SlideShare uma empresa Scribd logo
Reações orgânicas bahiana revisão
REAÇÕES ORGÂNICAS 
EXERCÍCIOS DE SALA 
01. (Enem 2012) A própolis é um produto natural conhecido por suas propriedades anti - 
inflamatórias e cicatrizantes. Esse material contém mais de 200 compostos identificados até o 
momento. Dentre eles, alguns são de estrutura simples, como é o caso do C6H5CO2CH2CH3, 
cuja estrutura está mostrada a seguir. 
O ácido carboxílico e o álcool capazes de produzir o éster em apreço por meio da reação de 
esterificação são, respectivamente, 
a) ácido benzoico e etanol. 
b) ácido propanoico e hexanol. 
c) ácido fenilacético e metanol.
d) ácido propiônico e cicloexanol. 
e) ácido acético e álcool benzílico. 
02. (Enem 2012) O benzeno é um hidrocarboneto aromático presente no petróleo, no carvão e 
em condensados de gás natural. Seus metabólitos são altamente tóxicos e se depositam na 
medula óssea e nos tecidos gordurosos. O limite de exposição pode causar anemia, câncer 
(leucemia) e distúrbios do comportamento. Em termos de reatividade química, quando um 
eletrófilo se liga ao benzeno, ocorre a formação de um intermediário, o carbocátion. Por fim, 
ocorre a adição ou substituição eletrofílica. 
Disponível em: www.sindipetro.org.br. Acesso em: 1 mar. 2012 (adaptado). 
Com base no texto e no gráfico do progresso da reação apresentada, as estruturas químicas 
encontradas em I, II e III são, respectivamente: 
a) 
b) 
c) 
d) 
e)
03. (Enem 2012) Há milhares de anos o homem faz uso da biotecnologia para a produção de 
alimentos como pães, cervejas e vinhos. Na fabricação de pães, por exemplo, são usados 
fungos unicelulares, chamados de leveduras, que são comercializados como fermento 
biológico. Eles são usados para promover o crescimento da massa, deixando-a leve e macia. 
O crescimento da massa do pão pelo processo citado é resultante da 
a) liberação de gás carbônico. 
b) formação de ácido lático. 
c) formação de água. 
d) produção de ATP. 
e) liberação de calor. 
04. (Enem 2012) Uma dona de casa acidentalmente deixou cair na geladeira a água 
proveniente do degelo de um peixe, o que deixou um cheiro forte e desagradável dentro do 
eletrodoméstico. Sabe-se que o odor característico de peixe se deve às aminas e que esses 
compostos se comportam como bases. 
Na tabela são listadas as concentrações hidrogeniônicas de alguns materiais encontrados na 
cozinha, que a dona de casa pensa em utilizar na limpeza da geladeira. 
Material Concentração de H3O+ (mol/L) 
Suco de limão 10–2 
Leite 10–6 
Vinagre 10–3 
Álcool 10–8 
Sabão 10–12 
Carbonato de sódio/barrilha 10–12 
Dentre os materiais listados, quais são apropriados para amenizar esse odor? 
a) Álcool ou sabão. 
b) Suco de limão ou álcool. 
c) Suco de limão ou vinagre. 
d) Suco de limão, leite ou sabão. 
e) Sabão ou carbonato de sódio/barrilha. 
05. (Enem 2011) A bile é produzida pelo fígado, armazenada na vesícula biliar e tem papel 
fundamental na digestão de lipídeos. Os sais biliares são esteroides sintetizados no fígado a 
partir do colesterol, e sua rota de síntese envolve várias etapas. Partindo do ácido cól ico 
representado na figura, ocorre a formação dos ácidos glicólico e taurocólico; o prefixo glico-significa 
a presença de um resíduo do aminoácido glicina e o prefixo tauro-, do ácido taurina 
A combinação entre o ácido cólico e a glicina ou taurina origina a função amida, formada pela 
reação entre o grupo amina desses aminoácidos e o grupo
a) carboxila do ácido cólico. 
b) aldeído do ácido cólico. 
c) hidroxila do ácido cólico. 
d) cetona do ácido cólico. 
e) éster do ácido cólico. 
06. (Enem 2010) No ano de 2004, diversas mortes de animais por envenenamento no 
zoológico de São Paulo foram evidenciadas. Estudos técnicos apontam suspeita de intoxicação 
por monofluoracetato de sódio, conhecido como composto 1080 e ilegalmente comercializado 
como raticida. O monofluoracetato de sódio é um derivado do ácido monofluoracético e age no 
organismo dos mamíferos bloqueando o ciclo de Krebs, que pode levar à parada da respiração 
celular oxidativa e ao acúmulo de amônia na circulação. 
O monofluoracetato de sódio pode ser obtido pela 
a) desidrataçao do ácido monofluoracético, com liberação de água. 
b) hidrólise do ácido monofluoracético, sem formação de água. 
c) perda de íons hidroxila do ácido monofluoracético, com liberação de hidróxido de sódio. 
d) neutralização do ácido monofluoracético usando hidróxido de sódio, com liberação de água. 
e) substituição dos íons hidrogênio por sódio na estrutura do ácido monofluoracético, sem 
formação de água. 
Gabarito 
Resposta da questão 01: 
[A] 
Resposta da questão 02: 
[A] 
Resposta da questão 03: 
[A] 
Resposta da questão 04: 
[C] 
Resposta da questão 05: 
[A] 
Resposta da questão 06: 
[D] 
EXERCÍOS DE CASA 
TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:
Leia o texto a seguir para responder à(s) seguinte(s) questão(ões): 
As bases nitrogenadas, quando oxidadas, podem causar emparelhamento errôneo durante a 
replicação do DNA. Por exemplo, uma guanina oxidada (G*) pode passar a se emparelhar, 
durante a divisão celular, com timina (T) e não com citosina (C). Esse erro gera células 
mutadas, com uma adenina (A) onde deveria haver uma guanina (G) normal. 
1. Considere a adição de um átomo X na oxidação da guanina, conforme esquematizado na 
equação química: 
Nessa equação, o átomo correspondente a X é simbolizado por: 
a) C 
b) H 
c) N 
d) O 
2. Os aminoácidos são substâncias de caráter anfótero devido à presença de grupos –NH2 e – 
COOH. Quando dois aminoácidos reagem entre si, ocorre a formação de um dipeptídeo com 
eliminação de água. Desse modo, o grupo funcional presente na ligação peptídica é 
a) um fenol. 
b) uma amida. 
c) um éster. 
d) uma amina. 
e) um ácido carboxílico. 
3. Um produto industrial consiste na substância orgânica formada no sentido direto do 
equilíbrio químico representado pela seguinte equação: 
A função orgânica desse produto é: 
a) éster 
b) cetona 
c) aldeído 
d) hidrocarboneto 
4. No início da glicólise, a glicose na forma cíclica é fosforilada. A seguir, uma enzima 
promove a abertura do anel e uma transformação de grupo funcional, seguida de fechamento 
de anel, produzindo a frutose-6-fosfato. A sequência de transformação dos grupos funcionais 
está apresentada a seguir.
Nesse sentido, conclui-se que a transformação de um dos grupos funcionais envolve a 
conversão de 
a) um álcool em éter. 
b) um álcool em cetona. 
c) um aldeído em éter. 
d) um aldeído em cetona. 
e) uma cetona em éter. 
5. A desidratação intramolecular do composto H3CCH2-OH produz além de água um 
a) aldeído 
b) alceno 
c) alcano 
d) éster 
e) ácido carboxílico 
6. Um álcool primário, como o etanol, pode ser obtido pela redução de um ácido carboxílico. 
Assinale a alternativa CORRETA para o agente redutor que pode ser utilizado nesta reação. 
a) K2Cr2O7 
b) K2CrO4 
c) 4 LiA H 
d) 2 4 H SO concentrado 
e) 3 HNO concentrado 
7. O ácido gama-hidroxibutírico é utilizado no tratamento do alcoolismo. Esse ácido pode ser 
obtido a partir da gamabutirolactona, conforme a representação a seguir: 
Assinale a alternativa que identifica corretamente X (de modo que a representação respeite a 
conservação da matéria) e o tipo de transformação que ocorre quando a gamabutirolactona é 
convertida no ácido gamahidroxibutírico.
X Tipo de transformação 
a) CH3OH esterificação 
b) H2 hidrogenação 
c) H2O hidrólise 
d) luz isomerização 
e) calor decomposição 
TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: 
Considere as informações para responder à(s) questão(ões) a seguir. 
Um estudante precisa de uma pequena quantidade de vanilina e decidiu pesquisar métodos 
sintéticos de produção da substância em laboratório, e obteve informações sobre dois 
métodos: 
8. As duas reações indicadas no método 1 e a reação indicada no método 2 são classificadas, 
respectivamente, como reações de 
a) substituição, substituição e oxidação. 
b) redução, redução e oxidação. 
c) adição, adição e eliminação. 
d) adição, adição e redução. 
e) substituição, substituição e substituição. 
TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: 
Leia o texto a seguir para responder à(s) seguinte(s) questão(ões). 
O sucesso da experiência brasileira do Pró-álcool e do desenvolvimento da tecnologia de 
motores bicombustíveis é reconhecido mundialmente. Países europeus usam a experiência 
brasileira como base para projetos de implantação da tecnologia de veículos movidos a células 
a combustível, que produzem energia usando hidrogênio. Como o H2 não existe livre na 
natureza, ele pode ser obtido a partir do etanol de acordo com a reação: 
H C CH OH( ) 2H O(g) 1 O (g) 5H (g) 2CO (g) 
      
3 2 2 2 2 2 
2
9. Dentre as reações que podem ocorrer com o etanol, está a reação de eliminação 
intramolecular. Nela o produto orgânico formado é 
a) um éter. 
b) um éster. 
c) um alceno. 
d) uma cetona. 
e) um ácido carboxílico. 
10. Um flavorizante muito conhecido na indústria de alimentos é o butanoato de etila, que, ao 
ser misturado aos alimentos, confere a estes um sabor de abacaxi. 
Com relação ao butanoato de etila, é correto afirmar que: 
a) é um éter e apresenta dois substituintes: uma butila e uma etila. 
b) pode ser representado por H3CCH2 CH2 COCH2 CH3. 
c) apresenta um carbono com hibridização sp em sua estrutura. 
d) apresenta carbonos primários, secundários e terciários em sua estrutura. 
e) não forma ligações de hidrogênio entre suas moléculas. 
11. O sistema decalina-naftaleno vem sendo estudado há mais de 20 anos como uma das 
formas de superar o desafio de armazenar gás em veículos com célula a combustível, numa 
quantidade que permita viagens longas. Quando a decalina líquida é aquecida, ela se converte 
quimicamente em naftaleno (C10H8). O gás produzido borbulha para fora da decalina líquida à 
medida que ocorre a transformação. Por outro lado, o processo é revertido quando ocorre a 
exposição do naftaleno a esse mesmo gás, a pressões moderadas. 
(Disponível em: 
http://www2.uol.com.br/sciam/reportagens/abastecendo_com_hidrogenio_6.html) 
Essa tentativa de desenvolvimento tecnológico se baseia 
a) no isomerismo existente entre o sistema decalina-naftaleno. 
b) no equilíbrio químico entre dois hidrocarbonetos saturados. 
c) na produção de biogás a partir de hidrocarbonetos de origem fóssil. 
d) na reversibilidade de reações de eliminação e de adição de moléculas de hidrogênio. 
e) na formação de metano a partir de reações de substituição entre moléculas de 
hidrocarbonetos. 
12. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), atualmente cerca de 5% da população 
mundial sofre de depressão. Uma das substâncias envolvidas nesses distúrbios é o 
neurotransmissor serotonina, produzido no metabolismo humano a partir do triptofano. O 
processo metabólico responsável pela formação de serotonina envolve a reação química global 
representada pela equação não balanceada fornecida a seguir.
A reação de conversão de triptofano em serotonina ocorre em duas etapas metabólicas 
distintas. Com relação a essas duas substâncias e ao processo metabólico em que elas estão 
envolvidas, é correto afirmar que 
a) uma das etapas da conversão do triptofano em serotonina envolve a eliminação de um 
grupo amina. 
b) a serotonina apresenta função álcool. 
c) uma das etapas da conversão do triptofano em serotonina envolve a eliminação de um grupo 
carboxílico. 
d) por apresentarem ligações C = C em suas estruturas, as duas substâncias formam isômeros 
geométricos. 
e) apenas a serotonina apresenta anel aromático. 
13. O álcool etílico pode ser encontrado tanto em bebidas alcoólicas quanto em produtos de 
uso doméstico e tem a seguinte estrutura química: 
A diferença entre esses produtos comerciais está na concentração do etanol. Enquanto uma 
latinha de cerveja possui cerca de 6% do álcool, um litro do produto doméstico possui cerca de 
96%, ou seja, uma concentração muito maior. Caso a energia acumulada, pelo consumo 
exagerado de algumas bebidas alcoólicas, não seja gasta, pode resultar, então, na famosa 
“barriga de cerveja”. O álcool altera o funcionamento normal do metabolismo. 
Em relação aos alcoóis, é correto afirmar que: 
a) o etanol é menos ácido do que o propano. 
b) uma reação do 2-propanol com ácido sulfúrico e aquecimento pode levar a uma reação de 
eliminação (desidratação). 
c) a oxidação do etanol na presença de ar atmosférico e sob ação de catalisador produz 
propanona e água. 
d) o 2-propanol tem ponto de ebulição menor do que o etanol. 
e) o éter etílico não pode ser obtido a partir do etanol. 
14. Substâncias com ligações duplas entre carbonos reagem com o íon permanganato, de cor 
violeta, em meio básico ou neutro, formando um álcool e o dióxido de manganês, de cor 
marrom. 
Esse processo é usado, por exemplo, na identificação do limoneno, um dos constituintes do 
aroma de frutas cítricas, conforme esquematizado na equação química simplificada: 
A mudança da cor violeta para a cor marrom, em presença do íon permanganato, também se 
verifica com o seguinte composto orgânico: 
a) 3-etil-2-hexeno 
b) 3-cloro-octano 
c) 2-metilpentanal
d) 2-bromo-3-heptanona 
15. Observe a figura que segue, que representa duas reações consecutivas. Na primeira, o 
composto C9H10O, na presença de catalisador e aquecimento, perde água, levando à formação 
do indeno. Na segunda reação, o indeno reage com Br2, levando à formação do composto 
C9H8Br2. 
Assinale a alternativa que apresenta os compostos C9H10O e C9H8Br2, respectivamente. 
a) 
b) 
c) 
d) 
e) 
16. A cânfora é uma cetona que possui um odor penetrante característico. É aplicada 
topicamente na pele como antisséptica e anestésica, sendo um dos componentes do unguento 
Vick Vaporub. Na sequência a seguir, a cânfora sofre transformações químicas em três etapas 
reacionais (I, II e III). 
De acordo com esta sequência reacional, é correto classificar as etapas reacionais I, II e III 
como sendo, respectivamente: 
a) Oxidação, eliminação, substituição. 
b) Redução, substituição, eliminação. 
c) Redução, eliminação, adição. 
d) Oxidação, adição, substituição. 
e) Oxidação, substituição, adição. 
TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: 
Muitas frutas são colhidas ainda verdes, para que não sejam danificadas durante o seu
transporte. São deixadas em armazéns refrigerados até o momento de sua comercialização, 
quando são colocadas em um local com gás eteno por determinado período, para que o seu 
amadurecimento ocorra mais rapidamente. 
As reações I e II representam dois métodos diferentes na produção de eteno. 
catal. , T 
I. CH3  CH3 CH2  CH2  H2 
2 4 H SO ,170 C 
II. CH CH OH  
  CH  CH  
H O 3 2 2 2 2 Dado: R = 0,082 atm.L.K-1mol-1 
17. As reações I e II são denominadas, respectivamente, 
a) desidrogenação e desidratação intramolecular. 
b) desidrogenação e desidratação intermolecular. 
c) desidrogenação e adição. 
d) eliminação e hidratação intramolecular. 
e) eliminação e hidratação intermolecular. 
18. Frutas, como a maçã e a banana, que escurecem após serem descascadas, possuem, na 
constituição da polpa, a substância catecol (1,2-Diidroxibenzeno), de cor clara. Quando 
exposta ao ar, a polpa escurece devido à seguinte reação: 
Então, pode-se afirmar que 
a) é uma reação de eliminação. 
b) é uma reação de redução do composto orgânico. 
c) o produto final é incolor. 
d) é uma reação de oxidação do composto orgânico. 
e) o ar é a fonte do agente redutor. 
19. Um grupo de substâncias orgânicas apresenta aromas agradáveis, estando presentes em 
frutas e flores. Industrialmente, a reação de esterificação de Fischer é um dos principais 
métodos para a síntese destas substâncias orgânicas empregadas como flavorizantes na 
confecção de balas, gelatinas, entre outros doces. 
O flavorizante de morango, denominado etanoato de isobutila, é obtido em meio ácido a partir 
dos reagentes: 
a) Ácido 2-metil propanoico e etanol. 
b) Ácido etanoico e 2-metil-propan-2-ol. 
c) Ácido etanoico e 2-metil-propanal. 
d) Ácido etanoico e 2-metil-propan-1-ol. 
e) Ácido 2-metil propanoico e etanal.
20. Os produtos finais das oxidações do etanol, metanol e 2-propanol, com permanganato de 
potássio a quente em meio ácido, são, respectivamente: 
a) ácido etanoico, dióxido de carbono, propanona. 
b) ácido acético, metanal, propanona. 
c) ácido etanoico, dióxido de carbono, ácido propanoico. 
d) ácido metanoico, dióxido de carbono, ácido propiônico. 
21. A tuberculose voltou a ser um problema de saúde em todo o mundo, devido ao 
aparecimento de bacilos que sofreram mutação genética (mutantes) e que se revelaram 
resistentes à maioria dos medicamentos utilizados no tratamento da doença. Atualmente, há 
doentes infectados por bacilos mutantes e por bacilos não-mutantes. 
Algumas substâncias (A, B e C) inibem o crescimento das culturas de bacilos não-mutantes. 
Tais bacilos possuem uma enzima que transforma B em A e outra que transforma C em A. 
Acredita-se que A seja a substância responsável pela inibição do crescimento das culturas. 
O crescimento das culturas de bacilos mutantes é inibido por A ou C, mas não por B. Assim 
sendo, dentre as enzimas citadas, a que está ausente em tais bacilos deve ser a que 
transforma 
a) ésteres em ácidos carboxílicos. 
b) amidas em ácidos carboxílicos. 
c) ésteres em amidas. 
d) amidas em cetonas. 
e) cetonas em ésteres. 
22. Um químico forense precisa identificar o conteúdo de três frascos rotulados de A, B e C. 
Sabendo-se que todos os frascos contêm um álcool com a fórmula C4H10O, este químico fez 
um teste para determinar as estruturas dos compostos, reagindo-os com uma solução ácida de 
KMnO4, obtendo os seguintes resultados: 
- o composto do frasco A levou à formação de um ácido carboxílico; 
- o composto do frasco B levou à formação de uma cetona; 
- o composto do frasco C não reagiu. 
Com base nos dados acima, assinale a alternativa CORRETA. 
a) O nome do composto do frasco B é etoxi-etano (éter etílico). 
b) Na reação com solução ácida de KMnO4 ocorre uma redução do composto A. 
c) O nome do composto presente no frasco A é butan-1-ol (1-butanol). 
d) A reação de desidratação do álcool B fornecerá um alcino. 
e) O nome do composto C é pentan-1-ol (1-pentanol). 
23. Caso o ser humano não tivesse a capacidade de sonhar você não estaria lendo esta 
prova, pois provavelmente, ainda estaríamos na Pré-História. Perderíamos a capacidade de 
resolver problemas. Algumas pesquisas relacionam o sonho às grandes descobertas, como foi
o caso do Químico alemão Kekulé, apontado como um dos descobridores do benzeno - 
molécula em forma de anel com 6 átomos de carbono - que afirmou que a descoberta surgiu de 
um sonho em que viu uma serpente mordendo o próprio rabo. A esse respeito, marque a opção 
verdadeira. 
a) Dois núcleos condensados do benzeno (anel benzênico) são denominados de difenil. 
b) Em reação simples o benzeno reage com o gás cloro, produzindo o inseticida denominado 
hexacloreto de benzeno (reação de substituição). 
c) Os hidrocarbonetos aromáticos possuem o anel benzênico e são isômeros funcionais dos 
fenóis. 
d) O anel benzênico é muito estável e devido a isso o benzeno só irá reagir em condições 
drásticas. 
24. Quando o etanol é posto em contato com o ácido sulfúrico, a quente, ocorre uma reação 
de desidratação, e os produtos formados estão relacionados à temperatura de reação. A 
desidratação intramolecular ocorre a 170 °C e a desidratação intermolecular a 140 °C. Os 
produtos da desidratação intramolecular e da intermolecular do etanol são, respectivamente, 
a) etano e etoxieteno. 
b) eteno e etoxietano. 
c) etoxieteno e eteno. 
d) etoxietano e eteno. 
e) etoxieteno e etano. 
25. Um processo laboratorial para conversão de alcenos em cetonas de mesma cadeia 
carbônica consiste na prévia conversão do alceno (I) em álcool (II), etapa A, e posterior 
conversão deste último na cetona (III), etapa B, conforme o esquema a seguir 
As reações utilizadas para essas duas conversões devem ser, respectivamente: 
a) Oxidação de I e redução de II. 
b) Hidratação de I e redução de II. 
c) Redução de I e hidrogenação de II. 
d) Hidratação de I e oxidação de II 
e) Hidrogenação de I e oxidação de II.
Gabarito: 
Resposta da questão 1: 
[D] 
Resposta da questão 2: 
[B] 
Resposta da questão 3: 
[A] 
Resposta da questão 4: 
[B] 
Resposta da questão 5: 
B 
Resposta da questão 6: 
[C] 
Resposta da questão 7: 
[C] 
Resposta da questão 8: 
[A] 
Resposta da questão 9: 
[C] 
Resposta da questão 10: 
[E] 
Resposta da questão 11: 
[D] 
Resposta da questão 12: 
[C] 
Resposta da questão 13: 
[B] 
Resposta da questão 14: 
[A] 
Resposta da questão 15: 
[D] 
Resposta da questão 16: 
[C] 
Resposta da questão 17: 
[A] 
Resposta da questão 18: 
[D]
Resposta da questão 19: 
[D] 
Resposta da questão 20: 
[A] 
Resposta da questão 21: 
[B] 
Resposta da questão 22: 
[C] 
Resposta da questão 23: 
[D] 
Resposta da questão 24: 
[B] 
Resposta da questão 25: 
[D]
Reações orgânicas bahiana revisão

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

REVISÃO COC POLARIDADE E FORÇAS INTERMOLECULARES
REVISÃO COC POLARIDADE E FORÇAS INTERMOLECULARESREVISÃO COC POLARIDADE E FORÇAS INTERMOLECULARES
REVISÃO COC POLARIDADE E FORÇAS INTERMOLECULARES
Rodrigo Sampaio
 
concentração soluções
concentração soluçõesconcentração soluções
concentração soluções
Fábio Oisiovici
 
Acido base UFBA
Acido base UFBAAcido base UFBA
Acido base UFBA
Fábio Oisiovici
 
simulado QUÍMICA
simulado QUÍMICAsimulado QUÍMICA
simulado QUÍMICA
Fábio Oisiovici
 
cáculos com mol
cáculos com molcáculos com mol
cáculos com mol
Fábio Oisiovici
 
Lista 2 recuperacao
Lista 2   recuperacaoLista 2   recuperacao
Lista 2 recuperacao
Rodrigo Sampaio
 
DISPERSÕES REVISÃO ENEM
DISPERSÕES REVISÃO ENEMDISPERSÕES REVISÃO ENEM
DISPERSÕES REVISÃO ENEM
Fábio Oisiovici
 
Eletrolise exercícios
Eletrolise exercíciosEletrolise exercícios
Eletrolise exercícios
Fábio Oisiovici
 
mol, massa molar,etc
mol, massa molar,etcmol, massa molar,etc
mol, massa molar,etc
Fábio Oisiovici
 
Bioquímica teoria
Bioquímica teoriaBioquímica teoria
Bioquímica teoria
Fábio Oisiovici
 
Simulado ENEM Química
Simulado ENEM QuímicaSimulado ENEM Química
Simulado ENEM Química
Fábio Oisiovici
 
Reações Orgânicas
Reações OrgânicasReações Orgânicas
Reações Orgânicas
Luiz Silva Moura
 
Simulado qui02
Simulado qui02Simulado qui02
Simulado qui02
Fábio Oisiovici
 
Inor parte 2
Inor parte 2Inor parte 2
Inor parte 2
Fábio Oisiovici
 
Cálculos químicos share
Cálculos químicos shareCálculos químicos share
Cálculos químicos share
Fábio Oisiovici
 
Soluções lista
Soluções lista Soluções lista
Soluções lista
Fábio Oisiovici
 
4549621 quimica-organica-reacoes-organicas-50-questoes
4549621 quimica-organica-reacoes-organicas-50-questoes4549621 quimica-organica-reacoes-organicas-50-questoes
4549621 quimica-organica-reacoes-organicas-50-questoes
Alexssan Moura
 
EQUILÍBRIO REVISÃO ENEM
EQUILÍBRIO REVISÃO ENEMEQUILÍBRIO REVISÃO ENEM
EQUILÍBRIO REVISÃO ENEM
Fábio Oisiovici
 
Capítilo02 orgânica2013share
Capítilo02 orgânica2013shareCapítilo02 orgânica2013share
Capítilo02 orgânica2013share
Fábio Oisiovici
 
Nox e Reações de Óxido Redução
Nox e Reações de Óxido ReduçãoNox e Reações de Óxido Redução
Nox e Reações de Óxido Redução
Fábio Oisiovici
 

Mais procurados (20)

REVISÃO COC POLARIDADE E FORÇAS INTERMOLECULARES
REVISÃO COC POLARIDADE E FORÇAS INTERMOLECULARESREVISÃO COC POLARIDADE E FORÇAS INTERMOLECULARES
REVISÃO COC POLARIDADE E FORÇAS INTERMOLECULARES
 
concentração soluções
concentração soluçõesconcentração soluções
concentração soluções
 
Acido base UFBA
Acido base UFBAAcido base UFBA
Acido base UFBA
 
simulado QUÍMICA
simulado QUÍMICAsimulado QUÍMICA
simulado QUÍMICA
 
cáculos com mol
cáculos com molcáculos com mol
cáculos com mol
 
Lista 2 recuperacao
Lista 2   recuperacaoLista 2   recuperacao
Lista 2 recuperacao
 
DISPERSÕES REVISÃO ENEM
DISPERSÕES REVISÃO ENEMDISPERSÕES REVISÃO ENEM
DISPERSÕES REVISÃO ENEM
 
Eletrolise exercícios
Eletrolise exercíciosEletrolise exercícios
Eletrolise exercícios
 
mol, massa molar,etc
mol, massa molar,etcmol, massa molar,etc
mol, massa molar,etc
 
Bioquímica teoria
Bioquímica teoriaBioquímica teoria
Bioquímica teoria
 
Simulado ENEM Química
Simulado ENEM QuímicaSimulado ENEM Química
Simulado ENEM Química
 
Reações Orgânicas
Reações OrgânicasReações Orgânicas
Reações Orgânicas
 
Simulado qui02
Simulado qui02Simulado qui02
Simulado qui02
 
Inor parte 2
Inor parte 2Inor parte 2
Inor parte 2
 
Cálculos químicos share
Cálculos químicos shareCálculos químicos share
Cálculos químicos share
 
Soluções lista
Soluções lista Soluções lista
Soluções lista
 
4549621 quimica-organica-reacoes-organicas-50-questoes
4549621 quimica-organica-reacoes-organicas-50-questoes4549621 quimica-organica-reacoes-organicas-50-questoes
4549621 quimica-organica-reacoes-organicas-50-questoes
 
EQUILÍBRIO REVISÃO ENEM
EQUILÍBRIO REVISÃO ENEMEQUILÍBRIO REVISÃO ENEM
EQUILÍBRIO REVISÃO ENEM
 
Capítilo02 orgânica2013share
Capítilo02 orgânica2013shareCapítilo02 orgânica2013share
Capítilo02 orgânica2013share
 
Nox e Reações de Óxido Redução
Nox e Reações de Óxido ReduçãoNox e Reações de Óxido Redução
Nox e Reações de Óxido Redução
 

Destaque

Classificação e Propriedades da Matéria
Classificação e Propriedades da MatériaClassificação e Propriedades da Matéria
Classificação e Propriedades da Matéria
Fábio Oisiovici
 
alotropia
alotropiaalotropia
alotropia
Fábio Oisiovici
 
Simulado de química face
Simulado de química faceSimulado de química face
Simulado de química face
Fábio Oisiovici
 
Oxidos
OxidosOxidos
Quim04 livro-propostos
Quim04 livro-propostosQuim04 livro-propostos
Quim04 livro-propostos
Fábio Oisiovici
 
Gases exercícios
Gases exercíciosGases exercícios
Gases exercícios
Fábio Oisiovici
 
polímeros exercícios
polímeros exercíciospolímeros exercícios
polímeros exercícios
Fábio Oisiovici
 
Radio coc share
Radio coc shareRadio coc share
Radio coc share
Fábio Oisiovici
 
Simulado QUIMICA facebook
Simulado QUIMICA facebookSimulado QUIMICA facebook
Simulado QUIMICA facebook
Fábio Oisiovici
 
Estequiometriaextensivo
EstequiometriaextensivoEstequiometriaextensivo
Estequiometriaextensivo
Fábio Oisiovici
 
Lista radioatividade
Lista radioatividadeLista radioatividade
Lista radioatividade
Fábio Oisiovici
 
ELETROQUIMICA REVISÃO ENEM
ELETROQUIMICA REVISÃO ENEMELETROQUIMICA REVISÃO ENEM
ELETROQUIMICA REVISÃO ENEM
Fábio Oisiovici
 
aula01 rev bahiana
aula01 rev bahianaaula01 rev bahiana
aula01 rev bahiana
Fábio Oisiovici
 
Soluções
SoluçõesSoluções
Soluções
Fábio Oisiovici
 
Estequi
EstequiEstequi
cálculos análise
cálculos análisecálculos análise
cálculos análise
Fábio Oisiovici
 
Alotropia share
Alotropia shareAlotropia share
Alotropia share
Fábio Oisiovici
 
Orgânica curso módulo
Orgânica curso móduloOrgânica curso módulo
Orgânica curso módulo
Fábio Oisiovici
 
dupla troca share
dupla troca sharedupla troca share
dupla troca share
Fábio Oisiovici
 
Simulado01share
Simulado01shareSimulado01share
Simulado01share
Fábio Oisiovici
 

Destaque (20)

Classificação e Propriedades da Matéria
Classificação e Propriedades da MatériaClassificação e Propriedades da Matéria
Classificação e Propriedades da Matéria
 
alotropia
alotropiaalotropia
alotropia
 
Simulado de química face
Simulado de química faceSimulado de química face
Simulado de química face
 
Oxidos
OxidosOxidos
Oxidos
 
Quim04 livro-propostos
Quim04 livro-propostosQuim04 livro-propostos
Quim04 livro-propostos
 
Gases exercícios
Gases exercíciosGases exercícios
Gases exercícios
 
polímeros exercícios
polímeros exercíciospolímeros exercícios
polímeros exercícios
 
Radio coc share
Radio coc shareRadio coc share
Radio coc share
 
Simulado QUIMICA facebook
Simulado QUIMICA facebookSimulado QUIMICA facebook
Simulado QUIMICA facebook
 
Estequiometriaextensivo
EstequiometriaextensivoEstequiometriaextensivo
Estequiometriaextensivo
 
Lista radioatividade
Lista radioatividadeLista radioatividade
Lista radioatividade
 
ELETROQUIMICA REVISÃO ENEM
ELETROQUIMICA REVISÃO ENEMELETROQUIMICA REVISÃO ENEM
ELETROQUIMICA REVISÃO ENEM
 
aula01 rev bahiana
aula01 rev bahianaaula01 rev bahiana
aula01 rev bahiana
 
Soluções
SoluçõesSoluções
Soluções
 
Estequi
EstequiEstequi
Estequi
 
cálculos análise
cálculos análisecálculos análise
cálculos análise
 
Alotropia share
Alotropia shareAlotropia share
Alotropia share
 
Orgânica curso módulo
Orgânica curso móduloOrgânica curso módulo
Orgânica curso módulo
 
dupla troca share
dupla troca sharedupla troca share
dupla troca share
 
Simulado01share
Simulado01shareSimulado01share
Simulado01share
 

Semelhante a Reações orgânicas bahiana revisão

Exercícios de recuperação 2
Exercícios de recuperação 2Exercícios de recuperação 2
Exercícios de recuperação 2
Claudia Cinara Braga
 
Area ll
Area llArea ll
Cálculo Ezquiziométrico
 Cálculo Ezquiziométrico Cálculo Ezquiziométrico
Cálculo Ezquiziométrico
Captando
 
Lista de Exercícios: Solucões
Lista de Exercícios: SolucõesLista de Exercícios: Solucões
Lista de Exercícios: Solucões
Hebertty Dantas
 
Exercicio de funcoes organicas
Exercicio de funcoes organicasExercicio de funcoes organicas
Exercicio de funcoes organicas
Estude Mais
 
Listao organica
Listao organicaListao organica
Listao organica
Enéderson Rossetto
 
Simulado c iii
Simulado c iiiSimulado c iii
Simulado c iii
quipibid
 
Reacoes org ii
Reacoes org iiReacoes org ii
Reacoes org ii
Nayonara Karolynne
 
Nitrogênio amônia-etanol-biodiesel (salvo automaticamente)
Nitrogênio amônia-etanol-biodiesel (salvo automaticamente)Nitrogênio amônia-etanol-biodiesel (salvo automaticamente)
Nitrogênio amônia-etanol-biodiesel (salvo automaticamente)
Natan Pires
 
Trabalhos de química
Trabalhos de químicaTrabalhos de química
Trabalhos de química
ManuelaLins2
 
Quimica 3ª
Quimica 3ªQuimica 3ª
Quimica 3ª
Azenilto Júnior
 
Revisão de BioQuímica - enem 2009
Revisão de BioQuímica - enem 2009Revisão de BioQuímica - enem 2009
Revisão de BioQuímica - enem 2009
Vestibular Seriado
 
Estequiometria simples
Estequiometria simplesEstequiometria simples
Estequiometria simples
Rodrigo Sampaio
 
Química Jefferson
Química   JeffersonQuímica   Jefferson
Química Jefferson
Pré-Enem Seduc
 
2osimulado_processos
2osimulado_processos2osimulado_processos
2osimulado_processos
ProCLAUDIA/LUCIANE MEIJON/SOARES
 
CINÉTICA QUIMICA REVISÃO
CINÉTICA QUIMICA REVISÃOCINÉTICA QUIMICA REVISÃO
CINÉTICA QUIMICA REVISÃO
Fábio Oisiovici
 
SLIDE QUIMICA 3ANO AULA 14.pptx
SLIDE QUIMICA 3ANO AULA 14.pptxSLIDE QUIMICA 3ANO AULA 14.pptx
SLIDE QUIMICA 3ANO AULA 14.pptx
FabianaLuanElias
 
EsPCEx - QUÍMICA - 2012
EsPCEx - QUÍMICA - 2012EsPCEx - QUÍMICA - 2012
EsPCEx - QUÍMICA - 2012
profleco
 
Simulado Enem Química nº 2 - Mega Intensivo 2012
Simulado Enem Química  nº 2 - Mega Intensivo 2012Simulado Enem Química  nº 2 - Mega Intensivo 2012
Simulado Enem Química nº 2 - Mega Intensivo 2012
Maiquel Vieira
 
Revisão ENEM ensino médio 2024 para o terceiro ano
Revisão ENEM ensino médio 2024 para o terceiro anoRevisão ENEM ensino médio 2024 para o terceiro ano
Revisão ENEM ensino médio 2024 para o terceiro ano
AlessandraRaiolDasNe
 

Semelhante a Reações orgânicas bahiana revisão (20)

Exercícios de recuperação 2
Exercícios de recuperação 2Exercícios de recuperação 2
Exercícios de recuperação 2
 
Area ll
Area llArea ll
Area ll
 
Cálculo Ezquiziométrico
 Cálculo Ezquiziométrico Cálculo Ezquiziométrico
Cálculo Ezquiziométrico
 
Lista de Exercícios: Solucões
Lista de Exercícios: SolucõesLista de Exercícios: Solucões
Lista de Exercícios: Solucões
 
Exercicio de funcoes organicas
Exercicio de funcoes organicasExercicio de funcoes organicas
Exercicio de funcoes organicas
 
Listao organica
Listao organicaListao organica
Listao organica
 
Simulado c iii
Simulado c iiiSimulado c iii
Simulado c iii
 
Reacoes org ii
Reacoes org iiReacoes org ii
Reacoes org ii
 
Nitrogênio amônia-etanol-biodiesel (salvo automaticamente)
Nitrogênio amônia-etanol-biodiesel (salvo automaticamente)Nitrogênio amônia-etanol-biodiesel (salvo automaticamente)
Nitrogênio amônia-etanol-biodiesel (salvo automaticamente)
 
Trabalhos de química
Trabalhos de químicaTrabalhos de química
Trabalhos de química
 
Quimica 3ª
Quimica 3ªQuimica 3ª
Quimica 3ª
 
Revisão de BioQuímica - enem 2009
Revisão de BioQuímica - enem 2009Revisão de BioQuímica - enem 2009
Revisão de BioQuímica - enem 2009
 
Estequiometria simples
Estequiometria simplesEstequiometria simples
Estequiometria simples
 
Química Jefferson
Química   JeffersonQuímica   Jefferson
Química Jefferson
 
2osimulado_processos
2osimulado_processos2osimulado_processos
2osimulado_processos
 
CINÉTICA QUIMICA REVISÃO
CINÉTICA QUIMICA REVISÃOCINÉTICA QUIMICA REVISÃO
CINÉTICA QUIMICA REVISÃO
 
SLIDE QUIMICA 3ANO AULA 14.pptx
SLIDE QUIMICA 3ANO AULA 14.pptxSLIDE QUIMICA 3ANO AULA 14.pptx
SLIDE QUIMICA 3ANO AULA 14.pptx
 
EsPCEx - QUÍMICA - 2012
EsPCEx - QUÍMICA - 2012EsPCEx - QUÍMICA - 2012
EsPCEx - QUÍMICA - 2012
 
Simulado Enem Química nº 2 - Mega Intensivo 2012
Simulado Enem Química  nº 2 - Mega Intensivo 2012Simulado Enem Química  nº 2 - Mega Intensivo 2012
Simulado Enem Química nº 2 - Mega Intensivo 2012
 
Revisão ENEM ensino médio 2024 para o terceiro ano
Revisão ENEM ensino médio 2024 para o terceiro anoRevisão ENEM ensino médio 2024 para o terceiro ano
Revisão ENEM ensino médio 2024 para o terceiro ano
 

Último

Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
mailabueno45
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
tamirissousa11
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Miguel Delamontagne
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
CarolineSaback2
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 

Reações orgânicas bahiana revisão

  • 2. REAÇÕES ORGÂNICAS EXERCÍCIOS DE SALA 01. (Enem 2012) A própolis é um produto natural conhecido por suas propriedades anti - inflamatórias e cicatrizantes. Esse material contém mais de 200 compostos identificados até o momento. Dentre eles, alguns são de estrutura simples, como é o caso do C6H5CO2CH2CH3, cuja estrutura está mostrada a seguir. O ácido carboxílico e o álcool capazes de produzir o éster em apreço por meio da reação de esterificação são, respectivamente, a) ácido benzoico e etanol. b) ácido propanoico e hexanol. c) ácido fenilacético e metanol.
  • 3. d) ácido propiônico e cicloexanol. e) ácido acético e álcool benzílico. 02. (Enem 2012) O benzeno é um hidrocarboneto aromático presente no petróleo, no carvão e em condensados de gás natural. Seus metabólitos são altamente tóxicos e se depositam na medula óssea e nos tecidos gordurosos. O limite de exposição pode causar anemia, câncer (leucemia) e distúrbios do comportamento. Em termos de reatividade química, quando um eletrófilo se liga ao benzeno, ocorre a formação de um intermediário, o carbocátion. Por fim, ocorre a adição ou substituição eletrofílica. Disponível em: www.sindipetro.org.br. Acesso em: 1 mar. 2012 (adaptado). Com base no texto e no gráfico do progresso da reação apresentada, as estruturas químicas encontradas em I, II e III são, respectivamente: a) b) c) d) e)
  • 4. 03. (Enem 2012) Há milhares de anos o homem faz uso da biotecnologia para a produção de alimentos como pães, cervejas e vinhos. Na fabricação de pães, por exemplo, são usados fungos unicelulares, chamados de leveduras, que são comercializados como fermento biológico. Eles são usados para promover o crescimento da massa, deixando-a leve e macia. O crescimento da massa do pão pelo processo citado é resultante da a) liberação de gás carbônico. b) formação de ácido lático. c) formação de água. d) produção de ATP. e) liberação de calor. 04. (Enem 2012) Uma dona de casa acidentalmente deixou cair na geladeira a água proveniente do degelo de um peixe, o que deixou um cheiro forte e desagradável dentro do eletrodoméstico. Sabe-se que o odor característico de peixe se deve às aminas e que esses compostos se comportam como bases. Na tabela são listadas as concentrações hidrogeniônicas de alguns materiais encontrados na cozinha, que a dona de casa pensa em utilizar na limpeza da geladeira. Material Concentração de H3O+ (mol/L) Suco de limão 10–2 Leite 10–6 Vinagre 10–3 Álcool 10–8 Sabão 10–12 Carbonato de sódio/barrilha 10–12 Dentre os materiais listados, quais são apropriados para amenizar esse odor? a) Álcool ou sabão. b) Suco de limão ou álcool. c) Suco de limão ou vinagre. d) Suco de limão, leite ou sabão. e) Sabão ou carbonato de sódio/barrilha. 05. (Enem 2011) A bile é produzida pelo fígado, armazenada na vesícula biliar e tem papel fundamental na digestão de lipídeos. Os sais biliares são esteroides sintetizados no fígado a partir do colesterol, e sua rota de síntese envolve várias etapas. Partindo do ácido cól ico representado na figura, ocorre a formação dos ácidos glicólico e taurocólico; o prefixo glico-significa a presença de um resíduo do aminoácido glicina e o prefixo tauro-, do ácido taurina A combinação entre o ácido cólico e a glicina ou taurina origina a função amida, formada pela reação entre o grupo amina desses aminoácidos e o grupo
  • 5. a) carboxila do ácido cólico. b) aldeído do ácido cólico. c) hidroxila do ácido cólico. d) cetona do ácido cólico. e) éster do ácido cólico. 06. (Enem 2010) No ano de 2004, diversas mortes de animais por envenenamento no zoológico de São Paulo foram evidenciadas. Estudos técnicos apontam suspeita de intoxicação por monofluoracetato de sódio, conhecido como composto 1080 e ilegalmente comercializado como raticida. O monofluoracetato de sódio é um derivado do ácido monofluoracético e age no organismo dos mamíferos bloqueando o ciclo de Krebs, que pode levar à parada da respiração celular oxidativa e ao acúmulo de amônia na circulação. O monofluoracetato de sódio pode ser obtido pela a) desidrataçao do ácido monofluoracético, com liberação de água. b) hidrólise do ácido monofluoracético, sem formação de água. c) perda de íons hidroxila do ácido monofluoracético, com liberação de hidróxido de sódio. d) neutralização do ácido monofluoracético usando hidróxido de sódio, com liberação de água. e) substituição dos íons hidrogênio por sódio na estrutura do ácido monofluoracético, sem formação de água. Gabarito Resposta da questão 01: [A] Resposta da questão 02: [A] Resposta da questão 03: [A] Resposta da questão 04: [C] Resposta da questão 05: [A] Resposta da questão 06: [D] EXERCÍOS DE CASA TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:
  • 6. Leia o texto a seguir para responder à(s) seguinte(s) questão(ões): As bases nitrogenadas, quando oxidadas, podem causar emparelhamento errôneo durante a replicação do DNA. Por exemplo, uma guanina oxidada (G*) pode passar a se emparelhar, durante a divisão celular, com timina (T) e não com citosina (C). Esse erro gera células mutadas, com uma adenina (A) onde deveria haver uma guanina (G) normal. 1. Considere a adição de um átomo X na oxidação da guanina, conforme esquematizado na equação química: Nessa equação, o átomo correspondente a X é simbolizado por: a) C b) H c) N d) O 2. Os aminoácidos são substâncias de caráter anfótero devido à presença de grupos –NH2 e – COOH. Quando dois aminoácidos reagem entre si, ocorre a formação de um dipeptídeo com eliminação de água. Desse modo, o grupo funcional presente na ligação peptídica é a) um fenol. b) uma amida. c) um éster. d) uma amina. e) um ácido carboxílico. 3. Um produto industrial consiste na substância orgânica formada no sentido direto do equilíbrio químico representado pela seguinte equação: A função orgânica desse produto é: a) éster b) cetona c) aldeído d) hidrocarboneto 4. No início da glicólise, a glicose na forma cíclica é fosforilada. A seguir, uma enzima promove a abertura do anel e uma transformação de grupo funcional, seguida de fechamento de anel, produzindo a frutose-6-fosfato. A sequência de transformação dos grupos funcionais está apresentada a seguir.
  • 7. Nesse sentido, conclui-se que a transformação de um dos grupos funcionais envolve a conversão de a) um álcool em éter. b) um álcool em cetona. c) um aldeído em éter. d) um aldeído em cetona. e) uma cetona em éter. 5. A desidratação intramolecular do composto H3CCH2-OH produz além de água um a) aldeído b) alceno c) alcano d) éster e) ácido carboxílico 6. Um álcool primário, como o etanol, pode ser obtido pela redução de um ácido carboxílico. Assinale a alternativa CORRETA para o agente redutor que pode ser utilizado nesta reação. a) K2Cr2O7 b) K2CrO4 c) 4 LiA H d) 2 4 H SO concentrado e) 3 HNO concentrado 7. O ácido gama-hidroxibutírico é utilizado no tratamento do alcoolismo. Esse ácido pode ser obtido a partir da gamabutirolactona, conforme a representação a seguir: Assinale a alternativa que identifica corretamente X (de modo que a representação respeite a conservação da matéria) e o tipo de transformação que ocorre quando a gamabutirolactona é convertida no ácido gamahidroxibutírico.
  • 8. X Tipo de transformação a) CH3OH esterificação b) H2 hidrogenação c) H2O hidrólise d) luz isomerização e) calor decomposição TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Considere as informações para responder à(s) questão(ões) a seguir. Um estudante precisa de uma pequena quantidade de vanilina e decidiu pesquisar métodos sintéticos de produção da substância em laboratório, e obteve informações sobre dois métodos: 8. As duas reações indicadas no método 1 e a reação indicada no método 2 são classificadas, respectivamente, como reações de a) substituição, substituição e oxidação. b) redução, redução e oxidação. c) adição, adição e eliminação. d) adição, adição e redução. e) substituição, substituição e substituição. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Leia o texto a seguir para responder à(s) seguinte(s) questão(ões). O sucesso da experiência brasileira do Pró-álcool e do desenvolvimento da tecnologia de motores bicombustíveis é reconhecido mundialmente. Países europeus usam a experiência brasileira como base para projetos de implantação da tecnologia de veículos movidos a células a combustível, que produzem energia usando hidrogênio. Como o H2 não existe livre na natureza, ele pode ser obtido a partir do etanol de acordo com a reação: H C CH OH( ) 2H O(g) 1 O (g) 5H (g) 2CO (g)       3 2 2 2 2 2 2
  • 9. 9. Dentre as reações que podem ocorrer com o etanol, está a reação de eliminação intramolecular. Nela o produto orgânico formado é a) um éter. b) um éster. c) um alceno. d) uma cetona. e) um ácido carboxílico. 10. Um flavorizante muito conhecido na indústria de alimentos é o butanoato de etila, que, ao ser misturado aos alimentos, confere a estes um sabor de abacaxi. Com relação ao butanoato de etila, é correto afirmar que: a) é um éter e apresenta dois substituintes: uma butila e uma etila. b) pode ser representado por H3CCH2 CH2 COCH2 CH3. c) apresenta um carbono com hibridização sp em sua estrutura. d) apresenta carbonos primários, secundários e terciários em sua estrutura. e) não forma ligações de hidrogênio entre suas moléculas. 11. O sistema decalina-naftaleno vem sendo estudado há mais de 20 anos como uma das formas de superar o desafio de armazenar gás em veículos com célula a combustível, numa quantidade que permita viagens longas. Quando a decalina líquida é aquecida, ela se converte quimicamente em naftaleno (C10H8). O gás produzido borbulha para fora da decalina líquida à medida que ocorre a transformação. Por outro lado, o processo é revertido quando ocorre a exposição do naftaleno a esse mesmo gás, a pressões moderadas. (Disponível em: http://www2.uol.com.br/sciam/reportagens/abastecendo_com_hidrogenio_6.html) Essa tentativa de desenvolvimento tecnológico se baseia a) no isomerismo existente entre o sistema decalina-naftaleno. b) no equilíbrio químico entre dois hidrocarbonetos saturados. c) na produção de biogás a partir de hidrocarbonetos de origem fóssil. d) na reversibilidade de reações de eliminação e de adição de moléculas de hidrogênio. e) na formação de metano a partir de reações de substituição entre moléculas de hidrocarbonetos. 12. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), atualmente cerca de 5% da população mundial sofre de depressão. Uma das substâncias envolvidas nesses distúrbios é o neurotransmissor serotonina, produzido no metabolismo humano a partir do triptofano. O processo metabólico responsável pela formação de serotonina envolve a reação química global representada pela equação não balanceada fornecida a seguir.
  • 10. A reação de conversão de triptofano em serotonina ocorre em duas etapas metabólicas distintas. Com relação a essas duas substâncias e ao processo metabólico em que elas estão envolvidas, é correto afirmar que a) uma das etapas da conversão do triptofano em serotonina envolve a eliminação de um grupo amina. b) a serotonina apresenta função álcool. c) uma das etapas da conversão do triptofano em serotonina envolve a eliminação de um grupo carboxílico. d) por apresentarem ligações C = C em suas estruturas, as duas substâncias formam isômeros geométricos. e) apenas a serotonina apresenta anel aromático. 13. O álcool etílico pode ser encontrado tanto em bebidas alcoólicas quanto em produtos de uso doméstico e tem a seguinte estrutura química: A diferença entre esses produtos comerciais está na concentração do etanol. Enquanto uma latinha de cerveja possui cerca de 6% do álcool, um litro do produto doméstico possui cerca de 96%, ou seja, uma concentração muito maior. Caso a energia acumulada, pelo consumo exagerado de algumas bebidas alcoólicas, não seja gasta, pode resultar, então, na famosa “barriga de cerveja”. O álcool altera o funcionamento normal do metabolismo. Em relação aos alcoóis, é correto afirmar que: a) o etanol é menos ácido do que o propano. b) uma reação do 2-propanol com ácido sulfúrico e aquecimento pode levar a uma reação de eliminação (desidratação). c) a oxidação do etanol na presença de ar atmosférico e sob ação de catalisador produz propanona e água. d) o 2-propanol tem ponto de ebulição menor do que o etanol. e) o éter etílico não pode ser obtido a partir do etanol. 14. Substâncias com ligações duplas entre carbonos reagem com o íon permanganato, de cor violeta, em meio básico ou neutro, formando um álcool e o dióxido de manganês, de cor marrom. Esse processo é usado, por exemplo, na identificação do limoneno, um dos constituintes do aroma de frutas cítricas, conforme esquematizado na equação química simplificada: A mudança da cor violeta para a cor marrom, em presença do íon permanganato, também se verifica com o seguinte composto orgânico: a) 3-etil-2-hexeno b) 3-cloro-octano c) 2-metilpentanal
  • 11. d) 2-bromo-3-heptanona 15. Observe a figura que segue, que representa duas reações consecutivas. Na primeira, o composto C9H10O, na presença de catalisador e aquecimento, perde água, levando à formação do indeno. Na segunda reação, o indeno reage com Br2, levando à formação do composto C9H8Br2. Assinale a alternativa que apresenta os compostos C9H10O e C9H8Br2, respectivamente. a) b) c) d) e) 16. A cânfora é uma cetona que possui um odor penetrante característico. É aplicada topicamente na pele como antisséptica e anestésica, sendo um dos componentes do unguento Vick Vaporub. Na sequência a seguir, a cânfora sofre transformações químicas em três etapas reacionais (I, II e III). De acordo com esta sequência reacional, é correto classificar as etapas reacionais I, II e III como sendo, respectivamente: a) Oxidação, eliminação, substituição. b) Redução, substituição, eliminação. c) Redução, eliminação, adição. d) Oxidação, adição, substituição. e) Oxidação, substituição, adição. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Muitas frutas são colhidas ainda verdes, para que não sejam danificadas durante o seu
  • 12. transporte. São deixadas em armazéns refrigerados até o momento de sua comercialização, quando são colocadas em um local com gás eteno por determinado período, para que o seu amadurecimento ocorra mais rapidamente. As reações I e II representam dois métodos diferentes na produção de eteno. catal. , T I. CH3  CH3 CH2  CH2  H2 2 4 H SO ,170 C II. CH CH OH    CH  CH  H O 3 2 2 2 2 Dado: R = 0,082 atm.L.K-1mol-1 17. As reações I e II são denominadas, respectivamente, a) desidrogenação e desidratação intramolecular. b) desidrogenação e desidratação intermolecular. c) desidrogenação e adição. d) eliminação e hidratação intramolecular. e) eliminação e hidratação intermolecular. 18. Frutas, como a maçã e a banana, que escurecem após serem descascadas, possuem, na constituição da polpa, a substância catecol (1,2-Diidroxibenzeno), de cor clara. Quando exposta ao ar, a polpa escurece devido à seguinte reação: Então, pode-se afirmar que a) é uma reação de eliminação. b) é uma reação de redução do composto orgânico. c) o produto final é incolor. d) é uma reação de oxidação do composto orgânico. e) o ar é a fonte do agente redutor. 19. Um grupo de substâncias orgânicas apresenta aromas agradáveis, estando presentes em frutas e flores. Industrialmente, a reação de esterificação de Fischer é um dos principais métodos para a síntese destas substâncias orgânicas empregadas como flavorizantes na confecção de balas, gelatinas, entre outros doces. O flavorizante de morango, denominado etanoato de isobutila, é obtido em meio ácido a partir dos reagentes: a) Ácido 2-metil propanoico e etanol. b) Ácido etanoico e 2-metil-propan-2-ol. c) Ácido etanoico e 2-metil-propanal. d) Ácido etanoico e 2-metil-propan-1-ol. e) Ácido 2-metil propanoico e etanal.
  • 13. 20. Os produtos finais das oxidações do etanol, metanol e 2-propanol, com permanganato de potássio a quente em meio ácido, são, respectivamente: a) ácido etanoico, dióxido de carbono, propanona. b) ácido acético, metanal, propanona. c) ácido etanoico, dióxido de carbono, ácido propanoico. d) ácido metanoico, dióxido de carbono, ácido propiônico. 21. A tuberculose voltou a ser um problema de saúde em todo o mundo, devido ao aparecimento de bacilos que sofreram mutação genética (mutantes) e que se revelaram resistentes à maioria dos medicamentos utilizados no tratamento da doença. Atualmente, há doentes infectados por bacilos mutantes e por bacilos não-mutantes. Algumas substâncias (A, B e C) inibem o crescimento das culturas de bacilos não-mutantes. Tais bacilos possuem uma enzima que transforma B em A e outra que transforma C em A. Acredita-se que A seja a substância responsável pela inibição do crescimento das culturas. O crescimento das culturas de bacilos mutantes é inibido por A ou C, mas não por B. Assim sendo, dentre as enzimas citadas, a que está ausente em tais bacilos deve ser a que transforma a) ésteres em ácidos carboxílicos. b) amidas em ácidos carboxílicos. c) ésteres em amidas. d) amidas em cetonas. e) cetonas em ésteres. 22. Um químico forense precisa identificar o conteúdo de três frascos rotulados de A, B e C. Sabendo-se que todos os frascos contêm um álcool com a fórmula C4H10O, este químico fez um teste para determinar as estruturas dos compostos, reagindo-os com uma solução ácida de KMnO4, obtendo os seguintes resultados: - o composto do frasco A levou à formação de um ácido carboxílico; - o composto do frasco B levou à formação de uma cetona; - o composto do frasco C não reagiu. Com base nos dados acima, assinale a alternativa CORRETA. a) O nome do composto do frasco B é etoxi-etano (éter etílico). b) Na reação com solução ácida de KMnO4 ocorre uma redução do composto A. c) O nome do composto presente no frasco A é butan-1-ol (1-butanol). d) A reação de desidratação do álcool B fornecerá um alcino. e) O nome do composto C é pentan-1-ol (1-pentanol). 23. Caso o ser humano não tivesse a capacidade de sonhar você não estaria lendo esta prova, pois provavelmente, ainda estaríamos na Pré-História. Perderíamos a capacidade de resolver problemas. Algumas pesquisas relacionam o sonho às grandes descobertas, como foi
  • 14. o caso do Químico alemão Kekulé, apontado como um dos descobridores do benzeno - molécula em forma de anel com 6 átomos de carbono - que afirmou que a descoberta surgiu de um sonho em que viu uma serpente mordendo o próprio rabo. A esse respeito, marque a opção verdadeira. a) Dois núcleos condensados do benzeno (anel benzênico) são denominados de difenil. b) Em reação simples o benzeno reage com o gás cloro, produzindo o inseticida denominado hexacloreto de benzeno (reação de substituição). c) Os hidrocarbonetos aromáticos possuem o anel benzênico e são isômeros funcionais dos fenóis. d) O anel benzênico é muito estável e devido a isso o benzeno só irá reagir em condições drásticas. 24. Quando o etanol é posto em contato com o ácido sulfúrico, a quente, ocorre uma reação de desidratação, e os produtos formados estão relacionados à temperatura de reação. A desidratação intramolecular ocorre a 170 °C e a desidratação intermolecular a 140 °C. Os produtos da desidratação intramolecular e da intermolecular do etanol são, respectivamente, a) etano e etoxieteno. b) eteno e etoxietano. c) etoxieteno e eteno. d) etoxietano e eteno. e) etoxieteno e etano. 25. Um processo laboratorial para conversão de alcenos em cetonas de mesma cadeia carbônica consiste na prévia conversão do alceno (I) em álcool (II), etapa A, e posterior conversão deste último na cetona (III), etapa B, conforme o esquema a seguir As reações utilizadas para essas duas conversões devem ser, respectivamente: a) Oxidação de I e redução de II. b) Hidratação de I e redução de II. c) Redução de I e hidrogenação de II. d) Hidratação de I e oxidação de II e) Hidrogenação de I e oxidação de II.
  • 15. Gabarito: Resposta da questão 1: [D] Resposta da questão 2: [B] Resposta da questão 3: [A] Resposta da questão 4: [B] Resposta da questão 5: B Resposta da questão 6: [C] Resposta da questão 7: [C] Resposta da questão 8: [A] Resposta da questão 9: [C] Resposta da questão 10: [E] Resposta da questão 11: [D] Resposta da questão 12: [C] Resposta da questão 13: [B] Resposta da questão 14: [A] Resposta da questão 15: [D] Resposta da questão 16: [C] Resposta da questão 17: [A] Resposta da questão 18: [D]
  • 16. Resposta da questão 19: [D] Resposta da questão 20: [A] Resposta da questão 21: [B] Resposta da questão 22: [C] Resposta da questão 23: [D] Resposta da questão 24: [B] Resposta da questão 25: [D]