SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 9
P r o f . R o d r i g u i n h o 
1 Lista exercícios VIEIRA REVISÃO PROVA 
-LISTA DE EXERCÍCIOS REVISÃO VIEIRA – 4ª PROVA 
Questão 01 
O ácido úrico é o produto final da excreção da degradação de purinas. As doenças gota, 
leucemia, policetemia e hepatite resultam numa excreção aumentada desta molécula 
representada pela fórmula estrutural: 
A fórmula molecular do ácido úrico é: 
a) C5H4N4O3 
b) C5H4N3O6 
c) C5H3N3O3 
d) C4H6N2O2 
e) C4H5N4O3 
Questão 02 
Uma forma de verificar se um composto apresenta dupla ligação carbono-carbono (C=C) é 
reagi-lo com soluções diluídas de permanganato de potássio (uma solução violeta), pois essas 
causam o seu descoramento. Assim, das possibilidades abaixo, assinale aquela que contém 
APENAS compostos que vão descorar uma solução diluída de permanganato de potássio. 
a) CH3CH2CH3 e CH3CH2CH2OH 
b) CH3CHCH2 e CH3CH2CH2OH 
c) CH3CHCH2 e CH3COCH3 
d) CH3CH2CH3 e CH3COCH3 
e) CH3CHCH2 e CH2CHCH2OH 
Para as questões 3 e 5, considere; 
Os ésteres são utilizados na indústria de perfumes e na indústria de alimentos como 
aromatizantes em confeitos e refrigerantes. O cheiro e o sabor característicos de muitos frutos 
devem-se à presença de pequenas quantidades de ésteres. Por exemplo, as bananas contêm 
acetato de isopentila, as laranjas contêm acetato de octila e as maçãs, butirato de metila. 
(CHANG, 2006, p. 364)
P r o f . R o d r i g u i n h o 
2 Lista exercícios VIEIRA REVISÃO PROVA 
Questão 03 
A análise das estruturas representadas permite concluir que o número de átomos de 
hidrogênio presentes em cada um dos ésteres citados é 
a) A metade do número de átomos de carbono. 
b) Exatamente igual ao número de átomos de carbono. 
c) Três vezes maior do que o número de átomos de carbono. 
d) Duas vezes maior do que o número de átomos de carbono. 
e) Cinco vezes maior do que o número de átomos de oxigênio. 
Questão 04 
A fórmula condensada do acetato de isopentila corresponde à: 
a) CCOOCCCCC 
b) CH3CH2OOCH2CH2CH3CH3 
c) CH3COOCH2CH2CHCH3CH3 
d) CH2CH2OOCH2CH2CH2CH3 
e) HCOOCH3CH2CHCH3CH3 
Questão 05 
A classificação correta da cadeia do acetato de isopentila é: 
a) Aberta, Normal, Homogênea, Saturada 
b) Aberta, Ramificada, Homogênea, Insaturada 
c) Fechada, Ramificada, Heterogênea, Insaturada 
d) Aberta, Ramificada, Heterogênea, Saturada 
e) Fechada, Normal, Homogênea, Insaturada.
P r o f . R o d r i g u i n h o 
3 Lista exercícios VIEIRA REVISÃO PROVA 
Questão 06 
Uma substância emitida por um animal pode servir para atrair outro animal da mesma espécie, 
de sexo oposto, para marcar trilhas ou territórios, para advertência de perigo. Os feromônios 
são compostos desta natureza usados para comunicação entre os membros da mesma 
espécie. A pesquisa de feromônios pode vir a ser uma oportunidade importante de obter o 
controle das pragas, principalmente na agricultura. A seguir há dois exemplos de feromônios: 
Em relação à informação, responda: 
a) Classifique a cadeia do feromônio A seguindo os 4 critérios. 
b) A qual função orgânica pertence o feromônio B? 
c) Qual a fórmula molecular do feromônio B? 
Questão 07 
Os inibidores de radicais que estão presentes em alimentos são conhecidos como conservantes 
ou antioxidantes. Eles conservam os alimentos pela prevenção de reações radicalares 
indesejáveis. A vitamina E é um conservante natural encontrado em óleos vegetais. BHA e BHT 
são conservantes sintéticos adicionados a muitos alimentos industrializados. (BRUICE, 2006, p. 
348) 
Considerando as informações do texto e as estruturas químicas representadas, 
A) determine a fórmula molecular do BHA;
P r o f . R o d r i g u i n h o 
4 Lista exercícios VIEIRA REVISÃO PROVA 
B) identifique as funções da Química Orgânica presentes na molécula da vitamina E , BHA 
e BHT, destacando os respectivos grupamentos funcionais. 
Questão 08 
Muitos medicamentos contêm carbono quiral e, portanto, exibem o fenômeno da isomeria 
óptica. O naproxeno é um exemplo. Um de seus enantiômeros é comercializado para atuar 
como anti-inflamatório, ajudando a aliviar dores. O outro, além de não ter esse efeito, pode 
causar danos ao fígado. Logo, apenas um dos enantiômeros é comercializado. (PERUZZO; 
CANTO, 2006, p. 309) 
Considerando as informações do texto e a fórmula estrutural fornecida, 
A) identifique as funções da Química Orgânica presentes na molécula do naproxeno, 
destacando os respectivos grupamentos funcionais. 
Para as questões 09 e 10 
O capim-santo (Cymbopogon citratus) tem aplicações tão variadas quanto os muitos nomes 
que recebe! Tem uso medicinal, cosmecêutico e culinário. Além disso, o óleo essencial do 
capim-santo é o citral, sendo uma mistura de isômeros, que é utilizada pela indústria 
farmacêutica para síntese de ianonas e vitamina A, acompanhado de um pouco de mirceno. 
Tem ação calmante e espasmolítica comprovada, que é atribuída a presença do citral, 
considerando-se a atividade analgésica devida ao mirceno. 
O citral, composto de fórmula: 
Retirado de: http://www.remedio-caseiro.com/capim-santo-beneficios-a-saude-da-planta-e-do- 
cha/ 
O citral é representado pela fórmula; 
tem forte sabor de limão e é empregado em alimentos para dar sabor e aroma cítricos. 
Questão 09 
A cadeia carbônica do citral pode ser classificada em: 
a) homogênea, insaturada e ramificada. 
b) homogênea, saturada e normal.
P r o f . R o d r i g u i n h o 
5 Lista exercícios VIEIRA REVISÃO PROVA 
c) homogênea, insaturada e normal. 
d) heterogênea, insaturada e ramificada. 
e) heterogênea, saturada e aromática. 
Questão 10 
Qual a função orgânica presente no citral ? 
a) Álcool 
b) Cetona 
c) Aldeído 
d) Ácido carboxílico 
e) Éter 
Questão 11 
Em setembro de 2011, no Rio Grande do Sul, pessoas alegaram ter sofrido queimaduras depois 
de beberem um achocolatado. Em março de 2013, um caso semelhante voltou a ocorrer, 
agora com um suco de maçã. Em função de problemas semelhantes durante o processo de 
higienização, o suco de maçã foi substituído por solução aquosa de NaOH 2,5%. Pode-se 
afirmar que, a adição desta substância provoca a formação de meio: 
a) Mais ácido e, portanto, com maiores valores de pH. 
b) mais ácido e, portanto, com menores valores de pH. 
c) mais básico e, portanto, com maiores valores de pH. 
d) mais básico e, portanto, com menores valores de pH. 
e) Com o mesmo pH, pois o NaOH não influencia no pH. 
PARA AS QUESTÕES DE 12 A 14, CONSIDERE; 
Nitrogênio, fósforo e potássio são nutrientes importantes para o desenvolvimento das plantas. 
A falta desses nutrientes em solos utilizados para a agricultura torna necessário o 
fornecimento de quantidades adequadas de fertilizantes NPK. O sulfato de 
amônio ((NH4)2SO4),o nitrato de amônio (NH4NO3) são exemplos de fertilizantes nitrogenados; 
o di-hidrogeno fosfato de cálcio (Ca(H2PO4)2) é exemplo de fertilizante fosfatado e o cloreto de 
potássio (KCl) é fonte de potássio. 
DADO: 
REAÇÃO DE OBTENÇÃO DOS FERTILIZANTES NITROGENADOS: 
NH4OH + H2SO4  (NH4)2SO4 + H2O 
NH4OH + HNO3  NH4NO3 + H2O 
Questão 12
P r o f . R o d r i g u i n h o 
6 Lista exercícios VIEIRA REVISÃO PROVA 
Os fertilizantes nitrogenados citados no texto, quando aplicados ao solo acarretam em; 
a) Elevação do pH, por serem bases fortes com alto teor de hidrogênio. 
b) Redução do pH, por serem óxidos ácidos reativos com a água presente nos solos. 
c) Neutralização do pH, por se tratarem de sais com caráter neutro em água. 
d) Redução do pH, por se tratarem de sais provenientes de ácidos fortes e bases fracas. 
e) Elevação do pH, por se tratarem de substâncias com característica ácida e solúveis. 
Questão 13 
O di-hidrogeno fostato de cálcio é ; 
a) Um oxiácido 
b) Um sal 
c) Uma base 
d) Um óxido 
e) Um hidrácido. 
Questão 14 
O cloreto de potássio (KCl) pode ser obtido por neutralização completa entre; 
a) HCl + KOH 
b) HClO + K(OH)2 
c) HClO3 + K(OH)3 
d) HCl + K(OH)2 
e) HClO2 + KOH 
Questão 15 
``Arrhenius descobriu que a condutividade elétrica das soluções dependia da existência de 
íons, que eram os responsáveis por transportar a carga. Então, chegou à conclusão de que as 
soluções iônicas transportavam corrente elétrica porque os seus íons se separavam quando 
colocados em água. Percebeu também que quando se colocavam algumas substâncias 
moleculares na água, ocorria o fenômeno da ionização, quando a água atua como reagente e 
forma íons positivos (cátions) e negativos (ânions). 
Baseado nesses estudos, Arrhenius observou que determinados grupos de substâncias 
inorgânicas liberavam os mesmos cátions, quando colocados em água. Já em outro grupo, as 
substâncias liberavam os mesmo ânions. Desse modo, observou-se que era possível dividir as 
substâncias inorgânicas em grupos menores ou funções inorgânicas, que ficaram sendo 
quatro: ácidos, bases, sais e óxidos, exemplificados, respectivamente: 
a) P2O5, KNO3, H2SO4, HCl 
b) ClO3, Al(OH)3, (NH4)2SO4, Na2O 
c) HNO3, LiOH, Na2S, Li2O 
d) HCl, Ba(OH)2, Al2O3, H2S 
e) AlCl3, H2O, NaCl, Fe2O3
P r o f . R o d r i g u i n h o 
7 Lista exercícios VIEIRA REVISÃO PROVA 
Questão 16 
Leia as informações contidas na tirinha a seguir. 
Uma substância que pode ser incluída no cardápio de antiácidos por ter propriedades básicas 
é 
A) NaF. 
B) CaCl2. 
C) Mg(OH)2. 
D) CH3COOH. 
E) HCl 
Questão 17 
Cerca de ¼ de todo o dióxido de carbono liberado pelo uso de combustíveis fósseis é absorvido 
pelo oceano, o que leva a uma mudança em seu pH e no equilíbrio do carbonato na água do 
mar. Se não houver uma ação rápida para reduzir as emissões de dióxido de carbono, essas 
mudanças podem levar a um impacto devastador em muitos organismos que possuem 
esqueletos, conchas e revestimentos, como os corais, os moluscos, os que vivem no plâncton, 
e no ecossistema marinho como um todo. 
Do ponto de vista químico, inicialmente ocorrem a dissolução do dióxido de carbono gasoso na 
água e a formação de dióxido de carbono em solução. Uma vez dissolvido na água do mar, o 
dióxido de carbono reage rapidamente com a água, formando o H2CO3. 
Assim, a reação do dióxido de carbono com a água 
a) faz o pH da água aumentar, pois o produto (H2CO3) é uma base 
b) faz o pH da água baixar, pois o produto (H2CO3) é uma base 
c) faz o pH da água baixar, pois o produto (H2CO3) é um oxiácido 
d) faz o pH da água aumentar, pois o produto (H2CO3) é um hidrácido 
e) Não altera o pH , pois o produto (H2CO3) é uma sal neutro 
Questão 18
P r o f . R o d r i g u i n h o 
8 Lista exercícios VIEIRA REVISÃO PROVA 
O estado do Rio Grande do Sul possui cerca de 90% das reservas do país em carvão mineral, 
um importante recurso energético disponível para geração de eletricidade em termelétricas 
como a de Candiota, na região de Bagé. Combustíveis fósseis como carvão e petróleo possuem 
enxofre como impureza, e sua queima libera, entre outros gases, dióxido de enxofre (SO2), um 
dos responsáveis pela acidez das chuvas. 
Ao economizarmos energia elétrica, estamos contribuindo para a redução das emissões de 
dióxido de enxofre, que, na atmosfera, pode reagir com água, formando um oxiácido que 
deverá ter fórmula: 
a) H2S 
b) H2SO3 
c) CaS 
d) NaHSO3 
e) SO3 
Questão 19 
O esquema a seguir mostra a aparelhagem que pode ser utilizada para testar a força dos 
ácidos: 
Em qual das soluções, todas com mesma concentração e temperatura, a lâmpada apresenta 
maior brilho? 
a) HF 
b) H2S. 
c) H3PO4. 
d) H4SiO4. 
e) HNO3. 
Questão 20 
Problemas de acidez nos viveiros de aquicultura resultam dos efeitos da baixa alcalinidade 
total e da presença de sedimentos ácidos no fundo dos viveiros, e ocasionam baixa produção 
de peixes e de outras espécies cultivadas. Uma das estratégias utilizadas para a correção dos
P r o f . R o d r i g u i n h o 
9 Lista exercícios VIEIRA REVISÃO PROVA 
parâmetros de qualidade da água para fins de piscicultura é a calagem. Os corretivos mais 
utilizados no Brasil contêm principalmente CaCO3 e MgCO3 
DADO: REAÇÕES DE OBTENÇÃO DOS CORRETIVOS: 
Ca(OH)2 + H2CO3  CaCO3 + H2O 
Mg(OH)2 + H2CO3  MgCO3 + H2O 
Estas substâncias (corretivos) são aplicadas pois; 
a) São bases de caráter moderado capazes de elevar o pH. 
b) São óxidos de caráter básico ao se dissolverem em água. 
c) São óxidos anfóteros que em meio ácido promovem a neutralização. 
d) São sais provenientes de base forte com ácido fraco 
e) São bases fortes provenientes da família 1A e 2A 
Questão 21 
Para neutralizar o ácido sulfúrico (H2SO4) derramado em um laboratório, um químico utilizou 
uma solução de hidróxido de alumínio (Al(OH)3). A reação de neutralização completa que 
ocorre entre eles leva à formação de; 
a) 1 AlSO4 + 6 H2O 
b) 1 Al3(SO4)2 + 3 H2O 
c) 1 Al2(SO4)3 + 6 H2O 
d) 1 Al2SO4 + 3 H2O 
e) 1 Al(SO4)3 + 3 H2O 
GABARITO: 
01) A 
02) E 
03) D 
04) C 
05) D 
06) A) Aberta, normal, insaturada e heterogênea. B) aldeído c) C10H14O2 
07) A) C11H16O2, B) BHA éter e fenol BHT fenol VITAMINA E: éter e fenol 
08) Ácido carboxílico e éter 
09) A 
10) C 
11) C 
12) D 
13) B 
14) A 
15) C 
16) C 
17) C 
18) B 
19) E 
20) D 
21) C

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Nox e Reações de Óxido Redução
Nox e Reações de Óxido ReduçãoNox e Reações de Óxido Redução
Nox e Reações de Óxido Redução
 
Inor parte 1
Inor parte 1Inor parte 1
Inor parte 1
 
REVISÃO COC POLARIDADE E FORÇAS INTERMOLECULARES
REVISÃO COC POLARIDADE E FORÇAS INTERMOLECULARESREVISÃO COC POLARIDADE E FORÇAS INTERMOLECULARES
REVISÃO COC POLARIDADE E FORÇAS INTERMOLECULARES
 
Nox e oxirredução
Nox e oxirreduçãoNox e oxirredução
Nox e oxirredução
 
cáculos com mol
cáculos com molcáculos com mol
cáculos com mol
 
Questões revisão - Prova
Questões revisão - ProvaQuestões revisão - Prova
Questões revisão - Prova
 
Lista equilíbrio
Lista equilíbrioLista equilíbrio
Lista equilíbrio
 
Inor parte 2
Inor parte 2Inor parte 2
Inor parte 2
 
Cinética química
Cinética químicaCinética química
Cinética química
 
EQUILÍBRIO REVISÃO ENEM
EQUILÍBRIO REVISÃO ENEMEQUILÍBRIO REVISÃO ENEM
EQUILÍBRIO REVISÃO ENEM
 
Revisao vieira
Revisao vieiraRevisao vieira
Revisao vieira
 
CINÉTICA QUIMICA REVISÃO
CINÉTICA QUIMICA REVISÃOCINÉTICA QUIMICA REVISÃO
CINÉTICA QUIMICA REVISÃO
 
Simulado qui02
Simulado qui02Simulado qui02
Simulado qui02
 
concentração soluções
concentração soluçõesconcentração soluções
concentração soluções
 
Lista estudo - Terceiro COC - 3 UNIDADE
Lista estudo - Terceiro COC - 3 UNIDADELista estudo - Terceiro COC - 3 UNIDADE
Lista estudo - Terceiro COC - 3 UNIDADE
 
Listadeslocamento
ListadeslocamentoListadeslocamento
Listadeslocamento
 
DISPERSÕES REVISÃO ENEM
DISPERSÕES REVISÃO ENEMDISPERSÕES REVISÃO ENEM
DISPERSÕES REVISÃO ENEM
 
Cinética química questoes
Cinética química questoesCinética química questoes
Cinética química questoes
 
Cálculos químicos share
Cálculos químicos shareCálculos químicos share
Cálculos químicos share
 
Soluções lista
Soluções lista Soluções lista
Soluções lista
 

Destaque

Expressoes de concentração
Expressoes de concentraçãoExpressoes de concentração
Expressoes de concentraçãoRodrigo Sampaio
 
Modelo de anteprojeto cultural
Modelo de anteprojeto culturalModelo de anteprojeto cultural
Modelo de anteprojeto culturalRodrigo Sampaio
 
Treinamento Balanceamento pelo método da tentativa
Treinamento Balanceamento pelo método da tentativa Treinamento Balanceamento pelo método da tentativa
Treinamento Balanceamento pelo método da tentativa Rodrigo Sampaio
 
Conceitos básicos de química - estados, mudanças, fenômenos e sistemas
Conceitos básicos de química - estados, mudanças, fenômenos e sistemasConceitos básicos de química - estados, mudanças, fenômenos e sistemas
Conceitos básicos de química - estados, mudanças, fenômenos e sistemasRodrigo Sampaio
 
Gases ideais - Questões com gabarito
Gases ideais - Questões com gabaritoGases ideais - Questões com gabarito
Gases ideais - Questões com gabaritoRodrigo Sampaio
 
Modelo artigo para Maratona Científica
Modelo artigo para Maratona CientíficaModelo artigo para Maratona Científica
Modelo artigo para Maratona CientíficaRodrigo Sampaio
 
Radioatividade - Exerícicios
Radioatividade - ExeríciciosRadioatividade - Exerícicios
Radioatividade - ExeríciciosRodrigo Sampaio
 
lista de questões - Volta são joão - COC
lista de questões - Volta são joão - COClista de questões - Volta são joão - COC
lista de questões - Volta são joão - COCRodrigo Sampaio
 
Lista de exercicios solubilidade
Lista de exercicios solubilidadeLista de exercicios solubilidade
Lista de exercicios solubilidadeRodrigo Sampaio
 
Resumo separação de misturas heterogêneas
Resumo separação de misturas heterogêneasResumo separação de misturas heterogêneas
Resumo separação de misturas heterogêneasRodrigo Sampaio
 
Revisão prova 1 unidade 1 ano
Revisão prova 1 unidade 1 anoRevisão prova 1 unidade 1 ano
Revisão prova 1 unidade 1 anoRodrigo Sampaio
 
Modelo analise _ MARATONA CIENTÍFICA QUARKS
Modelo analise _ MARATONA CIENTÍFICA QUARKSModelo analise _ MARATONA CIENTÍFICA QUARKS
Modelo analise _ MARATONA CIENTÍFICA QUARKSRodrigo Sampaio
 
Estequiometria pureza e impureza
Estequiometria pureza e impurezaEstequiometria pureza e impureza
Estequiometria pureza e impurezaRodrigo Sampaio
 
Revisão de mol 3 ano solução
Revisão de mol 3 ano   soluçãoRevisão de mol 3 ano   solução
Revisão de mol 3 ano soluçãoRodrigo Sampaio
 
CADERNO DE RESPOSTAS - Treinamento para as aulas 4, 5 e 6
CADERNO DE RESPOSTAS - Treinamento para as aulas 4, 5 e 6CADERNO DE RESPOSTAS - Treinamento para as aulas 4, 5 e 6
CADERNO DE RESPOSTAS - Treinamento para as aulas 4, 5 e 6Maiquel Vieira
 
Revisão rendimento excesso pureza e consecutivas 3 ano
Revisão rendimento excesso pureza e consecutivas 3 anoRevisão rendimento excesso pureza e consecutivas 3 ano
Revisão rendimento excesso pureza e consecutivas 3 anoRodrigo Sampaio
 
Termoquímica ex da aula parte I
Termoquímica ex da aula parte ITermoquímica ex da aula parte I
Termoquímica ex da aula parte IRodrigo Sampaio
 

Destaque (20)

Expressoes de concentração
Expressoes de concentraçãoExpressoes de concentração
Expressoes de concentração
 
Bioquimica revisão
Bioquimica revisãoBioquimica revisão
Bioquimica revisão
 
Modelo de anteprojeto cultural
Modelo de anteprojeto culturalModelo de anteprojeto cultural
Modelo de anteprojeto cultural
 
Treinamento Balanceamento pelo método da tentativa
Treinamento Balanceamento pelo método da tentativa Treinamento Balanceamento pelo método da tentativa
Treinamento Balanceamento pelo método da tentativa
 
Conceitos básicos de química - estados, mudanças, fenômenos e sistemas
Conceitos básicos de química - estados, mudanças, fenômenos e sistemasConceitos básicos de química - estados, mudanças, fenômenos e sistemas
Conceitos básicos de química - estados, mudanças, fenômenos e sistemas
 
Gases ideais - Questões com gabarito
Gases ideais - Questões com gabaritoGases ideais - Questões com gabarito
Gases ideais - Questões com gabarito
 
Modelo artigo para Maratona Científica
Modelo artigo para Maratona CientíficaModelo artigo para Maratona Científica
Modelo artigo para Maratona Científica
 
Estequiometria simples
Estequiometria simplesEstequiometria simples
Estequiometria simples
 
Radioatividade - Exerícicios
Radioatividade - ExeríciciosRadioatividade - Exerícicios
Radioatividade - Exerícicios
 
lista de questões - Volta são joão - COC
lista de questões - Volta são joão - COClista de questões - Volta são joão - COC
lista de questões - Volta são joão - COC
 
Lista de exercicios solubilidade
Lista de exercicios solubilidadeLista de exercicios solubilidade
Lista de exercicios solubilidade
 
Resumo separação de misturas heterogêneas
Resumo separação de misturas heterogêneasResumo separação de misturas heterogêneas
Resumo separação de misturas heterogêneas
 
Revisão prova 1 unidade 1 ano
Revisão prova 1 unidade 1 anoRevisão prova 1 unidade 1 ano
Revisão prova 1 unidade 1 ano
 
Modelo analise _ MARATONA CIENTÍFICA QUARKS
Modelo analise _ MARATONA CIENTÍFICA QUARKSModelo analise _ MARATONA CIENTÍFICA QUARKS
Modelo analise _ MARATONA CIENTÍFICA QUARKS
 
Passo a passo ftool
Passo a passo ftoolPasso a passo ftool
Passo a passo ftool
 
Estequiometria pureza e impureza
Estequiometria pureza e impurezaEstequiometria pureza e impureza
Estequiometria pureza e impureza
 
Revisão de mol 3 ano solução
Revisão de mol 3 ano   soluçãoRevisão de mol 3 ano   solução
Revisão de mol 3 ano solução
 
CADERNO DE RESPOSTAS - Treinamento para as aulas 4, 5 e 6
CADERNO DE RESPOSTAS - Treinamento para as aulas 4, 5 e 6CADERNO DE RESPOSTAS - Treinamento para as aulas 4, 5 e 6
CADERNO DE RESPOSTAS - Treinamento para as aulas 4, 5 e 6
 
Revisão rendimento excesso pureza e consecutivas 3 ano
Revisão rendimento excesso pureza e consecutivas 3 anoRevisão rendimento excesso pureza e consecutivas 3 ano
Revisão rendimento excesso pureza e consecutivas 3 ano
 
Termoquímica ex da aula parte I
Termoquímica ex da aula parte ITermoquímica ex da aula parte I
Termoquímica ex da aula parte I
 

Semelhante a Lista 2 recuperacao

3.3.5. Teorias Ácido-Base Brönsted-Lowry Funções Orgânicas
3.3.5. Teorias Ácido-Base Brönsted-Lowry Funções Orgânicas3.3.5. Teorias Ácido-Base Brönsted-Lowry Funções Orgânicas
3.3.5. Teorias Ácido-Base Brönsted-Lowry Funções OrgânicasLucas Schnorrenberger
 
áCidos e bases completo
áCidos e bases completoáCidos e bases completo
áCidos e bases completoAline Brasil
 
Exerc. química orgânica
Exerc. química orgânicaExerc. química orgânica
Exerc. química orgânicaWander Wesley
 
Lista de Exercícios: Concentração de Soluções
Lista de Exercícios: Concentração de SoluçõesLista de Exercícios: Concentração de Soluções
Lista de Exercícios: Concentração de SoluçõesHebertty Dantas
 
Reações orgânicas bahiana revisão
Reações orgânicas bahiana revisãoReações orgânicas bahiana revisão
Reações orgânicas bahiana revisãoFábio Oisiovici
 
LISTÃO [Q.O.] - Introdução à química orgânica: Hibridização
LISTÃO [Q.O.] - Introdução à química orgânica: HibridizaçãoLISTÃO [Q.O.] - Introdução à química orgânica: Hibridização
LISTÃO [Q.O.] - Introdução à química orgânica: HibridizaçãoProfessor Maurício Monteiro
 
LISTÃO [Q.O.] - Introdução à química orgânica: Hibridização;
LISTÃO [Q.O.] - Introdução à química orgânica: Hibridização;LISTÃO [Q.O.] - Introdução à química orgânica: Hibridização;
LISTÃO [Q.O.] - Introdução à química orgânica: Hibridização;Professor Maurício Monteiro
 
Exercicios quimica cadeias_carbonicas_hibridacao_rbdquimica
Exercicios quimica cadeias_carbonicas_hibridacao_rbdquimicaExercicios quimica cadeias_carbonicas_hibridacao_rbdquimica
Exercicios quimica cadeias_carbonicas_hibridacao_rbdquimicaFabrícia Martins
 
Exercicio de funcoes organicas
Exercicio de funcoes organicasExercicio de funcoes organicas
Exercicio de funcoes organicasEstude Mais
 
QUESTÕES DA UVA - REVISÃO
QUESTÕES DA UVA - REVISÃOQUESTÕES DA UVA - REVISÃO
QUESTÕES DA UVA - REVISÃOKaires Braga
 
Ácidos e Bases Exercícios de Vestibulares
Ácidos e Bases Exercícios de VestibularesÁcidos e Bases Exercícios de Vestibulares
Ácidos e Bases Exercícios de VestibularesBio Sem Limites
 
AITIVIDADE.QUIMICA .ENSINO MÉDIO.docx
AITIVIDADE.QUIMICA .ENSINO MÉDIO.docxAITIVIDADE.QUIMICA .ENSINO MÉDIO.docx
AITIVIDADE.QUIMICA .ENSINO MÉDIO.docxcelenubialiradeolive
 
Lista de exercícios ácido-base e reações de adição
Lista de exercícios   ácido-base e reações de adiçãoLista de exercícios   ácido-base e reações de adição
Lista de exercícios ácido-base e reações de adiçãoProfª Alda Ernestina
 
Exercício Ácidos.pdf
Exercício Ácidos.pdfExercício Ácidos.pdf
Exercício Ácidos.pdfJoseane Mota
 
Lista de exercícios_de_química
Lista de exercícios_de_químicaLista de exercícios_de_química
Lista de exercícios_de_químicaRonnie Ederli
 

Semelhante a Lista 2 recuperacao (20)

3.3.5. Teorias Ácido-Base Brönsted-Lowry Funções Orgânicas
3.3.5. Teorias Ácido-Base Brönsted-Lowry Funções Orgânicas3.3.5. Teorias Ácido-Base Brönsted-Lowry Funções Orgânicas
3.3.5. Teorias Ácido-Base Brönsted-Lowry Funções Orgânicas
 
áCidos e bases completo
áCidos e bases completoáCidos e bases completo
áCidos e bases completo
 
Exerc. química orgânica
Exerc. química orgânicaExerc. química orgânica
Exerc. química orgânica
 
Lista de Exercícios: Concentração de Soluções
Lista de Exercícios: Concentração de SoluçõesLista de Exercícios: Concentração de Soluções
Lista de Exercícios: Concentração de Soluções
 
Reações orgânicas bahiana revisão
Reações orgânicas bahiana revisãoReações orgânicas bahiana revisão
Reações orgânicas bahiana revisão
 
LISTÃO [Q.O.] - Introdução à química orgânica: Hibridização
LISTÃO [Q.O.] - Introdução à química orgânica: HibridizaçãoLISTÃO [Q.O.] - Introdução à química orgânica: Hibridização
LISTÃO [Q.O.] - Introdução à química orgânica: Hibridização
 
LISTÃO [Q.O.] - Introdução à química orgânica: Hibridização;
LISTÃO [Q.O.] - Introdução à química orgânica: Hibridização;LISTÃO [Q.O.] - Introdução à química orgânica: Hibridização;
LISTÃO [Q.O.] - Introdução à química orgânica: Hibridização;
 
Exercicios quimica cadeias_carbonicas_hibridacao_rbdquimica
Exercicios quimica cadeias_carbonicas_hibridacao_rbdquimicaExercicios quimica cadeias_carbonicas_hibridacao_rbdquimica
Exercicios quimica cadeias_carbonicas_hibridacao_rbdquimica
 
Exercícios de recuperação 2
Exercícios de recuperação 2Exercícios de recuperação 2
Exercícios de recuperação 2
 
QUÍM. ORG. - Introdução
QUÍM. ORG. - IntroduçãoQUÍM. ORG. - Introdução
QUÍM. ORG. - Introdução
 
Exercicio de funcoes organicas
Exercicio de funcoes organicasExercicio de funcoes organicas
Exercicio de funcoes organicas
 
QUESTÕES DA UVA - REVISÃO
QUESTÕES DA UVA - REVISÃOQUESTÕES DA UVA - REVISÃO
QUESTÕES DA UVA - REVISÃO
 
Ácidos e Bases Exercícios de Vestibulares
Ácidos e Bases Exercícios de VestibularesÁcidos e Bases Exercícios de Vestibulares
Ácidos e Bases Exercícios de Vestibulares
 
Area ll
Area llArea ll
Area ll
 
AITIVIDADE.QUIMICA .ENSINO MÉDIO.docx
AITIVIDADE.QUIMICA .ENSINO MÉDIO.docxAITIVIDADE.QUIMICA .ENSINO MÉDIO.docx
AITIVIDADE.QUIMICA .ENSINO MÉDIO.docx
 
Lista de exercícios ácido-base e reações de adição
Lista de exercícios   ácido-base e reações de adiçãoLista de exercícios   ácido-base e reações de adição
Lista de exercícios ácido-base e reações de adição
 
Exercícios de bases
Exercícios de basesExercícios de bases
Exercícios de bases
 
Exercícios de ácidos
Exercícios de ácidosExercícios de ácidos
Exercícios de ácidos
 
Exercício Ácidos.pdf
Exercício Ácidos.pdfExercício Ácidos.pdf
Exercício Ácidos.pdf
 
Lista de exercícios_de_química
Lista de exercícios_de_químicaLista de exercícios_de_química
Lista de exercícios_de_química
 

Último

Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaREGIANELAURALOUREIRO1
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Centro Jacques Delors
 
Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de PlatãoQuestões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de PlatãoCelimaraTiski
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Centro Jacques Delors
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaANNAPAULAAIRESDESOUZ
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxAntonioVieira539017
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdfVIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdfbragamoysesaline
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Centro Jacques Delors
 
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOSINTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOSPedro Luis Moraes
 
12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................mariagrave
 
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptxProva nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptxLucasFCapistrano
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Pauloririg29454
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................mariagrave
 

Último (20)

Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
 
Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de PlatãoQuestões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdfVIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
 
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOSINTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
 
12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................
 
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptxProva nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 

Lista 2 recuperacao

  • 1. P r o f . R o d r i g u i n h o 1 Lista exercícios VIEIRA REVISÃO PROVA -LISTA DE EXERCÍCIOS REVISÃO VIEIRA – 4ª PROVA Questão 01 O ácido úrico é o produto final da excreção da degradação de purinas. As doenças gota, leucemia, policetemia e hepatite resultam numa excreção aumentada desta molécula representada pela fórmula estrutural: A fórmula molecular do ácido úrico é: a) C5H4N4O3 b) C5H4N3O6 c) C5H3N3O3 d) C4H6N2O2 e) C4H5N4O3 Questão 02 Uma forma de verificar se um composto apresenta dupla ligação carbono-carbono (C=C) é reagi-lo com soluções diluídas de permanganato de potássio (uma solução violeta), pois essas causam o seu descoramento. Assim, das possibilidades abaixo, assinale aquela que contém APENAS compostos que vão descorar uma solução diluída de permanganato de potássio. a) CH3CH2CH3 e CH3CH2CH2OH b) CH3CHCH2 e CH3CH2CH2OH c) CH3CHCH2 e CH3COCH3 d) CH3CH2CH3 e CH3COCH3 e) CH3CHCH2 e CH2CHCH2OH Para as questões 3 e 5, considere; Os ésteres são utilizados na indústria de perfumes e na indústria de alimentos como aromatizantes em confeitos e refrigerantes. O cheiro e o sabor característicos de muitos frutos devem-se à presença de pequenas quantidades de ésteres. Por exemplo, as bananas contêm acetato de isopentila, as laranjas contêm acetato de octila e as maçãs, butirato de metila. (CHANG, 2006, p. 364)
  • 2. P r o f . R o d r i g u i n h o 2 Lista exercícios VIEIRA REVISÃO PROVA Questão 03 A análise das estruturas representadas permite concluir que o número de átomos de hidrogênio presentes em cada um dos ésteres citados é a) A metade do número de átomos de carbono. b) Exatamente igual ao número de átomos de carbono. c) Três vezes maior do que o número de átomos de carbono. d) Duas vezes maior do que o número de átomos de carbono. e) Cinco vezes maior do que o número de átomos de oxigênio. Questão 04 A fórmula condensada do acetato de isopentila corresponde à: a) CCOOCCCCC b) CH3CH2OOCH2CH2CH3CH3 c) CH3COOCH2CH2CHCH3CH3 d) CH2CH2OOCH2CH2CH2CH3 e) HCOOCH3CH2CHCH3CH3 Questão 05 A classificação correta da cadeia do acetato de isopentila é: a) Aberta, Normal, Homogênea, Saturada b) Aberta, Ramificada, Homogênea, Insaturada c) Fechada, Ramificada, Heterogênea, Insaturada d) Aberta, Ramificada, Heterogênea, Saturada e) Fechada, Normal, Homogênea, Insaturada.
  • 3. P r o f . R o d r i g u i n h o 3 Lista exercícios VIEIRA REVISÃO PROVA Questão 06 Uma substância emitida por um animal pode servir para atrair outro animal da mesma espécie, de sexo oposto, para marcar trilhas ou territórios, para advertência de perigo. Os feromônios são compostos desta natureza usados para comunicação entre os membros da mesma espécie. A pesquisa de feromônios pode vir a ser uma oportunidade importante de obter o controle das pragas, principalmente na agricultura. A seguir há dois exemplos de feromônios: Em relação à informação, responda: a) Classifique a cadeia do feromônio A seguindo os 4 critérios. b) A qual função orgânica pertence o feromônio B? c) Qual a fórmula molecular do feromônio B? Questão 07 Os inibidores de radicais que estão presentes em alimentos são conhecidos como conservantes ou antioxidantes. Eles conservam os alimentos pela prevenção de reações radicalares indesejáveis. A vitamina E é um conservante natural encontrado em óleos vegetais. BHA e BHT são conservantes sintéticos adicionados a muitos alimentos industrializados. (BRUICE, 2006, p. 348) Considerando as informações do texto e as estruturas químicas representadas, A) determine a fórmula molecular do BHA;
  • 4. P r o f . R o d r i g u i n h o 4 Lista exercícios VIEIRA REVISÃO PROVA B) identifique as funções da Química Orgânica presentes na molécula da vitamina E , BHA e BHT, destacando os respectivos grupamentos funcionais. Questão 08 Muitos medicamentos contêm carbono quiral e, portanto, exibem o fenômeno da isomeria óptica. O naproxeno é um exemplo. Um de seus enantiômeros é comercializado para atuar como anti-inflamatório, ajudando a aliviar dores. O outro, além de não ter esse efeito, pode causar danos ao fígado. Logo, apenas um dos enantiômeros é comercializado. (PERUZZO; CANTO, 2006, p. 309) Considerando as informações do texto e a fórmula estrutural fornecida, A) identifique as funções da Química Orgânica presentes na molécula do naproxeno, destacando os respectivos grupamentos funcionais. Para as questões 09 e 10 O capim-santo (Cymbopogon citratus) tem aplicações tão variadas quanto os muitos nomes que recebe! Tem uso medicinal, cosmecêutico e culinário. Além disso, o óleo essencial do capim-santo é o citral, sendo uma mistura de isômeros, que é utilizada pela indústria farmacêutica para síntese de ianonas e vitamina A, acompanhado de um pouco de mirceno. Tem ação calmante e espasmolítica comprovada, que é atribuída a presença do citral, considerando-se a atividade analgésica devida ao mirceno. O citral, composto de fórmula: Retirado de: http://www.remedio-caseiro.com/capim-santo-beneficios-a-saude-da-planta-e-do- cha/ O citral é representado pela fórmula; tem forte sabor de limão e é empregado em alimentos para dar sabor e aroma cítricos. Questão 09 A cadeia carbônica do citral pode ser classificada em: a) homogênea, insaturada e ramificada. b) homogênea, saturada e normal.
  • 5. P r o f . R o d r i g u i n h o 5 Lista exercícios VIEIRA REVISÃO PROVA c) homogênea, insaturada e normal. d) heterogênea, insaturada e ramificada. e) heterogênea, saturada e aromática. Questão 10 Qual a função orgânica presente no citral ? a) Álcool b) Cetona c) Aldeído d) Ácido carboxílico e) Éter Questão 11 Em setembro de 2011, no Rio Grande do Sul, pessoas alegaram ter sofrido queimaduras depois de beberem um achocolatado. Em março de 2013, um caso semelhante voltou a ocorrer, agora com um suco de maçã. Em função de problemas semelhantes durante o processo de higienização, o suco de maçã foi substituído por solução aquosa de NaOH 2,5%. Pode-se afirmar que, a adição desta substância provoca a formação de meio: a) Mais ácido e, portanto, com maiores valores de pH. b) mais ácido e, portanto, com menores valores de pH. c) mais básico e, portanto, com maiores valores de pH. d) mais básico e, portanto, com menores valores de pH. e) Com o mesmo pH, pois o NaOH não influencia no pH. PARA AS QUESTÕES DE 12 A 14, CONSIDERE; Nitrogênio, fósforo e potássio são nutrientes importantes para o desenvolvimento das plantas. A falta desses nutrientes em solos utilizados para a agricultura torna necessário o fornecimento de quantidades adequadas de fertilizantes NPK. O sulfato de amônio ((NH4)2SO4),o nitrato de amônio (NH4NO3) são exemplos de fertilizantes nitrogenados; o di-hidrogeno fosfato de cálcio (Ca(H2PO4)2) é exemplo de fertilizante fosfatado e o cloreto de potássio (KCl) é fonte de potássio. DADO: REAÇÃO DE OBTENÇÃO DOS FERTILIZANTES NITROGENADOS: NH4OH + H2SO4  (NH4)2SO4 + H2O NH4OH + HNO3  NH4NO3 + H2O Questão 12
  • 6. P r o f . R o d r i g u i n h o 6 Lista exercícios VIEIRA REVISÃO PROVA Os fertilizantes nitrogenados citados no texto, quando aplicados ao solo acarretam em; a) Elevação do pH, por serem bases fortes com alto teor de hidrogênio. b) Redução do pH, por serem óxidos ácidos reativos com a água presente nos solos. c) Neutralização do pH, por se tratarem de sais com caráter neutro em água. d) Redução do pH, por se tratarem de sais provenientes de ácidos fortes e bases fracas. e) Elevação do pH, por se tratarem de substâncias com característica ácida e solúveis. Questão 13 O di-hidrogeno fostato de cálcio é ; a) Um oxiácido b) Um sal c) Uma base d) Um óxido e) Um hidrácido. Questão 14 O cloreto de potássio (KCl) pode ser obtido por neutralização completa entre; a) HCl + KOH b) HClO + K(OH)2 c) HClO3 + K(OH)3 d) HCl + K(OH)2 e) HClO2 + KOH Questão 15 ``Arrhenius descobriu que a condutividade elétrica das soluções dependia da existência de íons, que eram os responsáveis por transportar a carga. Então, chegou à conclusão de que as soluções iônicas transportavam corrente elétrica porque os seus íons se separavam quando colocados em água. Percebeu também que quando se colocavam algumas substâncias moleculares na água, ocorria o fenômeno da ionização, quando a água atua como reagente e forma íons positivos (cátions) e negativos (ânions). Baseado nesses estudos, Arrhenius observou que determinados grupos de substâncias inorgânicas liberavam os mesmos cátions, quando colocados em água. Já em outro grupo, as substâncias liberavam os mesmo ânions. Desse modo, observou-se que era possível dividir as substâncias inorgânicas em grupos menores ou funções inorgânicas, que ficaram sendo quatro: ácidos, bases, sais e óxidos, exemplificados, respectivamente: a) P2O5, KNO3, H2SO4, HCl b) ClO3, Al(OH)3, (NH4)2SO4, Na2O c) HNO3, LiOH, Na2S, Li2O d) HCl, Ba(OH)2, Al2O3, H2S e) AlCl3, H2O, NaCl, Fe2O3
  • 7. P r o f . R o d r i g u i n h o 7 Lista exercícios VIEIRA REVISÃO PROVA Questão 16 Leia as informações contidas na tirinha a seguir. Uma substância que pode ser incluída no cardápio de antiácidos por ter propriedades básicas é A) NaF. B) CaCl2. C) Mg(OH)2. D) CH3COOH. E) HCl Questão 17 Cerca de ¼ de todo o dióxido de carbono liberado pelo uso de combustíveis fósseis é absorvido pelo oceano, o que leva a uma mudança em seu pH e no equilíbrio do carbonato na água do mar. Se não houver uma ação rápida para reduzir as emissões de dióxido de carbono, essas mudanças podem levar a um impacto devastador em muitos organismos que possuem esqueletos, conchas e revestimentos, como os corais, os moluscos, os que vivem no plâncton, e no ecossistema marinho como um todo. Do ponto de vista químico, inicialmente ocorrem a dissolução do dióxido de carbono gasoso na água e a formação de dióxido de carbono em solução. Uma vez dissolvido na água do mar, o dióxido de carbono reage rapidamente com a água, formando o H2CO3. Assim, a reação do dióxido de carbono com a água a) faz o pH da água aumentar, pois o produto (H2CO3) é uma base b) faz o pH da água baixar, pois o produto (H2CO3) é uma base c) faz o pH da água baixar, pois o produto (H2CO3) é um oxiácido d) faz o pH da água aumentar, pois o produto (H2CO3) é um hidrácido e) Não altera o pH , pois o produto (H2CO3) é uma sal neutro Questão 18
  • 8. P r o f . R o d r i g u i n h o 8 Lista exercícios VIEIRA REVISÃO PROVA O estado do Rio Grande do Sul possui cerca de 90% das reservas do país em carvão mineral, um importante recurso energético disponível para geração de eletricidade em termelétricas como a de Candiota, na região de Bagé. Combustíveis fósseis como carvão e petróleo possuem enxofre como impureza, e sua queima libera, entre outros gases, dióxido de enxofre (SO2), um dos responsáveis pela acidez das chuvas. Ao economizarmos energia elétrica, estamos contribuindo para a redução das emissões de dióxido de enxofre, que, na atmosfera, pode reagir com água, formando um oxiácido que deverá ter fórmula: a) H2S b) H2SO3 c) CaS d) NaHSO3 e) SO3 Questão 19 O esquema a seguir mostra a aparelhagem que pode ser utilizada para testar a força dos ácidos: Em qual das soluções, todas com mesma concentração e temperatura, a lâmpada apresenta maior brilho? a) HF b) H2S. c) H3PO4. d) H4SiO4. e) HNO3. Questão 20 Problemas de acidez nos viveiros de aquicultura resultam dos efeitos da baixa alcalinidade total e da presença de sedimentos ácidos no fundo dos viveiros, e ocasionam baixa produção de peixes e de outras espécies cultivadas. Uma das estratégias utilizadas para a correção dos
  • 9. P r o f . R o d r i g u i n h o 9 Lista exercícios VIEIRA REVISÃO PROVA parâmetros de qualidade da água para fins de piscicultura é a calagem. Os corretivos mais utilizados no Brasil contêm principalmente CaCO3 e MgCO3 DADO: REAÇÕES DE OBTENÇÃO DOS CORRETIVOS: Ca(OH)2 + H2CO3  CaCO3 + H2O Mg(OH)2 + H2CO3  MgCO3 + H2O Estas substâncias (corretivos) são aplicadas pois; a) São bases de caráter moderado capazes de elevar o pH. b) São óxidos de caráter básico ao se dissolverem em água. c) São óxidos anfóteros que em meio ácido promovem a neutralização. d) São sais provenientes de base forte com ácido fraco e) São bases fortes provenientes da família 1A e 2A Questão 21 Para neutralizar o ácido sulfúrico (H2SO4) derramado em um laboratório, um químico utilizou uma solução de hidróxido de alumínio (Al(OH)3). A reação de neutralização completa que ocorre entre eles leva à formação de; a) 1 AlSO4 + 6 H2O b) 1 Al3(SO4)2 + 3 H2O c) 1 Al2(SO4)3 + 6 H2O d) 1 Al2SO4 + 3 H2O e) 1 Al(SO4)3 + 3 H2O GABARITO: 01) A 02) E 03) D 04) C 05) D 06) A) Aberta, normal, insaturada e heterogênea. B) aldeído c) C10H14O2 07) A) C11H16O2, B) BHA éter e fenol BHT fenol VITAMINA E: éter e fenol 08) Ácido carboxílico e éter 09) A 10) C 11) C 12) D 13) B 14) A 15) C 16) C 17) C 18) B 19) E 20) D 21) C