 16. No processo de desenvolvimento da inteligência emocional no trabalho, o gestor tem papel primordial, tanto no que se refere ao seu autodesenvolvimento nessa competência, quanto no fomento ao desenvolvimento dessa competência na equipe a qual lidera. Nesse sentido, 2 pontos merecem destaque:
  • 17. Saiba identificar quais características devem ser respeitadas e quais realmente precisam de mudança. Por exemplo, se alguém tem uma forma mais enérgica de agir, essa pessoa não precisa se tornar extremamente calma e mudar a sua personalidade para ter um bom quociente emocional. Ela precisa entender o que esse padrão de comportamento tem de bom e ruim para saber aproveitá-la de forma inteligente e dosá-la nos momentos em que for necessário. Da mesma forma, um colaborador introvertido não deve se tornar extremamente sociável para ser considerado alguém com boas habilidades relacionais. Suas competências de introspecção, inclusive, podem ser muito bem direcionadas e o processo de desenvolvimento deve ser possível. Não existe um padrão de personalidade - pessoas mais enérgicas, mais introvertidas, mais espirituosas, etc. - para alcançar a inteligência emocional. Os próprios integrantes da equipe devem entender suas tendências comportamentais, tendo consciência do que pode influenciar positiva ou negativamente em cada situação.
  • 18. Não são apenas suas palavras que têm grandes impactos na performance da equipe e no estabelecimento de um bom clima de trabalho, mas também suas atitudes. Um bom gestor deve saber administrar suas emoções e ser exemplo para toda a sua equipe. A inteligência emocional não é uma competência inata, requer aprendizado e comprometimento. Portanto, a capacitação, o desenvolvimento e o aperfeiçoamento de competências emocionais devem ser tarefas prioritárias para uma adequada gestão de equipes.
  • 19. Diicass culltturraiiss Ted Talk “Três maneiras de medir sua capacidade de se adaptar e como melhorá-la” (Natalie Fratto) Neste vídeo, a palestrante menciona que no contexto de trabalho não basta inteligência ou carisma, mas sim adaptabilidade. Ela compartilha três maneiras de medir o “quociente de adaptabilidade”. Além disso, demonstra por que a capacidade de responder bem às mudanças é um traço que realmente importa no ambiente laboral. Livro “Inteligência Emocional: a teoria revolucionária que define o que é ser inteligente” (Daniel Goleman) Pautado em exemplos marcantes, valendo-se de explicações da psicologia e neurociência, o autor descreve neste famoso livro as cinco habilidades- chave da inteligência emocional e mostra como elas determinam nosso êxito nos relacionamentos pessoais, no trabalho e até em nosso bem-estar físico. Para assistir a conferência, clique na imagem.
  • 20. Filme “Divertidamente” (Inside Out) Nesta animação da Disney, as emoções são, literalmente, as protagonistas. Um filme com um profundo significado tanto para os mais pequenos, como para adultos, que nos convida a conhecer as emoções básicas como a “alegria”, a “tristeza”, a “ira”, o “medo” e o “nojo” e nos mostra como funciona o processo cada vez que nos invade algum sentimento: como surge, as suas consequências e as formas de o gerir. Diicass culltturraiiss
  • 21. COSENZA, B. Como ter inteligência emocional no ambiente de trabalho? Confira 8 superdicas! Disponível em: <https://www.vittude.com/empresas/como-ter-inteligencia-emocional-no-ambiente-de- trabalho-confira-8-superdicas>. Acesso em: 27 de setembro de 2021. GOLEMAN, D. (2007). Inteligência Emocional: a teoria revolucionária que define o que é ser inteligente. Rio de Janeiro: Objetiva. HASSON, G. Inteligência emocional no trabalho: saiba como desenvolvê-la. Disponível em: <https://blog.crossknowledge.com/pt/inteligencia-emocional-no-trabalho/> Acesso em: 28 de setembro de 2021. INSTITUTO FEDERAL RIO GRANDE DO NORTE. Projeto de prevenção aos riscos psicossociais. Inteligência Emocional. Disponível em: <https://portal.ifrn.edu.br/ifrn/servidores/saude-do- servidor/lateral/projeto-de-riscos-psicossociais/inteligencia-emocional>. Acesso em: 28 de setembro de 2021. SÓLIDES. Inteligência emocional no trabalho: o que é e como desenvolver? Disponível em: <https://blog.solides.com.br/inteligencia-emocional-no-trabalho/>. Acesso em: 27 de setembro de 2021. 4SEARCH. A importância da inteligência emocional no trabalho. Disponível em: <https://www.4search.com.br/pt/blog/a-importancia-da-inteligencia-emocional-no-trabalho>. Acesso em: 27 de setembro de 2021. Refferrênciiass