SlideShare uma empresa Scribd logo
O ginásio e o teatro
OS GINÁSIOS ,[object Object],[object Object]
SANTUÁRIOS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
SANTUÁRIO  DE DELFOS Era o local dos Jogos Píticos e de um famoso oráculo (o oráculo de Delfos), que ficava dentro de um templo dedicado ao deus Apolo. Delfos era reverenciado por todo o  mundo grego  como o  omphalos , o centro do universo.
SANTUÁRIO  DE DELFOS
FESTIVAIS RELIGIOSOS Concursos ginasiais, hípicos e atléticos Cerimómias religiosas Concursos líricos e musicais
FESTIVAIS RELIGIOSOS ,[object Object],Jogos Pan-helénicos Dionisíacas
SANTUÁRIO DE OLÍMPIA ,[object Object]
JOGOS OLÍMPICOS ,[object Object]
JOGOS OLÍMPICOS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
O TEATRO GREGO
Foi o grande defensor do teatro, nomeadamente com o  theórikon  (oferecia bilhetes aos mais pobres, para que estes também pudessem assistir ao espectáculo).   Pisístrato Organizou os primeiros concursos dramáticos em 534 a.C. Péricles O TEATRO GREGO
Função do  teatro grego formação cívica e  religiosa  dos espectadores reflectir sobre  o sentido  da existência  humana ensinar as virtudes  aos cidadãos reflectir  sobre  os vícios dos  homens
Os concursos estavam a cargo de um grupo de altos magistrados e cidadãos ricos ( coregia ), que escolhia as peças, nomeava os actores e financiavam o espectáculo As representações duravam quatro dias seguidos, sem entreactos ou intervalos; tinham sempre uma assistência muito concorrida, atenta e participativa.
Existia também o  coro , que dançava e cantava ao som do oboé, pois a poesia, dança e música estavam sempre interligados Os actores, ou hipócritas,  eram sempre homens e interpretavam na mesma peça vários papéis, inclusive papéis femininos. Usavam uma grande variedade de trajes, coturnos e máscaras que os ajudavam a caracterizar a personagem.
A tragédia ,[object Object],[object Object]
A origem da tragédia ,[object Object],[object Object],[object Object],Mosaico com Dionísio
Ésquilo Sófocles Eurípedes OS MAIORES DRAMATURGOS
AUTORES E PEÇAS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
O seu conteúdo estava principalmente ligado aos assuntos do quotidiano e da vida terrena, ridicularizando com um grande espírito crítico e liberdade os vícios, hábitos, modas e atitudes dos políticos, filósofos, escritores e até dos deuses A COMÉDIA
O inicio do espectáculo era ao amanhecer.  Muitas vezes os cidadãos assistiam a três tragédias, uma tragicomédia e uma comédia.  O número de participantes activos nunca era inferior a 1000, homens e rapazes, que dedicavam imenso tempo a ensaios prévios. O teatro, quando cheio, abrangia cerca de 14000 espectadores, sentados em filas ascendentes, ao ar livre.
 
A arquitectura: o teatro ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
 
 
A acústica no teatro grego ,[object Object],[object Object]
FIM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ceramica grega
Ceramica gregaCeramica grega
Ceramica grega
Ana Barreiros
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
cattonia
 
Arte na Grécia Antiga
Arte na Grécia AntigaArte na Grécia Antiga
Arte na Grécia Antiga
Luciano Dias
 
Arte medieval
Arte medievalArte medieval
Arte medieval
Ana Beatriz Cargnin
 
Arte Grega
Arte GregaArte Grega
Arte Grega
Carla Camuso
 
Arte Romana
Arte RomanaArte Romana
Arte Romana
Andrea Dressler
 
Arte paleocristã
Arte paleocristãArte paleocristã
Arte paleocristã
Sandro Bottene
 
Escultura romana
Escultura romanaEscultura romana
Escultura romana
Ana Barreiros
 
A Cultura da Ágora
A Cultura da ÁgoraA Cultura da Ágora
A Cultura da Ágora
Hca Faro
 
Criatividade e rutura
Criatividade e ruturaCriatividade e rutura
Criatividade e rutura
Hca Faro
 
A Cultura da Ágora
A Cultura da ÁgoraA Cultura da Ágora
A Cultura da Ágora
Beatriz Mariano
 
Módulo 1 escultura grega regular
Módulo 1   escultura grega regularMódulo 1   escultura grega regular
Módulo 1 escultura grega regular
Carla Freitas
 
Arquitetura grega
Arquitetura gregaArquitetura grega
Arquitetura grega
nadyne leite
 
Arte romana
Arte romanaArte romana
Arte romana
Cristiane Seibt
 
Síntese - História do teatro
Síntese - História do teatroSíntese - História do teatro
Síntese - História do teatro
Carla Camuso
 
As fases da escultura grega
As fases da escultura gregaAs fases da escultura grega
As fases da escultura grega
Flávia Marques
 
Grecia antiga Arte e Cultura
Grecia antiga Arte e CulturaGrecia antiga Arte e Cultura
Grecia antiga Arte e Cultura
Rita de Cássia Freitas
 
Módulo 2 arquitetura romana
Módulo 2   arquitetura romanaMódulo 2   arquitetura romana
Módulo 2 arquitetura romana
Carla Freitas
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
rolim mendes
 
Teatro grego e teatro romano
Teatro grego e teatro romanoTeatro grego e teatro romano
Teatro grego e teatro romano
Taís Ferreira
 

Mais procurados (20)

Ceramica grega
Ceramica gregaCeramica grega
Ceramica grega
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
Arte na Grécia Antiga
Arte na Grécia AntigaArte na Grécia Antiga
Arte na Grécia Antiga
 
Arte medieval
Arte medievalArte medieval
Arte medieval
 
Arte Grega
Arte GregaArte Grega
Arte Grega
 
Arte Romana
Arte RomanaArte Romana
Arte Romana
 
Arte paleocristã
Arte paleocristãArte paleocristã
Arte paleocristã
 
Escultura romana
Escultura romanaEscultura romana
Escultura romana
 
A Cultura da Ágora
A Cultura da ÁgoraA Cultura da Ágora
A Cultura da Ágora
 
Criatividade e rutura
Criatividade e ruturaCriatividade e rutura
Criatividade e rutura
 
A Cultura da Ágora
A Cultura da ÁgoraA Cultura da Ágora
A Cultura da Ágora
 
Módulo 1 escultura grega regular
Módulo 1   escultura grega regularMódulo 1   escultura grega regular
Módulo 1 escultura grega regular
 
Arquitetura grega
Arquitetura gregaArquitetura grega
Arquitetura grega
 
Arte romana
Arte romanaArte romana
Arte romana
 
Síntese - História do teatro
Síntese - História do teatroSíntese - História do teatro
Síntese - História do teatro
 
As fases da escultura grega
As fases da escultura gregaAs fases da escultura grega
As fases da escultura grega
 
Grecia antiga Arte e Cultura
Grecia antiga Arte e CulturaGrecia antiga Arte e Cultura
Grecia antiga Arte e Cultura
 
Módulo 2 arquitetura romana
Módulo 2   arquitetura romanaMódulo 2   arquitetura romana
Módulo 2 arquitetura romana
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
Teatro grego e teatro romano
Teatro grego e teatro romanoTeatro grego e teatro romano
Teatro grego e teatro romano
 

Destaque

Religião e Filosofia da grécia antiga
Religião e Filosofia da grécia antigaReligião e Filosofia da grécia antiga
Religião e Filosofia da grécia antiga
Ana Barreiros
 
O século de péricles
O século de périclesO século de péricles
O século de péricles
Ana Barreiros
 
A pólis de atenas
A pólis de atenasA pólis de atenas
A pólis de atenas
Ana Barreiros
 
Casa Sommer
Casa SommerCasa Sommer
Casa Sommer
Ana Barreiros
 
Criatividade e ruturas
Criatividade e ruturasCriatividade e ruturas
Criatividade e ruturas
Ana Barreiros
 
Criatividade e ruturas
Criatividade e ruturasCriatividade e ruturas
Criatividade e ruturas
Ana Barreiros
 
Soutode moura
Soutode mouraSoutode moura
Soutode moura
Ana Barreiros
 
A historia da_arte
A historia da_arteA historia da_arte
A historia da_arte
Ana Barreiros
 
A batalha de salamina
A batalha de salaminaA batalha de salamina
A batalha de salamina
Ana Barreiros
 
O que é a arte
O que é a arteO que é a arte
O que é a arte
Ana Barreiros
 
Helena almeida
Helena almeidaHelena almeida
Helena almeida
Ana Barreiros
 
Paula rego
Paula regoPaula rego
Paula rego
Ana Barreiros
 
Templo da deusa niké
Templo da deusa nikéTemplo da deusa niké
Templo da deusa niké
Ana Barreiros
 
Linha conceptual 7º ano 2012-13
Linha conceptual   7º ano 2012-13Linha conceptual   7º ano 2012-13
Linha conceptual 7º ano 2012-13
Ana Barreiros
 
Bairro dos museus
Bairro dos museusBairro dos museus
Bairro dos museus
Ana Barreiros
 
Casamento D. Leonor e frederico III
Casamento D. Leonor e frederico IIICasamento D. Leonor e frederico III
Casamento D. Leonor e frederico III
Ana Barreiros
 
O maneirismo
O maneirismoO maneirismo
O maneirismo
Ana Barreiros
 
Ficha "A Cultura do Palco"
Ficha "A Cultura do Palco"Ficha "A Cultura do Palco"
Ficha "A Cultura do Palco"
Ana Barreiros
 
Preparação para a prova intermédia
Preparação para a prova intermédiaPreparação para a prova intermédia
Preparação para a prova intermédia
Ana Barreiros
 
Ficha formativa 1820 e o liberalismo correcao
Ficha formativa 1820 e o liberalismo correcaoFicha formativa 1820 e o liberalismo correcao
Ficha formativa 1820 e o liberalismo correcao
Ana Barreiros
 

Destaque (20)

Religião e Filosofia da grécia antiga
Religião e Filosofia da grécia antigaReligião e Filosofia da grécia antiga
Religião e Filosofia da grécia antiga
 
O século de péricles
O século de périclesO século de péricles
O século de péricles
 
A pólis de atenas
A pólis de atenasA pólis de atenas
A pólis de atenas
 
Casa Sommer
Casa SommerCasa Sommer
Casa Sommer
 
Criatividade e ruturas
Criatividade e ruturasCriatividade e ruturas
Criatividade e ruturas
 
Criatividade e ruturas
Criatividade e ruturasCriatividade e ruturas
Criatividade e ruturas
 
Soutode moura
Soutode mouraSoutode moura
Soutode moura
 
A historia da_arte
A historia da_arteA historia da_arte
A historia da_arte
 
A batalha de salamina
A batalha de salaminaA batalha de salamina
A batalha de salamina
 
O que é a arte
O que é a arteO que é a arte
O que é a arte
 
Helena almeida
Helena almeidaHelena almeida
Helena almeida
 
Paula rego
Paula regoPaula rego
Paula rego
 
Templo da deusa niké
Templo da deusa nikéTemplo da deusa niké
Templo da deusa niké
 
Linha conceptual 7º ano 2012-13
Linha conceptual   7º ano 2012-13Linha conceptual   7º ano 2012-13
Linha conceptual 7º ano 2012-13
 
Bairro dos museus
Bairro dos museusBairro dos museus
Bairro dos museus
 
Casamento D. Leonor e frederico III
Casamento D. Leonor e frederico IIICasamento D. Leonor e frederico III
Casamento D. Leonor e frederico III
 
O maneirismo
O maneirismoO maneirismo
O maneirismo
 
Ficha "A Cultura do Palco"
Ficha "A Cultura do Palco"Ficha "A Cultura do Palco"
Ficha "A Cultura do Palco"
 
Preparação para a prova intermédia
Preparação para a prova intermédiaPreparação para a prova intermédia
Preparação para a prova intermédia
 
Ficha formativa 1820 e o liberalismo correcao
Ficha formativa 1820 e o liberalismo correcaoFicha formativa 1820 e o liberalismo correcao
Ficha formativa 1820 e o liberalismo correcao
 

Semelhante a O estadio e o teatro

Artes cênicas
Artes cênicasArtes cênicas
Artes cênicas
Ana Beatriz Cargnin
 
A religiao e a cultura na grecia antiga
A religiao e a cultura na grecia antigaA religiao e a cultura na grecia antiga
A religiao e a cultura na grecia antiga
putomiguel
 
ApresentaçãO I
ApresentaçãO IApresentaçãO I
ApresentaçãO I
Espetaculo
 
O Teatro como manifestação religiosa e como parte do exercício de cidadania.
O Teatro como manifestação religiosa e como parte do exercício de cidadania.O Teatro como manifestação religiosa e como parte do exercício de cidadania.
O Teatro como manifestação religiosa e como parte do exercício de cidadania.
Hca Faro
 
Resumão historia do teatro
Resumão historia do teatroResumão historia do teatro
Resumão historia do teatro
Taís Ferreira
 
História m. do teatro m.berthold 102 137
História m. do teatro m.berthold 102 137História m. do teatro m.berthold 102 137
História m. do teatro m.berthold 102 137
Andre Luiz Santos Camargo
 
EvoluçãO Do Teatro Ao Longo Da HistóRia Da
EvoluçãO Do Teatro Ao Longo Da HistóRia DaEvoluçãO Do Teatro Ao Longo Da HistóRia Da
EvoluçãO Do Teatro Ao Longo Da HistóRia Da
mega
 
A cultura grega
A cultura gregaA cultura grega
A cultura grega
Célio Alves de Moura
 
Bruno Lopes
Bruno LopesBruno Lopes
Bruno Lopes
13.14 João
 
Resoluçao da 3º ficha de trabalho de historia
Resoluçao da 3º ficha de trabalho de historiaResoluçao da 3º ficha de trabalho de historia
Resoluçao da 3º ficha de trabalho de historia
Miguel Monteiro
 
GréCia VâNia2
GréCia VâNia2GréCia VâNia2
GréCia VâNia2
vaniareginahistoria
 
Grécia Antiga
Grécia AntigaGrécia Antiga
Grécia Antiga
vaniareginahistoria1
 
Bruno lopez
Bruno lopezBruno lopez
Bruno lopez
13.14 João
 
Origens do Teatro Ocidental
Origens do Teatro OcidentalOrigens do Teatro Ocidental
Origens do Teatro Ocidental
Andrea Dressler
 
Documento
DocumentoDocumento
História da arte e do design grecia e roma
História da arte e do design   grecia e romaHistória da arte e do design   grecia e roma
História da arte e do design grecia e roma
Rafael Esnarriaga
 
Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.
Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.
Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.
thunderbold
 
Historia do teatro
Historia do teatroHistoria do teatro
Historia do teatro
Beatriz Moreira
 
O modelo ateniense uma cultura aberta à cidade
O modelo ateniense   uma cultura aberta à cidadeO modelo ateniense   uma cultura aberta à cidade
O modelo ateniense uma cultura aberta à cidade
home
 
Slide Édipo Rei
Slide Édipo ReiSlide Édipo Rei
Slide Édipo Rei
Débora Rodrigues
 

Semelhante a O estadio e o teatro (20)

Artes cênicas
Artes cênicasArtes cênicas
Artes cênicas
 
A religiao e a cultura na grecia antiga
A religiao e a cultura na grecia antigaA religiao e a cultura na grecia antiga
A religiao e a cultura na grecia antiga
 
ApresentaçãO I
ApresentaçãO IApresentaçãO I
ApresentaçãO I
 
O Teatro como manifestação religiosa e como parte do exercício de cidadania.
O Teatro como manifestação religiosa e como parte do exercício de cidadania.O Teatro como manifestação religiosa e como parte do exercício de cidadania.
O Teatro como manifestação religiosa e como parte do exercício de cidadania.
 
Resumão historia do teatro
Resumão historia do teatroResumão historia do teatro
Resumão historia do teatro
 
História m. do teatro m.berthold 102 137
História m. do teatro m.berthold 102 137História m. do teatro m.berthold 102 137
História m. do teatro m.berthold 102 137
 
EvoluçãO Do Teatro Ao Longo Da HistóRia Da
EvoluçãO Do Teatro Ao Longo Da HistóRia DaEvoluçãO Do Teatro Ao Longo Da HistóRia Da
EvoluçãO Do Teatro Ao Longo Da HistóRia Da
 
A cultura grega
A cultura gregaA cultura grega
A cultura grega
 
Bruno Lopes
Bruno LopesBruno Lopes
Bruno Lopes
 
Resoluçao da 3º ficha de trabalho de historia
Resoluçao da 3º ficha de trabalho de historiaResoluçao da 3º ficha de trabalho de historia
Resoluçao da 3º ficha de trabalho de historia
 
GréCia VâNia2
GréCia VâNia2GréCia VâNia2
GréCia VâNia2
 
Grécia Antiga
Grécia AntigaGrécia Antiga
Grécia Antiga
 
Bruno lopez
Bruno lopezBruno lopez
Bruno lopez
 
Origens do Teatro Ocidental
Origens do Teatro OcidentalOrigens do Teatro Ocidental
Origens do Teatro Ocidental
 
Documento
DocumentoDocumento
Documento
 
História da arte e do design grecia e roma
História da arte e do design   grecia e romaHistória da arte e do design   grecia e roma
História da arte e do design grecia e roma
 
Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.
Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.
Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.
 
Historia do teatro
Historia do teatroHistoria do teatro
Historia do teatro
 
O modelo ateniense uma cultura aberta à cidade
O modelo ateniense   uma cultura aberta à cidadeO modelo ateniense   uma cultura aberta à cidade
O modelo ateniense uma cultura aberta à cidade
 
Slide Édipo Rei
Slide Édipo ReiSlide Édipo Rei
Slide Édipo Rei
 

Mais de Ana Barreiros

Pintura barroca na Europa
Pintura barroca na EuropaPintura barroca na Europa
Pintura barroca na Europa
Ana Barreiros
 
Rubrica de avaliação
Rubrica de avaliação Rubrica de avaliação
Rubrica de avaliação
Ana Barreiros
 
Lista de verificação e-atividade
Lista de verificação e-atividade Lista de verificação e-atividade
Lista de verificação e-atividade
Ana Barreiros
 
O romantismo
O romantismoO romantismo
O romantismo
Ana Barreiros
 
Imagens de Arquitetura Barroca
Imagens de Arquitetura BarrocaImagens de Arquitetura Barroca
Imagens de Arquitetura Barroca
Ana Barreiros
 
Pintura do quattrocento
Pintura do quattrocentoPintura do quattrocento
Pintura do quattrocento
Ana Barreiros
 
Correcao 2ª ficha formativa cultura do cinema
Correcao 2ª ficha formativa cultura do cinemaCorrecao 2ª ficha formativa cultura do cinema
Correcao 2ª ficha formativa cultura do cinema
Ana Barreiros
 
O aparecimento da arte gotica
O aparecimento da arte goticaO aparecimento da arte gotica
O aparecimento da arte gotica
Ana Barreiros
 
A modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºG
A modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºGA modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºG
A modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºG
Ana Barreiros
 
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
Ana Barreiros
 
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
Ana Barreiros
 
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ana Barreiros
 
Ficha "A Cultura do Salão"
Ficha "A Cultura do Salão"Ficha "A Cultura do Salão"
Ficha "A Cultura do Salão"
Ana Barreiros
 
Ficha formativa grandes_civilizacoes
Ficha formativa grandes_civilizacoesFicha formativa grandes_civilizacoes
Ficha formativa grandes_civilizacoes
Ana Barreiros
 
Ficha formativa 1 HGP 6º ano
Ficha formativa 1 HGP 6º anoFicha formativa 1 HGP 6º ano
Ficha formativa 1 HGP 6º ano
Ana Barreiros
 
As artes na atualidade
As artes na atualidadeAs artes na atualidade
As artes na atualidade
Ana Barreiros
 
Cultura do espaço virtual
Cultura do espaço virtual Cultura do espaço virtual
Cultura do espaço virtual
Ana Barreiros
 
A arquitetura da 1ª metade século xx
A arquitetura da 1ª metade século xxA arquitetura da 1ª metade século xx
A arquitetura da 1ª metade século xx
Ana Barreiros
 
A arte abstrata depois da 2ª guerra
A arte abstrata depois da 2ª guerraA arte abstrata depois da 2ª guerra
A arte abstrata depois da 2ª guerra
Ana Barreiros
 
Arte abstrata
Arte abstrataArte abstrata
Arte abstrata
Ana Barreiros
 

Mais de Ana Barreiros (20)

Pintura barroca na Europa
Pintura barroca na EuropaPintura barroca na Europa
Pintura barroca na Europa
 
Rubrica de avaliação
Rubrica de avaliação Rubrica de avaliação
Rubrica de avaliação
 
Lista de verificação e-atividade
Lista de verificação e-atividade Lista de verificação e-atividade
Lista de verificação e-atividade
 
O romantismo
O romantismoO romantismo
O romantismo
 
Imagens de Arquitetura Barroca
Imagens de Arquitetura BarrocaImagens de Arquitetura Barroca
Imagens de Arquitetura Barroca
 
Pintura do quattrocento
Pintura do quattrocentoPintura do quattrocento
Pintura do quattrocento
 
Correcao 2ª ficha formativa cultura do cinema
Correcao 2ª ficha formativa cultura do cinemaCorrecao 2ª ficha formativa cultura do cinema
Correcao 2ª ficha formativa cultura do cinema
 
O aparecimento da arte gotica
O aparecimento da arte goticaO aparecimento da arte gotica
O aparecimento da arte gotica
 
A modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºG
A modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºGA modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºG
A modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºG
 
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
 
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
 
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
 
Ficha "A Cultura do Salão"
Ficha "A Cultura do Salão"Ficha "A Cultura do Salão"
Ficha "A Cultura do Salão"
 
Ficha formativa grandes_civilizacoes
Ficha formativa grandes_civilizacoesFicha formativa grandes_civilizacoes
Ficha formativa grandes_civilizacoes
 
Ficha formativa 1 HGP 6º ano
Ficha formativa 1 HGP 6º anoFicha formativa 1 HGP 6º ano
Ficha formativa 1 HGP 6º ano
 
As artes na atualidade
As artes na atualidadeAs artes na atualidade
As artes na atualidade
 
Cultura do espaço virtual
Cultura do espaço virtual Cultura do espaço virtual
Cultura do espaço virtual
 
A arquitetura da 1ª metade século xx
A arquitetura da 1ª metade século xxA arquitetura da 1ª metade século xx
A arquitetura da 1ª metade século xx
 
A arte abstrata depois da 2ª guerra
A arte abstrata depois da 2ª guerraA arte abstrata depois da 2ª guerra
A arte abstrata depois da 2ª guerra
 
Arte abstrata
Arte abstrataArte abstrata
Arte abstrata
 

O estadio e o teatro

  • 1. O ginásio e o teatro
  • 2.
  • 3.
  • 4. SANTUÁRIO DE DELFOS Era o local dos Jogos Píticos e de um famoso oráculo (o oráculo de Delfos), que ficava dentro de um templo dedicado ao deus Apolo. Delfos era reverenciado por todo o mundo grego como o omphalos , o centro do universo.
  • 5. SANTUÁRIO DE DELFOS
  • 6. FESTIVAIS RELIGIOSOS Concursos ginasiais, hípicos e atléticos Cerimómias religiosas Concursos líricos e musicais
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 12. Foi o grande defensor do teatro, nomeadamente com o theórikon (oferecia bilhetes aos mais pobres, para que estes também pudessem assistir ao espectáculo). Pisístrato Organizou os primeiros concursos dramáticos em 534 a.C. Péricles O TEATRO GREGO
  • 13. Função do teatro grego formação cívica e religiosa dos espectadores reflectir sobre o sentido da existência humana ensinar as virtudes aos cidadãos reflectir sobre os vícios dos homens
  • 14. Os concursos estavam a cargo de um grupo de altos magistrados e cidadãos ricos ( coregia ), que escolhia as peças, nomeava os actores e financiavam o espectáculo As representações duravam quatro dias seguidos, sem entreactos ou intervalos; tinham sempre uma assistência muito concorrida, atenta e participativa.
  • 15. Existia também o coro , que dançava e cantava ao som do oboé, pois a poesia, dança e música estavam sempre interligados Os actores, ou hipócritas, eram sempre homens e interpretavam na mesma peça vários papéis, inclusive papéis femininos. Usavam uma grande variedade de trajes, coturnos e máscaras que os ajudavam a caracterizar a personagem.
  • 16.
  • 17.
  • 18. Ésquilo Sófocles Eurípedes OS MAIORES DRAMATURGOS
  • 19.
  • 20. O seu conteúdo estava principalmente ligado aos assuntos do quotidiano e da vida terrena, ridicularizando com um grande espírito crítico e liberdade os vícios, hábitos, modas e atitudes dos políticos, filósofos, escritores e até dos deuses A COMÉDIA
  • 21. O inicio do espectáculo era ao amanhecer. Muitas vezes os cidadãos assistiam a três tragédias, uma tragicomédia e uma comédia. O número de participantes activos nunca era inferior a 1000, homens e rapazes, que dedicavam imenso tempo a ensaios prévios. O teatro, quando cheio, abrangia cerca de 14000 espectadores, sentados em filas ascendentes, ao ar livre.
  • 22.  
  • 23.
  • 24.  
  • 25.  
  • 26.
  • 27. FIM