SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 33
Baixar para ler offline
01
02
03
04
Alavancas através dos melhores padrões de execução que proporcionem o alcance dos melhores resultados.que proporcionem o alcance dos melhores resultados.
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
QUAIS SÃO OS FUNDAMENTOS?
Como garantir que esse é o melhor padrão para a operação?
Como garantir que as pessoas irão absorver e replicar melhor padrão?
Como garantir que o melhor padrão está sendo seguido?
Como monitorar para encontrar novos padrões ainda melhores?
Como entender que pode existir mais de um padrão?
Como relacionar os resultados com os padrões?
Como a aferição dos resultados pode ajudar a repensar a execução?
Os resutlados estão sendo alcançados?
A excelência operacional, como o próprio nome diz, é fazer de forma excelente, da melhor forma possível, perseguindo tanto a
qualidade quanto a produtividade, que possibilitarão cada vez mais melhores resultados.
Alguns fundamentos são essenciais para qualquer modelo de excelência operacional, dentre eles os seguintes:
▪ Disciplina: para cumprir a rotina e dar o exemplo para os demais
▪ Autonomia e responsabilização:, para sentir na pele seus resultados e aprender todos os dias
▪ Senso de urgência: para resolver o que é importante agora e não deixar para amanhã
▪ Visão ponta a ponta: para não esquecer que não adianta cumprir o meu trabalho se o cliente ainda não está feliz
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
QUANDO PENSAR NISTO DE FORMA ESTRUTURADA?
* Expansões e Operações capilarizadas
Organizações que possuem diversas unidades operacionais pulverizadas com um mesmo objetivo de negócio, mas que ganhou
complexidade e não quer peder competitiviade por conta de um menor controle, variabilidade de desempenho e garantia de qualidade.
* Fusões e Aquisições
Organizações que incorporam operações de outras empresas e possuem o desafio de adequar os padrões, ao mesmo tempo que
necessita manter as suas vantagens competitivas e alavancar seu desempenho.
* Modelo de gestão não alcança efetivamente a Operação (tornar real)
Organizações que amadureceram seu modelo de gestão através de métodos de gestão estratégica ou desdobramento de metas, como
BSC, OKR, GPD etc., e que vem tendo dificuldade em aprimorar a sensibilidade sobre os reais impactos destas diretrizes na operação
(top–down) ou sobre a real contribuição de uma boa execução para o alcance dos resultados (bottom-up).
* Mudanças significativas nos recursos tecnológicos da Operação
Organizações que estão se preparando para mudanças relevantes na estrutura de sistemas, demais tecnologias, novos negócios ou
demais mudanças significativas que impactem a operação e que irão exigir uma maior inteligência na definição de padrões adequados
ao negócio e disciplina na execução, ao mesmo tempo que uma maior maturidade na gestão, contribuindo para o retorno sobre o
investimento.
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
PLATAFORMA DE PRÁTICAS DA OPERAÇÃO AO CEO
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
PLATAFORMA DE PRÁTICAS DA OPERAÇÃO AO CEO
RITOS DIÁRIOS COM A OPERAÇÃO
▪ ESTIMULE RITOS DIÁRIOS E SEMANAIS: A condução de ritos diários fortalecem a disciplina de execução, acompanhamento de
resultados e ações imediatas.
▪ Alguns temas importantes para este momento incluem:
▪ Compartilhamento do desempenho da operação
▪ Reforço de atividades críticas da execução
▪ Identiicação de falhas ou dificuldades operacionais
▪ Orientação sobre ações de correção ou prevenção
▪ Recados importantes.
▪ Exemplos: Reunião matinal de vendas, Reunião de conciliação diária, Reunião semanal interfuncional.
CONFERÊNCIA MATINAL
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
INSIGHTS E APLICAÇÕES
▪ DESENVOLVA FLUXOS LÚDICOS ADEQUADOS AO OBJETIVO E PÚBLICO-ALVO DA OPERAÇÃO: Ao longo da formatação de um
modelo operacional, é importante entender quais são os tipos de documentação e ferramentas que serão utilizados na
implantação e quem serão os usuários da informação. Na maioria das vezes, sob uma perspectiva operacional, o conceito de
fluxos lúdicos é bastante relevante em substituição aos modelos de representação mais tradicionais.
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
INSIGHTS E APLICAÇÕES
▪ ESCOLHA OS INDICADORES OPERACIONAIS CORRETOS: A falta de atenção aos dados relevantes e estruturados sobre o
cumprimento da rotina operacional é uma grande desvantagem para qualquer negócio que acredita que os “meios” são
fundamentos básicos para os “fins”. A ausencia destes dados são tão graves quanto o não uso quando estes existem.
▪ GARANTA A VISIBILIDADE DIÁRIA PARA A OPERAÇÃO DE SEU PRÓPRIO DESEMPENHO: A disciplina exigida pelo cumprimento da
rotina e o aprendizado contínuo para novas ações, comportamentos ou decisões que afetem o resultado demandam uma
constante atenção e visibilidade sobre o que está acontecendo na operação, tanto para o time de execução quanto os líderes
operacionais.
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
INSIGHTS E APLICAÇÕES
Relatório diario de Positivação no Excel
Relatório diario de Liberação de Pedidos diario em plataforma BI
▪ DEIXE A OPERAÇÃO FOCADA NA EXECUÇÃO E NÃO NA GERAÇÃO DE RELATÓRIOS: O esforço de líderes e times operacionais na
organização de bases e análise detalhada de dados deve ser minimizado ao máximo. A informação precisa estar organizada da
melhor forma possível, acessível no melhor formato possível e disponível no tempo certo. Centrais de inteligencia devem ser
estruturadas para concentrar estas iniciativas.
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
INSIGHTS E APLICAÇÕES
•
•
•
•
•
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
PLATAFORMA DE PRÁTICAS DA OPERAÇÃO AO CEO
▪ PLANEJE E DISCIPLINE OS RITOS DE GESTÃO: É importante que as reuniões sejam produtivas e alcancem seus objetivos. Para tal,
é recomendável establecer todas as regras, como pauta crítica, regras de hora e local, participantes, insumos necessários e
produtos esperados.
ARQUITETURA DE RITOS DE GESTÃO SCRIPT DO RITO DE GESTÃO
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
INSIGHTS E APLICAÇÕES
CALENDÁRIO INTEGRADO
▪ DESENVOLVA UM CALENDÁRIO INTEGRADO: A liderança da operação precisa balancear o tempo dedicado ao acompanhamento
da operação e a realização de reuniões que alavacarão a operação. Neste sentido, não só a própria agenda do líder da área precisa
estar bem definida, como também daqueles ritos que serão conduzidos de maneira interfuncional na unidade ou com alguma
estrutura corporativa.
▪ NUNCA SE AFASTE DA OPERAÇÃO: Um dos principais fatores que comprometem o desempenho operacional é a distância da
liderança no dia a dia, vivenciando a realidade em constante mudança, principalmente para aqueles níveis de gestão direta das
equipes operacionais. Se o líder está passando mais tempo no escritorio ou em reuniões que na “rua”, fique preocupado e reveja
sua rotina.
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
INSIGHTS E APLICAÇÕES
▪ DEIXE CLARA A ROTINA DE TRABALHO: O exercício da disciplina precisa de treino e ferramentas que ajudem no seu
cumprimento. O conhecimento sobre a sua rotina, pode ser disponibilizados através de instrumentos que auxiliem o gestor
e sua equipe na realização de suas atividades diárias, semanas, quinzenais, mensais, semestrais e anuais.
ROTINA DE TRABALHO
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
INSIGHTS E APLICAÇÕES
•
•
•
•
•
•
•
•
•
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
PLATAFORMA DE PRÁTICAS DA OPERAÇÃO AO CEO
▪ O HEADQUARTER EXISTE PARA AJUDAR E NÃO ATRAPALHAR: É comum que definições ou mesmo a execução de procesos pelo
corporativo impactem nas atividades e desempenho para a unidade operacional. Neste sentido, toda iniciativa de excelencia
operacional debe contemplar não somente as atividades realizadas na “ponta” como calibrar muito bem aquelas interfaces
corporativas, seja no provimento de diretrizes, informações, relatórios, análises específicas, aprovações, dentre outros.
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
INSIGHTS E APLICAÇÕES
▪ CLUSTERIZE AS UNIDADES PARA DAR INTELIGÊNCIA À PADRONIZAÇÃO: Quanto maior a quantidade de unidades operacionais,
mais difícil se tornará a tratativa individual, logo é importante a criação de mecanismos de clusterização de forma a controlar a
complexidade e aumentar o poder de avaliação de forma inteligente.
▪ DEFINA OS PROCESSOS BEST IN CLASS: A.seleção dos processos atuais de referencia deverão ser baseados nos clusters e no
desempenho asociado aos indicadores considerados como importantes para a operação. Isto facilitará a condução da
estruturação do modelo com identificação de melhores práticas com esforço controlado, assim como a replicação das soluções
para transformação.
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
INSIGHTS E APLICAÇÕES
▪ CRIE UMA SISTEMÁTICA DE COMPARAÇÃO COMO ESTÍMULO AO ALCANCE DO MELHOR DESEMPENHO: A implantação de
sistemática peer presure com comparação sistemática de indicadores entre as unidades por características ou cluster é
essencial para que se amplie a visibilidade sobre o desempenho individual e relativo.
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
INSIGHTS E APLICAÇÕES
▪ APROVEITE A FORÇA DA INICIATIVA PARA RODAR TRANSFORMAÇÕES PARA A OPERAÇÃO: Um caminho significativo para o alcance
de ganhos para a operação envolve a condução de transformações nos processos e rotinas nas unidades a partir da iniciativa de
excelencia operacional.
▪ ESTRUTURE UMA VISÃO SISTÊMICA, PONTA A PONTA E ORIENTADA AO CLIENTE: Para somar na capacidade da gestão em melhorar
os resultados da unidade de negócio, é importante formar uma capacidade de enxergar através de métricas, fóruns de decisão e,
em alguns casos, até mesmo uma estrutura dedicada a olhar e tratar as questões críticas em uma visão ponta a ponta, de forma a
orquestrar as decisões e prioridades das estruturas funcionais.
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
INSIGHTS E APLICAÇÕES
▪ DEFINA OS PILARES ESSENCIAIS PARA DESENVOLVIMENTO DAS PRÁTICAS E AVALIAÇÃO SOB UM MODELO DE EXCELÊNCIA
OPERACIONAL: O resultado é o fim que é alcançado pelos meios, como liderança, disciplina e procesos best-in-class. Neste
sentido, desde a formulação do modelo até sua constante avaliação necessita de elementos que serão utilizados para viabilizar e
aferir o nível de excelencia e suas consequências para o negócio.
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
INSIGHTS E APLICAÇÕES
▪ ATIVE OS MECANISMOS DE SUSTENTAÇÃO E GARANTIA DA EXCELÊNCIA OPERACIONAL: A Para o acompanhamento da unidade, é
importante establecer uma estrutura mínima que apoie e viabilize os instrumentos de gestão, oriente continuamente sobre a correta
aplicação dos métodos de trabalho e retroalimente o modelo, seja esta estrutura in loco ou remota, manual ou automática.
Mecanismo de coleta de evidências
Base de coleta de dados e relatórios de análise
Avaliação da aderência à execução e resultados da Unidade
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
INSIGHTS E APLICAÇÕES
▪ CONDUZA EXPERIMENTOS ANTES DA ATIVAÇÃO DO MODELO: A complexidade do modelo operacional associado às diferentes
realidades em cada unidade poderá ser mais controlada através da realização de experimentos que proporcionem a observação
dos impactos, correções de definição e preparação para gerir as dificuldades devido às mudanças. Para isto, é importante
seleccionar a (s) unidade (s) piloto de acordó que tenha uma boa representatividade como Unidade de negócio.
▪ MONTE UMA EQUIPE DE ROLLOUT ASSISTIDO PARA SUPORTE NA VIRADA DE CHAVE DO MODELO NAS UNIDADES: Equipe de
multifuncional que conduzirá as iniciativas de capacitação teórica e prática, acompanhamento in loco das operações, orientação e
acompanhamento na condução de ritos e demais questões, ativação de instrumentos de gestão críticos e identificação de
oportunidades de melhoria.
▪ ESTEJA PREPARADO PARA AS EVOLUÇÕES DO MODELO: Uma vez criado e implantado, o modelo operacional estará
constantemente sujeito a mudanças, tendo em vista tanto as novas melhorias trazidas corporativamente e, principalmente, aquelas
que serão identificadas pelas equipes operacionais no dia a dia e poderão ser replicadas nas demais unidades. Uma equipe
corporativa que possa tratar estas questões e ainda manter todos os instrumentos devidamente atualizados será importante para
a sustentabilidade do modelo.
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
INSIGHTS E APLICAÇÕES
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
PLATAFORMA DE PRÁTICAS DA OPERAÇÃO AO CEO
▪ CONECTE O DESEMPENHO OPERACIONAL À ÁRVORE DE VALOR DA EMPRESA: É importante desenvolver na organização a
sensibilidade de avaliação dos impactos do desempenho operacional no bottom line estratégico e suas raízes de valor (receita,
custos, despesas etc.). Isto ajuda a determinar quais dores atacar com maior prioridade.
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
INSIGHTS E APLICAÇÕES
▪ INTEGRAÇÃO DOS SUBSISTEMAS DE GESTÃO ESTRATÉGICA E OPERACIONAL: Ao longo da sua evolução de maturidade e
complexidade, as organizações buscam incoporar métodos ou mecanismos de apoio à gestão com propósitos específicos. Neste
sentido, é importante garantir que não há um isolamento ou descasamento, seja na definição dos próprios indicadores de
resultado e de rotina, ou ainda na coesão e suficiencia dos próprios ritos de gestão.
Exemplo de integração da sistemática de gestão estratégica e operacional
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
INSIGHTS E APLICAÇÕES
▪ FOQUE NA CAPTURA DE GANHOS COM REPORT SISTEMÁTICO PARA A ALTA ADMINISTRAÇÃO: SA iniciativa de excelencia
operacional precisa constantemente enxergas quais capturas de valor estão sendo proporcionadas na operação, de forma a
garantir que a aplicação do modelo está fazendo sentido como diferencial competitivo para a Unidade.
Redução do Backlog
Exemplo de report com projeção dos ganhos alcançados
com a implantação para a operação
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
INSIGHTS E APLICAÇÕES
▪ FORTALEÇA A IMAGEM DA ORGANIZAÇÃO INTERNA E EXTERNAMENTE COM O MODELO
DE EXCELÊNCIA OPERACIONAL: Além de todos os beneficios intrínsecos do trabalho,
vale também aproveitar este tipo de iniciativa para propagar aos stakeholders a
dedicação, maturidade e diferenciação que o modelo de excelência operacional pode
trazer para a imagem da empresa perante a alta administração, acionistas, investidores,
concorrentes, entidades, profissionais do mercado, dentre outros, contribuindo ainda
mais no aumento da atratividade da organização.
▪ Neste sentido, é recomendado o desenvolvimento de uma identidade própria associada
a uma estratégia de comunicação que fortaleça a iniciativa.
Grupo 3corações | 2016
Programa Excelência de Coração
Fonte: http://fliphtml5.com/rauj/elhj
EMBRAER - 2016
P3E - Programa de Excelência Empresarial Embraer
Fonte:
https://www.embraer.com/relatorio_anual2016/pt/perfil-
institucional.htm
GRUPO BRF - 2017
Programa de Excelência Logística
Fonte:
http://pubhtml5.com/benj/cbqm
Grupo DASA | 2017
Modelo DASA de Unidades
COMGÁS | 2017
Times de Excelência
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
INSIGHTS E APLICAÇÕES
EXCELÊNCIA OPERACIONAL
PLATAFORMA DE PRÁTICAS DA OPERAÇÃO AO CEO
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
ABORDAGEM PARA DESENVOLVIMENTO DO MODELO DE EXCELÊNCIA OPERACIONAL
20 PASSOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO
Defina o escopo e propósito do trabalho
Clusterize as unidades
Defina os processos de referência best in class
Implemente as soluções
Defina os indicadores operacionais críticos
Prepare a base e colete os dados
Defina as metas de rotina
1
2
3
4
5
6
7
8
Entenda os processos e promova soluções
Defina os ritos de gestão
Consolide o Modelo Operacional de referência
Planeje a estratégia de implantação
Conduza um experimento da implantação
9
10
12
13
Ajuste os pontos de melhoria do modelo
Conduza o rollout do modelo
Capacite as equipes de execução e lideranças
Ative a sistemática de avaliação das Unidades
14
15
16
17
Estruture e ative os reports estratégicos
Atue no desempenho de cada unidade
Absorva e desenvolva melhorias para evolução do modelo
18
19
20
Defina os pilares de excelência do modelo11
A configuração do modelo de excelência operacional, assim como a sua implementação deve considerar N fatores de contexto,
natureza do negócio, objetivos do trabalho, recursos disponíveis, dentre outros elementos na organização. De toda forma,
elencamos abaixo um passo a passo geral de condução de uma iniciativa no tema:
DASA | MDU - Modelo DASA de Unidades
Concepção de um modelo de operação de atendimento para as mais de 600 unidades ambulatoriais de medicina diagnóstica
do Grupo DASA, com o objetivo de oferecer práticas de processos, ritos, pessoas e indicadores a fim de maximizar os
resultados de eficiência em headcount, economia de material, redução de glosas e aumento de NPS. O modelo é suportado
pela sistemática gerencial baseada em peer presure em que as unidades serão comparadas mensalmente em todos os
indicadores. O rollout assistido nas unidades já foi iniciado e tem previsão de conclusão em 2018, considerando a captura de
ganhos expressivos que estão sendo reportados para a Alta Administração mensalmente.
- Clusterização das 600 unidades em 10 grupos
baseado em modelo estatístico
- Construção de Diários de Bordo (rotinas
prescritas) para os perfis de liderança chave
nas unidades
- Implantação de sistemática peer presure com
comparação sistemática de indicadores entre
as unidades em por cluster
- Equipe de Rollout assistido dedicada para
oferecer suporte na virada de chave do
modelo nas unidades
- Modelo de operação aderente a estratégia de
M&A do grupo (diferentes marcas com
diferentes paradigmas de operação e nível de
serviço)
- Foco em captura de ganhos com report
sistemático da Alta Administração
3corações | Programa Excelência de Coração
nos Centros de Distribuição
O Programa Excelência de Coração foi desenvolvido com o objetivo de definir os melhores processos e rotinas de gestão
para serem executados nos Centros de Distribuição da 3corações, visando o alcance dos resultados. Com um total de 25 CDs
espalhados pelo Brasil, cada operação é composta por 5 áreas (Comercial, Logística, Serviço ao Cliente, Recursos Humanos e
Administrativo). A ideia de criar um modelo de operação e gestão replicável tanto para torna-los comparáveis e facilitar
futuras expansões, foram identificadas as melhores práticas e melhorias para a busca da excelência operacional nas
unidades do grupo. Posteriormente, o mesmo programa foi expandido para as Indústrias e áreas corporativas do grupo.
- Desenvolvimento de identidade da iniciatva
com forte estratégia de comunicação
- Implantação interfuncional e integrada do
modelo de excelência operacional
- Construção de Rotinas de Trabalho para os
perfis de liderança chave nas unidades
- Implantação de comparação sistemática de
indicadores e aderência entre as unidades
- Equipe de Rollout assistido dedicada para
oferecer suporte na virada de chave do
modelo nas unidades
- Modelo de operação aderente à estratégia de
expansão do modelo
- Integração da gestão da rotina com gestão
estratégica
- Foco em captura de ganhos com report
sistemático da Alta Administração
- Expansão do modelo para as Fábricas e o
PRINCIPAIS REFERÊNCIAS E INSPIRAÇÕES
PROJETOS E PUBLICAÇÕES
PRINCIPAIS PUBLICAÇÕES DE REFERÊNCIA
ELOGROUP. BUSINESS PROCESS TRANSFORMATION (2016).
ZOOK, C ; ALLEN, J. REPEATABILITY (2012).
ZOOK, C ; ALLEN, J.. FOUNDER’S MENTALITY (2016)
PROJETOS DE EXCELÊNCIA OPERACIONAL CONDUZIDOS PELA ELOGROUP EM SETORES COMO:
INDÚSTRIAS
HOSPITAIS
LABORATÓRIOS
VAREJO
TELECOMUNICAÇÕES
CONSTRUÇÃO
INFRAESTRUTURA
FINANCEIRO
JUSTIÇA
GOVERNO
Modelos de Excelência Operacional: Boas práticas para implantação de uma cultura de processos orientada a resultados da Operação ao CEO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Treinamento.desenvolvimento
Treinamento.desenvolvimentoTreinamento.desenvolvimento
Treinamento.desenvolvimento
Marcia Henrique
 
Administração de Produção II
Administração de Produção IIAdministração de Produção II
Administração de Produção II
Romilson Cesar
 

Mais procurados (20)

Gestão da mudança
Gestão da mudançaGestão da mudança
Gestão da mudança
 
Planejamento Estratégico
Planejamento EstratégicoPlanejamento Estratégico
Planejamento Estratégico
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Abertura de Curso - SENAC.pptx
Abertura de Curso - SENAC.pptxAbertura de Curso - SENAC.pptx
Abertura de Curso - SENAC.pptx
 
Um novo olhar sobre a Gestão da Rotina: Ative a melhoria contínua na visão de...
Um novo olhar sobre a Gestão da Rotina: Ative a melhoria contínua na visão de...Um novo olhar sobre a Gestão da Rotina: Ative a melhoria contínua na visão de...
Um novo olhar sobre a Gestão da Rotina: Ative a melhoria contínua na visão de...
 
Estratégias de Marketing
Estratégias de MarketingEstratégias de Marketing
Estratégias de Marketing
 
Gestão da Rotina de Vendas
Gestão da Rotina de VendasGestão da Rotina de Vendas
Gestão da Rotina de Vendas
 
Gestão de processos e qualidade
Gestão de processos e qualidadeGestão de processos e qualidade
Gestão de processos e qualidade
 
Gestão e Liderança_Prof. Randes
Gestão e Liderança_Prof. RandesGestão e Liderança_Prof. Randes
Gestão e Liderança_Prof. Randes
 
Treinamento.desenvolvimento
Treinamento.desenvolvimentoTreinamento.desenvolvimento
Treinamento.desenvolvimento
 
O papel do administrador
O papel do administradorO papel do administrador
O papel do administrador
 
Portfólio - Acm Consultoria Empresarial
Portfólio - Acm Consultoria EmpresarialPortfólio - Acm Consultoria Empresarial
Portfólio - Acm Consultoria Empresarial
 
Gestão Ágil - O RH mais estratégico
Gestão Ágil - O RH mais estratégicoGestão Ágil - O RH mais estratégico
Gestão Ágil - O RH mais estratégico
 
Ferramentas da qualidade
Ferramentas da qualidadeFerramentas da qualidade
Ferramentas da qualidade
 
Feedback - A arte de ouvir e falar
Feedback - A arte de ouvir e falarFeedback - A arte de ouvir e falar
Feedback - A arte de ouvir e falar
 
Sistema de gestão da Qualidade
Sistema de gestão da QualidadeSistema de gestão da Qualidade
Sistema de gestão da Qualidade
 
Aula 1 planejamento estratégico
Aula 1   planejamento estratégicoAula 1   planejamento estratégico
Aula 1 planejamento estratégico
 
7 ferramentas da qualidade
7 ferramentas da qualidade7 ferramentas da qualidade
7 ferramentas da qualidade
 
Administração de Produção II
Administração de Produção IIAdministração de Produção II
Administração de Produção II
 
Mapeamento de Processos
Mapeamento de ProcessosMapeamento de Processos
Mapeamento de Processos
 

Semelhante a Modelos de Excelência Operacional: Boas práticas para implantação de uma cultura de processos orientada a resultados da Operação ao CEO

Gestão administrativa de pessoal
Gestão administrativa de pessoalGestão administrativa de pessoal
Gestão administrativa de pessoal
Rodrigo Cristóvão
 
Webcast Interativo sobre visao Estrategica e introducao a Gestao por Processos
Webcast Interativo sobre visao Estrategica e introducao a Gestao por Processos Webcast Interativo sobre visao Estrategica e introducao a Gestao por Processos
Webcast Interativo sobre visao Estrategica e introducao a Gestao por Processos
Grupo Treinar
 
Programa semi-presencial de formacao fundamental em Gestao por Processos
Programa semi-presencial de formacao fundamental em Gestao por ProcessosPrograma semi-presencial de formacao fundamental em Gestao por Processos
Programa semi-presencial de formacao fundamental em Gestao por Processos
Grupo Treinar
 
Curso BPM e Gestao por Processos de Negocios
Curso BPM  e Gestao por Processos de NegociosCurso BPM  e Gestao por Processos de Negocios
Curso BPM e Gestao por Processos de Negocios
Grupo Treinar
 
Workflow, Business Intelligence e Ferramentas Colaborativas
Workflow, Business Intelligence e Ferramentas ColaborativasWorkflow, Business Intelligence e Ferramentas Colaborativas
Workflow, Business Intelligence e Ferramentas Colaborativas
igorc2
 

Semelhante a Modelos de Excelência Operacional: Boas práticas para implantação de uma cultura de processos orientada a resultados da Operação ao CEO (20)

Apresentação diagnóstico stratec
Apresentação diagnóstico   stratecApresentação diagnóstico   stratec
Apresentação diagnóstico stratec
 
Manual transformacao-processo
Manual transformacao-processoManual transformacao-processo
Manual transformacao-processo
 
Métodos de Gestão de Mudança Organizacional e seu uso para a transformação di...
Métodos de Gestão de Mudança Organizacional e seu uso para a transformação di...Métodos de Gestão de Mudança Organizacional e seu uso para a transformação di...
Métodos de Gestão de Mudança Organizacional e seu uso para a transformação di...
 
BPM Day Campinas - Introdução ao BPM CBOK - Nicholas
BPM Day Campinas - Introdução ao BPM CBOK - NicholasBPM Day Campinas - Introdução ao BPM CBOK - Nicholas
BPM Day Campinas - Introdução ao BPM CBOK - Nicholas
 
O passo a passo da gestão à vista.pdf
O passo a passo da gestão à vista.pdfO passo a passo da gestão à vista.pdf
O passo a passo da gestão à vista.pdf
 
Ar indicadores desempenho descritivo conceitual v05
Ar indicadores desempenho    descritivo conceitual v05Ar indicadores desempenho    descritivo conceitual v05
Ar indicadores desempenho descritivo conceitual v05
 
Gestão administrativa de pessoal
Gestão administrativa de pessoalGestão administrativa de pessoal
Gestão administrativa de pessoal
 
Os desafios do empreendedor
Os desafios do empreendedorOs desafios do empreendedor
Os desafios do empreendedor
 
Implementando gestão nas organizações - Diagnóstico de gestão
Implementando gestão nas organizações - Diagnóstico de gestãoImplementando gestão nas organizações - Diagnóstico de gestão
Implementando gestão nas organizações - Diagnóstico de gestão
 
Desenvolvimento Empresarial - OG
Desenvolvimento Empresarial - OGDesenvolvimento Empresarial - OG
Desenvolvimento Empresarial - OG
 
Webcast Interativo sobre visao Estrategica e introducao a Gestao por Processos
Webcast Interativo sobre visao Estrategica e introducao a Gestao por Processos Webcast Interativo sobre visao Estrategica e introducao a Gestao por Processos
Webcast Interativo sobre visao Estrategica e introducao a Gestao por Processos
 
Programa semi-presencial de formacao fundamental em Gestao por Processos
Programa semi-presencial de formacao fundamental em Gestao por ProcessosPrograma semi-presencial de formacao fundamental em Gestao por Processos
Programa semi-presencial de formacao fundamental em Gestao por Processos
 
Curso BPM e Gestao por Processos de Negocios
Curso BPM  e Gestao por Processos de NegociosCurso BPM  e Gestao por Processos de Negocios
Curso BPM e Gestao por Processos de Negocios
 
Projetos Estratégicos - Mudança Organizacional
Projetos Estratégicos - Mudança OrganizacionalProjetos Estratégicos - Mudança Organizacional
Projetos Estratégicos - Mudança Organizacional
 
Palestra - Organize seus processos para crescer
Palestra - Organize seus processos para crescerPalestra - Organize seus processos para crescer
Palestra - Organize seus processos para crescer
 
Workflow, Business Intelligence e Ferramentas Colaborativas
Workflow, Business Intelligence e Ferramentas ColaborativasWorkflow, Business Intelligence e Ferramentas Colaborativas
Workflow, Business Intelligence e Ferramentas Colaborativas
 
Benchmarking e resultados
Benchmarking e resultadosBenchmarking e resultados
Benchmarking e resultados
 
Bpm office escritorio de processos
Bpm office   escritorio de processosBpm office   escritorio de processos
Bpm office escritorio de processos
 
Como sustentar a transformacao agil
Como sustentar a transformacao agilComo sustentar a transformacao agil
Como sustentar a transformacao agil
 
Governança de TI - Aula04 - Planejamento Estratégico, Governança de TI e alin...
Governança de TI - Aula04 - Planejamento Estratégico, Governança de TI e alin...Governança de TI - Aula04 - Planejamento Estratégico, Governança de TI e alin...
Governança de TI - Aula04 - Planejamento Estratégico, Governança de TI e alin...
 

Mais de EloGroup

Mais de EloGroup (20)

Como otimizar despesas corporativas e implementar uma cultura de produtividad...
Como otimizar despesas corporativas e implementar uma cultura de produtividad...Como otimizar despesas corporativas e implementar uma cultura de produtividad...
Como otimizar despesas corporativas e implementar uma cultura de produtividad...
 
Corporate Venture: como as grandes empresas estão colaborando com as startups...
Corporate Venture: como as grandes empresas estão colaborando com as startups...Corporate Venture: como as grandes empresas estão colaborando com as startups...
Corporate Venture: como as grandes empresas estão colaborando com as startups...
 
Fluxos Lúdicos: Representando processos com foco no usuário
Fluxos Lúdicos: Representando processos com foco no usuárioFluxos Lúdicos: Representando processos com foco no usuário
Fluxos Lúdicos: Representando processos com foco no usuário
 
BPM DAY Campinas - Palestra com Ricardo Gonçalves
BPM DAY Campinas - Palestra com Ricardo GonçalvesBPM DAY Campinas - Palestra com Ricardo Gonçalves
BPM DAY Campinas - Palestra com Ricardo Gonçalves
 
Template - Painel do Processo
Template - Painel do ProcessoTemplate - Painel do Processo
Template - Painel do Processo
 
Template - Ficha do Indicador
Template - Ficha do IndicadorTemplate - Ficha do Indicador
Template - Ficha do Indicador
 
Template - Diagrama de Escopo
Template - Diagrama de EscopoTemplate - Diagrama de Escopo
Template - Diagrama de Escopo
 
BPM Day Curitiba - Palestra de Inovação e BPM palestra com Lucas Sales
BPM Day Curitiba - Palestra de Inovação e BPM palestra com Lucas SalesBPM Day Curitiba - Palestra de Inovação e BPM palestra com Lucas Sales
BPM Day Curitiba - Palestra de Inovação e BPM palestra com Lucas Sales
 
EloGroup BPT - Ebook Business Process Transformation
EloGroup BPT - Ebook Business Process Transformation EloGroup BPT - Ebook Business Process Transformation
EloGroup BPT - Ebook Business Process Transformation
 
WEBINAR BPT EloGroup 30/09/2016 - Business Process Transformation
WEBINAR BPT EloGroup 30/09/2016 - Business Process TransformationWEBINAR BPT EloGroup 30/09/2016 - Business Process Transformation
WEBINAR BPT EloGroup 30/09/2016 - Business Process Transformation
 
Integrando BPM na Agenda de Inovação da Empresa - Rafael Clemente
Integrando BPM na Agenda de Inovação da Empresa - Rafael ClementeIntegrando BPM na Agenda de Inovação da Empresa - Rafael Clemente
Integrando BPM na Agenda de Inovação da Empresa - Rafael Clemente
 
Palestra BH BPM 12/Julho - BPM como alternativa para transformações organizac...
Palestra BH BPM 12/Julho - BPM como alternativa para transformações organizac...Palestra BH BPM 12/Julho - BPM como alternativa para transformações organizac...
Palestra BH BPM 12/Julho - BPM como alternativa para transformações organizac...
 
3º Edição - Direto ao Ponto - eSocial
3º Edição - Direto ao Ponto - eSocial3º Edição - Direto ao Ponto - eSocial
3º Edição - Direto ao Ponto - eSocial
 
"Direto ao Ponto - eSocial"
"Direto ao Ponto - eSocial""Direto ao Ponto - eSocial"
"Direto ao Ponto - eSocial"
 
Direto ao Ponto eSocial: Notícias e Principais Informações sobre o impacto do...
Direto ao Ponto eSocial: Notícias e Principais Informações sobre o impacto do...Direto ao Ponto eSocial: Notícias e Principais Informações sobre o impacto do...
Direto ao Ponto eSocial: Notícias e Principais Informações sobre o impacto do...
 
Como viabilizar a adequação dos processos ao eSocial
Como viabilizar a adequação dos processos ao eSocialComo viabilizar a adequação dos processos ao eSocial
Como viabilizar a adequação dos processos ao eSocial
 
Artigo EloGroup: Como viabilizar a adequação dos processos ao eSocial?
Artigo EloGroup: Como viabilizar a adequação dos processos ao eSocial? Artigo EloGroup: Como viabilizar a adequação dos processos ao eSocial?
Artigo EloGroup: Como viabilizar a adequação dos processos ao eSocial?
 
Café da manhã ciclo de gestão de serviços públicos
Café da manhã ciclo de gestão de serviços públicosCafé da manhã ciclo de gestão de serviços públicos
Café da manhã ciclo de gestão de serviços públicos
 
Da Melhoria Contínua para Grandes Transformações (Ricardo Ávila – EloGroup)
Da Melhoria Contínua para Grandes Transformações (Ricardo Ávila – EloGroup)Da Melhoria Contínua para Grandes Transformações (Ricardo Ávila – EloGroup)
Da Melhoria Contínua para Grandes Transformações (Ricardo Ávila – EloGroup)
 
Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma de B...
Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma de B...Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma de B...
Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma de B...
 

Último (6)

Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
 
DROGASIL EQUIPE LOGISTICA MERCADOLOGICA.pptx
DROGASIL EQUIPE LOGISTICA MERCADOLOGICA.pptxDROGASIL EQUIPE LOGISTICA MERCADOLOGICA.pptx
DROGASIL EQUIPE LOGISTICA MERCADOLOGICA.pptx
 
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
 
Objeções - Jeb Blount livro negociios de
Objeções - Jeb Blount livro negociios deObjeções - Jeb Blount livro negociios de
Objeções - Jeb Blount livro negociios de
 
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdf
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdfb2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdf
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdf
 
Pesquisa de satisfação - Encontro Fazemos Acontecer
Pesquisa de satisfação - Encontro Fazemos AcontecerPesquisa de satisfação - Encontro Fazemos Acontecer
Pesquisa de satisfação - Encontro Fazemos Acontecer
 

Modelos de Excelência Operacional: Boas práticas para implantação de uma cultura de processos orientada a resultados da Operação ao CEO

  • 1.
  • 3. Alavancas através dos melhores padrões de execução que proporcionem o alcance dos melhores resultados.que proporcionem o alcance dos melhores resultados. EXCELÊNCIA OPERACIONAL QUAIS SÃO OS FUNDAMENTOS? Como garantir que esse é o melhor padrão para a operação? Como garantir que as pessoas irão absorver e replicar melhor padrão? Como garantir que o melhor padrão está sendo seguido? Como monitorar para encontrar novos padrões ainda melhores? Como entender que pode existir mais de um padrão? Como relacionar os resultados com os padrões? Como a aferição dos resultados pode ajudar a repensar a execução? Os resutlados estão sendo alcançados? A excelência operacional, como o próprio nome diz, é fazer de forma excelente, da melhor forma possível, perseguindo tanto a qualidade quanto a produtividade, que possibilitarão cada vez mais melhores resultados. Alguns fundamentos são essenciais para qualquer modelo de excelência operacional, dentre eles os seguintes: ▪ Disciplina: para cumprir a rotina e dar o exemplo para os demais ▪ Autonomia e responsabilização:, para sentir na pele seus resultados e aprender todos os dias ▪ Senso de urgência: para resolver o que é importante agora e não deixar para amanhã ▪ Visão ponta a ponta: para não esquecer que não adianta cumprir o meu trabalho se o cliente ainda não está feliz
  • 4. EXCELÊNCIA OPERACIONAL QUANDO PENSAR NISTO DE FORMA ESTRUTURADA? * Expansões e Operações capilarizadas Organizações que possuem diversas unidades operacionais pulverizadas com um mesmo objetivo de negócio, mas que ganhou complexidade e não quer peder competitiviade por conta de um menor controle, variabilidade de desempenho e garantia de qualidade. * Fusões e Aquisições Organizações que incorporam operações de outras empresas e possuem o desafio de adequar os padrões, ao mesmo tempo que necessita manter as suas vantagens competitivas e alavancar seu desempenho. * Modelo de gestão não alcança efetivamente a Operação (tornar real) Organizações que amadureceram seu modelo de gestão através de métodos de gestão estratégica ou desdobramento de metas, como BSC, OKR, GPD etc., e que vem tendo dificuldade em aprimorar a sensibilidade sobre os reais impactos destas diretrizes na operação (top–down) ou sobre a real contribuição de uma boa execução para o alcance dos resultados (bottom-up). * Mudanças significativas nos recursos tecnológicos da Operação Organizações que estão se preparando para mudanças relevantes na estrutura de sistemas, demais tecnologias, novos negócios ou demais mudanças significativas que impactem a operação e que irão exigir uma maior inteligência na definição de padrões adequados ao negócio e disciplina na execução, ao mesmo tempo que uma maior maturidade na gestão, contribuindo para o retorno sobre o investimento.
  • 5. EXCELÊNCIA OPERACIONAL PLATAFORMA DE PRÁTICAS DA OPERAÇÃO AO CEO
  • 6. EXCELÊNCIA OPERACIONAL PLATAFORMA DE PRÁTICAS DA OPERAÇÃO AO CEO
  • 7. RITOS DIÁRIOS COM A OPERAÇÃO ▪ ESTIMULE RITOS DIÁRIOS E SEMANAIS: A condução de ritos diários fortalecem a disciplina de execução, acompanhamento de resultados e ações imediatas. ▪ Alguns temas importantes para este momento incluem: ▪ Compartilhamento do desempenho da operação ▪ Reforço de atividades críticas da execução ▪ Identiicação de falhas ou dificuldades operacionais ▪ Orientação sobre ações de correção ou prevenção ▪ Recados importantes. ▪ Exemplos: Reunião matinal de vendas, Reunião de conciliação diária, Reunião semanal interfuncional. CONFERÊNCIA MATINAL EXCELÊNCIA OPERACIONAL INSIGHTS E APLICAÇÕES
  • 8. ▪ DESENVOLVA FLUXOS LÚDICOS ADEQUADOS AO OBJETIVO E PÚBLICO-ALVO DA OPERAÇÃO: Ao longo da formatação de um modelo operacional, é importante entender quais são os tipos de documentação e ferramentas que serão utilizados na implantação e quem serão os usuários da informação. Na maioria das vezes, sob uma perspectiva operacional, o conceito de fluxos lúdicos é bastante relevante em substituição aos modelos de representação mais tradicionais. EXCELÊNCIA OPERACIONAL INSIGHTS E APLICAÇÕES
  • 9. ▪ ESCOLHA OS INDICADORES OPERACIONAIS CORRETOS: A falta de atenção aos dados relevantes e estruturados sobre o cumprimento da rotina operacional é uma grande desvantagem para qualquer negócio que acredita que os “meios” são fundamentos básicos para os “fins”. A ausencia destes dados são tão graves quanto o não uso quando estes existem. ▪ GARANTA A VISIBILIDADE DIÁRIA PARA A OPERAÇÃO DE SEU PRÓPRIO DESEMPENHO: A disciplina exigida pelo cumprimento da rotina e o aprendizado contínuo para novas ações, comportamentos ou decisões que afetem o resultado demandam uma constante atenção e visibilidade sobre o que está acontecendo na operação, tanto para o time de execução quanto os líderes operacionais. EXCELÊNCIA OPERACIONAL INSIGHTS E APLICAÇÕES
  • 10. Relatório diario de Positivação no Excel Relatório diario de Liberação de Pedidos diario em plataforma BI ▪ DEIXE A OPERAÇÃO FOCADA NA EXECUÇÃO E NÃO NA GERAÇÃO DE RELATÓRIOS: O esforço de líderes e times operacionais na organização de bases e análise detalhada de dados deve ser minimizado ao máximo. A informação precisa estar organizada da melhor forma possível, acessível no melhor formato possível e disponível no tempo certo. Centrais de inteligencia devem ser estruturadas para concentrar estas iniciativas. EXCELÊNCIA OPERACIONAL INSIGHTS E APLICAÇÕES
  • 12. ▪ PLANEJE E DISCIPLINE OS RITOS DE GESTÃO: É importante que as reuniões sejam produtivas e alcancem seus objetivos. Para tal, é recomendável establecer todas as regras, como pauta crítica, regras de hora e local, participantes, insumos necessários e produtos esperados. ARQUITETURA DE RITOS DE GESTÃO SCRIPT DO RITO DE GESTÃO EXCELÊNCIA OPERACIONAL INSIGHTS E APLICAÇÕES
  • 13. CALENDÁRIO INTEGRADO ▪ DESENVOLVA UM CALENDÁRIO INTEGRADO: A liderança da operação precisa balancear o tempo dedicado ao acompanhamento da operação e a realização de reuniões que alavacarão a operação. Neste sentido, não só a própria agenda do líder da área precisa estar bem definida, como também daqueles ritos que serão conduzidos de maneira interfuncional na unidade ou com alguma estrutura corporativa. ▪ NUNCA SE AFASTE DA OPERAÇÃO: Um dos principais fatores que comprometem o desempenho operacional é a distância da liderança no dia a dia, vivenciando a realidade em constante mudança, principalmente para aqueles níveis de gestão direta das equipes operacionais. Se o líder está passando mais tempo no escritorio ou em reuniões que na “rua”, fique preocupado e reveja sua rotina. EXCELÊNCIA OPERACIONAL INSIGHTS E APLICAÇÕES
  • 14. ▪ DEIXE CLARA A ROTINA DE TRABALHO: O exercício da disciplina precisa de treino e ferramentas que ajudem no seu cumprimento. O conhecimento sobre a sua rotina, pode ser disponibilizados através de instrumentos que auxiliem o gestor e sua equipe na realização de suas atividades diárias, semanas, quinzenais, mensais, semestrais e anuais. ROTINA DE TRABALHO EXCELÊNCIA OPERACIONAL INSIGHTS E APLICAÇÕES
  • 16. ▪ O HEADQUARTER EXISTE PARA AJUDAR E NÃO ATRAPALHAR: É comum que definições ou mesmo a execução de procesos pelo corporativo impactem nas atividades e desempenho para a unidade operacional. Neste sentido, toda iniciativa de excelencia operacional debe contemplar não somente as atividades realizadas na “ponta” como calibrar muito bem aquelas interfaces corporativas, seja no provimento de diretrizes, informações, relatórios, análises específicas, aprovações, dentre outros. EXCELÊNCIA OPERACIONAL INSIGHTS E APLICAÇÕES
  • 17. ▪ CLUSTERIZE AS UNIDADES PARA DAR INTELIGÊNCIA À PADRONIZAÇÃO: Quanto maior a quantidade de unidades operacionais, mais difícil se tornará a tratativa individual, logo é importante a criação de mecanismos de clusterização de forma a controlar a complexidade e aumentar o poder de avaliação de forma inteligente. ▪ DEFINA OS PROCESSOS BEST IN CLASS: A.seleção dos processos atuais de referencia deverão ser baseados nos clusters e no desempenho asociado aos indicadores considerados como importantes para a operação. Isto facilitará a condução da estruturação do modelo com identificação de melhores práticas com esforço controlado, assim como a replicação das soluções para transformação. EXCELÊNCIA OPERACIONAL INSIGHTS E APLICAÇÕES
  • 18. ▪ CRIE UMA SISTEMÁTICA DE COMPARAÇÃO COMO ESTÍMULO AO ALCANCE DO MELHOR DESEMPENHO: A implantação de sistemática peer presure com comparação sistemática de indicadores entre as unidades por características ou cluster é essencial para que se amplie a visibilidade sobre o desempenho individual e relativo. EXCELÊNCIA OPERACIONAL INSIGHTS E APLICAÇÕES
  • 19. ▪ APROVEITE A FORÇA DA INICIATIVA PARA RODAR TRANSFORMAÇÕES PARA A OPERAÇÃO: Um caminho significativo para o alcance de ganhos para a operação envolve a condução de transformações nos processos e rotinas nas unidades a partir da iniciativa de excelencia operacional. ▪ ESTRUTURE UMA VISÃO SISTÊMICA, PONTA A PONTA E ORIENTADA AO CLIENTE: Para somar na capacidade da gestão em melhorar os resultados da unidade de negócio, é importante formar uma capacidade de enxergar através de métricas, fóruns de decisão e, em alguns casos, até mesmo uma estrutura dedicada a olhar e tratar as questões críticas em uma visão ponta a ponta, de forma a orquestrar as decisões e prioridades das estruturas funcionais. EXCELÊNCIA OPERACIONAL INSIGHTS E APLICAÇÕES
  • 20. ▪ DEFINA OS PILARES ESSENCIAIS PARA DESENVOLVIMENTO DAS PRÁTICAS E AVALIAÇÃO SOB UM MODELO DE EXCELÊNCIA OPERACIONAL: O resultado é o fim que é alcançado pelos meios, como liderança, disciplina e procesos best-in-class. Neste sentido, desde a formulação do modelo até sua constante avaliação necessita de elementos que serão utilizados para viabilizar e aferir o nível de excelencia e suas consequências para o negócio. EXCELÊNCIA OPERACIONAL INSIGHTS E APLICAÇÕES
  • 21. ▪ ATIVE OS MECANISMOS DE SUSTENTAÇÃO E GARANTIA DA EXCELÊNCIA OPERACIONAL: A Para o acompanhamento da unidade, é importante establecer uma estrutura mínima que apoie e viabilize os instrumentos de gestão, oriente continuamente sobre a correta aplicação dos métodos de trabalho e retroalimente o modelo, seja esta estrutura in loco ou remota, manual ou automática. Mecanismo de coleta de evidências Base de coleta de dados e relatórios de análise Avaliação da aderência à execução e resultados da Unidade EXCELÊNCIA OPERACIONAL INSIGHTS E APLICAÇÕES
  • 22. ▪ CONDUZA EXPERIMENTOS ANTES DA ATIVAÇÃO DO MODELO: A complexidade do modelo operacional associado às diferentes realidades em cada unidade poderá ser mais controlada através da realização de experimentos que proporcionem a observação dos impactos, correções de definição e preparação para gerir as dificuldades devido às mudanças. Para isto, é importante seleccionar a (s) unidade (s) piloto de acordó que tenha uma boa representatividade como Unidade de negócio. ▪ MONTE UMA EQUIPE DE ROLLOUT ASSISTIDO PARA SUPORTE NA VIRADA DE CHAVE DO MODELO NAS UNIDADES: Equipe de multifuncional que conduzirá as iniciativas de capacitação teórica e prática, acompanhamento in loco das operações, orientação e acompanhamento na condução de ritos e demais questões, ativação de instrumentos de gestão críticos e identificação de oportunidades de melhoria. ▪ ESTEJA PREPARADO PARA AS EVOLUÇÕES DO MODELO: Uma vez criado e implantado, o modelo operacional estará constantemente sujeito a mudanças, tendo em vista tanto as novas melhorias trazidas corporativamente e, principalmente, aquelas que serão identificadas pelas equipes operacionais no dia a dia e poderão ser replicadas nas demais unidades. Uma equipe corporativa que possa tratar estas questões e ainda manter todos os instrumentos devidamente atualizados será importante para a sustentabilidade do modelo. EXCELÊNCIA OPERACIONAL INSIGHTS E APLICAÇÕES
  • 24. ▪ CONECTE O DESEMPENHO OPERACIONAL À ÁRVORE DE VALOR DA EMPRESA: É importante desenvolver na organização a sensibilidade de avaliação dos impactos do desempenho operacional no bottom line estratégico e suas raízes de valor (receita, custos, despesas etc.). Isto ajuda a determinar quais dores atacar com maior prioridade. EXCELÊNCIA OPERACIONAL INSIGHTS E APLICAÇÕES
  • 25. ▪ INTEGRAÇÃO DOS SUBSISTEMAS DE GESTÃO ESTRATÉGICA E OPERACIONAL: Ao longo da sua evolução de maturidade e complexidade, as organizações buscam incoporar métodos ou mecanismos de apoio à gestão com propósitos específicos. Neste sentido, é importante garantir que não há um isolamento ou descasamento, seja na definição dos próprios indicadores de resultado e de rotina, ou ainda na coesão e suficiencia dos próprios ritos de gestão. Exemplo de integração da sistemática de gestão estratégica e operacional EXCELÊNCIA OPERACIONAL INSIGHTS E APLICAÇÕES
  • 26. ▪ FOQUE NA CAPTURA DE GANHOS COM REPORT SISTEMÁTICO PARA A ALTA ADMINISTRAÇÃO: SA iniciativa de excelencia operacional precisa constantemente enxergas quais capturas de valor estão sendo proporcionadas na operação, de forma a garantir que a aplicação do modelo está fazendo sentido como diferencial competitivo para a Unidade. Redução do Backlog Exemplo de report com projeção dos ganhos alcançados com a implantação para a operação EXCELÊNCIA OPERACIONAL INSIGHTS E APLICAÇÕES
  • 27. ▪ FORTALEÇA A IMAGEM DA ORGANIZAÇÃO INTERNA E EXTERNAMENTE COM O MODELO DE EXCELÊNCIA OPERACIONAL: Além de todos os beneficios intrínsecos do trabalho, vale também aproveitar este tipo de iniciativa para propagar aos stakeholders a dedicação, maturidade e diferenciação que o modelo de excelência operacional pode trazer para a imagem da empresa perante a alta administração, acionistas, investidores, concorrentes, entidades, profissionais do mercado, dentre outros, contribuindo ainda mais no aumento da atratividade da organização. ▪ Neste sentido, é recomendado o desenvolvimento de uma identidade própria associada a uma estratégia de comunicação que fortaleça a iniciativa. Grupo 3corações | 2016 Programa Excelência de Coração Fonte: http://fliphtml5.com/rauj/elhj EMBRAER - 2016 P3E - Programa de Excelência Empresarial Embraer Fonte: https://www.embraer.com/relatorio_anual2016/pt/perfil- institucional.htm GRUPO BRF - 2017 Programa de Excelência Logística Fonte: http://pubhtml5.com/benj/cbqm Grupo DASA | 2017 Modelo DASA de Unidades COMGÁS | 2017 Times de Excelência EXCELÊNCIA OPERACIONAL INSIGHTS E APLICAÇÕES
  • 28. EXCELÊNCIA OPERACIONAL PLATAFORMA DE PRÁTICAS DA OPERAÇÃO AO CEO • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
  • 29. ABORDAGEM PARA DESENVOLVIMENTO DO MODELO DE EXCELÊNCIA OPERACIONAL 20 PASSOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO Defina o escopo e propósito do trabalho Clusterize as unidades Defina os processos de referência best in class Implemente as soluções Defina os indicadores operacionais críticos Prepare a base e colete os dados Defina as metas de rotina 1 2 3 4 5 6 7 8 Entenda os processos e promova soluções Defina os ritos de gestão Consolide o Modelo Operacional de referência Planeje a estratégia de implantação Conduza um experimento da implantação 9 10 12 13 Ajuste os pontos de melhoria do modelo Conduza o rollout do modelo Capacite as equipes de execução e lideranças Ative a sistemática de avaliação das Unidades 14 15 16 17 Estruture e ative os reports estratégicos Atue no desempenho de cada unidade Absorva e desenvolva melhorias para evolução do modelo 18 19 20 Defina os pilares de excelência do modelo11 A configuração do modelo de excelência operacional, assim como a sua implementação deve considerar N fatores de contexto, natureza do negócio, objetivos do trabalho, recursos disponíveis, dentre outros elementos na organização. De toda forma, elencamos abaixo um passo a passo geral de condução de uma iniciativa no tema:
  • 30. DASA | MDU - Modelo DASA de Unidades Concepção de um modelo de operação de atendimento para as mais de 600 unidades ambulatoriais de medicina diagnóstica do Grupo DASA, com o objetivo de oferecer práticas de processos, ritos, pessoas e indicadores a fim de maximizar os resultados de eficiência em headcount, economia de material, redução de glosas e aumento de NPS. O modelo é suportado pela sistemática gerencial baseada em peer presure em que as unidades serão comparadas mensalmente em todos os indicadores. O rollout assistido nas unidades já foi iniciado e tem previsão de conclusão em 2018, considerando a captura de ganhos expressivos que estão sendo reportados para a Alta Administração mensalmente. - Clusterização das 600 unidades em 10 grupos baseado em modelo estatístico - Construção de Diários de Bordo (rotinas prescritas) para os perfis de liderança chave nas unidades - Implantação de sistemática peer presure com comparação sistemática de indicadores entre as unidades em por cluster - Equipe de Rollout assistido dedicada para oferecer suporte na virada de chave do modelo nas unidades - Modelo de operação aderente a estratégia de M&A do grupo (diferentes marcas com diferentes paradigmas de operação e nível de serviço) - Foco em captura de ganhos com report sistemático da Alta Administração
  • 31. 3corações | Programa Excelência de Coração nos Centros de Distribuição O Programa Excelência de Coração foi desenvolvido com o objetivo de definir os melhores processos e rotinas de gestão para serem executados nos Centros de Distribuição da 3corações, visando o alcance dos resultados. Com um total de 25 CDs espalhados pelo Brasil, cada operação é composta por 5 áreas (Comercial, Logística, Serviço ao Cliente, Recursos Humanos e Administrativo). A ideia de criar um modelo de operação e gestão replicável tanto para torna-los comparáveis e facilitar futuras expansões, foram identificadas as melhores práticas e melhorias para a busca da excelência operacional nas unidades do grupo. Posteriormente, o mesmo programa foi expandido para as Indústrias e áreas corporativas do grupo. - Desenvolvimento de identidade da iniciatva com forte estratégia de comunicação - Implantação interfuncional e integrada do modelo de excelência operacional - Construção de Rotinas de Trabalho para os perfis de liderança chave nas unidades - Implantação de comparação sistemática de indicadores e aderência entre as unidades - Equipe de Rollout assistido dedicada para oferecer suporte na virada de chave do modelo nas unidades - Modelo de operação aderente à estratégia de expansão do modelo - Integração da gestão da rotina com gestão estratégica - Foco em captura de ganhos com report sistemático da Alta Administração - Expansão do modelo para as Fábricas e o
  • 32. PRINCIPAIS REFERÊNCIAS E INSPIRAÇÕES PROJETOS E PUBLICAÇÕES PRINCIPAIS PUBLICAÇÕES DE REFERÊNCIA ELOGROUP. BUSINESS PROCESS TRANSFORMATION (2016). ZOOK, C ; ALLEN, J. REPEATABILITY (2012). ZOOK, C ; ALLEN, J.. FOUNDER’S MENTALITY (2016) PROJETOS DE EXCELÊNCIA OPERACIONAL CONDUZIDOS PELA ELOGROUP EM SETORES COMO: INDÚSTRIAS HOSPITAIS LABORATÓRIOS VAREJO TELECOMUNICAÇÕES CONSTRUÇÃO INFRAESTRUTURA FINANCEIRO JUSTIÇA GOVERNO