SlideShare uma empresa Scribd logo
Módulo 5-Cultura do Palácio
Pintura Renascentista
HCA 10º Ano Prof. Carla Freitas
 Texto
• Qual a posição perante as civilizações clássicas?
• Que inspiração Brunelleschi foi buscar a essas civilizações?
• Porque é que Delumeau chama à arte do Renascimento arte de síntese?
• Que inovações os artistas do Renascimento introduziram?
• O que permitiu aos artistas do renascimento fazer obras originais?
 Quadro
• Onde se nota a influência clássica?
• Que características se destacam?
• O que nos remete para a época renascentista?
Observa os documentos das págs. 242 e 243
O Homem como Unidade de Medida
 Surge em Itália:Florença (séc. XV), Roma e Veneza (séc. XVI)
 Raízes :
• Antiguidade Clássica (temática; humanismo)
• Idade Média : pintura de Giotto e Gótico Internacional
 Homem torna-se objeto de pesquisa
 Artista torna-se um intelectual
• Processo de aprendizagem longo
• Estudo de geometria, aritmética, filosofia, história,
astronomia, anatomia, etc.
 Obra de arte é o produto de estudo do Homem pelo artista, visa
ser uma Obra-Prima
 Objetivo da arte é imitar a natureza (imitação intelectualizada
e tecnicista)
• Aplicação de regras racionais
• Procura de soluções científicas
Características técnicas
 Perspectiva científica
• Construção do espaço pictórico de forma
racional e matemática
• Tratamento da luz de forma coerente
 Pintura a óleo
• Permitiu desenvolver técnicas de
modelados e velaturas
• Utilização de texturas e gradações
cromáticas
 Papel
• Permitiu a realização de estudos de
projeto
 Telas e cavaletes
• Facilitaram criação, execução e transporte
Características
estéticas e formais
 Metodologia baseada no
desenho prévio
 Harmonia
 Equilíbrio
 Realismo
 Classicismo (estudo da
arte clássica)
Estudo para "Leda e o Cisne"
Leonardo Da Vinci
Jovem com véu [Margarita Luti],
1516, Rafael Sanzio
Temáticas
 Religiosas (predominam):
• Madonas (culto
mariano)
• Introdução de
elementos profanos.
Ex: doador
 Mitológicas ou da literatura
clássica
• Nu
 Laicas (inovação):
• retratos
• paisagem O Nascimento de Vénus,
Sandro Botticelli
A pintura de quattrocento em
Florença
 Inovadora : realismo científico
• estudos de anatomia
• volume
• perspectiva
 Tema estabelecido em função do
problema “científico”
• (figuras, espaço, relevo das figuras
em cada grupo)
 Principais artistas:
• Masaccio
• Paolo Ucello
• Piero della Francesca
• Andrea Mantegna
• Luca Signorelli Masaccio, Santíssima Trindade, com A Virgem e S. João,
1425, Santa Maria Novella, Florença (afresco)
Masaccio (desastrado)
(Tommaso Cassai ou Tommaso di Ser Giovanni di Mone), Italiano, San Giovanni
Valdarmo, 1401 – Roma, 1428
Ressurreição do Filho de Theophilus (acabado depois por Filippino Lippi), fresco, Capela Brancacci, Florença
Frescos na Capela Brancacci,1426-82,Fresco, Santa Maria del Carmine, Florença
Ressurreição do Filho de Theophilus
(acabado depois por Filippino Lippi), fresco,
Capela Brancacci , Florença
Baptismo de Neophytes, 1426-27,
fresco, capela Brancacci , Florença
S. Pedro a curar os feridos com
a sua sombra, 1426-27, fresco,
capela Brancacci , Florença
Retrato de Jovem, 1426-27, madeira
Características da Pintura de Masaccio
 personagens realistas desenhados com
traços sólidos
 uso inovador da perspectiva linear e aérea
 Efeitos de luz, sombra e tons que
conferem volume às personagens
 Influências:
• Giotto
• esculturas de Donatello
“Pintei, e as minhas pinturas eram como a
vida; dei aos meus personagens movimentos,
paixão, alma.”
Paolo Ucello (Paulo dos Pássaros).
Paolo di Dono, 1395-1475
Giotto (pintura), Ucello (perspectiva e pintura animais), Donatello (escultura), Manetti (matemática) e
Brunelleschi (arquitectura), c. 1450, óleo em madeira, 43 x 210 cm
Museu do Louvre
A Batalha de San Romano: o contra-ataque de Micheletto da Cotignola
c. 1440, têmpera em madeira; 180 x 316 cm
A Batalha de San Romano: Bernardino della Ciarda arremete com o seu cavalo;
c. 1440, têmpera em madeira; 180 x 316 cm
A Batalha de San Romano: Niccolò Mauruzi da Tolentino
c. 1440, têmpera em madeira; 180 x 316 cm
https://www.youtube.com/watch?v=p8Vasl3L5p8
Módulo 5 - Pintura Renascentista
Monumento Fúnebre a Sir John Hawkwood, 1436, Fresco, 820 x 515 cm
Duomo, Florença
Retrato de Jovem, 1440-42, óleo em tela
Características da Pintura de Paolo Ucello
 Perspetiva científica
 Geometrização das figuras
 Composições cénicas complexas
 Cores vibrantes
 Influências
• Donatello
Andrea Mantegna
(Vicenza, 1431-Mântua,1506)
Câmara dos Esposos, Palácio Ducal de Mantua, 1471-74; Fresco
A corte de Mântua (Ludovico Gonzaga
Câmara dos Esposos, Palácio Ducal de Mantua); 1471-74; Fresco
Tecto da Câmara dos Esposos, Palácio Ducal de Mantua); 1474; Fresco
A Crucificação, 1456-59, da pradela do Altar de San Zeno, Museu do Louvre, Paris
Cristo no Jardim das Oliveiras, 1460, Têmpera em Madeira, Museu das Belas Artes, Tours
Lamentação sobre o Cristo Morto, 1475-78, Têmpera sobre tela, Pinacoteca de Brera, Milão
Judite e a escrava Abra, 1495, Dublin, National Gallery
of Ireland
Características da Pintura de
Andrea Mantegna
 Correção anatómica
 Correção da perspectiva
 Volume escultural das figuras (como
estátuas)
 Cenários arquitectónicos imponentes
 Era um exímio gravador em folhas de
cobre
 Influências
• Donatello
• Andrea del Catagno
• Jacopo Bellini
PIERO della FRANCESCA
(1416-1492 Borgo San Sepolcro)
Sacra Conversazione, 1472, Têmpera e pintura a óleo sobre
madeira, Pinacoteca de Brera, Milão
Cidade Ideal. c. 1470. Painel, 60 cm x 200 cm. Galleria Nazionale delle Marche, Urbino
Flagelação; c.1453-1455; óleo e têmpera sobre madeira, 58.4 x 81.5 cm
Ressurreição, 1463-65; fresco e têmpera sobre mural, 225 x 200 cm
Adoração da Santa Cruz e Encontro de Salomão com a Rainha de Sheba
c. 1452; Fresco, 336 x 747 cm; San Francesco, Arezzo
A duquesa de Urbino e Duque de Urbino,1465-70, têmpera em madeira
Sigismondo Pandolfo Malatesta, c.1450 – 1451, Louvre
Características da Pintura de
Piero della Francesca
 Figuras monumentais e solenes
 Cenários rigorosos (composição
geométrica)
• construção matemática precisa da
profundidade espacial
 Luz que define a matéria
• modelação tridimensional das
figuras
LUCA SIGNORELLI (Luca d'Egidio di
Luca di Ventura)
1445 - 1523, Cortona, Itália
Fresco Capela de San Brizio, Duomo, Orvieto
Lamentação sobre Cristo Morto, Museo Diocesano,
Cortona
Comunhão dos Apóstolos, 1512, Museo Diocesano,
Cortona
Testamento e morte de Moisés, 1481-1482, Paredes laterais
da Capela Sistina, Vaticano
Virgin e a criança com profetas, óleo sobre madeira,
1490, Uffizi Gallery, Florença
Características da Pintura de
Luca Signorelli
 Perspectiva rigorosa
 Movimento
 Efeitos de luz
 Dramatismo das composições
A pintura de quattrocento em
Florença
 De influência medieval : lírica,
mística
• naturalismo no rosto e vestuário
• classicismo na recuperação
iconográfica pagã
• importância do tema sobre o
tratamento da perspectiva
 espaço gótico ou perspectiva
incipiente
• linha, ritmo e cor
• Forma, volume, movimento
 Artistas:
• Fra Angelico
• Boticcelli Fra Angelico, O nome de S. João Baptista, 1434-35
Têmpera em madeira, 26 x 24 cm
Fra ANGELICO
(Giovanni da Fiesole, nascido Guido di Pietro Trosini)
n. c. 1400, Vicchio nell Mugello, m. 1455, Roma
Retrato Póstumo por Luca
Signorelli
Adoração dos magos(1423-1424)
A adoração dos Magos
c. 1445; Madeira; d: 137,4 cm; National Gallery of
Art, Washington
Anunciação;Fresco, Museu Nacional de São
Marcos, Florença
A deposição no túmulo, 1438-40, Alte Pinakothek,
Munique
Características da Pintura de
Fra Angelico
 Figuras delicadas e estilizadas
 Cromatismo intenso
 Perspectiva empírica
Sandro Botticelli (Alessandro di Marino Filipepi)
1445-1510, Florença
Adoração dos magos, 1485/86, Óleo sobre tela
Galleria degli Uffizi, Florença
Cenas da Vida de Moisés; 1481-82; Fresco, 348,5 x 558 cm
Capela Sistina, Vaticano
A Anunciação, 1489-90, têmpera em madeira
Anunciação;1485-92; Têmpera e ouro em madeira,
Metropolitan Museum of Art, Nova Iorque
Madonna do Livro
1483, 58 x 40 cm
Madonna do Magnificat; c.1480-1481. Têmpera em
madeira
Primavera, 1477-80, têmpera sobre madeira
O Nascimento de Vénus, 1480, têmpera em madeira
Retrato de jovem;
depois de 1480
óleo sobre madeira, 47,5 x 35 cm
Retrato de um homem com medalhão de Cosimo il
Vecchio, antes de 1480, têmpera em madeira
Pallas e o Centauro, c. 1482, têmpera em madeira
Características da Pintura de
Botticelli
 Prevalência do desenho sobre a
modelação
 Figuras graciosas
 Paisagem como cenário
 Perspectiva empírica
 Temática mitológica e religiosa
Século XVI em Roma
 O auge da perfeição e equilíbrio das
formas
 Harmonia, graciosidade e proporções
harmoniosas
 Conhecimento da Natureza e anatomia
 Progressos na pintura a óleo:
• Leonardo da Vinci: “sfumato”
• Rafael : cromatismo forte mas
equilibrado
• Pintores venezianos
 Progressos em Matemática, perspectiva,
óptica
 Grande liberdade criadora dos artistas
• prenúncio do Maneirismo Tiziano (escola de Veneza), Madalena arrependida,
1555-65, Óleo sobre tela
LEONARDO DA VINCI
(n. 1452, Vinci, m. 1519, Cloux, perto de Amboise,França)
Autorretrato Autorretrato 1512-15
Biografia
 Completa a sua formação
 Trabalhou em Florença (poucas encomendas), Milão
(trabalhou para os Sforza), Roma
 Em 1516, Francisco I oferece-lhe o Castelo do Clos
Lucé, nomeia-o "Primeiro pintor, arquiteto e engenheiro do
Rei".
 Com múltiplos interesses fez anotações sobre pintura
para um livro que nunca escreveu, estudou plantas e
pássaros, movimento das águas e anatomia humana,
desenhou invenções várias e planeou grandes obras de
engenharia civil, arquitectura e urbanismo (Ex: sistemas de
esgotos, construções de vias em dois andares...)
 Tinha dificuldade em cumprir prazos e deixou várias
obras inacabadas
Museu Leonardo da Vinci
em Roma
Castelo do Clos Lucé
Esboços de Anatomia
Esboços de Animais
Estudos de Arquitetura
Desenhos de Inventos
Proporção do Corpo Humano
Obras inacabadas
S. Jerónimo, c. 1480, Têmpera e óleo
sobre madeira,(103 x 75 cm)
Museu do Vaticano
Estudo de perspectiva
Adoração dos Magos,1481-1482, Óleo sobre madeira, 246 x 243 cm,
Obra restaurada na Galeria Ufizzi, Florença
Retratos
Cabeça de mulher; 1470-76;
(pena e tinta); Uffizi, Florence
A Bela Ferroniére, 1490–1496,
óleo sobre madeira, 62 cm × 44
cm, Louvre, Paris
Retrato de Mulher de Perfil, 1493-1495,
Óleo sobre madeira
51 × 34 cm, Pinacoteca Ambrosiana,
Milão
Retratos
Retrato de um músico, 1490
óleo sobre tela, 43 x 31 cm; Milão
A Dama do Arminho, 1483-90, óleo sobre madeira
53.4 x 39.3 cm ,Czartoryski Museum, Cracóvia
Retratos
Ginevra de Benci, 1474-1476
óleo sobre madeira; 42 x 37 cm;
National Gallery of Art, Washington
Reverso do quadro
Mona Lisa , a Gioconda, 1503-05
óleo sobre madeira, 77 x 53 cm
Museu do Louvre, Paris, France
Nome
"Mona" - contração de "Madona", o equivalente
italiano de "Senhora" ou "Madame" Lisa.
Também conhecida como a "Gioconda", que
pode significar "mulher alegre" ou "a esposa de
Giocondo",
• equilíbrio entre o humano e o natural
• Sfumato
• Enquadramento (uma mulher sentada e no
fundo, uma paisagem que mistura a natureza
e a ação humana (os caminhos).
• Paisagem desigual (mais baixa à esquerda)
• Estrutura piramidal do corpo
• Sorriso ambíguo e enigmático
• Efeito ótico no olhar carregado de
intensidade que nos segue
• Postura formal (posar para o retrato)
• Uso da porporção aúrea
Madonas
Madona Bennois, c. 1478; óleo sobre
tela; 49.5 x 31.5 cm, Hermitage,
St Petersburg
A Virgem do Cravo, 1478–1480
Óleo sobre painel, 62 × 47.5 cm
Antiga Pinacoteca, Munique
A Virgem, do Fuso c.1501
Óleo sobre painel , Coleção particular
Virgem dos Rochedos, 1483-86
óleo sobre madeira(199 x 122 cm; Musée
du Louvre
A Virgem dos Rochedos; 1506
óleo sobre madeira;189.5 x 120 cm;
National Gallery, London,
Estudos para Santa Ana e a Virgem e Cartão da Virgem e Santa Ana; 1507-08, (carvão)
A Virgem, Santa Ana e o Menino, c.1508-1510. óleo em madeira, 168 x 130 cm, Musée du Louvre, Paris
Estudos para a batalha de Anghiari
Batalha de Anghiari; 1503-05 (Cópia feita por Rubens)
Estudos para a Última Ceia
A Última Ceia (cópia do séc. XVI)
A Última Ceia, 1495-97, 1498, depois do restauro/limpeza, técnica mista (óleo e têmpera)
460 x 880 cm Convento de Santa Maria delle Grazie (refeitório), Milão
Características da pintura
 Pintura científica e psicológica
 Utilização do “sfumatto”: transição
suave luz-sombra
 Composições em esquemas geométricos
(triângulo)
 Força expressiva do rosto e dos gestos:
• “revelar os movimentos da alma
através dos movimentos do corpo”
• Sorrisos ambíguos e misteriosos; olhos
semi-velados
 Paisagens : estranhos rochedos;
perspectiva atmosférica e “sfumatto”
Homem típico do Renascimento:
universalista, curioso, inquieto
S. João Batista, 1508-09, Óleo sobre Madeira
69 cm × 57 cm, Museu do Louvre, Paris
A A Anunciação
1472-1475; óleo e têmpera sobre madeira, 98 x 217 cm
Galeria Uffizi, Florença
A Obra
• Representa o arcanjo Gabriel no
momento que anunciava a
Maria que fora escolhida para
ser a mãe de Jesus, de acordo
com o evangelho de Lucas 1:26.
• O trabalho ficou oculto até 1867,
altura em que foi transferido de
um convento para a Galeria
degli Uffizi, também em
Florença.
• É considerada um dos primeiros
trabalhos de Leonardo Da vInci
mas também tem sido atribuída
a outros pintores como:
Ghirlandaio ou Verrocchio.
A Obra
• Um muro baixo cerca o jardim,
mas abre-se a meio, deixando
ver um caminho para a floresta,
ao longe
• Maria encontra-se num palácio
de arquitetura florentina, num
terraço sobre o jardim
• A mesa de mármore que recebe
a estante de leitura é uma
citação do Túmulo de Piero e
Giovanni de Médicis de
Verrochio, na Igreja de San
Lorenzo, em Florença
• Maria ergue a mão esquerda
em sinal de respeito e aceitação
Análise
• Aplicação das leis da perspetiva linear
• Aplicação das regras da perspetiva aérea e do
sfumato no tratamento da paisagem
• A cena está organizada numa composição de
ordem geométrica e clássica
• A estrutura da composição baseia-se numa
pirâmideRigor anatómico
• Atenção à expressão e movimento
• Naturalismo e rigor na representação dos
elementos naturais e na representação das
asas
• Utilização do Claro-Escuro na modelação das
figuras
• Estrutura-se em duas áreas distintas, dominadas
por cada uma das personagens
• Uso da técnica do sfumato na paisagem
• A luz aponta-nos uma hora vespertina com o
dourado do pôr do sol
Análise
 Atenção à dimensão psicológica das
personagens:
• Anjo:
o ajoelhado numa atitude de
respeitosa distância
o A boca fechada leva para a
intenção de não revelar tudo
da profecia
o A flor anuncia a pureza
• Maria:
o Atenta e admirada
o Olhar de incerteza e dúvida
o Doçura de
criança/maturidade
o Atitude de reconhecimento e
aceitação
RAFAEL DI SANZIO
(n. 1483, Urbino, m. 1520, Roma)
Autorretrato Autorretrato na pintura Escola de Atenas1512-15
Biografia
 Nasce em Urbino, na corte onde o pai era
pintor e poeta
 Trabalhou em Perugia, Florença onde
realizou retratos, obras em Igrejas e Madonas
 Chega a Roma em 1508 para responder a
uma encomenda importante: a decoração dos
aposentos para o Papa Júlio II (as stanze)
 Em 1509 é nomeado pintor pontifício
 Em 1514 torna-se arquitecto oficial do
Papa e sucede a Bramante nas obras de S.
Pedro
 Fez escavações arqueológicas e a
reconstrução da planta de Roma Imperial
Agnolo Doni, 1506
óleo em madeira, 63 x 45 cm
Galleria Palatina (Palazzo Pitti),
Florença
Altar Baronci (fragmentos restantes); 1501-02; óleo sobre madeira, 57x36 cm
O casamento da Virgem, 1504, óleo em madeira, 170 x 117 cm, Pinacoteca di Brera, Milan
O casamento da Virgem, 1504, óleo em madeira, 170 x 117 cm, Pinacoteca di Brera, Milan
Madona do Grão-Ducado, 1504, óleo em
madeira, 84 x 55 cm
Galleria Palatina (Palazzo Pitti), Florença
Pequena Madona de Cowder,1504-05
óleo sobre madeira, 58 x 43 cm
National Gallery of Art, Washington
A Bela Jardineira, 1507; óleo
em madeira, 122 x 80 cm
Madonna do Prado, 1506, óleo em
madeira, 113 x 88 cm, Kunsthistorisches
Museum, Vienna
Madonna do Pintassilgo, 1507, óleo
em madeira, 107 x 77 cm, Galeria
Uffizi, Florença
Madonna Aldobrandini, 1509-1510
39 x 33 cm, National Gallery,
Londres
Madona do Loreto
1509-10; óleo em madeira, 12x 90 cm
Madonna de Foligno, 1511-12
óleo sobre tela, 320 x 194 cm
Pinacoteca, Vaticano
Madonna Sistina, 1513-14; óleo
sobre tela; 265 x 196 cm
Gemäldegalerie, Dresden
Madonna della Seggiola (Sedia)
1514, óleo em madeira,
Galleria Palatina (Palazzo Pitti), Florence
Madonna da rosa, 1517; óleo sobre
tela; 103 x 84 cm
Museu do Prado
Retrato de Maddalena Doni, 1506
óleo sobre madeira, 63 x 45 cm
Galleria Palatina, Florença
Retrato de mulher (a Donna
Grávida), 1506, óleo sobre
madeira, 66 x 52 cm
Galleria Palatina, Florença
Jovem com véu [Margarita Luti],
1516, óleo sobre madeira,
82 x 61 cm,
Palazzo Pitti, Florença
Retrato de Cardeal, 1510-11
óloeo em madeira, 79 x 61 cm
Museo del Prado, Madrid
Retrato de Júlio II, 1511-12, óleo em
madeira, 108 x 80,7 cm
National Gallery, London
Papa Leão X com Cardeais Júlio
de Médicis e Luigi de' Rossi,
1518-19, óleo em madeira, 154 x
119 cm, Galeria Uffizi, Florença
Disputa do santíssimo Sacramento, Sala da Assinatura, Fresco, 770 cm, 1510-11, Palazzi Pontifici, Vaticano
A Escola de Atenas, Fresco, 770 cm, Sala da Assinatura, 1509, Palazzi Pontifici, Vaticano
Zeno
Pitágoras
Platão Aristóteles
Euclides
Ptolomeu
Sala da Assinatura, 1509-10, Palazzi Pontifici, Vaticano
Homero
Dante
Virgilio
Safo
Apolo
Gregório IX
Sala de Heliodoro, 1511-14, Palazzi Pontifici, Vaticano
Sala do Incêndio de Borgo, 1514, Palazzi Pontifici, Vaticano
Características
 Busca da perfeição e da beleza ideal
(“classicismo moderno”)
 Composições simétricas e equilibradas.
 Esquema geométrico
 Suavidade e serenidade da figura
 Doçura das expressões (Madonas)
 Retratos: descrição de grande variedade de
emoções e tipos humanos
 Cores frescas e claras
 Iluminação suave
Retrato de Baldasare Castiglione
1514-15
óleo sobre tela, 82 x 67 cm
Musée du Louvre, Paris
MIGUEL ÂNGELO (Michelangelo di Ludovico Buonarroti Simoni)
(n. 1475, Caprese, m. 1564, Roma)
Autorretrato Autorretrato na Capela Sistina, Vaticano
Biografia
 Foi escultor, pintor, arquitecto e poeta
 Interessado no estudo das formas do corpo
humano e nas expressões e gestos dos
homens, estudou anatomia
 As suas obras mais importantes foram
encomenda de papas da Igreja Católica.
 Frequentou a escola de Domenico
Ghirlandaio, em Florença e os jardins da
família Médicis
 Em abril de 1508, começa a trabalhar na
Capela Sistina até 1512.
 Volta à Capela Sistina em 1536 onde
trabalha até 1941 Sagrada Família (Tondo Doni) . 1506
Têmpera em madeira, d 120 cm
Galleria degli Uffizi, Florença
Frescos da Caapela Paulina, no Vaticano
Frescos da Capela Sistina, no Vaticano
https://www.youtube.com/watch?v=PEE3B8Fsuc0
http://www.vatican.va/various/cappelle/sistina_vr/index.html
Características
 Arte intelectualizada (virtuosismo)
mas espiritual (procura da forma ideal;
sentido da tragédia humana)
 Figuras que parecem esculpidas
(influência clássica)
 Obsessão pelo corpo humano:
figuras heróicas, possantes
 Grande expressividade e
dinamismo: rosto, gestos, corpos
retorcidos
 Composições complexas e
movimentadas: linhas curvas;
estruturas em diagonais Maneirismo Autorretrato, Capela Paulina
Adoração dos Pastores (1505-1510),
Óleo em Painel, 90.8X110.5 cm,
National Gallery of Art, Washington, D.C
A Tempestade (1508),
Óleo em Tela, 82X73 cm,
Galeria da Academia, Veneza
Vénus adormecida(1508),
Óleo em Tela, 108.5X175 cm,
Gemäldegalerie Alte Meister, Dresden
Giorgione (1477-1510)
(Giorgio Barbarelli Da Castelfranco)
 Enquadramentos paisagísticos
dramáticos
 Utilização do sfumato
 Cromatismo intenso
 Atmosfera enigmática
Autorretrato (?)
Amor sagrado e amor profano, 1514
Óleo sobre tela, 118 x 279 cm
Galleria Borghese, Roma
Madona com a criança e santos, 1533-35
Óleo sobre madeiira, 388 x 270 cm
Museu do Vaticano
Sísifo(1548/49),
Óleo em Tela, 237X216 cm,
Museu do Prado
Ticiano Vecellio (1473/90-1576)
(Tizian Vecellio De Gregorio, Tiziano,
Titian ou Titien)
 Importância da cor e da luz
 Pinceladas que começam por ser
cuidadas e se tornam livres e vigorosas
 Sensualidade dos corpos nus e
luminosos
 Dramatismo e movimento nas
composições religiosas.
 A sua obra, devido à sua longa vida,
foi adquirindo características diferentes
Autorretrato
1. Descrever o processo de desenvolvimento da pintura renascentista
2. Identificar as caracteristicas técnico-formais e estéticas da pintura renascentista
3. Identificar as principais temáticas do renascimento relacionado-as com a nova
mentalidade
4. Caracterizar a pintura de quattrocento
5. Identificar os principais artistas deste período
6. Caracterizar a pintura do Cinquecento
7. Identificar os principais artistas deste período e as características das suas obras

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ficha "A Cultura do Palco"
Ficha "A Cultura do Palco"Ficha "A Cultura do Palco"
Ficha "A Cultura do Palco"
Ana Barreiros
 
Módulo 5 - Contexto Histórico
Módulo 5 - Contexto HistóricoMódulo 5 - Contexto Histórico
Módulo 5 - Contexto Histórico
Carla Freitas
 
A cultura da gare
A cultura da gareA cultura da gare
A cultura da gare
Ana Barreiros
 
03 escultura e pintura gótica
03 escultura e pintura gótica03 escultura e pintura gótica
03 escultura e pintura gótica
Vítor Santos
 
01 cultura da catedral
01 cultura da catedral01 cultura da catedral
01 cultura da catedral
Vítor Santos
 
Módulo 6 contextualização
Módulo 6   contextualizaçãoMódulo 6   contextualização
Módulo 6 contextualização
Carla Freitas
 
A anunciação
A anunciaçãoA anunciação
A anunciação
cattonia
 
Arte do Renascimento - Escultura
Arte do Renascimento - EsculturaArte do Renascimento - Escultura
Arte do Renascimento - Escultura
Carlos Vieira
 
Arte do Renascimento - Pintura
Arte do Renascimento - PinturaArte do Renascimento - Pintura
Arte do Renascimento - Pintura
Carlos Vieira
 
Cultura do salao
Cultura do salaoCultura do salao
Cultura do salao
Ana Barreiros
 
A cultura do senado
A cultura do senadoA cultura do senado
A cultura do senado
Ana Barreiros
 
A cultura do palco
A cultura do palcoA cultura do palco
A cultura do palco
Carlos Pinheiro
 
Escultura e pintura românica
Escultura e pintura românicaEscultura e pintura românica
Escultura e pintura românica
Ana Barreiros
 
31 - Arte barroca
31  - Arte barroca31  - Arte barroca
31 - Arte barroca
Carla Freitas
 
02 pintura renascentista
02 pintura renascentista02 pintura renascentista
02 pintura renascentista
Vítor Santos
 
Módulo 2 pintura romana
Módulo 2   pintura romanaMódulo 2   pintura romana
Módulo 2 pintura romana
Carla Freitas
 
Escultura barroca
Escultura barrocaEscultura barroca
Escultura barroca
Ana Barreiros
 
Pintura renascentista
Pintura renascentistaPintura renascentista
Pintura renascentista
Filipe Moreira
 
Cultura do palco
Cultura do palcoCultura do palco
Cultura do palco
Ana Barreiros
 
Módulo 8 - Romantismo
Módulo 8 - RomantismoMódulo 8 - Romantismo
Módulo 8 - Romantismo
Carla Freitas
 

Mais procurados (20)

Ficha "A Cultura do Palco"
Ficha "A Cultura do Palco"Ficha "A Cultura do Palco"
Ficha "A Cultura do Palco"
 
Módulo 5 - Contexto Histórico
Módulo 5 - Contexto HistóricoMódulo 5 - Contexto Histórico
Módulo 5 - Contexto Histórico
 
A cultura da gare
A cultura da gareA cultura da gare
A cultura da gare
 
03 escultura e pintura gótica
03 escultura e pintura gótica03 escultura e pintura gótica
03 escultura e pintura gótica
 
01 cultura da catedral
01 cultura da catedral01 cultura da catedral
01 cultura da catedral
 
Módulo 6 contextualização
Módulo 6   contextualizaçãoMódulo 6   contextualização
Módulo 6 contextualização
 
A anunciação
A anunciaçãoA anunciação
A anunciação
 
Arte do Renascimento - Escultura
Arte do Renascimento - EsculturaArte do Renascimento - Escultura
Arte do Renascimento - Escultura
 
Arte do Renascimento - Pintura
Arte do Renascimento - PinturaArte do Renascimento - Pintura
Arte do Renascimento - Pintura
 
Cultura do salao
Cultura do salaoCultura do salao
Cultura do salao
 
A cultura do senado
A cultura do senadoA cultura do senado
A cultura do senado
 
A cultura do palco
A cultura do palcoA cultura do palco
A cultura do palco
 
Escultura e pintura românica
Escultura e pintura românicaEscultura e pintura românica
Escultura e pintura românica
 
31 - Arte barroca
31  - Arte barroca31  - Arte barroca
31 - Arte barroca
 
02 pintura renascentista
02 pintura renascentista02 pintura renascentista
02 pintura renascentista
 
Módulo 2 pintura romana
Módulo 2   pintura romanaMódulo 2   pintura romana
Módulo 2 pintura romana
 
Escultura barroca
Escultura barrocaEscultura barroca
Escultura barroca
 
Pintura renascentista
Pintura renascentistaPintura renascentista
Pintura renascentista
 
Cultura do palco
Cultura do palcoCultura do palco
Cultura do palco
 
Módulo 8 - Romantismo
Módulo 8 - RomantismoMódulo 8 - Romantismo
Módulo 8 - Romantismo
 

Semelhante a Módulo 5 - Pintura Renascentista

Renascimento Artístico e Cultural
Renascimento Artístico e CulturalRenascimento Artístico e Cultural
Renascimento Artístico e Cultural
Zé Knust
 
arte
artearte
A Arte renascentista
A Arte renascentista A Arte renascentista
A Arte renascentista
Miryan Carneiro
 
3 renascimento e arte grega
3 renascimento e arte grega3 renascimento e arte grega
3 renascimento e arte grega
Clarice Dall Acqua
 
Renascimento intelectual
Renascimento intelectualRenascimento intelectual
Renascimento intelectual
Ócio do Ofício
 
Arterenascentista2 110226062956-phpapp01
Arterenascentista2 110226062956-phpapp01Arterenascentista2 110226062956-phpapp01
Arterenascentista2 110226062956-phpapp01
Rafaelaguimaraes
 
Arterenascentista2 110226062956-phpapp01
Arterenascentista2 110226062956-phpapp01Arterenascentista2 110226062956-phpapp01
Arterenascentista2 110226062956-phpapp01
Camila Mirka
 
Arte renascentista
Arte renascentistaArte renascentista
Arte renascentista
Ana Beatriz Cargnin
 
Cultura do Palácio - Pintura do renascimento
Cultura do Palácio - Pintura do renascimentoCultura do Palácio - Pintura do renascimento
Cultura do Palácio - Pintura do renascimento
Carlos Vieira
 
F renascimento 1 2011
F renascimento 1  2011F renascimento 1  2011
F renascimento 1 2011
Marina Dantas
 
Arte do Renascimento
Arte do RenascimentoArte do Renascimento
Arte do Renascimento
Hca Faro
 
Arte Renascentista
Arte RenascentistaArte Renascentista
Arte Renascentista
Maria Gomes
 
Arte renascentista
Arte renascentista Arte renascentista
Arte renascentista
Maria Gomes
 
Mistura 2
Mistura 2Mistura 2
Mistura 2
Natercia
 
Renascença
RenascençaRenascença
Renascença
Sandro Bottene
 
Renascimento cultural 1
Renascimento cultural 1Renascimento cultural 1
Renascimento cultural 1
Damião Fagundes
 
6 renascimento 2020
6 renascimento 20206 renascimento 2020
6 renascimento 2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Renascimento 2020
Renascimento 2020Renascimento 2020
Renascimento 2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
arte renascentista.pdf slide para usar em sala de aula
arte renascentista.pdf slide para usar em sala de aulaarte renascentista.pdf slide para usar em sala de aula
arte renascentista.pdf slide para usar em sala de aula
keilalima67
 
Aula 02 - O renascimento.pptx
Aula 02 - O renascimento.pptxAula 02 - O renascimento.pptx
Aula 02 - O renascimento.pptx
RafaelGoves
 

Semelhante a Módulo 5 - Pintura Renascentista (20)

Renascimento Artístico e Cultural
Renascimento Artístico e CulturalRenascimento Artístico e Cultural
Renascimento Artístico e Cultural
 
arte
artearte
arte
 
A Arte renascentista
A Arte renascentista A Arte renascentista
A Arte renascentista
 
3 renascimento e arte grega
3 renascimento e arte grega3 renascimento e arte grega
3 renascimento e arte grega
 
Renascimento intelectual
Renascimento intelectualRenascimento intelectual
Renascimento intelectual
 
Arterenascentista2 110226062956-phpapp01
Arterenascentista2 110226062956-phpapp01Arterenascentista2 110226062956-phpapp01
Arterenascentista2 110226062956-phpapp01
 
Arterenascentista2 110226062956-phpapp01
Arterenascentista2 110226062956-phpapp01Arterenascentista2 110226062956-phpapp01
Arterenascentista2 110226062956-phpapp01
 
Arte renascentista
Arte renascentistaArte renascentista
Arte renascentista
 
Cultura do Palácio - Pintura do renascimento
Cultura do Palácio - Pintura do renascimentoCultura do Palácio - Pintura do renascimento
Cultura do Palácio - Pintura do renascimento
 
F renascimento 1 2011
F renascimento 1  2011F renascimento 1  2011
F renascimento 1 2011
 
Arte do Renascimento
Arte do RenascimentoArte do Renascimento
Arte do Renascimento
 
Arte Renascentista
Arte RenascentistaArte Renascentista
Arte Renascentista
 
Arte renascentista
Arte renascentista Arte renascentista
Arte renascentista
 
Mistura 2
Mistura 2Mistura 2
Mistura 2
 
Renascença
RenascençaRenascença
Renascença
 
Renascimento cultural 1
Renascimento cultural 1Renascimento cultural 1
Renascimento cultural 1
 
6 renascimento 2020
6 renascimento 20206 renascimento 2020
6 renascimento 2020
 
Renascimento 2020
Renascimento 2020Renascimento 2020
Renascimento 2020
 
arte renascentista.pdf slide para usar em sala de aula
arte renascentista.pdf slide para usar em sala de aulaarte renascentista.pdf slide para usar em sala de aula
arte renascentista.pdf slide para usar em sala de aula
 
Aula 02 - O renascimento.pptx
Aula 02 - O renascimento.pptxAula 02 - O renascimento.pptx
Aula 02 - O renascimento.pptx
 

Mais de Carla Freitas

11 ha m6 u1
11 ha m6 u111 ha m6 u1
11 ha m6 u1
Carla Freitas
 
11 Ha M5 u3
11 Ha M5 u311 Ha M5 u3
11 Ha M5 u3
Carla Freitas
 
11 Ha M5 u5 1
11 Ha M5 u5 111 Ha M5 u5 1
11 Ha M5 u5 1
Carla Freitas
 
Módulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIX
Módulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIXMódulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIX
Módulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIX
Carla Freitas
 
Módulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismo
Módulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismoMódulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismo
Módulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismo
Carla Freitas
 
Módulo 8 - Naturalismo e Realismo
Módulo 8 - Naturalismo e RealismoMódulo 8 - Naturalismo e Realismo
Módulo 8 - Naturalismo e Realismo
Carla Freitas
 
11 ha m5 u4
11 ha m5 u411 ha m5 u4
11 ha m5 u4
Carla Freitas
 
11 ha m5 u2
11 ha m5 u211 ha m5 u2
11 ha m5 u2
Carla Freitas
 
11 ha m4 u3 3
11 ha m4 u3 311 ha m4 u3 3
11 ha m4 u3 3
Carla Freitas
 
11 ha m5 u1
11 ha m5 u111 ha m5 u1
11 ha m5 u1
Carla Freitas
 
11 ha m4 u4 3
11 ha m4 u4 311 ha m4 u4 3
11 ha m4 u4 3
Carla Freitas
 
11 ha m4 u4 2
11 ha m4 u4 211 ha m4 u4 2
11 ha m4 u4 2
Carla Freitas
 
11 ha m4 u4 1
11 ha m4 u4 111 ha m4 u4 1
11 ha m4 u4 1
Carla Freitas
 
11 ha m4 u3 2
11 ha m4 u3 211 ha m4 u3 2
11 ha m4 u3 2
Carla Freitas
 
11 ha m4 u3 1
11 ha m4 u3 111 ha m4 u3 1
11 ha m4 u3 1
Carla Freitas
 
11 ha m4 u2 2
11 ha m4 u2 211 ha m4 u2 2
11 ha m4 u2 2
Carla Freitas
 
11 ha m4 u2 1
11 ha m4 u2 111 ha m4 u2 1
11 ha m4 u2 1
Carla Freitas
 
11 ha m4 u1
11 ha m4 u111 ha m4 u1
11 ha m4 u1
Carla Freitas
 
11 ha m4 u2 3
11 ha m4 u2 311 ha m4 u2 3
11 ha m4 u2 3
Carla Freitas
 
Módulo 10 - Caso Prático Inicial
Módulo 10 - Caso Prático InicialMódulo 10 - Caso Prático Inicial
Módulo 10 - Caso Prático Inicial
Carla Freitas
 

Mais de Carla Freitas (20)

11 ha m6 u1
11 ha m6 u111 ha m6 u1
11 ha m6 u1
 
11 Ha M5 u3
11 Ha M5 u311 Ha M5 u3
11 Ha M5 u3
 
11 Ha M5 u5 1
11 Ha M5 u5 111 Ha M5 u5 1
11 Ha M5 u5 1
 
Módulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIX
Módulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIXMódulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIX
Módulo 8 - Arte em Portugal nos finais do século XIX
 
Módulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismo
Módulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismoMódulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismo
Módulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismo
 
Módulo 8 - Naturalismo e Realismo
Módulo 8 - Naturalismo e RealismoMódulo 8 - Naturalismo e Realismo
Módulo 8 - Naturalismo e Realismo
 
11 ha m5 u4
11 ha m5 u411 ha m5 u4
11 ha m5 u4
 
11 ha m5 u2
11 ha m5 u211 ha m5 u2
11 ha m5 u2
 
11 ha m4 u3 3
11 ha m4 u3 311 ha m4 u3 3
11 ha m4 u3 3
 
11 ha m5 u1
11 ha m5 u111 ha m5 u1
11 ha m5 u1
 
11 ha m4 u4 3
11 ha m4 u4 311 ha m4 u4 3
11 ha m4 u4 3
 
11 ha m4 u4 2
11 ha m4 u4 211 ha m4 u4 2
11 ha m4 u4 2
 
11 ha m4 u4 1
11 ha m4 u4 111 ha m4 u4 1
11 ha m4 u4 1
 
11 ha m4 u3 2
11 ha m4 u3 211 ha m4 u3 2
11 ha m4 u3 2
 
11 ha m4 u3 1
11 ha m4 u3 111 ha m4 u3 1
11 ha m4 u3 1
 
11 ha m4 u2 2
11 ha m4 u2 211 ha m4 u2 2
11 ha m4 u2 2
 
11 ha m4 u2 1
11 ha m4 u2 111 ha m4 u2 1
11 ha m4 u2 1
 
11 ha m4 u1
11 ha m4 u111 ha m4 u1
11 ha m4 u1
 
11 ha m4 u2 3
11 ha m4 u2 311 ha m4 u2 3
11 ha m4 u2 3
 
Módulo 10 - Caso Prático Inicial
Módulo 10 - Caso Prático InicialMódulo 10 - Caso Prático Inicial
Módulo 10 - Caso Prático Inicial
 

Último

Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 

Último (20)

Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 

Módulo 5 - Pintura Renascentista

  • 1. Módulo 5-Cultura do Palácio Pintura Renascentista HCA 10º Ano Prof. Carla Freitas
  • 2.  Texto • Qual a posição perante as civilizações clássicas? • Que inspiração Brunelleschi foi buscar a essas civilizações? • Porque é que Delumeau chama à arte do Renascimento arte de síntese? • Que inovações os artistas do Renascimento introduziram? • O que permitiu aos artistas do renascimento fazer obras originais?  Quadro • Onde se nota a influência clássica? • Que características se destacam? • O que nos remete para a época renascentista? Observa os documentos das págs. 242 e 243
  • 3. O Homem como Unidade de Medida  Surge em Itália:Florença (séc. XV), Roma e Veneza (séc. XVI)  Raízes : • Antiguidade Clássica (temática; humanismo) • Idade Média : pintura de Giotto e Gótico Internacional  Homem torna-se objeto de pesquisa  Artista torna-se um intelectual • Processo de aprendizagem longo • Estudo de geometria, aritmética, filosofia, história, astronomia, anatomia, etc.  Obra de arte é o produto de estudo do Homem pelo artista, visa ser uma Obra-Prima  Objetivo da arte é imitar a natureza (imitação intelectualizada e tecnicista) • Aplicação de regras racionais • Procura de soluções científicas
  • 4. Características técnicas  Perspectiva científica • Construção do espaço pictórico de forma racional e matemática • Tratamento da luz de forma coerente  Pintura a óleo • Permitiu desenvolver técnicas de modelados e velaturas • Utilização de texturas e gradações cromáticas  Papel • Permitiu a realização de estudos de projeto  Telas e cavaletes • Facilitaram criação, execução e transporte
  • 5. Características estéticas e formais  Metodologia baseada no desenho prévio  Harmonia  Equilíbrio  Realismo  Classicismo (estudo da arte clássica) Estudo para "Leda e o Cisne" Leonardo Da Vinci Jovem com véu [Margarita Luti], 1516, Rafael Sanzio
  • 6. Temáticas  Religiosas (predominam): • Madonas (culto mariano) • Introdução de elementos profanos. Ex: doador  Mitológicas ou da literatura clássica • Nu  Laicas (inovação): • retratos • paisagem O Nascimento de Vénus, Sandro Botticelli
  • 7. A pintura de quattrocento em Florença  Inovadora : realismo científico • estudos de anatomia • volume • perspectiva  Tema estabelecido em função do problema “científico” • (figuras, espaço, relevo das figuras em cada grupo)  Principais artistas: • Masaccio • Paolo Ucello • Piero della Francesca • Andrea Mantegna • Luca Signorelli Masaccio, Santíssima Trindade, com A Virgem e S. João, 1425, Santa Maria Novella, Florença (afresco)
  • 8. Masaccio (desastrado) (Tommaso Cassai ou Tommaso di Ser Giovanni di Mone), Italiano, San Giovanni Valdarmo, 1401 – Roma, 1428 Ressurreição do Filho de Theophilus (acabado depois por Filippino Lippi), fresco, Capela Brancacci, Florença
  • 9. Frescos na Capela Brancacci,1426-82,Fresco, Santa Maria del Carmine, Florença
  • 10. Ressurreição do Filho de Theophilus (acabado depois por Filippino Lippi), fresco, Capela Brancacci , Florença Baptismo de Neophytes, 1426-27, fresco, capela Brancacci , Florença S. Pedro a curar os feridos com a sua sombra, 1426-27, fresco, capela Brancacci , Florença
  • 11. Retrato de Jovem, 1426-27, madeira Características da Pintura de Masaccio  personagens realistas desenhados com traços sólidos  uso inovador da perspectiva linear e aérea  Efeitos de luz, sombra e tons que conferem volume às personagens  Influências: • Giotto • esculturas de Donatello “Pintei, e as minhas pinturas eram como a vida; dei aos meus personagens movimentos, paixão, alma.”
  • 12. Paolo Ucello (Paulo dos Pássaros). Paolo di Dono, 1395-1475 Giotto (pintura), Ucello (perspectiva e pintura animais), Donatello (escultura), Manetti (matemática) e Brunelleschi (arquitectura), c. 1450, óleo em madeira, 43 x 210 cm Museu do Louvre
  • 13. A Batalha de San Romano: o contra-ataque de Micheletto da Cotignola c. 1440, têmpera em madeira; 180 x 316 cm
  • 14. A Batalha de San Romano: Bernardino della Ciarda arremete com o seu cavalo; c. 1440, têmpera em madeira; 180 x 316 cm
  • 15. A Batalha de San Romano: Niccolò Mauruzi da Tolentino c. 1440, têmpera em madeira; 180 x 316 cm https://www.youtube.com/watch?v=p8Vasl3L5p8
  • 17. Monumento Fúnebre a Sir John Hawkwood, 1436, Fresco, 820 x 515 cm Duomo, Florença
  • 18. Retrato de Jovem, 1440-42, óleo em tela Características da Pintura de Paolo Ucello  Perspetiva científica  Geometrização das figuras  Composições cénicas complexas  Cores vibrantes  Influências • Donatello
  • 19. Andrea Mantegna (Vicenza, 1431-Mântua,1506) Câmara dos Esposos, Palácio Ducal de Mantua, 1471-74; Fresco
  • 20. A corte de Mântua (Ludovico Gonzaga Câmara dos Esposos, Palácio Ducal de Mantua); 1471-74; Fresco
  • 21. Tecto da Câmara dos Esposos, Palácio Ducal de Mantua); 1474; Fresco
  • 22. A Crucificação, 1456-59, da pradela do Altar de San Zeno, Museu do Louvre, Paris
  • 23. Cristo no Jardim das Oliveiras, 1460, Têmpera em Madeira, Museu das Belas Artes, Tours
  • 24. Lamentação sobre o Cristo Morto, 1475-78, Têmpera sobre tela, Pinacoteca de Brera, Milão
  • 25. Judite e a escrava Abra, 1495, Dublin, National Gallery of Ireland Características da Pintura de Andrea Mantegna  Correção anatómica  Correção da perspectiva  Volume escultural das figuras (como estátuas)  Cenários arquitectónicos imponentes  Era um exímio gravador em folhas de cobre  Influências • Donatello • Andrea del Catagno • Jacopo Bellini
  • 26. PIERO della FRANCESCA (1416-1492 Borgo San Sepolcro) Sacra Conversazione, 1472, Têmpera e pintura a óleo sobre madeira, Pinacoteca de Brera, Milão
  • 27. Cidade Ideal. c. 1470. Painel, 60 cm x 200 cm. Galleria Nazionale delle Marche, Urbino
  • 28. Flagelação; c.1453-1455; óleo e têmpera sobre madeira, 58.4 x 81.5 cm
  • 29. Ressurreição, 1463-65; fresco e têmpera sobre mural, 225 x 200 cm
  • 30. Adoração da Santa Cruz e Encontro de Salomão com a Rainha de Sheba c. 1452; Fresco, 336 x 747 cm; San Francesco, Arezzo
  • 31. A duquesa de Urbino e Duque de Urbino,1465-70, têmpera em madeira
  • 32. Sigismondo Pandolfo Malatesta, c.1450 – 1451, Louvre Características da Pintura de Piero della Francesca  Figuras monumentais e solenes  Cenários rigorosos (composição geométrica) • construção matemática precisa da profundidade espacial  Luz que define a matéria • modelação tridimensional das figuras
  • 33. LUCA SIGNORELLI (Luca d'Egidio di Luca di Ventura) 1445 - 1523, Cortona, Itália Fresco Capela de San Brizio, Duomo, Orvieto
  • 34. Lamentação sobre Cristo Morto, Museo Diocesano, Cortona Comunhão dos Apóstolos, 1512, Museo Diocesano, Cortona
  • 35. Testamento e morte de Moisés, 1481-1482, Paredes laterais da Capela Sistina, Vaticano
  • 36. Virgin e a criança com profetas, óleo sobre madeira, 1490, Uffizi Gallery, Florença Características da Pintura de Luca Signorelli  Perspectiva rigorosa  Movimento  Efeitos de luz  Dramatismo das composições
  • 37. A pintura de quattrocento em Florença  De influência medieval : lírica, mística • naturalismo no rosto e vestuário • classicismo na recuperação iconográfica pagã • importância do tema sobre o tratamento da perspectiva  espaço gótico ou perspectiva incipiente • linha, ritmo e cor • Forma, volume, movimento  Artistas: • Fra Angelico • Boticcelli Fra Angelico, O nome de S. João Baptista, 1434-35 Têmpera em madeira, 26 x 24 cm
  • 38. Fra ANGELICO (Giovanni da Fiesole, nascido Guido di Pietro Trosini) n. c. 1400, Vicchio nell Mugello, m. 1455, Roma Retrato Póstumo por Luca Signorelli Adoração dos magos(1423-1424)
  • 39. A adoração dos Magos c. 1445; Madeira; d: 137,4 cm; National Gallery of Art, Washington Anunciação;Fresco, Museu Nacional de São Marcos, Florença
  • 40. A deposição no túmulo, 1438-40, Alte Pinakothek, Munique Características da Pintura de Fra Angelico  Figuras delicadas e estilizadas  Cromatismo intenso  Perspectiva empírica
  • 41. Sandro Botticelli (Alessandro di Marino Filipepi) 1445-1510, Florença Adoração dos magos, 1485/86, Óleo sobre tela Galleria degli Uffizi, Florença
  • 42. Cenas da Vida de Moisés; 1481-82; Fresco, 348,5 x 558 cm Capela Sistina, Vaticano
  • 43. A Anunciação, 1489-90, têmpera em madeira Anunciação;1485-92; Têmpera e ouro em madeira, Metropolitan Museum of Art, Nova Iorque
  • 44. Madonna do Livro 1483, 58 x 40 cm Madonna do Magnificat; c.1480-1481. Têmpera em madeira
  • 46. O Nascimento de Vénus, 1480, têmpera em madeira
  • 47. Retrato de jovem; depois de 1480 óleo sobre madeira, 47,5 x 35 cm Retrato de um homem com medalhão de Cosimo il Vecchio, antes de 1480, têmpera em madeira
  • 48. Pallas e o Centauro, c. 1482, têmpera em madeira Características da Pintura de Botticelli  Prevalência do desenho sobre a modelação  Figuras graciosas  Paisagem como cenário  Perspectiva empírica  Temática mitológica e religiosa
  • 49. Século XVI em Roma  O auge da perfeição e equilíbrio das formas  Harmonia, graciosidade e proporções harmoniosas  Conhecimento da Natureza e anatomia  Progressos na pintura a óleo: • Leonardo da Vinci: “sfumato” • Rafael : cromatismo forte mas equilibrado • Pintores venezianos  Progressos em Matemática, perspectiva, óptica  Grande liberdade criadora dos artistas • prenúncio do Maneirismo Tiziano (escola de Veneza), Madalena arrependida, 1555-65, Óleo sobre tela
  • 50. LEONARDO DA VINCI (n. 1452, Vinci, m. 1519, Cloux, perto de Amboise,França) Autorretrato Autorretrato 1512-15
  • 51. Biografia  Completa a sua formação  Trabalhou em Florença (poucas encomendas), Milão (trabalhou para os Sforza), Roma  Em 1516, Francisco I oferece-lhe o Castelo do Clos Lucé, nomeia-o "Primeiro pintor, arquiteto e engenheiro do Rei".  Com múltiplos interesses fez anotações sobre pintura para um livro que nunca escreveu, estudou plantas e pássaros, movimento das águas e anatomia humana, desenhou invenções várias e planeou grandes obras de engenharia civil, arquitectura e urbanismo (Ex: sistemas de esgotos, construções de vias em dois andares...)  Tinha dificuldade em cumprir prazos e deixou várias obras inacabadas Museu Leonardo da Vinci em Roma Castelo do Clos Lucé
  • 57. Obras inacabadas S. Jerónimo, c. 1480, Têmpera e óleo sobre madeira,(103 x 75 cm) Museu do Vaticano Estudo de perspectiva Adoração dos Magos,1481-1482, Óleo sobre madeira, 246 x 243 cm, Obra restaurada na Galeria Ufizzi, Florença
  • 58. Retratos Cabeça de mulher; 1470-76; (pena e tinta); Uffizi, Florence A Bela Ferroniére, 1490–1496, óleo sobre madeira, 62 cm × 44 cm, Louvre, Paris Retrato de Mulher de Perfil, 1493-1495, Óleo sobre madeira 51 × 34 cm, Pinacoteca Ambrosiana, Milão
  • 59. Retratos Retrato de um músico, 1490 óleo sobre tela, 43 x 31 cm; Milão A Dama do Arminho, 1483-90, óleo sobre madeira 53.4 x 39.3 cm ,Czartoryski Museum, Cracóvia
  • 60. Retratos Ginevra de Benci, 1474-1476 óleo sobre madeira; 42 x 37 cm; National Gallery of Art, Washington Reverso do quadro
  • 61. Mona Lisa , a Gioconda, 1503-05 óleo sobre madeira, 77 x 53 cm Museu do Louvre, Paris, France Nome "Mona" - contração de "Madona", o equivalente italiano de "Senhora" ou "Madame" Lisa. Também conhecida como a "Gioconda", que pode significar "mulher alegre" ou "a esposa de Giocondo", • equilíbrio entre o humano e o natural • Sfumato • Enquadramento (uma mulher sentada e no fundo, uma paisagem que mistura a natureza e a ação humana (os caminhos). • Paisagem desigual (mais baixa à esquerda) • Estrutura piramidal do corpo • Sorriso ambíguo e enigmático • Efeito ótico no olhar carregado de intensidade que nos segue • Postura formal (posar para o retrato) • Uso da porporção aúrea
  • 62. Madonas Madona Bennois, c. 1478; óleo sobre tela; 49.5 x 31.5 cm, Hermitage, St Petersburg A Virgem do Cravo, 1478–1480 Óleo sobre painel, 62 × 47.5 cm Antiga Pinacoteca, Munique A Virgem, do Fuso c.1501 Óleo sobre painel , Coleção particular
  • 63. Virgem dos Rochedos, 1483-86 óleo sobre madeira(199 x 122 cm; Musée du Louvre A Virgem dos Rochedos; 1506 óleo sobre madeira;189.5 x 120 cm; National Gallery, London,
  • 64. Estudos para Santa Ana e a Virgem e Cartão da Virgem e Santa Ana; 1507-08, (carvão) A Virgem, Santa Ana e o Menino, c.1508-1510. óleo em madeira, 168 x 130 cm, Musée du Louvre, Paris
  • 65. Estudos para a batalha de Anghiari Batalha de Anghiari; 1503-05 (Cópia feita por Rubens)
  • 66. Estudos para a Última Ceia A Última Ceia (cópia do séc. XVI)
  • 67. A Última Ceia, 1495-97, 1498, depois do restauro/limpeza, técnica mista (óleo e têmpera) 460 x 880 cm Convento de Santa Maria delle Grazie (refeitório), Milão
  • 68. Características da pintura  Pintura científica e psicológica  Utilização do “sfumatto”: transição suave luz-sombra  Composições em esquemas geométricos (triângulo)  Força expressiva do rosto e dos gestos: • “revelar os movimentos da alma através dos movimentos do corpo” • Sorrisos ambíguos e misteriosos; olhos semi-velados  Paisagens : estranhos rochedos; perspectiva atmosférica e “sfumatto” Homem típico do Renascimento: universalista, curioso, inquieto S. João Batista, 1508-09, Óleo sobre Madeira 69 cm × 57 cm, Museu do Louvre, Paris
  • 69. A A Anunciação 1472-1475; óleo e têmpera sobre madeira, 98 x 217 cm Galeria Uffizi, Florença
  • 70. A Obra • Representa o arcanjo Gabriel no momento que anunciava a Maria que fora escolhida para ser a mãe de Jesus, de acordo com o evangelho de Lucas 1:26. • O trabalho ficou oculto até 1867, altura em que foi transferido de um convento para a Galeria degli Uffizi, também em Florença. • É considerada um dos primeiros trabalhos de Leonardo Da vInci mas também tem sido atribuída a outros pintores como: Ghirlandaio ou Verrocchio.
  • 71. A Obra • Um muro baixo cerca o jardim, mas abre-se a meio, deixando ver um caminho para a floresta, ao longe • Maria encontra-se num palácio de arquitetura florentina, num terraço sobre o jardim • A mesa de mármore que recebe a estante de leitura é uma citação do Túmulo de Piero e Giovanni de Médicis de Verrochio, na Igreja de San Lorenzo, em Florença • Maria ergue a mão esquerda em sinal de respeito e aceitação
  • 72. Análise • Aplicação das leis da perspetiva linear • Aplicação das regras da perspetiva aérea e do sfumato no tratamento da paisagem • A cena está organizada numa composição de ordem geométrica e clássica • A estrutura da composição baseia-se numa pirâmideRigor anatómico • Atenção à expressão e movimento • Naturalismo e rigor na representação dos elementos naturais e na representação das asas • Utilização do Claro-Escuro na modelação das figuras • Estrutura-se em duas áreas distintas, dominadas por cada uma das personagens • Uso da técnica do sfumato na paisagem • A luz aponta-nos uma hora vespertina com o dourado do pôr do sol
  • 73. Análise  Atenção à dimensão psicológica das personagens: • Anjo: o ajoelhado numa atitude de respeitosa distância o A boca fechada leva para a intenção de não revelar tudo da profecia o A flor anuncia a pureza • Maria: o Atenta e admirada o Olhar de incerteza e dúvida o Doçura de criança/maturidade o Atitude de reconhecimento e aceitação
  • 74. RAFAEL DI SANZIO (n. 1483, Urbino, m. 1520, Roma) Autorretrato Autorretrato na pintura Escola de Atenas1512-15
  • 75. Biografia  Nasce em Urbino, na corte onde o pai era pintor e poeta  Trabalhou em Perugia, Florença onde realizou retratos, obras em Igrejas e Madonas  Chega a Roma em 1508 para responder a uma encomenda importante: a decoração dos aposentos para o Papa Júlio II (as stanze)  Em 1509 é nomeado pintor pontifício  Em 1514 torna-se arquitecto oficial do Papa e sucede a Bramante nas obras de S. Pedro  Fez escavações arqueológicas e a reconstrução da planta de Roma Imperial Agnolo Doni, 1506 óleo em madeira, 63 x 45 cm Galleria Palatina (Palazzo Pitti), Florença
  • 76. Altar Baronci (fragmentos restantes); 1501-02; óleo sobre madeira, 57x36 cm
  • 77. O casamento da Virgem, 1504, óleo em madeira, 170 x 117 cm, Pinacoteca di Brera, Milan
  • 78. O casamento da Virgem, 1504, óleo em madeira, 170 x 117 cm, Pinacoteca di Brera, Milan
  • 79. Madona do Grão-Ducado, 1504, óleo em madeira, 84 x 55 cm Galleria Palatina (Palazzo Pitti), Florença Pequena Madona de Cowder,1504-05 óleo sobre madeira, 58 x 43 cm National Gallery of Art, Washington A Bela Jardineira, 1507; óleo em madeira, 122 x 80 cm
  • 80. Madonna do Prado, 1506, óleo em madeira, 113 x 88 cm, Kunsthistorisches Museum, Vienna Madonna do Pintassilgo, 1507, óleo em madeira, 107 x 77 cm, Galeria Uffizi, Florença Madonna Aldobrandini, 1509-1510 39 x 33 cm, National Gallery, Londres
  • 81. Madona do Loreto 1509-10; óleo em madeira, 12x 90 cm Madonna de Foligno, 1511-12 óleo sobre tela, 320 x 194 cm Pinacoteca, Vaticano Madonna Sistina, 1513-14; óleo sobre tela; 265 x 196 cm Gemäldegalerie, Dresden
  • 82. Madonna della Seggiola (Sedia) 1514, óleo em madeira, Galleria Palatina (Palazzo Pitti), Florence Madonna da rosa, 1517; óleo sobre tela; 103 x 84 cm Museu do Prado
  • 83. Retrato de Maddalena Doni, 1506 óleo sobre madeira, 63 x 45 cm Galleria Palatina, Florença Retrato de mulher (a Donna Grávida), 1506, óleo sobre madeira, 66 x 52 cm Galleria Palatina, Florença Jovem com véu [Margarita Luti], 1516, óleo sobre madeira, 82 x 61 cm, Palazzo Pitti, Florença
  • 84. Retrato de Cardeal, 1510-11 óloeo em madeira, 79 x 61 cm Museo del Prado, Madrid Retrato de Júlio II, 1511-12, óleo em madeira, 108 x 80,7 cm National Gallery, London Papa Leão X com Cardeais Júlio de Médicis e Luigi de' Rossi, 1518-19, óleo em madeira, 154 x 119 cm, Galeria Uffizi, Florença
  • 85. Disputa do santíssimo Sacramento, Sala da Assinatura, Fresco, 770 cm, 1510-11, Palazzi Pontifici, Vaticano
  • 86. A Escola de Atenas, Fresco, 770 cm, Sala da Assinatura, 1509, Palazzi Pontifici, Vaticano Zeno Pitágoras Platão Aristóteles Euclides Ptolomeu
  • 87. Sala da Assinatura, 1509-10, Palazzi Pontifici, Vaticano Homero Dante Virgilio Safo Apolo Gregório IX
  • 88. Sala de Heliodoro, 1511-14, Palazzi Pontifici, Vaticano
  • 89. Sala do Incêndio de Borgo, 1514, Palazzi Pontifici, Vaticano
  • 90. Características  Busca da perfeição e da beleza ideal (“classicismo moderno”)  Composições simétricas e equilibradas.  Esquema geométrico  Suavidade e serenidade da figura  Doçura das expressões (Madonas)  Retratos: descrição de grande variedade de emoções e tipos humanos  Cores frescas e claras  Iluminação suave Retrato de Baldasare Castiglione 1514-15 óleo sobre tela, 82 x 67 cm Musée du Louvre, Paris
  • 91. MIGUEL ÂNGELO (Michelangelo di Ludovico Buonarroti Simoni) (n. 1475, Caprese, m. 1564, Roma) Autorretrato Autorretrato na Capela Sistina, Vaticano
  • 92. Biografia  Foi escultor, pintor, arquitecto e poeta  Interessado no estudo das formas do corpo humano e nas expressões e gestos dos homens, estudou anatomia  As suas obras mais importantes foram encomenda de papas da Igreja Católica.  Frequentou a escola de Domenico Ghirlandaio, em Florença e os jardins da família Médicis  Em abril de 1508, começa a trabalhar na Capela Sistina até 1512.  Volta à Capela Sistina em 1536 onde trabalha até 1941 Sagrada Família (Tondo Doni) . 1506 Têmpera em madeira, d 120 cm Galleria degli Uffizi, Florença
  • 93. Frescos da Caapela Paulina, no Vaticano
  • 94. Frescos da Capela Sistina, no Vaticano https://www.youtube.com/watch?v=PEE3B8Fsuc0 http://www.vatican.va/various/cappelle/sistina_vr/index.html
  • 95. Características  Arte intelectualizada (virtuosismo) mas espiritual (procura da forma ideal; sentido da tragédia humana)  Figuras que parecem esculpidas (influência clássica)  Obsessão pelo corpo humano: figuras heróicas, possantes  Grande expressividade e dinamismo: rosto, gestos, corpos retorcidos  Composições complexas e movimentadas: linhas curvas; estruturas em diagonais Maneirismo Autorretrato, Capela Paulina
  • 96. Adoração dos Pastores (1505-1510), Óleo em Painel, 90.8X110.5 cm, National Gallery of Art, Washington, D.C A Tempestade (1508), Óleo em Tela, 82X73 cm, Galeria da Academia, Veneza
  • 97. Vénus adormecida(1508), Óleo em Tela, 108.5X175 cm, Gemäldegalerie Alte Meister, Dresden
  • 98. Giorgione (1477-1510) (Giorgio Barbarelli Da Castelfranco)  Enquadramentos paisagísticos dramáticos  Utilização do sfumato  Cromatismo intenso  Atmosfera enigmática Autorretrato (?)
  • 99. Amor sagrado e amor profano, 1514 Óleo sobre tela, 118 x 279 cm Galleria Borghese, Roma
  • 100. Madona com a criança e santos, 1533-35 Óleo sobre madeiira, 388 x 270 cm Museu do Vaticano Sísifo(1548/49), Óleo em Tela, 237X216 cm, Museu do Prado
  • 101. Ticiano Vecellio (1473/90-1576) (Tizian Vecellio De Gregorio, Tiziano, Titian ou Titien)  Importância da cor e da luz  Pinceladas que começam por ser cuidadas e se tornam livres e vigorosas  Sensualidade dos corpos nus e luminosos  Dramatismo e movimento nas composições religiosas.  A sua obra, devido à sua longa vida, foi adquirindo características diferentes Autorretrato
  • 102. 1. Descrever o processo de desenvolvimento da pintura renascentista 2. Identificar as caracteristicas técnico-formais e estéticas da pintura renascentista 3. Identificar as principais temáticas do renascimento relacionado-as com a nova mentalidade 4. Caracterizar a pintura de quattrocento 5. Identificar os principais artistas deste período 6. Caracterizar a pintura do Cinquecento 7. Identificar os principais artistas deste período e as características das suas obras